Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Smoke and Mirrors #80 – Extremely “Perfect”

Sejam bem-vindos á edição desta semana do Smoke and Mirrors que esta semana versará sobre o Extreme Rules, fazendo o resumo dos pontos mais importantes do PPV e da semana da WWE pós-PPV. Este tema parecia-me ser o mais apropriado para esta semana uma vez que o PPV e a semana esteve recheado de pormenores que merecem ser relevados e analisados tendo em vista as feuds e possível qualidade dos combates do próximo PPV: o Payback.

Até porque após um bom PPV no Domingo a qualidade da programação da WWE continuou na Raw e no Smackdown desta semana onde tivemos vários desenvolvimentos interessantes nas feud da WWE, e que complementam-se com os resultados que assistimos no Extreme Rules. Até porque tivemos um PPV com uma qualidade assinável com bons combates, onde a qualidade dos embates foi muito consistente não conseguindo praticamente apontar um mau combate no PPV, o que por si demonstra a qualidade do evento.

O início da noite do Extreme Rules deu-se com um excelente combate entre Fandango e Chris Jericho. Esse embate foi muito melhor que o combate entre ambos na Wrestlemania e onde tivemos um Fandango apresentar mais argumentos além do seu bom sell. Claro que não é nenhum génio do ponto de vista técnico mas é bastante eficaz a efectuar as suas manobras, o que conciliado com a sua boa gimmick poderá ajudar a que tenha um bom futuro na WWE se não se perder em dance-offs.

Quanto ao resultado final não era aquele que eu antevi, uma vez que considerava que a WWE iria dar a vitória a Fandango para desde já culminar com a feud. Mas a feud está a ser interessante e tem beneficiado Fandango, aliás a prova disso foi a Raw de Segunda onde ambos tiveram bem no Tag Team Match e onde Jericho esteve genial nas interacções com Summer Rae. Além disso fica-me na memória aquele fantástico sell do Fandango ao igualmente extraordinário Codebreaker de Jericho no Extreme Rules. E por isso se o terceiro embate deles no Payback for pelo menos tão bom quanto este já fico muito satisfeito, uma vez que desse modo Jericho valorizaria ainda mais o talento e o potencial de Fandango.

Outros dos destaques da noite foram as vitórias de Sheamus, Randy Orton e Del Rio que tiveram vitórias importantes na noite de Domingo, e que poderão simbolizar um recomeço da Sheamus e Orton rumo aos títulos de main-event. E que no caso de Del Rio simboliza uma oportunidade para lutar pelo título Mundial de Ziggler, me este esteja disponível e recuperado da sua lesão.

Sendo que no caso de Sheamus o combate do Extreme Rules foi um desafio sobretudo físico, onde ele passou com distinção e no qual Henry valorizou bastante a vitória do Celtic Warrior. Quanto ao combate propriamente dito esteve ao nível de agressividade que eu esperava, e no ritmo que esperava até porque com Henry no ringue era impossível pedirmos um combate com uma intensidade muito diferente do que eles nos apresentaram. E por esse motivo considero que proporcionaram-nos um bom combate tendo em conta a estipulação, e onde venceu alguém que precisava de uma vitória até porque Sheamus vinha de uma série de derrotas em PPV´s.

Mas com essa derrota Henry disse que iria repousar algum tempo em casa antes de regressar á WWE,o que significa que a feud terminou no Extreme Rules. E por esse motivo o futuro de Sheamus para o Payback encontra-se num estado de incerteza, uma vez que em nenhum dos shows da WWE desta semana tivemos sinais de quem poderá ser a próxima feud de Sheamus. Porém acredito que a próxima semana poderá ajudar bastante nessa perspectiva, até porque custa-me a acreditar que a WWE deixará uma superstar do estatuto de Sheamus sem feud para o Payback.

Já no caso de Orton a vitória no Extreme Rules não surpreendeu quase ninguém até porque jogava em casa, e seria natural que a WWE quisesse dar uma vitória a Orton quando lutava em St.Louis. Claro que com a vitória de Sheamus muitos pensavam que Big Show iria vencer Orton, nem que fosse para prolongar a feud até ao Payback para que posteriormente Orton pudesse entrar na rota do título Mundial no Money in the Bank.

No entanto essa situação ainda não é certa, até porque nada nos garante que a WWE não irá mesmo apostar na feud Del Rio, Swagger e Ziggler durante mais alguns PPV´s, o que faria com que a entrada de Orton na rota do título fosse atrasada por mais algum tempo.  Porém não me acredito muito na tal rivalidade com Sheamus, e consequente heel turn de Orton que geraria um combate entre ambos no Summerslam. Não digo que não gostasse que acontecesse, porém já tivemos notícias sobre esse combate e turn já há algum tempo e nem por isso concretizou-se.

Por isso a minha análise sobre o futuro de Orton na WWE passa por uma análise racional da situação, e desse modo não consigo perspectivar de nenhuma forma o heel turn de Orton pelo menos nos próximos tempos. No entanto admito que me soube bem ver aquele Orton de Domingo, porque teve traços do velho Orton que admirei e nem que seja por uma noite foi positivo ver o Punt Kick de novo.

No caso de Del Rio a semana foi um pouco dicotómica porque começou bem no Extreme Rules e acabou mal na segunda-feira na Raw. Isto porque no Domingo Del Rio teve muito bem no combate I Quit contra o Real American conquistando a vitória, e o direito de defrontar o campeão Mundial Dolph Ziggler pelo título num futuro próximo.

E mais importante que a vitória em si foi a forma como o conseguiu fazer, porque fez depois do arbitro ter anulado uma primeira vitória de Swagger por Colter ter colocado a toalha de Del Rio no ringue, representando que Del Rio tinha deitado a toalha ao chão e desistido. E por mais inédito que tenha sido esse momento (á boxe) acho que ajudou a valorizar a vitória de Del Rio, e por certo que irá gerar uma reacção de Swagger que deverá estragar a oportunidade de Del Rio. E essa vingança tanto poderá acontecer num programa normal ou mesmo no Payback para justificar um combate a três no Money in the Bank.

Quanto ao combate do Extreme Rules ele foi de boa qualidade, até porque tanto Swagger como Del Rio são dois bons wrestlers. Apenas criticaria o uso de poucas armas e o abuso de perguntas sobre desistências por parte do árbitro, porque de resto foi um combate de boa qualidade que acompanhou a qualidade do PPV, e que contou uma boa história que acrescentou pormenores interessante á esta feud que enquanto continuar assim não satura e não tenho nada contra que continue no Payback.

Porém essa feud teve um mau momento na Raw com a derrota de Del Rio para o aliado de Ziggler, Big E Langston. E para mim esse momento foi negativo, porque acho que foi negativo para um contender perder para um aliado de um campeão que perdeu sempre para esse contender. Por isso com a vitória de Big E Langston a Del Rio corremos o risco do aliado ser visto como mais forte que o próprio campeão, o que nunca poderá ser positivo. Além disso ainda não vi nada em Langston que justifique esta aposta tão forte nele, não digo que não me possa convencer no futuro apenas acho que neste momento é exagerado, sendo claramente a decisão mais errada da semana da WWE em termos de lógica de construção das rivalidades.

Outro dos destaques do Extreme Rules foi o combate pelo título da WWE entre John Cena e Ryback, que surpreendeu-me bastante pela boa qualidade que os dois wrestlers apresentaram. Sei que vão dizer que não gostaram do combate porque não foi tecnicamente fantástico, porém foi intenso do ponto de vista físico com vários momentos interessantes por parte de Cena e Ryback.

Aliás vimos um Cena a arriscar mais que o normal com Sitout Powerbombs e manobras arriscadas que valorizaram a performance de Ryback. Ryback provou durante esse combate que tem algum valor como powerhouse, mas ainda tem muito a fazer para conseguir definitivamente os fãs enquanto main-eventer. Mas também é verdade é esta semana ajudou na evolução de Ryback enquanto main-eventer na WWE, uma vez que não saiu desvalorizado do Extreme Rules muito pelo contrário.

Ryback na minha opinião sai valorizado do PPV porque não perdeu o combate, e aquele spot final para mim foi fantástico porque foi a forma ideal de garantir que tínhamos um empate garantindo que Ryback não era desvalorizado, e que Cena não saiu do PPV desvalorizado porque garantiu a defesa do seu título. Título esse que será defendido no Payback num Ambulance Match num desafio que Ryback definiu na passada Raw, na sua melhor promo na WWE onde finalmente foi condicente enquanto heel , onde o principal destaque tem que ir para a forma determinada como estabeleceu as regras do jogo para o Payback. Agora se esse combate irá ser melhor ou pior que o primeiro embate é difícil de saber a esta distância, porém acredito que o resultado é bem mais imprevisível porque poderá cair para qualquer um dos lados. Mas essa antevisão será feita no seu devido tempo, e nessa altura já poderei fundamentar a minha opinião sobre esse combate.

Claro que abordando o Extreme Rules é lógico que teria que abordar os Shield, até porque Domingo foi claramente a noite dos Shield. E a noite dos Shield começou com a fantástica vitória de Ambrose face a Kofi tornando-se campeão dos Estados Unidos, num combate com excelentes pormenores técnicos por parte de ambos. Claro que essa vitória tem a desvantagem de Kofi perder o título em pouco tempo, mas tal como referi na semana passada dificilmente Kofi será um campeão credível e com reinados longos arriscando-se a ser um eterno midcarder. No entanto se tivesse que apontar um defeito a Ambrose diria o seu finisher, que modaria para o seu finisher na FCW que seria muito mais impressionante, no entanto adorei vê-lo a aplicar o seu Chicken Wing(que já usa desde da CZW), e por certo que será um excelente campeão dos Estados Unidos.

Mas para tornar a noite perfeita nada melhor que um bom combate Tornado Tag Team onde Reigns e Rollins conquistaram a vitória com um finisher fantástico de Rollins, aliás como muitos já disseram esta semana é impressionante a química e a qualidade dos Shield enquanto equipa. E se a WWE continuar o excelente trabalho de valorização dos Shield arriscamo-nos a ter uma das melhores Stables da história da WWE, uma equipa com reinados marcantes e que todos não irão esquecer o privilégio de ter visto a sua carreira na WWE.

Mas com mais certeza podemos dizer que o futuro próximo dos Shield passa quase de certeza por uma defesa dos seus títulos no Payback em rematches contra os ex-campeões. O que só terá vantagens porque permite manter feuds e valorizar dessa forma essas mesmas defesas dos reinados dos Shield. Porém não me agrada que a WWE separe os Hell No só porque perderam os seus títulos, mas deverá ser esse o caminho que a WWE vai escolher, ao desenvolver ira em Bryan que culminará com um heel turn no Payback atacando Kane. Claro que muitos preferiam que Bryan ficasse como face, mas esse heel turn poderá ter a vantagem de colocar Bryan na rota do título da WWE como heel caso Cena saia do Payback como ainda campeão da WWE. E não podemos negar que muitos gostariam que fosse Bryan a terminar com o reinado de John Cena, mas fazer essas conjeturas nesta altura ainda é muito cedo.

E claro que não podia falar dessa semana da WWE sem falar do novo Paul Heyman Guy: Curtis Axel. Curtis Axel regressa assim ao roster principal desta feita com um nome digno, até porque respeita a herança familiar que possui nesta indústria. Não vou ser falso ao ponto de dizer que tinha pensado nele para novo homem do Heyman, porém acredito que foi uma decisão acertada e o tempo vai demonstrar aos críticos que o antigo McGillicutty foi uma boa aposta da WWE.

E essa aposta começou com uma excelente promo de apresentação de Paul Heyman, que volta a fazer aquilo que faz melhor que é valorizar alguém que não é importante na WWE e torna-lo em ouro. E fez isso com Brock Lesnar e CM Punk quando ambos vieram para a WWE, e quase de certeza que o voltará a fazer com Curtis Axel até porque irá valoriza-lo no seu ponto fraco que eram as suas promos.

Aliás o único Paul Heyman Guy que é fantástico nas promos é CM Punk, sendo que Heyman apenas potenciava ainda mais o talento que Punk já tinha no micro. Por isso a função de Heyman com Axel será valorizar e credibilizá-lo fora do ringue porque dentro do ringue o talento dele demonstrará o seu valor. Claro que até agora e nas suas anteriores passagens pouco foi demonstrado por Axel, é verdade que sempre pareceu-me competente e com algum talento mas a verdade é que a sua primeira gimmick não ajudava nada.

E por isso esta gimmick com referencias ao seu legado aliadas á capacidade de Heyman comprovarão que esta foi uma boa escolha da WWE. Muito melhor que as opções que muitos referiram como mais prováveis(RVD, Ted DiBiase, Rhodes, e Cesaro).Não nego que algumas desses nomes não pudessem ser bons Paul Heyman Guys mas desses só acho que poderia ser uma boa escolha o Cesaro(mas com alguma renitência).

E digo o Cesaro com renitência porque apesar de todo o talento que ele possui dentro do ringue, ele não consegue contar uma história numa feud e mesmo dentro do ringue apenas consegue ser fantástico do ponto de vista técnico. Porque a ausência de expressões faciais de Cesaro fazem com que seja difícil que possa vir a ser main-eventer na WWE. Aliás comparando-o com wrestlers com mic skills mais fracas como Morrison a diferença é que ele não consegue transmitir carisma nenhum no ringue, e sem dúvida esse aspecto pode vir a prejudicar o seu futuro na WWE. Até Lesnar não tendo grandes promos consegue contar melhor uma história no ringue com as suas expressões faciais do que Cesaro, e sem dúvida que esse factor torna-me reticente sobre se Cesaro seria uma boa escolha para Paul Heyman Guy.

No caso de Rhodes e DiBiase não acho que seriam bons Paul Heyman Guys porque o problema deles é sobretudo falta de aposta da WWE neles, porque talento e capacidade para safarem-se sozinhos possuem porque têm talento tanto no ringue como nas suas promos. E essas qualidades fazem com que não precisem de um manager para atingirem o topo, mas sobretudo de um bom booking(sobretudo no caso do DiBiase). Já no caso do Rhodes não teria lógica neste momento porque poderá estar próximo do seu face-turn caso se confirme o seu envolvimento com Kaityln.

Quanto a RVD acho essa hipótese ridícula porque se ele voltar para a WWE será para valorizar jovens talentos, e nunca para ser valorizado e afirmar-se como main-eventer na WWE. Por isso e pelas razões que referi gostei bastante da estreia de Curtis Axel na Raw onde marcou a sua presença contra Triple H, que finalmente preocupou-se em valorizar “on screen” um jovem talento. E pelo que vimos no Smackdown ele vai gabar-se desse combate durante algum tempo, e por isso mesmo aguardo com expectativa o futuro de Curtis Axel na WWE. Até porque com toda a certeza que marcará presença no Payback, e se continuar assim será um dos momentos mais esperados do PPV e não se esqueçam deste nome porque será uma das revelações da WWE deste ano. Até porque a estreia dele na Raw permitiu-me culminar o show com um sorriso porque finalmente tinha visto um excelente programa da WWE sem depender dos main-eventers do costume. E por isso se tivesse que dizer uma expressão que fizesse a sumula da semana da WWE seria: Extremely Perfect!

Assim culmino a edição desta semana do Smoke and Mirrors,espero que este rescaldo do PPV e da semana da WWE seja alvo de debate por parte dos leitores do artigo. Para a semana regressamos com a antevisão do Slammiversary, e por isso mesmo desejo-vos um óptimo fim-de-semana e marcamos encontro até a próxima edição do Smoke and Mirrors.

Momentos da Semana

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre os destaques da semana da WWE abordados nesta edição?

Qual foi a tua primeira impressão de Curtis Axel? Gostaste da escolha ou escolherias outro nome? E Porquê?

Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

17 Comentários

  1. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    Qual a tua opinião sobre os destaques da semana da WWE abordados nesta edição?

    Abordaste muito bem e concordo contigo em relação a ryback sair a “ganhar” do Extreme Rules e por cima para este PayBack!

    Qual foi a tua primeira impressão de Curtis Axel? Gostaste da escolha ou escolherias outro nome? E Porquê?

    Claro que gostei não fosse fá numero 1 de MR Perfect o seu pai(pronto talvez numero 2).como comentei no artigo sobre a smackdown, ele tem que ter vitorias como teve com Sin Cara valoriza-o muito mais, pois ele estava a ser usado nos shows secundários sempre com derrotas.

    Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros?
    Bons destaques, acrescentava o momento de Daniel Bryan na vitoria sobre Swagger e a indecisão do futuro dos hell No

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida foi muito importante o Ryback sair da forma como saiu do PPV e ainda definir as regras para o desafio do Payback.

      Eu gostei mesmo que fosse ele, não digo que fosse quem eu tinha pensado mas foi bem escolhido. Em comparação com os outros nomes abordados por alguns fãs pareceu-me ser claramente uma escolha muito bem feita.

      Sim eu também gostei desse momento e tal como disse se for para ser Bryan vs Cena no MITB e o Bryan ganhar não tenho nada contra que faça o heel turn.

  2. Bernardo_JR - há 4 anos

    Sobre o ER eu gostei bastante , considero o melhor PPV do ano ( ficando pouco à frente do Lockdown ) , mas fiquei desiludido com o combate do Sheamus vs Mark Henry , esperava algo épico , mas fiquei desiludido e não foi pela estipulação pois já vi varias vezes Punk vs Umanga.
    Sobre Sheamus parece que entrara numa feud com o Damien Sawdon e o Mark devera se retirar e regressar para reviver esta feud com o Sheamus.
    Sobre os outros combates destaco as vitorias dos THE SHIELD (que deverão ficar sem oponentes de valor pelo Tag Team champioships ) .Acho que depois dos Hell No a próxima dupla a entrar na rota dos Tag Team Champioship sera o “Celtic Viper “.
    O combate entre do WWE champioship que terminou com um esperado empate , pois o que surpreendeu foi a qualidade do combate.Tambem espero que o Ryback seja o novo campeão no próximo PPV.
    Gostei também do Del Rio vs Swagger , principalmente daquele Backstabber com a kinda stick que foi maravilhoso.
    A unic critica a este PPV foi o não combate pelo IC , pois o Barret tinha perdido para o R-Truth e o Sin cara e tinham uma boa razão , mas fico sastisfeito com a possiblidade de termos um Barret vs Fandago vs Miz ( se calhar o Y2J ) no PAYBACK pelo IC e infelizmente com o Barret a pereder o titulo para o Fandago que entraria em feud com o Miz pelo IC e o Barret a ser MR. Money in the Bank
    Sobre o Curt Axel espero um bom futuro , embora não saiba com quem vai entrar em feud , pois todos os Faces deverão ter um feud para o Payback.
    Gostaria de saber qual achas que sera ( na sua opinião ) o melhor combate pelo U.S.A title no Payback?

    • José Sousa - há 4 anos

      Mas essa feud tem que ser bem construída, para valorizar ambos até porque ambos são excelentes. O que não gostava que fosse a rampa para o crescimento do estatuto do Sandow no roster.

      Eu acho que os Hell No ainda lutam contra eles no Payback e ai tens o turn definitivo do Bryan. Sobre Sheamus e Orton não queria muito a não ser que fosse para colocar o Orton heel e em feud com o Sheamus.

      Eu não sei se o Ryback sai campeão, apenas acho que a estipulação coloca tudo em aberto porque se o Cena perder não sai desvalorizado uma vez que o afastaria do título de forma eficaz. Mas até pode ser que o Cena vença no Payback( o mais provável).

      Esse combate pode ser perfeitamente a quatro, eu não acredito que a feud tenha terminado completamente ainda por isso incluir o Jericho no combate é bem possível. E ai acho que vence o Miz sinceramente para ter uma feud com o Fandango pelo título.

      Pois mas não vejo o Curtis Axel a ficar de fora do PPV sinceramente não vejo porque já se percebe que a aposta da WWE nesta primeira fase vai ser muito forte.

      Vai ser Kofi vs Ambrose. Apesar de tudo não vejo melhor opção neste momento, aliás por ter perdido o título é que não acreditava que fosse o Kofi o Paul Heyman Guy. Ele não ia perder o titulo e fazer um heel turn sem tentar vingar-se do Ambrose.

      • Bernardo_JR - há 4 anos

        Não acredito que o Axel fique de fora , mas também não vejo ninguém para enfrentar – Orton seria a única opção , pois ele também comentou sobre ele num exclusivo da wwe.com ( http://www.wwe.com/videos/playlists/smackdown-exclusives-may-24-2013 ) .
        Se o Cena ganhar no ambulance match o que adiantou o heel turn do Ryback , o que adiantou o empate no ER , o Ryback so serviu para entreter o Cena durante um tempo? E como um ambulance match acaba com as feuds , é a ultima change do Ryback se cimentar no main event . Este combate é a passagem do Ryback de main event consolidado ou para jobber .Mas como a WWE não vai dar uma derrota limpa para o Cena , acredito que o Punk ou os THE SHIELD dessem a vitoria ao Ryback.
        Ou então , como eu queria , os THE SHIELD faziam o Ryback vencer e do publico sai o Punk e ataca o Ryback e os THE SHIELD . No MITB o Punk perdia para o Ryback e no SS vencia e o Ambrose usava a MITB e era o novo campeao começando a feud Punk vs THE SHIELD.
        Kofi vs Ambrose eu não queria , gostava que houvesse outro lutador mais forte , mas se for não me importo.
        Esqueci-me de disser que parece que agora o Swagger vai ter o castigo pois parece que anda a jobbar para os main event( pela sorte do Barret ).

      • José Sousa - há 4 anos

        Não vemos agora daqui até lá pode surgir alguém que seja a opção mais lógica para a estreia em PPV. Dificilmente deixará de se estrear no PPV.

        Serviu para ele voltar de novo a face. Mas ainda é cedo para percebemos o que vai acontecer. não quero falar de feuds nesta altura ainda.

    • danielLP21 - há 4 anos

      Duvido que o Orton e o Sheamus lutem pelos Títulos de Tag Team juntos…

  3. GJD - há 4 anos

    Qual a tua opinião sobre os destaques da semana da WWE abordados nesta edição?
    Concordo em tudo , principalmente no erro em dar uma vitória ao Big E sobre o Del Rio , o Ryback também acho que fez sua melhor promo, gostei bastante da atitude de colocar lutadores na ambulância . Acho que Fandango vs Jericho acabou pelo smackdown pode ser que tenhamos Barrett vs Miz vs Fandango.
    Qual foi a tua primeira impressão de Curtis Axel? Gostaste da escolha ou escolherias outro nome? E Porquê?A primeira impressão foi muito boa era um lutador que merecia um push. Gostei da escolha me surpreendeu um pouco já que eu esperava alguém do Nxt como o Wyatt ou o Ohno .
    Concordas com os momentos da semana? Ou escolhias outros? Concordo

    • José Sousa - há 4 anos

      Eu também achei um grande erro mas espero que quando voltar o Ziggler, que ele também possa ser finalmente valorizado como main-eventer.

      Ele teve bem. Sinceramente também pensei no Ohno e no Wyatt como homens do Paul Heyman até mais que o Cesaro.

  4. danielLP21 - há 4 anos

    Concordo com tudo ( incluindo os momentos da semana) e a minha “primeira” impressão do Curtis Axel foi boa. Basta aparecer ao lado do melhor “manager” de sempre ( juntamente com o Paul Bearer).

    • José Sousa - há 4 anos

      Ainda bem que gostas e concordas com a minha visão. Estas duas semanas deram-me pouca margem de escolha e para a semana continuo sem margem para muitas escolhas.

      Olha sem dizer muito concordo contigo sobre o potencial do Slammiversary do ponto de vista da qualidade técnica do evento.

  5. MicaelDuarte - há 4 anos

    Não ao nível do PPV do ano passado, mas não deixou de ser bom!

    Y2J vs Fandango: Considero ter sido um bom opener e tirando ali um botch ou outro, a coisa correu bem e bem melhor do que na WM. O combate teve bons momentos e o Fandango mostrou mais do que sabe fazer, sendo de louvar aquele sell fantástico ao Codebreaker! Vamos ver o que se desenrola para Fandango, visto que agora meteu-se também com Wade Barrett e The Miz. Quem sabe não teremos o Jericho a fazer um “dois-em-um”, elevando o IC Title numa feud com os três e continuando a elevar o Fandango…

    Sheamus vs Henry: Foi um combate decente. Estava à espera de um pouco mais deste combate mas foi o que se arranjou. O Sheamus precisava mesmo da vitória e talvez comece a voltar à rota do título mundial.

    Orton vs Show: Foi bom, mas poderia ter sido muito melhor. Sendo um Extreme Rules Match, deveriam ter usado e abusado de variadíssimas armas e isso não aconteceu, e é por isso que o combate pecou um pouco. Vimos o retorno do Punt Kick que, sinceramente, já tinha saudades de ver! É sempre bom relembrar pormenores de uma personagem heel do Orton. Sim, eu sei que não é provável que aconteça a curto prazo, mas aquela promo do Payback com o Orton traz-me recordações de um Orton heel…

    Del Rio vs Swagger: Depois de ver o combate da WM, fiquei sem grande vontade de ver este combate, mesmo sendo um “I Quit” match, mas confesso que não me arrependi de o ver. Foi um dos combates da noite e sempre acelerado, sem tempos mortos. Achei parvo aquela parte da toalha, porque isto não é boxe e as regras do “I Quit” match são bastante explícitas: “I Quit!”.

    Cena vs Ryback: Pessoalmente não gostei muito, talvez seja por não gostar muito de nenhum dos intervenientes do combate. Analisando de uma forma imparcial, o combate até foi bom, tendo em conta quem eram os wrestlers, tendo até um spot ou outro interessante e claro, o final que foi muito bom, não descredibilizando em nada Ryback. Ambulance Match? Realmente deixa em aberto o vencedor do combate, mas o Cena ir numa ambulância, quando já saiu do PPV ER numa maca? Nah…

    The Shield: Ambrose com Kofi boi bastante bom e é de realçar o pop que o Ambrose teve quando conquistou o título! Igualmente interessante foi o combate de Tag-Team! Definitivamente, a grande noite do The Shield! BELIEVE IN THE SHIELD!

    Estava com esperança que o novo Paul Heyman Guy fosse o Cesaro, aliás, queria mesmo que fosse ele, mas de qualquer das formas fiquei satisfeito com a escolha!

    Momento da semana: BELIEVE IN THE SHIELD! :D

    • José Sousa - há 4 anos

      Micael já sabia mais ou menos a tua opinião até porque vimos o PPV em directo. Por isso já sabia como seria a tua perspectiva.

      Também acho que pode dar Fatal 4 Way pelo título no Payback, e podia ser Elimination porque já não vejo um desses há muito tempo.

      Sobre o Orton, Sheamus e Del Rio concordo contigo sem dúvida alguma. Apenas custa-me a acreditar que o Swagger tenha saído completamente da rota do título Mundial.

      Sobre os Shield nada a dizer. Olha que não me admirava nada que este combate sirva para tirar o titulo ao Cena. Mas pode acontecer é o contrário ou seja servir para afastar o Ryback para que volte face depois.

      Quanto ao Axel sinceramente gostei da escolha, eu pensei no Wyatt, Ohno ou mesmo no Corey Graves. Eu não desgostava do Cesaro, mas ele não me consegue transmitir carisma. Eu adoro o homem no ringue o pior é o resto. O Heyman podia ajudar nisso é verdade.

      • MicaelDuarte - há 4 anos

        Ah, quanto ao finisher do Ambrose, é daquele tipo de finishers que ou tens um bom seller ou então é o “pior finisher do Mundo”…

        Também pensei no Ohno, já outros como Bray Wyatt e assim não me lembrei…

      • José Sousa - há 4 anos

        Eu pensei no Wyatt mas depois lembrei-me que esse se vier sozinho aguenta-se á bronca. Esse é só dar-lhe um micro que as promos deles fazem com que a gimmick seja levada á sério. O Heyman ajudaria mas não é fundamental no caso do Wyatt.

  6. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Muito bom artigo José, concordo com praticamente tudo que disseste, só acho que o Curtis terá que fazer alguns ajustes, como por exemplo, evitar os oversells, funciona para caras como Dolph Ziggler e Ric Flair, mas da maneira que ele está sendo colocado não parece que esses bumps sejam a melhor forma de se colocar, visto que esse tipo de coisa é algo feito muitas vezes para jobbers, outra coisa, esse olhar de menino feliz e deslumbrado por ser cliente do Heyman tem que mudar, é preciso se colocar de uma maneira mais única e marcante, além de ser menos repetitivo nas promos, mas tirando isso, acho que é um tipo com potencial e com nome, só espero que ele dê certo, mas não podemos reclamar que a CIA não deu a oportunidade, torço para que ele dê certo.

    • José Sousa - há 4 anos

      Eu concordo contigo, eu não me quis alongar muito sobre ele porque ainda é cedo. Apenas quis apresentar as razões porque acho que foi uma boa escolha, e como eu disse o Ted e o Cody têm promos suficientes para se aguentar sozinhos e por isso não é por ai que precisariam do Heyman. O Cesaro é aquilo que tu sabes, ele é excelente no ringue mas não tem heat. E já vimos wrestlers como o Ziggler, Morrison e outros com mic skills também só razoáveis e terem mais carisma que o Cesaro.

      Eu gosto do nome do Curtis não sei como preferiam Mcgillicutty, esses fãs deviam estar doentes. Para mim tem que ser o Heyman a fazer as promos nesta primeira fase, quase como a Vickie fez ao inicio com o Ziggler para criar heat em torno dele. Sim ao menos tentaram apostar nele, o Di Biase já não pode dizer por exemplo.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador