Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #37 – Quem serão os seus Herdeiros?

Bem vindos á primeira edição do Smoke and Mirrors do mês de Agosto, e á medida que o clima aquece,também as rivalidades da WWE para o Summerslam também aquecem. Mas esta semana este espaço será especial porque terá um olhar duplo: um olhar no passado e outro no futuro. Assim inspirado pelo que foi a Raw 1000 decidi olhar para aquilo que era a WWE há 10 anos atrás em 2002, e tentar perspectivar quais são as grandes diferenças  no roster da WWE de há 10 anos atrás para o da WWE actual.

Para começar há dez anos atrás a WWE existia com um produto completamente diferente do actual, era bem mais agressivo devido ás influências da Attitude Era, e tínhamos um roster muito maior e sobretudo com muita mais qualidade.Até porque vinhamos de uma altura em que a WWE tinha recebido muitos dos wrestlers que tinham vindo da WCW, e basta conhecer aquilo que era o WCW e qualidade da maioria dos seus wrestlers para perceber que a qualidade dos seus wrestlers era elevada e alguns deles ainda são wrestlers de topo na WWE como Rey Mysterio, Big Show e Chris Jericho, mas igualmente também tivemos vindos da WCW para a WWE wrestlers como Eddie Guerrero, Chris Benoit, Edge e Booker T.

A WWE em 2oo2 era composta por um conjunto de nomes no seu roster capazes de nos dar sempre grandes card e com capacidade de mostrar diversos wrestlers como main-eventers porque qualquer um desses wrestlers, seria capaz de nos apresentar grandes momentos quer nas suas promos quer na qualidade dos combates que nos foi possível ver durante este período. Tendo a maioria deles gimmicks e performances de qualidade elevadas que proporcionavam sempre momentos de grande impacto.

Aliás a quantidade e qualidade do roster era tanta que foi exactamente em 2002 que se fez a extensão para duas brands. Dividindo o roster que antes era  composto por wrestlers do tempo da WWF, da WCW e WCW, em Raw e Smackdown, naquilo que ficou marcado por ser o primeiro draft da história da WWE.

Assim se formos a analisar a composição do main-event da WWE há dez anos atrás é muito fácil de perceber a qualidade que tinha pois tínhamos como main-eventers nomes como: The Rock, Chris Jericho, Triple H,  HBK, Undertaker, Ric Flair, Hulk Hogan( em fase final mas sim), Stone Cold, Undertaker, Big Show,BookerT, Kane, Kurt Angle, Brock Lesnar, Kevin Nash e Scott Hall. Sendo que todos este nomes eram nomes capazes de nos proporcionar grandes combates e main-eventers e quase todos participaram em feuds e combates que irão marcar para sempre o pro-wrestling e a história da WWE aconteça o que venha acontecer no futuro da WWE este nomes que referi marcaram sem dúvida aquela época sendo Rock, Jericho, HBK, Triple H, Undertaker, Lesnar, Stone Cold e Kurt Angle o epítome do top main-event da WWE há dez anos atrás.

A este nomes juntavam-se outros que se encontravam nessa altura em ascensão na empresa nomes nos proporcionavam rivalidades de midcard e pelos títulos intermédios que eram de qualidade muito superior á média dos combates e das feuds por esses títulos da actualidade fora algumas excepções. E só referi estes nomes porque se quisesse referia mais alguns mas ficaria um artigo completo a falar sobre eles porque quase todos que pertenciam a midcard division da WWE em 2002 tinha um nível elevado de qualidade.

Gostaria ainda de referir que nesse roster da WWE naquela altura encontravam-se alguns nomes que continuam activos no pro-wrestling, ou que estiveram até há poucos anos atrás tais como Batista( com a Gimmick de Deacon), Matt Hardy, Jeff Hardy como é óbvio, Albert( actual Tensai), RVD, Chavo Guerrero, The Hurricane e numa fase inicial da sua carreira na WWE John Cena.

Mas outro dos aspectos que tornava 2002 um dos anos em que o roster da WWE era muito mais forte era sem dúvida a sua divisão de Tag Team que era de uma qualidade soberba, e isso reflectia-se em combates e feuds de tag team de qualidade claramente superior ás que são apresentadas actualmente, e não por falta somente de qualidade no actual roster, mas muitas vezes por falta de investimento da WWE.

Mas voltando á divisão de Tag Team do ano de 2002, ela foi composta por Tags míticas do pro-wrestling como Christian e Edge, Dudley Boyz, Hardy Boyz,Hogan e Edge, Booker e Goldust, Anti-Americans,The APA,Tazz e Spike, Billy e Chuck Palombo,Los Guerreros, Angle e Benoit, e Regal e Storm, todas elas tags que nos recordam grandes combates de Tag Team num tempo onde a qualidade dos combates de Tag team na WWE foi muito provavelmente a mais elevada de sempre.

Outra divisão que muito provavelmente também era composta por nomes de melhor qualidade enquanto wrestlers do que na actualidade era a divisão de Divas onde pontificavam nomes como Trish Status, Victoria, Lita, Jazz, Stacy Keibler,Torrie Wilson, Terri, Lilian Garcia,Jacqueline e Dawn Marie, tudo nomes de melhor qualidade que as actuais divas, salvo algumas excepções.

Dez anos depois em alguns casos é dificil encontrar herdeiros no roster da WWE da qualidade que o Roster de há dez anos atrás tinha, muito em parte pela redução na criação de novas superstar de topo na WWE nos últimos dez anos.Temos alguns wrestlers que permanecem na empresa, sendo que parte deles são os main-eventers actuais da WWE. Aliás se formos a observar  o main-event da WWE verificamos que ele é composto por Randy Orton, Rey Mysterio, John Cena, Big Show, Kane, Sheamus, CM Punk, Alberto Del Rio e Daniel Bryan.

Mas tendo sempre em conta  que no caso do Sheamus, Del Rio e Bryan ainda estão a consolidar-se enquanto main-eventers na perspectiva dos fãs, e  mesmo quiçá da própria WWE, mas isso ocorre muito  porque por vezes a própria WWE não aparenta dar grande destaque nem impacto actualmente Del Rio e Bryan enquanto main-eventers, pois coloca os seus combate pelos títulos principais muitas vezes como feud de segundo plano e isso só traz efeitos nefastos na sua consolidação enquanto main-eventers da WWE

A esses todos junto ainda wrestlers da qualidade de Christian e Miz que não sendo estrelas em ascensão, são estrelas cuja a WWE já apostou como grandes possibilidades para main-event mas que por diferentes razões não se encontram nesse mesmo patamar nos dias que correm.

No caso do The Miz muito injustamente porque teve um reinado bastante bom como Campeão da WWE e depois disso a WWE entrou numa fase muito oscilante onde alternou entre dar-lhe alguma importância por vezes, e noutras muito pouca importância. No entanto espero que este reinado como campeão Intercontinental ajude a reabilita-lo e que após este reinado tenha as suas hipóteses pelos títulos mundiais, porque tal como referi em outras circunstâncias o The Miz representa a WWE muito bem, e cada vez mais consegue dar bons combates, e os combates com o Christian são prova disso, o que só comprova que o The Miz actualmente é muito mais que um óptimo wrestler em mic skills, ele igualmente já consegue ter atributos no ring suficientes para nos dar bons combates. E além disso acho que poderá ser dos poucos wrestlers da WWE actualmente que  é um top heel, mas que igualmente poderia ser um top face.

Já oChristian, não se encontra no main-event em parte por culpa própria uma vez que a WWE ficou ressentida com ele após a sua partida para a TNA, e mesmo tendo regressado após isso e tenha tido um excelente reinado como campeão da ECW, quando deu-lhe o  título mundial foi muito mais por causa do Edge, e menos por confiança no seu trabalho como wrestler. Mas se ele poderia ser culpado por essa saída, se a WWE o contratou de novo deveria implicar confiança no Christian porque como wrestler ele tem muito talento, e sem dúvida merecia muito mais reconhecimento por parte da WWE, e devia ter tido um reinado no main-event muito maior, e depois sim fazer o que faz agora que é elevar as superstars  mais jovens.

Além destas superstars temos mais algumas como The Rock, Lesnar, Triple H e Undertaker que surgem em ocasiões mais esporádicas mas que quando aparecem ocupam imediatamente o lugar de main-eventers, com rivalidades e combates de topo nos Big 4 PPV da WWE. Sendo que no caso do Lesnar é mais recente este regresso e apenas se dará neste tipo de eventos, enquanto o Triple H que nesta altura tem um combate contra ele no Summerslam, a presença em combates é cada vez menor devido ao aumento das suas responsabilidades no interior da empresa. Já o The Rock é o The Rock  e concorde-se ou não, eu não concordo mas o seu estatuto é tão grande que tem direito de main-event na Wrestlemania e mesmo de lutar logo pelo título no próximo Royal Rumble ( quando um reinado para ele já não tem importãncia porque não  vai alterarar em nada o seu estatuto). E o Undertaker actualmente fica-se só por aparições especiais e um combate por ano no Wrestlemania para manter viva a sua streak.

Mas estas situações tem claramente duas perspectivas de análise. A primeira claramente positiva pois este nomes ancoram resultados para WWE em termos de lucros e audiências, numa empresa marcada por abandonos de main-eventers nos últimos anos como Batista, HBK e Edge, e todos esses nomes deixaram marcas no poder do main-event da WWE. Mas por outro lado estes regressos implicam um lado negativo pois a WWEivas de análise. A primeira claramente positiva pois este nomes ancoram resultados para WWE em termos de lucros e audiências, numa empresa marcada por abandonos de main-eventers nos últimos anos como Batista, HBK e Edge, e todos esses nomes deixaram marcas no poder do main-event da WWE. Mas por outro lado estes regressos implicam um lado negativo pois a WWE á medida que socorre-se sempre aos mesmo no main-event, os novos talentos cada vez mais vêem adiados os seus sonhos de chegarem ao topo, sendo que muitos deles já justificavam essa mesma aposta por parte da WWE.

Outro dos aspectos que temos que analisar é a Streak do Taker que foi durante estes dez anos que se tornou mais épica pois enfrentou os seus maiores desafios e melhores combates por essa mesma streak. E desse modo a grande questão da WWE na Wrestlemania será o que fazer quando o Taker se reformar, porque uma gimmick como a dele não terá herdeiro, o que a WWE tem que se preocupar é posteriormente criar estrelas ou combates de igual impacto que permitam sustentar a longo prazo o sucesso da Wrestlemania.

Quantos ás restantes divisões, o actual roster tem bons wrestlers e com talento para nos dar excelentes combates e feud sobretudo no midcard( quando digo isto estou incluo a  ascensão de algun talentos do novo NXT),mas que igualmente também temos alguns wrestlers de menor qualidade que há dez anos atrás como são casos claros de Johnny Curtis, Slater, Otunga, e JTG, sobretudo estes que considero já estarem a tempo a mais na WWE.Mas sem dúvida que é uma divisão com menor atenção actualmente muito por culpa da aposta na WWE em não ter brand split, e como é obvio o midcard e o os seus títulos são sem dúvida dos maiores prejudicados com esta situação.

Sobre a divisão de Tag Team eu já abordei essa questão há algumas edições atrás, e tal como referi na altura eu repito que disse na altura. A divisão pode não ter nomes com tanto impacto e talento quanto tinham há dez anos atrás, mas também a qualidade não é tão fraca apenas justificava-se uma aposta maior da WWE na divisão e construção e promoção das equipas que compõem a actual divisão de Tag Team.

Já a divisão feminina é claramente mais fraca devido á aposta sobretudo em super-modelos no entanto nomes como Beth Pheonix, AJ, Layla, Natalya e Tamina garantam qualidade mas parece-me insuficiente e gostaria que o Triple H fosse buscar mais Divas ás Indy ou mesmo das que sairam da TNA nos últimos tempos pois garantiam um melhoria dos roster feminino da WWE, que posteriormente também teria ser acompanhada essa melhoria da qualidade com uma maior promoção de feuds e de combates de Divas nos programas da WWE.

Agora olhando em concreto para aqueles que considero serem os herdeiros dos main-eventers dos wrestlers de há dez anos atrás temos como herdeiros de Stone Cold claramente CM Punk e Randy Orton são os que mais se aproximam mais desse estilo de Stone Cold sendo que qualquer um deles é polémico, sendo que no caso do Orton mais quando é heel, mas no caso do Punk ele consegue sempre ser atrevido e em termos de promos aproxima-se muito mais de Stone Cold que o próprio Orton.

Mas falando de outros casos wrestlers como McGillicutty, Justin Gabriel, Tyson Kidd podem perfeitamente tornarem-se herdeiros dos elementos dos rosters de há dez anos atrás mesmo que alguns deles fiquem só pelo midcard. E o mesmo se aplica alguns wrestlers do midcard como Ryder, e outros membros das tags teams actuais além de alguns a serem promovidos da FCW para o NXT que poderiam caso a WWE quisesse dar-nos boas rivalidades e sucederem não diria logo com o mesmo impacto e qualidade mas que poderiam dar uma boa nova geração de midcards para a actual WWE.

Jásobre os futuros main-eventers eles são alguns deles são faceis de se detectar e são nomes como Dolph Ziggler, Wade Barrett e Cody Rhodes que fazem sem dúvida parte do futuro do main-event da WWE, sendo que no caso do Ziggler já se encontra encaminhado para o main-event, no caso do Barrett a sua Barrage deverá ter continuidade nos próximos tempos assim que regressar deverá ter prioridade no que diz respeito aos push para main-event. Adiando dessa forma o push para main-event do Cody Rhodes que na minha opinião deveria passar esse tempo até atingir o patamar de topo com feuds com wrestlers já estabelecidos, mas receio que lhe possa acontecer o que aconteceu ao Miz e durante o resto de ano ande meio perdido no roster e em rivalidades mais fracas na WWE.

Além destes temos outros wrestlers que até poderão atingir o main-event um dia mais tarde como é o caso do Sin Cara que poderia merecer o main-event mas precisa de um processo de adaptação ao wrestling americano maior e uma transição com o Rey Mysterio poderia ser-lhe muito útil. Outro wrestler que se encontra no limbo e que merecia ser main-eventer pelo talento demonstrado nos Legacy era o Ted di Biase, e mesmo quem sabe num futuro próximo wrestlers como Ryback, Damien Sandow, Antonio Cesaro e mesmo Dean Ambrose cujas as esperanças são muito elevadas por parte de muitos  fãs da WWE.

Sendo que uma aposta nos wrestlers que referi permitiam á WWE ter uma boa perspectiva de um futuro a curto prazo com um produto mais atractivo e com melhor qualidades, e sem duvida que existem wrestlers que podem ser os herdeiros do roster de 2002, basta a WWE apostar forte nos wrestlers certos do roster actual que podemos ter momentos épicos e daqui a dez anos quando forem celebrados grandes momentos na Raw que envolvam alguns wrestlers da nova geração, porque alguns deles justificam exactamente que possam poder vir a ser wrestlers estabelecidos na WWE daqui há dez anos.

Bem e assim concluo a edição desta semana do Smoke and Mirrors, despeço-me desejando um resto de bom fim de semana e de  boas férias( para quem as tiver), e prometendo voltar para semana no mesmo dia e no mesmo sitio o Wrestling.Pt.

Perguntas da Semana

Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002?

Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

44 Comentários

  1. chico wwe - há 4 anos

    grande artigo.
    esta um espetaculo
    continuem assim

  2. danielLP21 - há 4 anos

    Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002?

    Tal como disseste no artigo,asmaiores diferenças são a qualidade da divisão de Divas,a falta de investimento na divisão de Tag Team e a qualidade do roster,embora neste aspecto eu ache que o maior problema está no aproveitamento dos mid-carders (que são bons) e na falta da qualidade do low-card,já que há 10 anos atrás até o low-card nos dava grandes combates.

    Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vir a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas.

    Concordo com as tuas escolhas,tirando a parte de o Randy Orton ser comparável ao Stone Cold,acho que não têm nada a ver um com o outro. O CM Punk sem dúvida que dá para comparar com o Stone Cold,já que ambos são os típicos anti-heróis sem papas na língua.

    Só uma correcção: o Edge não foi da WCW para a WWF.

    • Gman - há 4 anos

      Mas Daniel, vendo os pontos que disse haver grande diferença de 2002 pra agora, me giga, o que de bom há na atualidade da WWE?

      Só por agora, com relação ao artigo, ver Senhores como Sandow, Ziggler, Rollins me da um arrepio na espinha!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Há muita coisa boa na WWE hoje em dia,eu não sou daqueles que acha que a WWE hoje é uma porcaria e blá blá blá.

        Em termos de talento eu penso que a WWE não tem muitas diferenças comparando com 2002,simplesmente há menos aproveitamento.

        Há 10 anos os melhores eram aqueles nos quais se investia mais e hoje em dia aposta-se naqueles que dão mais dinheiro e naqueles que o público mais novo quer ver,que não são,na maior parte,os melhores (Santino,Zack Ryder,etc…)

        Um das coisas que eu odeio na WWE hoje em dia são as redes sociais e o aexagero do seu uso,irrita-me muito.

      • icaro - há 4 anos

        Esta a comparar Zack com santino não achas que ele não deveria esta na sua sitação

      • José Sousa - há 4 anos

        Sim sem dúvida que tens razão a diferença está no investimento nos reais talentos, porque na maioria ele não é pior que há dez anos atrás é apenas pior utilizado. A escolha de 2002 não foi inocente já te tinha dito que começei a ver wrestling e WWE mais a serio nesse ano. O ojectivo era mesmo comparar as diferenças do tempo em que começei a ver WWE e agora.

    • José Sousa - há 4 anos

      Sim concordo contigo Daniel é sobretudo mais uma questão de aproveitamento, porque qualidade mesmo no NXT para subir ao roster principal e dar bons combates midcard e low card temos só não tem existido um investimento da WWE para que exista o devido aproveitamento deste mesmo roster. O que nos leva como muitas outras vezes á questão do fim da brand split que prejudica esta situação, mas isso já eu e tu debatemos outras vezes e concordamos que esse ponto prejudica todas as divisões da WWE abaixo do main-event.

      Sim o ponto mais parecido do Orton com o Stone Cold é mais o finisher e um pouco a atitude heel de oportunista, mas de resto o Punk é mais parecido e faço questão de o sublinhar.

      Sim tens razão o Edge subiu a WWE sem ser pela WCW, perdeu por esse erro.

      • José Sousa - há 4 anos

        Perdão pelo erro Daniel.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Mesmo o finisher não é muito semelhante (penso que estejas a falar da execução repentina do mesmo),e não considero a atitude Heel nada parecida,até porque o Stone Cold como Heel não era muito diferente do Steve Austin como Face.

        Não faz mal como é óbvio,simplesmente alguém podia ficar induzido em erro.

        De resto,o artigo é um dos melhores que já fizeste.

      • José Sousa - há 4 anos

        Obrigado por gostarem, pelo menos eu esforço por captar a vossa atenção sem voces eu não seria possivel o espaço continuar. Mas eu também senti-me muito bem a fazer o texto, e garanto-te que decidi isto só na quarta e até lá não sabia o que ia fazer esta semana.
        Sim tens razão agora que o Orton é melhor a heel é sem dúvida.Sim o finiisher do Orton é mais parecido com o do Diamond Dallas Page.

  3. Mister m - há 4 anos

    Bom artigo.

    -Do roster de 2002 destaco Triple H. Shawn michaels, The Undertaker, Brock lesnar, Eddie guerrero, Edge, The Rock, Stone cold Steve austin, Jeff hardy, Chris benoit, Kurt abgle, Bradshaw.
    -No roster mais .recento destaco Cm punk, Daniel bryan, Randy orton, alberto del rio, The miz, John cena, Sheamus.(Estes serao herdeiros do roster de 2002 de certeza)

    Acho que a maioria dos wrestlers que referiste vao sê-lo, vou falar dos outros que tambem referiste mas ainda nao sao main eventers
    ou já foram.
    -Ted diBiase jr.: Ele e muito talento e acho que tem capacidades para ser main eventer, mas têm andado desaparecido(acho que tá lesionado).
    -McGillicutty, Zack ryder, Tyson kidd, justin gabriel e Antonio cesaro:
    Se a WWE os por a lutar nas brands principais(excepção de cesaro, que po enquanto ainda ta na smackdown) e nao nos superstars e NXT, terão futuro.
    -Damien Sandow: Certamente que o será(na minha opinião) tem excelentes mic skills e in ring skills mas, têm de no por em combates mais decentes.
    -Sin cara: Este é um caso diferente pois enquanto nao se adaptar ao estilo americano nao terá tantas hipoteses, mas acredito que o conseguirá.

    • José Sousa - há 4 anos

      Concordo com as tuas escolhas de gostos em cada um dos anos acho que qualquer um deles eram dos melhores naquela altura, e mesmo agora
      Sobre os restantes concordo eu acho o Di Biase com tanto potencial como o Rhodes só não ainda o demonstrou desde que acabou os Legacy.

      Desses que eu referi eu disse o Ryder porque sei que ele tem talento mas desses destacaria claremente o Kidd e Cesaro, e o Mcgillicutty. Do Sandow eu não tenho dúvidas Mister, o Sin Cara é a questão da adaptação e enquanto não for resolvida será complicado.

  4. Frederico_WWE - há 4 anos

    Artigo fabuloso um tema inesperado mas que surpreende pela positiva!

    Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002?
    São enormes as diferenças por exemplo havia mid carders em 2002 que eram melhores que main eventers de hoje em dia e penso que isso diz tudo…
    Relação qualidade/quantidade era muito maior há 10 anos atrás aliás era tanta que como dizes teve que se acabar por fazer 2 brands que durante anos ambas conseguiram ter quase a mesma qualidade.
    Há um aspecto curioso que é havia tag teams tão boas como Edge e Christian, Booker e Goldust, Angle e Benoit, APA ou os Hardy Boyz em que pelo menos um membro de cada tag team tinha potencial para chegar facilmente ao main event!
    A Royal Rumble de 2012 é o espelho perfeito de como o roster tem menos qualidade e soluções hoje em dia ao menos fez se uma nova estrela o “Sheamus”…

    Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas?

    Numa primeira linha CM Punk, Randy Orton, Dolph Ziggler, Wade Barrett e Cody Rhodes têm potencial para serem muito grandes sendo que os dois primeiros que referi já o são mas isso depende tudo da forma como a WWE os usar senão não passam de lutadores com potencial e capacidade e mais nada…

    Sin Cara e McGillicutty nunca passarão do mid card…
    Justin Gabriel e Tyson Kidd para se tornarem êxitos têm que se juntar e dar espectáculo na divisão tag team fazendo um percurso tipo Hardy Boyz e tal…

    Damien Sandow vejo ali algo muito bom no seu futuro daqui a anos possivel main eventer e o mesmo se aplica a Ryback, Seth Rollins ou Dean Ambrose mas a WWE tem que ter muita cabeça!
    Antonio Cesaro é bom mas desconfio porque para mim ele entrou mal na WWE com a Aksana que não faz sentido depois de vez em quando deixa de aparecer por isso não vejo em breve muitos êxitos para ele.

    • José Sousa - há 4 anos

      Acho que os aspectos relativos ao roster de 2002 que eu referi que sublinhas são tão claros e quase que fica-se sem argumentos, é que aquela divisão de Tag Team é a melhor da história da WWE, porque eram nomes carismáticos mas que davam combates brutais.

      Sobre o roster actual os nomes que dizem não se debate que são e serão main-event durante os próxima década na sua grande maioria. eu aí tal como disse no artigo acrescentava o Miz e o Bryan mas isso é por gosto pessoal( e espero que a WWE não faça borrada com eles).

      McGillicutty sim primeiro midcard depois subir só se surpreender mas te-lo como bom midcard é melhor que ouvir que o Mahal tem potencial para top main-event e a WWE gostar do Slater( o Michael é melhor que os dois e já o provou).

      Sobre o Kidd e Gabriel concordo primeiro criar impacto como tag até porque ajudava uma divisão muito adormecida na WWE.

      Os outros todos eu confio muito desde que a WWE tenha cabeça, o Cesaro a unica coisa que não me agrada é a Aksana mas isso depois podem descarta-la deles passado uns tempos porque ele talento que sobra tem.
      Do NXT e que quero ver no midcard em breve é o Leo Kruger, o Steamboat,Bray Wyatt e o Ohno são wrestlers a observar( sobretudo este).

      • José Sousa - há 4 anos

        Sobre o Tema eu sei que foi inesperado, mas foi intencional porque esta semana sentia que nenhum tema actual ia fazer dar uma pedrada no charco e esta semana apeteceu-me mesmo fazer isso.

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        Venham mais ideias destas então José :D
        Olha em breve podes fazer um artigo dos GM’s da Raw e SmackDown tipo aspectos positivos e negativos das escolhas de ambos…

      • José Sousa - há 4 anos

        Olha porque não, para a semana já tenho o tema definido só não posso dizer já mas tem haver com actualidade. A ideia veio meio da semana eu tava sem ideias ao início e de repente é que lembrei por isso, nem eu sei mas mal pensei o tema na minha cabeça fez sentido.Sobre os GM eu também já pensei mas vou esperar mais umas semanas para avaliar com mais argumentos uma semana é pouco ainda. Ah tal como os GM tenho reservado outro sobre o novo NXT ,mas esse só farei quando for emitido os episodios com o torneio do título.Mas queria fazer uma pequena análise aos elementos do roster do NXT( sim porque aquilo já é praticamente a terceira brand da WWE)

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        Muito bem és organizado também sou assim penso muito nas coisas antes de as fazer.

      • José Sousa - há 4 anos

        Não consigo ser de outra forma, claro que na maioria das situações se surgir algo na WWE que mude uma rivalidade é motivo de artigo. Tal como o artigo sobre a stable da TNA, primeiro quero conhecer bem a stable antes de falar sobre ela.

  5. Dolph Ziggler - há 4 anos

    Mais um excelente artigo José. Sinceramente, este foi o que me deu mais prazer ler!

    Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002?

    A diferença é grande pois há 10 anos atrás o roster que a WWE tinha era muito grande e tinha muitos main-eventers que nos garantiam sempre um ótimo card em qualquer PPV e nos proporcionavam sempre combates históricos. O midcard daquela altura era bastante forte e os títulos importavam para a WWE, e com isso faziam os wrestlers do midcard aproximarem-se da qualidade que os wrestlers que o main-event tinham. Aliás, muito dos midcarders que a WWE tinha naquela altura, eram main-eventers com este roster que a WWE hoje em dia tem. Falo de wrestlers como Jeff Hardy. Matt Hardy, Christian, X-Pac e mesmo Edge que naquela altura ainda andava no midcard. Ou seja, o roster era muito forte e o midcard era muito bem trabalhado, o que faria com que o midcard não estivesse muito longe da qualidade do main-event. Hoje em dia, a WWE não quer saber do midcard, não quer saber dos títulos secundários e só pensa no main-event. Até lá, temos que ir levando com o Santino a jobbar para o del Rio e para o Cesaro, tendo ele um título. É deprimente!

    Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas?

    Sem dúvida que muitos dos wrestlers que tu referiste no artigo podem ser sem dúvidas herdeiros dos wrestlers que tinhamos no roster de 2002. Neste monento os main-eventers são: CM Punk, John Cena, Daniel Bryan, Randy Orton, Rey Mysterio, Big Show, Kane e Alberto del Rio. Alguns ainda estão a tentar consolidar-se no main-event mas para mim eles já o são. Falo do del Rio e do Daniel Bryan. Quanto a futuros main-eventers temos neste momento o Dolph Ziggler, Cody Rhodes, Wade Barret, Ryback, Damien Sandow e até quem sabe o Sin Cara. Ou seja, temos uma boa qualidade de wrestlers no roster mas o problema vai ser sempre a maneira como a WWE os vai usar para chegar a tal patamar. Eu até poderia por o Christian como main-eventers mas infelizmente não é por causa da WWE. Ele, sem dúvidas, que era main-eventer fácil nesta altura do campeonato. Portanto, temos aqui excelentes wrestlers, que bem usados e bem construidos(como o Ryback está a ser) podem ser herdeiros dos wrestlers de 2002, não dúvido.

    Bom domingo para ti também e desculpa as respostas tão longas :)

    • Dolph Ziggler - há 4 anos

      Bom domingo não, bom fim-de-semana. Hoje não sei porque mas penso que é domingo :/

    • José Sousa - há 4 anos

      Muito obrigado, eu quis fazer algo diferente esta semana até porque sentia que não existia nenhum assunto esta semana com impacto suficiente,então optei mais por ir por um conceito diferente esta semana.
      Sim a importancia que a WWE dá aos títulos secundários tem sido pouca, a parte do Santino jobbar para o Cesaro não me importo, até quero é que o Cesaro ganhe o título ao Santino para o título ficar credível de novo. Mas sim sem brand split o main-event concentra muitas atenções por vezes até demais dificultando a progressão na carreira dos outros wrestlers do roster e o atraso na subida ao main-event do Rhodes é prova disso.
      Sobre o que dizes concordo o problema tem estado mais na forma como se tem construído os main-eventers porque a qualidade está lá, alguns deles só não estão lá porque a WWE ainda não quis.

      • Dolph Ziggler - há 4 anos

        Exato. Eu tenho medo que a WWE caía em esquecimento de wrestlers como o Cody Rhodes, Ted DiBiase e Damien Sandow. Quanto ao último, a WWE já tem dado sinais de confiar nele depois de o terem metido num segmento com os DX. O Cody Rhodes agora está um bocado perdido na road to SummerSlam mas espero que depois disso voltem a usá-lo como deve ser. Uma das pessoas que tenho bastante receio que a WWE se esqueça é o Dean Ambrose. Fabuloso no micro e no ringue como deves saber e já está há algum tempo para fazer o debut mas nunca mais se falou. Espero que não desperdiçem este homem!

      • José Sousa - há 4 anos

        Isso todos nós temos mas o Rhodes não acredito que caia em esquecimento pode é ver adiado a subida ao main-event ou pelo menos a chegada a títulos de topo mas que vai chegar vai. O Sandow com o uso certo, as rivalidades certas e sem pressas também confio bastante no futuro dele, aliás quando se dá uma gimmick destas a alguem ja se percebe que a WWE confia nele.
        Sobre o Ambrose prefiro que demore e quando vier venha com uma gimmick e uma storyline definida do que andar por ali perdido ao inicio.

      • Dolph Ziggler - há 4 anos

        Mas há tanto tempo que já falam do debut do Dean Ambrose, já deveriam ter qualquer coisa defenida para ele. Mas como tu disseste, mais vale demorar mais um bocado e depois entrar com storyline e destino defenido do que andar perdido no roster. Espero bem que com este tempo todo a WWE prepare qualquer coisa de muito bom porque estamos a precisar.

      • José Sousa - há 4 anos

        Sim mas era sobretudo rumores, a minha esperança é que ele faça parte de uma possível stable do Punk, com evoluir da rivalidade do Punk com o Cena. Mas se for para estar perdido prefiro que demore mais um pouco.

    • danielLP21 - há 4 anos

      Esqueceste-te do Sheamus como Main-Eventer xD

      • Dolph Ziggler - há 4 anos

        Do Sheamus e do Chris Jericho. Obrigado por me lembrares.

  6. GJD - há 4 anos

    Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002? Antigamente tinhamos mais possibilidades de Main event e um mid card muito melhor, antes poderiamos ter lutas pelo USA championship como Kurt Angle vs Brooker T vs RVD VS CENA hoje temos Santino vs Jack Swagger, e principalmente a divisão de divas que hoje é composta na maioria por modelos.

    Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas?
    Concordo, mas para serem herdeiros precisam ter reinados credíveis , lutas na wrestlemania que durem mais do que 18 segundos, não sofrerem derrotas para Brodus Clay ou Santino .

    • José Sousa - há 4 anos

      sim sem dúvida mas talentos a WWE até tem só não os usa bem, e como já disse em outros artigos o fim da Brand Split não veio ajudar. Quanto ás Divas apenas um milagre pode melhorar aquela divisão muito honestamente.
      Mesmo o talento existe mas o Bryan não merecia aquilo na Wrestlemania como não merece esta picardia com o Sheen a única coisa que a picardia poderá ser boa é a popularidade do Sheen fazer o Bryan mais estrela da WWE, se for uma picardia para promover o Bryan e o programa do Sheen e não acabar em feud, até poderá ser algo que acho suportável.

      • GJD - há 4 anos

        Concordo, exemplos de lutadores que não tem espaço :Hunico, Drew , Tyson Kidd( que merece muito mais do que estão fazendo) , Jack Swagger de campeão para derrota em 6 segundos para Brodus Clay , Justin Gabriel , Alex Riley que consegue excelente reação do público( em uma luta no superstars ele o Rhodes diveram reação do público dignas de luta antes do Main event do Raw ) .
        O GRANDE PROBLEMA DA DIVISÃO DE DIVAS DA WWE, É QUE A PRÓPRIA WWE NÃO ESTÁ QUERENDO FAZER MUDANÇAS, DEIXA A KHARMA SAIR ( ELA PODE ESTAR ABALADA PSICOLOGICAMENTE MAS NÃO CUSTA NADA ESPERAR ) , as dançarinas do Brodus Clay tem mais tempo do que a própria campeã da divisão , vemos a campeã perdendo no Wrestlemania para uma artista machucada , precisaria inicialmente de uma antiga campeã como LITA para tomar conta , depois fazer uma garinpada nas indys e contratar garotas que sabem lutar como Paige , AJ e não modelos que querem aparecer na televisão ,quando acabar essa batalha contra a TNA contratar lutadoras que sairam da TNA como Angelina Love e Velvet Sky , dar tempo de antena como 1 luta no novo programa , 1 luta no superstars , 1 luta no raw , 1 no smackdown , 1 no NXT .

      • José Sousa - há 4 anos

        Sim em termos de qualidade a serio a divisão mais fraca é a das Divas, as outras apenas mal utilizadas. Fora a Layla, Natalya, Beth, e no máximo Tamina e AJ não temos melhor, a Kharma sinceramente merecia uma explicação o que se passou porque foi parvo depois do hype que lhe dão e do regresso brutal no Rumble. Sem isso espero que umas das ex-TNA tipo Angelina ou a Velvet venham salvar a divisão.

  7. 619 D-generation X - há 4 anos

    Acho que Drew McIntyre seria o herdeiro ideal de HBK,mas ele não esta sendo bem uitilizado como foi em 2010

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida que o Drew não está a ver ser respeitado o seu talento, e se não souberem fazer melhor deixem-no ir embora que ele na TNA é aproveitado sem dúvida. Mas por um erro de nada o Mcintyre ser logo assim tratado também acho parvo, porque ele é dos melhores talentos da WWE ainda por explodir para voos mais altos.

  8. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Ótimo artigo em um tema muito legal, a WWE em 2002 estava em grande fase, tinha muitos talentos, os que citaste são dos melhores wrestlers de sempre como: Stone Cold, Undertaker, HBK, Chris Jericho, Chris Benoit, Kurt Angle, Triple H, Eddie Guerrero, Kane…

    Sobre a pergunta, acho que as diferenças: são o aproveitamento das estrelas, a divisão feminina e a divisão de tag, mas que esta pra mim tá voltando a ter algum destaque…

    Concordo com os herdeiros e vou citar pra mim os wreslters que mais gosto na atualidade da WWE e que podem ser esses herdeiros: The Miz, CM Punk, Randy Orton, Christian, Alberto Del Rio, Sheamus, John Cena, Dolph Ziggler, Wade Barret, Tyson Kidd, Cody Rhodes, Justin Gabriel e Damien Sandow… Eles tem muita capacidade para ser main-eventers, muito deles os são, e os outros só precisam do push certo…

    • Vinícius Nunes - há 4 anos

      Esqueci do D.Bryan…

    • José Sousa - há 4 anos

      Sim eu acho que o problema está no aproveitamento, as tag de facto está a melhorar mas a feminina sem a Kharma está perdida já nem temos contender, nem defesa pelo título há um mês pelo menos.
      Tipo quando digo herdeiros muitos encaixam-se porque podem ser nas divisões de Tag e no midcard, porque nem todos podem ser top, mas mesmo o midcard pode ser sempre melhor e voltar dar-nos combates brutais como já deram no passado.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Me lembro da época em que USA Title era um título extremamente difícil de se ganhar, com lutadores bons na busca deste, hoje temos que aturar Josh Matthews elogiar o “grande trabalho” de Santino como campeão e seu “reinado fantástico”….

      • José Sousa - há 4 anos

        Sim é verdade mas o elogio ao Santino não é culpa do Josh ele como trabalhador da empresa é obrigado a elogia-lo, tal como Lawler eu sei que nos irrita, mas eles sendo faces não iam atacar um campeão face. Infelizmente mas é verdade, mas esperemos que o Cesaro no máximo no Summerslam ganhe o título e ele começe a ser respeitado.

  9. franciscoxb - há 4 anos

    e mais uma grande edição do smoke and mirous dos melhores que ja li.passando as perguntas

    1-Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002.Eu encontro várias.
    o roster de hoje em dia nao tinha aqele estilo hardcore a maneira de ser acho o roster antigo muito mais carismatico do que o de agora.Tambem a wwe nao facilita muito a criação de estrelas.deixaram fugir dois grandes talentos john morrison e ted dibisse.Parece que agora as coisas se estam a recompor.há estrelas do presente como por exemplo:cm punk,dolph zieegler,cody rhodes d-y bryan,the miz,wade barret e randy orton há e nao esquecer o sheamus e o alberto del rio
    As superstars que eu falo no futuro e quando eu digo futuro sao daki as 1 ou 2 anos por exemplo:daniew shandow,tyson kidd,ryback,antonio cesaro e o dean ambrose essas poderam ser as superstars que no futuro poderam lutar por um titulo principal deve-se dar mais desenvolvimento da suprstar e parece que a wwe o esta a dar portanto esta nova geração tem tudo par dar certo

    2-Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002.Sim acho que tem tudo para dar certo depende e de que forma é que a wWe os vai utilizar

    • José Sousa - há 4 anos

      Pois lá está o problema actual não é so o hardcore, é mais o mau aproveitamento dos talentos do midcard que sem brands split tem muitas mais dificuldades em crescerem, mas que temos talentos bons temos apenas depende da forma como a WWE poderá utiliza-los

  10. Master of Chaos - há 4 anos

    Excelente artigo José.

    1) Quais as grandes diferenças que encontras no Roster actual da WWE em relação ao de 2002?
    R:. Existe uma enorme diferença, pois este roster atual não é lá tão bom como o antigo. O de 2002 era muito mais reforçado, como Edge e Undertaker, Eddie Guerrero e Kurt Angle todos em ação. Este de agora não se compara ao antigo, mesmo que alguns destes lutadores sejam bons, nunca chegarão aos pés de certos lutadores como SCSA, The Rock, Edge e Undertaker.

    2) Consideras que os wrestlers que foram referidos poderão vira a ser bons herdeiros do roster de 2002? Diz porque razões concordas ou discordas?
    R:. Concordo que o Cesaro tem muito talento e merecia mesmo uma chance maior nesta empresa, pois na verdade, ele tem chances de se tornar um lutador inesquecível como foi Eddie Guerrero. Dolph Ziggler só não pode começar a ser desperdiçado como é o que acontece com todos os jovens talentos nesta empresa. Outro que acho que poderá ter um enorme sucesso na WWE, é o Damien Sandow, que já me provou desde a FCW que tem um futuro brilhante se for aproveitado.

    • José Sousa - há 4 anos

      Obrigado Master, e sim concordo contigo acho que o Ziggler, Sandow e Cesaro são dos melhores novos talentos da WWE. O Ziggler está no caminho ( espero eu da confirmação) a rivalidade com o Jericho está a ser bastante boa, e a coloca-lo ainda mais over só espero que o cash in seja feito de forma inteligente.
      Já o Cesaro e o Sandow tal como tu já os conhecia antes e no ring não me surpreendem no Cesaro só tirava a Aksana de resto gosto das qualidades dele como wrestler. O Sandow só tem uma das melhores gimmicks da actualidade da Smackdown e espero que esta rivalidade com o Clay seja ela a sair por cima e não o Clay.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador