Top Ten #168 – Funny Moments: Kurt Angle

Bem-vindos a mais um novíssimo Top Ten cujo tema não se parece esconder muito sobre um título misterioso. Estamos aqui mesmo para homenagear o grande Kurt Angle e para nos rirmos um bocado, já que o novo WWE Hall of Famer também tinha os seus dotes para a comédia bem apurados.

Fomos surpreendidos com a excelente notícia do primeiro e principal integrante da turma de novos Hall of Famers de 2017: Kurt Angle! Numa altura em que se anseia um regresso à WWE, eis que é confirmado que ele realmente terá que lá passar. Já um Hall of Famer por outras bandas, Angle consegue o grande feito e faz-nos recordar a sua carreira. Facilmente dos melhores wrestlers de sempre, Angle não era simplesmente sobredotado em técnica no ringue. Era o pacote completo e safava-se mais que bem ao microfone… E quando era para a macacada, Kurt Angle também era dos melhores a sacar de um bom segmento cómico! Recordemos aqui apenas dez entre muitos segmentos hilariantes com o medalhista Olímpico!

10 – “Strudels”, “Pies” e “Jugs”

https://youtu.be/1KAW_-5iq0A

Num segmento em que Kurt Angle prepara uma parceria com The Rock e comenta o surrealismo de haver uma equipa composta pelo WWF Champion e o WCW Champion. Estávamos em tempos de “Invasion”, era possível. Os dois pareciam entender-se bem e até pareciam estar na mesma página. Pelo menos no essencial. No que diz respeito à linguagem de cada um… Não podiam estar em mundos mais afastados. Angle convida The Rock para uma festa cheia de… strudels! Bem bom, doçaria e pastelaria da boa, mas… não é bem a isso que Rock se refere quando fala no “The People’s Strudel”, recorrendo aos seus eufemismos pouco ortodoxos. Teve que lembrar Angle que ele é mais de tartes. Sabem… “Pie”? Pronto, Angle como o homem literal que era, desviou a conversa para beber leite directamente do garrafão… Com The Rock a adorar a conversa, ainda a pensar noutra coisa. E lá encoraja o pobre inocente e literal Kurt a atirar-se às “jugs”, mantendo os pensamentos malandros. O melhor mesmo é ver!

9 – Jimmy Crack Corn!

https://youtu.be/Sb-gFb-kUYE

Se calhar até é bem engraçado se nem sequer contextualizarmos o cenário em que Stone Cold Steve Austin, equipado de uma guitarra, dá uma serenata a Vince McMahon no seu escritório. Isso já me parece bastante hilariante por si só. Mas ainda tem que chegar Kurt Angle e dar o seu contributo. Sim, verão ao longo deste ranking que, aos seus talentos em ringue, também parece que temos que lhe acrescentar uma aptidão musical igualmente Olímpica! Prepara bem a garganta e submete a sua melhor performance, cheia de alma… Da cantiga tradicional folk “Jimmy Crack Corn”. Com o óbvio acréscimo e sublinhar do facto de ter ouro Olímpico. Conseguiu despachar Vince. O único que não adorou aquilo, gosto de crer…

8 – Edge brincalhão

https://youtu.be/ETTzQPHzkoY

Muita risada se pode tirar da rivalidade entre Kurt Angle e Edge. Toda a rivalidade foi hilariante. Muitos se esquecem de retirar créditos a Edge mas foi ele que começou a brincadeira de cantar “You suck” ao som do tema de entrada de Angle. Entre as orquestrações dos cânticos por Edge após Angle se arrepender de mandar tocar a sua música, ao combate “Hair vs Hair” que viu Edge a rapar a cabeça a Angle ao som de novos cânticos de “You’re bald!”, há muito ouro a retirar desta rivalidade. Aqui destaca-se um segmento de trégua no backstage em que Edge apenas parece mostrar, inocentemente, algumas imagens engraçadas ao lutador medalhado. Sem ele notar os insultos infantis no verso, a causar a reacção do público. Simples partida de miúdos de oito anos. Mas tão eficaz quando efectuada por estes dois…

7 – Mysterio é um menino…

http://dai.ly/x2bymp

Kurt Angle, excelente a dar promos Heel ameaçadoras e que bem intimidam. Kurt Angle, também igualmente bom a dar uma promo Heel cómica em que não diz uma de jeito! Aqui o rival era Rey Mysterio e Kurt Angle simplesmente não conseguia passar para palavras uma ameaça que não o fizesse soar a algum predador que devesse estar fechado em casa com pulseira electrónica. Para risada geral. Tudo começou com o simples desafio: ele, Angle, é um homem. Mysterio é um menino. E ele adora brincar com meninos! Pronto, descambou tudo. A partir daí, tentativas de emenda só pioraram até que Angle desistiu e apenas chamou Mysterio para tentar compensar aquelas gafes sugestivas. Com o simples método de se colocar encima dele, claro…

6 – Batalha de WOOOO’s

https://youtu.be/xpDMzj1tc44

Pronto, estamos entregues à bicharada. Juntem estes dois para um segmento em que os dois simplesmente se rendam à loucura e está o caldo entornado. Mas para o melhor porque não se arranjaria melhor que isto! Com Kurt Angle e Ric Flair juntos num segmento em que Angle fica doido e Flair, que já é sempre doido, consegue também ficar por assim dizer, vai haver pouco controlo sobre o que acontece. E qualquer registo linguístico ou meios de comunicação básicos ficaram perdidos por ali. Resumindo, duas lendas juntas no mesmo ringue, frente a frente… Numa guerra de gritos em que exclamam o “WOOOO” de assinatura de Ric Flair na cara um do outro, só mesmo para ver quem é que chama a atenção de uma ambulância de cuidados especiais primeiros. Alguém ganhou o duelo? O público que assistia, divertido, enquanto duas aves raras e extremamente dotadas em ringue iniciavam os cânticos do seu ritual de acasalamento…

5 – Brock Lesnar, o bro

https://youtu.be/16U5eAMm9NU

Lembram-se quando Brock Lesnar era um ser humano e não era tão neandertal à procura de coisas para destruir e até tinha personalidade e carácter, em TV? Quando até parecia uma pessoa? É que já houve esse Brock Lesnar e ele pode ser visto aqui neste segmento. Tinha ele um grande rival e um grande amigo em Kurt Angle. E o certo é que os dois eram mesmo amigos, entendiam-se lindamente e tinham uma óptima química. Muita naturalidade e à-vontade nestes segmentos engraçados, várias trocas cómicas entre estes dois bem dotados. Chega a haver tanto à-vontade entre eles que nem parece que estão a seguir um guião e que só estão ali a rir-se e a dizer disparates um ao outro, com muitos a parecer realmente improvisados. Sim, tem momentos bastante engraçados mas esta entrada aqui se calhar até tem tanto ou mais de agradável. Alguém ainda imagina Brock Lesnar assim?

4 – Bling-bling Olímpico

https://youtu.be/CvB9Li2rUoA

Eu disse. Por aqui aparecerão muitas provas dos dotes musicais de Kurt Angle. E agora já não era meramente cantar o “Jimmy Crack Corn”, aqui tinha que ir buscar uma outra veia, uma veia de poeta, uma veia de rapper! Consequências de uma feud com John Cena, nos tempos em que este lidava com tudo a rimar qual Cesário Verde, Angle teve que jogar um pouco do próprio jogo dele. E não é que era melhor que ele, até? Não me refiro ao rap, aqui não estava nenhum rapper entre os dois, mas sim a mandar farpas. Umas tortas bem mandadas antes, até ao próprio rap de Cena, com Angle a anunciar o aparentemente impossível: Cena conseguia ser ainda mais branco que ele. Chega a altura de dar o litro e Angle vira o boné como qualquer pai faria na década de 90 para explicar os males do álcool e do tabaco ao filho, sendo cool. E desata às rimas! Instalou-se a risada e a boa disposição mas Angle nem estava a ser mau de todo naquilo. Se calhar também podiam dar a ele uma chance de lançar o seu próprio disco…

3 – Heel mais Heel não há

http://dai.ly/x6oyft

E gajo mais adorado também dificilmente há. E em simultâneo. Aliás, é mesmo nisso que ele se debruça, nessa ironia aqui neste hilariante segmento que até pode ter agitado algum espectador mais sensível que cedeu ao seu humor mais insultuoso, mesmo que propositado para a piada com um objectivo. Numa entrevista que podia ser apenas mais uma como as outras, Kurt Angle desata a anunciar coisas estranhas: não era grande fã de “black people”, um país preferido seria a França, se pudesse provocar o “tap out” a alguém do passado, seria a Jesus Cristo! Mas porquê essa aparente crusada em ofender todos os presentes na plateia? Ele explicou e era mais simples que o que parece: independemente do que ele diga, seja horrível ou não, seja ele um vilão ou não, o público vai sempre torcer por ele! E sabem uma coisa? É verdade!

2 – SEXY KURT!

https://youtu.be/RegHMfhrk4I

Facilmente das minhas promos favoritas de Kurt Angle. Aliás, das minhas promos favoritas de sempre. E é inserida numa rivalidade de alto calibre com outro lutador fraquinho fraquinho como ele. Shawn Michaels, pois claro. Angle não era um indivíduo ortodoxo logo as suas provocações também não o podiam ser. E quando vemos a lenda Olímpica em ringue, bem fardado à Heartbreak Kid, já sabemos que vem aí alguma banhada. Mas uma banhada da boa! Parece que Shawn é tipo de se gabar por ser ele que canta a própria música. Há mais mas ele sempre é o mais icónico. Mas ora essa, o que é que eu já aqui disse? Kurt Angle também tem muitos dotes musicais, há aqui muita prova! Kurt procede a fazer a mais hilariante recriação do tema “Sexy Boy” de Shawn Michaels, referente a si mesmo. E sublinho: os versos “I’m just a sexy Kurt, I’ll make your ankle hurt” ainda são das minhas frases preferidas a já alguma vez terem saído da boca de um wrestler!

1 – Voltar às Olimpíadas!

https://youtu.be/CXN01JKKZ4k

Para a primeira posição fica algo diferente, algo à parte. Fora dos ringues, mesmo um sketch de comédia que causou furor na altura em que saiu. Foi apenas capitalizar. Afinal, se ele tem jeito para a palhaçada, porque não aproveitar e recrutá-lo para um vídeo do “Funny or Die”? Muito boa ideia. Neste sketch, Kurt Angle conta com a ajuda de Rob Van Dam para voltar aos Jogos Olímpicos… Apenas não o fará no wrestling. E tenta a sua sorte noutras modalidades. Com um problema, é que ele até pode tentar sair do wrestling mas o wrestling não sai dele e as consequências disso só podem ser desastrosas. Aliás, hilariantes. Até truques intergéneros ele tentou, apenas para mais risadas. Enfim, mais um momento que mais vale ver logo. Recordem e digam lá se ele não conseguia segurar o seu próprio programa de comédia em sketches?

Com estes dez momentos fecho o Top Ten. E sim, são apenas dez, bem sabemos que Kurt Angle já fez muito mais disto. Que é mesmo o Superstar completo, não só tem um talento fenomenal em ringue como consegue fazer tudo e fazer com que tudo resulte, seja na parte séria ou para provocar o riso. Hall of Famer merecidíssimo e dá uma desculpa mais que boa para celebrar a sua carreira, algo que até nem precisava assim tanto de uma desculpa. Que seja bem-vindo a casa e que também este Top Ten seja bem-vindo à vossa, que tenham gostado e que comentem os segmentos e acrescentem algum que se recordem que acham que merece menção, visto que isto foi muito feito à base de memória. Volto na próxima semana e se calhar é mesmo com tema previsível, cenas da época. Estejam lá para ver. Até lá fiquem bem e boa Royal Rumble, que já sabemos que eles adoram desapontar um gajo naquele molhe de gente!

3 Comentários

  1. Única vez que o Lesnar riu sem ferir alguém. XD

  2. Rui Ribeiro - há 4 meses

    Excelente artigo sobre um dos melhores wrestlers e entertainers de sempre!
    O 9, 5, 4 e 2 são lendários xD

  3. "Awesome" Hater - há 4 meses

    Da minha parte, acrescento esses dois momentos: https://www.youtube.com/watch?v=2WnM7-zzqfg

    https://www.youtube.com/watch?v=OBLkIWeqFKI

    Como sempre, excelente artigo!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Desenvolvido por Luís Salvador / Wrestling PT © 2006-2017