Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!
Post da Comunidade do Wrestling.PT

The Last Ride #11 – Análise: WWE Fastlane

Boas pessoal, sejam bem-vindos a mais um The Last Ride. Esta semana irei fazer a análise do passado evento da WWE, o Fastlane. Irei dar a minha opinião sobre tudo o que aconteceu, tendo em conta o evento que se aproxima, a Wrestlemania 32.

Kickoff: Kalisto derrotou Alberto Del Rio para manter o WWE United States Championship

Começo esta análise pelo Kickoff, que apenas se destacou pela presença de Mauro Ranallo nos comentários, porque de resto foi comum aos anteriores eventos.

Já o combate em si, foi bom, gostei, no entanto e como já tinha dito, resultaria melhor no main-card do que no Kickoff. Vimos um Del Rio a dominar durante boa parte do combate, até que Kalisto conseguiu travar o avanço de Del Rio, conseguindo a vitória.

Quanto às falls em si, foram feitas da forma como esperava, ou seja, 1 fall para Del Rio e 2 para Kalisto. Tanto quanto pareceu, e apesar de Kalisto ter ganho, senti que Del Rio não perdeu totalmente, pois realizou uma excelente exibição, e apesar do resultado, não se deixou ir abaixo, mantendo-se forte desde o início até ao fim do combate.

Nota = 15/20

Becky Lynch e Sasha Banks derrotaram Naomi e Tamina Snuka

No início do show, tivemos um combate que me surpreendeu (por ter sido o opener match), mas que no entanto, acabou por resultar bastante bem.

Tivemos no início uns desentendimentos iniciais entre Becky Lynch e Sasha Banks, no entanto, trabalharam bem em equipa, num combate em que Naomi e Tamina controlaram maioritariamente.

Todavia, Becky e Sasha conseguiram reverter a seu favor, para conseguir vencer o combate. Porém, Naomi e Tamina não ficaram nada mal no final do mesmo, e estou bastante curioso para ver de que forma a WWE irá inserir as Divas na Wrestlemania 32.

Resultado mais que previsível, no entanto e como disse no Last Ride anterior, não descartava a hipótese de Naomi e Tamina vencerem, por mim ficava contente com qualquer resultado.

Nota = 16/20

Kevin Owens derrotou Dolph Ziggler para manter o WWE Intercontinental Championship

De seguida, um combate muito bom, entre dois dos meus wrestlers favoritos, e apesar de já ter sido realizado várias vezes nas últimas semanas, o facto de ser realizado mais uma vez não tirou o entusiasmo a esta rivalidade.

Foi um combate cheio de bons golpes, de kickouts, e com Owens a controlar, apesar de algumas investidas por parte de Dolph Ziggler.

No final, vimos o que já se esperava, a vitória de Kevin Owens, numa rivalidade que espero que continue e que estou ansioso para ver próximos desenvolvimentos, quer para estes dois, quer para o título em si.

Nota = 18/20

Ryback, Big Show e Kane derrotaram The Wyatt Family (Luke Harper, Erick Rowan e Braun Strowman)

Seguindo em frente, tivemos um combate pelo qual não estava muito ansioso, mas que acabou por resultar minimamente bem, dentro dos habituais Tag Team Matches que a WWE nos apresenta semanalmente

Não esperava este resultado, pois acho que a Wyatt Family merecia ganhar, algo que veio a acontecer no Raw seguinte, porém, não percebi o porquê de Ryback, Big Show e Kane terem ganho no Fastlane, e este cenário deixa algumas dúvidas relativo à participação da Wyatt Family na Wrestlemania 32, que espero que seja em grande, e que para isso os mantenham fortes e bem preparados daqui para a frente, já que no domingo passado não venceram o combate.

Nota = 14/20

Charlotte derrotou Brie Bella para manter o WWE Divas Championship

Depois do 6 Man Tag, tivemos o combate pelo Divas Championship, que na minha opinião, foi um combate bastante especial para a Brie, o que acabou por acrescentar algum entusiasmo, no entanto e como se esperava, o resultado foi bastante previsível.

Ambas as atletas tiveram muito bem, num combate em que ambas imitaram golpes dos seus mais próximos, neste caso Ric Flair e Daniel Bryan, mas e como já era esperado, a rivalidade com Brie serviu apenas de transição para o combate que Charlotte vai ter na Wrestlemania, que será ou contra Sasha Banks ou Becky Lynch. Por isso, à parte de algum entusiasmo que me cativou a ver o combate, não era à partida um combate que me puxasse muito, mas que resultou bastante bem e mal posso esperar por ver contra quem Charlotte irá defender o título na Wrestlemania.

Nota = 15/20

AJ Styles derrotou Chris Jericho

No antepenúltimo combate antes do main-event, AJ Styles derrotou Chris Jericho, no que foi na minha opinião o melhor combate da noite, entre duas superstars muito técnicas, com bastante de lutar e que impressionaram a maior parte daqueles que viram o evento.

Outro fator que tornou o combate ainda mais cativante e especial foi o grande ambiente em torno do público, que não parou de cantar, e mesmo dos próprios lutadores, que deram tudo e fizeram de tudo para tornar este combate muito agradável.

Tal como afirmei no Last Ride anterior, espero que este tenha sido o último combate da rivalidade, e anseio por saber o que se segue para estes dois brilhantes lutadores na Wrestlemania 32.

Nota = 19/20

Cutting Edge Peep Show com os New Day como convidados especiais

No regresso de Edge e Christian à WWE, e com os New Day como convidados especiais, confesso que esperava mais do segmento. Foi muito bom rever Edge e Christian, num segmento que nada trouxe de especial e novo, mesmo com os New Day como convidados e a interferência da League of Nations, que pouco ou nada veio a acrescentar ao segmento.

Não espero que a League of Nations defronte os New Day pelos títulos, prefiro antes os Dudley Boyz, ou então uma Fatal 4 Way na Wrestlemania, entre estas equipas e os Usos.

Nota = 15/20

Curtis Axel derrotou R – Truth

Antes do main-event, um combate pelo qual não esperava, e que sinceramente não me cativou muito, à exceção da interferência de Goldust, que após ter enganado R – Truth, deu a vitória a Curtis Axel e aos Social Outcasts.

À parte disso, foi um combate sem qualquer relevância e que pouco veio a acrescentar ao evento, e cuja história principal se centrou na possível tag team que Goldust quer criar com R – Truth.

Nota = 12/20

Roman Reigns derrotou Dean Ambrose e Brock Lesnar para se sagrar Number 1 Contender pelo WWE World Heavyweight Championship

Para terminar esta análise, resta falar do main-event, que pessoalmente me surpreendeu bastante, no entanto esperava mais ação por parte de Dean Ambrose e Roman Reigns e que não tivessem tão centrados em imobilizar Brock Lesnar. O combate resultaria muito melhor, e mostraria de facto a motivação de qualquer um deles em defrontar Triple H pelo título na Wrestlemania.

A vitória acabou por sorrir a Roman Reigns, naquele que foi, a par de Styles vs Jericho e Owens vs Ziggler, um dos melhores combates da noite. Sendo assim, Reigns ganha mais uma oportunidade ao WWE World Heavyweight Championship, que agora pertence a Triple H, combate este que mal posso esperar por ver acontecer.

Nota = 18/20

Surpresa do PPV = O combate entre AJ Styles e Chris Jericho, o melhor da noite, na minha opinião

Desilusão do PPV = Big Show, Kane e Ryback derrotam a Wyatt Family

Tendo em conta todos os acontecimentos, a nota final que eu atribuo a este evento é 17/20. Foi um evento bom, no entanto não superou a Royal Rumble, anterior PPV. A nível de combates, na generalidade correram bem, mas mais uma vez a previsibilidade dos resultados foi um pequeno inconveniente. Porém, estou bastante ansioso para a Wrestlemania, toda esta estrada foi bem construída até agora, e espero que assim continue, para que a magia deste próximo evento continue e que deixe cada fã de wrestling satisfeito.

E assim termino a minha análise. Desta vez, não irei colocar questões, mas estão à vontade para dizerem o que acharam do Fastlane nos comentários, que terei todo o gosto em ler e responder.

Antes ainda de terminar, gostava de vos propor um desafio, e que consiste em escolherem o tema para o próximo The Last Ride. Quer nos comentários, quer na página, que se encontra na minha biografia no Wrestling.PT, podem mandar as vossas sugestões, e na próxima semana, aquela que considerar melhor sugestão será o tópico a ser abordado no The Last Ride #12.

Agora sim, termino o Last Ride desta semana. Boa semana, até sábado, fiquem bem!

Sobre o Autor

- Wrestling é uma das minhas paixões. The Last Ride no Facebook! Apareçam por lá, comentem e dêem sugestões.

10 Comentários

  1. Dragoking - há 9 meses

    Deste uma nota de 18/20 a este PPV?????? Viste o mesmo PPV que eu?????

  2. Reigns one versus all - há 9 meses

    Bom artigo,Miguel.

    Foi um PPV de nível médio,mas nada por ai além.

  3. Afonso Quintela - há 9 meses

    Bom artigo, gosto da maneira como escreves, apesar de algumas frases serem demasiado longas. Em relação à nota, não compreendo a surpresa de tanta gente…o Miguel não avaliou as rivalidades, mas sim os combates em si, e esses até tiveram um nível bastante bom. Caso a avaliação tivesse sido feita às rivalidades em si, então obviamente que a classificação teria sido bastante diferente.

  4. Já agora, aproveito para dizer que são vocês que decidem o tópico do próximo The Last Ride. Por isso, enviem-me as vossas sugestões e depois verão qual delas foi a escolhida. Muito obrigado

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador