Smoke and Mirrors #108 – 11 Razões para ver o NXT

Esta semana o Smoke and Mirrors vira-se para o futuro, mais concretamente para o NXT, que desde do ano passado passou a ser o território de desenvolvimento da WWE, substituindo o papel que outrora era desempenhado pela FCW. E desde desse momento, já tivemos vários nomes do NXT a subir para o main-roster, com destaque para Big E Langston, os Shield, a Wyatt Family, e mais recentemente Xavier Woods.

Eu sei o que estão a pensar, ele já não abordou o NXT o ano passado? Sim é verdade, mas a verdade é que um ano depois os motivos de destaques são diferentes, e mesmo aqueles que são iguais tiveram alterações nas suas gimmicks. Basicamente, o que pretendo dizer é que muitas das gimmicks estão mais amadurecidas, e dessa forma, o que pretendo fazer é analisar as melhores gimmick do NXT.

Desse modo, o que pretendo é apresentar-vos 11 bons motivos para verem o NXT, porque de facto é um programa de excelente qualidade, e o trabalho que ali tem sido feito merece ser acompanhado. E merece porque ali estão alguns dos nomes do futuro do main-roster da WWE, e assim for então o futuro da WWE pode ser brilhante, para isso basta apostar em alguns dos nomes do NXT que o sucesso será muito provável. E o que vos vou apresentar esta semana são 11 nomes, ou razões, pelas quais considero o NXT um must-see dentro da WWE, e se conseguir motivar uma pessoa para ver o produto já ficarei contente.

1. The Ascension

Começemos pelos Tags Champions os The Ascension, composto actualmente por Vicktor e Konnor O´Brian, é uma tag bastante interessante sobretudo pela qualidade da gimmick da equipa. Ou seja, sendo uma gimmick dark, ela acaba por jogar a favor deles porque os torna diferentes de qualquer outra equipa do NXT, e mesmo do main-roster. Sendo que, ela consegue fazer algo muito interessante, e simultaneamente muito importante, que é encobrir as debilidades de Vicktor enquanto wrestler.

Não quero com isto dizer que ele é mau wrestler, mas não é de perto tão talento quanto era Cameron, mas isso tudo é compensado pela personagem desta equipa que consegue minimizar esse pequeno handicap. Até porque, Konnor é um powerhouse muito interessante e que evoluiu muito desde do tempo dele no NXT, aliás quem diria que tínhamos ali este potencial e capacidade de interpretação.

De resto, eles acabam por funcionar bem como equipa, e com esse bom trabalho e o factor “gimmick” os Ascension têm tudo para serem candidatos á subida ao roster da WWE durante o próximo ano. Claro, que nem todos o poderão fazer já em 2014, mas a existirem front runners eles arriscam-se mesmo a ser um deles, porque a divisão de Tag Team precisa de nomes e reforços com a qualidade e carisma dos Ascension, até porque eles “Shall Rise”.

2. Tyler Breeze

O “The Georgeous One” é outro dos bons talentos que a colheita 2013 do NXT nos revelou, e é porque é um bom wrestler do ponto de vista técnico, mas o Tyler Breeze é muito mais que um bom wrestler. Ele é um wrestler, que concilia de forma eficaz a capacidade técnica que possui a uma gimmick única, e que se quisermos compararmos com outras estrelas da WWE seria uma mescla de Dashing Cody Rhodes com Dolph Ziggler.

Tudo o que ele faz em personagem é muito eficaz, quer sejam as promos como a perfomance dele in-ringue, aliás o que mais aprecio nas performances dele é como consegue ser bom tecnicamente sem nunca largar a personagem. Ou seja, vejo em Tyler Breeze potencial para ser um nome interessante na WWE, porque consegue ser bom wrestler, bom nas promos, e no storytelling num combate. E , isso são ingredientes que são a base inicial para que possas ter sucesso na WWE actual, e isso é algo que este ex-campeão da FCW possuí, por isso é uma questão de tempo para que a WWE seja abrilhantada pela presença de Breeze no roster principal.

3. Leo Kruger

O sul-africano é na minha opinião uma das melhores gimmicks heel do NXT, já o tinha dito o ano passado e volto a reforçá-lo um ano depois. E reforço porque acho-o interessante dentro do ringue, ou seja, ele até pode nem ser o melhor wrestler técnico do roster, mas é eficaz, intenso e agressivo, aliás tal como a sua gimmick de caçador”Bounty Hunter” que é única, e por esse mesmo motivo é o factor que o poderá tornar relevante na WWE.

Por isso mesmo, espero que a WWE não altere verdadeiramente a sua gimmick tal como foi noticiado que fez num house-show do NXT. E digo isto a bem do produto da WWE, porque por mais interessante que até possa vir a ser a nova personagem de Kruger, dificilmente será tão única e diferente como a actual. Sim, porque acredito que com a actual ele poderia vir a subir ao roster principal da WWE, e construir um percurso interessante porque a sua gimmick permite sonhar com isso.

4. Aiden English

Spotlight Please! É a frase que marca a entrada do verdadeiro “Artista” do NXT, não da WWE. Sem gozar, eu aprecio muito o talento que o Aiden English tem porque capacidade de entreter e manter uma perfomance sempre a um nível elevado, pelo menos no que diz respeito ao entretenimento, storytelling, carisma e promos(melhor canções).

Aliás, sempre que English vem para o ringue podemos ter a certeza que vamos assistir a um showoff, e quer se goste ou não do estilo da gimmick, uma coisa não podemos negar: é impossível passar ao lado, ou mesmo ignorar a personagem dele, e isso é trunfo que joga a favor dele. O que gostaria é de o poder ver com mais tempo de combate, sobretudo para perceber qual é o verdadeiro potencial dele enquanto wrestler, porque enquanto entreteiner já não tenho dúvidas que o é.

E quanto isso, eu só peço que a WWE mantenha a personagem dele tal como está, porque é um dos momentos mais divertidos dos episódios do NXT. Aliás, sejamos sinceros o NXT não seria o mesmo sem os Encores do English, e nunca me canso de ver os pormenores fantásticos da personagem dele: o atirar das rosas, a comoção do William Regal, os Bravos. E, se a personagem continuar a ter um bom desenvolvimento, quem sabe se um dia não o vemos no roster a principal a colocar o E na WWE.

5. Corey Graves

Por várias vezes já me viram a elogiar nos meus artigos o Corey Graves, por isso não é surpresa para vocês que o refira como um dos meus motivos para ver o NXT. Assim, como sabem o que aprecio mais no Graves é sobretudo a sua gimmick que é diferenciada do resto do roster. Ou seja, não existe ninguém como o Graves no NXT, porque ele tem aquele “It Factor “ que distingue as estrelas dos wrestlers comuns, sendo que isso é ainda mais nítido quando é tweener, ou mesmo heel, como acontece actualmente.

Ou seja, Corey Graves até pode não ser ainda o melhor wrestler do ponto de vista técnico, mas a verdade é que ele é bom nesse campo, ou pelo menos é muito eficaz nesse ponto de vista. Caso contrário, seria muito difícil para ele passar de forma eficaz a imagem de especialista em submissions, mas ele vale mais do que só pelo que faz no ringue. O Graves é dos melhores wrestlers do NXT enquanto complete package, ou seja, ele consegue ser bom no ringue, ser bom storyteller, muito competente nas promos, e com carisma. E isso, são tudo características que podem jogar a favor do futuro dele no roster principal da WWE, e espero que o atinja porque o seu talento justifica pelo menos uma tentativa.

6. Alexander Rusev

Esta “besta” búlgara é provavelmente o melhor powerhouse do NXT na actualidade, e a verdade é que do que nos foi possível ver até agora o potencial de Alexander Rusev é muito grande. E não o é somente pelo seu porte físico, mas também pela capacidade que demonstrou dentro do ringue que nos faz recordar muito o estilo do Umaga, e se ele conseguir ser igual ao malogrado samoano, então o futuro de Rusev no roster principal da WWE é muito grande.

Aliás, os responsáveis da WWE estão tão impressionados que aparentemente querem apressar a sua subida ao roster principal, porém eu recomendava mais cautela aos oficiais da WWE. Isto, mesmo tendo em conta todo o talento que ele já apresentou, porque a verdade é que na maioria das vezes vimos Rusev em squashes, e acho que só quando o virmos em combates mais longos é que iremos perceber o verdadeiro valor dele. Por isso, e mesmo sendo uma das atracções do NXT, e certamente futuro wrestlers do main-roster, eu preferia que a WWE esperasse para o pós-Wrestlemania para subir Alexander Rusev, e não tem que ser logo após o evento.

Ou seja, eu gostaria de o ver em feud e combate contra wrestlers como Zayn ou Neville primeiro, e depois de cimentar bem a sua gimmick lançar o homem para os lobos para ver como se poderá desenrascar. Porque, se confirmarem-se as primeiras impressões que tivemos dele, então temos neste búlgaro um caso sério na WWE dentro de dois a três anos.

7. Sempre novos talentos a emergir

Este é um dos pontos mais interessantes do NXT, temos quase sempre novos talentos a despontar ou a surgir, ou seja, existe sempre algum novo ponto de interesse a surgir no produto. Seja ele uma feud nova, ou mesmo novos nomes que se estreiam e cujo talento nos faz acreditar num possível futuro de qualidade dentro do roster principal da WWE. E isto era verdade durante o ano passado, como foi este ano, e como irá ser durante o ano de 2014.

E no campo das futuras apostas durante o próximo ano, os nomes que aposto como possíveis revelações do NXT durante o ano passado são: Emma, Charlotte, Mojo Rawley, Kalisto, Solomon Crowe, e os American Bulldogs. No caso da Emma e da Charlotte o que teremos será sobretudo a afirmação de duas Divas com talento, enquanto no caso dos outros nomes estou a falar de nomes que serão revelações (para quem não os conhece), e não demorarão muito a tornar-se dos favoritos do público do NXT. Sendo que, no caso dos American Bulldogs estamos a falar de possíveis candidatos a uma subida ao roster principal durante o próximo ano, devido á sua qualidade enquanto tag.

8. Paige

Não podia falar do NXT e não falar da Paige, até porque ela é sem duvida o destaque da divisão feminina do NXT, e se existe algum nome do NXT entre homens e mulheres que está pronto para o main-roster, então essa pessoa é a NXT Divas Champion.  A inglesa é um talento fantástico do ponto de vista técnico, e não digo isto pelo passado familiar no wrestling, a verdade é que ela é uma wrestler no verdadeiro sentido da palavra, e isso é raro na divisão feminina da WWE actual.

Depois, a personagem dela de Anti-Diva torna-a diferente e especial, e é um factor por explorar pela WWE quando estrear no roster principal, porque torna-a a antítese da maioria das Divas, e isso só pode jogar a favor dela. Até porque, como ela no roster principal só existe a AJ, a Natalya, e a Tamina, ou seja, apenas três nomes é que podem gabar-se de terem tanto talento como ela. E, quando digo tanto talento quero mesmo dizer que é exactamente ao mesmo nível, porque a qualidade dela não é inferior a esses nomes, e aqueles que duvidem do valor dela aconselho que vejam o combate dela com a Natalya, e ficam sem qualquer dúvida que o lugar dela é no roster principal.

9. Bo Dallas

Ele é o campeão, e só por isso é um dos destaques do NXT principais, e é mesmo que seja apupado, aliás isso em vez de o prejudicar só o tem beneficiado a ele, e sobretudo ao seu reinado enquanto campeão. Ou seja, o Bo passou de um face odiado, o novo John Cena, para um falso face, aquele que fazia tudo aquilo só para provocar os fãs, e a verdade é que a melhor palavra para descrever a personagem de Bo é: falso, irónico, gozão, e idiota.

Sim, basicamente Bo Dallas é um heel idiota, e nesse papel ele tem estado exemplar, e por isso podemos questionar a qualidade dele in-ringue, mas a verdade é que a personagem dele tem resultado tal como a WWE pretendia. E quanto mais irritar os fãs, maior será a festa deles quando um dos seus favoritos lhes retirar o título, ou seja, quanto maior o ódio ao heel maior se torna a conquista do face. E por mais que não gostemos dele, a verdade é que é quase certo que terá um lugar no roster principal, pelo menos se seguirmos o exemplo que todos os ex-campeões estão agora na WWE.

10. Adrien Neville

The Man Who Gravity Forgot é provável o melhor exemplo de top high flyer no NXT, o talento técnico dele é impressionante, sobretudo o jogo aéreo dele é impressionante, e o que me impressiona mais no Adrien Neville é capacidade de reinventar-se e criar nova ofensiva durante os combates. Ou seja, ele é daqueles nomes que tu sabes que quando entra num ringue podes esperar um combate de excelente qualidade, mesmo que as suas características enquanto wrestler tenham algumas desvantagens para o seu futuro no roster principal.

Essas desvantagens estão sobretudo no potencial que o seu estilo de wrestling permite dentro do roster principal da WWE. O que quero dizer é que dificilmente o vejo a ser um main-eventer da WWE, o máximo que vejo para o Neville é um título de midcard porque normalmente os high flyers não conseguem ultrapassar essa barreira dentro da WWE. Não digo isto porque é algo que eu defenda, mas a verdade é que já ficarei contente caso ele conquiste algum título no seu futuro dentro do roster principal, já que combates de qualidade são uma garantia com ele.

11. Sami Zayn

Tal como Neville, a qualidade técnica e combates de excelência são certezas quando temos Sami Zayn dentro de um ringue, e na minha opinião ele é o principal do destaque do NXT actual por todo o potencial que a personagem dele possui. Sendo que, esse potencial ultrapassa o NXT, eu estou convencido que o Sami Zayn com Brands, que ele poderia ser um sério candidato a World Heavyheight Champion dada a sua qualidade técnica, e carisma natural enquanto face.

O único aspecto, que considero que ele ainda poderá melhorar antes de subir ao roster principal é as suas promos. Não quero com isto dizer que ele seja mau nesse aspecto, o que pretendo afirmar que ele pode aprender a potenciar ainda mais esse aspecto, até para não sofrer tanto na sua afirmação enquanto performer quanto Daniel Bryan sofreu. Se o seu futuro será só o midcard eu não tenho certeza, o que tenho  certeza é que será um dos nomes incontornáveis do roster principal da WWE desde do momento que faça o seu debut.

Desse modo concluo mais uma edição, espero que esta tenha sido do vosso agrado e que vos tenha motivado a ver o produto do NXT, isto claro caso ainda não o vejam. Para os que já vêem, espero que seja um tema alvo de debate sobre a qualidade dos nomes analisados neste artigo. Despeço-me, lembrando-vos que para a semana voltamos com a antevisão do último PPV do ano: o WWE TLC.

Figuras da Semana

Shield- Continuam imparáveis desde do Survivor Series que estão em alta, e esta semana não foi excepção, sobretudo quando a única derrota da semana foi um 1-1 contra Punk. No entanto, e mesmo estando em vantagem para o combate no TLC, os atritos continuam a surgir, e esses poderão prejudica-los em Houston.

Daniel Bryan- A feud Wyatt e Bryan continua a ser das melhores coisas do produto actual da WWE, e mesmo que não concorde muito com o Handicap no TLC, esse não deixará de ser um dos combates com maior interesse.

Cena e Orton- Gostando-se mais ou menos da ideia da unificação, nenhum de nós pode negar a qualidade da Brawl no final da Raw. O que peço é que no TLC a WWE no dê um verdadeiro combate deste tipo, e que soltem as amarras do estilo típico de vitórias do Cena, porque se o fizer o combate poderá ter qualidade.

Damien Sandow- Apesar de tudo, a possibilidade de ter uma feud pelo título de Big E é positivo caso seja algo para durar mais que um PPV. Claro, que isto não remedeia os erros que cometeram com ele, mas não posso deixar de considerar isto um mini bom sinal.

CM Punk- Semana mais light no ringue, mas muito eficaz nas promos com o regresso daquele Punk rebelde, o que é insubordinado e se revolta contra o Sistema. Foi muito bom vê-lo a ser agressivo num primeiro momento, e mais enterteiner num segundo, o que só comprova a sua qualidade enquanto wrestler.

Bobby Roode/Magnus- É verdade que o Roode perdeu o combate, mas decidi dividir a vitória de Magnus com ele, porque na verdade foi Roode que deu a vitória a Magnus no embate contra Kurt Angle. Assim, se Magnus está na final do torneio muito o deve ao It Factor.

Jeff Hardy-É uma das figuras da semana pela vitória que teve na semi-final do torneio pelo campeonato Mundial da TNA. E, não posso negar o valor da vitória, nem do próprio combate, mesmo que não tenha gostado da forma como venceu o combate.

Bad Influence- Esta história com o Joseph Parks/Abyss está a ser muito bem contada pela TNA, e é fantástica a performance dos Bad Influence em quase todos os segmentos que envolvem esta história, e último Impact não foi excepção.

Surpresa da Semana

Regresso do Fiested or Fired- Foi uma das melhores coisas que a TNA decidiu fazer nos últimos tempos, para quem não conhece o conceito este aproxima-se do Money in the Bank, mas neste caso todos os títulos terão direito a uma mala, e por isso a grande curiosidade é descobrir quem terá oportunidade pelos títulos e quem será despedido.

Desilusões da Semana

Derrota de Del Rio com Sin Cara- Mesmo sabendo que o Sin Cara que derrotou o Del Rio é o Hunico, isso não muda a minha opinião que isto foi uma desilusão. Não faz sentido um ex-campeão mundial perder um combate para uma gimmick que basicamente é jobber, pelo menos até agora, e isso não credibiliza em nada o Del Rio.

Derrota dos Rhodes Brothers na Smackdown- Esta é uma dupla desilusão, primeiro porque não é bom para os campeões perderem num show semanal sobretudo para uma equipa com pouco potencial, pelo menos quando comparado com outras equipas da Divisão. Aliás, essa é a minha grande desilusão é que provavelmente será Ryback e Axel a lutar pelos títulos de Tag, e isso é mau quando temos equipas da qualidade dos Real Americans e dos Usos a ficar no “banco dos suplentes”.

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre o WWE NXT? E quais são os teus motivos de interesse nele?

Qual a tua opinião geral sobre os motivos que foram apresentados?

Concordas com as figuras, surpresa, e desilusão da semana?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

48 Comentários

  1. António César - há 3 anos

    Excelente artigo! Bom destaque do NXT, actualmente é mesmo o meu programa favorito de toda a WWE. Histórias simples, bem contadas, boas personagens e excelentes wrestlers! Esperemos que esta aposta continue e que estes talentos subam para o main roster.

    • José Sousa - há 3 anos

      Sim também espero que alguns destes talentos subam ao main-roster porque têm tanta qualidade quanto alguns que estão lá.- Aliás alguns deles até são muito superiores aos que temos no roster da WWE.

      • António César - há 3 anos

        É bem verdade…Bem mais entusiasmantes! Só tem de existir confiança nos jovens

      • Vinicius Rodrigues Alves - há 3 anos

        Quem é o mascarado do numero 7?

      • YO - há 3 anos

        Samuray Del Sol

  2. João Cardoso - há 3 anos

    Ótimo artigo, retrata bem o produto do NXT.
    Não percebo como é que com um programa cheio de potencial, a WWE ainda não tenha arranjado um acordo com alguma estação televisiva norte-americana para colocar o NXT na TV

    • José Sousa - há 3 anos

      É o território de desenvolvimento está bem assim, e alem do mais é transmitido pelo Holu.

      • Anónimo - há 3 anos

        em muitos países passa na TV
        se passar nos EUA so favorece ainda mais o programa

  3. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Um artigo que mostra a qualidade tremenda do NXT!

    Preferências actuais: Leo Kruger

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu gosto bastante dele, mas o meu preferido é mesmo o Zayn, depois o Neville, e em terceiro lugar o English.

  4. Vinícius Nunes - há 3 anos

    Pena que não tenho tempo para ver o NXT, mas assim que tiver férias eu vou buscar esse tempo, pois quero voltar a ver os Ascension, o Leo Kruger e o Corey Graves, todos eles são wrestlers extremamente interessantes e competentes, e claro ver mais de Sami Zayn, o novo Bo Dallas, o Aiden English, o Tyler Breeze, o Rusev, entre outros, ou seja, esse artigo conseguiu me deixar ansioso para voltar a ver esse grande programa, espero que o consiga em breve.

    • José Sousa - há 3 anos

      Acho que fazes muito bem em voltar a ver é bom produto, e nunca dura muito tempo. são sempre 45 minutos mais ou menos muito bem passados.

  5. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente artigo José.

    1- The Ascension: grande equipa, mal posso esperar para ver esta “gimmick” no “main roster”. Preferia a dupla original, sim, mas esta não é nada má e pode muito bem criar o seu legado na WWE.

    2- Tyler Breeze: ainda não o vi muitas vezes, mas parece-me ser o típico parasita arrogante. Pode dar um bom “mid-carder”.

    3- Leo Kruger. Também não queria nada que lhe mudassem a personagem… Nem sequer entendo essa mudança. Vamos ver o que vai acontecer.

    4- Aiden English: brutal. Vi-o pela primeira vez há umas semanas e ele é incrível. Adoro a forma como ele diz “WWE”… Bravo! Bravo! Bravo! Já agora, é suposto ele ser “heel” ou “face”?

    5- Corey Graves: um dos melhores no NXT. Concordo contigo: é um dos mais completos. Ainda não se viu muito dele como “heel”, mas acho que não vai desiludir.

    6- Alexander Rusev: ainda não passou de “squashes”, é verdade, mas parece ser melhor do que Ryback’s, Big E’s… Enfim, é um peso-pesado que se consegue mexer, um pouco à imagem do Umaga.

    7- para o ano, vamos ter mais diamantes no NXT. Tanta qualidade, meu Deus… O que é que a WWE vai fazer com esta gente toda?!

    8- Paige: a melhor no NXT e não fica nada atrás das melhores na WWE. Deve ficar com o título até subir ao “main roster”.

    9- Bo Dallas: tem feito um bom trabalho como “heel”. Conseguiu enganar a maioria daqueles que o consideravam um horrível “babyface” quando ele nem o era verdadeiramente. Só gostava de saber o que têm planeado para ele no plantel principal.

    10- Adrian Neville: fantástico. Ainda tem que melhorar o seu trabalho ao microfone, mas é fantástico em ringue. Concordo que não deverá ser um “main-eventer” no plantel principal, mas pode ser um bom “mid-carder”. Espero que vá ganhando uns títulos.

    11- Sami Zayn: apesar de ter uma baixa estatura, este tem que ser “main-eventer”. Seria um crime isso não acontecer. Não concordo contigo em relação às “promos”: acho que ele é bastante sólido nesse aspecto. No ringue, enfim, é do melhor que há. Que suba o mais rápido possível!

    Já agora, quando é que o “Feast Or Fired” voltou? É que eu não vi nada…

    • FAlmeida_10 - há 3 anos

      “Adoro a forma como ele diz “WWE””

      Dablio, Dablio………… iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii xD

    • José Sousa - há 3 anos

      Vai voltar para a semana no próximo Impact. Foi anunciado Daniel.

      Sim eu concordo contigo, eu quando falo do Zayn e as promos é no sentido da gimmick, porque acho-o muito solido enquanto face mesmo nesse campo.

      O English em teoria é heel, porque quando lutou no torneio lutou contra o Neville. Eu adoro quando o Regal começa a fazer-se de comovido com ele.

  6. Fandangooo!! - há 3 anos

    Ótimo artigo José Sousa. E como eu disse a um tempo no chat Punk vs Shield e Bryan vs Wyatt Family se confirmou. lembro que vc disse que seria improvável isto acontecer, mas aconteceu como eu pensava. a minha surpresa foi o ryback ganhar um combate e a minha desilusão foi ele e axel ganhar esse combate.

    • José Sousa - há 3 anos

      Para mim isso foi uma grande desilusão com tantas equipas melhores e apostam logo naqueles dois por favor.

  7. ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 3 anos

    não sei se vou rir ou chorar -.-
    WWE has announced the following nominees for the Match of the Year Slammy Award:

    -Undertaker vs. CM Punk at WrestleMania 29

    -John Cena vs. The Rock at WrestleMania 29

    -Cody Rhodes and Goldust vs. Seth Rollins and Roman Reigns at WWE Battleground

    -Triple H vs. Brock Lesnar at Extreme Rules

    • danielLP21 - há 3 anos

      A sério?! Só esses?! Onde está o Punk vs Lesnar?!

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        Tal e qual a minha reação Daniel!

      • ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 3 anos

        yeap infelizmente é verdade sao estes mesmos

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu também isso ridículo de não estar o Punk vs lesnar na lista, o pessoal da WWE não deve ter visto os mesmo combates que nós.

      • Eugen3 - há 3 anos

        Ainda têm dúvidas de qual será o melhor combate do ano?

      • danielLP21 - há 3 anos

        Vai ser o Cena vs Rock…

      • ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 3 anos

        ou triple h vs brock lesnar…

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      What?!

      1. CM Punk vs Chris Jericho, na Raw, a 4/2/2013 (combate muito bom, apesar de terem estado na presença de um público medíocre que mal reagia);

      2. CM Punk vs John Cena pelo lugar de candidato ao Título da WWE na WM, frente ao Rock (para mim, o segundo melhor embate entre os dois);

      3. CM Punk vs The Undertaker na WM (não é preciso de dizer nada);

      4. Rob Van Dam vs Chris Jericho, na Raw, a 15/7/2013 (combate bastante bom);

      5. Daniel Bryan vs John Cena no Summer Slam (combate muito bom);

      6. CM Punk vs Brock Lesnar no Summer Slam (combate fantástico! Absolutamente brilhante!).

      É claro que alguns destes combates que citei não poderiam figurar na lista de candidato a combate do ano (não fazia muito sentido, pois não havia grande história por trás), mas qualquer um deles é melhor que “John Cena vs The Rock na WM 29” e “Triple H vs Brock Lesnar no Extreme Rules”.

      Como é possível o Punk/Lesnar não figurar na lista?! Fdc…esses gajos que comecem mas é a meter mais tabaco na cena… -.-‘

      • Lucas Pereira - há 3 anos

        Como assim sem Cesaro vs Zayn, Melhor luta do ano, PQP

      • danielLP21 - há 3 anos

        Isso foi no NXT… Não conta.

      • ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 3 anos

        Concordo 99%

  8. k2 - há 3 anos

    Corey, Aiden English, Sami e Paige. Só esses já ofuscam a maioria do main roster

  9. Eugen3 - há 3 anos

    Bom artigo José.
    Para mim, os que têm mais valor são o Sami, a Paige e o Freddie Mercury (xD), mas sinceramente só consigo ver a Paige a vingar no main roster a longo prazo.
    Tenho medo que os outros 2 percam logo o ímpeto, especialmente o Aiden, que para mim, podia fechar a WM com um encore :D

    • José Sousa - há 3 anos

      Também não é preciso se não o Regal, o Cole e o JBL acabam a Mania a atirar rosas para o meio do ringue.

  10. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Mais um excelente artigo José! O NXT atrai-nos principalmente pelos superstars e gimmicks que la temos, logo, excelente iniciativa de os enumerar.

    The Ascencion – Gosto da Tag Team, é a típica gimmick Dark que tanto pode atuar como face ou como heel, apesar de se enquadrar melhor na última. Fiquei muito desiludido quando o Cameron foi preso, porque a Tag Team tinha pernas para andar, e poderia ser prioridade a subir se não estivesse aquele tempo em “stand by”. Fiquei muito contente quando a Tag reatou desta vez com o Viktor. Concordo plenamente quando dizes que o Viktor não é o Cameron, mas a Tag Team manteve o seu maior trunfo, a Gimmick. O Connor O’Brian evoluiu com a tag e tal como dizes e eu concordo, tapa as fraquezas do Vicktor. Pode ser das próximas a subir, já que parece que a WWE quer um 2014 em grande para a Tag Team Division.

    Tyler Breeze – Está a cumprir de uma maneira excelente com a personagem. É um enterteiner fantástico no que toca a esse ponto. A Gimmick não é das minhas preferências, mas não se lhe pode negar o talento e o mérito que tem.

    Leo Kruger – Era a minah gimmick preferida, e infelizmente parece que se foi… Acho que o Kruger já esteve numa gravação do NXT com a outra gimmick. Concordo contigo a 100% que não será tão boa dê por onde der. A Gimmick de caçador de gigantes era excelente por si só, e o Kruger desempenhava-a de forma exemplar. “Kru, Kru, Krugaaa!” A Gimick no Main Roster poderia ser explorada de maneira exemplar, mas parece que foi uma ideia deitada fora. Nada bom WWE.

    Aiden English – Passou de Jobber do NXT ao que é hoje! É quase impossível passarem-lhe ao lado tal como dizes. Falta lhe provar que tem as Ring Skills necessárias que justifiquem aposta forte nele, porque de resto o seu talento fala por si.

    Corey Graves – Já discuti muito contigo e com os outros sobre o Graves (e o Ohno) quando estávamos a tentar adivinhar o Heyman Guy do NOC. Pode agir de uma maneira ou de outra, apesar de o preferir a Heel. O Carisma fala por si, e as Mic Skills estão bem trabalhadas. O que na altura o distinguia do Ohno era o tal “it Factor” e ser um Made In WWE. Preferia o com outro finisher sinceramente. De que é que eu tenho receio no futuro dele… O Físico e a altura podem não ser os preferidos da WWE… Isto é um problema que me preocupa seriamente no Graves. Talento inquestionável, medo que o talento dele passe ao lado da WWE.

    Alexander Rusev – A primeira vez que o vi (no combate com o Ziggler) disse logo que podiam sair coisas boas daqui, e até agora não estou desiludido de tal afirmação. Consegue ser um Power-House como a WWE gosta, e ao mesmo tempo rápido e ágil tal como o Umaga, cujas semelhanças são inquestionáveis. Prevejo algo de bom, espero que não se aprecem em o subir ao Main Roster. Com um bom Manager (não era preciso separá-lo do Lefort na altura) pode soar com voos altos. Não gosto do Finisher. O Camel Clutch já não tem o mesmo impacto de antes.

    Agora é que são elas… Kalisto, Salamon Crowe, American Pitbulls… Tanta matéria prima para podermos sonhar. Não sei se já sabem, mas parece que o Salamon Crowe mudou de gimmick num house-show. http://dailywrestlingnews.com/wp-content/uploads/2013/12/Solomon-Crowe.jpg . (atacou o Kalisto e disse que hackeou a arena, tem o tablet na mão. Gimmick de Hacker, não vou dizer nada porque nunca vi, tanto pode sair dali algo de bom como de mau, esperar para ver).

    Paige – Talento técnico, gimmick muito bem trabalhada de Anti- Diva que só por si lhe concede logo Carisma… Que mais há para dizer, é a Paige. Tão completa e com tanto a evoluir. Vai dar-nos as delicias da Divisão feminina dos próximos anos.

    BO Dallas – Continua o mesmo no Ringue, mas tem feito um bom trabalho como heel já que nos deu a volta a todos. É o típico heel irritante em que toda a gente reza para lhe ver o título ser retirado. E isto joga claramente a favor dele. Amadureça o que tem de amadurecer no ringue, desempenhe um papel de heel, que até pode vir a ter algum futuro.

    Adrian Neville – A alcunha acenta-lhe tão bem, mas tão bem! O Homem é espetacular em ringue. Vai conseguir (ou já conseguiu) conquistar a atenção do público pelas Ring Skills, mas precisa ainda de se completar no microfone. A Primeira vez que o vi até pensei que fosse atuar como Power-House pelo físico que tem, mas quando o vejo a fazer aquilo que faz… É um dos melhores High Flyers do Mundo. Duvido também que consiga mais que o Mid Card infelizmente, talento tem, mas High Flyers poucos chegam ao topo na WWE.

    Sami Zayn – Ui! Estou como o Daniel, se não chega a Main Eventer é um crime autêntico! É capaz de sacar um combate 5 estrelas com uma chávena de café (ou até mais difícil com o Ryback). Não tenhoa mesma opinião que tu no que toca ao Mic Work dele, já que o acho seguro no micro (quando se dirige ao Colter dá para ver do que estou a falar). Conquistou o público pelos combates que nos dá, e sobre no próximo ano quase de certeza. Tenho quase o mesmo receio que tenho com o Graves infelizmente.

    • José Sousa - há 3 anos

      Concordo contigo em tudo sinceramente não tenho nada a acrescentar ao que dizes. E o próximo ano com aqueles nomes promete ser fantástico, cuidado com a feud Crowe e Kalisto que se arrisca a era muito boa.

  11. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente artigo José.

    Para mim, o Sami Zayn é uma obra de arte. Estou mortinho por vê-lo no plantel principal! :D

  12. JoãoRkNO - há 3 anos

    Excelente tema. O NXT tem-se revelado uma mina de ouro em termos de talento.

    Digo já que em termos de tag, adoro os Ascension. A gimmick deles no Main roster ainda vai dar muitos frutos.

    Em termos individuais, destaco o Zayn, a Paige e o Graves. São três wrestlers de uma qualidade tremenda, e os meus favoritos é claro.

    • José Sousa - há 3 anos

      Sim concordo contigo, e eu mesmo admirando o English sei que ele terá um percurso mais de enterteiner do que propriamente de grande talento.

      • JoãoRkNO - há 3 anos

        Claro, eu não coloquei o nome dele por isso mesmo. Ele até tem talento, mas devia ser usado de uma forma mais benéfica.

      • José Sousa - há 3 anos

        Eu só queria ver mais tempo de ringue, o resto eu acho que funciono e está muito bem sinceramente.

  13. JeanJCS - há 3 anos

    Excelente artigo José.

    Espero um futuro brilhante para todos esses, exceto Bo (não concigo gostar dele de jeito nenhum). Ah, esqueceu da Bayley no artigo, pelo menos na parte que fala da Emma e da Charlotte.

  14. Mr. Anônimo - há 3 anos

    Vou ficar revoltado se Adrian Neville não se tornar main eventer!! Se a WWE não o tornar um wrestler de topo eu faço uma federação de Wrestling aqui no Brasil e contrato ele para ser o top face!

  15. Diogo7 - há 3 anos

    Excelente artigo José!

    Com o NXT, realmente temos o futuro garantido no Main Roster daqui a alguns anos no que toca a novos talentos, se forem bem aproveitados.

    Os meus favoritos do NXT são o Sami Zayn, o Adrian Neville, o Corey Graves, o Aiden English, o Leo Kruger e os Ascension.

    Estou bastante ansioso por ver o Solomon Crowe com aquele gimmick de “Hacker”, o Kalisto e os American Wolves.

    • José Sousa - há 3 anos

      Muito obrigado por teres gostado do artigo. Eu sinceramente também estou curioso pelos reforços 2014 porque qualquer um deles tem muito potencial.

  16. guilherme - há 3 anos

    Não concordo com a Tamina ser tecnica, pois ela não é, é só ver os combates dela são chatos!, sem sal!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador