Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #112 – WWE Watchlist 2014

Sejam muito bem-vindos ao primeiro Smoke and Mirrors de 2014, e tal como referi semana passada esta edição irá olhar para o futuro da WWE, sobretudo para aquilo que este novo ano nos poderá trazer em termos de revelações. Assim, escolhi as onze superstars que considero que irão ser os destaques do ano de 2014, e irei apresentar os motivos pelos quais considero que irão ser “must see” superstars.

Antes de mais, devo referir que estas escolhas não são gostos pessoais (alguns dos nomes até nem simpatizo muito), mas são os nomes que serão dos mais falados durante este ano. Antes que falem, nomes como CM Punk, Orton e Cena não serão referidos nos destaques porque sendo estes os main-eventers mais certos da companhia, acho que é certo que serão destaques durante a Road To Wrestlemania, e durante o resto do ano. Mas deixemo-nos de conversa, e dêem as boas-vindas aos 11 magníficos que considero que serão os destaques WWE de 2014.

Sami Zayn

Ainda há semanas atrás falei dele, e sobre a qualidade que ele trouxe o ano passado ao NXT, e a verdade é que tal como referi nessa altura ele é o wrestler mais popular do programa, mas conseguiu com muito mérito e talento. Zayn já ultrapassou a fase em que todos achavam que ele devia ter vindo como El Generico, e sinceramente acho que essa personagem seria muito mais prejudicial para ele na WWE do que a que possuí. E seria, porque o iria limitar muito mais em termos de uma possível evolução de status dentro do ringue. Desta forma, Zayn é o wrestler mais bem preparado para o main-roster do NXT, ele é carismático, tem qualidade nas promos e é fantástico dentro do ringue.

E serão essas mesmas qualidades que farão dele uma das figuras a ver durante o ano  na WWE, porque tenho a certeza que este será o ano do debut dele no main-roster. E, com a qualidade que sei que ele tem, não tenho dúvidas que será uma das figuras mais populares do main-roster porque ele tem tudo para o ser, e talvez tenhamos na figura de Zayn o Rookie do ano.

The Ascension

Outras das figuras do NXT são os Ascension, e tal como o Zayn, eu tenho a certeza que este será o ano da estreia no main-roster. E no caso deles a gimmick deles é tão forte que consegue encobrir as debilidades do Rick Victor enquanto wrestler, e por isso mesmo é que tenho as certezas que farão um impacto gigante no main-roster.

Aliás, não me parece nada arriscado dizer que a estreia ocorrerá muito provavelmente depois da Wrestlemania, e por isso mesmo terão o tal impacto, porque irão cobrir a vaga que os Shield e os Rhodes vão deixar. Por isso, preparem-se os Ascension quando estrearem vão abanar com a divisão de forma muito positiva, e gostava muito que viessem como heels, porque a divisão estão a precisar de equipas heels fortes que se juntem aos Wyatt.

Paige

A Paige é o terceiro e último nome do NXT que acho que será um destaque com toda a certeza no main-roster no ano de 2014, porque seria um desperdício enorme por parte da WWE não usar a melhor wrestler (como ela gosta de se afirmar) do NXT. Todos vocês já sabem que eu admiro a qualidade técnica desta britânica, e por isso quem a conhece sabe perfeitamente que no momento em que ela debut nada mais vai ser igual na divisão feminina da WWE, porque uma coisa ela garante: Ela é um Wrestler, e isso não existe em grande quantidade no main-roster da WWE.

Roman Reigns

Se existe wrestler que vai brilhar a solo este ano é de certeza Roman Reigns, e goste-se ou não ele irá ser o Shield com maior destaque nesta primeira fase de colisão e de separação da Stable. Ou seja, mesmo que os restantes venham a ter um futuro brilhante e oportunidades no main-event, a verdade é que Reigns será aquele que terá esse push mais cedo muito devido ao seu perfil enquanto wrestler.

No entanto, devo admitir que ele merece todo esse destaque, porque ele é o exemplo de um powerhouse com talento, e isso faz com que no caso dele o físico dele seja uma vantagem positiva ao contrário de outros. Se irá ser campeão Mundial durante 2014 não faço a mínima ideia, mas que vai andar por feuds de topo isso não tenho dúvidas, e ele em conjunto com Ambrose surge na minha lista de favoritos á mala de Money in the Bank, caso permaneçam duas malas.

The Usos

Os gémeos foram sem duvida uma das grandes surpresas do ano de 2013 da WWE, e ajudaram bastante na melhoria que a Divisão de Tag Team.  Sendo que, mais que na qualidade técnica dentro do ringue, as melhorias desta dupla esteve no impacto junto do público, pois conseguiram o feito de passar de uma tag indiferente aos fãs (na altura do primeiro confronto com os Shield), para uma equipa com carisma e impacto, e essa evolução tem que ser elogiada porque não é fácil criar ligação com os fãs e eles conseguiram.

E se 2013 foi um ano importante e de mudanças para os Usos, 2014 arrisca-se a ser ainda mais especial para eles, porque se tudo correr bem este poderá ser perfeitamente o ano em que eles conquistam finalmente os seus primeiros Tag Team Championships. Porque uma coisa é certa, o dia em que eles serão campeões de equipas irá acontecer, e por isso a questão não é se vai acontecer, mas sim quando, e 2014 parece-me ser uma boa possibilidade.

Batista

Sobre ele acho que não vale a pena perder muito tempo a apresentar, todos nós sabemos quem é que ele é, e o impacto que irá ter na WWE neste regresso. Só espero que não seja tão grande quanto os rumores referem, até porque  pela qualidade dos anteriores Orton vs Batista não faz sonhar com um grande combate para a Wrestlemania.

Mas qualquer que seja o destino dele, a verdade é que tal como há dois anos Lesnar e Jericho, e o ano passado o RVD, este ano o regresso mais marcante provavelmente será do Animal. E sem dúvida que gostando-se mais ou menos disso, ele irá fazer algo marcante na Road to Wrestlemania mesmo que não seja lutar pelo titulo da WWE.

Cody Rhodes

2014 será  um ano especial para o Cody Rhodes, disso não tenho dúvidas, não quero dizer com isto que terá um ano como o que Daniel Bryan teve em 2013. Ou seja, a possível feud com o Goldust poderá valorizar o Cody, mas não pelo menos enquanto tivermos a unificação dificilmente ela terá o mesmo efeito de push por um título de topo que os Hell No tiveram em Daniel Bryan.

No entanto, caso os títulos se desunifiquem depois da Wrestlemania, Cody Rhodes surgirá imediatamente na lista de candidatos a um possível reinado como Campeão Mundial. Caso isso não aconteça, e estando over como está, a Wrestlemania deve dar inicio a um ano com feuds individuais importantes mesmo que estas não envolvam títulos, e por isso considero que ele será uma das figuras do ano na WWE sem margem para dúvidas.

Aliás, devo admitir que ficaria muito surpreendido se ele acabasse por ficar apenas um jobber, ou mero midcarder depois da Wrestlemania. Isso seria surpreendente, porque toda a história dos Rhodes com a Autoridade foi feita para o valorizar, e por isso seria de todo surpreendente se ele acabasse por não receber destaque individual no final de toda esta história.

Big E Langston

Gostemos ou não este jovem powerhouses tem sido uma das apostas mais fortes da WWE no final de 2013, e muito provavelmente esta aposta continuará durante este ano. O actual campeão Intercontinental não é o melhor talento técnico do roster, mas tem qualidades que a WWE aprecia como a sua força e intensidade. No entanto, considero que tem que desenvolver melhor a sua personagem, ou pelos menos apresentar aspectos únicos no seu discurso que o diferenciem dos outros wrestlers do rosters.

Para isso, ajudaria que usasse mais vezes o 5 count para criar mais ligação com o público, criando mais pop e interação com o público. Não quero dizer que ele seja indiferente, mas para a aposta que a WWE está colocar nele, ele continua sem ter o pop que a WWE pretende. É verdade que tem apresentando-se a bom nível nos combates, ou seja, é eficaz para o tipo de wrestler que é. Claro que o estilo de wrestling não irá agradar a todos(a mim não me agrada totalmente) , mas não posso negar que o Big E arrisca-se a ser uma das figuras 2014 da WWE.

Wyatt Family

A “família” fez impacto durante o seu primeiro ano na WWE, claro que muitos julgavam que o impacto seria muito maior, mas a verdade é que lentamente e com o aproximar do final de 2013, os Wyatt´s aumentaram em muito o seu estatuto dentro da WWE. Tanto que, muito provavelmente serão os próximos contenders pelos títulos de Tag Team no Royal Rumble, arriscando-se mesmo a tornar-se campeões. Claro, que nem todos concordam com isso, muito em parte por causa da falta de talento de Erick Rowan, mas na minha opinião nesta Stable a excelência in-ring de Luke Harper, e a eficácia e storytelling de Bray Wyatt conseguem compensar as debilidades de Rowan, um pouco á semelhança que Konnor faz nos Ascension, com as devidas diferenças.

Juntando isto ao envolvimento na Stable de Daniel Bryan, a Road to Wrestlemania arrisca-se a ser o caminho que irá elevar os Wyatt´s para o próximo patamar no que diz respeito ao status dentro da WWE. Claro que não vejo o Bryan a ficar na stable muito tempo, no máximo até á Wrestlemania, ele está ali quase de certeza com algum objectivo, e apenas irá usar a Familia para o atingir e acabará por dispensá-los quando atingir o seu prepósito. No entanto, o facto de ter o Bryan próximo deles ajudará a torna-los mais importantes, e isso só pode ser benéfico para eles tendo em conta o potencial que a gimmick tem.

Por estes motivos, 2014 arrisca-se a ser muito brilhante para a Wyatt Family, e de certeza que quando chegarmos ao final do ano que eles serão umas das figuras do ano. Não tanto pelos títulos que vão conquistar, mas sobretudo pela qualidade e importância das histórias em que estarão envolvidos. Por isso, durante 2014 nunca se esqueçam tenham cuidado e sobretudo “Follow the Buzzards”.

Sheamus

Sim o Celtic Warrior teve um 2013 para esquecer, perdeu na Wrestlemania, teve uma lesão que o afastou quase todo o ano da competição. Mas 2014 deverá ser radicalmente diferente para ele, e tudo começará no seu regresso no Rumble. Não acho que irá ser o vencedor do Rumble, mas de certeza que será um dos 6 últimos elementos do combate, e logo ali deverá ser perceptivel a sua rivalidade na Wrestlemania.

Mas o momento de viragem para mim deve vir no Money in the Bank, porque tal como Orton, acho que a WWE poderá usar a mala para recolocar Sheamus na rota dos títulos principais. Claro, que preferia que chegasse lá sem a mala, mas caso fique apenas uma mala, a WWE poderá perfeitamente dá-la a um main-eventer afastado dos títulos á algum tempo, que é exatamente o perfil de Sheamus. Claro, que preferia que a mala fosse para um jovem talento para um push, mas custa-me acreditar que a WWE não acabe por dar algo com importância a Sheamus durante esta ano. Claro, que possivelmente esse regresso só irá acontecer na segunda metade do ano, mas por certo que não teremos outro ano de sombra para Sheamus.

Daniel Bryan

Por fim chego ao Goat, ele já foi o destaque de 2o13 e continuará quase de certeza a ser um dos deste ano em condições normais. Muitos dizem, que para o ano passado ser perfeito para Bryan que ele deveria ter vencido o título da WWE e ter tido um reinado mais credível dos que os dois que teve.  Ou seja, na minha opinião um wrestler que vence limpo ao Cena, e vence o prémio de superstar do ano é um main-eventer, mas na cabeça de muitos fãs ainda existe essa dúvida.

E para isso, eu acho que a WWE só tem a ganhar se usar a actual popularidade de Bryan a favor deles, porque nesta altura o Bryan é Best for the Business. Assim sendo, acho que é uma questão de tempo até ele ter o seu reinado que irá consolidar como campeão da WWE, porque a WWE sabe que o público não irá desistir de Bryan e de tentar colocar no topo. Por isso, mesmo durante este ano por certo que iremos assistir a um reinado de Bryan como campeão da WWE, e desta vez será um reinado mais longo e digno.

Não digo que irá vencer o Rumble, ou o título na Wrestlemania, porque até poderá não acontecer nada disso, mas mesmo que não o aconteça nessa altura, em alguma altura deste ano estou convicto que todos iremos assistir ao “tal reinado” que os fãs desejam para Daniel Bryan.E, por isso mesmo 2014 de certeza que poderá não ser o ano do Bryan, mas será um ano em que o Bryan terá destaque.

Desta forma concluo a primeira edição do Smoke and Mirrors deste ano, espero que ela tenha sido do vosso agrado e que gere junto de vós debate sobre quais destes nomes terá destaque este ano, ou mesmo outros nomes que acham que irão ter destaque. Para semana estaremos de volta para mais uma edição deste espaço que é a “Saturday Fever” do Wrestling.Pt, até lá tenham uma excelente semana, e não se esqueçam:  o Sábado é meu! Com todo o respeito claro.

Figuras da Semana

Chris Sabin- Esteve genial na forma como reconquistou o título face ao Aries, tudo isto num combate de boa qualidade. Espero agora um reinado mais longo para Sabin, e sobretudo que o valorize enquanto heel porque esta gimmick merece.

EC3- O homem tem-me surpreendido, já sabia que tinha algum valor mas ele tem construído a sua personagem de forma muito sólida, e isso tem que ser valorizado por todos nós. Esta rivalidade com o Sting está claramente a mostrar que é uma aposta forte e não um anedota.

AJ Styles- Regressou e só por isso é um destaque, não que tenha sido um confronto ou um segmento genial, mas a verdade é que a marcação do embate para a próxima semana é um destaques da semana.

Bully Ray- É um dos melhores, senão mesmo o melhor da TNA na actualidade, é impressionante a sua capacidade de ser agressivo, e ter momentos intensos dentro da sua personagem. O momento com o Parks e o Anderson foram claramente a prova da altíssima qualidade que ele possui enquanto heel.

Daniel Bryan- Com a entrada  nos Wyatt Family ele não poderia deixar de ser uma das figuras da semana. Agora o que isto significará em termos de Road To Wrestlemania para o Bryan é ainda um incógnita, mas espero que seja algo positivo para o Bryan.

Bray Wyatt- O líder da Familia esteve genial no segmento onde Daniel Bryan entrou na Family, aliás como sempre as acting skills de Bray foram exactamente ao nível do que aquele momento pedia, e ele com este momento torna-se uma das figuras do momento da WWE.

CM Punk- Destaque sobretudo pela promo antes do combate onde esteve muito bem a tentar destruir os Shield. Até porque no combate ele esteve muito desleixado, e isso não é positivo para o Best in The World, mas talvez seja revelador dos seus planos para a Wrestlemania.

Brock Lesnar- Regressou em grande estilo, com grande agressividade e com grandes planos. Resta saber que conseguirá mesmo conquistar o título da WWE ou se isso será a forma de o lançar para o seu desafio na Wrestlemania.

Surpresa da Semana

Entrada de Daniel Bryan na Wyatt Family- Foi a grande surpresa da semana, e colocou-nos a todos com questões sobre as implicações deste momento na carreira da Stable e de Daniel Bryan. Mas isso só será percetível dentro de semanas.

Desilusão da Semana

Performance de Punk no combate com Seth Rollins- Depois de uma promo muito boa, acho que todos nós concordamos que não era preciso uma performance tão desleixada contra Rollins, e o que valeu é que Rollins fez tudo para carregar o combate e não o estragar totalmente.

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre os 11 nomes referenciados neste artigo? E que expectativas tens para cada um deles este ano?

Que outros nomes colocarias na tua lista de “observáveis” de 2014?

Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da semana? Ou escolherias outros nomes?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

57 Comentários

  1. Ricardo Abreu - há 3 anos

    José, como sempre um ótimo artigo.

    • José Sousa - há 3 anos

      Obrigado por gostares. Preferia que tivesse um comentário mais desenvolvido mas pronto. Agradeço na mesma.

  2. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente artigo José. No geral, concordo com todos os lutadores que referiste para terem um ano com destaque.

    Onde é que está o Big Show? xD

    • José Sousa - há 3 anos

      Obrigado. No Geral com que é que não concordas já agora?

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        Eu sei que vocês gostam muito dos Ascension, em parte devido à “gimmick” que apresentam, mas eu não consigo ficar impressionado com eles a esse ponto, nem mesmo devido a esse factor. A “gimmick” faz muito por um “wrestler”, mas nenhum deles me convence.

        Depois, pode parecer estranho, mas acrescentava o Antonio Cesaro à tua lista. Não acredito que os Real Americans durem tanto tempo quanto isso, pelo que acredito que, depois da separação, o Cesaro irá ter mais destaque do que aquele tem vindo a ter. Aliás, se o Cesaro continuar debaixo da asa do Colter, acredito em melhorias significativas no seu percurso dentro da companhia.

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        Penso que o Connor é um bom performer em ringue. Interpreta bem a personagem e corresponde em ringue portanto quanto a ele não vejo mal nenhum. O Viktor é que é um pouco abaixo do esperado mas também concordo com o José que a gimmick tapa essas debilidades. E até lá, este pode desenvolver as suas capacidades. E com a separação dos The Shield e possivelmente dos Rhodes, vão ser preciso mais equipas na divisão e os Ascension são a melhor opção.

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        Tudo bem, são os vossos pontos de vista. Eu não estou a dizer que o Konnor não é superior ao Viktor, pois é claro que é (também não é nada difícil sê-lo), mas simplesmente não me impressionam. É daquelas impressões que eu tenho de um lutador só porque sim e não tem grande fundamento, porque simplesmente não me cativam o suficiente.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim talvez tenha o tal destaque que tu falas e espero que tenha. Tenho duvidas é que o Colter continue com ele com um Cesaro Face.

        Os Ascension são o tipo de wrestlers que a WWE gosta, eu não desgosto do Konnor mas compreendo que não seja muito agradável como wrestler(o estilo de wrestling).

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        Seja o Cesaro “face” ou não.

      • akujy - há 3 anos

        Concordo, não sei pq a febre pelos Ascencion. Não me convenceram ainda.

      • GonRodri - há 3 anos

        nem a ti, nem a mim …

  3. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Concordo com todos os lutadores referidos. Alguns irão ter mais destaque do que outros mas acredito que todos irão ter a sua parte de destaque em 2014. Penso que os Usos vão ter algum destaque, mas não acredito que vá ser uma aposta muito consistente este ano. Nem sei se vão ganhar os títulos, mas sem duvida que vão ser uma das equipas principais da divisão e que vão ter muito tempo de antena este ano.

    Penso que o Reigns, Sheamus e Wyatt Family são os que vão ter mais destaque este ano. O Reigns vai ser a break-out star dos The Shield e se tivesse que apostar no vencedor do Money in the Bank em julho, seria ele mesmo. Acredito que vá ser campeão mundial pelo fim deste ano, se a aposta for consistente e o Reigns corresponder ás expectativas. O Sheamus penso que vai voltar com uma personagem diferente e como heel e isso vai ser interessante de se ver. Como se costuma dizer, há males que vêm por bem e ainda bem que este foi obrigado a ficar de fora por alguns meses para assim as pessoas não se fartarem tanto dele e dar um pouco de descanso á sua personagem estagnada. Se voltar igual vai ser uma desilusão. A Wyatt Family, se tudo correr bem, também vai ter muito destaque este ano. Mais cedo ou mais tarde penso que os Wyatts ganham os títulos de tag-team e acredito que tenham um reinado longo e dominante. E também gostava que o Wyatt vencesse um título, mas com a aposta forte no Big E.; sendo o Ambrose um heel e havendo a unificação, vai ser dificil para ele alcançar o ouro.

    Também gostava que o Ambrose se destacasse este ano mas é esperar para ver!

    E se tivesse que colocar mais alguém nessa lista, seria o Brodus Clay, Real Americans e Adrian Neville. O Brodus está a criar uma personagem engraçada e com o tempo devido e a construção consistente, acredito que seja uma boa aposta este ano. Os Real Americans vão ganhar os títulos este ano, na minha opinião, e vão muito provavelmente ser uma aposta consistente da WWE para maioria dos combates da divisão. Acredito que o Neville seja um dos lutadores do NXT a aparecer no Rumble e tal como o Zayn, é capaz de engatar logo devido á sua qualidade em ringue que vai cativar o público. Pode não ter o carisma do Zayn, mas acredito que vai ser uma das superstars a ver em 2014.

    Bom artigo, José. :)

    • Dolph Ziggler - há 3 anos

      Ah, e quanto aos destaques, concordo contigo, mas o Punk é mais um destaque pela negativa do que o contrário.

    • José Sousa - há 3 anos

      Talvez tenhas razão. Eu gostava que o Ambrose tivesse destaque, e espero que tenha mas vai demorar porque o Reigns vai ter o push primeiro que todos. O Neville não tem carisma como o Zayn, é apenas um excelente high flyer e é por ai que ele poderá cativar os fãs, pelas performances in-ring.

  4. Bad News Barrett - há 3 anos

    Concordo com todos os nomes referidos e que certamente farão enorme sucesso no ano que aí vem! Nao sou a favor de todos eles mas há ai nessa lista lutadores que claramente merecem a oportunidade e que o provaram no decorrer do ano com boas perfomances.

    Eu optaria ainda por acrescentar algumas possibilidades que por um motivo ou outro considero que também poderam ter a sua oportunidade na wwe:

    Sin Cara – Foi evidente que a wwe nao desistiu da personagem ao colocar o Hunico no papel e poderiam querer apostar nele para alguma coisa neste novo ano, pois nao me acredito que o fariam se nao fosse para uma nova aposta. Acho que esta insistência nao é so porque assim e que tem os seus motivos!

    Fandango – Nao sei porquê mas continuo a acreditar que o projecto pessoal do Vince vai assim por água abaixo e acredito que à minima oportunidade terá de ter o push merecido, afinal de contas usaram o Y2J para o elevar na mania!

    Dean Ambrose – Na minha opiniao deveria ser ele o elemento dos The Shield a ter o primeiro push pois considero-o o mais completo de todos! Já que nao vai por motivos que entendo tendo em conta as preferências da wwe, acho que pelo menos poderia cimentar-se como heel de topo no proximo ano e quero acreditar que isso vai acontecer até porque ele sempre demonstrou ser o elemento mais completo da equipa!

    Brock Lesnar – O homem vai ser wwe world champion daí merecer a referência na lista!

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu gosto dos teus extras, apenas tenho duvidas sobre o fandango. E já agora o Lesnar não vai vencer o titulo, estou convicto que terá a oportunidade só para depois surgir o seu oponente na Wrestlemanai.

  5. JoãoRkNO - há 3 anos

    Excelente artigo José.

    Não poderia concordar mais ambos wrestlers referenciados para 2014, só faltam aí dois nomes, que devem ficar na lista dos observáveis. Um deles que não me parece que volte ás luzes da ribalta, Sir Damien Sandow, o outro acho que poderá ter um excelente ano após o fim da unificação dos títulos e dos Shield, Sir Dean Ambrose.

    E em relação aos Ancension, o Vicktor é o Rowan do NXT, com todo o respeito. Mas isso não quer dizer que duvide do impacto que terão na sua estreia no Main Roster, porque a sua gimmick é absolutamente genial, eu sempre gostei deste tipo de personagens.

    • José Sousa - há 3 anos

      Concordo em tudo contigo, também gostava que o Sandow tivesse uma nova oportunidade, porém tenho muitas duvidas que isso venha mesmo a acontecer. Seria excelente mas é muito complicado na minha opinião claro.

  6. Dreamer - há 3 anos

    Excelente artigo, digo com segurança.

    O Sami Zayn é um Wreslter Magnífico! Mal posso esperar para vê-lo no Main Roster. Os Ascension vão causar um bom impacto. Seria bom vê-los como heels, como vocÊ falou. Quanto a Paige, acredito que ainda vai demorar um pouco, mas com certeza subirá ao Main Roster.
    Falando agora sobre os que já se encontram no MR:
    Roman Reigns ainda terá um futuro brilhante no Wrestling, assim como os outros integrantes do Shield. Vai ser muito bem aproveitado. Os Usos deveriam ter mais oportunidades pelo título. No TLC, duas duplas recém-formadas entraram no combate pelo título sem mostrar quase nada enquanto eles que merceciam mais oportunidades(Junto aos PTP) não as tem. Batista, com todo respeito aos fãs, ainda não merece umachance pelo título. AINDA. Por enquanto, o melhor pra ele seria uma feud, seria bom com o Sheamus. O Cody Rhodes está arrebentando nos combates junto ao Goldust. Tomara que a feud com o irmão na WM traga coisas boas para o seu futuro. O Big E. Langston não é desses caras tão talentosos, mas a crowd o adora e WWE tem grandes planos para ele. Se a personagem dele fosse desenvolvida e ele adicionasse algo a mais no Move-set, seria bem mais agradável aos meus olhos. A Wyatt Family terá ainda um grande futuro. O elo fraco deles é o Erick, mas como você falou, as deficiências dele são meio escondidas pelas qualidades de Harper e Bray. Gostaria que Sheamus tivesse um bom 2014 e viesse ao Mid-card para valorizar os títulos secundários. Até a Wrestlemania, seria bom uma feud com Batista, como já disse. E pra terminar, temos o DB. Daniel Bryan está com um dos maiores pops da atualidade, se não o maior. Se a WWE não aproveitar a popularidade dele, e não der o WWE World Title para ele, estará cometendo uma das maiores burrices da história. Por fim, só espero que a WWE melhore o produto para esse ano. Que você tenha um bom 2014.

    • José Sousa - há 3 anos

      Sobrescrevo o que tu disseste sobre todos os nomes, eu também não gosto muito do Big E mas admito que vai ter importância. De resto concordo contigo, eu não vejo o Sheamus a ter um ano tão escondido como o ultimo ano. Teve demasiado apagado. Mas de resto concordo contigo em tudo.

  7. danielLP21 - há 3 anos

    Bom primeiro artigo de 2014.

    Sinceramente, não sei se os Usos vão ser campeões de Tag Team durante o ano que agora começa. Acho que vão estar numa posição semelhante àquela em que estiveram este ano. Não percebo como nunca foram campeões… Quando – e se – o forem, será um momento bastante emotivo para eles, à semelhança do que aconteceu com o Zack Ryder quando ganhou o Título dos EUA.

    • José Sousa - há 3 anos

      Ai quando eles vencerem um titulo eles vao chorar, mas acredito mesmo que façam isso de forma sentida e não tanto no sentido do acting.

  8. josewhite - há 3 anos

    Antes de mais, excelente artigo, como já nos tens vindo a habituar.

    Quanto à lista de 11, começando pelo NXT, acredito que o Sami Zayn possa, tal como dizes, estrear-se este ano e se tudo for feito como deve ser, pode tornar-se desde logo um caso sério, já que é bom in-ring e apresenta carisma e consistência nas suas promos. A Paige será sem dúvida uma grande adição à divisão feminina e pode intrometer-se logo na luta pelo título. Seria interessante ver uma rivalidade entre esta e a AJ. Os Ascension são uma tag team que certamente irá marcar impacto aquando da sua estreia, fortalecendo ainda mais a divisão. Os American Pitbulls, apesar dos mais recentes rumores dizerem que não irão ficar (pelo menos o Davey), poderiam ser também uma hipótese a considerar já para 2014.

    Ainda no NXT, temos nomes como o Neville, que acredito que se possa estrear já este ano ou o Rusev, apesar deste ainda precisar de ficar mais um tempo emd esenvolvimento (talvez um reinado como NXT Champion).

    Passando ao main roster, começo pelo Reigns que deverá ser grande aposta da WWE este ano como babyface. Gosto muito do seu estilo e aqueles spears não deixam ninguém indiferente. Deverá estar entretido com a separação dos Shield nos primeiros meses do ano e, depois, será possivelmente um dos grandes favoritos à conquista da mala do Money In The Bank. Falando em Shield, temos mais duas fantásticas superstars que apesar de inicialmente não serem aposta tão forte como o Roman, terão também as suas chances. O Dean Ambrose é muito bom nas promos e as suas expressões são muito boas também. O Seth é brutal in-ring. É talvez o menos carismático do grupo mas acho que tem também vindo a evoluir nesse aspecto.

    Os Usos tiveram neste 2013 o seu melhor ano desde que chegaram à WWE e acredito que 2014 será finalmente o ano da consolidação, podendo inclusive chegar aos títulos de tag team.

    O Batista, depende muito do que vão fazer com ele. Sinceramente, não gostava de o ver na rota do título, mas é bem capaz de ser isso que vai acontecer.

    Quanto ao Cody Rhodes, sou suspeito para falar, uma vez que é o meu superstar preferido, mas gostava muito que 2014 fosse o ano da sua consolidação e que Goldust fizesse com ele o que Kane fez com Bryan, elevando-o definitivamente. Além disso, era muito agradável ter uma rivalidade entre os dois, culminando com a vitória do Cody na Mania, possibilitando a despedida final do Goldust. Depois da desunificação gostava de o ver como WHC, tal como dizes José.

    O Big E Langston é um powerhouse, como a WWE gosta e talvez por isso lhe atribuiram este título intercontinental. Sinceramente, não gosto muito dele e preferia que ele perdesse o título para alguém como o Sandow ou o Ziggler, por exemplo.

    A Wyatt Family tem uma gimmick brutal e escolheram muito bem os seus membros. O Rowan compensa a falta de habilidade com o visual, que é ideal. O Harper é um monstro in-ring e tem igualmente um visual bem adequado. O Bray ainda não mostrou muito in-ring mas é brutal nas promos e é mestre no storytelling e funciona bem como líder da família. Este envolvimento com o Bryan serve para elevar ao próximo patamar esta stable. Veremos o que o futuro lhes reserva.

    O Sheamus, para mim, é uma incógnita. Não faço ideia do que vão fazer com ele, seja heel ou face, venha como vier.

    O Bryan, acredito que, devido à sua popularidade, esteja consolidado no main-event, apesar de às vezes a WWE não o querer fazer parecer. Esta entrada na Wyatt Family será temporária e acredito que na Mania poderá estar na rota do Título. Mas veremos.

    Além destes nomes temos, por exemplo, o Cesaro, que acredito que possa vier a ser aposta também. Depois há casos como o Ziggler, Sandow ou Barrett (o que vos fizeram…)

    Quanto às figuras da semana, não posso comentar no que à TNA diz respeito, mas quanto às da WWE concordo(apesar do Punk ter estado mal no combate)e destaco sobretudo o Lesnar. A desilusão acho que é óbvia, mau desempenho do Punk e quanto à surpresa, concordo contigo, não esperava nada o que aconteceu.

    Terminando como comecei, parabéns pelo trabalho que tens vindo a desenvolver e continua a apresentar-nos excelentes artigos todos os sábados.

    • José Sousa - há 3 anos

      Quem me dera que o Batista não lute já pelo titulo da WWE, mas infelizmente acho que isso será uma forte possibilidade. Se desunificar nomes como Ambrose, Cesaro, Sandow e Cody podem vir a ter oportunidades durante este ano.

  9. akujy - há 3 anos

    Excelente artigo José. Concordo com muitos dos nome da lista e a verdade é que os planos actuais (segundo os rumores) parecem confirmar bons planos para mts dos nomes mencionas, mas haverão sempre outros a surpreender e a ocupar algumas destas “vagas”.

    Agora quero falar de um nome especifico, o Cody. Havia de facto um plano especifico para um bom push para ele, mas ultimamente vou ficando com receio que a ideia esteja a desaparecer. Não sei pq, mas o destaque de Rhody, mesmo dentro da própria equipa que faz com irmão, parece começar a diminuir. Esperemos que seja só impressão minha.

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu tenho esse medo tal como já te disse, sobretudo porque o homem acaba por ser prejudicado com a unificação. Sim por vezes, talvez para valorizar os outros o foco está muito no goldust. Nada contra o Goldie que tem estado genial,

  10. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    José boa edição.

    Acrescentava só o Fandango e também Cesaro, mas como tu mencionaste e disseste bem, escolheste aqueles que vão criar um impacto no main roster e talvez este dois que referi, tenham alguns momentos decisivos nas suas carreiras.

    Qual a tua opinião sobre os 11 nomes referenciados neste artigo? E que expectativas tens para cada um deles este ano?

    Como sabes, não vejo nada de especial em Big E, por isso as expectativas não são relevantes para mim, agora Roman Reigns e Samy Zain vejo-os como superstars inseridos em histórias muito importantes.

    Que outros nomes colocarias na tua lista de “observáveis” de 2014?

    Fandango e Cesaro.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da semana? Ou escolherias outros nomes?

    Concordo com quase tudo José.Apesar de achar a vitoria de Sabin uma desilusão para mim.Saliento o Magnus, que numa só promo fez mais que Styles em 10 ou 20 promos, criar impacto!

    • José Sousa - há 3 anos

      Espero que estejas certo e que o Cesaro tenha mesmo um ano brutal. Eu sei que muita gente não gosta dele porque ele não tem carisma, mas no entanto tenho visto melhorias no NXT nesse campo. Ou seja, talvez ele precise de uma personagem mais fechada, não muito expressiva e dessa forma ele pode surgir de forma mais convincente.

      Sobre o Sabin, eu gosto da gimmick dele mas estas trocas de títulos eram de facto dispensáveis.

  11. Control - há 3 anos

    Ótimo artigo Jos como é habitual.

    Ainda tenho minhas duvidas com o Cody Rhodes,não por parte dele já que só lhe falta uma boa oportunidade mas pelo fato da WWE.É claro a historia com a autoridade lhe serviu bem mas se continuarmos apenas com um titulo sera difícil para ele,um dos fatores negativos com a unificação é muito nome bom que poderia estar no topo para apenas um caminho nada para se apoiar e crescer como o titulo dos pesos pesados.Enfim ele terá que ter bons combates individuais para chegar ao main event,só precisam lhe dar atenção.

    • José Sousa - há 3 anos

      Pois isto é um feeling meu que a historia com o Goldust vai ajuda-lo em muito. Depois ele tem tempo para os títulos de topo, ele pode ser tipo o Jericho um ou dois reinados e marcantes. E depois o foco ser sobretudo nas storylines.

  12. Renato-R-Superstar - há 3 anos

    Peço desculpa mas acho que o Cody Rhodes vá conseguir um bo ano, para mim tem sido o Goldust que o tem levado ás costas, mas não me interpretem mal, o Rhodes tem talento mas falta-lhe algo, talvez agressividade, o melhor combate que teve o ano passado foi quando recuperou o lugar de volta onde consegui-o ter alguma intensidade mas penso que quando se separar do seu irmão vai ter uma feud “midcard” com ele e acaba por cair uns meses grandes no esquecimento, de resto acho que os outros que colocas-te estão bem só acho que o António Cesaro pode vir a ter um ano muito bom em 2014, mas vamos esperar para ver…

    • Renato-R-Superstar - há 3 anos

      *não acho… peço desculpa

    • José Sousa - há 3 anos

      O Cody a menos que faça asneiras nunca será verdadeiramente um jobber também. Sinceramente é quase impossível isso, mas eu não disse que ele ia ser World Champion, apenas disse caso a unificação acabe ele tem hipóteses.

      • Renato-R-Superstar - há 3 anos

        Sim eu percebi, e também não estou a dizer que a wwe não faça essa aposta mas parece-me dificil, ele já esteve muito mais lançado do que agora “na altura em que ganhou o titulo intercontinental” e não lhe deram uma oportunidade e sinceramente como já disse atrás acho que lhe falta alguma coisa “in-ring” para me conseguir colar no ecran, e acho mal apostar nele quando se tem alguem que podia ser “the next big thing” que é o dolph ziggler a ser desperdiçado no mid card, mas é como digo, eles não podem dar push a todos. Para acabar o pensamento acho que o Rhodes precisa talvez de uma grande feud com alguem de topo para conseguir alcançar o estrelato.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim parece difícil, nessa altura ele devia ter tido uma mala. Aliás nesse ano a mala que era para o Cena tinha sido melhor utilizada se fosse dada ao Cody Rhodes.

      • Renato-R-Superstar - há 3 anos

        Exatamente, o money in the bank do Cena foi o maior desperdício de sempre, primeiro porque o Cena não precisa de malas para ganhar titulos pois ele por muito que não se goste ele consegue sempre entrar em qualquer feud. segundo ele já tem títulos suficientes e penso que a mala devia ajudar a ter uma oportunidade de alguem subir ao main event mas isso não se tem visto ultimamente como é o caso do Sandow, Ziggler, Cena.. para mim foram malas desperdiçadas pois não lhe deram o melhor uso quando podiam estar entregues ao futuro da wwe e começarem a estabelecer alguem no main event pois um dia o Cena pode acabar por lesão repentina ou parecido e poucos são os wrestlers com credebilidade para o main event…

      • José Sousa - há 3 anos

        Mas no caso do Cena foi um verdadeiro desperdício, no caso do Ziggler e do Sandow foi mau booking, e planos que não passavam claramente pela valorização dos dois e de os colocar como main-eventers.

        Mas tu falas de uma coisa importante, com o Punk(mais dois anos) e Cena fora de acção ou da rota dos títulos, ficamos entregues a quem? Reigns, Sheamus, Bryan e quem mais? A WWE devia ter mais alguns para o main-event no espaço de 5 anos.

  13. Ângelo Martins - há 3 anos

    Muito Bom artigo José.
    Claro que o Sheamus merece um bom ano. Ainda me lembro das notícias que li aqui no site sobre a WWE querer tornar Sheamus num babyface ao estilo de John Cena. Se isso é possível? Não sei. Agora sei que a sua personagem tem um enorme “power” por entre os fãs e acrescenta (na minha opinião) muito à WWE.
    De resto só não concordo com o facto de CM Punk estar nas figuras da semana. Como disseste e bem, ele não realizou um fantástico combate com Rollins, e esta esteve longe de ser uma semana boa para o Punk.

    • Ângelo Martins - há 3 anos

      E já agora (não é que isso importe muito), mudei de nickname. Era o ARCM, mas como podem ver, continuo fiel ao GLORIOSO. Bom Ano José.

    • José Sousa - há 3 anos

      Espero que o Sheamus venha heel que é como eu gosto dele, mas percebo que ele pode vir como face na mesma. De resto espero que alguns daqueles nomes tenham alguma visibilidade.

      • Ângelo Martins - há 3 anos

        Sim. Espero que a WWE continue o trabalho que começou no ano passado, estreando novos talentos.
        Já agora, há um nome que necessita de uma espécie de reestruturação, de forma a poder ser uma aposta num futuro próximo. Trata-se de Alberto del Rio. Talvez volte no Royal Rumble.

      • José Sousa - há 3 anos

        Del Rio com o fim dos dois títulos é aquele main-eventer que não é carne nem peixe. Não sabe bem que poderá ser o seu futuro.

  14. Vinícius Nunes - há 3 anos

    Bom artigo José, mas acho que esqueceste do Sandow, andei a ler sobre possíveis apostas da WWE e ele estava incluído nessa lista, não sei, mas também é algo para se apostar, além disso o Barrett tem recebido muito tempo de antena para as promos, isso pode querer dizer algo, além do Ambrose que pra mim será o futuro top heel da empresa. Sobre o resto, tenho que concordar, todos devem ser relevantes nesse ano, só espero que 2014 seja o ano do Reigns, do Cody, do Ambrose, mas principalmente do Bryan, mas é só ver para crer!

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu também li mas tenho duvidas que ele seja mesmo aposta da WWE, tal como tenho do Titus como estava no WWE.com. Segunda o Roman vai brilhar com o Punk pelo menos espero que sim.

    • Ângelo Martins - há 3 anos

      O Barrett tem tido tempo de antena. Não o tem é da melhor forma…

      • José Sousa - há 3 anos

        Pois a minha esperança é que o coloquem no Rumble, e com isso elimine alguém mais importante que o volte a tornar relevante.

  15. Franciscoxb - há 3 anos

    Exelente artigo, só acho que para o sami zayn e o cody serem main eventers era necesário uma gimmick porque ser bom em ring e ter boas mic skills não basta

    • José Sousa - há 3 anos

      Percebo o que dizes, mas o Cody já teve gimmick no passado, acho que já provou que é capaz disso. Ele era excelente como Dashing, e sobretudo na versão desfigurada, onde tinha a mascara e punha sacos de papel nas pessoas.

      O Sami Zayn tem gimmmick, ele é o Canadian Sensation, o inicio dele vai ser tipo como o do Bryan mas com mais carisma, porque o Zayn tem promos suficientes para ser um face eficaz.

  16. Eugen3 - há 3 anos

    Para além dos que mencionaste eu incluiria ainda o Cesaro, o Fandango (porque acredito que se não fosse a lesão ele era campeão).
    Quanto às tuas apostas, eu penso que os Usos são uma boa equipa, merecem o sucesso, mas parece que a WWE tem pena deles, não lhes dando um reinado como campeões, como eles merecem, mas vão pondo os Usos nos main-events porque sabem que eles têm valor.
    Para mim, a WWE vê os Usos ao nível dos PTP, com a diferença que o público vê o combate dos primeiros.

    • José Sousa - há 3 anos

      Infelizmente mas quando esse dia acontecer(porque vai) nem que seja por reconhecimento pelo trabalho feito, os Usos vão ter um momento super emotivo para eles.

      Os outros nomes vejo mais depressa um bom ano para o Cesaro do que para o Fandango.

  17. Ricardo Silva - há 3 anos

    Caro José, verdadeiramente uma forma altamente de começar o ano. Um artigo muito dinâmico, já que prende o leitor a ler até ao fim.

    Gostei particularmente do que falaste quanto às tag-team, falta à divisão efetivamente uma ou duas tag-teams heels que sejam fortes e ainda bem que não sou o único a reparar nisso. Estou confiante que os Ascension são a escolha certa.

    Aliás, concordo com todos os nomes (menos um) que tu apontaste, especialmente pelas justificações. E não, não é o Big-E. Por muito que me custe a admitir, o Langston vai ser um dos wrestlers com mais destaque em 2014, porque é assim que as coisas estão planeadas.

    Porém, de todos da tua a lista, provavelmente só tirava o Sheamus. Para mim, ele se tiver algum destaque puro, por mérito dele e não por a WWE nos estar a esfregar com ele na cara tipo Big-E, será apenas na parte final e caso vire heel. Porque mesmo que volte como face, parece-me que está completamente estagnado e o heel turn irá acontecer, resta saber em que altura de 2014.

    Para o lugar do Sheamus, colocaria o Brock Lesnar, por motivos idênticos ao do Batista. Pode até não ganhar o título, mas que vai estar mais envolvido do quem em 2013, lá isso vai. Pelo menos espero que não desapareça depois da WM tipo Rock.

    Mais um grande artigo, muito boa estreia em 2014.

    • José Sousa - há 3 anos

      Sim talvez seja por mérito dele mas eu gostava que ele voltasse como heel e fosse o top heel alternativo ao Orton já que nesta altura só tens mesmo o Randy Orton. O Big E quer goste-se ou não vamos levar com ele nada a fazer.

      Sobre as tags heel claro que também vejo isso, qualquer pessoa deveria ver isso porque é claramente uma das fragilidades da divisão. É verdade que são poucas, mas é, porque só tens os Shield e os Wyatt como heels, o resto é so faces, e com o fim dos Shield precisamos de novos reforços no campo heel.

  18. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Excelente artigo José, devo dizer ainda que gostei particularmente de teres falado nas próximas subidas ao Main Roster. 2013 foi um bom ano de WWE no geral, tivemos algumas falhas e demasiada previsibilidade na Mania, mas a partir do Extreme Rules todos nós sabemos que o produto melhorou. Passando ás estrelas de 2014:

    Sami Zayn – O Senhor dispensa apresentações e elogios que lhes estamos fartos de ceder. Contudo ele tem de melhorar no microfone. Não quero com isto dizer que é mau ao microfone, porque não é, ele na verdade é seguro e sólido mas precisa de mais personalidade e carácter próprio nas Promos. Consegue falar bem, mas não é completo neste ponto. É um monstro no Ringue, e a partir daí consegue sempre mexer com o público e arrancar reações. Sem dúvida, um nome a ter em conta para este ano

    Ascencion – Eu gosto deles, em parte pela Gimmick, ams será que com a subida deles ao Main Roster a WWE não se arriscava a… banalizar um pouco as dark gimmicks? É assim, íamos ter duas dark teams na divisão, e será que conseguiam as duas partilhar a spotlight de uma divisão? COnseguiriam as duas arranjar histórias interessantes sem terem necessariamente de se opor? É a minha única questão quanto a tal. Porque quando eles chegarem vamos ter os Wyatts ou com os títulos ou com shots aos títulos, e a WWE pode banalizar algo estas gimmicks. Eu gosto da Gimmick dos gajos, mas para ve los subir têm de ter cuidado com os Wyatts.

    Paige – É como tu dizes, ela é uma Wrestler. E para mim, o debut dela vai andar logo perto ou mesmo na title picture. Ela vai trazer certamente interesse á divisão.

    Roman Reigns – É o estereótipo da WWE, e há que lhe atribuir o talento que tem. Por mim, quando os Shield acabassem, eu prolongava uma feud Reigns vs AMbrose. Sinceramente era isso qeu fazia e acabaria por dar o título ao Reigns. Não sei bem o que vão fazer depois com o Reigns, se o mantém no emsmo sitio, se andam ja com o homem para o ME. Não sei ams estou curioso quanto ao futuro do senhor.

    USOS – Os USOS refletem a 100% o que foi a Tag Team Division na WWE na minha opinião, e reflexo do trabalho dos The SHield na mesma, os The Shield vieram credibilizar e dar atenção aos titulos, continuaram o bom trabalho dos Hell No, foram crediveis ao tirar o titulo aos Hell No, e mais importante formaram contenders crediveis aos titulos como foi o caso dos USO.. Eles estão crediveis, têm carisma e quimica no ringue, vão mesmo acabar por ser campeões este ano.

    Cody Rhodes – Este é outro candidato á mala. Saiu bem valorizado do envolvimento com a Autorithy, e esta Tag Team com o Goldust só lhe é benéfica.

    Big E Langston – O BIG E não sairá do Mid Card na minha opinião neste ano. Ele não é mau no ringue, consegue dar bons combates, e apesar de não parecer muito, ele é carismático, sempre arranca reações ao público. Mas como eu digo, o ano não vai mais alem do Mid Card. O MidCard é a parte em que anda anda para a frente e é sempre a mesma coisa. Talvez quando perca o titulo, de um salto ate á Tag Team division com alguem.

    Wyatt Family – Vão ter os titulos de Tag Team, e vejo os em grandes historias durante o ano. E vamos a ver se os planos par ao Wyatt não são maiores do que aquilo que esperamos, porque eles ja estao num patamar bem alto. Preciso ter em atenção as adversidades com os Ascencion na Tag Team Division.

    Daniel Bryan – Ele este ano vai ter o seu reinado e momento como WWE Champion. Contudo não vejo o sentido de ele só usar os Wyatts para chegar ao título… Em primeiro lugar e fazer os Wyatts passar por parvos e desvalorizava-los, depois ele como Face ia usar uma Stable Heel para chegar a um título máximo? Um Face que supostamente quer chegar ao título limpo e ter o seu momento? Para mim ele vai atacar os Wyatts por dentro e nada mais. Ele vai chegar ao titulo sozinho, ate porque nao tem sentido usar os Wyatts para tal.

    • José Sousa - há 3 anos

      Sinceramente acho que o Bryan os vai usar, mas não no sentido heel, ou seja eles entram primeiro no Rumble e eliminam pessoal, e ele pode acabar por trair ou atacar para vencer os títulos. Também acho que os planos para eles podem ser altíssimos, nomeadamente para o Bray mas para isso tem que começar a mostrar mais dele no ringue.

      Quantos aos restantes eu concordo contigo, e partilho das mesmas preocupações em relação aos Ascension, mas a verdade é que a divisão precisa mesmo de reforços, e tem que ser credíveis não é um Truth e Woods que nos vão dar isso.

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        Essa ideia do Rumble acaba por ser muito boa José. Ficavam o Wyatt e o Bryan nos ultimos dois. O Wyatt ordenava ao Bryan para se eliminar, quando parece que o Bryan se vai mesmo eliminar de propósito, ele muda de ideias e acaba por eliminar o Wyatt. Sinceramente é uma ideia que eu gostava de ver. Contudo havia sempre o mal de desvalorizar um pouco o Wyatt.

  19. 434 Days - há 3 anos

    Vocês preparem-se porque o Reigns vai ter um ano semelhante ao 2013 do Bryan. Ele é o main-eventer do futuro.

    Espero que o Bryan e os Wyatts tenham um grande ano e com muitos titulos.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador