Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #78 – Feed Me No More?

Ryan Reeves começa a sua presença na WWE em 2004 com a sua participação no Tough Enough onde chegou aos oito finalista, e mesmo não vencendo o concurso garantiu um contrato de Desenvolvimento na WWE e a sua fome por sucesso no mundo do wrestling  e na WWE não parava de aumentar. Até porque o seu porte físico fazia prometer grandes coisas para a carreira de Reeves, porque como conciliava o físico á altura relativamente elevada(1,88m). E todos nós sabemos que o Vince valoriza muito mais wrestlers deste estilo do que do tipo mais baixo e com excelente capacidade técnica.

No entanto os dois primeiros anos de Reeves na WWE são passados primeiro na DSW até inicio de 2006, e posteriormente na OVW(um dos territórios de desenvolvimento da altura) onde tem o seu primeiro percalço da carreira, um controlo anti-doping positivo que alegou ter ocorrido a uma leitura falsa devido a um componente de um dos suplementos de musculação que estava a tomar na altura. No entanto e apesar da retirada do mercado desses suplementos a suspensão de 30 dias permaneceu inalterável. Aliás para quem queira conhecer melhor este episódio da carreira de Reeves aconselho que pesquisem e visualizem o documentário da CNN:  Death Grip: Inside Pro Wrestling.

Documentário: http://youtube.com/watch?v=DZgI8tlVb1U

Reeves voltou á actividade com a Tag Team com Jon Bloden(os High Dosage) onde destaco a feud pelos títulos de Tag Team da OVW contra os campeões da altura Cody Runnels e Shawn Spears. Mas apesar de tudo o seu percurso continuava oscilante e por isso e depois de dois anos na OVW Reeves é dispensado do contrato de desenvolvimento em 2007. Porém ele voltaria em 2008 á mesma empresa, e com novo contrato de desenvolvimento e nova gimmick( de Terminator e com um nome igual á sua personagem actual) vai para a FCW onde começa por ter uma curta parceria com Sheamus O´Shaunessey, mas este acabou por ser promovido ao roster principal. E com o tempo a WWE abandonou a ideia da gimmick de Terminator, e criou uma personagem de Cowboy para Reeves( Skip Shieffield) e foi com essa personagem que foi chamado para a primeira edição do NXT em 2010.

O seu percurso no NXT foi muito curto aliás nem sequer deu tempo para apresentar a sua personagem, uma vez que foi o primeiro wrestler a ser eliminado da competição na Poll de votação. No entanto, no curto tempo em que esteve no NXT Skip Sheffield teve uma derrota num tag Team match em que lutou ao lado do seu pro William Regal contra Matt Hardy e Justin Gabriel, e uma vitória contra Daniel Bryan(mas também todos venciam o Bryan no NXT). Claro que muitos referem que se o seu pro tivesse sido mesmo MVP que o percurso de Sheffield no NXT seria diferente, mas eu não concordo com isso, porque por si a personagem de Cowboy nunca seria a mais acertada para valorizar o estilo de wrestling de Sheffield. Até porque Regal é um óptimo mentor(que o diga Daniel Bryan), e por isso o problema estava claramente na personagem e não no pro de Sheffield.

Mas com o fim do NXT, dá-se o début no roster principal de Sheffield como membro dos Nexus, e não poderiam ter tido estreia mais marcante do que a que tiveram. Aliás nem vou descrevê-la porque quase todos vós se recordam da quão fantástica foi a estreia dos Nexus. Aliás o grande problema nem foi a estreia, o problema foram os erros de construção que se seguiram porque depois de uma boa fase inicial a WWE cometeu o erro de dar a vitória á Team WWE no Summerslam, começando logo a partir desse momento a destruir todo o ímpeto que os Nexus tinham construído até esse combate.

Debut dos Nexus:

Até porque a WWE tinha conseguido tornar numa ameaça uma stable onde alguns dos wrestlers não tinham grande talento (nomeadamente Otunga, Tarver, Darren Young, e mesmo o Slater). Mas com essa derrota, a imagem deles começou a deteriorar-se e percebia-se que dificilmente a WWE conseguiria recuperar a força da stable. No entanto, admito que nesse combate Sheffield fez coisas positivas contra Morrison e Truth, porém esse combate não foi o que devia ter sido e acaba por ficar marcado pelo regresso de Bryan e por mais um momento do Super-Cena.

Team WWE vs Team Nexus:

Em Agosto Sheffield vê a sua participação nos Nexus concluída após uma lesão grave num House-Show no Havai, num dos momentos mais dolorosos da carreira dele na WWE, uma vez que o forçou a três operações cirúrgicas. Mas aquilo que poderia ter sido o maior azar da carreira dele, acabou por ser um momento que até poderá ter sido benéfico para a carreira dele. Claro que isso implicou um afastamento de mais de um ano, mas também é verdade que quando regressou em 2012 voltou mais forte do que nunca e mais esfomeado por ringues e grandes desafios.

E foi assim que Reeves estreou em 6 de Abril de 2012 na Smackdown, a sua nova personagem: Ryback. Nesse combate ele venceu num squash um lutador amador, e foi esse tipo de desafios básicos que Ryback encontrou até ao Extreme Rules. A partir daí começou a ter squashes nos programas regulares da WWE e em todos os PPV´s contra jobbers como Camacho, Slater, Bateman, Mahal, Curt Hawkins, Tyler Reks entre outros. Claro que isso aconteceu muito por vontade de protecção da personagem para não a colocar com desafios fortes cedo demais, mas também essa protecção teve um lado negativo.

Pois se por um lado foi positivo para WWE criar impacto para Ryback, procurando simultaneamente criar empatia entre ele e o público mas igualmente criar uma streak de invencibilidade em torno da sua personagem. E se o lado da empatia foi conseguido de forma eficaz e a muito custo, e após uma fase onde todos comparavam Ryback a Goldberg, já o lado da streak não foi tão bem conseguido por parte da WWE. Porque se era um facto que depois do Night of Champions Ryback continuava invicto, também era verdade que era contra desafios fáceis e por isso essa streak não estava credibilizada de forma coesa para que Ryback desse o salto para o nível seguinte.

Mas perante a ausência forçada de Cena no Hell in the Cell a WWE foi forçada a um push a Ryback para o main-event que muitos na altura consideraram que foi cedo demais, mas que outros consideraram acertada.  Mas olhando agora com o distanciamento necessário para uma análise acertada vemos que o push para Ryback para o título da WWE foi feito cedo demais. Não digo que perante as escolhas disponíveis que a WWE não tenha feito a única escolha possível na altura perante as interacções que Ryback tinha tido com CM Punk.

Mas a verdade é que toda a construção que a WWE tinha feito com Ryback até ai começava a ser posta em causa, uma vez que estava a colocar a streak em jogo e mais importante que isso colocava a possibilidade de Ryback entrar numa espiral de derrotas que o afastaria da imagem de “Besta dominadora”. Além disso, a WWE arriscou bastante ao colocar o Ryback contra CM Punk pelo título da WWE e logo num Hell in The Cell, e apesar da WWE ter protegido Ryback ao dar-lhe o momento final do PPV também lhe deu a primeira derrota, claro que foi por ajuda de Brad Maddox mas a verdade é que a streak de Ryback tinha fim.

Mas pior que esta derrota foi o que se seguiu no mês seguinte, uma vez que iriamos ver o nascimento de uma nova força dominadora no Survivor Series, força essa que iria eclipsar todo o destaque e domínio de Ryback. Essa força, é como todos sabem os The Shield que inicialmente muitos pensariam que serviviram para valorizar Ryback, acabando por serem no meio do caminho apenas mais umas presas da “fome” de Ryback. Porém a realidade trataria de desmentir essa teória e acabaríamos por assistir no TLC e no Elimination Chamber a uma valorização dos Shield quando todos esperavam que a WWE fosse valorizar Ryback já que tinha perdido todos os seus combates em PPV até á Elimination Chamber, mesmo que tivesse tido destaque no Royal Rumble ao ser o último eliminado.

No entanto e exceptuando o TLC até ao Elimination Chamber, o Ryback não tinha impressionado em nenhum dos combates em que tinha estado presente. Claro que mostrava potencial como powerhouse mas faltava aquela feud que o valorizava, e que o confirmava como uma certeza como main-eventer, e por isso era urgente que tivesse o seu Wrestlemania moment.

E o escolhido para esse momento acabou por ser Mark Henry, mas até nesse aspecto considero que a WWE falhou com Ryback uma vez que acabou por não o valorizar como este merecia. Claro que podem dizer que Ryback teve a sua vingança no final do combate, contudo acho que isso só por si não basta porque Ryback acabava de perder novamente um combate num PPV numa feud que foi muito mal construída na minha opinião.

E esse facto não é apagado por um momento como o que teve no final do combate, mesmo que essa derrota tenha sido para justificar o pseudo-heel turn da noite seguinte. Mesmo perante esse facto não nos podemos esquecer que Ryback não vence um combate em PPV desde do Hell in The Cell, ou seja não venceu nenhuma das feuds que teve e isso na minha opinião tem manchado toda a definição da personagem do Ryback enquanto main-eventer da WWE.

Aliás é a prepósito da feud com John Cena que surge esta reflexão sobre o futuro da personagem de Ryback, uma vez que parece-me que os próximos meses serão bastantes importante para o seu futuro e para sua consolidação enquanto main-eventer. Ou seja estes próximos meses vão definir se Ryback foi mais uma aposta para o main-event que acabou por falhar ou se irá finalmente afirmar-se. E assim e partindo que o seu destino no Extreme Rules é certo, de seguida irei analisar os principais desafios que Ryback irá confrontar-se nos próximos meses e que poderão ajudar a definir se ele será um sucesso ou mais um dos push arriscados que acabaram por falhar.

E será da resposta a essa dúvida que dependerá o futuro de Ryback na WWE, porque sem dúvida que nos próximos meses ele joga mais que a luta por mais que títulos mas sobretudo pela sua afirmação na WWE. Porque sinceramente ele precisa de recuperar credibilidade e afirmar-se no main-event, e isso só conseguirá com vitórias importantes em PPV´s contra rivais importantes. Claro que para isso a WWE precisa de definir a personagem dele(ou como heel ou face) e a partir desse momento tem que se agarrar a essa aposta e encontrar rivais para o valorizar.

Sendo que esse caminho devia começar a ser definido como heel, já que fez um turn para ter uma rivalidade com Cena a WWE poderia aproveitar para o colocar em feud com o Sheamus para o Over The Limit, e aí ele já teria oportunidade de vencer uma rivalidade. O único senão nessa rivalidade é a quantidade de derrotas em PPV´s de Sheamus, que também já não vence num PPV há já vários meses e também não deverá vencer no Extreme Rules (mas isso é assunto para a próxima semana).

O que posso dizer é que a WWE não deveria fazer um heel turn a Ryback num mês, e no mês seguinte voltar a colocá-lo como face. E mesmo que uma derrota não seja o ideal para um wrestler que tenha acabado de fazer um turn porque não consolida esse novo estatuto, também acho que a WWE não devia fazer um novo turn só porque Ryback deverá perder esse combate. Assim o ideal é a WWE apostar numa nova feud para Ryback como heel para o valorizar e não pode ter medo de colocar um face a perder uma feud para Ryback, para que este possa surgir como ameaça no main-event e o ideal é que o faça de preferência até ao Summerslam.

Caso contrário já poderá ser tarde para corrigir os erros que têm cometido com Ryback, e ele poderá juntar-se á lista de outros wrestlers que tiveram arranques dominadores e que acabaram por não serem bem-sucedidos como main-eventers na WWE, e que acabaram por sair da companhia passado algum tempo desses pushes porque a partir do momento que a personagem perdeu a credibilidade, a margem desses mesmos wrestlers dentro da WWE e do main-event ficou muito reduzida.

Bons exemplos de casos similares é Bobby Lashley que teve um push fantástico nos primeiros tempos da WWE lutando pelos títulos principais (tanto o World Heavyheight e WWE) contudo e apesar das suas boas performances, os problemas que teve dentro dos bastidores acabaram por estragar o futuro de Lashley como main-eventer na WWE. Porque potencial para Lashley ser um dos grandes powerhouses do main-event existia, no entanto e muito por culpa própria isso acabou por não acontecer.

Combate pelo Título da WWE Lashley vs John Cena (Great American Bash 2007):

Outro bom exemplo de pushes iniciais e que acabaram mal sucedidos é de Chris Masters que criou um heat inicial fantástico criando uma streak nos desafios ao seu MasterLock e desafiando John Cena pelo título da WWE. Mas neste caso como no de Ryback, Masters acabou por não confirmar todo o ímpeto e talento que demonstrou nos primeiros tempos e acabou por ser perder no card até que foi dispensado pela WWE, e mesmo no seu regresso acabou por voltar para ser um mero jobber.

Link New Years Revolution 2006( Elimination Chamber pelo Título da WWE)-http://www.dailymotion.com/video/xmu0zc_john-cena-vs-kane-vs-carlito-shawn-michaels-vs-kurt-angle-vs-chris-masters-cash-edge-new-year-s-revo_sport#.UYyaDJddbmI

E não tenham dúvidas que Ryback se encontra perto destas situações, se acabar por não se afirmar durante a primeira metade do ano de 2013 enquanto main-eventer da WWE. Uma vez que ela não poderá dourar para sempre a pilula do ímpeto que ele tinha inicialmente, e para evitar que esse efeito termine repito que Ryback precisa urgemente de uma vitória num dos próximos três PPV´s.

E como no próximo é quase impossível os dois PPV´s que antecedem o Money in the Bank poderão ser fulcrais para o futuro de Ryback na WWE. Claro que a WWE até poderá dar uma das malas para tentar valorizar Ryback e dessa forma dar-lhe um reinado como campeão principal por forma a consolidá-lo como main-event. Mas mesmo nesse caso urge que ele tenha vitórias nos PPV´s seguintes ou que antecedem essa possibilidade para que ele recupere a credibilidade perdida ou mesmo criá-la, já que muitos consideram que Ryback não demonstrou credibilidade suficiente para o estatuto que possui.

E por isso mesmo todas as decisões que a WWE tome que Ryback no pós-Estreme Rules serão fundamentais para o futuro de Ryan Reeves na companhia, e poderão determinar se ele passa da revelação do ano em 2012 para a desilusão do ano em 2013.

Assim concluo a edição desta semana do Smoke and Mirrors esperando que esta semana o tema suscite maior debate que o da semana transacta. Para semana regressamos para a antevisão do Extreme Rules, e por isso desejo-vos um bom fim-de-semana e marcamos encontro para semana no mesmo dia aqui no Wrestling.PT.

Momentos da Semana

Daniel Bryan vs Dean Ambrose

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre o percurso de Ryan Reeves na WWE até agora nas suas diferentes gimmicks que desempenhou?

Na tua opinião o que espera o futuro de Ryback? Sucesso ou Fracasso? E Porquê?

Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

40 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 4 anos

    Muito bom artigo José!

    Por mais que o Ryback mude de gimmick, que faça o heel-turn, que diga “Ryback Rules” ao invés de gritar “Feed Me More” e outras coisas, não consigo gostar dele.

    Sei que sempre houve destas coisas de alguém que tem menos talento ser elevado mais rápido, ou até mesmo de um momento para o outro, em vez de wrestlers que têm mais talento e depois demoram muuuito mais a chegar ao topo, mas não suporto ver wrestlers como Ted Dibiase, Drew McIntyre, Cesaro, Rhodes, mesmo o DOLPH ZIGGLER(!) e outros não serem aproveitados da melhor forma, enquanto vejo o Ryback estar “sempre” no topo da onda. Sim, eu sei que nem toda a gente pode ter a oportunidade ao mesmo tempo ou quando nós gostaríamos, contudo, o Ryback não tem, a meu ver claro, nada de extraordinário.

    O Ryback para além de não ter uma gimmick que eu aprecie, também não tem boas mic-skills e em ringue não gosto nada dele. (Acham que aquele combate que ele teve com o Daniel Bryan na SmackDown, que até foi bom, foi mera coincidência? Não foi…)

    Relativamente à construção que ele teve, acho que esteve demasiado tempo envolvido com jobbers, e isso de certo modo penalizou-o. Depois como disseste e bem, vitórias importantes em PPV não existiram.

    Acho que a WWE o força ao máximo para ser um Main-Eventer, quando na verdade não o consigo ver como tal só por tem um física daqueles…

    Acho que ele será bem sucedido, afinal satisfaz muito bem aquele “fetiche” da WWE por homens musculados xD

    • MicaelDuarte - há 4 anos

      Gostava de dizer também que já achei a ideia do Ryback tornar-se WWE Champion no Extreme Rules mais longe…

    • José Sousa - há 4 anos

      Mas percebeste que não foi uma ode ao Ryback! Certo? Eu fiz o artigo para debater a situação dele, porque os próximos tempos serão decisivos para o futuro do Ryback. Ah, não sei se viste mas para quem gosta de Wrestling aquele documentário é brutal(é um pouco longo mas muito bom).

      Tenho dúvidas sabes porque? porque tal como ele, o Masters e o Lashley também eram e não se fixaram no main-event! Nos próximos meses joga-se o futuro do Ryback acredita, e tenho duvidas que ganhe para semana, mas sobre isso falarei na antevisão para a semana. Até porque imaginar o Cena perder o título quando não o foi durante um ano, duvido muito.

      Mas claro que não foi acaso! Tal como esta semana com o Jericho não foi mero acaso, foi o Bryan e o Jericho que valorizaram o combate como é lógico!

      • MicaelDuarte - há 4 anos

        Sim, podes ficar descansado que eu percebi José ;)

        Quanto ao documentário, assim que tiver tempinho vou ver xD

        Sim, concordo contigo relativamente ao Masters e ao Lashley, mas não nos podemos esquecer que os The Shield têm interagido com Ryback e Cena, e portanto pode ser um indicador de interferência no combate entre eles, o que alteraria, em princípio, o jogo todo…

        De qualquer das formas, só espero que o Cena retenha o título! Mal por mal, que seja o Cena a vencer…

      • José Sousa - há 4 anos

        Claro que pode mudar alguma coisa. Mas mesmo não sendo fã do Cena espero que ele vença para que possa continuar a acreditar que será mesmo um membro dos Shield a terminar com o reinado do Cena através de uma das malas do MITB.

  2. Tibraco - há 4 anos

    Ryback tem um problema: 6 derrotas consecutivas em PPV. Aliás, o mais provável é até serem 7, tendo em conta que Cena deverá ganhar o ER. Ora, 7 derrotas consecutivas para aquele que era considerado uma verdadeira máquina de destruição acaba com qualquer hipótese desta gimmick ter sucesso. A WWE enterrou o Ryback e dificilmente ele já terá salvação. Dão-lhe um push ao título da WWE e depois colocam-no a ser rebaixado pelos, na altura, novatos The Shield. Fazem dele heel para, previsivelmente, perder para o Cena. Péssimo booking e destruiram a credibilidade de um gajo que eu começava a gostar. E assim se perde uma estrela de topo…

    • José Sousa - há 4 anos

      Primeiro Tiago és o único que pensa como eu. Podemos até estar errados mas também considero que o Ryback como o Masters e o Lashley está perdido nesta altura, eceles também tinham o dito físico que o Vince gosta. Ou seja a WWE errou no booking!

      Lembras-te quando falamos no inicio dos Shield que achavas que eles seria só alimento para ele? Eu disse que eles até podiam perder mas que iam ser valorizados. Pelos vistos erramos porque eles é que foram bem construídos e desde dai que o Ryback perdeu toda a força e á custa de feuds onde nunca saiu por cima. E não digam que na Wrestlemania bastou aquele ataque porque não! Ele perdeu em todos os PPV´s á excepção dos combates com os jobbers.

      Eu não vejo onde a WWE pode remediar isso, e não acredito na vitória dele contra o Cena! Acham mesmo que o Cena ia estar um ano sem o título e perder-lo um mês e meio depois? Era bom demais não achas? E depois era mau para o título que entraria numa fase de rotatividades excessiva, porque duvido que o Ryback fosse campeão muitos meses.

      • Tibraco - há 4 anos

        Epá que “errou no booking” do Ryback penso que é inquestionável. Tal como errou com o Cesaro, Miz e , noutra escala, Orton e Sheamus. Têm sido demasiado erros e isso está a refletir-se na qualidade do produto.

        Lembro-se perfeitamente dessa conversa xD Nessa altura eu estava completamente convencido de que a WWE iria apostar no Ryback para ser um dos seus principais lutadores. Ok, se também queriam apostar nos The Shield poderiam ter utilizado outro gajo para os elevar. Sinceramente faz-me imensa confusão terem tirado o tapete ao Ryback.

        Não, não acho que seria bom demais xD Não quero que o Cena tenha mais um reinado de mês e meio como deves calcular xD Mas mesmo numa lógica “Anti-Cena” não acho que faça sentido ele perder já o título. Quer gostem quer não, ele é a cara da companhia e precisa de credibilidade. Podemos discutir se ele realmente precisa do título, provavelmente não, mas uma vez que o tem não faz sentido ter reinados curtissimos. E, tal como disse ao Daniel, seria o 4º campeão em 2013 quando ainda estamos em Maio…

      • José Sousa - há 4 anos

        Sim eu achava que os Shield podiam ser valorizados mas que o Ryback iria acabar por sair por cima! Também estava convencido que iria sair por cima da feud, com alguma valorização dos Shield. Se conhecia o potencial do Ambrose?Conhecia mas não acreditava que eles atingissem este patamar.

  3. don_ricardo_corleone - há 4 anos

    Acho que estás a valorizar demais o Ryback. Não vejo ali talento, carisma, qualidade no microfone, nada. Como Skip Sheffield sempre teria do seu lado um personagem realista, logo melhor. Mesmo assim, sem conseguir chegar muito longe. Por isso, não concordo quando dizer que o problema era o personagem. O problema é e sempre foi o wrestler.
    O Ryback, no inicio, era patético. Uma streack de vitórias contra amadores e depois contra jobers, criou alguma empatia junto do putos, que gostam muito do Cena o que diz tudo, outros apenas o gozavam porque se lembravam do Goldberg. Depois foi o costume, para a WWE ou são jobers ou são main eventers, não há midcard, e o pobre do personagem por si já fraquinho, começa a perder todas as feuds, tudo tinha de ir já para o main eventer, dada a importância (lol) das suas vitórias. E agora o Ryback está com a mais enfadonha feud da história da WWE, com das piores promos e dos piores segmentos que já vi, ele e Cena estão a arrastar o WWE Championship com eles.
    Para o futuro:
    A WWE percebe que este personagem não dá e muda-o, e aí pode que o Reeves se safe como midcarder.
    Ou a personagem continua e ele torna-se um Cena, e levamos com esta desgraça por muitos e muitos anos, ou torna-se um jober.
    Concordo com os momentos da semana, mas para mim é muito cedo para a queda dos Aces, acho que a TNA está a fazer asneira.

    • José Sousa - há 4 anos

      Eu não o valorizei! Apenas analisei o percurso dele, e isso não implica que goste dele. Apenas considero que é relevante nesta altura debater a situação já que se perder para a semana, a construção que a WWE lhe fez vai por agua abaixo com mais uma derrota num PPV.

      Eu concordo contigo, ele foi mal construído porque fizeram o push cedo demais e sem provas dadas. Aliás se vieres artigos meus sobre isso na altura do Hell in The Cell vias que eu achava que era cedo demais. Além disso fui sempre dos que achava que mais depressa venceria o Rumble o Cena do que o Ryback.

      Mas olha que ele não é muito novo, é pouco mais novo que o Cena. E não me acredito muito nele, claro que podemos ter o momento Sheamus II no Extreme Rules, mas duvido.

  4. danielLP21 - há 4 anos

    Serei o único a não achar assim tão improvável que o Ryback saia do Extreme Rules como Campeão da WWE? Será que depois de tantos meses a perder combates em PPV’s a WWE não vai acertar nas suas decisões e darlhe uma vitória histórica, tal como deu ao Sheamus em 2009, quando ninguém esperava? Posso estar apenas a delirar, mas com um grupo chamado The Shield na WWE, tudo é possível…

    Não podia concordar mais com os momentos da semana. Tanto a WWE como a TNA estiveram muito bem nos seus principais programas semanais.

    • MR Perfection André Santos - há 4 anos

      Penso que ainda não sairá campeão daniel mas pode acontecer alguma surpresa.
      Mas como a estipulação é “Last man standing” não haverá DQ ou countDown Talvez…talvez

    • Tibraco - há 4 anos

      Se Ryback vencer é mais um reinado medíocre para o Cena e seria o 4º campeão em 2013. Ou seja, é preferivel dar mais uma derrota para o Ryback.

      • José Sousa - há 4 anos

        Sem dúvida! Ou seja mesmo com a hipótese dos Shield ajudarem não acredito que o Cena perca pelas razões que o Tiago afirmou! Não acredito num reinado curto para o Cena, acho que ele só perde para o vencedor da mala.

    • José Sousa - há 4 anos

      Claro que pode acontecer Daniel! Duvido que a WWE faça um Sheamus II porque o Cena teve muito tempo sem o título e não acredito que o perca pouco tempo depois! Mas o artigo não foi uma antevisão, isso é para semana Daniel;)

      Agora a sério, espero que o artigo tenha sido do teu agrado(sobretudo espero que alguém tenha visto o Documentário que coloquei em link).

  5. Pantallica - há 4 anos

    Mais um artigo muito bom sem duvida!

    “Qual a tua opinião sobre o percurso de Ryan Reeves na WWE até agora nas suas diferentes gimmicks que desempenhou?”
    – Para ser sincero, só acompanhei a partir da sua entrada no NXT como Skip Shieffield, e mesmo assim nao vi muito ja que assistia ao NXT de longe a longe e estava mais interessado em seguir o Justin Gabriel.
    Quando os Nexus se estrearam, pouco depois eu deixava de acompanhar wrestling regularmente por isso também não posso comentar muito até porque até aqui ele não tinha tido muita sorte com o tempo que esteve presente na WWE.
    Depois quando ele se estreou eu achei a personagem dele interessante e achei que podia ter futuro. Mas esse futuro pode estar perto de ser estragado… Mesmo assim continuo a ter um certo gosto por ele.

    “Na tua opinião o que espera o futuro de Ryback? Sucesso ou Fracasso? E Porquê?”
    -Acho que ele ainda vai ter sorte e vai conseguir obter sucesso na WWE, mas isso tem de ser feito rapidamente com vitorias em PPV. Ele tem tido vitorias importantes contra Daniel BryAN e Chris Jericho. A sua derrota contra Mark Henry na WM29 foi estúpida e sem sentido. Vou torcer por ele no Extreme Rules, mas não acredito que vença e se isso acontecer ou ele vence o titulo no PPV seguinte ou mais vale sair da rivalidade com Cena. Podia ter uma feud com Orton ou Jericho ou talvez Sheamus, mas este ultimo já acumulou derrotas em PPV’s como referiste.

    “Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros?”
    – Concordo sem duvida!

    • José Sousa - há 4 anos

      Eu não gosto muito dele( admito) tipo não é mau powerhouse mas ainda não convenceu totalmente muito porque tem falhado no principais desafios que teve. Aliás essa é a questão principal: Ele desde que tem combates a sério perdeu sempre e isso tem afectado muito a construção dele como main-event.

      Sim para mim o Jericho seria uma boa feud para ele! ele precisa de um face que o valorize, e como o Jericho não se importa de perder para valorizar um jovem seria o ideal talvez!

      Outro pormenor: Espero que logo á noite estejas contente(por causa do avatar claro).

      • Pantallica - há 4 anos

        Percebo o porquê de não gostares dele. Mas isso pode mudar. Eu não gostava NADA do Daniel Bryan dantes. Aquela personagem para mim nao tinha nada de interessante, mesmo tendo as ring skills que tem. Quando se tornou heel e campeão Mundial, isso mudou e actualmente é dos meus favoritos da WWE. Chamem-me hipócrita se quiserem, mas ao menos nao digo que sempre gostei do Bryan quando era mentira. Isto serve só de exemplo de como as coisas podem mudar.

        GANHAMOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!! :DDDD

      • José Sousa - há 4 anos

        Tipo eu gostava do talento do Bryan(como vejo talento no Cesaro) mas a grande diferença é que o Cesaro não tem promos e o Bryan a partir do momento que perdeu na Wrestlemania transformou-se em mais que um excelente técnico, mostrou-se um performer completo no bom sentido.

        O Ryback tem mais potencial do que o Big E( nesse é que não vejo mesmo nada)! Eu no Ryback até acho que ele como Sheffield teve bem no combate da Team Nexus contra a Team WWE. Ou seja ele tem potencial para bom powerhouse, mas a construção falhou a partir do Hell in the Cell. Para ele era ideal vencer para a semana, mas custa-me a acreditar que a WWE tire o titulo ao Cena(mas sobre isso falo para semana).

        E sinceramente e sem provocações: Limpinho!

      • Pantallica - há 4 anos

        Eu tambem não consigo tirar nada do Big E, mas ele ta a ser apoiado por varias pessoas dentro da WWE e as tantas ainda vai ter mais sorte que o Ryback.
        Acho que o Ryback sabe manter a postura, com vitorias importantes ele pode ir lá. Também cabia-lhe bem um manager que fale por ele, não é que ele seja muito mau nas mic skills, mas bem que precisava.

        Ninguém pode apontar nada esta grande vitoria!

        Se calhar isto não é o “sitio” ideal, mas porque é que por exemplo os clubes de futebol podem contratar jogadores que estejam sobre contrato de outro clube e no wrestling isso não parece possível? Se souberes responder agradecia José, ou alguém que saiba a razão…

      • José Sousa - há 4 anos

        Sem ter certezas creio que é por ser um sistema de trabalho onde existe exclusividade e só por rescisão de contrato de uma das partes é que poderá existir essa mesma troca.

        Mas o problema é que essas vitórias tardam a chegar e são cada vez mais urgentes.

      • Pantallica - há 4 anos

        “Ninguém pode apontar nada esta grande vitoria!” Não sei se foi eu que percebi mal mas eu referia-me à vitoria do Porto xD
        Obrigado pela explicação José, deve ser mesmo isso.

      • José Sousa - há 4 anos

        Eu percebi. Eu falei das vitórias tardarem para o Ryback sair valorizado.

  6. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    Bom artigo josé!

    Qual a tua opinião sobre o percurso de Ryan Reeves na WWE até agora nas suas diferentes gimmicks que desempenhou?
    Percurso normal, como lutador não enche as medidas pelo menos não gosto muito como lutador, mas temn melhorado pelo menos nesta ultima smackdown

    Na tua opinião o que espera o futuro de Ryback? Sucesso ou Fracasso? E Porquê?
    Penso que sucesso já que ele nunca esteve no mid card, mais tarde ou mais cedo vai ser world champion

    Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros?
    Concordo bem escolhidos

    • José Sousa - há 4 anos

      Mas essa melhoria para mim só acontece porque lutou com quem lutou! Com o Cena acho que não será um combate tão interessante.

  7. Diogo7 - há 4 anos

    Muito bom artigo!

    Acho que o Ryback é a superstars mais “Overrated” na WWE neste momento.

    Na minha opinião, o Ryback andou demasiado tempo a luta contra amadores e jobbers e isso de certa forma o prejudicou. Depois dessa fase passa logo para o main event para perder com o CM Punk no Hell in a Cell. E a partir da aí é só derrotas em PPV’s. Acho que o Ryback devia ter passado pelo midcard durante uns tempos e ter conquistado um US ou IC Title.

    Nesta nova fase como heel, Ryback tem tido melhores combates devido a senhores como Daniel Bryan, Kane e Chris Jericho. Ainda não me convenceu totalmente mas devo dizer que está melhorar um pouco. Quanto ao combate contra o Cena no Extreme Rules é provavel que o Ryback perca.

    Espero que o Ryback não seja mais um fracasso como o Masters ou o Lashley.

    • José Sousa - há 4 anos

      Sim eu na altura falei sobre isso e disse que preferia que ele fosse campeão e retira-se o titulo ao Miz como poderia ter sido na altura. O combate com o Punk foi cedo demais e isso notou-se na sua performance. A construção desde dai foi deplorável sinceramente, e não defendo que aquele momento com o Henry apague isso.

  8. Yan - há 4 anos

    “Sendo que esse caminho devia começar a ser definido como heel, já que fez um turn para ter uma rivalidade com Cena a WWE poderia aproveitar para o colocar em feud com o Sheamus para o Over The Limit, e aí ele já teria oportunidade de vencer uma rivalidade.”.

    Cara, o Over the Limit é só em Outubro !

    • José Sousa - há 4 anos

      Desculpa fiz essa afirmação a pensar que seria o calendário igual ao ano passado existindo esse PPV antes do Payback. Mas a lógica é a mesma ou seja para o próximo PPV é fundamental para o Ryback.

  9. Luiz Opportunist - há 4 anos

    Grande artigoJose,alias seus ultimos tbm foram nao comentei por falta de tempo mesmo(alias a do Aj Styles foi dos melhores de sempre do SM)Em relacao ao Ryback nao sou mt fa dele pois nao o acho nada demais de outro powerhouses q ja apareceram e acho q o Ryback ter chance no ME antes de wrestlers mt bons do roster como o Micael disse acima deve influenciar um pouco eu nao gostar dele mas enfim…Acho q o problema do Ryback eo mesmo de quase todo o roster da WWE:Credilizacao.O Ryback passou demasiado tempo envolvido com jobbers e quando foi ao ME perdeu todos os seus combates em PPV sendo q vitoria sobre o Henry na WM 29 era o certo mas gracas a essa booking ruim e indeciso acabou por nao ocorrer.Apesar de nao gostar dele nao quero q o Ryback acabe como o Masters eo Lashley como um wrestler de potencial no ME e q deu errado pois a WWE so tem 4 ME sendo q um esta lesionado eos tres estao boring a mt tempo.Enfim bom artigo,concordo com ambos os momentos da WWE e TNA e espero q os proximos ppvs da empresas nao nos decepcionem principalmente a WWE pois ate agora esse ano ainda nao apresentou nenhum PPV bom.Ate para semana.

    • José Sousa - há 4 anos

      Concordo contigo e acho que a WWE vai ter muito trabalho para emendar esses erros Luiz mas não é impossível. Apenas tem que agir nesse sentido nos próximos PPV´s. Caso não faça o Ryback não vai ser main-event a perder todos so combates em PPV´s

  10. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Bom artigo José, o Ryback estava tendo uma construção muito boa, primeiro contra lutadores locais, depois low-cards, depois mid-low-cards, depois mid-cards e por fim teríamos uma feud do Ryback pelo título intercontinental, onde ele fatalmente venceria o The Miz, muito provavelmente no Main-Event, acho que tudo ocorreria dessa forma se não fosse a lesão do Cena. Pronto, tivemos Ryback no Main-Event do Hell In A Cell, onde este perdeu, saiu por cima, mas perdeu, e depois tivemos todas essas derrotas para o Powerhouse. O que é uma pena, até porque essa feud com o Cena, deve ser mais uma que ele sairá por baixo, assim é difícil você construir uma Máquina de Destruição.

    Outra coisa, eu tenho a certeza do que vai acontecer, muito por conhecer como funciona o booking da WWE, o Cena não perderá o título, até porque a WWE, graças a Deus, perdeu aquela mania de mudar os títulos principais por um tempo ridículo, portanto duvido que a face da CIA que prometeu um ano de redenção vá acontecer, acreditar que Cena vai perder o título é não saber ler o booking. Achar que Ryback irá perder o 7º PPV seguido também é não saber ler o booking, a WWE não vai querer que um dos seus main-eventers principais acumule tantas derrotas de maneira seguida, portanto, até porque a estipulação do combate ajuda e muito, creio que essa luta terminará em empate, ou seja, nenhum dos dois no final se levantará antes da contagem chegar a 10.

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida que tens razão! A perder tantas vezes não se criou uma Maquina de Destruição até porque todos destruíram a máquina, com ajuda ou sem ajudas.

      Sobre o combate, não me alongo muito até porque farei a antevisão para semana para o PPV.

  11. Darth Mordred - há 4 anos

    Vou repetir o que eu já disse em outros tópicos:
    Rivalidade com o J.Cena vai acabar com Ryback. Exceto, se este que uma outra notícia afirma gostar muito dele, deixa-lo ficar o WWE Champs, aí seria demais, pois teriamos um heel “meia boca” campeão, mas qualquer coisa é melhor que J.Cena.

    • José Sousa - há 4 anos

      Pois eu concordo contigo! Só vejo um homem capaz de levantar o Ryback: Chris Jericho. Mas o mais provável é que baze depois do Extreme Rules.

  12. BRYAN RULES - há 4 anos

    ao meu ver o ryback ta desempenhando um otimo papel como heel, mais ele n tem competencia pra estar no main event,ele deveria estar no maximo lutando pelos titulos secundarios…, quem deveria estar nessa feud era o mark henry sem duvidas…

    • José Sousa - há 4 anos

      Eu concordo contigo. Mas sobre o PPV falo na próxima semana, porque ai vou dar opiniões sobre o rumo de algumas das rivalidades em jogo.

  13. Evandro Monari - há 4 anos

    Acho que aquele combate de equipes no Survivor Series com o time do Punk vs Time Foley deveria ter acontecido, pois assim ele poderia vencer o Punk sem esse perder o título. Acho que o Cena não ira perder no Extreme Rules, porque se não a vitória dele contra o The Rock não tera valido nada .

  14. murilo - há 4 anos

    so eu q nao gosto do ryback ?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador