Smoke and Mirrors #45 – Have a nice day!

Bom fim-de-semana e sejam muito bem-vindos é edição nº45 do Smoke And Mirrors, que esta semana irá ser pouco PG. E digo isto porque a edição desta semana será dedicada a uma retrospectiva da carreira de uma lenda que teve em destaque na última Raw, por outras palavras esta semana iremos analisar os altos e baixos da carreira da “ Hardcore Legend” Mick Foley, e todas as suas facetas assim como o seu desempenho naqueles segmentos com CM Punk na passada segunda-feira.

Falar de Mick Foley é difícil, porque torna-se complicado sintetizar tudo o que pode ser deito sobre cada uma das suas personagens, porque cada uma delas tem a suas especificidades, e na sua altura marcaram a WWE. Aliás um dos melhores elogios que podemos fazer a Foley é a sua capacidade quase camaléonica de adaptação a diferentes personagens e funções, alternando mediante a personagem entre a agressividade, a comédia, ironia e o hardcore, sendo que em qualquer um delas a sua performance pelo menos ao nível do impacto e carisma é algo indiscutível quer se goste ou não de Foley enquanto wrestler no ring. E sem dúvida que é um dos wrestlers que devido às suas diferentes “personas” marcou a Attitude Era da WWF, o título de lenda do Hardcore não surgiu por mero acaso. Por isso seguidamente iremos abordar um pouco cada uma das personagens de Foley e tentar apresentar-vos as principais características, qualidades e defeitos de cada uma delas.

Comecemos pelo Cactus Jack que é a primeira personagem que Foley representa na WCW em 1991, que basicamente era um criminoso procurado do Mexico que tinha um estilo de combate muito agressivo. Aliás é basicamente na WCW que o Cactus Jack tem o maior tempo de longevidade tendo tido excelentes feuds e combate contra wrestlers que todos nós consideramos dos melhores de sempre como são o caso de Vader e Sting com os quais teve feud brutais na WCW, em alturas que ambos eram os campeões mundiais da WCW. Além destas feuds Foley é campeão de Tag Team da ECW enquanto Cactus Jack com Jack Sullivan no ano de 1994, mas passado algum tempo Foley saiu da WCW e ingressou na ECW. E desde daí que só vimos o regresso de Cactus Jack em 1998 quando estreou-se na WWF e ganhou um combate com o seu finisher caracteristico o Piledriver sobre uma table, sendo que essa atitude gerou um “heel turn” de Foley, mas com o aparecimento de Chainsaw Charlie( Terry Funk) a aposta no Cactus desapareceu, mesmo que posteriormente Foley tenha entrado no Rumble com as susa três personagens, e Cactus Jack tenha ganho com Chainsaw Charlie os Tag Team Championship  na Wrestlemania XIV contra os New Age Outlaws, mas na noite perderam para eles os títulos devido ao auxilio do DX aos New Age Outlaws e desde dai que Cactus Jack nunca mais teve muito destaque enquanto uma das personagens de Foley.

Assim a personagem do Cactus Jack apesar de ter o impacto e carisma inerente de ser uma personagem desempenhada por Foley, tinha como principal defeito o facto de não ser uma personagem de topo, porque como surge na WWF depois do Mankind qualquer outra personagem de Foley jamais conseguiria atingir facilmente o impacto de main-event, porque as marcas de Mankind na história da WWE são inegáveis e são parte da lenda do Foley. Claro que o Cactus também teve um papel importante e era sem dúvida bem desempenhada e continuava na senda do Hardcore do Mankind, mas infelizmente pelo menos na WWF ficou na sombra do Mankind, mas também de ressalvar que esta personagem teve grandes combate na WCW e o combate com o Sting no Beach Blast de 1992 é um combate sem dúvida a observar porque é um combate que marca uma feud entre duas lendas do Pro-Wrestling.

Já o Dude Love estreia-se depois de numa entrevista de JR a Mankind terem sido referidas a imagens de uma personagem Hippie que acabou-se por revelar o Dude Love, claramente a personagem mais próxima do humor que Foley teve na sua carreira. E estreia-se ajudando e tornando-se campeão com o rival de Mankind, Stone Cold. Posteriormente a Dude Love e  Austin, juntou-se o Undertaker para os três terem uma feud contra Bret Hart, Owen Hart, e David Boy Smith, os Hart Foundation onde perderam um Flag Match graças á interferência de Brian Pillman em favor dos Hart Foundation.

Além desta feud de destacar igualmente a feud entre Dude Love e Hunter Hearst Helmsley (Triple H), que culminou num Falls Counts Anywhere. Além desta feud gostaria igualmente de destacar positivamente uma vignette genial onde Dude Love e Mankind discutiram, o que se revela a grande capacidade de interpretação de Mick Foley.  Ainda devo acrescentar que Dude Love defrontou Stone Cold no Unforgiven de 1998, enquanto oponente mistério de Stone Cold e no Over The Edge lutou novamente contra Stone Cold e perdeu levando ao “ despedimento” de Dude Love, tendo sido a última vez que Dude Love surgiu nos ecrãs da WWE ou WWF até á sua aparição com Brodus Clay na Raw 1000.

O Dude Love era sem dúvida outra das personagens carismáticas do Foley, uma das que tinha um cariz mais humorístico e muito por causa disso que não lhe deram o título na feud contra Stone Cold, mesmo que Foley tivesse personalidades diferentes, elas todas tinham impacto e conseguia fazer com que o nível dos combates fosse sempre agressivo e Hardcore. Aliás é um dos aspectos mais positivos do Dude Love é que mesmo sendo popular e com uma música muito dançável era agressivo no ring e dava bons combates ao contrário do que actualmente faz Brodus Clay que tende para ter um papel mais forte no entretenimento do que na qualidade e agressividade no ring. E com Foley e Dude Love tínhamos isso entretenimento nas promos, mas depois no ring tínhamos agressividade e essa era uma das marcas mais importantes da Atitude Era, era a capacidade de conciliar entretenimento e qualidade dos combates com agressividade. E o Dude Love é sem dúvida um belo exemplo dessa boa conjugação desses dois factores.

O Mankind foi sem dúvidas a gimmick mais marcante de Foley na WWE, e uma das personagens mais hardcore da história da empresa. Sendo que se fossemos a fazer um top10 dos melhores combate Hardcore Foley e a sua gimmick Mankind arriscavam-se a aparecer em quase metade dos combates da lista. Mas quando se fala em Attitude Era e combates Hardcore temos que falar de Mankind porque é um dos símbolos dessa era, e do título de Hardcore, que Foley teve por uma vez, sendo o próprio título criado por Vince McMahon de prepóstio para Mankind, que o via como “ pai”, e teve igualmente três títulos da WWF.

Esta personagem estreia na WWF em 1996 na noite após a Wrestlemania e começou imediatamente com uma feud contra o Undertaker. O Mankind era basicamente uma personagem louca, esquizofrénica, que falava com ratos que tinha como amigo o Mr.Socko, que automutilava-se, e que vivia em Boilers Rooms( uma Sala de Caldeira). Sendo que esta feud deu origem ao primeiro Boiler Room Match, que consistia em escapar da Boiler Room e tentar primeiro que adversário (neste caso o Undertaker) tirar a urna a Paul Bearer, que nesta feud traiu o Undertaker e juntou-se a Mankind durante a feud contra Undertaker. Esta feud marcou igualmente o primeiro Buried Alive Match de história da WWF. E quem é que irá esquecer o melhor combate Hell in the Cell de sempre entre eles os dois, e mesmo a grande feud com The Rock, mas igualmente a sua Tag Rocko N´Socko. Por estas razões e mais algumas sem dúvida que o Mankind marcou uma Era na WWF e nesta era, e deu-nos excelentes combates e momentos Hardcore que quer queiramos quer não nunca mais serão repetidos, e por isso falar em aspectos negativos nesta personagem de Foley é quase impossível porque sem dúvida que é uma das personagens heels mais marcantes daquela época. Aliás a importância do Mankind é tanta que o próprio Cody Rhodes já teve uma personagem próxima de Mankind e sobretudo Abyss da TNA é muito inspirado no estilo de personagem e agressividade de Mankind.

Já Foley enquanto a sua própria pessoa nunca teve muito impacto na WWF, os títulos da WWF foram conquistados como Mankind, mas mesmo assim foi GM durante algum tempo, (aliás foi Commisioner). E nesse papel teve feuds entre outros com Edge e Christian e Kurt Angle. Mas foi enquanto Foley que ele mais ajudou na promoção de Edge na empresa, uma vez que ele apenas era ainda um jovem talentoso, e sem dúvida que Foley ajudou no crescimento de Edge rumo ao caminho de lenda que este trilhou. Foley sai da WWE em 2008 quando era comentador com Michael Cole da Smackdown após um ataque de Edge a Foley, a quando da rivalidade com o Undertaker, mas sobre este momento irei falar mais adiante do artigo. Antes do seu regresso á WWE no ano passado Foley teve alguns anos na TNA onde foi Legends Champion e Campeão Mundial da TNA, estando igualmente envolvido em algumas feuds importantes contra Kevin Nash, Sting,e Abyss e igualmente na feud entre o Immortals e os EV 2.0. O regresso  á WWE dá-se em 2011, e desde daí tem participado sobretudo em segmentos de promos ou comédia tendo só lutado no Royal Rumble.

E depois deste percurso todo e inúmeras personagens, é como lenda da WWE que Mick Foley chegou ao ring da Raw na passada segunda-feira para assistirmos novamente a mais um segmento de promos onde um veterano é usado para consolidar ainda mais o heel turn do CM Punk. Sendo que esses segmentos além da boa qualidade das promos por parte de Punk e Foley , teve momentos engraçados como aquele em que Punk diz que não precisa do apoio do fãs para confrontar o Foley , pedindo respeito por Foley. Mas na sua origem foram segmentos onde Foley surgiu para fazer Punk aceitar o desafio de Cena, e para dizer-lhe que só no Hell in The Cell no meio daquele cenário se ganhar e sair campeão ele fica uma lenda tal como Foley ficou aquando do combate com o Undertaker. E no final e depois da “pipebomb” brutal do Cena que uma vez continua o bom trabalho nesta feud, Punk atacou Foley levando ao segmento onde Ryback confrontou Punk. E esta promo teve muito em comum com aquele momento que referi do Edge com ele antes de Edge lutar contra o Undertaker.

Mas vejamos as semelhanças na altura do Edge e a sua feud com o Undertaker foi a altura em que a Rated-R Supertar se tornou definitivamente uma lenda, e cada embate entre eles tornava ainda maior o impacto e o legado brutal do Edge. E tal como nessa altura esta feud de Punk com Heyman ao seu lado pode ajudar a marcar o legado do Punk se ele ganhar no Hell in The Cell torna-se uma lenda, e tal como fez com Edge o Foley puxou por esse lado, típico em heels de topo como era Edge e é Punk o facto de quererem sempre marcar ainda mais impacto e aumentar o seu legado na empresa. Sendo que em tanto no caso do Edge como no do Punk é verdade que ambos são figuras da WWE.

E o que o Foley disse nessa altura, que são feuds e combates deste tipo que marcam uma carreira e tornam-te uma lenda, e na verdade Edge é uma lenda, e outra verdade é que CM Punk também o será. Porque dentro de 20 anos vamos todos nos recordar do privilégio que foi ver alguém como o Punk enquanto wrestler. E esta promo de segunda a provocar o Punk fez-me lembrar a promo com Edge (a última antes de ir para a TNA), onde Edge também atacou o Foley. E perante todas estas semelhanças será que Punk terá ajuda para ganhar á semelhança que o Edge teve (na altura Curt Hawkins e Zack Ryder)? Isso é uma pergunta para a qual ainda não tenho resposta, mas que o Foley ajudou a dar mais um passo na intensidade desta feud ajudou e é de momentos como estes que quero que a WWE continue a presentear-me.

Assim desta forma, o Smoke and Mirrors despede-se por esta semana, prometendo regressar para a semana com a análise de mais um tema da actualidade do pró-wrestling, no mesmo dia e no mesmo local. Bom fim-de-semana e “Have a nice day”!

Perguntas da Semana

Qual  a tua a opinião sobre cada um adas personagens de Foley? e qual gostas mais? E porquê?

Acha que Foley vai ter mais alguma interferência na feud Punk vs Cena?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

14 Comentários

  1. SIMAO ROCK - há 4 anos

    bom artigo, quando FOLEY tava na TNA a TNA certamente era a melhor empresa mundial com muitas lendas da WWF e WCW chamando-se TNA TOP STARS agora parece os top stars estão todos a sair como RIC FLAIR ENTRE OUTROS agora o que está a dar e a WWE marcou-se o return de The Rock em 2010 ou 2011 penso eu EDGE poderá fazer sua Match na Wrestlamania return de Brock Lesnar era bom que outros wrestlers como RVD e Jeff Hardy voltassem mas nunca mais.

    • danielLP21 - há 4 anos

      “EDGE poderá fazer sua Match na Wrestlamania”.

      WTF? Não sabes já que o Edge não pode lutar mais?

      Além disso,escreve-se “WrestleMania” e não essa coisa que tu escreveste para aí.

    • danielLP21 - há 4 anos

      E já agora,uma empresa só é a melhor mundialmente quando tem muitas lendas no plantel? Pelo que eu ouvi dizer,em 2009 e 2010 a TNA teve os seus piores anos e as suas piores histórias,e que eu saiba foi nesses anos que estiveram lá grandes lendas do Wrestling,o que só prova que o facto de haver muitas lendas no roster não quer dizer rigorosamente nada.

    • The Charismatic Enigma - há 4 anos

      EDGE poderá fazer sua Match na Wrestlemania?… Esse comentário teria lógica se fosse até Janeiro de 2011.E Ric Flair foi até bom sair da TNA,pois não acrescentou muita coisa pra companhia.

    • José Sousa - há 4 anos

      Realmente Simão a TNA está muito melhor que nessa altura, nessa altura era horrível podia ter Foley, Booker T, Lashley mas aproveitava mal os seus talentos , e uma storyline tinha transformações absurdas, e um wrestler tinha turns no mesmo mês. Sinceramente a TNA nesse defeito melhorou bastante e felizmente.

      O melhor Foley foi o da WWF na altura da Attitude Era.

  2. Mario Magalhaes - há 4 anos

    Foley é um dos ícones do wrestling e foi responsável por alavancar a cerreira de muitos superstars, ele é um dos símbolos da WWE, tanto que foi assunto pertinente de nossos artigos José, e Foley merece esta homenagem de todos nós.

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida foi mero acaso termos pensado nisto, eu pensei dentro da tua lógica com mais tempo até ao PPV, dá para ter temas mais livres de artigos. E sim quando toda a gente elogia a Atittude Era então tinha mesmo que falar de um dos símbolos dessa Era, e o foley e o Mankind foi um simbolo dessa altura.

  3. danielLP21 - há 4 anos

    – Qual a tua a opinião sobre cada uma das personagens de Foley? E qual gostas mais? E porquê?

    Sinceramente,gostava de ter visto mais do Cactus Jack e do Dude Love,já que não tiveram tanto impacto e importância como o Mankind.
    A minha favorita tem que ser o Mankind,aquelas promos que ele fazia em 1996/1997 eram fantásticas,a voz dele conseguia arrepiar qualquer pessoa. Já para não falar,claro,dos combates lendários que eles nos proporcionou… Há duas semanas atrás estive a ver o King Of The Ring de 1998 e recordei o Hell In A Cell entre ele e o Undertaker,e a interferência de ambos no Main-Event dessa noite,entre Kane e Stone Cold no “First Blood” (noite na qual o Kane ganhou o seu único Título da WWE,perdendo-o na noite seguinte para o Austin).
    Foi nessa noite que o Mick Foley ganhou o respeito de todos,mesmo sendo Heel conseguiu que o JR ficasse do lado dele e contra o que o Undertaker lhe estava a fazer naquele combate.
    Em relação à personagem de Mick Foley,óbvio que a minha melhor recordação é da WrestleMania 22 quando ele lutou com o Edge naquele Hardcore Match. Além disso,também gostei da rivalidade entre ele e o Randy Orton em 2004.
    Resumindo,Mick Foley (incluindo todas as personagens) foi decisivo para a carreira de alguns lutadores,como Edge,Randy Orton,Triple H,The Rock e,até,do Undertaker.

    – Achas que Foley vai ter mais alguma interferência na feud Punk vs Cena?

    Acho que não vai ter mais nenhuma interferência na feud mas o seu nome vai ser mencionado várias vezes até ao Hell In A Cell. A ver vamos se ele aparece mais vezes,mas,repito,acho que não.

    • José Sousa - há 4 anos

      Sme dúvida Daniel aliás a o Mankind como disse no artigo é um simbolo da Attitude Era e tal como tu adorei o combate com o Edge, mas aquele do Mankind com o Taker para mim é o melhor Hell in the Cell da histroia,aliás ainda bem que foi ele a fazer a promo com o Punk para o fazer aceitar o desafio porque se existe alguem o que é criar legado num combate daqueles é o Foley.

  4. Vinícius BullyMiz Nunes - há 4 anos

    Eu gosto de todos os personagens, o que menos gostei foi o Dude Love, e olhe que eu gostava dele, mas pra mim o melhor foi o Makind pois foi o que teve mais impacto, e tinha momentos que eu achava ele engraçado, essa história de falar com ratos e Mr.Socko eram demais. E quando penso em Foley, eu penso em hardcore e penso em como se interpreta bem o personagem, pois o Foley é mesmo competente nessa área como poucos foram, e ele interpretava cada um dos personagens de maneira credível e única, por essas e outras ele é uma das maiores figuras da Attitude Era e da história da WWE.

    Acho que ele não vai mais aparecer, e nem precisa, a promo na última Raw serviu para marcar a sua presença e serviu para apimentar a feud Cena e Punk, e consolidar o segundo como top heel da CIA.

    Grande artigo José, e tenho uma pergunta, não tem nada a ver com o artigo o que achas do primeiro evento do Main-Event, Punk vs Sheamus? Será que Sheamus perde a Steack?

    Quem quiser responder além do José é válido…

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida Vinicius o Mankind até para mim foi a melhor das personagens a pior foi o Dude Love mas é uma pior porque as outras eram geniais. O Foley compensava o facto de não ser o maior talento técnico com grande interpretações e intensidade nos combates, ele é um dos reid do Hardcore e sem dúvida falar em Atittude Era implica também falar dele.

      Quanto á tua pergunta sinceramente nem sei eu quero primeiro ver o programa e depois tirar uma opinião sobre ele, mas uma coisa é certa é que dentro de semanas depois da ter tido tempo para analisar a sério irei fazer um artigo sobre o ” Main Event”. Esse combate espero que o Sheamus perca ou pelo menos que ganhe por DQ porque quero ver o Punk em alta até ao PPV.

      • Vinícius BullyMiz Nunes - há 4 anos

        Eu queria que não tivesse DQ, todo combate champion vs champion, quando são os títulos mundiais, praticamente, acabam por DQ, prefiro que Sheamus vença, de qualquer modo, começa muito bem o programa, espero que depois de um tempo não vire um superstars da vida.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Nem sabia desse combate,que ganhe o Punk…

      • Vinícius BullyMiz Nunes - há 4 anos

        Só fui saber ontem, no twitter, de qualquer forma pra mim foi a melhor maneira de se começar o programa, espero que mantenha o nível nos programas seguintes.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador