The Bottom Line #36 – Análise DVD: The Attitude Era

Olá a todos e sejam bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”`. Á mais de 2 meses atrás, eu, Colaborador deste site, resolvi apostar numa nova ideia para os meus artigos.

Assim, decidi começar a fazer análise de DVD Sets, que são lançados pela WWE, sendo que já analisei um dos DVDs do Stone Cold Steve Austin e outro do Triple H, para começar esta nova ideia. Hoje irei trazer uma terceira análise. O DVD analisado neste artigo é um dos mais populares dos últimos anos, de nome “The Attitude Era” um DVD Set com 3 discos (ou 2, se for a versão Blu-Ray). Eu vi a versão Blu-Ray, sendo que também irei analisar o conteúdo extra, presente nesta mesma versão.

Disco 1

Para começarmos este DVD/Blu-Ray Set, temos um documentário sobre a Attitude Era no Disco 1. Parece-me ser um pouco estranho, visto que não acredito que esta Era em particular precisa-se de um documentário por assim dizer, mas preferi não julgar até o assistir. Para ser sincero, depois de o ter visto, penso que preferia mais um disco só com combates e seguementos, do que um com Documentário.

Não é que o documentário tivesse sido mal feito, apenas penso que não era propriamente necessário, visto que já existiram muitos outros Sets no passado que abordaram os assuntos abordados neste mesmo documentário. Como já referi, a informação descrita no documentário não é nova para os fãs, e já foi vista e revista muitas vezes, sendo que nada é propriamente novo.

Como é claro, este documentário foca-se em falar da Attitude Era de uma forma global e o porquê desta ser necessária. Também como seria de esperar, a grande parte do documentário é usado para falar dos vários wrestlers e personalidades que abrilhantaram a Attitude Era, como os DX, Steve Austin, Vince McMahon, The Rock, Mankind, New Age Outlaws, e outros grandes nomes.

Porém, não pensem que estou a ser muito negativo neste documentário. Sim, é verdade que os assuntos tratados já foram falados mais de mil vezes, mas não deixa de ser um bom ponto inicial para os fãs que sejam novos neste tema em particular. O ponto alto deste documentário é quando os vários wrestlers que estão a ser entrevistados, dão a sua opinião distinta sobre o que era para eles a Attitude Era. Wrestlers como Mark Henry, Road Dogg, Mick Foley, Big Show, e outros, fazem parte daqueles que são entrevistados.

Concluindo, apesar de ser um documentário de 1 hora apenas, e de pouco acrescentar para os fãs que já vêm à mais tempo, a WWE não deixou de fazer um trabalho sólido com o mesmo, fazendo uma boa introdução para os Discos seguintes.

Disco 2 e 3

Nestes 2 discos só há combates, sendo que irei fazer uma apreciação breve sobre cada um e a minha classificação sobre o mesmo.

1) Sable Vs. “Marvelous” Marc Mero (Raw, 5/11/98) – Isto nem chegou a ser bem um combate, mais um seguemento, por isso não irá ter classificação. Porém, isto é posto no Set para mostrar aos visualizadores do mesmo, uma das personalidades mais “Over” durante a Attitude Era. Em termos de popularidade, Sable tinha reacções tão fortes como Steve Austin, Vince Mcmahon ou os próprios DX.

2) Brawl for All Match: Bart Gunn Vs. “Dr. Death” Steve Williams (Raw, 7/27/98) – O conceito “Brawl for All” é uma das piores coisas que foram inventadas nesta altura. Para quem não sabe, este “conceito” consistia em meter dois wrestlers numa espécie de combate de Boxe por pontos. Logo ao ouvirmos isto, vários problemas nós aparecem à frente. Para além de não ser wrestling, a própria saúde dos wrestlers que competiam estava em risco, visto que isto era uma luta legitima e onde cada um tinha que deixar o  oponente KO a sério. Penso que é mostrado este combate em particular, pois a surpresa do torneio “Bart Gunn” vence o favorito “Steve Williams”. Apesar de ter sido e ainda ser uma das piores coisas que a WWE já fez em termos criativos, até fico contente que tenha aparecido neste Set, de modo a mostrar às pessoas que a Attitude Era não foi só coisas boas. Classificação: 0/10

3) WWE Tag Team Championship Four Corners Match: The Undertaker & Stone Cold Steve Austin Vs. The New Age Outlaws Vs. Kane & Mankind Vs. The Rock & Owen Hart (Raw, 8/10/98) – A primeira coisa que salta á vista é o imenso Star Power que existe neste combate, uma coisa de fenomenal. Todos neste combate estavam “Over”, um dos padrões que marcou a Attitude Era. Quer fosse as Superstars do Main Event, como Taker e Austin, ou Superstars do Midcard, Rock e Owen, cada um tinha uma reacções que muitos wrestlers de hoje em dia gostariam de ter. O combate foi muito bom para um Main Event de Raw. Classificação: 7/10.

4) Lion’s Den Match: Ken Shamrock Vs. Owen Hart (SummerSlam, 8/30/98) – Uma das rivalidades de MidCard mais esquecidas da Attitude Era, terá de ser entre Owen Hart e Ken Shamrock. Este combate que aconteceu no SS 1998, é o culminar da rivalide. Apesar de nunca ter sido fã deste tipo de combate, ambos fizeram um bom trabalho e continua a ser o melhor deste tipo de embate. Classificação: 6/10

5) WWE Championship Tournament Finals: The Rock Vs. Mankind (Survivor Series, 11/15/98) – Este combate não é tão bom como aqueles que viriam a acontecer no futuro. Porém, ainda é um bom combate e uma boa conclusão do “Deadly Games” que aconteceu no Survivor Series de 1998 para coroar um novo campeão da WWE. O pós-combate também está incluído, o que é muito bom. Classificação: 6/10

6) The Rock & Undertaker Vs. Mankind & Stone Cold Steve Austin (Raw, 12/7/98) – Um dos combates que não é costume de se ver nos Sets. O Star Power é fantástico neste combate. O Match em si não é nada de especial, mas o pós-combate é bom, tendo em conta a representação do período Ministry do Undertaker. Classificação: 4/10

7) WWE Championship Match: Undertaker Vs. Stone Cold Steve Austin (Raw, 6/28/99) – Ambos tiveram grandes combates ao longo dos anos. Porém este não é um deles. É bom que tenhamos aqui um combate que ainda não tinha aparecido em nenhum Set. Mas o embate não é nada de especial. Classificação: 5/10

8) European & Intercontinental Championship Match: D’Lo Brown Vs. Jeff Jarrett (SummerSlam, 8/22/99) – Devo dizer que sou particularmente fã destes dois senhores durante esta altura no Midcard. Porém, numa grande ocasião, com os Títulos Europeu e Intercontinental em jogo, estes dois wrestlers não conseguiram fazer um combate acima do razoável. Classificação: 5/10

9) WWE Tag Team Championship Buried Alive Match: The Rock & Mankind Vs. Undertaker & Big Show (SmackDown, 9/9/99) – Aqui temos outro combate com elevado StarPower e desta vez é um Buried Alive Match. O combate é bem fraco, onde passamos a maior parte do tempo a ver um wrestler a deitar terra para dentro da cova a outro wrestler. O final também não é nada de especial. Classificação 3/10

10) Stone Cold Steve Austin & Jim Ross Vs. Triple H & Chyna (Raw, 8/11/99) – Mais um combate que aparece sem ser muito necessário. A maioria do tempo, vemos só o Austin e o HHH á porrada pelo edifício. No papel parece ser uma óptima ideia, mas em temos de qualidade de combate não é muito bom. Classificação: 4/10

11) The Godfather & D’Lo Brown Vs. Too Cool (SmackDown, 7/27/00) – Não considero isto bem um combate, mais um seguemento. Foi hilariante e uma bela forma de introduzir os Too Cool e o Godfather neste Set.

12) Hardcore Championship Match: Crash Holly Vs. Hardcore Holly (Raw, 3/27/00) – Foi curto sendo mais um seguemento do que outra coisa, por isso não o considero como combate. Uma boa representação do título Hardcore.

13) European Championship Match: Chris Jericho Vs. Eddie Guerrero (Raw, 4/3/00) – Este combate aconteceu um dia após a Wrestlemania 16. Dado os lutadores envolvidos, um bom combate é sempre esperado. Assim aconteceu, mas poderia ter sido melhor se fosse dado mais tempo. Classificação: 6/10

14) Intercontinental Championship Steel Cage Match: Rikishi Vs. Val Venis (Fully Loaded, 7/23/00) –  Um combate que, acima de tudo, teve bastante entretenimento. O final também é bom, com um grande Spot do Rikishi. Classificação: 6/10

15) WWE Tag Team Championship TLC Match: Edge & Christian Vs. The Hardy Boyz Vs. The Dudley Boyz (SummerSlam, 8/27/00) – O melhor combate do Set inteiro. Como é claro, o combate TLC teria obviamente de ser falado nesta colecção de DVDs. Como seria também de esperar, é a primeira edição do combate que marca presença, que ocorreu no Summerslam 2000. Absolutamente espectacular. Classificação: 8.5/10

16) WWE Championship Hell in a Cell Match: Kurt Angle Vs. Stone Cold Steve Austin Vs. The Rock Vs. Undertaker Vs. Triple H Vs. Rikishi (Armageddon, 12/10/00) – Outro excelente combate para fechar o Set de DVD. Este Hell in the Cell é muito bom, com grandes wrestlers envolvidos. Os Spots e momentos principais são muito bem executados, bem como o Storytelling ao longo do combate. Classificação: 8/10

Extras do Blu-Ray

King of Kings Match: Ken Shamrock Vs. Triple H Vs. Owen Hart (Raw, 6/29/98) –  Um bom combate para Televisão na Raw, entre 3 grandes Midcarders da altura. O conceito era por frente a frente 3 vencedores King of the Ring. O pós-combate também está incluído, com uma boa representação da Rivalidade entre a Nation of Domination e os DX. Classificação: 6/10

The Oddities com Insane Clown Posse Vs. The Headbangers (Raw, 9/28/98) – É bom ver wrestlers como menos influência aparecerem neste Set. Foi um combate muito curto para significar alguma coisa. Estranho ver os Insane Clown Posse na WWE. Classificação: 3/10

No Disqualification Match: The Rock Vs. Val Venis (SmackDown, 10/7/99) – O The Rock estava a começar a atingir os níveis elevados de popularidade que viríamos a assistir por alguns anos. Isto foi um Squash com bastante entretenimento. Classificação: 5/10

Survivor Series Elimination Match: Stone Cold Steve Austin, The Rock, Kane, & Shane McMahon Vs. Triple H, X-Pac, & The New Age Outlaws (SmackDown, 11/4/99) – Como muitos outros combates, este tem um Star Power imenso. Podia ter sido melhor e necessitava de mais tempo de combate. No geral, combate razoável. Classificação: 5/10

Hardcore Championship Match: Crash Holly Vs. Al Snow (SmackDown, 6/29/00) – Mais um combate que mostra o estilo Hardcore que se vivia na altura na WWE. Não gosto muito de dar classificação a este tipo de combates, pois sempre os vi mais como um seguemento, de alguma forma, do que propriamente um combate com cabeça, tronco e membros.

The Hardy Boyz & Lita Vs. Perry Saturn, Eddie Guerrero, & Dean Malenko (Raw, 11/30/00) – Mais um combate que é demasiado curto e que tinha muito potencial. Feliz que tenham dado uma vaga para mostrar os Radicalz neste Set. Classificação: 4/10

Chris Jericho & The Dudley Boyz Vs. Kurt Angle, Edge, & Christian (Raw, 12/25/00) – Um combate bastante decente com 2 grandes equipas e dois wrestlers singulares tremendos. O combate foi muito razoável, sendo uma boa maneira de acabar os Extras do Blu-Ray. Classificação: 5.5/10

Conclusão

Concluindo, este DVD/Blu-Ray Set é algo de único. Digo isto pois não obedece ás regras normais de um Set. Normalmente para um Set ser considerado bom, os combates incluídos e/ou o documentário tem de ser, em boa parte, bons. Porém, este DVD não precisa nada disso. Sim, a maioria dos combates apresentados não eram nada de especial, em termos de qualidade in-ring, mas a “Attitude” estava lá presente e isso é que interessa. A Attitude Era nunca foi uma Era do Wrestling espectáculo, mas sim uma era dos seguimentos, storylines e personagens brutais que nunca tínhamos visto. Este DVD podia ter combates horríveis em termos de wrestling técnico, pois só precisava de uma coisa: entretenimento, algo que sempre caracterizou a Attitude Era. Por isso a classificação deste DVD Set teria sempre se ser boa, pois a WWE fez um grande trabalho ao caracterizar e mostrar de forma justa esta Era. Acho que foi um Set muito bom e recomendo a qualquer fã que esteja interessado em descobrir a Attitude Era ou para aqueles que sejam grandes fãs da mesma.

Classificação Final: 8/10 

Espero que tenham gostado do artigo desta semana. Quero muito a vossa opinião sobre tudo isto e quero saber o que acharam da análise. Achaste que foi correcta ou não? Se gostaram e querem ver mais, que Sets acham que devia fazer? Muito obrigado por terem lido. Até para à semana.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

5 Comentários

  1. Rolls Reus - há 3 anos

    gostei do artigo! gostava que fizesses a review de um DVD que tenho e gostei bastante-“The True Story of Wrestlemania”!

  2. john3:16 - há 3 anos

    Gosto muito que fales de filmes lançados pela wwe, e este não foi excepção, mas o que mais gostei foi mesmo do Austin!

  3. Afonso.A.Q17 - há 3 anos

    Nao gosto muito deste tipo de artigos, mas sem duvida alguma que estava muito bem escrito. Para quando os RE-BOOKING?

    • Rúben Rosa - há 3 anos

      Soon :P

      • Afonso.A.Q17 - há 3 anos

        Espero que sim. Adorei o que fizeste sobre a compra da WCW e da Invasion. Tenho um palpite que iras fazer o re-booking sobre a wrestlemania xxx… mas, é esperar para ver.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador