The Bottom Line #67 – Re-Booking ECW 2006 (7)

Olá a todos os leitores do Wrestling.PT. Sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”. Queria começar por pedir desculpa pela irregularidade que tenho apresentado ultimamente, no que toca a artigos. Tenho estado ocupado com assuntos escolares e isso tira-me grande parte do tempo. Na edição desta semana, teremos a Parte Nº7 do Re-Booking da ECW de 2006. Antes de prosseguir-mos com o Booking, vamos fazer uma pequena recapitulação do que aconteceu na parte anterior. Na edição de hoje, irei continuar o Re-Booking, apresentando as próximas 4 semanas de Shows, entre 28/11 e 11/12 de 2006. Podem consultar a última parte através deste link.

Na última parte, finalmente ficamos a descobrir quais os 5 homens que irão desafiar Sabu, no December to Dismember, na Elimination Chamber, onde o título da ECW estará em jogo. Big Show, Tommy Dreamer, Test, Hardcore Holly e RVD qualificaram-se para o combate. RVD teve o trabalho mais complicado. Depois de semanas a pedir uma oportunidade para se qualificar, Heyman finalmente aceitou, e RVD teve de ganhar uma Battle Royal para ser adicionado ao combate. Heyman, que teme mais que tudo que seja RVD a vencer a Chamber, encontrou um plano para o deixar em maus lençóis. Os Hardy Boyz, pediram a Heyman a melhor equipa que ele pudesse encontrar para os desafiar no PPV. Assim, RVD acaba por ser o escolhido por Heyman, para escolher o seu próprio parceiro e desafiar os Hardys no December to Dismember, que faria com que Rob tivesse que lutar 2 vezes numa noite. RVD também foi esperto e acaba por revelar que  o seu parceiro será o campeão da ECW Sabu, o favorito de Heyman. No Survivor Series, a Team RVD enfrentou a Team Sabu/Heyman, com a vencedora a poder escolher aquilo que quisesse, sendo que a equipa de Van Dam foi a vencedora. Noutras Storylines, a rivalidade entre CM Punk e Sandman intensificou-se, sendo marcado um Falls Count Anywhere para o PPV, sendo que se Sandman perder, este não poderá beber nem fumar nos próximos 30 dias. Contudo, se Punk perder, este terá de beber uma cerveja em directo, para tudo o mundo ver. Bobby Lashley fez a sua estreia dominante na ECW, mas atraiu a atenção de Eliajah Burke, que procura deixar a sua marca e provar que é um atleta muito mais puro que Lashley. O que mais irá acontecer? Vamos descobrir!

Semana 25 – 28/11

É anunciado que o Main Event desta noite será entre RVD vs Jeff Hardy. Não só isso, mas Sabu também irá enfrentar Matt Hardy.

– O programa começa com RVD a vir até ao ringue. Ele rapidamente pega no microfone e diz que não quer perder tempo e chama Paul Heyman para vir até ao ringue. Heyman, visivelmente chateado, vem até ao ringue e também ele pega no microfone. Heyman começa por insultar RVD e chama-o um “filho da mãe com muita sorte”, pois foi exactamente isso que ele teve no Survivor Series. RVD começa a rir e pede a Heyman para não ser um mau perdedor, pois ele venceu justamente. RVD continua, afirmando que já escolheu o que vai pedir, visto que ganhou o combate. Heyman começa a troçar de Van Dam, dando-lhe algumas sugestões do que pedir, como uma nova carro para que lá posso esconder coisas menos “adequadas” e das quais não se pode pronunciar na televisão. RVD ainda brinca um pouco, mas acaba por revelar que discutiu com a sua equipa e que como capitão estava ali para anunciar que caso RVD ou Tommy Dreamer vençam a Elimination Chamber, isso significa que Heyman terá de abandonar a WWE. Heyman fica de boca aberta chocado e o segmento acaba.

– Sabu vs Matt Hardy – um combate bastante disputado entre 2 dos 4 wrestlers que estarão envolvidos  no combate de Tag Team no PPV. Sabu acaba por ganhar, depois um Low Blow, seguido de um Top-Rope Leg Drop.

– No Backstage, Paul Heyman chama Test, Hardcore Holly e Big Show para o seu escritório. Ele diz que precisa de eliminar qualquer chance que RVD e Dreamer tenham de vencer o combate no PPV. RVD, já está com a tarefa complicado, pois vai lutar 2 vezes no PPV, segundo Heyman, por isso só falta tratar de Dreamer. Assim, Heyman anuncia um 3 vs 1 match, entre Dreamer e os 3 homens que se encontram no escritório.

– É anunciado que uma equipa surpresa estará presente no PPV para combater.

– Tommy Dreamer vs Big Show, Holly e Test – Dreamer ainda tenta lutar corajosamente, mas com o passar do tempo, acaba por ser dizimado por Show, Holly e Test. Dreamer precisa de ser levado numa maca, após o combate.

– Video promocional a promover o combate entre CM Punk e Sandman.

– RVD vs Jeff Hardy – estes dois têm o combate que a maioria esperaria. Bastante rápido, com grandes manobras high – flying. Sabu aparece nos momentos finais do combate para custar a vitória a RVD, deixando assim Jeff vencer. Após o combate, Matt aparece para se vingar do combate anterior e começa a atacar Sabu. Jeff ajuda-o e ambos começam a aplicar as suas manobras de Tag Team mais famosas. RVD levanta-se e aplica um Heel Kick em Jeff, seguido de um Rolling Thunder em Matt. Os dois Hardys abandonam o ringue, deixando Sabu e RVD num confronto de olhares, para terminar o programa.

December to Dismember

Já que não tem tantos combates como um PPV da WWE normal teria, a duração do mesmo não será de 3 horas. A minha ideia era que dura-se de 2 a 2 horas e meia.

– The Hardys vs RVD e Sabu – Sabu e RVD começam o combate sem estarem em sintonia, aplicando simplesmente manobras singulares. Sabu tenta entrar o menos possível no combate, a pensar na Elimination Chamber. Porém, á medida que o combate vai avançando, Sabu começa a lutar mais, espicaçado pelos Hardys, que o começam a desafiar para entrar dentro do ringue. Sabu acaba por ceder e começa a lutar como sendo o homem legal, durante mais tempo. Graças a isto, RVD e Sabu começam a entender-se melhor e começam a fazer manobras em conjunto. O combate dura cerca de 20 minutos e quando parece que RVD e Sabu vão ganhar, Sabu trai o parceiro e deixa-o à mercê dos Hardys. Jeff aplica assim o Swanton Bomb e ganha o combate para a sua equipa.

– Bobby Lashley vs Elijah Burke – Combate bem disputado. Lashley começa em vantagem, com as suas manobras Powerhouse, mas Elijah consegue a vantagem, depois de algumas manobras de Heel. O combate dura cerca de 12 a 15 minutos e Lahsley consegue a vitória. Visto que Elijah esteve a trabalhar no braço de Lashley durante todo o combate, este não consegue aplicar o seu finisher, o Dominator. Mas, Lashley usa o seu novo finisher, o Spear, e consegue a vitória.

– Os FBI acabam por aparecer no meio do ringue. Eles pedem para que a equipa surpresa apareça, pois eles serão os seus adversários. Os MNM acabam por ser a equipa surpresa.

– FBI vs MNM – Um Squash praticamente. Este combate serve para promover a reunião entre Johnny Nitro e Joey Mercury, que voltariam a formar equipa nos próximos meses. (Os MNM, tal como os Hardys, não fazem parte da ECW).

– CM Punk vs The Sandman – Falls Count Anywhere – Os dois tem um combate bastante violento. Ocorre por quase todo o edifício, muito ao estilo Hardcore, que a WWE tinha mostrado mais nos finais dos anos 90/princípios de 2000. Depois de 25 minutos de um combate muito violento, Punk aplica um Anaconda Vice, usando uma corda do ringue que se tinha soltado, para fazer pressão no pescoço de Sandman. Sandman não desiste, mas perde os sentidos e sendo assim, Punk acaba por ser o vencedor do combate.

– Paul Heyman Promo – Antes do Main Event, Paul Heyman vem até ao ringue. Ele pega no microfone e começa a criticar todos os fãs que realmente acreditam que Dreamer ou RVD possam ganhar. Ele diz que tem total confiança que na próxima edição da ECW, ele continuará como GM. Heyman é interrompido por Kelly Kelly, que vem até ao ringue e pega num microfone. Em poucos segundos, Kelly diz que espera que Heyman seja banido da WWE no final da noite, por tudo o que ela sofreu enquanto sua assistente. Kelly, de seguida, dá um pontapé nas partes privadas de Heyman e sai do ringue, pegando no microfone, dizendo que se demite. De seguida, a jaula começa a descer para começar o Main Event.

– Elimination Chamber pelo título da ECW (Sabu vs Big Show vs Tommy Dreamer vs RVD vs Test vs Hardcore Holly) – Dreamer e Holly são aqueles que começam o combate. A minha ideia era que não existissem eliminações até todos os 6 lutadores estarem activos no combate. Assim que todos estivessem activos, o Big Show iria sofrer um ataque dos outros 5 lutadores, por ser o lutador mais perigoso no combate. Os 5 aplicam os seus finishers e Dreamer faz o Pin para que Show seja o primeiro a ser eliminado. De seguida, Test seria o segundo a ser eliminado, depois de RVD aplicar um Five Star Frog Splash, do topo de uma das cápsulas. O terceiro a ser eliminado, seria Dreamer, com Holly a aplicar um Alabama Slam em Dreamer, no chão de aço. Restando 3 lutadores, Sabu e Holly começam a atacar juntamente RVD. Contudo, passado um bocado, Sabu elimina Holly, aplicando-lhe um Arabian Face Buster. Restam RVD e Sabu. Os dois lutam sozinhos ainda uns 7 minutos, até chegar aos momentos finais do combate. Sabu tenta aplicar um Arabian Face Buster, do topo de um dos cantos. Porém, RVD contra-ataca e empurra Sabu para cair do topo. Assim, RVD aplica rapidamente o Five Star Frog Splash e ganha o combate. Após o combate, Heyman vem com uma cadeira, tentando atingir RVD, mas acaba por ele sofrer um Van Daminator. RVD fecha o PPV a comemorar a vitória com o seu título da ECW.

Semana 26 – 05/12

– O programa começa com RVD a vir até ao ringue com o seu novo título de campeão. Ele pega no microfone e diz que a ECW finalmente livrou-se de Paul Heyman e que como novo campeão, irá guiar a Brand por melhores caminhos. Ele acaba por ser interrompido por Big Show que vem até ao ringue, já com um microfone na mão.  Ele diz que desde que chegou á ECW, nunca teve uma oportunidade definitiva para enfrentar o campeão da ECW. Ele continua, afirmando que existe uma conspiração, para que este não ganhe o título. E o último golpe dessa conspiração, foi no PPV, quando todos decidiram ataca-lo e elimina-lo. Ele diz que o RVD é campeão, mas que nunca chegou a vence-lo no combate do último Domingo. Assim, Show desafia RVD para um combate pelo título, no Main Event. RVD diz que é um campeão lutador e que aceita o combate, mas com uma condição: se Show perder, também este terá de abandonar a ECW e a WWE. Show aceita para acabar o segmento.

– É anunciado que um novo GM irá ser anunciado na próxima edição da ECW.

– 6 Man Tag Match: Bobby Lashley, Balls Mahoney e Tommy Dreamer vs Elijah Burke, Matt Striker e Mike Knox – Bobby Lahsley aplica um Spear em Striker, mas não consegue fazer o Pin, pois Elijah lança Lashley contra um canto que estava desprotegido. Burke faz o Tag em Striker e aplica o Elijah Express em Lashley para conseguir a vitória para a sua equipa.

– CM Punk vem até ao ringue e pega no microfone. Ele afirma que no PPV do último Domingo, ele “destruiu” a maior lenda da ECW, aquele que exibia mais a alma cheia de “vícios” com a qual a ECW se caracteriza. Punk diz que Sandman, durante os próximos 30 dias, irá finalmente perceber que ficar puro é o melhor caminho a seguir e que após esse mês, Sandman o irá agradecer, pois mostrou-lhe algo melhor. A música de Sandman toca e este aparece mais furioso que nunca. Invês de trazer uma cana, ele trás 2 em cada mão, disposto a “matar” Punk. Ele acaba por ter o que quer, e magoa violentamente Punk com as canas, que foge, dado o empenho de Sandman. Tazz, um dos comentadores, começa a referir que conhece bem Sandman e que quando este fica nem que seja um dia sem beber ou fumar, ele fica ainda mais perigoso. Lança ainda a pergunta no ar do que irá acontecer ao estado de espírito de Sandman, visto que este irá ter ainda 28 dias longos, sem poder beber ou fumar.

– RVD vs Big Show – Título da ECW em jogo – O combate ocorre como seria de esperar, ou seja, Show é mais dominante, devido ao seu tamanho e força. Nos momentos finais do combate, Show atinge o arbitro, depois de este não ter contado até 3, depois de um Splash em RVD. Show vai buscar uma cadeira e pretende atingir RVD, mas este último contra-ataca e aplica um Van Daminator em Show. De seguida, vai até ao topo e aplica um Five Star Frog Splash em Show e consegue a vitória, depois de o árbitro ter acordado. Assim, RVD mantém o título e esta é a última noite de Show na ECW e na WWE, durante os próximos 2 anos.

Semana 27 – 12/12

– O programa começa com Joey Styles no meio do ringue. Ele tem a honra de apresentar o novo General Manager da ECW: o seu amigo, Tazz! Este pega no microfone e afirma que é uma grande honra ser o GM da ECW, visto ele ser um ECW Original. Ele afirma que será um GM justo, muito ao contrário de Heyman e que dará oportunidade a quem realmente fizer por isso. Continua afirmando que a ECW está bem representada por RVD, o campeão, mas que é preciso descobrir o próximo nº1 Contender ao título da ECW. Assim, nas próximas semanas, irá ocorrer um torneio, a começar hoje, onde o vencedor irá defrontar RVD no Royal Rumble. Tazz finaliza, dizendo que Sabu não irá estar no torneio, pois este decidiu usar a sua clausula de Desforra, e irá defrontar o campeão, ainda numa data por definir.

– Combate 1ªRonda – CM Punk vs Tommy Dreamer – Punk tem a vitória na mão, mas a música de Sandman toca e aparece para atacar Punk. Este, distraído, sofre um DDT de Dreamer e perde o combate. Punk escapa a Sandman, antes que este o pudesse atacar. Sandman esta cada vez mais alterado e enraivecido.

– Combate 1ºRonda – Hardcore Holly vs Balls Mahoney – Holly consegue a vitória, depois de aplicar um Alabama Slam.

– Num segmento de Backstage, Punk aparece no escritório de Tazz. Ele diz que está farto do Sandman, que já o venceu e que já não tem nada a querer com ele. Tazz pergunta a Punk o que quer que ele faça. Punk diz que quer o Sandman fora do seu “Business”. Tazz diz que pode fazer isso, mas que Punk terá de enfrentar Sandman mais uma vez. Punk diz que aceita, só para provar que é ainda o melhor. Tazz aprecia o entusiasmo de Punk, pois o combate entre ele e Sandman irá ser um Steel Cage, e irá ocorrer no dia 2 de Janeiro. Tazz revela ainda a Punk que, a 2 de Janeiro, é o último dia da clausula de Sandman, onde este não pode beber nem fumar .

– Combate 1ªRonda – Test vs Matt Striker – Test vence, depois de aplicar um Test Drive.

– Combate 1ª Ronda – Elijah Burke vs Bobby Lashley – Lashley vence o combate, depois de aplicar um Spear em Elijah. Após o combate, Burke ainda tenta atingir Lashley, mas acaba por ser atingido por outro Spear. Este combate marca o fim da rivalidade entre Burke e Lashley.

Nota: Não há edições da ECW de 19 e 26 de Dezembro, devido a recapitulação do ano e paragem para natal e passagem de ano. A ECW só regressaria depois em Janeiro.

E chegamos assim ao fim por hoje. Espero que tenham gostado desta sétima parte do Re-Booking da ECW de 2006. O que acharam até da edição de hoje? Gostava muito de saber as vossas opiniões. Até para á semana!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

8 Comentários

  1. João Sousa - há 2 anos

    Excelente artigo, adorei

  2. BRUNOju - há 2 anos

    Grande construção do combate de tag no december to december.

  3. Miguel Carlos - há 2 anos

    Excelente artigo. O Paul Heyman e o Big Show tinham realmente saido da WWE nessa altura?

  4. Gonçalo "The best" - há 2 anos

    Cada vez melhor, boa maneira de tirar o Heymam da televisão.

  5. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Estou muito curioso para saber como vais fazer quando chegares aquela fase em que a ECW ficou apenas com os jovens, mais ou menos como no NXT mas pior. :P
    Força aí!

  6. danielLP21 - há 2 anos

    Excelente, Rúben. Cada vez melhor.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador