Smoke and Mirrors #243 – 7 Feet Tall Push

Desde do momento em que desceram pela rampa na Raw depois da Wrestlemania que se percebeu que a WWE tinha detonado uma bomba com a dupla de Enzo Amore e Big Cass. A reacção dos fãs superou as expectativas da companhia, e duvido que alguma vez pensassem que a dupla dos ex-NXT tivesse atraído os fãs da forma que atraiu. Seria perfeitamente normal que tivessem uma estreia forte porque ela foi perante fãs que os acompanhavam no NXT, no entanto a forma como os fãs reagem à sua entrada é consistente em qualquer local e isso é revelador da sua popularidade.

E a mesma é transversal a todo o tipo de fãs, sejam eles criança, jovens, adultos ou mulheres. É fácil de gostar desta dupla porque ela é séria quando precisa de ser, e é divertida nos momentos certos. Neste momento Enzo e Cass estão a atingir o potencial que muitos prognosticavam, e é impressionante como o estão fazer sem nenhuma conquista de títulos, embora os mesmos pareçam ser uma inevitabilidade.

O caminho que estão a fazer é em todo similar ao do NXT, mas para que continue a ser um sucesso é fundamental que comecem a ter grandes vitórias, e que as mesmas encaminhem a dupla para um reinado como campeões de equipas. Por mais over que estejam, ou por mais que queiram apostar mais no Big Cass é importante que tenham um reinado enquanto equipa para os credibilizar enquanto performers com relevância na WWE.

Esse momento é algo que não lhes poderá escapar porque essa lacuna pode afectar a sua credibilidade, ao contrário do que aconteceu no NXT. Até porque por mais populares que sejam a WWE tem que capitalizar a sua popularidade ao máximo, e a melhor forma de o fazer é oferecendo um título de Tag Team à dupla (seja o actual ou um novo que seja criado com o Draft).

Eles são uma das estrelas em ascensão na WWE, e gostaria de os ver a serem reconhecidos enquanto par até porque vejo bastante potencial para eles, ora enquanto equipa ou apenas aliança. Aliás, mesmo num futuro push a solo do Big Cass o Enzo poderia desempenhar um papel importante enquanto manager, por mais que ele tenha vontade de ter uma carreira a solo enquanto wrestler.

A verdade é que desde do tempo do NXT que se percebeu que o Big Cass seria o elemento da equipa com maior destaque a solo por vários motivos: melhor wrestler e pelo aspecto físico. Claro que o Enzo é a energia e a voz dos SAWFT, ele é a cara da equipa mas as suas limitações enquanto wrestler fazem dele um activo no qual a WWE poderá ser mais renitente em apostar para voos mais altos a solo.

Não quero com isto dizer que o Cass não tenha boas promos e mérito enquanto wrestler porque tem, mas a verdade é que a equipa neste momento resulta graças ao trabalho e à empatia entre ambos os membros. E resulta porque é notário que estamos perante uma equipa composta por dois amigos, com sonhos e ambições de atingir o reconhecimento enquanto parceiros.

É óbvio que o Draft da próxima terça poderá causar a separação da equipa, contudo acredito que a melhor escolha que a WWE poderá tomar para estes dois performers é mantê-los como equipa e na mesma Brand. Contudo existem vários motivos que fazem desta solução a melhor opção para o Big Cass e para o Enzo Amore.

Em primeiro lugar eles funcionam muito bem como equipa, e acredito que a WWE ainda não esgotou todo o potencial que eles possuem como duo. Existem várias rivalidades que podem ser postas prática pela equipa criativa, sendo uma equipa que apresenta um potencial de vida bastante razoável. E prova disso é forma como resistiram com o mesmo nível de popularidade durante a lesão de Enzo no Payback, por mais que o booking também tenha ajudado nessa situação.

E a decisão de não potenciar o duo seria um erro, sobretudo porque eles antes de efectuarem a aposta no Cass a solo deviam proporcionar um momento de sucesso à dupla. Era justo por tudo o que passaram até chegarem ao main-roster, e pelo facto de terem conquistado a sua popularidade sem nunca terem possuído um título de equipas.

Além disso, é igualmente uma má decisão do ponto de vista empresarial pois não aproveitar a fonte de rendimento que os dois fornecessem é igualmente uma das principais razões pelo qual defendo a continuação desta aliança depois do Draft. Tal como referiram na entrevista ao Michael Cole, eles têm a noção que juntos são uma atracção maior do que separados, e esse argumento é aquele que sustenta a minha opinião.

E por isso mesmo o combate no Battleground não serve para os secundarizar, nem para os desvalorizar. Este é um teste ao modo como se aguentam com uma estrela de topo e sob o holofote de uma rivalidade de main-event. Ou seja este é um teste da WWE para o futuro e simultaneamente para o presente da equipa, e da carreira individual de Enzo e Big Cass.

E estes testes são importantes porque servem como diagnósticos para o futuro, e não necessitam de ter repercussões imediatas. Até porque me parece óbvio que o Big Cass é alguém que ainda não está preparado para uma carreira a solo como main-eventer sem o apoio do Enzo. Até podia resultar como midcarder e como campeão intermédio, mas um push gigante no imediato é a pior coisa que podem fazer à evolução da sua carreira na WWE.

Não nego o seu potencial, aliás ele e Big E são dois bons exemplos de wrestlers com força, talento e carisma que não são provenientes das indys, e isso não representa nada de errado. Até porque nem todos os main-eventers, ou wrestlers com sucesso podem vir das indys, e essa perspectiva limita excessivamente o produto e a diversidade de estilos dos performers, e essa diversidade é aconselhável.

Contudo encontra-se numa fase ainda prematura da sua viagem no main-roster para ser colocado a solo. Aliás, gostaria de ver o Enzo a funcionar enquanto manager dele mesmo nessa fase, primeiro porque ele é dos melhores talkers da WWE e conseguiria fazer do Cass relevante a solo um pouco como o Heyman com o Brock. Em segundo lugar um Enzo Amore manager faria dele das principais figuras da WWE, e se ele quer ter uma carreira de sucesso e de topo na companhia acredito que só o fará enquanto manager.

Não vale a pena iludir alguém e acreditar que a sua carreira a solo será um sucesso porque dificilmente o será. Ele tem o carisma e as promos para ser um sucesso, mas não consegue acompanhar no ringue com a mesma qualidade que possuem nesses atributos. É verdade que evoluiu nesse campo, mas mesmo assim duvido que essa evolução possa fazer dele um futuro main-eventer a solo.

Dai a minha opinião que caso prefiram apostar no Cass a solo, essa aposta não terá de acontecer sem a presença de Enzo ao seu lado, pois ele não é um obstáculo para o sucesso desse push a solo. Aliás, é ele que pode fazer resultar o mesmo e dar-lhe a dimensão que a companhia pretende para o mesmo.

Claro que preferia que permanecessem como equipa, mas não veria qualquer obstáculo à promoção do Cass para outros voos, isto se acontecesse nos moldes que referi anteriormente. Caso contrário arrisca a dizer que a separação dos dois é possivelmente dos poucos erros graves que podem ser feitos no Draft de terça.

Rematando, neste momento a aliança de Enzo e Cass é das principais atracções da WWE e a sua junção a John Cena para o combate contra o Club é prova dessa relevância. E desperdiçar uma equipa face tão over quanto eles é um erro, sobretudo quando existe a possibilidade de separação dos New Day. Seria um rombo enorme para a divisão perder as suas principais equipas faces, e espero que o mesmo não aconteça.

Para a semana o Smoke and Mirrors volta para a antevisão do Battleground, deixando para a semana seguinte a minha análise do que será o Draft da próxima terça-feira.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

10 Comentários

  1. Reigns one versus all - há 5 meses

    Bom artigo,José.

    O Enzo e o Cass sao daquelas equipas em que os 2 se complementam na perfeição.
    O Enzo é um excelente talker,tem promos bastante engraçadas e sérias,consoante o momento.
    O Cass é um bom wrestler,e um powerhouse e é bom nas promos,mas nada conparado com o Enzo neste aspeto.

    Acho que eles continuarão como equipa,até porque não faz sentido criar uma separação ou colocar o Enzo como manager do Cass,pelo menos neste momento,até porque são precisas tag teams.

    Quanto a um possível push individual,acho que o Cass,se houvesse uma separação,teria um push grande,porque tem um físico que agrada ao Vince,é o Enzo andaria um pouco perdido no card da sua brand

  2. Para mim é daquelas duplas para manter durante muito tempo. Podes até ter razão no que escreves mas durante o texto lembrei-me da dupla John Morrisson e The Miz em que se dizia quase o mesmo, que o John Morrison chegava ao main event e o The Miz não ia a lado nenhum, no entanto o The Miz acabou por ter a carreira de maior sucesso na WWE entre a dupla, muito embora tenha estado no topo poucos meses.

  3. 434 Days - há 5 meses

    Bom artigo José.

    O Enzo e Cass são uma equipa muito cativante pois complementam-se muito bem com o carisma de Enzo e o estilo power de Cass. Espero que consigam a grande conquista como tag team pois já há muito que merecem. No futuro o Cass como powerhouse a solo e Enzo como manager dele é uma ideia muito interessante por isso estou de acordo em relação a isso.

  4. RFBM - há 5 meses

    Bom artigo José. Não sendo o maior fã do Enzo e do Cass, acabo por gostar à mesma deles. Acho que combinam enquanto tag team e isso deve-se manter durante anos, na minha opinião. Em relação a uma eventual carreira enquanto main-eventer do Cass, meh… Acho que neste momento há quem mereça muito mais alçar esses voos, e mesmo no mid-card, não gostaria muito de o ver com um título Intercontinental ou dos EUA, é um wrestler que em termos individuais, não me diz muito.

  5. Artur - há 5 meses

    Bom artigo José. Neste momento Enzo e Cass são uma das duplas mais populares (competem com os New Day em popularidade), e tal como tu adorava ver eles a serem campeões de duplas. Não aprovo uma separação deles, afinal fazem só 3 meses que eles subiram e penso que podem mostrar muito mais como equipe.

    Mas não ficaria nada surpreendido caso ambos se separem durante o Draft. Aliás acho que muitas equipes poderão se separar, como os Dudleys e os New Day. Mas enfim, é esperar o Draft que promete ser mágico.

    • José Sousa - há 5 meses

      Mesmo os New Day não gostava de os ver separado neste momento, embora tenha a noção que isso vá acontecer.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador