TNA Lockdown (09/03/2014)

A TNA apresentou este domingo o seu mais perigoso PPV do ano – o Lockdown. No main-event tivemos a Team Dixie a defrontar a Team MVP pelo controlo das operações de wrestling da TNA.

O main-event teve um final infernal, num combate em que Magnus defendeu o titulo contra Samoa Joe.

O Creepy Bastard Samuel Shaw teve de dar provas a Christy Hemme que conseguia derrotar Mr. Anderson. Na divisão feminina tivemos a campeã Madison Rayne a defender o titulo contra Gail Kim.

A X Division também esteve em acção com Tigre Uno e Manik. Gunner e James Storm tiveram um dos combates da noite e a abrir o evento tivemos Great Muta, Sanada e Nakanoue a enfrentar Bad Influence e Chris Sabin.

Por fim, uma cara da história da TNA regressou para enfrentar EC3…

Resultados

– Great Muta, Sanada e Nakanoue venceram Bad Influence e Chris Sabin
– Sam Shaw venceu Mr. Anderson
– Tigre Uno venceu Manik
– Gunner venceu James Storm
– KO Champion Madison Rayne venceu Gail Kim
– World Heavyweight Champion Magnus venceu Samoa Joe
– Team MVP (MVP, The Wolves e Willow) venceu Team Dixie (Bobby Roode, The BroMans e Austin Aries) (árbitro especial: Bully Ray)

Vídeos

Dailymotion
http://dailymotion.com/video/k4pX9nrvdtkWTO5TLjg (Before The Bell)
http://dailymotion.com/video/k6NVciPXZu1LuO5TLKa
http://dailymotion.com/video/k6GrQRz25n2IA95TLLh
http://dailymotion.com/video/k26PMLx9KpckGX5TLMf

Mais Links
Mais Links e Download Directo

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

43 Comentários

  1. Anónimo - há 3 anos

    Quem ganhou foi o Mr.anderson ! ta mal nos resultados

  2. Carlosilva - há 3 anos

    Foi um Ppv razoável.
    Não estava à espera de ver o Lasheley sinceramente xD
    Estou curioso para ver em que vai dar este turn do Ray,esta-se mesmo a ver que vai ter um feud com o Roode,mas depois disso estou curioso.
    E agr digam-me uma cena,o Jeff mudou mesmo o nome para Willow ou foi só este combate?

    • Albino - há 3 anos

      Penso que mudou, pois era uma gimmick que ele antes utilizava e como ele queria voltar a usar a tna deixou…

  3. sandro - há 3 anos

    grande show
    ray com mvp
    abyss com magnus
    bobby lashley is coming???
    gosto do manik mas bem vindo tiger uno
    os japoneses sao bons conheci o grand muta
    grande madison
    anderson que pena
    e o hardy conseguiu entrar como willow
    venha a quinta feira s f f

  4. sandro - há 3 anos

    mvp is in the house
    is the boss

  5. José Sousa - há 3 anos

    Muito bem TNA, mesmo muito bem. Este Lockdown foi muito superior ao do ano passado, e para muitos esse foi o PPV do ano da TNA. Melhor porque a qualidade dos combates foi muito melhor, e com decisões arriscadas mas bem contadas, aliás histórias mesmo bem contadas-.

    Comecemos pelo opener: Tal como achava um festival de qualidade técnica. Podiam continuar com a aliança dos Bad Influence e o Sabin gostei do que vi entre eles. Os Japoneses estiveram bem, foi bom ver o Muta de volta, e o Sanada é tem muito potencial, e é muito bom tecnicamente. Vitória dos japoneses, valorizando o homem que tinha que ser.

    Depois o combate mais creepy da noite. Adorei o storytelling deste combate, fantástico. Grande promo dos dois, e depois combate eficaz dentro do ringue entre os dois. Mas o melhor foi a forma como construíram a vitória do Samuel, o homem é mesmo um Freekin Wierdo, mas dos bons. Que momento brutal o que ele arrasta a Christie Hemme pelo buraco para as camaras.

    “You Can´t wrestle!” “I´m very goood”, “CM Punk”” Dont try to hijack this show”- Esta admito que lhe saiu bem porque como foi improvisada, saiu de forma natural e eficaz. Depois, promo do EC3 boa,e veio a segunda surpresa da noite( aquele momento da Hemme e do Shaw foi a primeira para mim): Bobby Lashley, The Dominator voltou ao pro-wrestling. Eu pessoalmente gosto dele, e estou curioso para saber o que trará á TNA, nesta segunda passagem.

    Tigre Uno vence e demonstrou muito potencial. Se gostam do estilo luchador mas bem adaptado ao estilo americano, então vão gostar do homem. Se a TNA quiser ele e o Sanada fazem parte do futuro da X-Division. Bom combate.

    Depois o combate que tinha mais curiosidade, e de facto ainda bem que a tinha, porque foi um combate ao nível do que a estipulação pedia. Até ao Lockdown não via o Gunner como main-event material, agora já vejo ali potencial, e espero que a construção continue como tem sido, ou seja paciente. Não basta querer parecer que ele pode ser, há que demonstrar e contar isso ao fãs, e a TNA fez isso muito bem ontem neste combate. Provavelmente, a feud acabou ontem, ou pelo menos não vejo como poderá continuar com a vitória do Gunner, aliás por isso é que achava que o Storm vencia ontem, para continuar no Sacrifice.

    Knockouts, bom combate sem dúvida alguma, e tal como eu previa a Madison Rayne defendeu. Fica por perceber qual será a próxima oponente dela pelo título, mas quem sabe se não será a Velvet ou mesmo quiçá a Lei D´Tapa.

    Pois não temos um momento com o do Bully Ray o no passado, tivemos ainda melhor na minha opinião. Excelente combate entre o Magnus e o Samoa Joe, e aquele final foi verdadeiramente Holy Shit. Quem dizia que o Abyss ia ter um regresso com um spot brutal( á Undertaker, e não é critica pel contrário). O Magnus vai continuar campeão e com novo contender, ou farão Triple Threat no Sacrifice? Sinceramente não sei mas quero saber a resposta. O que sei é que a feud Joe vs Abyss vai acontecer. Esta aliança entre Abyss e Magnus agrada-me sobretudo pelo resultado do Main-event, que poderia deixar o campeão desprotegido.

    Lethal Lockdown absolutamente fantástico. Combate muito bom, com excelentes spots do Aries, e dos Wovles ´(á RVD), e mesmo os Bromans não estragaram nada. Mas o destaque vai para o Bully Ray, um ano depois volta a estar no centro das atenções e a fazer um turn, mas desta vez mais inesperado ainda que no ano transacto. Vitória da Team MVP tal como era previsível, onde ele esteve também a um belíssimo nível. Ah bom regresso( ou melhor début do Willow). Mas destaco sobretudo novamente a boa historia contada neste combate.

    Resumo final: Para mim PPV muito bom, fiquei surpreendido com a qualidade das decisões por parte da TNA, sinceramente isto é um PPV. Não é só dar grandes combates, é levantar questões e contar historias de forma lógica, e o Lockdown teve isso. Espero que isto marque o inicio de uma nova fase para a TNA, e este afastamento da Dixie pode ajudar num refresh que ajude a TNA a melhorar o produto. Surpreendam-me a partir de Quinta, porque ontem a Lockdown apresentou o regresso daquela TNA que me cativa, e que me faz gostar tanto dela como da WWE porque são produtos diferentes mas ambos agradáveis. Desculpem a extensão do comentário, mas nesta caso é bom sinal.

  6. danielLP21 - há 3 anos

    PPV fantástico! Ainda bem que vi isto em directo!

    – Bad Influence & Chris sabin vs Sanada, Nakanoue & The Great Muta: não vi este combate em directo porque a hora nos EUA mudou e perdi os primeiros 23/24 minutos do “show”. Vi agora o combate, e adorei. Destaco os momentos em equipa da equipa BI/Sabin e a capacidade atlética dos japoneses. Muito bom para abrir o apetite!

    – Samuel Shaw vs Mr. Anderson: brilhante! Adorei a forma como a história foi contada, o que serviu, até, para disfarçar a menor qualidade “in-ring” dos lutadores. Contudo, nem apenas disso vive o Wrestling e estes dois provaram-no. Resultado acertado.

    – EC3’s Open Challenge: Bobby Lashley?!! Ainda estou em choque! O regresso não deve ter sido “one night only” e espero que a TNA saiba o que fazer com ele. Não sou fã, mas se for bem utilizado pode ser uma mais-valia. Primeira surpresa da noite.

    – Manik vs Tigre Uno: bom combate. O Manik conseguiu que não se notassem os erros do Uno, que, por sua vez, ainda tem que se adaptar ao estilo dos EUA. Original X-Division is back.

    – James Storm vs Gunner: grande combate! Surpreenderam-me bastante, principalmente o Gunner. Não gostei muito do resultado, mas compreende-se. Era uma probabilidade de 50-50, e a TNA acabou por confirmar a aposta no Gunner. Como o Jorge disse ontem, era agora ou nunca. Espero que a rivalidade continue…

    – Gail Kim vs Madison Rayne: combate razoável. A Kim sabe o que fazer em ringue e a Rayne safou-se. Deve ser o fim desta rivalidade.

    – Samoa Joe vs Magnus: lindo! Grande combate, com uma parte final épica! Why Abyss?! Why?! Brutal, e o segmento de bastidores com o EY deu ainda mais brilho a isto! Magnus continua a ser o “Paper Champion”.

    – Lethal Lockdown: ficou explicado porque é que o Título Mundial não foi o “main-event”. A forma como o Willow apareceu foi brutal e o melhor estava guardado para o fim: “face-turn” do Bullt Ray?! Rivalidade com o Bobby Roode?! This is awesome! Brutal! Espero que o Bully não perca a sua essência sendo um “babyface”. Aliás, quando fingiu que era bonzinho na altura dos Hogan’s (cof cof) a qualidade das “promos” manteve-se, por isso não estou preocupado. Para além disto, o combate não teve muitos “spots” doidos, mas ainda teve alguns, e dos bons.

    Espero que a TNA continue assim e não espere mais um ano para nos dar um grande momento!

  7. GonRodri - há 3 anos

    adorei este LockDown !! Muito bom :))

    FaceTurn do BullyRay, eu gostava dele mesmo quando era heel …
    Adoro esta nova personagem do Jeff Hardy :D

  8. MicaelDuarte - há 3 anos

    Muta, Sanada & Nakanoue vs BI & Sabin: bom “opener”. Combate de boa qualidade técnica e a contar com os vencedores certos.

    Shaw vs Anderson: bom combate entre os dois. Ambos trabalharam muito bem o “storytelling” e a entrada da Hemme no jaula também foi uma componente que valorizou o combate. Destaco os dois “sell’s” do Shaw ao “Mic Check”. Só uma questão: é necessário o lutador sair mesmo pela porta da jaula para vencer o combate? É que o Anderson subiu e saiu da jaula, mas, no final, quem acabou por ganhar foi o Shaw…

    EC3 vs Lashley: what?! O Lashley voltou por uma noite ou é “full schedule”? De qualquer das formas, até gostei do pequeno momento com o EC3.

    Manik vs Uno: mau não foi, mas eu estava à espera de mais, tendo em conta o tipo de atletas que são. Houve um erro ou outro por parte do Uno, mas nada que pusesse em perigo a vida do colega ou algo do género. No geral, gostei da “performance” de ambos e acho que o Tigre Uno pode dar muito à “X-Division”.

    Storm vs Gunner: Belo combate, mas, a meu ver, não tomaram a decisão correcta quanto ao vencedor do combate. Tal como já era de esperar, foi o combate mais agressivo da noite. O Gunner esteve bem, mas ainda não me convenceu… Relativamente ao Storm, voltou com um “look” diferente, uma “attire” diferente, ou seja, voltou com novos pormenores capazes de promover a sua nova atitude, mas acabou por perder. No final da “feud”,caso esta continue, espero que seja o Storm a sair por cima.

    Rayne vs Kim: visto que foi um combate feminino, até foi decente. Destaco o “neckbreaker” do topo das cordas.

    Magnus vs Samoa Joe: portanto, o Abyss “vendeu-se” e é mais um a juntar-se à companhia do Magnus? Isto parece mais uma daquelas situações em que à medida que o Campeão defende o Título, vai aparecendo mais um “outsider” para proteger o Campeão, juntando-se à sua “família”… Enfim, não gostei desta junção do Abyss ao Magnus e companhia, mas tirando isso foi um bom combate, sendo que continuo a ver o Joe na corrida pelo Título Mundial, com o Abyss a ser mais um entrave para o Samoa Joe.

    “Main-Event”: combate bastante bom e com alguns “spot’s” brilhantes, especialmente aquele “Double Coast-to-Coast” e o “Brainbuster” na cadeira! Relativamente às surpresas, que mais pedir?! A forma como o Hardy apareceu foi fantástica e aquele (suposto) “turn” do Bully Ray também foi muito bom! Normalmente, os grande vilões viram grandes heróis, portanto, não temo pela (possível) construção do Bully enquanto “face”, mesmo estando de lágrima no olho por deixar de ver aquele “heel” espectacular que era ainda há umas semanas :(

    Enfim, se a TNA mantiver este nível… ui ui! :D

  9. nelson - há 3 anos

    Eu so espero,que este aparecimento de novo do bobby lashley,na Tna,nao seja one night only,e que ele assine contracto com a tna. Mas que desta vez,Tna façam a decisão acertada,e ponham o bobby lashley a ganhar titulo mundial.

  10. Sem Nome - há 3 anos

    WTF Lashley Really? Pensava que nunca mais o ia ver a lutar

  11. Roberto - há 3 anos

    Alguém me sabe dizer se Lashley veio para ficar ou a tna agora também tem lutadores em part-time,em relação ao show foi muito bom,regressos de lashley e do drogadito do Jeff Hardy.

  12. Coisa - há 3 anos

    Mas que raio de crowd foi esta? Tão morta, foi a pior coisa do PPV, e a única coisa má a meu ver

  13. Vinicius Alves Rodrigues - há 3 anos

    Em que video mostra o bobby lashley?

  14. Vinicius Alves Rodrigues - há 3 anos

    Muito bom o PPV, agora vou começar a assistir TNA depois desse PPV.
    Bobby Lashley na TNA uau kkk
    Muito bom Mesmo.

  15. Miguel Costa - há 3 anos

    Que PPV fantástico!

    Team Japan vs BI & Sabin: Festival de técnica! É sempre excelente ver o Great Muta e uns Mist’s a voarem. Sanada é absolutamente fantástico, do Yasu (acho eu, já nem me lembro do nome xD) não deu para ver grande coisa e quanto aos BI e Sabin destaco a panóplia de manobras feitas que me surpreendeu a conexão fantástica entre os 3.

    Samuel Shaw vs Anderson: O que valeu ao combate foi mesmo o storytelling porque in-ring não foi nada de especial. Não sou grande fã de nenhum dos dois e acho que o Shaw (infelizmente) não durará muito tempo porque com aquele tipo de gimmick não há muitas possibilidades de haver storylines variadas.

    Tigre Uno vs Manik: Gostei do combate de apresentação apesar dum erro ou outro foi bastante interessante. Tanto Seiya Sanada como Tigre Uno podem dar muito à X-Division.

    Gunner vs James Storm: Que ESPETÁCULO! Combate extremamente físico que mostra que Gunner é capaz de se tornar num caso sério na TNA. Excelentes spots, apenas fico desiludido com a derrota do Storm porque a mim parece-me que faria mais sentido, mas enfim.

    Madison Rayne vs Gail Kim: Gostava eu de combates tão bons como este de KO/Divas na WWE. Muito bom, apesar de não gostar muito da Rayne. Destaco o Super Neckbreaker.

    Magnus vs Joe: Muito bom! Não podia pedir mais. Quem o via e quem o vê, o Magnus teve uma evolução brutal. Espero o desenrolar desta história e estou curioso sobre o papel do EY nesta storyline. Aposto 5 euros em como na quinta-feira vai ser EY & Joe vs Abyss & Magnus. Gostava que o Eric tivesse uma opurtunidade pelo título visto que é um TNA Original e acho que já merecia.

    Team MVP vs Team Dixie: Spots brutais e tendo o Aries, os Wolves e o Roode num combate sabe-se que há espetáculo. A entrada do Willow foi boa mas o dive que ele fez deu vontade de rir, falhou quase todos os que lá estavam, mas não o estou a criticar porque tendo em conta que o Hardy estava estagnado é bastante bom ir-se inovando. Wolves Coast-to-Coast e o Brainbuster na cadeira foram excelentes, mas não sei se fui o único a reparar que quando o Jeff faz o Swanton o Aries coloca a tampa do caixote em cima dele(achei estranho). O Bully acaba por decidir tudo e desde que o nível das promos se mantenha após o turn não fico chateado.

    PS: O blading do Joe foi demasiado mau. Perceptível de mais.

  16. bernardo - há 3 anos

    bom show , de destacar o regresso do lashley
    final que não estava á espera

  17. Wrestler 2006 - há 3 anos

    Sou “adepto” da WWE mas este PPV da Tna foi bastante bom. Destaco o regresso do antigo ECW Champion Bobby Lashley, o regresso do Willow ou Jeff Hardy e o final do mesmo combate. Acho que a TNA está a subir, tem algum starpower mesmo com a saída de Sting, Kurt Angle? e AJ Styles ( não sei se é kayfabe ou não ).
    Daqui a uns aninhos podem estar a um nível semelhante da WWE e quem sabe se isso não é bom para a WWE começar a gerir as suas superstars e não apostar sempre nos mesmos e feuds feitas à pressa.

  18. FranciscoAP - há 3 anos

    Dos melhores PPV’s que a TNA já apresentou, um PPV muito coeso que teve um pouco de tudo. Acima de tudo é de se dar os parabéns à TNA por ter rentabilizado ao máximo todas as histórias. Ninguém diria que este foi um PPV com uma construção fraquinha, e por isso acabou também por superar as expectativas e de que maneira.

    O “opener” foi muito agradável se ver. Adorei ver o Sanada, parece-me ser um wrestler muito rigoroso e que sabe o que faz. Pareceu-me ter um move-set bastante tradicional mas isso até é algo diferente na X-Division pelo que estou ansioso por vê-lo combater com alguém igualmente rigoroso mas mais inovador como é o Manik.

    Samuel Shaw vs Anderson: Um dos momentos da noite. A história contada foi notável, fazendo esquecer um combate que por si foi fraquinho – mas lá está, não era esse o objectivo. A minha única crítica neste combate vai para a equipa de realização que devia ter mostrado o árbitro caído no chão quando o Anderson desceu da jaula. Muita gente, eu inclusive, já não se lembrava que o árbitro tinha antes levado com a porta nas trombas e por isso estava KO no chão enquanto o Anderson ganhava o combate.

    Aquele “open challenge” cheirava a algo mais que um jobber e confirmou-se um regresso em grande. Este senhor não me diz nada pelo que vou esperar para ver. Qualquer das formas, adorei o Spear. Que besta!

    Storm vs Gunner: Grande grande combate. O Gunner aproveitou para despejar move-set e o Storm portou-se bem como sempre. Aqueles spots com as cadeiras foram mágicos, principalmente o primeiro… Jasus.

    O combate entre o Manik e o Tigre Uno fez lembrar a X-Division de antigamente, com o Manik a dar um show de bola que eu vou-vos contar… Fiquei fã do TJ, que precisão de movimentos, que classe! O Tigre Uno portou-se bem, como era a estreia acho que se justifica o nervosismo óbvio.

    O combate pelo título mundial não chegou a ser um grande combate porque não me pareceu que estivessem muito inspirados mas valeu pelo final. Adorei a intervenção do Abyss e o toque no fim do Magnus a ganhar com a submissão do Joe foi a cereja no topo do bolo. Já faltava ao Magnus um guarda-costas como o Abyss, o Spud encaixa melhor com a Dixie e o ECIII nunca foi um parceiro muito lógico. Assim sim! Continuo a achar que isto dava um melhor final para o Lockdown mas pronto, não é por aí.

    O main-event foi bastante bom também. O combate foi o esperado, spots brutais – aquele Brainbuster foi digno de deixar o El Generico com uma lagrimazinha no canto do olho. Gostei de ver o Hardy como a sua gimmick de ganzado que ainda vai disfarçar uns quantos percalços no futuro. Quanto ao Bully Ray, estou para ver no que isto dá… Como deu para ver pela cara do gajo, não veio para fazer amigos e trocar cromos pelo que estou curioso para ver qual vai ser a sua atitude no futuro. Um face mauzão, quiçá… E se se confirmar a feud com o Roode isto ainda vai deixar muita gente babada :D

  19. Ribeiro46 - há 3 anos

    Este Lockdown foi um PPV de grande qualidade.

    Pontos positivos:

    – Vitória da Team MVP e Face turn do Bully Ray: Depois de um bom combate, a Team MVP acabou por sair vitoriosa. Vai ser interessante ver o que fará MVP, agora que tem o controlo total da TNA. O grande destaque deste combate foi para Bully Ray que fica no centro das atenções pelo 2º Lockdown consecutivo.
    Devo dizer que este turn foi muito bem planeado.
    Usar a RAW de Chicago (que foi um evento em que houve uma tentativa de boicote por parte dos fão ao produto da WWE graças ás más decisões de Vince, HHH e companhia) como razão para fazer o turn na Dixie Carter e companhia é de génio.
    Espero, no entanto, que o Bully Ray não volte a fazer promos do género das que fazia quando era um falso “face”.

    – Título Mundial: Mais uma vez, Magnus conseguiu vencer e continua Campeão Mundial. Apesar de não ter ficado surpreendido pela vitória por submissão de Magnus sobre um Joe inconsciente, fiquei surpreendido com o lutador que interferiu.
    Estou curioso para saber as razões que o Abyss vai apresentar para a sua interferência.

    – Shaw vs Anderson – Penso que a TNA escolheu a melhor forma de credibilizar o Shaw sem descredibilizar o Anderson e deixa a possibilidade de uma desforra em aberto.

    Pontos negativos: A meu ver não houve um ponto particularmente negativo.

  20. dcastanho - há 3 anos

    lets go ballin
    a TNA acabou de mudar de era e agora vai ficar muito melhor MVP Rules

  21. Queiros22 - há 3 anos

    Eu assistia TNA de vez em quando, mas depois deste Show… Viciado :p
    Destaco o regresso do Lashley, as spots do main-event, e o combate do Magnus vs Samoa Joe… Simplesmente fantástico.

    Resumindo: This is Awesome!!!
    Obrigado, WrestlingPT por nos teres fornecido este show, continuem com o excelente trabalho.

  22. josepedro_1999@hotmail.com - há 3 anos

    Simplesmente Awesome

  23. Anónimo - há 3 anos

    Fantastico show

  24. BnB Guy - há 3 anos

    “I´m afraid I’ve got some Bad News”

    Apesar deste ser um artigo da TNA desta vez vou dar as “Bad News” a WWE…
    Neste comentário muito pequeno só digo que se a TNA continuar assim a WWE pode dizer HASTA as audiências pois esta empresa vai dominar no futuro.
    Como vimos neste show a TNA revelou-se muito superior a WWE em vários fatores(dos quais nao vou falar), assistimos a um Main-Event fantástico, a uma rivalidade fantástica entre Gunner e James Storm, e a um combate pelo TNA World Heavyweight Championship fantástico…
    WWE é melhor preparaste para o que ai vem…

    “Thank you so much”

  25. Ze COise - há 3 anos

    This is Fucking Awesome!!!

  26. "The Fallen Angel" - há 3 anos

    OMG!!! QUE PPV!!!

    Great Muta, Sanada e Nakanoue vs Bad Influence e Chris Sabin: Foi um grande combate para abrir o PPV, e gostei muito do Sanada.

    Sam Shaw vs Mr. Anderson: O combate não foi lá grande coisa, mas o tanto a história como o final do combate foram épicos! Tenho algumas duvidas em relação ao futuro do Sam Shaw, mas por enquanto está muito bem.

    Em relação ao Bobby Lashley, não sou fã dele, mas admito que foi uma grande surpresa em vê-lo.

    Tigre Uno vs Manik: Bom combate, apesar de umas pequenas falhas. Espero que a TNA volte a apostar em forte na X Divison.

    Gunner vs James Storm: Grande combate, apesar de não ser grande fã do Gunner, mas vejo nele um grande futuro na TNA. A rivalidade deve continuar e espero mais combates como este.

    Madison Rayne vs Gail Kim: Não costumo ver combates femininos, mas vi um bocado deste e até nem foi mau, apesar de também não ter sido nada do outro mundo.

    Magnus vs Samoa Joe: Mais um grande combate, como já era de esperar, e tal como previ, o Magnus continuou campeão. Fique muito surpreendido com o ataque do Abyss ao Joe e espero de que na próxima vez que o Magnus defender o titulo, que o faça por sua conta.

    Team MVP vs Team Dixie: OMG!!!Para mim foi o melhor combate da noite! Gostei dos spots dos Wolves, mas o que eu mesmo gostei foi do Willow! A forma como ele entrou foi fantástica assim como o Face Turn do Bully Ray!! O proximo Impact Wrestling deve ser brutal, e estou muito ansioso.

  27. don_ricardo_corlone - há 3 anos

    Gostei e finalmente um final decente.

  28. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Que PPV! Brutal! O melhor da noite para mim foi o combate entre Magnus vs Joe! Uma química fantástica entre os dois! Pensei que veríamos um campeão novo mas no fim…Abyss is back!!!!!!

  29. Albino - há 3 anos

    Grande ppv, com excelentes lutas.
    Estou para ver o que vai sair do abyss-magnus e da nova era do MVP.
    Algo que a tna ultrapassa, e bem, a wwe é na IMPRESEBILIDADE.
    Ninguém imaginou sair o abyss debaixo do ringue e o turn de Bully Ray. Isso é o que me dá vício de ver, pois nunca sei o que vai acintecer.
    Demais…

  30. EGame - há 3 anos

    Ótimo PPV, cada vez mais venho preferindo ver TNA do que WWE

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador