Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

The Bottom Line #48 – Re-Booking WWE 2009 (3)

Olá a todos os leitores do Wrestling.PT. Sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”. Na edição desta semana, teremos a Parte Nº3 do Re-Booking da WWE de 2009. Antes de prosseguir-mos com o Booking, vamos fazer uma pequena recapitulação do que aconteceu na parte anterior. Na edição de hoje, irei abordar os 2 PPVs após a Wrestlemania 25. Podem consultar a última parte através deste link.

Resumindo, a Wrestlemania 25 acontece e dão-se passos importantes em algumas storylines, enquanto que outras chegaram ao fim a partir daqui. O Undertaker acaba por manter a sua Streak ao vencer Shawn Michaels no Main Event da Mania. Rey Mysterio vence John Cena e captura o Título Mundial. Jeff Hardy, por sua vez, também ganha o título da WWE de Edge. Jack Swagger mantém o seu título da ECW, enquanto que CM Punk ganha a mala Money in the Bank. Triple H e Shane e Vince Mcmahon vence os Legacy num 6 Man Tag, enquanto que Christian vence Matt Hardy. Por último, de assinalar que os Cryme Time tornam-se nos campeões Unificados de Tag Team. O que acontecerá a seguir? Vamos descobrir!

The Bottom Line #41   Re Booking WWE 2009 (1)

Pós-Wrestlemania e Build Up para o Backlash(Raw)

– Na Raw após a Mania, temos um Rey Mysterio a começar o programa. Ele fala de como está satisfeito de ter conquistado mais uma vez o Título Mundial e de como conseguiu provar que conseguia vencer por si próprio e que conseguia vencer John Cena. Acrescenta que respeita muito o John e que se ele quiser o Rematch, ele está à vontade. Com isto, Vickie Guerrero interrompe Mysterio e anuncia aos fãs de que ela é agora também a GM da Raw. Ela afirma que o Cena irá ter a sua Rematch no Backlash, mas que Mysterio não só iria enfrentar John, pois irá defender o título numa Triple Threat no PPV. Nessa noite, é anunciado um Fatal Four Way, para decidir quem ocupa o lugar de terceiro lutador no combate pelo título. CM Punk defende com sucesso o seu título Intercontinental, ao vencer Santino Marella. No final do combate, JBL ataca Punk e deixa-o devastado no chão. Randy Orton e os Legacy aparecem mais tarde na Raw e afirmam que o que se passou na Mania foi algo que só acontece uma vez na vida e que a sorte não irá estar novamente do lado deles. Triple H interrompe e afirma que apesar de ter saído vencedor da Mania, ele ainda não conseguiu a vingança que queria, e assim desafia Orton para um No Holds Barred no Backlash, que o Orton acaba por aceitar, depois de pensar um bocado. No Main Event, Chris Jericho vence Kofi Kingston, Cody Rhodes e Kane, e torna-se no segundo nº1 Contender ao título Mundial. No final da Raw, Cena, Jericho e Mysterio acabam o programa num duelo de “olhares” de forma a fazer o build up.

Durante o Build Up para o Backlash, também acontece o Draft. Nada de mais acontece, apenas existiram alguma trocas: Triple H vai para a Raw, The Miz vai para a Raw, enquanto que Morrison vai para a Smackdown (não existe nenhum turn entre eles, ambos continuam heels, mas a Tag Team acabou), Shelton Benjamin vai para a Raw, Kane vai para a Smackdown, entre outros lutadores menos utilizados.

– No combate pelo Título Mundial, nas semanas seguintes, vão ocorrendo promos entre os 3 wrestlers. Cena basicamente afirma que o Jericho vai falhar novamente a conquista do título e queixar-se no dia seguinte, enquanto avisa Mysterio de que o Título não ficará muito tempo nas suas mãos, pois este sabe mais que ele a pressão que aquele título introduz. Jericho ataca Cena a dizer que ele é um protegido da companhia e que os seus dias como grande campeão acabaram, enquanto que, tal como Cena, diz que ninguém realmente acredita em Mysterio como campeão, e que o título em breve irá estar fora das suas mãos. Rey, por sua vez, defende-se dizendo que já provou que consegue vencer o Cena, e que o Jericho simplesmente não o consegue vencer em ocasiões tão grandes como uma defesa de um título Mundial. Combates de Tag Team entre os 3 wrestlers vão acontecendo ao longo das semanas, de forma a fazer o build up.

– É anunciado um combate pelo título Intercontinental entre CM Punk e JBL para o Backlash. Porém, JBL quer aumentar os riscos neste combate e desafia Punk, apelando ao seu orgulho, para também meter a mala Money in the Bank em jogo. Punk diz que aceita a proposta, se JBL decidir por a sua carreira em risco. JBL acaba por aceitar e o combate fica marcado.

– Mickie James torna-se na nº1 Contender ao título Feminino na WWE de Melina. As duas têm alguns confrontos, mas acabam por ter combates de equipas entre si, enfrentando heels, pois ambas são Faces (a minha ideia para a divisão feminina é a de fazer bons combates constantes, só depois pensando em fazer storylines mais complexas).

– No que toca ao combate entre Triple H e Randy Orton, os Legacy estão impedidos de interferirem no combate do Backlash. Com raiva, Orton aproveita uma noite onde Triple H não se encontra na Raw, para atacar Vince e Shane, atingindo os dois com 2 Punt Kicks cada um. Na última Raw antes do PPV, Triple H arruma com Cody Rhodes e Ted Dibiase, com uma marreta, deixando-os estendidos no chão.

Build up para o Backlash (Smackdown)

– Na Smackdown após a Mania, Edge é automaticamente nomeado o nº1 Contender ao título da WWE, pela GM Vickie Guerrero. Jeff Hardy e Edge entram numa guerra de palavras durante as próximas semanas, de modo a fazer o build up do combate. Edge diz que Jeff e Matt sempre ficaram na sombra da melhor Tag Team de todos os tempos (Edge & Christian) e que agora é Jeff a ficar na sombra dele, finalizando dizendo que Jeff não tem estufo de campeão. Jeff defende-se dizendo que enfrentou muitas adversidades ao longo da carreira, e que o seu maior gozo é ter o título que Edge tanto quer na suas mãos. Ele finaliza dizendo que não precisa de se esconder à frente da mulher e ter uma ajudinha nos combates, pois sempre conseguiu tudo de forma justa. A certa altura, no build up, se Jeff conseguir vencer um combate contra Kane, ele poderá escolher a estipulação do combate no Backlash. Tal acontece, pois Stephanie Mcmahon manda uma carta a Vickie a dizer para anunciar o combate, ou ela é despedida. Jeff ganha o combate e  diz que o combate do Backlash irá ser numa jaula, para que ninguém possa interferir.

– John Morrison torna-se no nº1 Contender ao título dos EUA de MVP. Os dois entram em picardias ao longo das semanas, tais com vários ataques físicos um ao outro.

– Na primeira Smackdown depois da Mania, The Worlds Greatest Tag Team (Shelton Benjamin e Charlie Hass) tornam-se nos nº1 Contenders aos títulos de Tag Team. Porém, o combate com os Cryme Time, que irá acontecer no Backlash, irá marcar a separação da Tag Team, caso eles não vencem, pois o Benjamin foi para a Raw, por motivos de Draft. Combates entre os 4 acontecem de forma a fazer o build up para o PPV.

– Christian e Matt Hardy distanciam-se um pouco da rivalidade entre Edge e Jeff Hardy, continuando a sua. Ambos tornam-se nº1 Contenders ao título da ECW, e irão enfrentar Jack Swagger numa Ameaça Tripla pelo título no Backlash. Combates singulares entre os 3 acontecem, de forma a fazer o build up para o PPV.

WWE Backlash 2009

– Christian vence Jack Swagger e Matt Hardy, tornando-se no novo campeão da ECW – Após Matt Hardy aplicar o Twist of Fate, Christian rouba o pin a Hardy, conseguindo a vitória surpresa.

– Cryme Time vencem The World’s Greatest Tag Team e mantêm o títulos de Tag Team.

– MVP vence John Morrison e mantém o título dos EUA.

– Mickie James vence Melina e torna-se na nova Women’s Champion

– CM Punk vence JBL e mantém a mala Money in the Bank e o Título Intercontinental – sendo assim, o JBL têm que terminar a carreira. JBL acaba por insultar o público com uma promo e vai-se embora muito irritado.

– Randy Orton vence Triple H num combate No Holds Barred – na minha opinião, os dois não têm química nenhuma, por isso iria construir o combate para acontecer em várias partes do recinto (tipo Hardcore) de forma a dar mais interesse. Orton vence o Triple H limpo com um Punt Kick. No final do combate, Randy aplica mais um Punt Kick em Triple H. Quando Orton ia aplicar a manobra pela terceira vez, a música de Batista toca, e o “Animal” aparece e salva Triple H.

– Rey Mysterio vence John Cena e Chris Jericho e mantém o título Mundial.

– Jeff Hardy vence Edge e mantém o título da WWE.

Pós-Backlash e Build up para o Judgment Day (Raw)

– A Raw começa com o regresso de Batista. Ele diz que já se sente bem e que está desejoso de se poder vingar da lesão provocada por Orton. Diz também que se vai vingar do que aconteceu ao seu amigo, Triple H. Orton interrompe e diz que neste momento, ele acabou com a família Mcmahon toda e que ele é a Superstar mais valiosa dentro da WWE. Ele diz que não se vai meter num ringue com o Batista sem mais nem menos. Assim sendo, graças a uma ajuda de Vickie Guerrero, Batista terá de derrotar Cody Rhodes e Ted Dibiase, se quiser enfrentar Orton. O combate Handicap fica marcado para o Judgment Day. Nessa mesma Raw, Cena pede a Rey mais uma oportunidade pelo título, algo que Mysterio acaba por conceder. Fica assim marcado o Rematch da Mania 25 pelo título Mundial. Nesse combate Mysterio ganha o combate, depois de um regresso de Umaga, que ataca implacavelmente Cena. A Raw termina depois de um rasto de destruição deixado pelo Samoan Bulldozer.

– Chris Jericho acaba por se tornar o Nº1 Contender ao título de Mysterio novamente, sendo que agora irá ser um combate singular. De forma a promover o combate, a WWE, ao longo das semanas, irá mostrar vídeos sobre a carreira dos dois lutadores, bem como as suas maiores conquistas. Não só isso, mas irão também ser mostrados vídeos com a rivalidade dos dois na WCW. Os dois também se atacam verbalmente. Jericho afirma que um campeão não se deve esconder atrás de uma mascará, logo, Mysterio não devia ter o título Mundial. Mysterio contra-ataca, dizendo a sua mascará simboliza o seu legado e a força de todos os fãs que sempre o apoiam e que irão o ajudar a derrotar Jericho no Main Event. Iria também fazer um seguemento que acabou por acontecer na realidade, onde Jericho, veste-se de fã de wrestling, com uma máscara de Mysterio, e acaba por atacar Rey quando ele menos espera.

– Shelton Benjamin torna-se no nº1 Contender pelo título Intercontinental e irá enfrentar Punk no Judgement Day. A rivalidade entre os dois, basicamente, centra-se no facto de Shelton afirmar que é o melhor atleta puro da WWE, dizendo que Punk nem lá está perto. Durante as semanas de build up, ambos assistem aos seus combates e tentam fazer manobras mais vistosas e atléticas de modo a impressionar o seu futuro adversário.

– Batista, de modo a preparar-se para o combate Handicap, vai fazendo esse mesmo tipo de combates na Raw, ao fazer 2, no espaço de 4 semanas, vencendo ambos os combate. Porém, é sempre atacado pelos Legacy. Nas outras semanas onde o Batista não está tendo combates Handicap, ele enfrenta Cody Rhodes e Ted Dibiase em combates singulares, acabando em No Contest, graças a interferências de Randy Orton.

– É marcado um combate entre John Cena e Umaga no Judgement Day. É revelado o responsável pelo regresso de Umaga, sendo este The Miz. Miz diz que agora que está numa carreira a solo, ele precisa de se proteger bem e de garantir que têm uma boa parceria para subir a pulso na companhia. Ele diz então que trouxe de volta este Selvagem para o ajudar e proteger. Quanto ao ataque a Cena, Miz diz que se quer marcar uma posição, então têm de atacar uma das estrelas grandes da companhia. Basicamente, durante o build up, Umaga consegue levar de vencida Cena em todas as ocasiões. Desta forma, quero desenvolver a personagem de Umaga como um monstro imparável, que até o Cena não consegue parar.

Build up para o Judgment Day (Smackdown)

– Na Smackdown após o Backlash, Vickie Guerrero anuncia que o vencedor de um combate Fatal 4-Way, irá se tornar no nº1 Contender ao título da WWE. Os participantes desse combate, irão ser Edge, Matt Hardy, Kane e Big Show. Matt Hardy ganha o combate e torna-se no nº1 Contender.

– Sendo assim, será Jeff Hardy vs Matt Hardy pelo título da WWE, no Judgment Day. A história iria ser construída como base de que ambos se respeitam muito, sendo irmãos, mas que a sua relação podia sofrer abalos por causa do combate. Vickie Guerrero tenta criar instabilidade nos irmãos. Vão sendo mostrados vídeos com as carreiras de ambos, desde que começaram como equipa, até as suas carreiras individuais. O facto de Jeff já ter conseguido o título e o Matt ainda não, iria ser referido na storyline. Para ajudar ainda mais, Edge é nomeado o arbitro do combate do PPV. Será que Edge iria prejudicar o resultado? Essa é a pergunta.

– Kane torna-se no nº1 Contender ao título dos Estados Unidos. John Morrison também consegue mais uma oportunidade, por isso o combate no PPV é agora uma Ameaça Tripla

– No que toca a Christian, actual campeão da ECW, ele terá de defender o título no PPV contra Tommy Dreamer. O build up é básico, nada de muito imprevisível, bem ao tipo do que a ECW da altura nos disponibilizava.

WWE Judgment Day 2009

– Christian vence Tommy Dreamer e mantém o seu título da ECW

– John Morrison vence MVP e Kane, e torna-se no novo campeão dos EUA.

– CM Punk vence Shelton Benjamin e mantém o seu título Intercontinental

– Umaga vence John Cena – apesar de precisar de alguma ajuda de Miz, Umaga consegue vencer o Cena com um Samoan Spike.

– Batista vence Ted Dibiase e Cody Rhodes – Assim sendo, Batista terá o combate com Orton no próximo PPV

– Jeff Hardy vence Matt Hardy e mantém o título da WWE – Edge ataca ambos os lados ao longo do combate. Quando parece que nenhum dos irmãos vai trair o outro, Edge, juntamente com Christian, atacam os dois Hardys. Porém, ambos conseguem a reviravolta, e conseguem expulsar os dois heels do ringue. Jeff aplica um Twist of Fate em Matt e vence o combate, já com um novo arbitro. No final, os dois irmãos abraçam-se e mostram que estão mais unidos que nunca.

– Rey Mysterio vence Chris Jericho e mantém o seu título Mundial. – Os dois têm um combate 5 estrelas, cerca de 25 minutos, onde Mysterio acaba por vencer de forma limpa.

E chegamos assim ao fim, por hoje. Espero que tenham gostado desta terceira parte do Re-Booking 2009 WWE. O que acharam até agora? Gostava muito de saber as vossas opiniões. Até para à semana.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

13 Comentários

  1. Alexandre Romano - há 2 anos

    Adorei esta parte do Re-Booking acho que estas a fazer um grande trabalho. Só uma pergunta porque é que os tag teams champions não foram defendidos no Julgament Day?

    • Rúben Rosa - há 2 anos

      Um PPV costuma ter 3 horas. Eu gosto de dar tempo para os combates, por isso, na minha opinião, não convem ter mais de 8 combates para 3 horas de show. Assim sendo, não consigo por todos os títulos em jogo. Prefiro assim variar e meter títulos diferentes em jogo ao longo dos PPVs. Nesta altura a WWE têm muitos títulos, e se todos fossem sempre defendidos em PPVs, então não existia espaço praticamente nenhum para fazeres outros combates. Os de Tag Team não foram defendidos por estes factores, e, porque também não acredito que tivesse uma Tag Team com build suficiente para isso nesta altura. Miz e Morrison acabaram, os Colons teram a sua oportunidade em breve, mas na minha prespectiva, não podia ser agora, pois existem muitos PPVs e não gosto muito de repetir combates, excepto se for necessário para a storyline. Os Legacy estavam em combate com o Batista, e os World Greatest Tag Team também acabaram. Os títulos de Tag Team irão ter mais destaque nos próximos PPVs, tenho planos para isso.

  2. John_3:16 - há 2 anos

    Estou a gostar bastante do teu desempenho neste projeto parabéns Rúben.

  3. Miguelfcarlos - há 2 anos

    Excelente, perfeito, grande Re-booking. Só acho que estás a prolongar a fued entre os Hardyz e o Edge&Christian demasiado, a não ser que tenhas planeado um angle tipo o heel-turn do Matt.

    • Rúben Rosa - há 2 anos

      Na próxima parte a rivalidade vai acabar. Penso que os 4 tinham competencia suficiente para fazer uma rivalidade longa desta maneira e manté.la interessante. A outra razão é a de satisfazer os fãs da Attitude Era, trazendo algumas memorias de quando estes 4 não se podiam ver.

  4. kakaroch - há 2 anos

    Muito bom re-booking, continua assim! Mal posso esperar pelo resto.

  5. gonçalo"the best in the world" - há 2 anos

    Excelente artigo! Gostei de teres feito a rivalidade Mysterio e Jericho pelo titulo mundial, sempre soube que essa rivalidade podia ter sido algo mais!
    Jeff vs Matt vai ser intressante se continuares com a rivalidade.

  6. Hildo - há 2 anos

    Excelente Rúbem. não seira surpresa nenhuma Jericho e Rey terem combates bons, a surpresa seria ter algum combate ruim…

  7. Silveira9 - há 2 anos

    Muito bom Rúben,gostava que fizesses um E&C vs Hardy Boys num TLC match para acabar a feud acho que seria bom.
    Estou ansioso para o cash in do Punk,porque tanto uma Feud Punk vs Hardy,como Punk vs Mysterio ou até mesmo um Punk vs Y2J seria espetacular.
    Tambem quero ver o que vais fazer com o Taker e com o HBK quando voltarem e ainda com o Drew quando fizer o seu debut.
    Continua estás num excelente caminho!

  8. zackryderfan - há 2 anos

    Onde estao o hawkins and ryder?

  9. danielLP21 - há 2 anos

    Epá, este reinado do Rey Mysterio é que não me deixa lá muito convencido…

    De resto, muito bom!

  10. Rúben Rosa - há 2 anos

    o hawkins e o ryder já não se encontravam no roster principal neste ano

  11. Vitor Costa - há 2 anos

    Muito bom, Rúbem. Eu gosto muito do reinado world heavyweight do Mysterio.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador