Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

The Bottom Line #75 – Wrestling Nostalgia (4)

Olá a todos e sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”. Na edição desta semana, irei apresentar um novo capitulo da minha fase como mark, que assistia Wrestling todas as semanas na televisão por cabo. Para quem não percebeu ainda, o meu objectivo é partilhar com vocês algumas das minhas histórias como “wrestling mark”, que durou desde o momento onde comecei a ver wrestling (Novembro de 2004), até ao momento onde comecei a ter acesso á Internet com regularidade (Finais de 2009). Irei dar a entender como eu via wrestlers, certos programas e wrestling em geral durante esta fase, comparando o que eu pensava na altura, com o que eu penso agora.

No capítulo de hoje, irei fazer a análise do primeiro show de Wrestling que vi, juntamente com um amigo. Esse show era o Smackdown, e aconteceu no dia 28 de Abril de 2005 (passado em Portugal 2/3 semanas depois).  Após a Wrestlemania 21, e recomposto do facto de não poder assistir a esse grande evento, o meu amor pelo wrestling tinha crescido mais do que nunca. Isso deveu-se muito ao facto de a maioria dos Faces terem derrotado os Heels na Mania (casos de Batista, John Cena, Undertaker). Isso queria dizer que podia agora torcer pelos campeões “bonzinhos”, neste caso, Batista e John Cena, e rir-me dos “vilões” que já não eram os campeões (Triple H e JBL). Por volta desta altura, começo a descobrir que alguns dos meus amigos também assistiam á WWE todas as semanas. Alguns só conheciam a Raw, outros só assistiam à Smackdown, e o resto via os dois. Por isso, uma das cenas fixes de ir à escola às Segundas-feiras, é que se podia discutir o que tinha acontecido durante a semana no mundo do Wrestling. Eles, tal como eu, também apoiávamos todos os Faces e seriam precisos alguns meses até encontrar um ou outro miúdo que gostasse de apoiar um Heel.

Descobri também que não tinha só amigos na escola que assistiam à WWE. Alguns vizinhos meus também viam e era mais conversas que se tinha sobre o tema. No dia desta Smackdown, combinei com um amigo meu que iríamos assistir ao programa na casa dele. Eram 8 horas e nada nos ia fazer sair do sofá. Estávamos prontos para descobrir o que ia acontecer.

Esta Smackdown acorreu no Reino Unido. O programa começa com “Carlito’s Cabana”, um segmento parecido ao “Y2J Highlight Reel” onde Carlito entrevista um convidado no meio do ringue. Porém, antes de Carlito apresentar o seu convidado, ele insulta o público inglês. Ele tem algumas “bocas” engraçadas, tais como “adorava convidar a Rainha Isabel ao meu programa, para lhe poder cuspir na cara” e “Cristóvão Colombo descobriu a América, mas o Reino Unido não descobriu o que é ser fixe”. Carlito consegue muio “heat” e parece estar over como Heel neste programa. Nesta altura, detestava o Carlito, mas admito que na altura queria muito experimentar cuspir uma maça na cara de alguém (nunca aconteceu, infelizmente). O wrestler convidado é Kurt Angle, e o público parece contente por vê-lo, apesar de este ser um Heel. Porém, isso não dura muito tempo, pois Angle insulta o país onde está, tal como fez Carlito.

Após alguns insultos, Angle é interrompido por um wrestler local (lutador do território de desenvolvimento da WWE, a OVW). Ele quer desafiar Angle para um combate, algo que o Kurt já fazia á algum tempo com lutadores locais. Angle rejeita o pedido de combate e insulta a Grã-Bretanha mais um pouco, antes de atacar o lutador local e o deixar estendido no chão para terminar o segmento. Eu e o meu amigo estavamos absolutamente revoltados como é que alguém como o Kurt Angle podia fazer estas coisas e sair impune. Nós acreditávamos que seriamos os últimos a rir, e que Angle iria perder no Main Event (o Main Event era um Fatal 4 Way para determinar o novo nº1 Contender ao título da WWE).

O primeiro combate da noite é da divisão de Cruiseweight. O campeão Paul London, enfrenta o ex-campeão Chavo Guerrero e o título está em jogo. Ao rever esta Smackdown, fiquei satisfeito, pois pensava que ia ver um bom combate entre os dois. Mas não foi isso que aconteceu. O combate foi curto e acabou por contagem, quando Paul London não conseguiu regressar ao ringue, depois de se encontrar lesionado. Depois do combate, Chavo ataca novamente London. Bela maneira de tratar o campeão da divisão (sarcasmo). O combate não foi nada praticamente, mas sempre gostei do Paul London como campeão.

Num segmento de Backstage, Booker T e Heidenriech encontram-se. O Heiden escreveu um poema á cerca do Main Event (onde Booker T está inserido) e diz que ele irá ganhar e sagrar-se nº1 Contender. Booker T concordo num segmento estranho e inútil. Acho que era mais um paço para o Face turn de Heidenreich, mas é uma personagem tão estranha. Não que isso seja problema, pois adoro personagens estranhas (como Goldust e Mankind), mas o problema é que nesta fase Heidenriech apenas está a ser estranho porque sim. Não existe uma razão para ele ser como é. Apenas é um tipo que é estranho e que escreve poemas estranhos e é essa a minha opinião á 10 anos atrás e ainda continua a ser.

Noutro segmento de Backstage, Rey Mysterio fala com Eddie Guerrero. Ambos estão a preparar-se para o combate com os MNM, Tag Team que fez a sua estreia á 2 semanas e que ganhou os títulos de Eddie e Rey na semana passada. Eddie e Rey têm tido problemas um com o outro á já algumas semanas. Eddie tenta reconfortar Rey e dizer que tudo vai correr bem no combate, mas Chavo Guerrero interrompe. Eddie começa a falar mal com Chavo, pois ele sabe que ele á muito que quer separar Eddie de Rey. Eddie diz que Rey é família e ambos estão preparados para voltar a ganhar os seus títulos perdidos.

E esse combate é já de seguida. O público adora Eddie e Rey e os MNM já têm bastante “Heat” como Heels. Eu e o meu amigo, na altura, estávamos a puxar muito para que Eddie e Rey ganhassem e este foi o combate que mexeu mais connosco a noite toda. O combate foi bom e tudo levava a crer que iríamos ter novos campeões. Porém, para choque de todas as crianças e sem surpresa para os mais velhos, Eddie trai Mysterio. Eu e o meu amigo estávamos completamente revoltados. Não conseguíamos acreditar no que o Eddie acabará de fazer. Trair o seu amigo, depois de tudo aquilo que disse. O resto do programa não foi o mesmo. Mesmo faltando metade do programa e um grande Main Event, não conseguíamos parar de falar no Heel turn de Eddie, de tão espectacular que foi nas nossas cabeças. Voltando a rever, ainda é um grande Heel turn, mas previsível. Os MNM ganham e mantêm os títulos.

De seguida temos mais um combate. Desta vez, John Cena, o campeão da WWE enfrenta Rene Dupree, um jobber. Combate curto, onde o Cena ganha. Ele está bem Over e ainda não começou a fase onde o público se vira contra ele. Curiosamente, não me lembro deste combate acontecer. Provavelmente por ainda estar irritado com o Turn do Eddie.

Temos novo combate, desta vez com um Matt Morgan que se estreou á uma semana, enfrentando agora um novo jobber. Curioso ver Morgan na WWE, pois sempre o associei á TNA. Um squash, onde Morgan ganha.

Agora é tempo do Main Event, JBL, Kurt Angle, Booker T e Big Show lutam por uma oportunidade para enfrentar John Cena pelo título da WWE. Lembro-me de eu e o meu amigo querermos ambos que Booker T ganha-se. O Big Show é o primeiro a ser eliminado, depois de os outros 3 wrestlers o atacarem com vários finishers. De seguida, Booker T é eliminado, para grande pena nossa, depois de uma cadeirada de Angle. Estranho os últimos 2 wrestlers no combate serem Heels. JBL ganha o combate e elimina Angle, depois de Booker T regressar e vingar-se Angle. Combate bom e bom acção. Na altura não estava nada satisfeito com a vitória de JBL, mas mal podia esperar para Cena lhe dar uma lição novamente.

De uma maneira geral, foi uma boa Smackdown, devido ao combate de Tag Team e heel turn do Eddie. O Main Event também foi bom, tal como o segmento inicial. As únicas coisas negativas neste show foi o combate pelo título Cruiseweight e o facto de Cena lutar num combate quase inútil. Espero que tenham gostado do artigo desta semana. Digam se gostaram ou não. Se gostaram, adorava saber a vossa opinião sobre esta Smackdown. Se não gostaram, mas gostavam de dar sugestões no que melhorar, estejam á vontade. Até á próxima!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

6 Comentários

  1. Ethan Cláudio The Third - há 2 anos

    Gostei bastante do artigo, acho que ainda me lembro de algumas coisas desse episódio, já que na altura começava a assistir wrestling.
    Alguém sabe se existe algum site onde podemos assistir a todos os episódios da Ruthless Agression Era?

  2. Sorlei Rui Oltramari - há 2 anos

    Excelente artigo, Rúben!

    Não assisti o heel turn de Eddie ao vivo, nem esse Smackdown, mas quando vi (o heel turn), tive a mesma impressão que você. Foi brutal, mas previsível. De qualquer forma, foi uma rivalidade que marcou a carreira de ambos. Uma pena a carreira de Eddie ter terminado de forma tão trágica. Bons tempos onde havia uma divisão Cruiserweight e rivalidades com sentido.

    É um belo conceito relembrar os momentos de mark, quando iniciávamos no wrestling. Lembro-me de odiar com todas as forças o Edge na sua rivalidade com o Rey Mysterio, ter um certo medo do Umaga e do Snitsky, achar o JBL um babaca e ser mega fã do Cena.

  3. reigns one versus all - há 2 anos

    Mais um excelente artigo,Ruben.
    Mais uma vez contaste o episodio de uma forma incrível, por momentos parecia que o estava a ver e a vibrar com estes acontecimentos.
    Bem,eu no meu inicio dos tempos de wrestling na minha escola muita gente via wrestling,era tema de conversa as segundas e tinhamos quase as mesmas preferencias em termos de superstar favorita.
    Espero que continues com o teu excelente trabalho,estou a adorar este tema.

    Bom trabalho Ruben Rosa!!!

  4. Hell-no or yes - há 2 anos

    Muito bom artigo Ruben.Nao me foi possive acompanhar esta boa epoca da WWE, sabes como poderei ver agora? algum site ou assim?
    Obrigado e continua o bom ttrabalho

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador