Top Ten #27 – Porrada no patrão!

Bem-vindos a mais um Top Ten! Assumo a possibilidade de estar a tocar no sonho molhado de muitos, com este título. Quem não terá umas quantas frustrações a descarregar com o chefe que só sabe dar cabo da cabeça? Pois é, os wrestlers também não são diferentes e ainda dá é para mais alarido. Esta semana foi Big Show que pôde finalmente vingar todos os seus mal-tratos em Triple H, mas ele nem é o primeiro. Ao longo destas dez posições, mostrarei exemplos de lutadores a virar-se contra os seus patrões, General Managers, etc… Apenas não deixem que chegue à vossa vez senão metem-se em sarilhos!

10 – Não há mais tag team matches, playa…

http://youtu.be/9JJCGWWibdQ

É provável que Teddy já tenha levado uma sovazinha de vez em quando. Para já tenho esta em memória/pesquisa e decidi incluí-la a abrir a contagem, pelas suas diferentes circunstâncias. Teddy Long não era propriamente patrão de Shawn Michaels. Aliás, HBK até queria tê-lo como patrão, pois pedia para que fosse transferido para o Smackdown. Teddy recusa. Come um Sweet Chin Music. Simples. Talvez seja isso que tenhamos que fazer, aqueles que andam a batalhar com desemprego. Ir aos sítios, pedir trabalho, é-nos recusado, leva um banano. A HBK não resultou, mas ele só tentou uma vez, talvez o segredo seja insistir!

HBK também já introduziu a sua bota a Vince McMahon, logo após este lhe ter gritado as mágicas palavras “You’re fired!”. Shawn é bom a bater em quase patrões ou ex-patrões…

9 – O “It Factor” pode tocar em mulheres…

http://dailymotion.com/video/xpna3w

É um caso ainda bastante recente, não foi dos mais violentos porque não dava e aconteceu na TNA. Bobby Roode andava às turras com Sting, que também já tivera sido figura de autoridade, mas está sempre pronto para a porrada. Roode ganha e mantém o título devido ao Sting ser burro – a sério, aquele final de combate foi bizarro, mas até gostei. Mas Roode também tinha problemas com a patroa da companhia e levou-a ao ringue onde, não a agrediu porque agora não se pode fazer disso – MAS NÃO É TV-14?!?! – mas apresentou um comportamento agressivo e hostil. Sempre gostou de se portar mal, este Roode, mas agora a malta anda a desejar um Styles Clash nessa mesma senhora que aqui era a vítima…

8 – Se não há gelados…

http://youtu.be/ux-di_YlOMQ

Período pós-Pipebomb em que tivemos épicos Cena vs Punk e que, com voltas bizarras, acabou a dar em Nash vs HHH – que o povo andava a chorar por isso, de facto. Pelo meio, Triple H ainda andou com CM Punk a tiracolo a dar-lhe cabo da paciência e chegaram a enfrentar-se noutro grande combate. Mas até lá, haviam muitas tensões. Triple H acabava de ser anunciado como COO e Vince tivera sido retirado da sua função, logo Triple H mandava em tudo. Mas o Punk é demasiado Punk para querer saber disso. Assim que o The Game o desafia a lançar mais uma Pipebomb, ele lança… Só que foi uma pipebomb diferente… Uma pipebomb na testa, é mais giro. Nash também já ameaçara Triple H de agressão mas não foi ele que protagonizou este momento, senão… Lá ia o quadrícepe…

7 – As misteriosas cartas

http://http://youtu.be/E3afJBjmPf4

E já lá vai um tempinho que os Aces & 8’s se começaram a formar. Lembram-se das misteriosas cartas a ser entregues a Hulk Hogan, GM do Impact Wrestling? Pronto, o que era já se dissolveu actualmente. Mas este grupo misterioso que começara mascarado até começou de uma boa forma. A distribuir porrada. E quem é que era uma boa vítima? O chefe, Hulk Hogan, claro, que fartou-se de levar ao longo de toda esta história. Mas quem faria tal ao lendário líder da Hulkamania? Inimigos? Não havia clube de motards grande suficiente que cobrisse todos os que têm problemas com Hogan. Mas afinal quem seria? Uma data de moços frustrados, que até tinham as suas razões. E até deu em TV porreira… E é sempre engraçado ver o Hogan a levar…

6 – Melhor seller de sempre!

http://youtu.be/S4OnrrCC9Lc

Ainda pós-piperbomb, mas um pouco mais à frente e já no período a WWE Champion. CM Punk tinha outra figura de autoridade com que se preocupar, agora que os problemas com Triple H tinham assentado. E esse alguém era o Mr. Excitement, John Laurinaitis, que CM Punk trollou até esgotar a fonte. Eventualmente, Laurinaitis começaria a mostrar-se cada vez mais rígido para com Punk, mas este sempre foi demasiado rebelde para deixar isso acontecer. Um GTS no homem do “People Power” e está resolvido. O melhor deste segmento? A reacção facial de John Laurinaitis que fez a Kristen Stewart parecer o Jim Carrey. Para quem ia levar uma joelhada nos cornos – perdoem o calão – até nem parecia importar-se muito…

5 – Best for business, meu…

O caso mais fresco. O que não deve estar muito fresco é a cachola do Triple H depois de um banano daqueles. Mas já era um acto de se prever. Com os abusos do casalinho sensação de patrões da WWE a abusar do gigante, mais tarde ou mais cedo, ia encher e ia descarregar. E uma galheta daquelas na Stephanie McMahon não ia parecer muito bem. O Triple H é que paga às favas porque também estava a pedi-las. Momento ainda a ser reproduzido vezes sem conta na programação da WWE…

4 – Excuse you, nada!

http://youtu.be/zJ5if2wbzT8

A Vickie Guerrero já teve o cargo de General Manager muitas vezes e em muitos sítios. Habilitar-se a levar sovas é que não acontecia assim com tanta frequência. Levou uma descarga da AJ, mas nesse caso, ela é que era a GM – é dessas que eu gosto. Mas não foi com Divas, nem algo desse género, com quem Vickie teve problemas. Foi só o Undertaker, nada demais, só uma coisinha de nada. E foi só um Tombstonezinho, aguenta-se bem…

3 – Bem-vindo de volta, Bret Hart!

Dias felizes para ser o Bret Hart! Finalmente paz com a WWE para onde pôde voltar. Fez as improváveis pazes com Shawn Michaels. Vingou-se de Vince McMahon num combate na Wrestlemania. Viu a tag team de jovens familiares da Hart Dynasty a singrar. Ganhou o título United States pela quinta vez. Tornou-se GM do Raw. Ainda era adorado pelos fãs. Levou a valente sova da vida dele por parte dos recentemente formados Nexus, retirando-o de TV e do cargo de General Manager. OK, talvez esta última parte não seja assim tão boa, mas olha… Nem tudo pode ser sempre bom…

2 – É este Randy que ela quer…

http://youtu.be/NV2fk5ezYUQ

Recuemos no tempo. E o menino bonito dos McMahons, a quem hoje chamam de cara da companhia… Na altura andava numa azeda rivalidade contra eles. Nuns bons tempos da carreira de Randy Orton, este é que era o rebelde contra as figuras de poder, que neste caso eram os que tinham o apoio do público. Stephanie McMahon era a que se destacava, como General Manager do Raw. Ou seja, pôs-se bem a jeito para levar um belo de um RKO que a deixou a dormir por tempo suficiente para a retirar de TV por algum tempo, também. Há pouco tempo ela pediu este Randy Orton de volta. Supostamente é para o reacordar e porque esse Randy é mais eficaz em derrotar Daniel Bryan ou qualquer outro e tornar-se, realmente, o homem de topo. Mas cá para mim, ela gostou e agora quer outro…

1 – Os bons e velhos amigos…

http://youtu.be/I8yseU65p8g

Stone Cold e Vince McMahon. E pronto, podia dizer só isto e fechar o artigo porque vocês já estavam esclarecidos. É mesmo necessário um texto de entrada? Mas pronto, uma simples e breve introdução ao caso: passaram muitos anos à pancada. E Stone Cold foi a derradeira representação da rebeldia contra o sistema. Começou a feud com um Stunner, haverá maneira melhor de fazer as coisas? Realmente não dá para isolar um caso, visto que a história entre estes dois envolve muita pancada, mas tive que escolher para inserir na entrada, um dos momentos predilectos de todo o fã e um dos momentos mais caricatos da história da WWE. Vale sempre a pena recordar…

E assim preencho 10 posições acerca do sonho de muitos, uma valente solha no patrão. Como podem notar, foquei-me pouco em Vince e virei-me mais para General Managers, pois achei que só com o Vince já dava para preencher dez posições, à porradinha velha que ele já levou. Coloquei a que achei que devia e que considerei mais obrigatória. Se acharem que há mais alguma que também tem suficiente importância para acharem que devia aqui constar, estão no vosso direito ou até dever de o apontar e de a acrescentar. Assim como também devem acrescentar outros casos de outros ataques a outras figuras de poder, que achem que deviam aqui constar. Espero que o artigo tenha sido de agrado. Na próxima semana, devo trazer novo tema, até lá… Cuidado e não se metam em sarilhos com os vossos chefes!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

4 Comentários

  1. Eugen3 - há 3 anos

    Simplesmente adoro esta forma de escrita xD
    Parabéns pelo teu trabalho.

  2. Punk Jamaica - há 3 anos

    otimo texto,ainda acho q o rotn ira se rebelar contra os mcmahon denovo

  3. akujy - há 3 anos

    Fechaste o top com um dos mais memoraveis momentos do Stone Cold. Só isso já é digno de destaque. Mais uma boa ediçao. É sempre bom ler para manter a boa disposiçao. Obrigado por isso.

  4. Coisa - há 3 anos

    Orton e SCSA podiam preencher a lista toda, HHH também poderia.

    P.s_ Achei mais marcante o punt ao vince do que o rko à steph

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador