Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Smoke and Mirrors #152 – Rusev Legacy

Quando em Janeiro fez o seu “debut”no Rumble todos ficaram impressionados com a força e capacidade atlética que o Rusev tinha apresentado, pelo menos tendo em conta o pouco tempo que tinha tido para se apresentar nesse combate. As comparações com Umaga eram óbvias, e não remontam apenas a aspectos físicos, mas sobretudo no estilo de wrestling que ambos apresentam no ringue.

A WWE tinha conseguido colocar na mira dos fãs um powerhouse que parecia ser talentoso, e tentou manter esse mesmo hype quando o começou a apresentar nas vignettes que antecederam a sua estreia oficial enquanto membro do roster. E apesar, da WWE ter sido repetitiva nesse processo de apresentação, devido ao tempo que durou esse processo de introdução, mas mesmo assim não foi por ai que a WWE errou na construção deste talento.

Aliás, no meio desta confusão de booking que a WWE vive mergulhado nos últimos tempos, quiçá anos com a tal lógica da ilógica, o Rusev até têm tido uma construção interessante, roçando muitas vezes a polémica. Todavia, eu não vejo essa polémica do uso da “guerra USA vs Russia” como necessariamente negativo, até porque se for feito de forma inteligente até poderá jogar a favor da criação de heat para o Rusev.

Claro, que até agora apenas o Swagger foi um verdadeiro oponente para o “Russo”, em parte porque aquele que esteve mais próximo de quebrar a sua invencibilidade, e igualmente foi aquele que mais puxou pela qualidade dele enquanto wrestler. Já os restantes oponentes foram todos na sua maioria powerhouses que apesar do impacto “dos nomes em questão”, não foram claramente desafios enormes em termos qualitativos.

Mesmo assim, é um facto que ele continua imbatível e nesta altura surgem duas hipóteses viáveis para o futuro dele, e consequentemente para o fim da sua streak. E serão essas hipóteses, com as suas vantagens desvantagens que serão abordadas posteriormente, mas primeiro vou fazer uma análise e apresentar a minha opinião sobre as principais características da carreira do Rusev na WWE até agora.

1. Principais aspectos definidores da Rusev Legacy

Algumas das características marcantes da personagem do Rusev já foram referidas na introdução do artigo, mas não foram analisadas mais pormenorizadamente, e é esse exercício que irei fazer de seguida. Comecemos pelo cariz nacionalista da personagem, que é sem dúvida alguma a principal característica da dupla Lana e Rusev, e sem dúvida o factor que os faz ter heat junto do público.

Este tipo de heat é sempre o mais fácil, e já foi usado no passado de várias formas, e usando diferentes nacionalidades que confrontaram a ideologia dos USA. Sendo que como é óbvio a WWE colocou-se do lado da “mentalidade americana”, e apesar de esta estratégia ser óbvia e por vezes básica, a verdade é que resulta junto dos fãs que vão às arenas. E por isso mesmo, não mesmo não sendo apreciador desta abordagem percebo a eficácia desta abordagem, e a partir do momento em que se começa a utilizá-la convêm que não se trave á primeira dificuldade.

O que felizmente foi o que aconteceu com o Rusev, que apesar de não ter tido os maiores desafios do mundo em termos de qualidade de combates, têm tido um booking que o têm protegido de forma quase perfeita. E isso faz dele sem dúvida um dos heels com mais heat do roster, e poderia ser maior se tivesse oponentes de maior impacto, todavia, e mesmo tendo em conta os seus oponentes até este momento tem tido um booking que lhe permite vir num crescendo de heat.

Sendo que um dos principais motivos deste heat têm sido igualmente o excelente trabalho da Lana enquanto “voz” do Heróis da Federação Russa, mas a verdade é que ela tem muito do mérito do facto da personagem estar a resultar. Claro que usa argumentos “básicos”, porém isso não retira o mérito dela na promoção dele enquanto monstro destruidor, e tem-lo feito com um acting impecável tendo em conta que apesar de tido contacto com a cultura russa, estamos a falar de uma americana, e a verdade é que ela mantém sempre o sotaque e a atitude correcta para a personagem.

Essa combinação de gimmick de Besta, nacionalista e uma bela manager fica completa com a postura dele no ringue, que mesmo que não tenha tido grandes desafios do ponto de vista técnico, a verdade é que até agora ele tem deixado um rasto de destruição. E esse rasto irá continuar no Hell in the Cell quando juntar o Big Show ao grupo de vítimas dele, grupo que é composto por Mark Henry, Big E e Swagger, e mais alguns jobbers.

Mas a grande questão que têm que se colocar antes de falarmos do futuro do Rusev é: Será que esta streak deveria já ter tido um fim? Até poderia ter tido no Summerslam nas mãos do Swagger. Mas depois de ter sobrevivido a esse confronto, eu sou da opinião que ele deveria manter-se invicto e sem sofrer uma derrota por pin até a um grande PPV, como por exemplo a Wrestlemania.

E afirmo isto porque penso que este tipo de construção, com este tipo de personagem implica uma derrota apenas num grande evento, e não num PPV qualquer tipo TLC ou Hell in the Cell. Até porque quando se cria este tipo de dominação ela deve ter um término ajustado á construção que foi feita anteriormente, e sobretudo por um oponente que faça sentido derrubar a “Besta”.

Desse modo, e tendo em conta o que foi dito anteriormente, na minha opinião existem dois caminhos possíveis para o Rusev até á Wrestlemania: Tornar-se campeão dos USA e perder o título no evento, ou continuar a derrubar homens até ser parado no evento. E serão estes dois cenários que serão analisados (prós e contras) de seguida na segunda parte do artigo, procurando assim antever e analisar o que poderá ser a Road to Wrestlemania do Rusev.

2. Ir á Wrestlemania como campeão dos USA

Este cenário é claramente interessante do ponto de vista teórico, porque sem dúvida alguma que até teria lógica essa conquista por parte do Russo. Porém, essa conquista limitaria muito mais a lista de possíveis adversários que poderia ter na Wrestlemania, ou seja, ele para perder o título teria que o perder nesse evento. Sendo que esse facto não seria totalmente negativo, mas como é óbvio tudo dependeria de quem a WWE escolhe para adversário dele.

Porque é óbvio que a ideia do “anti-americano” ter o título dos USA e com isso aumentar mais o seu heat, é claramente uma ideia que me parece ser interessante. Porque graças a isso ele poderia aumentar mais o seu impacto negativo, o que faria do momento em que perdesse mais importante. Mas como referi, para isto resultar era preciso que o oponente fosse alguém com impacto junto dos fãs, e que simultaneamente conseguisse ser alguém que quisesse verdadeiramente valorizar o título com o seu estatuto.

E apesar de tudo, dentro dos possíveis adversários do Rusev( pelo menos os mais falados) eu só consigo imaginar o Kurt Angle enquanto alguém disposto a lutar pelo titulo dos Estados Unidos, e quiçá defendê-lo durante uns meses. Os restantes nomes ( Cena ou Rock), não os vejo como nomes disponíveis a quererem lutar por esse tipo de título, e só por si isso torna claramente este cenário mais improvável.

Assim sendo, e apesar de considerar esta possibilidade muito interessante, parece-me ser uma realidade mais teórica do que propriamente o que será mais provável de acontecer. Por isso mesmo, é que em princípio descarto esta possibilidade como algo viável, mesmo que fosse do meu agrado, porque acredito que a WWE irá pela segunda via.

3. Ida á Wrestlemania para um dos combates principais

Este é claramente o cenário mais provável, pelo menos nesta altura, e apesar de tudo tem as suas vantagens e desvantagens. Vantagens porque apresenta o Rusev como uma atracção de main-event nesse evento, e isso nunca poderá ser negativo. Porém, a principal desvantagem não é ele perder a streak nesse evento, é sobretudo quem o derrubará e como o fará. Assim, será essa escolha que poderá derrubar todo o trabalho feito durante o seu ano de estreia, até porque se souberem fazer de forma inteligente o fim da sua invencibilidade, ele poderá não sair muito afectado desse momento.

Tendo em conta isso, é importante analisar os três candidatos a”herói” que derrubou a Besta Russa, até porque cada um deles tem personalidades diferentes em termos de wrestling. Começando por Kurt Angle, ele é claramente aquele que tem um passado ligado á valorização de novos talentos, e mesmo que acabasse por vencer o combate não tenho dúvidas que daria um dos melhores combates do evento, e o faria com que a derrota do Rusev não fosse uma mancha na sua carreira. O único senão é em dúvida o facto do Angle dificilmente sairá da TNA a tempo de cumprir o tempo de espera suficiente para que tivesse esta feud na Wrestlemania, mesmo que fosse a mais interessante das hipóteses.

O segundo candidato é o Rock, com o qual Rusev e Lana tiveram uma interacção na última Raw, porém não acredito que se o Rock voltar tenha um embate com o colosso, por mais que fosse uma feud interessante para o jovem talento. Claro que tal como no outro candidato o Rock iria vencer, mas perder para o Rock seria sempre algo que não enterraria o Rusev, sobretudo se este não o esmagasse, ou não parecesse ridículo a recuperar da “sova” do russo. Assim, dependendo da forma como perdesse até poderia ser um momento que marcaria o Rusev enquanto aposta da WWE como main-eventer.

Por fim, o último candidato é o Cena que teoricamente até será o principal candidato a oponente do Rusev na Wrestlemania. Claro que esta escolha será arriscada porque apesar das vantagens que teria na construção da rivalidade, o risco de acontecer ao Rusev o que aconteceu ao Wyatt há um ano atrás seria altíssimo. E esse risco não seria positivo para o vilão, uma vez que provavelmente dominaria o combate e perderia no final depois de um comeback. E mesmo que fosse uma rivalidade onde o Cena seria apoiado pelos fãs, a verdade é que o resultado final seria mau para a carreira do Rusev, sendo que têm a agravante de ser o cenário mais provável.

É deste forma que concluo esta edição do Smoke and Mirrors, peço desculpa por não abordar o Bound for Glory, mas prometo que irei analisar posteriormente a edição deste ano e a apresentar as minhas ideias sobre o conceito que a TNA optou para este ano. Para a semana voltaremos com novo tema, alias um tema que irá iniciar a antevisão do Hell in the Cell deste ano.

Figuras da Semana

Bobby Roode- Excelente vitória do It Factor contra os Aliados do campeão Lashley, sendo que essa vitória deverá ter carimbado uma nova oportunidade pelo titulo mundial.

James Storm e Great Sanada- Boa vitória da equipa de Storm, continuando o bom momento da sua Stable, que aparentemente deu nova vida ao Sanada e ao Manik.

Wolves- Excelente combate para finalisar a série pelo titulo de Tag Team, onde os Wolves voltaram a brilhar e claramente saíram deste torneio ainda mais fortes e credíveis enquanto campeões.

Dolph Ziggler– Excelente semana para o showoff, voltou a brilhar na Raw, e no Main-Event defendeu o título Intercontinental. Melhor só se não tivesse perdido o combate com o Rusev na Smackdown.

The Rock e Rusev– Confronto surpresa da Raw, e sem dúvida um dos momentos da semana do pró Wrestling, e por isso teria que ser um dos destaques desta semana.

Vignettes da Family– Excelentes vignettes, cheias de mistério. E digo mistério porque embora revelem uma possível separação do Harper e do Rowan do Bray, a parte final da mensagem na Grávida cria-nos um mistério extremamente positivo que queremos saber.

Seth Rollins, Ambrose e Cena- Este trio têm sido o combustível da WWE durante a ausência do campeao da WWE. E verdade é que têm feito um excelente trabalho, sobretudo o Ambrose e o Rollins que tem despontado como estrelas a solo.

Surpresas da Semana

Regresso do Rock- Não é preciso dizer o motivo pelo qual foi a surpresa da semana porque é óbvio, até porque o referi anteriormente.

Rumble com 40 Wrestlers– A outra surpresa positiva da semana foi claramente o anuncio que o Rumble terá quarenta homens, e isso abre a porta para várias surpresas.

Desilusão da Semana

DustBrothers- A minha desilusão não é com eles, mas sobretudo pelo facto dos Usos estarem sempre a sair por cima dos campeões desde que eles venceram os títulos, e isso não é nada positivo.

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre o Rusev? Quais as principais virtudes e defeitos da sua personagem e construção até agora?

Qual dos cenários traçados para a Mania parece-te o mais ajustado?

Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

28 Comentários

  1. Miguel Carlos - há 2 anos

    Excelente artigo. Concordo contigo, acho que a segunda hipótese que apresentaste é a melhor. Eu não sei quem há-de enfrentar o Rusev, porque o Angle ainda está na TNA, o Rock se lutar na ‘Mania é não é contra um jovem e o Cena não ia lutar pelo segundo ano consequtivo contra um jovem, apesar de ele ter estado a elevar jovens nos últimos anos (Punk, Ziggler, Bryan, Wyatt, Ambrose).

    • José Sousa - há 2 anos

      Sem dúvida. Eu não achava mal ele lutar pelo titulo dos Estados Unidos, mas isso implicava perder antes do evento. E aquela personagem pede invencibilidade até á Wrestlemania, mesmo que implique claramente perder no evento. Eu pessoalmente gostaria mais que fosse o Angle.

  2. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    “Smoke and Mirrors”, paragem obrigatória ao Sábado. Mais um bom artigo mas vamos ao que interessa.

    Qual a tua opinião sobre o Rusev? Quais as principais virtudes e defeitos da sua personagem e construção até agora?

    Eu gosto bastante do Rusev. Pessoalmente sou fã da utilização da actualidade politica e social no Wrestling, concordo com o Eric Bishoff, a controvérsia dá dinheiro. É irónico que numa péssima ase criativa da WWE, que vai sobrevivendo graças aos últimos 3 que referiste como figuras da semana, um personagem esteja a ser tão bem construido e a WWE tenha resistido desta vez e não tenha cometido o crime de lesa-majestade que cometeu com um dos maiores vilões do século XXI, o saudoso Muhammad Hassan. Teve pressões nesse sentido naquela grande promo da Lana sobre o avião da Ucrânia.
    O único defeito no personagem foi aquela estranha mudança de nacionalidade. De repente deixou de ser búlgaro…
    Como personagem gosto bastante, deu para entender, como wrestler também. Lembra-me o Umaga, demasiado rápido e ágil para o tamanho que tem e muito boa técnica e pelos vistos sabe falar, apesar de o fazer pouco.

    Qual dos cenários traçados para a Mania parece-te o mais ajustado?

    Primeiro devo dizer que discordo do que dizes do titulo dos EUA. Penso que seria essencial no personagem, brilhante em termos de booking e por ser feito sem que ele perca e tenha um combate interessante contra um grande nome. Bastava que no caminho para a Wrestlemania fosse marcado um combate com mais participantes (triple-threat ou four way), que levasse a que um dos outros dois conseguisse e sofresse o pin, levando a que o Rusev perdesse o titulo sem ter qualquer influência disso.
    Isso levaria a uma promo anti-americana do Rusev e da Lana, desta vez ainda mais indignados e à interrupção por esse tal grande nome, sem que existisse um rematch. Se o Orton não a teve e foi campeão da WWE…
    Quanto a nomes, não vejo o Kurt Angle como hipótese válida, ao contrários do que toda a gente diz. Afinal de contas ele já nem na TNA luta, por alguma razão será.
    Penso que a WWE escolherá o Cena, pois irá pela lógica do marine, o grande herói americano contra o malvado russo.
    O The Rock seria interessante mas já bastou há uns anos ele voltar para derrotar o super-homem e no ano a seguir ser logo campeão.
    O ideal seria o “American Badass”, mas infelizmente esse personagem não existe há anos, já não consegue pisar um ringue sem ir para o estaleiro e já acabaram com a streak, é pena. Talvez o Sting fosse interessante, embora os seus combates já não fossem grande coisa, ou um Brock Lesnar face, mas ele anda ocupado…em casa…com o cinto de campeão…enfim…
    Sinceramente nem sei em termos de nomes quem seria adequado. Infelizmente a WWE não tem criado estrelas como deve ser e os adversários adequados estão velhos ou reformados.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

    Concordo sim senhor. No entanto eu não vejo a vantagem de separar a Wyatt family, nem vão salvar o Bray Wyatt com estas vingnettes.

    • José Sousa - há 2 anos

      Primeiro de tudo muito obrigado por gostares do meu espaço. Eu acho muito interessante a ideia de ser campeão dos Estados Unidos, apenas não vejo a WWE com inteligência para o construir de forma credível como campeão, e sobretudo apresentar um sucessor, que no teu cenário seria alguém tipo Sami Zayn( só não sei é se a WWE o quer valorizar).

  3. Zé Tomé Dias - há 2 anos

    Gostei deste artigo, não só como falar daquilo que é o rusev como também de como poderia ser o seu futuro.

    Gosto do rusev, por vários motivos: para alguém do tamanho dele, luta bem; tem destaque com a submissão dele; tem uma excelente manager (lana) ao seu lado; a sua gimkick tem funcionado e bem. Pena não ter rivais que o façam valer a sério (embora o swagger tenha sido uma boa escolha quando precisava de uma rivalidade) e a streak dele podia ter outra qualidade, mas não deixa de ser uma boa figura da wwe.

    Para a WM, seria melhor vê-lo lutar por um título secundário (o dos EUA serve bem), contra o angle, por causa da gimkick dele e porque, tal como disseste e bem, o angle é bom a valorizar novos talentos.

    Estou de acordo com com os destaques da semana, o último raw teve bons acontecimentos

    • José Sousa - há 2 anos

      Sim o Angle é uma melhor aposta exactamente pelos motivos que referes. Apenas tenho duvidas que ele volte mesmo á WWE, embora gostasse muito que isso acontecesse.

  4. felipe - há 2 anos

    Gostaria q rusev enfrentace hulk hogan em uma luta na wm

  5. Fast07 - há 2 anos

    Seria legal ele perder pro Swagger na WM, o Rusev venceria todo mundo até lá, enquanto Swagger “dava um tempo” nas lutas para se preparar para enfrentar o russo e aí quando voltasse, confrontava Rusev e fazia promos pedindo mais uma chance ao povo americano, pois agora ele não iria decepcionar e no combate os dois faziam uma luta bem equilibrada, com Swagger vencendo “na raça” o combate

    • José Sousa - há 2 anos

      Até que nem seria uma má ideia. Mas tenho muitas dúvidas que isso aconteça, como é obvio.

      • Fast07 - há 2 anos

        Só espero que ele não tenha que enfrentar o Cena e acabe tendo o mesmo fim que o Bray Wyatt.

  6. TheRock - há 2 anos

    Penso que não falaram o que na minha opinião dava um bom combate.Rusev vs Sheamus pelo Titulo dos Estados Unidos na WM

  7. MicaelDuarte - há 2 anos

    Excelente artigo.

    Eu gosto do Rusev e acho que ele tem potencial para ser um nome importante. No entanto, não vejo este tipo de personagem com gás suficiente para durar muito tempo, isto é, o Rusev terá que passar por uma reformulação de personagem daqui a uns tempos.

    O Rusev já deveria ter vencido o título dos Estado Unidos. Tal como já havia comentado noutras vezes, não vejo problema no facto de o Sheamus não ser americano, portanto, acho que uma feud entre os dois já deveria ter começado. Seria um contraste entre alguém que respeita os Estados Unidos e admira a forma como os americanos o acolheram, em oposição a um monstro que odeia essa nação. Simples e eficaz.

    No que toca à WrestleMania, acho a 3ª hipótese a mais viável, embora, ao mesmo tempo, a mais perigosa.

    • José Sousa - há 2 anos

      Concordo contigo, aliás eu também acho que o USA Title seria uma boa escolha. Apenas acho a menos provável, aliás a mais é a que referes, mas é igualmente a mais arriscada.

  8. John_3:16 - há 2 anos

    Gostei do teu artigo, o que tenho a dizer é muito rapido, primeiro não gostava que o Cena enfrentasse o Rusev, coitado do homem, mais uma vez o cena ia fazer uma coisa que sabe fazer tão bem com os jovens…
    A personagem está interessante, bem como esta streak, acho que isto pede mesmo Angle na wrestlemania.

    • José Sousa - há 2 anos

      Exactamente. O Cena não têm nada a ganhar ao ser o herói que derrubou o Rusev, sinceramente o ideal seria alguém tipo o Swagger ou o Ziggler, ou alguém jovem que ficasse como importante por ter vencido o Rusev.

      • John_3:16 - há 2 anos

        Achas que eles vão meter 2 homens a vencer o Rusev, tipo so com um handicao match é que se vence o homem ?

  9. Galloway - há 2 anos

    Eu acho que o Rusev já devia ter ganho o Usa Title e tê-lo transformado no Russian Title ou assim.

    Não faz sentido o Sheamus continuar como campeão, quase sem defendê-lo, e podia dar um push, tanto ao título como ao próprio Rusev.

    O mais lógico foi meter o Rusev em feud com o Real American, mas por mim era o Swagger que acabava com a streak dele, mas como já foi derrotado, seria um voltar atrás que não abonaria muito a favor do “russo”.

    O USA Title continuaria a dar o heat que o Rusev necessita para continuar a desenvolver a sua personagem, mas depois disso, apenas vejo ou um grande nome a vencê-lo, mesmo sem o título em jogo, ou como disseste num Triple Threat ou numa Fatal 4 Way, ou o próprio Swagger a resgatar o título.

    O Angle é uma utopia, os seus tempos dentro do ringue já acabaram, assim como a sua condição física para o fazer.

    Acabará por ser o Cena a derrotar o Rusev pela primeira vez, é a minha aposta.

    • José Sousa - há 2 anos

      Concordo contigo em tudo, mas o facto de ser o Cena não é grande coisa. Será quase como quando o Hogan venceu o Sgt.Slaughter quando ele era “pró Iraque” ninguém beneficiou com a vitoria menos o ego do Hogan.

      • Galloway - há 2 anos

        Nem disse que era grande coisa, aliás, nem sou a favor disso.

        Só mostra que têm que ser sempre os mesmos a ser os salvadores da pátria, ou neste caso, o mesmo.

  10. danielLP21 - há 2 anos

    Gostei bastante do artigo, José.

    Eu já tinha pensado exactamente naquilo que o Don Ricardo Corleone escreveu: a conquista do Título dos EUA não implica que o Rusev tenha que ser derrotado para perder o título. Basta que façam um combate com mais do que dois intervenientes pelo título, com o título a mudar de mãos sem ser ele a sofrer o “pin”. Claro que o novo campeão não seria o herói que derrotou o russo num “one on one”, e isso podia prejudicar esse novo campeão, mas na perspectiva do Rusev não beliscaria em nada o seu ímpeto.

    Gostava de saber porque carga d’água uma derrota para o The Rock ou para o Kurt Angle não o iria descredibilizar,e o simples facto de lutar contra um deles seria sinal que a WWE quer apostar nele como um “main-eventer”, mas uma derrota com o Cena iria fazer-lhe mal. Para mim, não deve ser o Cena pelo simples facto de que ele não precisa disto para nada. Usem alguém que necessite deste feito! Usem alguém que daqui a uns anos pode gabar-se de ter sido o primeiro a derrotar o Rusev, e não banalizar o feito utilizando alguém que já ganhou múltiplos títulos e que está em final de carreira ou em part-time.

    Convém que seja um americano a acabar com esta “streak”, e as minhas opções são: Dolph Ziggler, Damien Sandow, Roman Reigns, Dean Ambrose e, porque não, o próprio Jack Swagger.

    Por fim, dizer apenas que estamos aqui com muita conversa, mas se for preciso ele é derrotado num PPV menor ou num programa semanal e na WrestleMania está num combate de menor importância. Basta para tal que o Vince McMahon desista de mais um brinquedo. E não é nada de estranhar se isso acontecer, embora eu ache que o segmento com o Rock é, de facto, uma prova de que a WWE quer apostar a sério nele, porque estou certo de que este segmento teve impacto na imprensa americana. Imagino as notícias do regresso do actor Dwayne Johnson à WWE para enfrentar a dupla russa que tem tido uma atitude xenófoba para com os americanos. Acho que é isso que a WWE quer para o Rusev: mediatismo.

    • José Sousa - há 2 anos

      Concordo contigo. Sim teve algum impacto nas Noticias de desporto de alguns sites, aliás o Rusev e a Lana já tinham sido alvo de piados e abordagem em Talk shows de comédia americanos de grande relevo. Por isso o booking dele resulta porque como dizes é mediático e é isso que faz com que não desistam dele para já. Quanto a quem devia derrubar concordo, claro que não é o mais provável mas concordo.

    • Miguel Carlos - há 2 anos

      Concordo totalmente. A WWE devia aproveitar esta streak do Rusev (assim como devia ter aproveitado a do Undertaker, apesar de na minha opinião não ser muito grave) para elevar um jovem, sem desvalorizar muito o Rusev. Para quê estar a chamar Kurt Angles e etc… Mas,infelizmente, duvido muito que a WWE siga esse caminho.

  11. Vinícius Nunes - há 2 anos

    Bom artigo José, eu gosto muito do Rusev muito por me lembrar o Umaga, na questão velocidade e força e brutalidade, porém não vejo o búlgaro tão animalesco como era o samoano, o que faz com que minha conexão enquanto fã com o Rusev não seja tão grande…

    O booking dele está muito bom e ele tem muitas possibilidades, seria legal se ele vencesse o Cena na Wrestlemania, mas acho que isso é praticamente impossível, enfim, espero que ele tenha um bom futuro, a personagem dele é muito boa e não deve ser desperdiçada.

    • José Sousa - há 2 anos

      Muito obrigado Vinícius. Ele não é tão animalesco porque o booking não é tão direcionado para esse lado. Mas sinceramente a personagem dele pede uma derrota na Mania, só que claro que perder com o Cena não fará nada de mais, nem acrescentará nada á carreira do Cena.

  12. Diogo7 - há 2 anos

    Excelente artigo, José.

    Ao inicio não estava com grandes expectativas para o Rusev porque pensava que a WWE ia fazer dele um Tensai. Passado 6 meses, não tenho queixas relativamente à construção do Rusev, pois tem sido quase perfeita. Venceu alguns adversários credíveis como o Big E, Jack Swagger e Mark Henry. Admito que até queria que fosse o Swagger a quebrar a “streak” no SummerSlam porque pensava que era uma “Flag Match” e era um grande PPV, mas já que isso não aconteceu, que acabem a “streak” na WrestleMania.

    Já te tinha dito que gostava que ele fosse US Champion, mesmo que fosse contra o Sheamus, que é irlandês. Fazia aquilo que o Micael disse no seu comentário em relação a esta “feud” pelo US Title. Agora não sei é como ele iria perder o Título…

    Em relação aos seus adversários na WM, gostava que fosse o Kurt Angle ou o Rock. Parecem-me que ambas as opções são pouco prováveis. O seu adversário vai ser, provavelmente, o John Cena (infelizmente). Acho que o Rusev vai ser enterrado depois dessa “feud”, tal como foi o Bray Wyatt…

  13. Tiagotellirko - há 2 anos

    E que tal um regresso do HBK aos palcos da WM :p
    Um ultimo combate para ele , e assim ele acabaria com a streak :D.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador