Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #130 – The Evolution of the Hounds

Tudo na vida muda, ou melhor evolui e esta rivalidade entre os Shield e os Evolution fez-me pensar sobre todo o trajecto na WWE dos Shield, e de facto desde do debut até agora o percurso deles têm sido notável. Mas, quando tens um arranque tão forte como eles tiveram por vezes questionas se existiu uma evolução deles enquanto grupo, porque a consistência que eles apresentam por vezes leva-nos a acreditar que eles não evoluíram ao longo deste tempo todo.

Mas a verdade é que existiu evolução por parte dos Shield, e continuará sempre a existir alguns aspectos a melhorar em cada um dos membros da equipa, até porque o processo de evolução implica isso mesmo, ou seja uma constante redefinição e melhoria de determinados aspectos. E o facto de cada um deles precisar de melhorias não faz deles piores wrestlers, nem sequer retira mérito ao trabalho de cada um deles nos Shield, porque de facto os Shield ficarão na história da WWE.

E ficam na história pelos melhores motivos, pois não se há um ano atrás dizia neste mesmo espaço que eles poderiam vir a ser uma das melhores stables da história da WWE, então um ano depois não tenho dúvida alguma disso. Não digo a melhor porque isso é exagero, mas é uma das dez melhores de sempre, e uma das que possui melhor química enquanto Trio, uma vez que cada membro completa o outro em termos de características.

No entanto, o meu objectivo com este artigo não é falar da história dos Shield, ou pelo menos fazer um mero resumo do percurso dos Shield. O que pretendo é fazer a avaliação do percurso colectivo e individual dos Shield, analisando as principais qualidades e aspectos a melhorar em cada um deles, tal como tentarei fazer uma análise do que poderá vir a ser o futuro de cada um deles individualmente e como equipa, sobretudo depois do que aconteceu no Extreme Rules.

1. Evolução enquanto Grupo

Os Shield há um ano atrás já eram uma equipa fantástica, mas durante um ano nem tudo foi um mar de rosas para esta unidade. Porque apesar de terem tido um reinado fantástico como campeões de Tag, o reinado do Ambrose como campeão dos Estados Unidos não foi nada benéfico para o grupo, aliás arrisco-me a dizer que em alguns momentos foi mais prejudicial do que algo importante.

Eu ainda via alguma utilidade ou importância nesse reinado caso o objectivo fosse utiliza-lo para a separação dos Shield, mas como não era esse o plano, o título acabou por se tornar com o passar do tempo num adereço que o Ambrose ostentava, e não algo que o valorizava ou aos Shield. Até porque em certos momentos, como a aliança com a Autority, a feud com o Punk, ou agora com os Evolution, esse título não era algo fundamental nessa rivalidade, porque elas teriam sempre impacto mesmo sem a posse desse título.

Mesmo assim, enquanto grupo assistimos durante a este período á consolidação dos Shield enquanto força dominante no actual panorama da WWE, seja com os reinados que tiveram, mas também com os grande combates que tiveram. Sejam eles as guerras com os Usos e os Rhodes, como a batalha com os Wyatt e os Evolution, a qualidade dos combates que os Shield tiveram desde do seu debut até agora tem sido impressionante, e não é de mais referir essa consistência na qualidade das suas performances.

Até porque essa consistência é a imagem de marca dos Shield, porque mesmo a evolução deles enquanto grupo tem sido consistente, e isso nota-se tanto nos seus combates como nas suas promos, onde as melhorias na capacidade de acting têm sido por de mais evidentes. Mas, sem dúvida que foi um ano extremamente positivo para os Shield enquanto grupo, porque apesar dos altos e baixos eles conseguiram manter-se com destaque, e provavelmente sem eles nunca tínhamos tido o inicio desta aposta em alguns jovens talentos por parte da WWE. E a história fará o seu trabalho a favor dos Shield, e dentro de alguns anos olharemos para eles individualmente e perceberemos o verdadeiro papel desta stable na criação de estatuto para as suas carreiras individuais.

2. The Architect of the Shield

Seth Rollins

Se existe alguém nos Shield que não tem medo de correr riscos, e que faz as coisas aparentemente mais improváveis é sem dúvida Seth Rollins, mas já há um ano quando falava dos Shield já elogiava as capacidades técnicas de Rollins. Mas, um ano depois a WWE conseguiu o feito de mostrar cada vez mais todo o potencial técnico de Rollins, e prova disso é que nos últimos tempos (desde do face turn) ele tem ganho cada vez mais protagonismo dentro da Stable.

Sendo que esse foco é notório em todos em vectores, ou seja, seja no ringue como nas promos da Stable, o Rollins é cada vez mais uma presença mais forte e segura. Aliás, é nas promos que se nota a maior evolução do arquitecto dos Shield, e prova disso foi a forma como a WWE o colocou a recolocar os Shield na mesma onda, e com isso evitar o fim dos Shield. Nesse momento, a WWE demonstrou que iria acalmar a ideia que o Reigns ou o Ambrose eram os líderes dos Shield, e que o Seth Rollins é igualmente alguém no qual eles têm confiança.

E isso é algo que nota-se nas suas promos, ou seja, mesmo estando longe de ser um génio nas promos, a verdade é que em um ano ele evoluiu bastante nessa componente e o facto de estar ao lado de alguém como o Ambrose tem ajudado bastante nesse processo. Dessa forma, o resultado final é que passado um ano e meio de Shield, já consigo imaginar o Seth a safar-se bem a solo no que diz respeito às promos, ou pelo menos não será esse o principal obstáculo que terá que ultrapassar na sua carreira a solo.

O maior obstáculo que Rollins terá no fim dos Shield é sobretudo o booking que a WWE normalmente dá aos wrestlers com o perfil do Rollins, ou seja, normalmente é mais difícil para um indy Guy atingir o main-event, até porque nem todos podem lá chegar. Mesmo assim, e face á evolução que têm tido nas promos, e o crescente destaque que a WWE lhe está a dar nos Shield eu acredito que ele posso vir a ter no futuro uma oportunidade de ser World Champion, ou pelo menos de lutar por isso, porque é impossível sair de uma Stable como os Shield e perder impact. Pelo menos em condições normais, muito dificilmente um talento como o Rollins será um desconhecido no pós-Shield, ou pelo menos espero que isso não aconteça.

3. The “Insane Member”

Se o Rollins é apresentado enquanto o membro mais ponderado dos Shield, já o Ambrose é apresentado como o louco ou pelo menos aquele que tem as atitudes menos ponderadas, e mais impulsivas da Stable. E isso torna-o particularmente interessante se fosse apresentado como uma gimmick heel porque possibilitaria que fizesse as coisas mais insanas, e simultaneamente criar heat não sendo o típico heel cool. No entanto, e mesmo não sendo a gimmick ideal para face acaba por não ser algo péssimo de ser visto nesta versão face dos Shield mesmo que o melhor Ambrose seja mesmo o heel.

Aliás, é nessa faceta que vemos o melhor dele, até porque tal como eu referi há um ano atrás o Ambrose é muito forte no storytelling, e nas promos e isso é algo inegável e que é visível praticamente desde do inicio dos Shield. Por isso mesmo, ele não evoluiu nesse campo porque nesse aspecto ele sempre foi o melhor da unidade, e possivelmente até teve um papel fundamental na evolução dos restantes elementos nessa componente.

O Ambrose provavelmente tem como principal inconveniente o facto de ter um estilo de wrestling pouco cativante para a maioria do fãs, que vêem no homem alguém com menor qualidade técnica quando ele sobretudo usa o conhecimento técnico que tem em prol da gimmick que representa, e isso implica ser menos brilhante ou espectacular. No entanto, penso que o moveset dele só tinha a ganhar com uma mudança de finisher, uma vez que o Dirty Deeds não me parece o finisher ideal para ele, sobretudo para o seu futuro enquanto heel.

Depois, para o futuro dele espero que ele tenha reinados mais credíveis e com maior impacto que o seu reinado como campeão dos Estados Unidos. Isto porque tal como referi anteriormente, este não o beneficiou em nada porque quando não se defende muitas vezes o título arriscamo-nos a que este seja irrelevante, e por isso por mais tempo ou record que tenha a verdade é que o reinado do Ambrose não tem que nos recorde que ele foi campeão.

Aliás, todos demos nós por nós a lembrar-nos que ele era campeão somente porque estava com os Shield, e lá aparecia o título com ele porque caso contrário o título não foi nada relevante para ele. E espero que no futuro ele possa vir a ter reinados bem mais interessantes, e mesmo que não seja uma aposta imediata para o main-event, eu gostaria de o ver um dia a ter pelo menos um reinado como campeão de topo enquanto heel.

4. The Juggernaut

Por fim, resta-me falar do powerhouse dos Shield Roman Reigns, aquele que nos é apresentado na maioria das vezes como o elemento mais forte da Stable, ou seja, aquele que será o futuro da companhia. E não deixa de ser verdade, porque ele tem tudo o que a WWE gosta num main-eventer: é forte, tem o look, e carisma. Mas eu não gosto de reduzir o Reigns a isso, ou ao primo do Rock, porque acho que depois deste tempo todo ele já comprovou que possui talento.

Não digo que ele não tenha os outros factores, e que ser primo do Rock também tenha ajudado porque provavelmente ajudou, mas não posso ser injusto ao ponto de não reconhecer que ele além disso também tem talento enquanto wrestler. Sendo que, não me posso esquecer de referir que o Reigns veio do futebol Americano, e por isso mesmo não deixa de ser notável toda a evolução que ele tem tido tecnicamente enquanto wrestler. Porque, pelo menos para mim, já vai longe o tempo em que pensei que ele era limitado enquanto wrestler, aliás o tempo provou-nos do contrário.

E por isso mesmo, eu não tenho vergonha alguma de dizer que um ano depois ele está um wrestler ainda mais competente e pronto para ser um futuro main-eventer da WWE. Porém, ele ainda precisa de melhorar as promos para estar totalmente pronto para ser lançado como grande figura a solo, e sem os Shield. E para que isso aconteça sem sobressaltos, considero que a WWE fez muito bem em não o lançar já a solo na altura da Wrestlemania, porque provavelmente seria precipitado e poderia ser um passo maior que a perna para o Reigns.

Por isso, mesmo acho que o facto de os Shield continuarem juntos nos próximos tempos é extremamente positivo para ele enquanto wrestler. Isto porque, quanto mais tempo estiverem como faces melhor tanto para a popularidade do Reigns como para ao heat que os outros dois membros terão a quando do turn. E por isso, os próximos meses dos Shield como face vão ser fundamentais para o estágio de desenvolvimento final do Reigns antes de o lançarem a solo para o Spotlight.

Aliás, para todos os Shield os próximos meses serão importantes para o reforço do seu estatuto dentro da WWE, e por isso mesmo a feud com os Evolution será mais uma das etapas na Evolução dos Shield. Até, porque tal como eles disseram no Extreme Rules a verdadeira justiça que eles queriam impor era uma revolução na atitude e intensidade na WWE, e essa conquista ninguém poderá retirar, ou apagar a influencia dos Shield na WWE, porque é um facto que ele revolucionaram o panorama para algo diferente. Essa foi a verdadeira revolução dos Shield, a evolução da Justiça, intensidade e geração.

É deste modo que concluo a edição desta semana do Smoke and Mirrors, desta feita totalmente focada nos Shield, e por isso espero que tenham gostado desta análise da evolução dos Shield no último ano. Para semana, regresso com mais um artigo sobre a actualidade do wrestling, e por isso mesmo espero que marquem presença e deixem as vossas opiniões sobre os temas abordados neste espaço. Bom fim-de-semana.

Destaques da Semana

Bobby Roode- Esta semana apresentou uma nova atitude, não consegui depreender se totalmente face mas pelo menos não tão heel. Isso, aparentemente será algo diferente e interessante de ser visto nos próximos tempos.

The Menagerie- Foi uma estreia interessante desta nova stable. Admito que o conceito é esquesito, e não aprecio muito o Rob Terry, mas vou dar o benefício da dúvida ao conceito da gimmick, até porque irá ter destaque nos próximos tempos.

The Wolves- Boa defesa de título, e com isto deve ter acabado a feud Wolves e Bromans, o que deverá deixar os Wolves para uma feud com novos adversários possivelmente alguém que venha de fora.

Sheamus– Foi uma das surpresas da semana, mas igualmente um dos destaques desta semana. Uma vez que conquistou o titulo dos Estados Unidos de forma surpreendente, e defendeu-o na Smack num bom combate com Ambrose. Espero que os próximos tempos traga benefícios para o título dos USA com um campeão como o Sheamus.

Bray Wyatt- Mais uma excelente promo do Eater of Worlds no seguimento da vitória no Extreme Rules. Cada vez mais todos nós acreditamos que ele é verdadeiro um GOD das promos, porque ele dá-nos motivos para acreditar nisso.

Evolution vs Shield- Foi uma batalha brutal no Domingo, e na Segunda a retaliação dos Evolution foi absolutamente brutal, e por isso mesmo esta rivalidade é uma das(se não) o grande destaque desta semana.

Surpresa da Semana

Novo campeão dos Estados Unidos Tal como já referi ninguém contava que tivéssemos novo campeão dos Estados Unidos, mas isso não foi algo nada negativo, muito pelo contrário.

Desilusão da Semana

ME do Slammiversary– Sinceramente não me agrada nada que o MVP tenha uma oportunidade pelo titulo Mundial, mas nem tudo será negativo porque acredito que isto originará um turn do Bobby Roode que se revoltará contra o abuso de poder do MVP.

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre os Shield? Quais foram os principais aspectos nos quais eles evoluíram individualmente e colectivamente no último ano? E que aspectos existem a melhorar em cada um dos membros da Stable?

Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da semana? Ou escolhias outros?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

46 Comentários

  1. Sandow For Champion - há 3 anos

    Sinceramente,estava à espera de um rescaldo ao fantastico ER,mas não desgostei de todo deste artigo.
    Os Shield para mim têm hoje o melhor ring-worker,o heel com maior potencial e o melhor power-house da atualidade na WWE.Hão de saber fazer as correspondências.
    A grande evolução foi a nunca perda de credibilidade pois quando se está em séries invictas e começa-se a perder já sabe o que é mais natural acontecer…
    O grande desafio para o futuro é conseguirem potenciar o Ambrose e o Rollins ao nível do Reigns e penso que a separação final deve culminar num combate épico a todos os níveis e espero bem que não inventem de dar continuação à stable com um novo membro.Posso estar a ser infantil,mas penso,que as questões de novo visual e novas músicas de entrada tmb podem ser relevantes no futuro de cada um.
    Ando um pouco desatualizado acerca da TNA e para não variar,acho que faltaram alusões ao Extreme Rules entre figuras e surpresas da semana.~
    YOU’RE WELCOME!

    • José Sousa - há 3 anos

      Tens alusões então falei do Shield vs Evolution como destaque, e nisso está incluído esse destaque. A questão é que nunca faço artigo de revisão do PPV, porque é muito limitativo, e se todos fazem antevisões, também todos fazem rewiews e isso acabava por ser cansativo.

  2. John_3:16 - há 3 anos

    Gostei bastante do artigo josé, acho que ao longo ano os the shield só têm demonstrado o porquê de se ter apostado neles pra virem pra wwe, acho que foi uma stable que mudou bastantes coisas e durante um tempo foram eles que melhoraram muito as coisas na wwe, desde cedo que se viu potencial nestes 3 lutadores, na minha opinião destaco talvez que o primeiro a subersair-se mais pra mim foi o ambrose, não pondo de parte totalmente o reigns e o rollins, e alias como sabemos o reigns foi tendo uma grande evolução até aos dias de hoje sendo o melhor do grupo, mas para mim acho que o que foi importante e o que sempre os manteu unidos foi a arte de lutar em coletivo, fazem uma equipa fantástica, se bem que a wwe quis ao longo de muito tempo passer a imagem que o rollins era o mais fraco, a sombra do grupo o que não é verdade tem ele também bastante potencial e quem não achava isso está a ser demonstrado agora.
    Quando se separarem acho que a prova de fogo vai ser em especial pro reigns, pra ele provar a wwe e a toda a gente que consegue obter bons resultados sozinhos e acredito que consegue, por isso á que dar-lhe tempo, por isso apesar de saber que é um grande favorite a ganhar o rumble, e ja falámos nisto josé, consider que seja melhor prepará-lo bem pra ser ele a vencer o royal rumble. O rollins e o ambrose não têm de desaparecer alias são dois grandes lutadores, que podem e deviam juntar-se ao HHH por ele ajudaria-os a não baixar o nível, mas vamos ver o que aconteçe.
    Concordo com a supresa da semana quanto ao novo USA champ e pra mim foi uma surpresa bastante boa, os destaques claro vão pro grande combate entre os evolution vs the shield e cena vs wyatt bem como as suas feud´s que continuam de vento em poupa e pra sheamus como já referi.

    • José Sousa - há 3 anos

      Exactamente, a força deles está sobretudo na capacidade de se complementar e mesmo assim serem excelentes tanto como grupo, como a nível individual. Sim eu concordo contigo sobre os destaques, e ainda bem que percebes que não tenha feito um artigo de análise dos matches dos PPV´s.

      • John_3:16 - há 3 anos

        isso era gira o disco e toca o mesmo:)

      • José Sousa - há 3 anos

        Exactamente. As antevisões é normal, a revisão não.

      • John_3:16 - há 3 anos

        Concordo.

      • John_3:16 - há 3 anos

        So tenho mais uma questão desculpa la, em termos de stable complete em todos os niveis quem é pra ti a melhor os wyatt ou os the shield?

      • José Sousa - há 3 anos

        Shield apesar de tudo. Os Wyatt tem o melhor talker, mas o facto de terem o Rowan desequilibra as contas claramente para o lado dos Shield.

      • John_3:16 - há 3 anos

        Eu acho que o curação dos wyatt é claro o bray, ao contrario dos the shield que quando apareceram eram todos muito equivalents o reigns so começou a destacar-se mais tarde, no entanto os 3 lutam excelentemente apesar do reigns nas promos não ser tão bom como o wyatt, o ambrose apesar de maluco faz promos muito boas de vez em quando, e o rollins apesar de não parecer é um grande personagem ali, o harper tem arte mas o rowan infelizmente como disses-te quebra ali a dinâmica dos wyatt family.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim. Mas o Harper é excelente wrestler igualmente pelo menos na minha opinião.

      • John_3:16 - há 3 anos

        sim, o harper é bom mas não sei se chega ao nivel do ambrose ou do rollins mas isso claro é discutivel cada um tem a sua opinião.

      • José Sousa - há 3 anos

        Talvez. Eu acho o Harper tecnicamente tão bom, porque para o tamanho dele, ele faz coisas que não são normais. E para mim isso valoriza-o bastante.

      • John_3:16 - há 3 anos

        E acho que se falasse mais vezes fazia muito boas promos.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim eu já vi vídeos dele nas Indys e ele é bom nas promos.

      • John_3:16 - há 3 anos

        Pois tem ar disso a forma como ele sabe trabalhar com a cara é tambem muito boa como o wyatt.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim o Harper é bom actor, e isso nota-se nas expressões faciais dele.

      • John_3:16 - há 3 anos

        Concordo.

  3. MicaelDuarte - há 3 anos

    Gostei do artigo.

  4. Alexandre Romano - há 3 anos

    Excelente artigo mais uma vez José.

    Agora respondo as perguntas:

    -Qual a tua opinião sobre os The Shield? Eu acho que eles são uma grande stable uma das melhores que já passo pela empresa e a stable com mais química entre uns e os outros.

    – Quais foram os principais aspectos nos quais eles evoluíram individualmente e colectivamente no último ano?

    O Seth Rollins foi o que eu notei a maior evolução, depois foi o Roman Reigns e quem eu vi a menor evolução ,em termos de técnica de combate, foi o Dean Ambrose mas notei que ele evoluiu em termos de highflyng porque começou a voar para fora do ringue juntamente com Rollins.

    -E que aspectos existem a melhorar em cada um dos membros da Stable? Vejo que Ambrose pode melhorar em termos de técnica de combate, Reigns em termos de promos e Rollins em força.

    Comprimentos, Alexandre.

  5. Don_Ricardo_Corleone - há 3 anos

    Os Shield são a melhor stable do Wrestling desde os Evolution. Sinceramente foi uma lufada de ar fresco porque depois do flop que foram os Aces and 8’s e os Nexus, stables de quem eu esperei muito, pensei que já ninguém sabia fazer stables. Começaram com os heel que atacavam todos para demonstrar poder, passaram para os guarda-costas e soldados da Autoridade e por fim passam a justiceiros que se revoltaram contra o abuso de poder de Triple H e Kane e os ataques cobardes ao Daniel Bryan, Tudo isto passando por uma crise que conseguiram solucionar. Passaram de heel a face e sem nunca cansar com ainda muito para dar, na minha opinião só se separavam por altura da Wrestlemania. Pouco conseguem fazer isso, só me recordo do reinado de 434 dias do CM Punk sem cansar nunca.

    É curioso que por vezes dá ideia de que o que a WWE ama alguns fãs tendem a odiar. Respeitando a opinião de todos, e aqueles que legitimamente preferem o Ambrose e o Rollins, o Roman Reigns é na maior parte das vezes menosprezado e classificado como o coitadinho dos Shield apenas porque não tem o passado de wrestling independente dos outros membros dos Shield, o que não foi o caso desta crónica. Por isso devo dar-te os parabéns por conseguires dar a tua opinião de que o Roman seja o menos bom dos três, se interpretei bem, sem menosprexar o trabalho do Roman Reigns e até reconhecendo alguma evolução. Os 3 são muito talentosos mas o meu preferido e para mim o melhor é mesmo o Roman Reigns. Mas pronto, eu sou o gajo que adora os 3MB.
    Falando dos destaques da semana, sinceramente isto do MVP andou mal. Primeiro é um GM que “participa” de mais, usando palavras dele, depois fez o heel turn demasidado cedo. É um pecado infelizmente habitua, nas grandes promotoras de wrestling. Não deixam o GM estabelecer-se, fazem logo o heel turn e a feud que o leva a sair, enfim. E a seguir? Face turn da Dixie depois de tudo o que vimos? Quanto ao titulos dos EUA, a cada novo campeão dos EUA e Intercontinental esperamos sempre que seja desta que os titulos voltam ao que já foram. Infelizmente vemos sempre o mesmo a acontecer e acredito que será o que veremos, infelizmente. Mesmo que o Shemus entre nos Evolution como dizem.

  6. Hildo - há 3 anos

    Excelente artigo José.

    rapondendo as suas perguntas.

    Qual a tua opinião sobre os Shield?

    Umas das melhores ”Satbles”de sempre.

    Quais foram os principais aspectos nos quais eles evoluíram individualmente e colectivamente no último ano?

    Rollins e Reigns nas ”promos” e Ambrose no lado mais ”louco”

    E que aspectos existem a melhorar em cada um dos membros da Stable?

    Ao meu ver, as promos do Reigns, sinceramente não gosto muito das ”promos” dele não que sajam ruins, mas não me cativam. para o Ambrose espero que a WWE lhe dê mais liberdade para mostrar mais no ringue,pois acho que a WWE o limita demais.
    Quanto ao Rollins, apenas as promos, sindo que ainda ”falta algo”.

    • José Sousa - há 3 anos

      Os Shield sim são muito bons, e concordo contigo vejo a evolução do Rollins mas mesmo assim precisa de algo nas promos, talvez seja mesmo falta de gimmick clara.

  7. Julio - há 3 anos

    Belo Artigo José Respondendo suas perguntas

    Qual a tua opinião sobre os Shield?
    R: Shield é uma stable fantástica.

    Quais foram os principais aspectos nos quais eles evoluíram individualmente e colectivamente no último ano?
    R: Os 3 melhoraram bastante nas suas promos.

    E que aspectos existem a melhorar em cada um dos membros da Stable?
    R: Sinceramente, eu não sei nunca parei pra pensar

  8. José Sousa - há 3 anos

    Concordo contigo em tudo. Sim eu elogiei o Reigns, quando alguém vem do futebol americano e tem o talento que ele tem é porque é mesmo bom. O raio do Mojo Rawley também vem da NFL e não vale nada, por isso o Reigns tem mesmo talento. Ele é não é só pinta, e o primo do Rock, pelo a mim já me convenceu totalmente. Mas sabes que alguns não gostam dele porque não vem das Indys ou tinha nome na IWC.

  9. José Sousa - há 3 anos

    O Ambrose pode melhorar na técnica, é verdade, mas acredita que se a WWE lhe deixar soltar ele mostra muito mais( Ele não é só o que demonstrou até esta fase actual). De resto eu gosto dos 3 não consigo mesmo ter um verdadeiro favorito.

  10. Edjandro Martins - há 3 anos

    Ótimo artigo.
    Quanto ao shield realmente eles são a melhor stable do wrestling desde os Evolution, desde a sua estreia em novembro de 2011 até hoje nos apresentando lutas e segmentos de altíssima qualidade, o shield é a coisa mais constante no produto da WWE nos últimos 3 anos, e desta vez tenho que dar os parabéns a WWE por ter bookado eles sempre da melhor maneira possível, temos a oportunidade de ver uma das melhores coisas do wrestling de hoje. agora analisando os membros individualmente:
    Roman Reings – excelente power-house, visto que pratica wrestling a pouco tempo evoluiu imenso em 3 anos, tem tudo para ser o próximo “top guy” da WWE, e estou muito feliz por isso pois ele sabe muito bem usufruir da oportunidade que tem, aprende muito com o Ambrose e Rollins , evoluiu em todos os aspectos e é o futuro da companhia quanto ao main event.
    Dean Ambrose – Talvez o mais completo do grupo, vem das indys com uma grande bagagem, excelente em mic skills, um estilo bem agressivo de luta, se adaptou bem ao estilo WWE de wrestling, é um heel nato em todos os sentidos, espero ver o Ambrose como top heel da companhia em um futuro próximo.
    Seth Rolllins – Devo dizer que ele é o meu preferido do grupo, guardada as devidas proporções ele me lembra muito do CM Punk tanto quanto ao wrestling em si e também ao visual e também me lembra o Bryan em seus estilo, vem da ROH, então quando as ring skills não preciso nem comentar que são as melhores da WWE hoje juntamente com o Bryan e Cesaro, evoluiu muito em mic skills, acho que hoje o Rollins se livra bem com o mic sozinho e com certeza vai evoluir muito mais, ele será quela que mais sofrerá para ter sucesso a solo na WWE, mais se caras como Punk, Bryan e Cesaro conseguiram acredito que ele também conseguirá, vejo no Rollins um grande face apoiado pela crowd devido a seu talento técnico, algo muito semelhante ao que acontece ao Bryan atualmente, tem um grande futuro!
    Espero que os 3 tenham grandes futuros na WWE, pois com wrestlers como eles no main event em um futuro próximo estaremos muito bem servidos.

  11. The Hurricane - há 3 anos

    acho que o Reigns só falta melhorar mais no microfone, pois nas promos dos shield eh o que menos fala .

  12. José Sousa - há 3 anos

    Concordo em tudo o que dizes. Sobretudo na tua análise dos perfis dos Shield, porque eu concordo em tudo e revejo-me na tua opinião como é obvio.

  13. PANK JAMAICA - há 3 anos

    Gostei muito do artigo.
    Eu odiava a maneira de como a WWE usava o Rollins,ele era somente o saco de pancada,que fazia saltos enquanto apanha,aquilo pra mim era triste,por que eu sabia de seu potêncial.Ambrose(meu preferido) no começo da stable me parecia ser um cara mais inteligente e que usava a cabeça antes de agir,até costumavam dizer que ele era o cérebro da stable.Mas hoje ele parece mais um maluco que só pensa em violência,gostei muito dessas duas caras dele kkk.Roman,eu olhava pra esse cara,e pensava,ele é só isso,só é forte alto e bonito?Até que resolveram dar-lhe um tremendo push desde o survivor series,onde fiquei boquiaberto com sua performance.E aos poucos fui passando a gostar muito do mesmo,seu spear é com certeza um dos melhores,e principalmente o superman punch que o mesmo via no MMA mas não costumava dar muito certo,seria então um belo move em suas mãos.O impacto dos seus moves,o seu look,tudo me faz gostar do mesmo,ele tem tudo pra dá certo em um futuro próximo.

    O que eles melhoraram:Seth-Melhorou muito no mic,deve ter pedido uns conselhos ao Dean rsrs.

    Dean-Sempre foi bom,tanto in ring quanto no mic,mas a WWE não usa muito o seu tipo de wrestling então ele deve que se auto-reformar quase que por completo.

    Roman-Quem o vê pensa que é horrível no mic,mas não.Apenas não fala muito mesmo,ele é um homem de poucas palavras,mas essas palavras dizem muito.Assim como seus moves,o mesmo usa palavras de impacto maior.Até mesmo quando estas a falar ele me surpreende quando está sendo entrevistado(principalmente pela Renne),ele usa umas faces de sedução,mas do nada fica sério.

  14. JoãoRkNO ® - há 3 anos

    Bom artigo José . Os Shield são únicos , envolvem numa só stable três tipos de wrestlers , mas acima de tudo três tipos de wrestlers com qualidade . São ambos os três material para ME , a diferença é que uns podem atingi-lo mais precocemente e outros não .

    Concordo com as tuas escolhas para figuras , surpresa e desilusão da semana , realçando a MVP no ME do próximo PPV , no qual sou completamente contra .

  15. danielLP21 - há 3 anos

    A meu ver, todos eles ainda têm que evoluir, principalmente o Roman Reigns e o Seth Rollins. Ainda assim, e embora possa parecer contraditório, acho que todos estão prontos para ser “main-eventers”. Quantas vezes já vimos “main-eventers” que não eram completos mas que, mesmo assim, eram muito competentes naquilo que faziam?

    Tanto o Seth Rollins como o Roman Reigns têm que melhor nas “promos”. Uma boa “promo” a cada 5 que fazem não chega, e é isso que acontece com eles, principalmente com o primeiro. O Reigns tem igualmente que melhorar em ringue, isto é, adicionar manobras ao seu arsenal, porque de resto tem tudo para ser um lutador de topo: presença, carisma, intensidade, expressões faciais, etc… Já o Rollins é genial em ringue e faz coisas que poucas se atrevem a tentar. É o melhor “in-ring performer” dos Shield.

    Por fim, o Dean Ambrose. É muito bom com o microfone nas mãos e é difícil evoluir mais. Quanto àquilo que mostra em ringue, gostava de ver mais, mas no caso dele acredito que seja a WWE que lhe tem “cortado as pernas” em vez de o deixar mostrar aquilo que consegue fazer.

    • José Sousa - há 3 anos

      Eu percebo-te porque sinto o mesmo. E concordo contigo no Seth e no Roman esses são os principais aspectos a melhorar neles, não basta uma boa promo de vez em quando. Há que ser consistente, e isso é um trabalho difícil para que talvez o Rolllins consiga fazer.
      Sobre o Dean, acho que basta ver que ele consegue fazer Dives, e demorou um ano e meio para a WWE o deixar fazer. E quando o fez todos pensam que ele aprendeu moves novos, e talvez já os soubesse fazer, eles estavam era escondidos.

  16. Zé Tomé Dias - há 3 anos

    Bom artigo, excelente destaque para os shield.

    Aproveito para responder às perguntas:
    -os shield são um dos melhores grupos que conheci desde que vejo a wwe, pela qualidade de promos e combates
    -todos eles evoluiram em conjunto, pois passaram de lutadores quase desconhecidos para os fãs da wwe para um grupo dominador e espetacular, e cada um conseguiu mostrar bem os seus pontos fortes: ambrose no storytelling, rollins na qualidade de luta e reigns como uma grande esperança para o futuro
    -embora tenham os seus pontos fortes, todos podiam melhorar numa coisa ou duas: o ambrose devia ter um estilo de luta mais apelativo, o rollins ainda não tem qualidade suficiente para estar no topo e o reigns tem de trabalhar nas promos

    Concordo com os destaques da semana, mas gostaria que tivesses dado a tua opinião sobre a estreia de adam rose na wwe

    No life till leather

    • José Sousa - há 3 anos

      Sobre o Adam Rose eu falarei na devida altura, ainda não vimos quase nada para se fazer uma análise séria.
      Sobre os Shield concordo em quase tudo, mas devo dizer que para mim o Seth só não está totalmente pronto para o main-event por causa das promos, porque em termos de qualidade de wrestling está.

  17. Diogo7 - há 3 anos

    Bom artigo José.

    Os Shield tiveram uma evolução brutal ao longo do último ano. Com este “face turn”, eles ainda ficaram mais interessantes. Espero vê-los juntos durante mais algum tempo.

    O Rollins é o meu membro favorito dos Shield e o melhor em ringue, sem qualquer dúvida. As “promos” eram o seu ponto fraco, mas já tem melhorado bastante nesse campo. Dos três, vai ser o que mais dificuldade vai ter em chegar ao Main Event. Provavelmente vai ser como o Punk e o Bryan, que tiveram um enorme apoio do público.

    O Ambrose é o melhor “talker” do grupo, também sem margem para dúvidas. O seu estilo em ringue é o menos cativante, mas não deixa de ser um bom “wrestler”. Acredito que a WWE não o tenha deixado mostrar tudo o que vale em ringue. É o “Total-Package”.

    O Reigns vai ser o primeiro a chegar ao ME porque tem tudo o que a WWE gosta, principalmente os músculos. Mesmo assim, o homem tem talento e merece o Main Event. Só tem que acrescentar mais “moves” ao seu arsenal e melhorar um pouco nas “promos”.

    • José Sousa - há 3 anos

      Concordo com a tua análise na totalidade. Eu tenho quase a certeza que a WWE cortou as pernas ao Ambrose em moveset na fase inicial, porque se não ele não fazia agora os Suicide Dives. E fica tudo admirado quando o vê fazer porque não tinham a noção que ele tinha esta agilidade e capacidade atlética. Ou seja se lhe deixassem mostrar um pouco mais do arsenal que ele tem, provavelmente ficariam surpreendidos.

  18. José Sousa - há 3 anos

    Exacto a WWE como não utiliza muito o estilo de moveset do Dean pelo menos até agora, ele é obrigado quase a mudar por completo o moveset para algo menos cativante. De resto eu concordo contigo.

  19. José Sousa - há 3 anos

    Exacto João, claro que o Roman vai chegar lá primeiro isso é evidente para todos nós, agora espero é que tudo corra bem com os outros dois para que também atinjam o main-event.

  20. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Um tema bastante importante actualmente e gostei da tua analise individual de cada um e os aspectos a melhorar e concordo que o finisher do Ambrose tem que mudar.

    Dos 3 membros gosto mais do Ambrose apesar de saber que o Reigns estará no topo e com um estatuto de main eventer, já Ambrose ou Rollins poderá ser um up-mid card, mas como destacas depende do booking.

    O Rollins evoluiu muito em todos os aspectos especialmente no move set. Reigns tem um carisma de main eventer e não há duvidas do que pode ser dali. Ambrose será sempre o lunático, mas já vimos dele maravilhas.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da semana? Ou escolhias outros?

    Concordo com os momentos, destaco como tu a inclusão de MVP no main event, mas acrescentava nas desilusões a ausência de Aries no Impact, lutando somente no show secundário da TNA.

    Excelente José!

    • José Sousa - há 3 anos

      Excelente comentário Mestre André. A sério concordo totalmente contigo, e sinceramente mesmo que o MVP perca no Slammiversary não vejo como ele vai valorizar mais o EY do que um Samoa Joe, mesmo que isto traga um Roode face.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador