Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

The Bottom Line #13 – Re-booking “The Invasion” (2)

Olá a todos os leitores do Wrestling.PT. Sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”. Na edição desta semana teremos a Parte Nº2 do Re-Booking da Storyline “Invasion”, que ocorreu em 2001 na WWE. Antes de prosseguir-mos com o Booking, vamos fazer uma pequena recapitulação do que aconteceu na primeira parte. Seja como for têm aqui o link da primeira parte.

Resumidamente, Mr.Mcmahon comprou a WCW, ou assim ele pensava, apenas para descobrir à última da hora que Ric Flair o tinha antecipado na compra da companhia de Atlanta. Flair afirma que fará de tudo para destabilizar a WWF e irá criar impacto à sua maneira. O que se segue é constantes confrontos de palavras entre os dois durante as semanas seguintes e alguns confrontos entre Superstarts. Flair convida wrestlers da WWF para se juntarem à sua causa, tendo particular interesse neste momento por Eddie Guerrero.

Raw pós-Backlash

Esta Raw começa com Steve Austin a vir ao ringue para dizer umas palavras após o que aconteceu na noite passada. Ele afirma que não lhe importa esta rivalidade entre WCW e WWF, mas quando alguém decide ataca-lo pelas costas, acabam por acordar a raiva do Stone Cold. Austin propõem um desafio a Booker T, aquele que lhe atacou, afirmando que no final da noite quer que ele apareça dentro do ringue. Austin também acrescenta que os seguranças que decidirem parar o Booker T, irão acabar no Hospital. Mr. Mcmahon aparece para interromper Steve Austin. Vince diz que não está nada satisfeito com o que se passou na última noite e diz que não quer correr riscos com a WCW. Porém, dá a autorização para que Austin desafie Booker T, dizendo que terá os seus lutadores prontos para que parem os restantes wrestlers da WCW. O resto da noite decorre normalmente. A única coisa de registar é que Eddie Guerrero recebe uma carta de Ric Flair, que contem bastante dinheiro com uma frase adicional dizendo: “Isto e muito mais pode ser teu….apenas tens que dizer sim”. No final do programa temos Austin no ringue, que espera ansiosamente o aparecimento de Booker T.

Booker T acaba por aparecer no meio do público com um microfone, ao lado de Ric Flair e Arn Anderson. Booker afirma que ele sabe o que todos estão a planear, dizendo que nem em sonhos ele irá entrar naquele ringue sozinho. Ric Flair agarra no microfone e diz a Austin que o ataque que sofreu na noite anterior, não passaram de negócios. Quanto ao desafio lançado por Austin, Flair diz que a WWE pode ter um plano para esta noite, mas ele tem um melhor. Assim que ele diz isso, as luzes do recinto apagam-se todas. Segundos depois as luzes voltam a acender para revelar que 4 wrestlers da WCW: Lance Storm, Mike Awesome, Sean O’Haire e Chuck Palumbo, encontram-se dentro do ringue com correntes de aço. Em poucos segundos, atacam Austin, desaparecendo rapidamente na multidão, em fuga. A Raw acaba com vários wrestlers da WWF dentro do ringue a tentarem ajudar Austin a se levantar.

Nas semanas seguintes…

Nos programas seguintes, descobrimos que o plano de Ric Flair consistiu em “comprar” um dos técnicos encarregados da Iluminação dos Shows, para que sabota-se a Raw naquele preciso momento para que o ataque a Austin tivesse efeito. Esse técnico é despedido por Vince em pleno ringue, sofrendo também um Stunner por parte de Austin. Vince lança um desafio a Flair, 2 wrestlers da WWF contra 2 wrestlers da WCW. Flair aceita o desafio dizendo que espera humilhar Vince à frente do mundo. Vince afirma que Flair será aquele que irá ser humilhado , acrescentando que os 2 wrestlers que irá representar a WWF são Kane e Undertaker. Flair mostra-se receoso, mas firme, anunciando que os 2 wrestlers que irão representar a WCW são Lance Storm e Mike Awesome. Este combate fica marcado para o Judgement Day. Big Show e Chris Jericho continuam na sua maré de azares ao serem colocados em situações injustas. Entretanto, Flair diz a Eddie Guerrero que quer uma resposta à sua proposta no PPV. Também Kurt Angle torna-se no candidato ao título de Austin.

Judgement Day 2001

– Raven derrota Chris Benoit para manter o título Intercontinental
– Lita derrota Trish Stratus e Chyna para se tornar na nova campeã feminina – Isto marca o último combate de Chyna na WWE.

Eddie Guerrero derrota Test para manter o título Europeu – no final do combate Flair aparece no meio do público com um microfone e pergunta a Guerrero qual é a sua decisão. Eddie, apoiado pelos seus parceiros, Perry Saturn e Dean Malenko, em caso de alguma emboscada da WCW, começam a fazer uma promo. Eddie diz que abandonou a WCW por uma razão: ninguém o respeitava como lutador de baixa estatura, sendo que ninguém acreditava que ele um dia pudesse subir ao topo. Ele acrescenta que tem um enorme respeito por Flair e Arn Anderson, 2 das maiores estrelas de sempre, mas diz que não pode trair a WWF que lhe deu uma nova oportunidade para brilhar à escala mundial. Eddie respeitosamente diz que não aceita a proposta de Flair. Ric diz que não estava à espera de um “não”. Porém, afirma que existem mais pessoas que gostariam de aceitar a sua proposta. Assim que Flair diz isto, Malenko e Saturn traem Eddie, atacando-o pelas costas com soqueiras, que tinha escondidas no seu vestuário. Com alguns golpes na face e na nuca de Guerrero, Malenko e Saturn deixam o seu ex-companheiro no chão, tendo perdido os sentidos. Os dois juntamente com Flair, fogem pelo meio do público. Guerrero irá desaparecer por quase um ano da WWE, visto que tinha um grave problema de drogas, sendo esta a razão para o afastar de Storylines.

– Triple H vence Chris Jericho e Big Show, num combate para determinar o nº1 Contender ao título da WWF.
– Edge & Christian vencem Hardy Boyz para manterem os títulos de Tag Team

Brothers of Destruction vencem Lance Storm e Mike Awesome atráves de uma desqualificação – Um combate que mostrou ser bastante equilibrado, até Kane e Undertaker conseguirem levar a melhor durante 2 minutos. Storm, apercebendo-se que a derrota estava perto atinge Kane com uma cadeira no pescoço, enquanto que Undertaker sofre um Low Blow de Awesome. Storm e Awesome continuam o ataque até que alguns wrestlers da WWF tentam vir em seu socorro, sendo que os 2 lutadores da WCW começam a sua retirada pela porta das traseiras.

Steve Austin vence Kurt Angle para manter o título da WWF. Após o combate um dos homens que estava a filmar o PPV entra dentro do ringue para revelar que é afinal Billy Kidman. Kidman tenta atacar Austin por trás com a camara, mas acaba por falhar, sofrendo um Stunner de Austin. Stone Cold após tudo isto, chama alguns wrestlers da WWF para vir ao ringue. Kane, Taker, Benoit e Dudley Boyz entram no ringue para atacarem um por um Kidman. O PPV acaba com Austin a festejar no ringue com os restantes wrestlers, mostrando que a WCW não tem sucesso em todos os seus planos.

Raw pós-Judgment Day

Vince aparece a começar a Raw. Ele diz que ontem a WCW provou que não quer um jogo limpo, ao lesionar gravemente Eddie Guerrero e ao decidir fugir da derrota certa no combate de Tag Team. Vince mostra-se bastante zangado ao ver que Saturn e Malenko traiaram a WWF. Ele quer explicações e ordena que ambos apareçam imediatamente. Saturn e Malenko aparecem ao pé da rampa. Ambos começam a falar que a WWF nunca os tratou como verdadeiras estrelas, preferindo fazer deles personagens cómicas que nunca iriam chegar a lado nenhum. Saturn afirma que odiava todos os dias quando tinha que entrar no ringue com uma esfregona, fazendo de conta que tinha um “parafuso a menos” como um verdadeiro palhaço. Malenko diz que ele é a prova viva de um verdadeiro atleta dentro do ringue, sendo que na WWF nunca teve a devida oportunidade de se afirmar, tendo a companhia decidido mete-lo num suposto “esquema amoroso” com a “mulher das tatuagens” (referência à Lita). Acabam dizendo que agora é a altura de eles brilharem, numa companhia que lhes deu uma oportunidade, como verdadeiros atletas. Vince diz que eles não passam de uns mal agradecidos e diz que a sua vontade é despedi-los. Porém, Vince quer vingar-se e marca um combate Tag Team entre os dois e os Brothers of Destruction como Main Event. No Main Event os Brothers of Destruction vencem o combate, mas logo de seguida são atacados por todos os wrestlers da WCW que invadem o ringue, vindo de todos os cantos do público. Rapidamente os Wrestlers da WWF vem para o ringue para limpar a casa. O show acaba com os dois rosters a lutarem entre si.

Build up para o King of the Ring

Basicamente, Flair faz uma proposta ao Vince: o Torneio King of the Ring será disputado entre as duas companhias. Se a WWF ganhar, a WCW acaba e Ric Flair e os seus wrestlers estão ao dispor de Vince. Mas se a WCW ganhar, a companhia de Flair fica em controlo de um programa semanal da WWF, neste caso a Smackdown, sendo que assim já teriam uma estação de televisão onde podem promover o seu “produto”. Adicionalmente, todo o roster da WCW pode entrar livremente em qualquer recinto, já não sendo barrados por seguranças. Vince torna-se receptivo, mas acaba por arriscar e concordar com essa proposta. Jericho, Angle, Tazz e Kane avançam no torneio, representando a WWF enquanto que DDP, Lance Storm, Mike Awesome e Chris Kanyon também avançam, representando a WCW. Entretanto, Kane perde o seu título Hardcore para Test (faço isto pois o título Hardcore irá ficar longe desta Storyline, pelo menos agora). É anunciando que irá ocorrer um Fatal Four Way no King of the Ring para coroar um novo campeão Europeu. Triple H irá usar a sua oportunidade pelo título no King of the Ring, sendo que para evitar invasões no combate, ficou marcado um combate de Jaula pelo Championship. Benoit lança um desafio a Malenko e a Saturn, para um combate de Tag Team Street Fight, de forma a que este se possa vingar do que ambos fizeram ao seu amigo Eddie. Raven oferece-se para ser o seu parceiro, fazendo um Face turn.

King of the Ring 2001

– Chris Jericho vence Chris Kanyon e avança para as meias-finais do King of the Ring
– Lance Storm vence Tazz e avança para as meias-finais do King of the Ring
– William Regal vence X-Pac, Edge e Matt Hardy para se tornar no novo campeão Europeu.
– DDP vence Kane e avança para as meias-finais do King of the Ring
– Kurt Angle vence Mike Awesome e avança para as meias-finais do King of the Ring.
– Dudley Boyz vencem APA para manterem os títulos de Tag Team
– DDP vence Kurt Angle e avança para as finais do King of the Ring.
– Chris Jericho vence Lance Storm e avança para as finais do King of the Ring.

Saturn e Malenko vencem Chris Benoit e Raven – Quando parecia que Benoit ia fazer desistir Malenko, Raven trai o parceiro atingindo com as escadas de aço nas costas. De seguida, Malenko faz o Texas Cloverfield ao mesmo tempo que Saturn faz o Camel Clutch. Benoit não tem escolha senão desistir. Mesmo após ter desistido, Malenko e Saturn não largam a manobra, sendo que lesionam com bastante gravidade o pescoço de Benoit. Quando os 3 acabam de atacar Benoit, fogem mais uma vez de retirada e Chris tem que ser levado numa maca (isto faz com que Benoit tenha a operação ao pescoço que viria a sofrer nesse mesmo PPV na vida real)

DDP vence Jericho e torna-se no King of the Ring – Quando parecia que Jericho ia ganhar com o Lionsault, o arbitro quando se atira para o chão para contar, tropeça e cai com gravidade de cara, ficando a queixar-se da mesma. Isto impossibilita  Jericho de ganhar o combate sendo que começa a reclamar com o arbitro que não fez a contagem como devia ter feito. Isto dá a possibilidade de DDP, do nada, atingir o Diamond Cutter, para fazer o Pin com sucesso. Após isto o roster tudo da WCW entra no ringue para festejar.

Steve Austin vence Triple H num combate de jaula para manter o título da WWF – Durante este combate Triple H lesiona-se na perna, como todos sabemos que aconteceu naquele ano, sendo que após o combate, Austin e HHH são atacados mais uma vez, sendo que após arrumarem o Stone Cold, Booker T lança-se ao ataque na perna de Triple H, deixando uma “desculpa” para que o Game recupere da lesão e fique de fora da Storyline por uns meses. O PPV acaba com mais uma rixa entre wrestlers da WWF e da WCW.

Bem pessoal, assim acaba esta segunda parte no meu Re-Booking da Invasion. Como podem ver já começamos a aquecer em termos de revelações e de momentos-chave. Se pensam que devia melhorar em certos aspectos e, se for assim possível, irei ter em consideração cada comentário. Devo desde já afirmar que já tenho mais ou menos uma ideia de onde quero acabar esta Storyline e as feuds que irei ter. Mas se quiserem dar sugestões no que fariam de diferente até agora, estejam à vontade. Mais uma vez espero que tenham gostado da segunda parte desta “série”. Até para à semana!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

6 Comentários

  1. Aleixo - há 3 anos

    Epá isto está excelente.
    De valor era se a Invasion tivesse sido mais assim

  2. Matheus Moreira - há 3 anos

    Gostei Muito :) Mais uma boa edição

  3. danielLP21 - há 3 anos

    Muito bom Ruben. Fico à espera do Sting :)

  4. gonçalo " the best in the world" - há 3 anos

    Muito bom Rubem!

    Excelente artigo adorei as tuas ideias, a espera do próximo :)

  5. Roberto Barros - há 3 anos

    Eu particularmente gosto da ideia da invasion e de até alguns momentos dela, mas o seu booking estar muito bom, bem melhor que o original, também dando algumas vitórias importantes para invasion, coisa que não aconteceu no original

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador