Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

TNA iMPACT Wrestling (09/01/2014)

No último iMPACT Wrestling antes do Genesis, a TNA apresentou o tão esperado combate de unificação dos títulos, com o campeão dissidente AJ Styles a defrontar o Campeão de Dixie Carter Magnus.

Bobby Roode e Kurt Angle preparam-se para o embate no Genesis, com cada um a ter um Steel Cage Match nesta edição do iMPACT.

Muita acção também na divisão de Tag Team com os BroMans a defrontarem a dupla Eric Young e Joseph Park. E por falar em Tag Teams, os ex-parceiros James Storm e Gunner agendaram um combate no Genesis para acertar contas…

Resultados

– Tag Team Champions BroMans venceram Eric Young e Joseph Park
– EC3 vs Samoa Joe (No Contest)
– Kurt Angle venceu Bad Influence (Steel Cage Match)
– Bobby Roode venceu Sting (Steel Cage Match)
– TNA World Heavyweight Champion Magnus venceu AJ Styles

Xplosion

– Zema Ion venceu Ultimate Tiger

Vídeos

Dailymotion

Mais Links e Download Directo

Xplosion

Dailymotion

Mais Links e Download Directo

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

40 Comentários

  1. FranciscoAP - há 3 anos

    iMPACT muito bom que se destacou por ter criado ainda mais expectativa para o Genesis. Nesse sentido, foi um show perfeito. Quanto ao main-event, foi o mais random que me lembro de ver… Não que seja uma coisa má, tal como acabou por se provar.

    Excelente promo/confronto inicial. Se há coisa em que o Magnus é muito bom, é no micro. Que máquina. Aliás, no que toca a mic skills, o AJ também foi até ao limite das suas capacidades, não tenham dúvidas. Gostei da intensidade que meteu no discurso, principalmente no fim.

    E está, por fim, marcado o tão antecipado confronto entre o Storm e o Gunner. Confesso que apesar de teoricamente só fazer sentido a vitória do Gunner, de modo a dar continuidade à sua promoção ao up-card, continuo à espera que a TNA compense o Storm com uma merecida oportunidade pelo título mundial, pelo que vai na volta ainda é o Comboy a sair por cima. Vamos ver, mas digo já que qualquer resultado me deixa satisfeito.

    E por falar em combates marcados para o Genesis, o Bully Ray e o Mr. Anderson voltaram a espalhar classe naquele soberbo segmento. Este Bully é um monstro. E o Anderson bem que podia ter dado umas aulinhas de representação ao Angle… E mais não digo. Espero um combate brutal entre os dois no Genesis, acho que depois do combate que tiraram da cartola em 2013, as expectativas têm de estar altas.

    Foi muito bem pensado por parte da TNA fazer os dois combates de steel cage neste iMPACT, acho que não havia melhor forma de criar expectativa para a próxima semana. Aquele spot do German Suplex no topo das cordas foi alguma coisa…

    E, por fim, chegamos ao main-event. Não me lembro de ver na TNA 10 minutos tão entusiasmantes e de colar um gajo ao ecrã em muito tempo mesmo… É verdade que foi algo random ver os heels todos virem atacar o AJ quando só havia justificação para metade deles estarem ali, mas acho que é inegável o espetáculo que foi dado e os spots fantásticos que fizeram. Foi só eu que vi o espetáculo que o Sting deu? Jasus, que lenda… Se tivesse que apontar algo de negativo ao main-event, seria o pouco envolvimento do Magnus. Achei exagerado o Roode ter aplicado 3 vezes o seu finisher novo (de que não sou fã porque já vi 50 gajos usá-lo) e o Magnus simplesmente ter feito o pin final.

    Ah, e que público fantástico. Acho que foi o “toque” final para um iMPACT de altíssimo nível. 2014 começa muito bem para a TNA e para a semana temos um Genesis com 4 combates que resultam de 4 feuds sem títulos à mistura. Quantas vezes vimos isto acontecer? Incrível. Isto promete…

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Não esperava que o main-event resultasse desta forma. Eu já tinha lido os spoilers e na altura pareceu-me algo muito aleatório, mas depois de ver o combate, de facto foi muito bem construido. A Dixie tratou de afastar todos aqueles que poderiam tentar ajudar o AJ Styles e deixou-o às mãos dos heels e com tanta resistência que o AJ e o Sting mostraram, se não soubesse o resultado, ficaria a adivinhar uma vitória heroica do AJ. Mas no final, o It Factor acabou por ser o Factor que matou o combate.

      Concordo com o apontamento que fizeste em relação ao pouco envolvimento do Magnus, até porque acaba por ser o AJ e o Roode a sairem muito por cima deste combate, mas ao mesmo tempo a TNA não entrega já uma versão indestrutivel do Magnus, pelo que há margem de progressão no personagem.

      Como falámos no Impacto! é uma pena o Genesis não ser já um PPV, porque provavelmente teria uma construção quase perfeita de um card que todo ele faz sentido.

      Por último…Bully Ray e Anderson…esta feud pode estar a passar algo despercebida dada a importância que a unificação dos titulos tinha e a rivalidade Angle/Roode, mas o trabalho do Buly Ray continua impecável e está a fazer sobressair o melhor Anderson que pisou na TNA.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Analise Perfeita Francisco. Admito que ainda só vi o Main Event, porque não aguentava esperar e valeu a pena, concordo ctg, que maquina sting, não há duvidas, um senhor!

      Em relação ao finisher, foi a pior escolha para Roode, enfim parece que um lutador como Roode não encontra uma manobra final.
      Sem duvida um main event brutal com um publico brutal, de resto disseste tudo!

    • don_ricardo_corlone - há 3 anos

      Discordo por completo quanto ao main event. Nada vi de positivo. Uma interferência ainda vá mas aquilo tudo? E combate 0. Ninguém sai bem visto daquele main event. Péssimo na minha opinião.

      • FranciscoAP - há 3 anos

        Eu até podia tentar discutir o assunto contigo, mas quando dizes “combate 0”, supondo que queres dizer que não fizeram nada de especial em termos de wrestling, acho que nem vale a pena o esforço.

      • don_ricardo_corlone - há 3 anos

        Um monte de tipos à pancada não faz um combate de wrestling. É preciso que façam parte dele, é preciso bem mais do que uma brawl.

      • RKO_22 - há 3 anos

        Tudo dito. Exactamente a minha opinião. Deram a ideia de que o Magnus precisa de 10 gajos para vencer o AJ… Grande imagem para um campeão… E no fim basicamente o Bobby Roode é que venceu o combate… o Magnus só fez o pin…

  2. Nuno Ramos - há 3 anos

    Este main event foi ridiculo, ok eu sei k o combate foi em NODQ mas era preciso tantos heels atacarem AJ Styles? obra de quem? Dixie Carter. 1ª Rockstar Spud e EC3, 2ª Bro Mans 3º Bad Influence e por ultimo Bobby Roode. Eu continuo a perguntar pk e que o Magnus ganhou o titulo de uma forma tão suja? pk e que tambm nao podia ser no steel cage assim nao havia interferencia. Não gostei do Main Event acho que o combate devia ter sido mais limpo e sem interferencias fiquei mesmo furioso ao menos o Mike Tenay esta de acordo acerca do combate ja o Tazz nao me surpreende heel como ele é gostou do combate mas eu nao, ridiculo so tenho a dizer.

  3. dcastanho - há 3 anos

    Isto sim foi um impact wrestling, uah fiquei agarrado sem mexer músculo desde os 5 minutos inicias do programa
    PS: que façam mais shows destes

  4. Henrique Lessa - há 3 anos

    Por mais randômico que o main event tenha sido, foi igualmente épico. A forma como os aliados do AJ foram sendo eliminados, a resistência do mesmo junto com Sting, incrível… Só fiquei meio confuso com a explicação dada para a ausência do Angle no main event. Al Snow dirigindo um carro dizendo ter uma emergência? Foi uma explicação meio forçada.
    Mas algo que me chamou muito a atenção foi o segmento Anderson x Bully. Incrível, parecia uma cena de filme. Esses dois são simplesmente perfeitos no trabalho de promos e mic skills, etc. Estou esperando muito dessa feud.

  5. Smosh - há 3 anos

    Porque que eu acho que num dia ou outro vamos ver aquilo que vimos em 2011, em que o plantel da WWE entrou em greve?

    • 5dx - há 3 anos

      Da maneira que a feud dixie\styles ta a correr nao acho que isso vai acontecer porque ha muitos heels que ficariam a beira da dixie carter nao fazia sentido

  6. Simao Rock - há 3 anos

    Bom show de impact magnus TNA WHC,nada de mais acho que toda a gente sabia com a dixie carter ao lado dele claro que ele ganha

  7. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Um Impact Muito Bom, digam o que quiserem das decisões da TNA mas uma facto é que têm nos apresentado um produto muito bom. A construção do Impact e a maneira como se desenrolou, rondou a genialidade! A Maneira como a TNA tirou de cena todos os Faces foi uma decisão incrível. E ainda acrescentou mais importância no ME.

    A Maneira como a TNA encadeou e desenvolveu todas estas histórias foi genial. Com um simples segmento, deram um tempo mínimo ás Knock Outs neste show, desenvolveram a feud “ODB vs Gail Kim”, meteram o Park a lutar sozinho, deram heat aos Bro Mans, e tiraram o Young e o Park de cena. Gostei bastante. Já agora, foi impressão minha ou o Jessie pareceu-me um pouco desmotivado no combate?

    O Bully Ray e o Mr Anderson estiveram brutais! O Bully Ray com esta gimmick de homem que perdeu tudo, ainda fica que melhor que com a antiga gimmick. Que papel que lhe deram e que trabalho que ele faz. Mais uma Promo BRUTAL, e o facto de ele desaparecer quando o Anderson se vira é a cereja em cima do bolo. Quero ver como é que o Bully Ray vai trabalhar a Gimmick dele no combate com o Anderson.

    Gostei do combate do Angle contra os BI, e do pormenor do Kazariam entrar pela parte superior da jaula. Aquele German Suplex das cordas é mesmo espetacular. o Combate tinha como função mostrar a máquina que o Angle é e cumpriu.

    Não percebi muito bem o porque do Roode reagir daquela maneira para enfrentar o Sting, mas pronto. A Dixie bem no seu papel. ” Mr Roode, Mr Roode” este Spud é épico xD.

    LINDO, CRIATIVO, INOVADOR, BRUTAL! Adorei este ME, que história que ali contaram! E que Heel que vão fazer do Magnus depois disto! Um trabalho fantástico do Taz como comentador heel. Mostrei este combate a um amigo meu que já não vê Wrestling á algum tempo, e ele nos últimos 10 minutos do combate, ficou colado ao ecrã sem fazer nada a ver o combate. O Público esteve fantástico. Adorei este ME, e pode muito bem catapultar o Magnus, que tem estado exemplar como heel.

    • danielLP21 - há 3 anos

      O que é que há para não perceber na reacção do Bobby Roode?

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        Um gajo que nunca deu pé atrás nem nunca fugiu de uma brawl com o Angle, tem aquela reação ao saber que vai enfrentar o Sting. Foi isso que me fez confusão.

      • danielLP21 - há 3 anos

        Oh, ele é “heel”… É normal que reaja assim. Ainda por cima é o Sting, um dos melhores de sempre. Isso, somado ao facto de ser uma semana antes do combate com o Angle, deixou-o todo “cagadinho” xD

      • Jorge Rebelo - há 3 anos

        Sim e também passa pelo facto de o Roode pensar que só o Angle iria ter um cage match e que ele ia estar sossegadinho a descansar para o Genesis, mas os planos mudam…

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        Não sei, não me pareceu coerente, brawlar com o Angle sem limites e temer assim o Sting pareceu me algo estranho, claro qeu também posso ser eu “fã do Bobby Roode” a falar.

  8. Drouwm - há 3 anos

    Só faltava os Shield para atacar o Styles tb…

  9. danielLP21 - há 3 anos

    Que grande iMPACT Wrestling…

    O “main-event” foi mesmo muito bom. Apesar de já saber o resultado de antemão, consegui esquecer-me desse factor e cheguei a acreditar que o AJ Styles, de alguma forma, ia vencer o combate.

    Concordo com o que já disseram em cima em relação à pouca participação do Magnus no combate. Também acho que não eram necessários três “finishers” do Bobby Roode… Já agora, o “finisher” dele é realmente fraquinho. É o único defeito neste fantástico “wrestler”.

    Que segmento protagonizado pelo Bully Ray e pelo Mr. Anderson… Sublime! Até me assustei quando o Mr. Anderson se virou e o Bully tinha desaparecido. A TNA está a tornar-se muito mais profissional neste tipo de segmentos. Espero que continue assim. Fantástico o pormenor das roupas de bebé…

    Enfim, um iMPACT quase perfeito, com uma excelente construção de princípio ao fim, com os amigos do AJ Styles a serem todos colocados “fora de combate”. A única coisa que me irritou (e muito) foi terem posto os BI a perderem (mais um) Handicap Match e os Broman a vencerem aquele combate. Custava muito fazerem isto ao contrário? Sempre era uma vitória para os Bad Influence contra alguém com quem têm tido uma rivalidade.

  10. MicaelDuarte - há 3 anos

    O AJ Styles pode estar longe de ser o melhor no que diz respeito às “mic-skills”, mas penso que esteve à altura no segmento inicial. Quanto ao público, ouviram-se “You don’t get it”, “Paper Champ”… Enfim, o público esteve muito bem.

    Pareceu-me que, durante o combate entre o EC3 e o Joe, o público estava a gritar “You can’t wrestle” ao EC3, mas talvez tenha sido impressão minha. O Carter ainda não me convence, mas veremos como se desenrasca quando enfrentar o Sting no Genesis.

    Aquele segmento entre o Anderson e o Bully Ray… Sim senhor!

    Não sou grande fã daquela ideia em que se põe quase o “roster” inteiro a interferir num combate, mas a verdade é que isto resultou muito bem. Porra, adorei aquela manobra dos Bad Influence que acabou com um “neckbreaker” no AJ, bem como o momento em que o AJ inverte o “Monkey Flip” do Kazarian. Estou a gostar muito mesmo do Magnus como “heel”. Está a resular muito bem.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      O problema do AJ nas mic skills é que ele é um pouco “hit and miss” ou seja não é consistente. Tanto pode fazer um bom trabalho como no momento em que referiste, como pode fazer uma promo quase sem sentido como foram alguns dos segmentos cara-a-cara com a Dixie Carter.

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        Pois, é verdade Jorge. Nem todos podem ser um Mr. Anderson ou um Bully Ray ao microfone xD

  11. don_ricardo_corlone - há 3 anos

    O final do Impact foi o pior final que já vi num programa de wrestling. Combate? Não. Vamos pôr todos a interferir, todos a bater no mesmo. Isto foi bom para quem? Ninguém! Mais de metade do roster a bater num homem que se ia safando de tudo, a certa altura com a ajuda do Sting apenas, o campeão mostra que só assim vence. Péssimo TNA, péssimo!

    • danielLP21 - há 3 anos

      Claro, se a TNA fizesse alguma coisa de jeito é que eu me admirava. Ainda está para chegar o dia em que os elogias em alguma coisa.

      • don_ricardo_corlone - há 3 anos

        Embora faça mais criticas que elogios eu já elogiei a TNA várias vezes. Mas ao contrário de 99,99% dos que comentáram, para mim este main event foi péssimo!

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      Percebo perfeitamente aquilo que estás a dizer, visto que também não sou grande fã deste método de desenvolver um combate, mas penso que, neste caso em específico, a coisa resultou. Eu senti-me colado ao ecrã e gostei do que estava a ver. Além disso, isto foi muito bom para o Magnus ganhar “heat”, na minha opinião. Se existia outra forma de o Magnus ganhar “heat? Claro que havia, mas o que interessa é que tanta interferência serviu um propósito e isso resultou. Muito sinceramente, gostei.

      • Frederico_WWE - há 3 anos

        A TNA deve se envergonhar do Bound For Glory 2013 que teve e de uma boa parte do ano de 2013… que teve episódios francamente maus… e mais do que despedimentos repentinos com storylines no auge… falo em qualidade de várias histórias.

        Tenho me mantido algo atento e neste momento a TNA deve se dar por feliz porque está a fazer bem as coisas… está a construir feuds interessantes e têm aparecido personagens com algum carisma e mic skills mais do que aceitáveis… e o Magnus está a ser construído de forma impecável… sendo que o final do iMPACT em si foi um dos melhores e mais bem conseguidos dos últimos 70 ou 80 shows da empresa.

        Se calhar virou moda criticar a TNA por tudo e por nada… quando há razões para isso eu percebo e até critico mas epá quando não há devemos ser honestos e pensar bem naquilo que dizemos… se calhar quando a Royal Rumble chegar ele não vai ver porque tem muita gente no ringue ao mesmo tempo…

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        Eu concordo. A TNA melhorou imenso desde metade de 2013 até aos dias de hoje. Estão finalmente a trazer novos talentos para a companhia, a apostar nelas e a dar-lhes tempo de antena. E os shows têm sido consistentes e não tem havido grande razão de queixa mas não é por as coisas andarem bem num todo, que por vezes, as pessoas não possam criticar uma ou outra decisão que a empresa faça. Tu podes ter gostado do que viste, mas há quem não tenha. Não há mal nenhum em exprimir essa opinião. Também achei isto ridiculo, mas no geral, estou contente com a direção da empresa.

      • don_ricardo_corlone - há 3 anos

        Cá está a minha opnião. O resto do Impact foi muito bom, estou a gostar do Bully Ray. Actualmente talvez o melhor heel juntamente com os Shield. Mas o main event, para mim, foi péssimo.

      • MR Perfection André Santos - há 3 anos

        Bom Comentário!Concordo

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        Também não sou grande fã de como a coisa se desenrolou. Uma coisa é haver 1 ou 2 gajos a ajudarem o Magnus a vencer com uma simples manobra. Também ganha “heat” na mesma, como tu dizes. Outra é o Magnus não ter qualquer ofensiva durante aquela brawl toda e ter que ser o Roode a acabar com o AJ. NEM UMA SIMPLES MANOBRA NO AJ. E cada vez que tentava, levava sempre nos cornos. Este combate fez o Magnus parecer um campeão fraco, pelo menos aos meus olhos. E de certeza que não sou o único a pensar assim, mesmo tendo havido pessoal que tenha gostado disto tudo. Não é assim que o Magnus se vai tornar num campeão credível. Não com o booking deste combate.

        Deve ter sido o combate com mais interferências na história do pro-wrestling. Sinceramente, achei ridiculo.

        Mas pronto, desviando um pouco sobre este combate, penso que foi um show bastante bom no geral. Estou curioso para ver o Genesis.

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        Ah, e estou a adorar esta história toda do Bully Ray. É épica esta gimmick. Espero que continue assim.

      • Frederico_WWE - há 3 anos

        Mas cumpriu com o propósito o final do show Dolph… mas compreendo te.

        Em relação ao Bully Ray… embora me mantenha atento à empresa não tenho sido regular porque não há muito tempo… mas o Bully é tipo um “Deadman” na TNA é? É tipo uma personagem sombria segundo me pareceu…

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        É exatamente isso. Uma personagem muito sombria. Fala pouco e está extremamente agressivo. E está sempre vestido da mesma maneira. Casaco, com o capucho na cabeça e de óculos de sól xD Está brutal a personagem, só tenho medo que a estraguem. Está um pouco parecida á do AJ, mas estou a gostar mais desta versão.

      • Frederico_WWE - há 3 anos

        O Bully Ray é um heel fantástico… é apesar da idade talvez o bem mais precioso da TNA arrisco a dizer… pelo menos é o meu preferido de lá.

      • Dolph Ziggler - há 3 anos

        Yap, também curto bué do Bully Ray.

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        O Bully Ray está como o gajo que perdeu tudo o que tinha e agora está mais sinistro, sombrio e agressivo. Uma das minhas maiores perguntas vai ser a maneira como ele vai desempenhar a Gimmick dele no combate

  12. akujy - há 3 anos

    Ainda não tive tempo de ver o Impact desta semana e por isso quando o vir farei um comentário sobre o show. Mas como já sei o que aconteceu e depois de ver esta conversa, há que dizer uma coisa: Bem ou mal, a TNA conseguiu por os espectadores a falar. E isso era algo que se pedia. Portanto só por aí já estiveram bem. Darei a minha opinião depois de ver o show, mas que conseguiram gerar debate, lá isso conseguiram. E isso já é um bom sinal.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador