Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #25 – Heyman represents the Beast

Olá bom fim de semana, nesta semana, decidi abordar no Smoke and Mirrors, o que para me mim foi o momento da semana,o regresso neste último Raw aos programas da WWE do veterano Paul Heyman, enquanto representante de Brock Lesnar. Desse modo procurar-se-á apresentar os pontos positivos e negativos do seu regresso aos ecrãs da WWE, tal como farei uma pequena retrospéctiva do seu passado, para aqueles que não tenham noção desse passado na WWE e no pro-wrestling.

Paul Heyman, é sem dúvida um dos nomes mais incontornáveis do pro-wrestling, sendo um excelente manager, mas igualmente polémico. Mas graças a ele muitas carreiras de alguns wrestlers foram construídas, sobretudo porque como é dotado de excelentes mic skills isso permite auxiliar wrestlers cujo o seu talento é sobretudo no ring, e menos nas palavras. A sua carreira como manager começa a ter maior visibilidade em 1988 quando na WCW, é manager de diversos wrestlers tais como os Original Midnight Express, Mark Callous( mais conhecido na WWE como Undertaker)e ainda os Dangerous Alliance( composto por Madusa como diva assistente, e aind Bobby Eaton, Ravishing Rick Rude, Arn Anderson, Steve Austin e Larry Zbyszko). Isto tudo até 1993 onde é despedido da WCW.

Mas o passo seguinte, foi igualmente marcante pois nesse mesmo ano de 1993 ele vai para Eastern Championship Wrestling, e começa a dar-lhe a roupagem que posteriormente foi conhecida como a ECW( a verdadeira ECW old School e agressiva. Heyman é quase o pai da ECW como a maioria de nós conhece, e assim foi a ECW foi um sucesso até 2001 data do seu primeiro falecimento. As razões andam entre os problemas de partilha de poder de Heyman com outras pessoas, e alguns desentendimentos com Eric Bischoff. A partir de 2001 até 2006 surge enquanto manager na WWE, tendo sido manager de algumas superstars importantes tais como Brock Lesnar e dos Dudleys Brothers. Tendo sido igualmente durante esse período General Manager da Smackdown! Sendo que isto foi apenas um resumo porque a marca de Paul Heyman na WWE, ECW e no pro-Wrestling é enorme.

E segunda quando o vi no ring pensei, o que ele estaria ali a fazer, será que ia apresentar o Lesnar no ring. Mas não ele veio como representante dele para anunciar que ele desistia da WWE( obvio que é storyline). Mas o aparecimento de Heyman como voz do Lesnar enquanto tiver fora dos ecrãs é um excelente ideia da WWE. Porque devido ás óptimas mic skills de Heyman aquilo que transmite passa credibilidade e consegue criar ainda mais heat á volta da personagem heel dele e do wrestler que ele representa, neste caso Lesnar. Sendo que segunda fez o papel dele de forma notável, porque fez uma óptima promo sobre as razões que levavam á saída de Lesnar da WWE, e dessa forma vai ser muito interessante observar o papel de Heyman no desenvolvimento da rivalidade com Triple H. Pois não me admira nada se para a semana tivermos resposta de Triple H ao que Heyman disse em representação de Lesnar.

E creio que estará entregue a Heyman( em nome de Lesnar) e Triple H o desenvolvimento da rivalidade numa primeira fase de forma só verbal, mas mais perto do Summerslam Lesnar regressa para a rivalidade aumentar a sua componente física. E claramente essa conjugação das qualidades verbais de Heyman com as físicas e técnicas de Lesnar enquanto equipa, é uma aposta ganha da WWE porque primeiro não se inventa porque esta dupla já resultou da primeira estadia do Lesnar na WWE, e claramente vai resultar em grande aqui também. É claramente uma simbiose perfeita que vai permitir desenvolver uma grande feud para o Summerslam e onde espero ver um grande combate entre Lesnar e Triple H. só espero que vejamos um Heyman mesmo muito presenta na RAW como representante por forma a apimentar a feud do melhor modo( se possível de forma regular até ao Summerslam).

Bem e assim foi o Smoke And Mirrors desta semana, despeço-me esperando pelo vosso acompanhamento da crônica da próxima semana, que fará a antevisão do Over The limit. Até para semana um abraço.

Pergunta da Semana

Gostaste do regresso de Paul Heyman? Qual será o impacto dele no desenvolvimento da feud Lesnar/Triple H?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

15 Comentários

  1. Gostaste do regresso de Paul Heyman?

    Sinceramente gostei bastante do regresso de Paul Heyman apesar de ser provavel que ele só tenha regressado mesmo para esta feud. Mas tem alguem como ele é sempre excelente e capacidade no micro vai ser brutal. E á muito que se pede o regresso dele à WWE.

    Qual será o impacto dele no desenvolvimento da feud Lesnar/Triple H?

    Sinceramente tenho dúvidas se vai ou não ter impacto. Como Brock Lesnar já esgotou na feud com John Cena as suas aparições é preciso ter alguém que desenvolva a feud por Brock Lesnar e basicamente será essa a função de Heyman. Acredito sim que vá causar alguma controversia mas se calhar nada de muito impacto o suficiente para agarrar as pessoas a esta feud.

    • José Sousa - há 5 anos

      Sim sinceramente também gostei do regresso dele porque é uma exclente manager, e quando pensei no tema do artigo só me ocorreu falar dele, porque pareceu-me o acontecimento da semana na WWE. Sim eu gostava que ele tivesse impacto, como interlectutor do Lesnar até ao Summerslam. nem que seja algumas picardias em promo com o Triple H e pelo menos isso acho que poderemos ter.

      • Ai picardias não temos dúvidas que vai haver até porque o Heyman é uma especie de advogado e já sabemos como são os advogados, resta saber é se essas picardias vão ter impacto. Sinceramente espero que sim porque ele sabe fazer isso resta é saber se a WWE sabe aproveitar isso.

      • José Sousa - há 5 anos

        Sim espero que a WWE saiba aproveitar porque um conflito “advogado” de Lesnar contra o ” chefe” Triple H se for bem feito pode tornar esta feud ainda melhor, e criar maior impacto e expectativa no combate do Summerslam.

      • Um conflito entre Chefe-Advogado é sempre algo excelente e dependendo dos intervinientes da feud torna ainda muito melhor. Falando em nomes como Triple H, Brock Lesnar, Paul Heyman ainda melhor.

      • José Sousa - há 5 anos

        Claro que sim e espero que a WWE aproveite o potencial dos intervenientes. Porque nesse caso teremos uma excelente feud.

  2. João Macedo - há 5 anos

    Como sempre, este artigo aborda o artigo mais apropriado para o momento e isso é de louvar.

    Gostaste do regresso de Paul Heyman?

    Quem não gostou? Já se geravam saudades de o ouvir falar ao microfone e vai ser muito interessante vê-lo envolvido nesta rivalidade.

    Qual será o impacto dele no desenvolvimento da feud Lesnar/Triple H?

    Sinceramente, tudo depende das circunstâncias. Não tenho certeza sobre nada, uma vez que ele ainda fez apenas aquele discurso, que não me parece que gerará, para já, muito impacto. Espero vê-lo muito envolvido nesta rivalidade nas próximas semanas e, consequentemente, causando impacto.

    Fico à espera de mais uma edição de um dos melhores artigos do site.

    • José Sousa - há 5 anos

      Obrigado pelos comentários positivos, e de facto esta semana só me ocorria falar deste tema, estava com dificuldades em pensar no tema do artigo. Mas de facto este foi o evento da semana na WWE.
      Sim para quem já o tinha visto antes é muito bom voltar a ver o Heyman ele é muito bem nas promos e acho que pdoe causar algum impacto não digo gigante, acho que vai depender da resposta do Triple H enquanto chefe, e podes ter a certeza que o Triple H vai responder.

      • João Macedo - há 5 anos

        É muito bom quando temos dois lutadores com picardias, especialmente com as mic skills dos intervenientes. Heyman é conhecido, praticamente e principalmente por isso. Será muito interessante ver o desenrolar desta rivalidade, acho que Heyman veio fornecer uma substância extra à rivalidade, que espera-se que tenha um efeito muito bom.

      • José Sousa - há 5 anos

        Sim o Heyman é exactamente como disseste o extra e um extra muito bom, aliás acima da media em mic skills, por isso acho que só temos ganhar com isso obviamente.

  3. danielLP21 - há 5 anos

    Gostaste do regresso de Paul Heyman?

    Acho que qualquer fã de Wrestling gostou do regresso do Paul Heyman mas infelizmente acho que vai ser por pouco tempo.Eu deixo esta pergunta a quem quiser responder: como é que seria se em vez de termos o actual GM tivéssemos um Paul Heyman como GM?A conclusão à qual eu chego é que seria “um bocado” diferente.E se tívessemos o Paul Heyman no booking da WWE?A WWE devia pensar bem nestas possibilidades.

    Qual será o impacto dele no desenvolvimento da feud Lesnar/Triple H?

    Eu gostava que o impacto dele nesta rivalidade fosse enorme e sincetramente acho que ele vai fazer correr muita tinta,pelo menos tem capacidade para isso,resta saber se a WWE aproveita o talento que o Paul Heyman tem para a confusão.

    • José Sousa - há 5 anos

      Sim sinceramente acharia uma boa ideia apesar de Heyman não ser bom gestor financeiro para gerir uma empresa, nesse tipo de papel ele encaixaria que nem uma luva nesse perfil. Mas com isso não quero desvalorizar o Laurinaitis porque até acho que ele tem estado até bemzinho no papel. Sim espero que aproveitem bem o Heyman para gerar confusão na feud.

      • João Macedo - há 5 anos

        Bem, como disseste que quem quisesse podia responder…concordo com o José, talvez ele não fosse indicado para gerir as finanças da empresa, mas como GM ou booker seria algo mesmo muito interessante de se ver. Tal como o José, não acho que Laurinaitis esteja a desempenhar mal o seu papel, contudo Heyman é Heyman!

      • José Sousa - há 5 anos

        Sim claro que se engana o Laurinaitis engana-se mas pronto ele quando não9 abre a boca até parece credível na sua personagem.

  4. 619 D-generation X - há 5 anos

    que tal outro voltar com Kane,falo de Paul Bearer

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador