Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

The Bottom Line #20 – Re-Booking “The Invasion” (7)

Olá a todos os leitores do Wrestling.PT. Sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”. Está será a sétima e última edição desta série que tenho vindo a escrever. Para quem ainda não leu ás outras partes, aqui tem os links da primeira, segundaterceiraquarta, quinta e sexta parte.

A nossa última edição irá ser diferente das anteriores. Basicamente irei fazer o booking de semana a semana, até à Wrestlemania, sendo que irá ser feito de uma forma bastante mais desenvolvida do que é habitual. Sem mais demoras vamos começar.

6 semanas antes

No começo da Raw, The Rock vem ao ringue. Ele diz que todos sabem o que aconteceu na noite passada e que foi tramado pelo mesmo homem que o lesionou à um ano. Ele diz que chega de esperar e quer respostas agora de uma vez por todas. The Rock espera alguns segundos até que as luzes se apagam. Quando voltam a reacender, o homem mascarado aparece por detrás do Rocky e ataca-o com uma cadeira. Após este ataque, o homem mascarado tira finalmente a máscara e é revelado….que DDP foi aquele que atacou o Rock. O DDP faz o símbolo do diamante para dar por terminado o seguimento. Um dos combates da noite é entre Raven e Test, um rematch do embate do último PPV. Porém a NWO acaba por interromper o combate, atacando ambos os homens. Um torneio para coroar a nova nº1 contender ao título feminino na Wrestlemania, começa com a Lita e a Trish a avançarem no torneio ao vencerem os seus combates. É anunciado que os títulos de Tag Team dos Duddley Boyz vão estar em jogo na Wrestlemania. Contudo, apenas nas próximas semanas irá ser anunciado qual a equipa escolhida, com base nas suas performances, nos seus próximos combates.

Nessa noite os Hardy Boyz enfrentam os Duddleys, sendo que D-von consegue o pin em Jeff para vencer o combate. No seguimento seguinte temos um Video Promo, onde Triple H diz que o último ataque que sofreu de Booker T foi bastante grave e que lhe fez bastante dano. Contudo, a gravidade dos danos são um mistério, pois Triple H afirma não querer falar no assunto. É anunciado uma assinatura de contracto entre Hulk Hogan e Steve Austin para a próxima Raw. No Main Event temos o aguardado regresso do Undertaker. Não só isso, mas envés do American Badass, temos de volta o Undertaker antigo, com a sua antiga música, fato, etc. O Taker afirma que Sting é uma “força” única que ele nunca enfrentou na vida. Assim sendo, ele decidiu trazer os seus velhos “poderes” de volta para conseguir rivalizar com o seu novo oponente. Taker desafia o Sting para um combate na Wrestlemania e diz que ele irá “descansar em Paz”.

No Nitro, o programa começa com a NWO e Flair a virem até ao ringue. O Hogan começa a dar um discurso de como mais uma vez ele conseguiu vencer as adversidades e como é a maior força do Wrestling. De seguida, Flair pega no microfone  e diz que o que aconteceu com o Jericho no último Domingo, foi puramente negócios e que apenas estava a zelar pelo futuro da WCW. Flair espera que não exista ressentimentos por parte do Jericho, convidando-o a vir ao ringue apertar a sua mão. O Jericho aparece com uma expressão fria no olhar. Ele próprio pega no microfone e questiona Flair sobre se ele realmente deveria aceitar as suas desculpas depois do que lhe aconteceu. Ele diz que esperava que existisse um comportamento diferente na WCW, diferente da WWF, mas descobriu da pior maneira que não importa em que empresa ele está, no final das contas ele irá acabar “lixado” pois não é visto como um lutador de topo. Ele conclui dizendo que está farto e que decide abandonar a companhia, afirmando a Flair que ele pode enfiar o seu contracto num certo sítio. Após estas palavras, Jericho abandona o ringue e o recinto.

O torneio feminino continua com a Torrie Wilson e Miss Jackie a vencerem os seus respectivos combates e a qualificarem-se. Numa promo de bastidores temos o Sting, que afirma aceitar o desafio para um combate com o Undertaker. Ele acrescenta que está feliz de poder enfrentar finalmente o “Morto”, dizendo que vai adorar destruir a lenda da WWF. Noutro seguimento temos o Scott Steiner que, vem ao ringue dizer que no último Domingo, mostrou a toda a gente que ele è superior ao Kurt Angle. Angle interrompe, afirmando que o Steiner fingiu uma lesão para o atacar, para que não tivesse obrigatoriamente de lutar com ele. Ele acrescenta que o seu nome não devia ser “Big Poppa Pump”, mas “Big Coward Punk”. Steiner começa a ficar irritado com as afirmações de Angle, propondo ao mesmo uma serie de desafios. Se Angle ganhar a maioria desses desafios, Steiner aceita ter um combate com ele. O primeiro desafio fica marcado para a próxima Raw. Goldberg vs Mike Awesome – Goldberg vence o seu combate e após celebrar, este é atacado pela NWO sendo completamente dizimado. Noutro combate, a Flock (Malenko e Saturn) derrotam Edge & Christian. É anunciado que no próximo Nitro, DDP irá falar das suas acções contra o The Rock. No Main Event, Booker T vence Jerry Lynn. Após o combate, Booker T diz que finalmente conseguiu quebrar o “Game”, tanto fisicamente, como emocionalmente. Ele diz que é melhor que o Triple H e afirma que irá estar na próxima Raw e irá desafiar o HHH para aparecer.

5 semanas antes da Wrestlemania

A Raw começa com o Stone Cold a vir até ao ringue. Ele ao que parece, agora que recuperou o título, terá de enfrentar o mítico Hulk Hogan, o campeão da WCW. O Stone Cold deixa um aviso ao Hogan, afirmando que o irá “destronar” na Wrestlemania e que o Hulk desejaria não enfrentar o Austin naquele momento. De seguida, Austin é interrompido por Jericho que vem do público. Jericho entra no ringue e afirma que foi tramado em ambas as companhias, mas que uma coisa de positivo que encontrou em ambas foi o respeito que existe na maioria dos wrestlers. Ele diz que Hogan não tem, nem nunca terá esse respeito, mas Austin, ao contrário de Hulk, merece o respeito de Jericho pois foi um dos maiores lutadores que já enfrentou. Ele diz que o seu futuro é inserto, mas afirma que antes de se ir embora, gostava de ter mais uma oportunidade pelo título de Austin. Austin aceita o desafio pois afirma que aceita enfrentar qualquer um , em segundo, deseja irritar o Vince, pois ele não gosta que lutadores marquem combates como lhes apetece e, terceiro, o Jericho merece pois foi ele que originalmente ganhou o Rumble. Um árbitro vem até ao ringue e o combate começa com o título em jogo.

A uma dada altura do combate, o árbitro é atingido por um murro acidental e cai para o chão. Quando Austin estava pronto para aplicar o Stunner em Jericho, Hogan vem até ao ringue com a NWO, atacando ambos os homens, principalmente Austin, deixando-os dizimando-os. Hogan aplica o Leg Drop em Stone Cold e poem o corpo do Jericho no topo deste. O árbitro, já consciente começa a fazer a contagem. O Jericho vence o combate, sem se aperceber do que aconteceu. Assim que ele vê que ganhou o título, Jericho começa a celebrar a sua conquista, saído do recinto pela porta das traseiras. Austin ao dar-se conta do que aconteceu tenta ir atrás da NWO. De seguida, vemos uma camara que consegue apanhar a NWO a sair do recinto numa limusine. Austin já não foi a tempo de os apanhar. Nas semi-finais do torneio feminino, a Lita derrota a Miss Jackie e avança até à final. Num combate de Tag Team, os Hardy Boyz derrotam a Flock. Temos de seguida o primeiro desafio entre Steiner e Angle. O desafio consiste numa prova de flexões onde ambos os homens teriam de fazer o maior número de flexões em 90 segundos. Os dois wrestlers, lado a lado, começam a fazer as flexões. Quando faltam 10 segundos para o fim do desafio, Steiner faz com que a mão de Angle escorregue, provocando uma queda de Kurt. Com isto, Angle começa a reclamar de batota, mas sem grande sucesso pois os dois árbitros proclamam o Steiner como o vencedor do desafio. Steiner celebra, retirando-se rapidamente do ringue. Angle repara que os dois árbitros são na realidade da WCW e começa a ataca-los, tal a raiva de Kurt.

Booker T vem ao ringue e rapidamente desafia o Triple H a aparecer. O HHH aparece de muletas, o que provoca gargalhadas em Booker T. O Game entra dentro do ringue com uma cara de raiva e de tristeza. Booker diz que consegui lesionar o Game outra vez, afirmando que é a prova da sua superioridade. O Booker T fica tão convencido, que decide desafiar o Triple H para um combate na Wrestlemania, afirmando que com certeza vencerá. O Game afirma que aceita o desafio, apertando a mão a Booker. Após isto, Triple H diz obrigado a Booker, atacando-o logo de seguida, atingindo o Pedigree em Booker. Assim se descobre o Game não estava realmente lesionado, sendo uma cilada para que Booker T aceita-se um combate com ele. No Main Event, Vince Mcmahon vem até ao ringue. Vince mostra-se confuso, pois uma assinatura de contracto era suposto acontecer, mas tornou-se impossível pois Austin já não é o campeão da WWF. Ele acaba por ser interrompido por Flair que diz a Vince para não se preocupar com o Main Event, pois ele tem um desafio para Mcmahon. Ele desafia o Vince para um combate na Wrestlemania entre os dois. Flair diz que é algo que ele já quer fazer à algum tempo e que é altura de acabar com as guerras de palavras e passar à acção. Vince diz que Flair têm o seu combate, mas afirma que irá querer um Street Fight. Flair aceita as condições. Após isto, Vince ataca Flair pelas costas, infringido um ataque cobarde em Flair. Vince fica vitorioso com um Ric ensanguentado no meio do ringue.

No Nitro, o programa começa com o Hogan e a NWO a virem até ao ringue. Basicamente, o Hogan diz que tramou o Austin, pois quer uma vida facilitada na Wrestlemania, pois sabe que consegue vencer o Jericho nas calmas. De seguida, Hulk afirma que se sente generoso essa noite e que vai dar uma oportunidade pelo título a um wrestler da WCW. Ele tirá um nome de uma pequena caixa e descobrimos que Lance Storm irá ser aquele que recebe essa oportunidade. Hogan afirma que é o homem mais generoso à face da terra e afirma que não só o seu título irá estar em jogo na Wrestlemania, mas também a sua oportunidade pelo título da WWF. Ele diz que Storm não precisa de se preocupar, pois a NWO não irá interferir no combate e que se o fizer, ele perderá o seu título. Trish vence Torrie Wilson e avança até às finais do torneio. Edge e Christian vencem os Duddley Boyz num combate de Tag Team. Sting, vence um combate contra Chavo Guerrero. Após o combate, Sting pega no símbolo do Undertaker em formato gigante e começa a parti-lo com o seu taco de basebol. DDP vem até ao ringue e afirma que fez o que fez ao Rock pois estava farto de ve-lo a receber os louros e de ser proclamado o “Peoples Champion”. DDP afirma que ele tinha esse título muito antes de o Rock o ter e que é uma tragédia que ele seja posto num patamar acima do dele. Ele diz que é melhor que o Rock e que o derradeiro campeão das pessoas é o DDP.

Num seguimento de bastidores vemos a Flock a confrontar a NWO. Raven diz que não entende o ataque à sua pessoa, visto que ambos estão do mesmo lado. Nash diz a Raven que eles apenas fizeram um acordo com o Flair e não com o resto do Roster da WCW, afirmando que a única equipa para onde eles estão a “jogar” é a NWO. No segundo desafio entre Steiner e Angle, Kurt tem a oportunidade de escolher o desafio. Assim sendo, Angle propõem uma prova do Leite, sendo que aquele que conseguir beber mais leite em 90 segundos será coroado o vencedor. Angle vence o desafio, atirando os restos de leite à cara de Steiner. No Main Event, temos Hogan vs Storm. Hogan tem tudo controlado até que Austin decide aparecer, aplicando um Stunner em Hogan, sem o árbitro dar por isso. Storm faz o pin em Hulk e torna-se no novo campeão da WCW. O programa termina com um Hogan bastante furioso.

4 semanas antes da Wrestlemania

Na Raw, o programa começa com Steve Austin a vir até ao ringue. Ele diz que pagou ao Hogan da mesma moeda no último Nitro. Afirma que a sua prioridade é enfrentar Hulk Hogan e que o quer fazer já na Wrestlemania. Hogan aparece e diz que não consegue acreditar na audácia de Austin. Ele afirma que ele fez um sério erro ao tramalo daquela maneira e ele irá destrói-lo na Wrestlemania, aceitando a proposta para um combate. Noutro seguimento, Vince Mcmahon vem até ao ringue, onde afirma que é do maior interesse que Chris Jericho volte a trabalhar para a WWF, visto que ele é o seu campeão agora. Com isto, Jericho aparece. Chris pega num microfone e diz a Vince que irá estar na Wrestlemania a defender o seu título contra o campeão da WCW. Porém Jericho não tem intenções de voltar, afirmando que representa outras “cores” para além da WCW e da WWF. Vince pergunta a Jericho do que é que ele está a falar. Jericho responde, afirmando que na altura certa irá revelar mais, mas não agora. Com isto, Chris rasga o novo contracto que Vince tinha para ele e abandona o ringue. Na final do torneio feminino, Lita e Trish acabam o combate num No-Contest. Com isto, o comissário William Regal, afirma que afinal iremos ter um Triple Threat pelo título feminino na Mania, com a campeã Jazz, Lita e Trish. Num combate de Tag Team, os Hardy vencem Edge and Christian.

Vários vídeos são mostrados ao longo do programa com vitórias do Undertaker na Wrestlemania, de modo a fazer o build up para o combate. No terceiro desafio entre Angle e Steiner, Scott escolhe o desafio da posse, onde ambos os lutadores fariam posses para mostrarem os seus músculos. Scott faz posses bastantes profissionais, sendo que Kurt faz posses engraçadas. O público claramente escolhe o Angle como vencedor, mas Stacy Keibler, que era a Juiz do desafio, escolhe o Steiner como vencedor, pois “apaixonou-se” pelos seus músculos. Angle, cheio de raiva aplica o Ankle Lock em Stacy, com o Steiner a fugir em retirada. Num outro combate, Kane derrota Chuck Palumbo num combate. Após o embate, a NWO ataca Kane, deixando a “Big Red Machine” dizimada no chão. Numa promo, feita por vídeo satélite, Triple H revela que enganou à grande Booker T a pensar que ele realmente se tinha lesionado gravemente. Acrescenta que na Wrestlemania finalmente irá ter a sua vingança quando tiver a sua oportunidade no combate entre os dois. Quando confrontado como seria possível o Triple H não estar lesionado depois de ataques com a marreta, “The Game” revela que na noite desse ataque, ele usou uma proteção no seu joelho, escondida na sua joelheira, pois previa um ataque de Booker T nessa noite. No Main Event temos The Rock a vir ao ringue fazer uma promo no DDP.

Ele diz que o DDP é um palhaço que culpa os outros de não ter popularidade. Rock acrescenta que o DDP queria mandar uma mensagem e foi bem sucedido pois ele acordou a irá do “Great One”. O Rocky diz que no final o verdadeiro “Peoples Champ” irá ter a sua vitória e essa pessoa é o The Rock. DDP aparece e confronta o Rocky. Ele acusa o Rocky de não ser um verdadeiro campeão das pessoas, pois gosta muito de se glorificar e de se mostrar. Ele afirma que alguém como ele é merecedor desse nome pois durante toda a sua carreira mostrou que se interessa realmente pelos seus fãs ao dar todo dentro do ringue. O Rocky responde afirmando que não interessa o que se diz ou o que se faz, pois no final das contas o “Peoples Champ” é escolhido pelas pessoas. Assim sendo, Rock desafia o DDP para um combate na Mania, de modo a descobrir-se quem é realmente o melhor. O DDP aceita, sendo depois atingido com um Rock Bottom para o delírio dos fãs.

No Nitro, o programa começa com Ric Flair a vir ao ringue. Flair afirma que na Wrestlemania, o fim da linha chegou para o Vince pois ele irá atingir-lhe com a maior tareia de sempre. Com isto, vemos Vince no Titantron. Mcmahon interrompe afirmando que tem algo para mostrar a Ric. Assim sendo vemos imagens de um ginásio, onde vemos um homem deitado no chão, desmaiado. Quando a camara se aproxima, podemos ver que é o filho de Flair, David, que se encontra no chão. Vince diz que isto é uma mensagem do futuro de Flair. Vince desaparece e podemos ver um Ric chocado e bastante irritado com o que acabou de ver.  Jazz vence Ivory e dizima-a completamente de modo a mandar uma mensagem às suas adversárias. Num combate de Tag Team, a Flock derrota os Duddley Boyz. Depois vemos um vídeo promocional das maiores vitorias da carreira do Sting, de modo a dar mais build up para o seu combate com Taker.

No quarto desafio entre Angle e Steiner, Kurt tem a oportunidade de escolher o desafio. Angle escolhe o desafio das medalhas, onde o vencedor será aquele que tiver mais medalhas olímpicas. Assim sendo, Angle ganha automaticamente pois Steiner não possui medalhas ao contrário de Kurt. Noutro seguimento, Lance Storm aparece para festejar a sua conquista do seu primeiro título Mundial da WCW. Após fazer isto, revela ao  mundo que a “Board of Directors” finalmente decidiu que este teria de enfrentar o Jericho na Wrestlemania. Não só isso, mas ambos os títulos irão estar em jogo, sendo que o vencedor tornar-se-á no primeiro “Undisputed Champion”. Storm começa a falar mal de Jericho, afirmando que ambos começaram a sua carreira ao mesmo tempo, e que claramente ele sempre foi o melhor dos dois. Ele diz que o Jericho era um queixinhas quando ambos treinavam na escola dos Harts, e que era uma autentica Prima Donna. Ele diz que ira continuar a revelar a farsa que é o Jericho e promete uma vitória na Wrestlemania. No Main Event, Hogan derrota Mike Awesome, mas só após aplicar 5 Leg Drops, de modo a mandar uma mensagem ao Austin.

3 semanas antes da Wrestlemania

A Raw começa com Chris Jericho a vir ao ringue. Jericho afirma que está contente de ir à Wrestlemania e de ter mais uma oportunidade de unificar os títulos. Acrescenta também que o Lance Storm tem inveja dele e que irá tentar fazer de todo para o desconcentrar até à Wrestlemania, mas afirma que isso não vai resultar. Após dizer isto, Jericho diz que chegou a altura de revelar as “cores” que realmente apoia. Ele diz apenas isto: E-C-W. Com isto, Paul Heyman aparece, abraçando Jericho no meio do ringue. Jericho afirma que decidiu apoiar a pessoa e a brand que nunca o deixou mal. Acrescenta também que o Heyman foi um mentor para ele, ao tentar ajuda-lo a tornar-se numa grande estrela. Heyman pega no microfone e afirma que está bastante contente por estar de volta e afirma que irá estar no canto de Jericho na Wrestlemania. Noutro seguimento, temos o Undertaker a vir até ao ringue.

O Taker desafia o Sting a vir até ao ringue confronta-lo. As luzes apagam e vemos o Sting por uns segundos no ringue com o Taker. Porém as luzes voltam a apagar, para revelar que o Taker encontrava-se mais uma vez sozinho no ringue. Num combate de Tag Team, Edge & Christian vencem a Flock. Num combate singular, Trish consegue uma vitória surpresa ao vencer a Jazz. Noutro seguimento, vemos o Booker T a usar uma marreta para destruir o carro do Triple H. O Game ainda tenta apanhar o Booker, mas este foge no seu próprio carro. Noutro combate, William Regal defende o seu título Europeu contra RVD. Porém o combate acaba num No Contest, pois a NWO ataca ambos os lutadores. Contudo, eles sofrem também um ataque, por parte de Kane, Goldberg, Raven e Test. Quando acabam de limpar o ringue, os 4 homens olham-se seriamente. No Main Event, temos uma assinatura de contracto entre Hogan e Austin. Ambos trocam palavras um com o outro. De relevante temos o facto de Austin acusar o Hogan de nunca ter triunfado na WCW por sua causa. Após ambos acabarem a assinatura de contracto, o caos começa, com Hogan e Austin a trocarem murros, enquanto que Flair começa a atacar o Vince. O programa acaba com o total caos entre estes 4 wrestlers.

No Nitro, o show começa com Lance Storm a vir até ao ringue. Ele diz que não está nada impressionado como facto de Jericho se refugiar em Heyman, pois afirma que Chris sempre precisou de incentivo. Storm afirma que vai mostrar às pessoas a grande farsa que Jericho realmente é e diz que uma certa pessoa, do passado de Jericho, irá estar no seu canto na Wrestlemania. Com isto, Storm apresenta o Jim Cornette (Antigo Manager da WCW e WWF). Cornette começa a falar, dizendo que quando conheceu o Jericho, achou que estava a olhar para a pior pessoa da humanidade, caracterizando-o como ganancioso, mentiroso e vaidoso. Jim afirma que o Storm sempre foi o melhor entre os dois e que isso iria transparecer na Mania. Num combate de Tag Team, os Duddleys vencem os Hardys. Aparece um vídeo promocional a explicar a história da carreira de DDP e como ele se tornou no “Peoples Champion” da WCW.
É anunciado que na Wrestlemania teremos um combate de Tag Team, 4 vs 4, entre a NWO (Kevin Nash, Scott Hall, Big Show e X-Pac) e Goldberg, Kane, Test e Raven. Noutro seguimento, temos o último desafio entre Steiner e Angle. Contudo o conteúdo do desafio irá ser escolhido pelo Juiz. Esse juiz é Mick Foley. Foley diz que o desafio consiste naquele que primeiro conseguir encontrar 3 tipos de armas e pô-las dentro do ringue: uma cadeira, um bastão com arame farpado e um balde do lixo. Angle, vence o desafio e o combate entre este e Steiner fica marcado para a Mania. Steiner furioso ataca o Angle após isto tudo. No Main Event, Booker T derrota Sean’Haire. Após o combate, Booker T faz uma promo a atacar o Triple H. Porém, vemos no Titantron o Game a destruir a nova limusine do Booker, para terminar o programa.

2 semanas antes da Wrestlemania

A Raw começa com Vince a vir até ao ringue. Porém ele vem vestido à Ric Flair, com peruca e robe. Ele praticamente goza com o estilo de andar do Flair e com o seu “WOOOOOOO”. Isto dura uns minutos até que Flair aparece e faz o Figure 4 em Vince para terminar o seguimento. Noutro seguimento temos o comissário Regal a vir até ao ringue. Ele afirma que após muito pensar, decidiu selecionar os Hardy Boyz, Edge & Christian e a Flock como candidatos principais aos títulos de Tag Team. Isto acontece pois todas as equipas possuíam o mesmo nº de vitórias. O embate entre as 4 equipas irá ser feito na Wrestlemania e irá ser num combate TLC. A Jazz consegue vencer a Lita num combate singular no build up para a Mania. Num outro combate, Kane consegue vencer X-Pac. Noutro embate, Kevin Nash vence Test. É mostrado um vídeo com o passado de Kurt Angle no wrestling amador de forma a fazer o build up para a Mania. Aparece um vídeo promocional a explicar a história da carreira de Rock e como ele se tornou no “Peoples Champion da WWF.

Noutro seguimento temos um confronto de palavras entre Lance Storm e Jericho. As coisas começam a ficar quentes na trocas de palavras, com Jericho a acusar Storm de ter inveja do sucesso de Jericho e da popularidade que ele conseguiu. Storm continua a atacar Jericho com os mesmos argumentos apresentados nas semanas anteriores. Heyman e Cornette também se metem neste confronto, até porque ambos os managers também têm história um com o outro. O seguimento acaba com os dois wrestlers à porrada, sendo separados por oficiais da WWF. No Main Event, temos a Linda Mcmahon a vir até ao ringue. Ela diz que a Board of Directors concluiu que a guerra entre a WWF e a WCW já foi longe de mais e que necessita de ter um final. Por isso, ela revela que o vencedor do combate entre Austin e Hogan na Mania irá ditar a  companhia vencedora desta Guerra. Linda afirma que tanto Vince como Flair concordaram e que será proibida qualquer interferência, seja de quem for, nesse combate. Hogan aparece e confronta a Linda, após algumas trocas de palavras, Hogan agarra a Linda pelos cabelos. Austin aparece e ataca o Hogan, mas sofre uma emboscada da NWO. O seguimento acaba com Hogan a chicotear Austin nas costas com o seu cinto.

O Nitro começa um “Peoples Challenge”. Basicamente o site WWE pôs uma votação onde os fãs escolhiam os adversários de Rock e DDP. O DDP será o primeiro a ter esse combate neste Nitro. O adversário de DDP é Triple H. DDP consegue vencer o Game, após uma distração de Booker T. Noutros dois combates, Edge vence Dean Malenko e Bubba Ray Dudley vence Matt Hardy. É anunciado que mais tarde, no final do programa, irá ser anunciado o árbitro convidado do combate entre Flair e Vince na Mania. Noutros combates, Big Show vence Raven, enquanto que Goldberg vence Scott Hall. É mostrado um vídeo com o passado de Scott Steiner no wrestling amador de forma a fazer o build up para a Mania. Sting é visto a fazer uma promo dentro do caixão.

Ele afirma não temer a morte e, logo, não teme o Undertaker. Ele acrescenta que na Mania, uma lenda cairá, enquanto que outra reinará. Jericho e os APA estão num combate de Tag Team com Palumbo, Sean O’Haire e Storm. A equipa de Storm ganha o combate, após Lance fazer o pin em Jericho usando as cordas como ajuda, vencendo com batota. No seguimento final do show, Vince e Flair aparecem para descobrir quem é o árbitro convidado para o combate. É então anunciado que Shane Mcmahon irá ser o Special Guest Referre. Vince e Flair não se mostram nada satisfeitos com isto. Shane aparece e afirma que irá fazer uma arbitragem justa e deseja boa sorte para os dois. Vince ataca Flair pelas costas sendo que Shane não faz nada, saindo do ringue.

1 semana antes da Mania

Tanto o Raw como o Nitro irão ser utilizados para finalizar o build up para a Mania. Sem ordem especifica, aqui estão os vários seguimentos que aconteceriam em ambos os shows: No “Peoples Challege”, o Rock vence Booker T, com ajuda de Triple H. DDP e Rock continuam a troca de palavras nos 2 shows restantes. Já Booker T e Triple H utilizam os dois shows restantes para gozarem um com o outro, sendo que Booker T trás uma versão anão do Triple H e o espanca praticamente, enquanto que o Game goza com o momento do nascimento do Booker. Já Steiner e Angle, a rivalidade entre os dois atinge o topo de tensão, quando Steiner ataca brutalmente o Angle após o seu combate. Steiner utiliza uma cadeira várias vezes nas costas de Angle para mostrar a sua força.

Combates entre os membros da NWO e Test, Raven, Kane e Goldberg continuam, bem como na divisão de Tag Team. Jazz, na última Raw, destrói a Lita e Trish, após um combate entre as duas, de modo a mandar uma mensagem de superioridade até à Mania. Na última Raw, é a vez de Flair atacar o Vince pelas costas e Shane, tal como na semana passada, deixa que isto aconteça, mostrando que não está de nenhum dos lados. Sting e Taker têm um último confronto no Nitro antes da Mania, com ambos a mostrarem os seus poderes especiais de modo a se impressionarem um ao outro. Na rivalidade entre Jericho e Storm, Chris começa a espancar o Storm, após este fazer comentários sobre o divórcio dos país de Jericho. Heyman e Cornette também fazem o gosto às mãos, quando Heyman começa a espancar Jim no meio do ringue. Finalmente, Hogan e Austin tem uma última guerra de palavras na Raw, e Hogan consegue um Pin em Austin num combate de Tag Team, na último Nitro do ano.

Wrestlemania 18

– Kurt Angle vence Scott Steiner – Angle consegue a vitória após uma falha de atenção de Steiner, ao ser apanhado num Small Package.

– Trish Stratus vence a Lita e Jazz para se tornar na nova campeã feminina da WWF

– Team NWO (Kevin Nash, Scott Hall, X-Pac e Big Show) vencem a Team WWF/WCW (Kane, Goldberg, Raven e Test) – A uma certa altura do combate, Goldberg aplica um Spear em todos os wrestlers do ringue, até nos próprios companheiros. Depois de fazer isso, sai do ringue e diz para a camara (“Eu disse que ia apanhar um por um” “Who is Next?”). Raven quando se vê em adversidades, também abandona a equipa, deixando 2 contra 4. Com a vantagem numérica, a NWO consegue a vitória.

– Triple H vence o Booker T

– Combate TLC pelos títulos de Tag Team – Dudley Boyz vs Hardy Boyz vs Edge & Christian vs The Flock – É basicamente o que se espera, o total caos. O combate termina com os Hardy Boyz a vencerem o combate, depois de uma falha grave de Edge ao atacar o seu companheiro sem querer. Edge e Christian ficam a discutir após o combate

–  Vince Mcmahon vs Ric Flair  – Street Fight – O combate corre bem sem grandes casos, até que Vince, por acidente, ataca o filho com uma cadeira. O combate continua com o Shane no chão. Quando Shane recupera, ele ataca o Pai com o “Coast to Coast” e Flair conclui com um Figure 4 para vencer o combate. Após isto, Shane ataca Flair, sendo o último homem a rir-se.

– Peoples Champ vs Peoples Champ – The Rock vs DDP – Após sobreviver a 2 Diamond Cutters, The Rock faz o reversal do Diamond Cutter e aplica o Rock Bottom para vencer o combate.

– Undertaker vs Sting – Final após bastante drama e imprevisibilidade, o Taker consegue vencer o Sting após 3 Tombstones.

– Chris Jericho vs Lance Storm – Unification Match – Isto basicamente seria 20 minutos de wrestling puro, onde 2 grandes wrestlers mostravam toda a sua habilidade. A uma certa altura do combate, Jim Cornette atinge Heyman na cara com a sua raquete. Jericho vinga-se ao aplicar o Walls of Jericho em Cornette. Storm vai aplicar o Super Kick em Jericho, enquanto Chris ataca Cornette, mas Jericho desvia-se e aplica a Walls em Storm. Lance desiste no meio do ringue e Jericho festeja com os dois títulos.

– Hulk Hogan vs Steve Austin – Mais uma vez, tal como o combate entre o Sting vs Taker, o importante irá ser a atmosfera presente e a energia dos fãs. Bastante imprevisível e  impressionante do primeiro ao último minuto. O Austin consegue safar-se do Leg Drop, aplicado o Stunner pela segunda vez durante o combate para conseguir a vitória. O público vai ao delírio, com a vitória do Austin e o fim da Guerra. Vince Mcmahon vem até ao ringue para celebrar com Austin mas acaba por também sofrer um Stunner. A Mania acaba com Stone Cold a celebrar sozinho no ringue.

E finalmente chegamos ao fim, senhoras e senhores. Foi duro e bastante trabalhoso, mas graças a muita dedicação, consegui acabar. Devo desde já dizer muito obrigado a todos aqueles que me apoiaram a tentar fazer isto. Foi algo diferente e arriscado quando comecei, mas penso que no final das contas, podemos admitir que até ficou porreiro. Como podem ver, deixamos em aberto várias feuds que podem vir a acontecer. Exemplo disso é no Edge & Christian, que começam a mostrar discordância um com o outro. Outro exemplo é o de Jericho, pois não nos esqueçamos que o Brock Lesnar se iria estreiar na noite seguinte. Sting é outro que também tem bastantes planos após esta Mania, pois ainda não teve feuds com o Rock, Triple H e Austin. E muitas outras hipóteses. Mais uma vez obrigado a todos os leitores que se mantiveram a meu lado nesta ideia e que leram e comentaram cada parte. Em baixo irei dar algumas explicações de storylines e ideias abandonadas, bem como explicações relacionadas com o booking que foi feito. Gostaria de saber a vossa opinião sobre este final e de forma geral sobre o Booking todo. Até para a semana e espero que tenham gostado.

Ideias e Explicações

Ora bem, sem mais demoras comecemos:

– Originalmente tinha em mente que o Austin fosse o campeão da WWF durante toda a storyline da Invasion. Porém essa ideia acabou por ser abandonada por volta da parte 2, pois sempre quis que o Jericho no final acaba-se com o título. Contudo, a minha ideia de um longo reinado do Austin esteve presente na storyline, visto que teve o título da Mania 17 até ao Rumble. Isto foi feito pois queria dar um reinado de luxo ao Stone Cold, algo que ele ainda não tiverá.

– Outra das ideias abandonadas foi da integração de Jeff Jarrett. Nunca chegou a concretizar-se pois não via como o podia incluir. Sinceramente não sei mesmo. Sou fã do Jarrett como Mid-carder, mas como Main Eventer nunca foi. Talvez foi isso que me levou a não integra-lo, mas para ser sincero nunca tive necessidade dele.

– Houve uma tremenda troca de títulos  nos últimos meses de storyline por uma razão: drama. Fiz com que o Rock ganha-se o título no Rumble para poder dar a intender que seria ele a ir como campeão à Mania, mas esse nunca foi o plano. O Plano sempre fora o Jericho, mas decidi enganar todos quando fiz o Hogan vencer o Jericho no No Way Out. Este meu “plano” chegou ao ponto de eu próprio dizer aos meus leitores que tinha outros planos para o Jericho, quando afinal nunca os tinha mudado e a ideia sempre fora tê-lo como campeão na Mania.

– Uma das minhas primeiras ideias para esta storyline foi a do Raven vs Undertaker. Simplesmente não consigo perceber como a WWE perdeu uma oportunidade como esta. Simplesmente achei que sempre fora uma excelente ideia. A recriação dos Flock, porém, foi feita após a minha decisão de começar o Booking, pois foi quase instantânea, quando percebi que tinha o Raven, Stevie Richards, Malenko, Saturn e Kidman no mesmo Roster.

– Storylines como Booker T vs Triple H, DDP vs Rock e Taker vs Sting, sempre foram ideias que queria que acontecessem na Mania. Mesmo antes de começar, esses 3 combates já estavam no meu card e assim se mantiveram até ao final.

– O Goldberg originalmente era suposto só aparecer lá para Novembro, mas decidi antecipar pois percebi que muitos Main Eventers da WCW iriam se estrear por volta dessa altura.

Aqui estão algumas explicações que achei mais relevantes de responder. Porém se quiser saber outra coisa em especifico perguntem à vontade.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

18 Comentários

  1. don_ricardo_corleone - há 3 anos

    Mais uma vez muito bem. Penso que foi uma excelente iniciativa e mostra que tens muito jeito para o booking. Talvez a WWE fosse menos repetitiva e a TNA fizesse mais sentido com mais bookers assim. Eu percebo que eles estejam, por vezes, limitados a vários factores externos, mas sempre Alberto Del Rio, John Cena e Big Show nas mesmas feuds, e as história da TNA que ficam a meio, entre outros, não lembra ao diabo.
    Quanto ao final eu gostei, embora tenha algumas criticas em relação a duas feuds, espero que não leves a mal.
    Undertaker vs Sting: Esperava-se mais segmentos mágicos e misteriosos. O regresso do Undertaker deveria ter ocorrido com o Sting no ringue, talvez no Nitro, como ele fez em outros casos, como o Kurt Angle (ele no coche com dois cavalos brancos, a destruir o ringue com os seus poderes) ou o John Cena (quando ele venceu a Rumble e apareceu no final do Raw, como que ascendendo do Inferno, envolvido em fogo).
    Jericho vs Storm: O booking é bom, o combate teria sido um sonho, no entanto, um combate de unificação deste calibre pedia ou um nome maior (e não um mid-carder campeão pela primeira vez) ou um reinado mais longo por parte do James Storm. Repara que na realidade o Jericho venceu o Rock e o Austin na mesma noite, os maiores nomes da WWE naquela altura, enquanto que aqui ele derrotou um mid-carder com 5 semanas de reinado e nenhuma defesa de titulo.
    Por fim, não se entende muito bem que combate decide a guerra. É que deu-me a ideia que seria o Vince vs Flair, mas afinal o Vince perde mas parece ter ganho a guerra porque o Austin venceu o Hogan. Ou então fui eu que não percebi.

    • Rúben Rosa - há 3 anos

      Ok tentarei responder às questões da melhor maneira:

      Em relação ao Sting VS Undertaker: até consigo perceber o teu ponto de vista. A minha ideia era que eles não se tocassem nas 6 semanas até à Wrestlemania. Sim poderia ter existido momentos mais mágicos entre os dois, mas não quis forçar a storyline, que já existia, no olhar dos fãs, durante anos. Mas até concordo. Se fosse real, teria mais tempo para pensar prenomorizadamente em cada detalhe e como é claro do ponto de vista visual é bastante diferente quando se lê algo. Se reparares, aqui encontras 1 ano de Booking, que foi pensado em um mês. Mas mais uma vez dou-te alguma razão e peço desculpa se a storyline do Taker com o Sting não pareceu tão especial assim.

      Em relação ao Jericho vs Storm também concordo em certa parte: ao querer criar drama e imprevisibilidade na Road to Wrestlemania, tive que abdicar um pouco na credibilização deste Unification match. Em relação ao nome do Storm, discordo um pouco. O Storm, no final da WCW, era um dos nomes principais da WCW. Facilmente e com algum esforço, conseguirias fazer os fãs acreditar que ele era um wrestler digno daquele “spot”. A storyline entre Jericho e o Storm, queria muito realizar, pois a história já está construída, apenas tinha que a apresentar. Mais uma vez, o conteúdo visual é bastante diferente de uma leitora e sendo eu o criador, compreendo que eu consiga ver as coisas a acontecerem de uma melhor maneira, do que tu, por exemplo, que está a ler a storyline pela primeira vez. É uma coisa natural, e volto ao que repeti, 1 ano de booking= pensado num mês.

      Em relação ao final da guerra, é simples. O Hogan e o Austin são os dois nomes maiores do wrestling, por isso faria sentido que este combate acontecesse na Mania. Este combate têm que ser aquele que decide a guerra, pois é o nome mais sonante da WWF vs o nome mais sonante da WCW. O Vince vs Flair nunca poderia decidir, pois nunca aguentaria o estatuto de Main Event da Mania, nem conseguiria valorizar-se acima de um Hogan vs Austin. O combate entre Flair e Vince acontece para dar por finalizado um ano de rivalidade entre os dois. O Flair ganha, porque ia fazer o Austin ganhar o outro combate. E o meu plano também era fazer do Flair mais Face do que o Vince. Mas posso ter me esquecido de mencionar isso tudo, visto que foi tanta escrita que tive que fazer xD.

      Obrigado por comentares e claro que não levo a mal que tenhas criticas :).

      Se tiveres mais dúvidas pergunta.

      • don_ricardo_corleone - há 3 anos

        Ok, percebi. Como na primeira aparição do Undertaker ele apenas aparece e faz uma promo fiquei com essa ideia. Mas sim, lendo é diferente. Mais uma vez bom trabalho. Um ano num mês é de facto obra.

  2. gonçalo " the best in the world" - há 3 anos

    Excelente artigo e gostei bastante do teu booking!

    Há ai combates que so de pensar me faz arrepiar Sting vs Undertaker, Storm vs Jericho e Austin vs Hogan são claramente combates que pode ser facilmente main-evnts de Wrestlemania.

    Achei muito bem fazeres o Lance Storm ganhar o Titulo e enfrentar o Jericho, ele sempre mereceu um reinado pelo titulo da WWE.E por falar em Jericho que susto me pregaste xD Ja esta a pensar que depois de isto tudo ele não lutava na Wrestlemania pelo titulo como depois ele lutasse com o Flair xD

    Depois tudos os outros combates foram bem planeados e tens ai uma Wrestlemania de topo.

    Kurt Angle vs Scott Steiner

    Trish Stratus vs a Lita e Jazz

    Team NWO (Kevin Nash, Scott Hall, X-Pac e Big Show) vs a Team WWF/WCW (Kane, Goldberg, Raven e Test)

    Combate TLC pelos títulos de Tag Team – Dudley Boyz vs Hardy Boyz vs Edge & Christian vs The Flock

    The Rock vs DDP

    Triple H vs o Booker T

    Hulk Hogan vs Steve Austin

    Chris Jericho vs Lance Storm

    Vince Mcmahon vs Ric Flair – Street Fight

    Undertaker vs Sting

    OMG Olhando para este card podíamos ter a melhor Wrestlemania de sempre!! Espero que tenhas mais iniciativas destas :)

  3. Roberto Barros - há 3 anos

    Realmente foi um grande booking, parabéns pelo trabalho que teve nessas 7 partes fazendo a invasão uma história mais interessante.

  4. joao vitor - há 3 anos

    posso ser um supervisor do chat???? me respondam por favor

  5. RuiFerreira222 - há 3 anos

    Já acabou? Ora bolas…
    Foram 7 artigos que gostei bastante. Belo trabalho Rúben!

    Já agora, não queres fazer o “re-booking” de outra “storyline” mal aproveitada por parte da WWE? Ou então até mesmo uma da WCW?

  6. danielLP21 - há 3 anos

    Trabalho brilhante… Merecias muito mais comentários, e que houvesse um maior número de pessoas a ler isto.

    Fico satisfeito pelo facto de o Jericho ter saído como campeão incontestável da WrestleMania. Este combate teria sido um dos melhores de sempre…

    De resto, gostei. Gosto da vitória dos Hardyz, uma vez que sempre achei que eles mereciam ter ganho um daqueles 3 enormes combates com os Dudleyz e Edge & Christian.

    Compreendo a vitória do Flair, uma vez que o Austin ia ganhar o derradeiro combate a favor da WWF.

    Só mudaria uma coisa: o Jericho, no fim, traía o Paul Heyman e juntava-se à WWF. Era a única alteração que faria.

    Espero que voltes a ter uma iniciativa destas no futuro.

    • Rúben Rosa - há 3 anos

      Muito Obrigado Daniel. No que toca ao Heyman/Jericho, a minha ideia seria o Jericho a ser o campeão por uns meses sem propriamente representar a WWE, mas sim a ECW do Heyman. Mais tarde, por volta de Junho ou Julho, faria o Lesnar atacar o Jericho e provocar a “quebra” da amizade.

  7. Catchphrase - há 3 anos

    Belo artigo gosto do facto de teres posto o meu wrestler favorito como primeiro undisputed champion podias era ter arranjado um adversário melhor nao que eu nao goste do lance mas podias arranjar melhor gostei da feud entre booker t e triple h por favor continua!!! :)

    • Rúben Rosa - há 3 anos

      Percebo o que dizes. Mas simpre achei que o Storm e o Jericho poderiam ter tido uma grande rivalidade pois a história basicamente já existe: pois começaram a carreira ao mesmo tempo, treinaram no mesmo sitiu, tiveram o seu primeiro combate profissional juntos e eram uma tag team na sua primeira aparição numa companhia norte americana

  8. The Mentalist - há 3 anos

    Série maravilhosa de artigos e fica com gostinho de quero mais.

    Só acho que no fim houve trocas de mais de cinturoes, mas no fim do dia tudo acabou bem e a história manteve uma certa lógica

  9. Willian Silveira - há 3 anos

    Me enganou bonito em relação ao Jericho…

    Eu todo irritado que ele tinha perdido o título e que o Hogan e o Austin não precisavam de titúlos e daí BOOM, tudo foi finalizado perfeitamente nessa edição.

    Parabéns foi o melhor Re-Booking da Invasion que eu já li.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador