Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Smoke and Mirrors #212 – Tables, Ladders and London

Esta é uma semana que será marcada por dois eventos especiais da WWE, pronto um é mais do que o outro. Em todo o caso e apesar do menor interesse do produto do main-roster neste momento, este Domingo será o último PPV do ano da WWE e aquele que antecede o Royal Rumble.

Porém, a verdade é que por mais que o card até possa nos dar bons combates, ele não nos conta grandes histórias, ou pelo menos as que estão a ser contadas não são suficientemente fortes para vender um PPV com estipulação. Ou seja, alguns dos combates que terão estipulação especial terão apenas porque o PPV pede que assim seja, e não propriamente porque a história em causa o pede, e isso acaba por enfraquecer o combate e o evento.

Já no caso do Takeover de Londres as expectativas são bem mais elevadas do que para o TLC, não fosse este um especial do NXT e o primeiro que acontecerá fora de território americano, algo que só fortalece o estatuto do NXT.

Além disso, estamos perante um card bem interessante mesmo que não tenha à partida um combate que possa vir a ser um clássico (exceptuando Joe vs Bálor). Mesmo assim motivos de interesse são muitos: Emma vs Asuka, Corbin vs Apollo Crews, o possível regresso de Sami Zayn, e ainda a curiosidade de se conhecer o verdadeiro potencial de Nia Jax.

Por isso mesmo esta edição do Smoke and Mirrors será dedicada à antevisão dos dois eventos de final de ano da WWE: TLC e Takeover Londres.

Sem informação de novos combates ( Breeze vs Ziggler,), o evento começará possivelmente com o Ladder Match pelo título de Tag Team, no qual os New Day irão tentar defender o seu reinado contra os Usos e os Lucha Dragons. Este combate poderá ser potencialmente um dos mais interessantes do evento, não propriamente pela história por detrás dele, mas sobretudo pelo potencial técnico que contém.

Aliás, nem podemos dizer que este combate terá propriamente uma rivalidade enorme por detrás dela. Basicamente temos os campeões que sendo heels que são das coisas mais interessantes, se não a única, que a WWE nos apresenta. Do outro lado temos duas equipas que apesar de serem relativamente populares, não têm o momentum necessário para derrubar os actuais campeões.

Claro que com esta estipulação a possibilidade dos New Day perderem os títulos é real, e esse cenário é bastante provável que aconteça já neste Domingo. Não que seja o resultado ideal, porque não o é, mas em todo o caso não ficaria surpreendido caso a WWE desse os títulos aos Usos amanhã, mesmo que preferisse que essa troca acontecesse apenas na Road to Wrestlemania ou mesmo após a mesma. Em todo o caso, e apesar dessa troca ser real acredito que a WWE irá manter o título nos New Day num combate de escadote.

S&M Odds: New Day 40%; Usos 35%; Lucha Dragons 25%

A noite prosseguirá com o embate pelo título dos Estados Unidos entre Alberto Del Rio e Jack Swagger num Chairs Match. Este é claramente mais um caso do booking desleixado da WWE, porque isto começou por ser uma rivalidade que envolvia um conflito entre Zeb Colter e Jack Swagger, e acabou por ser apenas mais uma. Apenas mais uma rivalidade sem sal, e apenas mais uma ronda de algo que já tínhamos visto há anos atrás.

Em resumo esta rivalidade não teve interesse algum, tal como a aliança de Zeb Colter com Del Rio acabou por ser uma desilusão total, não existindo praticamente nada de positivo a extrair da mesma. Aliás, esta rivalidade só poderia ter resultado caso a aliança MexAmerica tivesse resultado, no entanto ela falhou em toda a escala, e por isso é que a separação de Del Rio e Colter foi algo que só o irá beneficiar mesmo que não tenha feito nada pela rivalidade, nem sequer pela credibilidade do título.

Em todo em caso, e sem que exista grande justificação para esta estipulação neste combate, a verdade é que espero que este seja um combate relativamente aceitável do ponto de vista técnico, mesmo que tenha um resultado previsível e não conte grande história. Aliás não existe nenhuma história para ser contada aqui, este é um combate é certo que Del Rio irá defender e continuará como campeão dos Estados Unidos no final do mesmo.

S&M Odds: Alberto Del Rio 75% ; Jack Swagger 25%

O evento prosseguirá com o combate entre Charlotte e Paige pelo título de Divas, naquela que será a rematch do combate do Survivor Series. Porém, neste caso não creio que se justificasse muito novo combate entre estas duas competidoras, dado que Paige perdeu o último combate por submissão. Mas como a WWE não queria arriscar já na Becky ou na Sasha, acabou por manter a rivalidade do evento anterior até porque não compensava mudar em apenas três semanas.

Todavia, e como referi na anterior edição do Smoke and Mirrors, o reinado da Charlotte não tem sido o mais cativante, e para isso tem ajudado e muito um booking que expõe excessivamente a sua dependência do seu pai, e sobretudo as suas fraquezas. Quanto à Paige, ela bem tentou apimentar a rivalidade, mas isso é impossível mesmo que esta tenha ficado ligeiramente mais pessoal depois do estalo a Ric Flair.

Mesmo assim, e como em todas as rivalidades mais “pessoais” só vejo um resultado possível: Vitória clara da campeã. E dificilmente não será assim, e é bem provável que isso ocorra depois de uma ajuda por via do seu pai, tudo para que se comece a contar a história da próxima rivalidade para o Royal Rumble que possivelmente será contra a Becky Lynch.

S&M Odds: Paige 15% ; Charlotte 85%

A meio do evento temos o confronto entre Ryback e Rusev, numa rivalidade que se iniciou num Miz TV e que nos deu dois combate relativamente aceitáveis, mas sem qualquer interesse no que ao desenvolvimento de personagem diz respeito. Na verdade, não vi qualquer lógica nesta rivalidade pelo menos no que diz respeito à forma como a mesma se iniciou, e duvido que ela se alongue muito mais do que o TLC.

Por isso mesmo, espero que este combate não seja muito longo e que seja minimamente aceitável do ponto de vista qualitativo. Quanto ao vencedor a minha aposta vai para uma vitória de Rusev com ajuda da Lana, até porque este combate marca o regresso da dupla em PPV e duvido que a WWE não dê a vitória ao Búlgaro neste cenário.

S&M Odds : Rusev 65% ; Ryback 35%

O combate que se segue é o confronto entre Dean Ambrose e Kevin Owens pelo título Intercontinental, naquele que será a defesa mais difícil do reinado de Owens até agora. Ou pelo menos assim podia e deveria ser, não tivesse sido a construção deste combate praticamente inexistente.

E quando temos dois nomes como estes, com a capacidade de fazer excelentes promos, parece-me um desperdício não utilizar esse factor a favor do combate criando ainda mais hype para o combate. E se isto nem prejudica muito o reinado do Owens ou mesmo a sua credibilidade, a verdade é que o Ambrose teve um 2015 muito apagado e longe do seu potencial, e em parte isso acontece devido ao booking que também não o protegeu e valorizou o suficiente.

Quanto ao combate propriamente dito acredito que seja novamente um dos melhores combates da noite, tal como no Survivor Series. Mas ao contrário desse evento o vencedor deverá ser Kevin Owens, uma vez que considero bastante provável que o conservem campeão até à Wrestlemania para o tal combate com Zayn, tal como venho a referir há já alguns meses.

S&M Odds : Kevin Owens 65%; Dean Ambrose 35%

Antes do main-event temos o Tables Elimination Match entre a Wyatt Family e a agora chamada Team Extreme ( Dudleys, Rhyno e Tommy Dreamer). Esta será possivelmente a batalha na qual o público irá mais estar activo, nem que seja pelo facto de envolver veteranos da ECW, e possivelmente porque assistiremos a alguns spots interessantes neste combate.

E isso é bem possível mesmo que esta rivalidade não tenha sido construída de forma perfeita, porque no contexto actual da WWE isso seria praticamente um milagre. Em todo o caso, esta não deixou de ser a rivalidade com melhor construção deste evento, e por isso será natural se este combate for aquele que mais empolga os fãs.

Quanto ao resultado final, acredito que assistamos a uma vitória da Wyatt Family com o Bray e Braun a serem os últimos sobreviventes da equipa, aliás é bem possível que a WWE tente “valorizar” o Strauman neste combate, mesmo que não veja grande potencial nele. Assim, o papel dos veteranos aqui será de valorizar os jovens talentos, recebendo em troca duas eliminações ( Rowan e Harper) possivelmente através de 3D´s.

S&M Odds: Wyatt Family 60%; Team Extreme 40%

O main-event será o TLC entre Sheamus e Reigns pelo título da WWE, naquela que será a primeira defesa do Sheamus em PPV´ desde do cash-in no Survivor Series. Todavia, ele parte para esta defesa com pouca credibilidade, mesmo depois da formação da sua stable ( A League of Nations).

Aliás, não deixou de ser parvo ver o campeão da WWE sair quase sempre por baixo dos principais segmentos contra Reigns. Primeiro porque essa situação não beneficia em nada o Reigns e o seu processo de afirmação na WWE. Segundo porque esse tipo de booking torna o resultado final do combate de Domingo ainda mais previsível, o que faz com que o evento não venda tanto.

A verdade é que todos sabemos que o Sheamus vai defender com ajuda dos seus aliados, (que estranhamente não o auxiliaram na Raw), criando mais um obstáculo no inevitável caminho para o título por parte de Reigns. Aliás, ficaria muito surpreendido caso no final do Royal Rumble o Reigns não fosse já o campeão da WWE, uma vez que significaria uma alteração do cenário mais provável para a Wrestlemania.

S&M Odds: Roman Reigns 40%; Sheamus 60%

Mas os eventos da WWE não se esgotam no TLC de Domingo, na próxima quarta-feira temos o especial do NXT em Londres que possivelmente arrancará com o embate entre Apollo Crews e Baron Corbin. Esta rivalidade iniciou-se na Battle Royal para nº1 Contender quando o Apollo venceu a mesma ao eliminar o Corbin, o que levou a que ao mesmo estragasse a oportunidade de Crews pelo título de Finn Bálor.

Este combate apesar não ter tido uma construção muito longa foi construída de forma muito eficaz e com promos e brawls que promoveram este combate de forma muito interessante, aliás como é apanágio do NXT. Este até pode não ser a rivalidade de sonho para muitos fãs, mas ninguém pode afirmar que não foi construída correctamente e que o combate tem bastante potencial.

Assim as minhas expectativas são para que este seja um bom combate, podendo servir como tira-teimas para alguns fãs no que diz respeito à qualidade do Corbin enquanto wrestler. Quanto à vitória final, e apesar dela poder cair para qualquer um dos lados, eu vou apostar na vitória de Apollo Crews pois este parece-me ser uma aposta mais forte para os próximos tempo do NXT do que o Corbin.

S&M Odds : Baron Corbin 40%; Apollo Crews 60%

Segue-se o primeiro combate feminino da noite, onde a recém-chegada Asuka irá confrontar a Emma, dando seguimento à rivalidade que a japonesa têm vindo a desenvolver com ela e com Dana Brooke. Esta rivalidade tem sido muito bem construída, e tem introduzido de forma correcta a personagem da Asuka aos fãs do NXT, começando a conquistá-los completamente.

Claro que em parte a sua fama também a ajudou, mas a verdade é que a forma como está a ser construída têm ajudado bastante. A gimmick de “máquina misteriosa de combate” resulta muito bem, e ajuda a colmatar as lacunas que possuí no inglês. Depois, e como é óbvio a atitude da dupla Emma e Dana também tem ajudado a que esta seja uma rivalidade interessante, e se seja assim uma rampa de lançamento da Asuka.

Desse modo, e esperando que este seja um combate melhor do que o que teve com Dana Brooke no anterior especial, a minha aposta vai claramente para uma vitória da Asuka. Claro que a vitória da Emma nunca seria injusta e premiaria a transformação que sofreu nos últimos meses, mas dificilmente a aposta não irá para uma vitória da japonesa.

S&M Odds : Asuka 85% ; Emma 15%

O Takeover prosseguirá com o primeiro de três combates por títulos, sendo o primeiro deles o combate entre os campeões de Tag Team Dawson e Wilder e a dupla SAWFT do Big Cass e do Enzo Amore. Esta rivalidade embora de curta promoção foi desenvolvida de forma brilhante, e para isso bastou um ataque ao joelho do Big Cass por parte dos campeões. E mesmo não tendo os títulos na altura esse momento tornou este embate muito mais do que um combate por um título.

Este combate é igualmente uma oportunidade de vingança por parte de Enzo e Cass, e tendo em conta a sua popularidade junto dos fãs este pode ser o momento de brilharem, mesmo que alguns considerem que não são “material para campeões” .Do outro lado temos uns campeões de Tag Team que para além de o terem sido recentemente, têm desenvolvido um estilo e postura “Badass” dentro do ringue que aprecio bastante e que gostaria de ver mais algum tempo com os títulos.

Dai esta ser daquelas situações onde qualquer uma das equipas poderá vencer, porque se por um lado faria sentido em termos de história os SAWFT vencerem os títulos. Por outro os Mecanics teriam um reinado curto demais quando possuem potencial para ser desenvolvido. Assim, e sem certezas vou apostar numa vitória dos actuais campeões mesmo que o outro cenário seja perfeitamente possível.

S&M Odds: Mecanics51%; SAWFT 49%

Na noite de Londres segue-se o confronto entre Bayley e Nia Jax pelo título feminino do NXT, naquele que será a grande incógnita da noite. Várias questões se colocam neste combate, e todas elas são pertinentes e poderão indicar-nos o rumo que a companhia irá tomar para a divisão feminina nos próximos meses.

Será que Bayley irá parar Nia Jax? Será que subirá para o main-roster agora ou depois da Wrestlemania? Será Nia Jax capaz de nos surpreender com uma performance de boa qualidade? São essas as questões que este combate nos irá responder, até porque este combate coloca em confronto dois estilos de wrestling muito diferentes.

Se será um bom combate? Acredito mesmo que sim, e que a Nia pode surpreender alguns neste combate, até porque este pode ser o momento em que é coroada como campeã do NXT. E sim vou apostar na vitória dela. E digo isto porque ela está a ser construída como imparável e não faz sentido parar com essa construção agora, até porque sinto que estão a contar uma história onde “ Besta imparável” será derrubada pela Asuka. Claro que posso estar errado, e a Bayley defender e ficar com o título mais tempo, mas começo a ficar a sensação que o tempo da última Four Horsewoman no NXT está se a esgotar.

S&M Odds : Nia Jax 55% ; Bayley 45%

Chegamos assim ao main-event e ao confronto entre Finn Bálor e Samoa Joe pelo título do NXT, num combate que todos já prevíamos que acontecesse neste evento há alguns meses atrás. É verdade que o turn do Joe não aconteceu no torneio, mas nem por isso foi feito de forma brutal, nem deixamos de ter um Samoa Joe absolutamente dominante e com enorme impacto enquanto heel.

Aliás, a rivalidade contou uma história muito interessante e colocou o máximo de interesse no combate de Quarta no máximo. E para isso ajudou e muito a capacidade de representação, e sobretudo a forma como Bálor vendeu os ataques de Joe de modo irrepreensível, criando a ideia que este é imparável.

No entanto, não acredito que o resultado final seja tão imprevisível quanto parece à partida, mesmo que os performers nos apresentem com quase toda a certeza um combate que enorme qualidade. Parece-me quase certo que a vitória irá para Finn Bálor que assim continuará campeão pelo menos até ao próximo especial do NXT já em 2016.

S&M Odds : Finn Bálor 65%; Samoa Joe 35%

O Smoke and Mirrors conclui assim mais uma edição, desta feita mais extensa devido à antevisão de dois eventos, pedindo assim desculpa caso o mesmo seja longo demais. Despeço-me prometendo voltar na próxima semana com novo tema da actualidade do wrestling.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

17 Comentários

  1. Jorge - há 12 meses

    Bom artigo.
    Na minha opinião gostaria de ver a Bayley defender com sucesso o titulo, dar-lhe-ia ainda mais ímpeto para um possível combate no Wrestlemania, claro que depois de perder o titulo para uma enormíssima wrestler como a Asuka. Creio que Bayley vs Asuka, nos poderiam oferecer um possível combate do ano, ao verdadeiro nível dos combates de Divas no NXT.
    Em relação ao titulo do NXT, gostaria que o próximo campeão fosse Hideo Itami, num grande regresso, e usando o GTS para vencer a versão Demon do Finn Bálor.
    Mais uma vez, parabéns pelos grandes artigos.

  2. Cláudio - há 12 meses

    TLC ou Takeover Londres???
    Lógico que será Takeover Londres

  3. FinnBalorFaggot - há 12 meses

    Essas porcentagens estão péssimas cara, me desculpe! Por um acaso você sabe que no Tribute of the Troops todos os campeões com a exceção do New Day apareceram com seus respectivos títulos? Ou seja, 0% de perder. Outro caso é Ryback vs. Rusev, a vitória do Big Guy é certa, pois nesse episodio ele confronta nada mais nada menos que KO e vence a luta entre ambos. Mas e aí, sabe porque citei? Porque o KO estava a falar sobre nacionalidade e que a dele era melhor, então foi interrompido pelo Big Guy e confrontado. Agora, se o Ryback perder para um jobber russo qual moral ele tem pra reclamar com o Owens?
    Ambrose nunca irá ganhar do KEVIN F’N OWENS, o cara só sabe usar variações de lariat e DDT, o gajo é extremamente chato, só tem fangirls e sua gimmick é meio que extravagante e OVERRATED.
    Roman Reigns vai perder também, BELIEVE THAT.

    Já ia me esquecendo : JOE’s GONNA KILL FAGGOT BALOR!

    • José Sousa - há 12 meses

      Caso não tenhas visto bem eu disse que o Sheamus e o Owens vencem. Quanto ao Ambrose é uma questão de opiniões. No que diz respeito ao Ryback, o Tribute não é relevante, por isso a WWE pode colocar qualquer confronto sem que tenha impacto em histórias. Já tivemos Owens vs Ryback suficientes para que isto recomece de novo para o Rumble.

  4. 434 Days - há 12 meses

    Boa antevisão José.

    Em relação ao TLC estou interessado principalmente nos conbates tag team (Títulos e Wyatts vs Extreme) e o KO vs Ambrose, pois penso que serão os pontos altos da noite.

    Quanto ao TakeOver, estou ainda mais ansioso por o evento todo pois a construção foi exemplar mais uma vez. Tenho a mesma opinião que tu acerca da Bayley e espero que o Bálor vs Joe seja brutal.

    • José Sousa - há 12 meses

      Eu percebo que o artigo esteja mais extenso, mas como disse não podia deixar de falar do Takeover até porque é o evento desta semana. Exista alguém que também acha que a Bayley vai perder o titulo para a Nia Jax. E Digo-o não porque o queira, mas porque parece-me o caminho que a WWE vai tomar, só não sei se a Bayley não se perderá se for para o main-roster, mas espero que não.

  5. BRUNOju - há 12 meses

    Excelente artigo José, gostei da ideia de fazer a antevisão dos dois próximos especiais, e não se preocupe que tenha ficado longo, falar do NXT nunca é de mais. Concordo com suas apostas, mas tenho minhas dúvidas.

    Da forma como estão construindo (ou melhor, destruindo) Lana desde o seu regresso, não me surpreenderia se ela fosse acidentalmente atacada e Rusev abandonasse o combate, dando a vitória do Ryback por count-out. O combate de títulos de duplas do Main Roster é o único combate imprevisível da noite, qualquer um dos três possuem chances de ganhar.

    Eu devo ser o único, mas a primeira vista prefiro o Card do TLC do que do Survivor Series. O combate de mesas tem tudo para ser incrível e até “Extreme” XD. Quanto aos outros, vitória certa de Charlotte, Kevin Owens e Sheamus.

    Quanto ao NXT, acho que a WWE vá apostar na “nova geração”, dando o título á Nia Jax depois de um combate dominante (semelhante ao Sami Zayn vs Kevin Owens), a vitória para Apollo Crews, Asuka, os SAWFT como campeões e o MAIN EVENT, não sei. Realmente não sei, estou muito em dúvida, gostaria da vitória de Finn Bálor.

    Poderíamos ter League para o NXT TakeOver: London né?

  6. The Cobra 619 - há 12 meses

    ótimo artigo
    sobre ele ter ficado extenso, pouco importou, o que importa mesmo é o conteúdo que ficou muito bom

  7. Artur - há 12 meses

    Muito bom artigo José, continua assim!

  8. Victor - há 12 meses

    Excelente antevisão José.

    O card do TLC não me interessa em nada (nem mesmo as Divas que geralmente é a divisão que mais gosto) mas, infelizmente vou ter que assistir por ser um fã assíduo da WWE que provavelmente nunca vou parar de acompanhar mesmo com um produto de merda como esse; Concordo com todas as suas previsões, aliás tudo nesse evento é muito previsível, os campeões vão reter, Wyatt Family vencerá e não tenho a mínima ideia do que estão a fazer com Rusev e Lana.

    Já o Takeover London é exatamente o oposto, tenho interesse em todos os combates + as possíveis aparições do William Regal e Sami Zayn; Apollo e Asuka vencem em grandes combates; espero que os Mecanics vençam e que os Jordan & Gable entrem na rota do titulo e que os SAWFT vão (pelo menos tentar) ajudar a divisão de equipes no roster principal; sinceramente espero que a Nia Jax conquiste o titulo, creio que ela poderá um monstro imparável que a Kharma não teve tempo de ser; minha unica grande duvida é no main event, não acho tão impossível que o Finn Bálor perca, até porque com as fracas audiencias do roster principal me leva a crer que vão tentar fazer alguma coisa com os talentos do NXT no main roster com o Bálor incluído nisso, enquanto o Joe poderá rivalizar com o recuperado Hideo Itami pelo titulo do NXT.

  9. RFBM - há 12 meses

    Excelente artigo, apenas não concordo em absoluto com a previsão dos combates Rusev vs. Ryback e Bayley vs. Nia Jax. Parece-me que a aposta no Rusev estagnou à uns meses atrás e não me parece que vença o Ryback este domingo, apesar de achar que seria a melhor opção o búlgaro vencer o Ryback. Também acho que a Bayley irá acabar por conseguir vencer a Nia Jax, simplesmente por acho que será a Asuka a vencê-la e a sua subia ao main-roster apenas irá ocorrer em 2016.

  10. Ryback Rules - há 12 meses

    Dou-vos 100% de certezas que os Usos não ganham os títulos este Domingo.
    Agora vais perguntar porque tenho 100% de certeza…
    A resposta está nesta foto: https://www.instagram.com/p/_DM_rMAFHr/?taken-by=wwe
    (Esta foto é do evento “Tribute to the Troops”. Vê-mos ao meio um militar careca com um dos títulos de tag team ao ombro. E se reparares os Usos não estão na foto. Apenas se encontram presentes os Lucha Dragons e os New Day, por isso ou os Lucha Dragons vão conquistar os títulos ou então os New Day vão reter.)

    • Ryback Rules - há 12 meses

      * E na foto ficam com a certeza que o Kevin Owens vai reter o título. Está presente o campeão atual mas não o desafiante, logo o Owens manteve o título legalmente na sua posse.

    • Artur - há 12 meses

      Sabes que aquilo pode ser uma replica que qualquer fã pode comprar?

      • Ryback Rules - há 12 meses

        Quando são captadas fotos deste tipo, os artigos são todos oficiais incluindo os títulos (cintos).

  11. Dolph Ziggler - há 12 meses

    Bom artigo, José.

    TakeOver > TLC em todos os sentidos. Combates mais interessantes, histórias melhor construídas, dois combates femininos de bastante interesse onde se percebe a narrativa – ao contrário do TLC – e ainda o factor Londres, onde podemos esperar por um público de grande qualidade.

    Já sabes +/- as minhas opiniões acerca de ambos os cards, mas espero que o Samoa Joe ganhe o título.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador