Top Ten #40 – Funny Moments: Batista

Sejam todos bem-vindos ao Top Ten, se alguém está com muita vontade de ler isto ou se ainda estão com o bichinho da Royal Rumble. Por falar em Royal Rumble, tenho a ideia de ter mencionado que possivelmente ia continuar com esse PPV/combate como assunto para os Top Tens desta altura. Bem, armei-me em Paul Heyman e menti. Mas não foi intencional, apenas no momento decidi capitalizar no regresso do Batista e dedicar-lhe um pouco deste espaço.

E como o fazer? Recordando os momentos em que o “Animal” nos causou umas risadas. A particularidade deste retornado Superstar é a divisão que aqui existe entre momentos engraçados intencionais e não intencionais. Umas vezes causadas por “over-acting”, enganar-se nas falas, entre outros… Batista é uma mina de ouro no que diz respeito a momentos acidentalmente engraçados. No entanto também já deu as suas cartas em momentos que assim era para ser. Quer se seja ou não fã dele, é um Superstar importante na história recente da companhia e merece a celebração desta sua faceta. A intenção deste artigo não é gozá-lo…

10 – Batista vs Bolas de Basquetebol na Wrestlemania XXX

http://youtu.be/u-iwZ_Hvnas

Um exemplo de uma linha que, mesmo que não tenha sido pensada ou escrita pelo próprio, recai nele como uma pobre resposta. Se, por um lado, rebentar uma bola de basquetebol com as mãos possa ter sido uma das coisas mais impressionantes na carreira do Great Khali, a reacção e resposta de Batista é que não foi a melhor e um profundo e óbvio “Basketballs don’t hold grudges” não é o melhor retorno a alguém que acaba de sugerir uma ameaça física. Talves querendo sugerir que Batista não se tratava de uma mera bola e que Khali nunca conseguiria fazer aquilo a ele, acaba por sair de forma torcida e apenas a dar-nos a lição do dia de que bolas não têm emoções ou sentimentos. Obrigado, Batista! E obrigado também, Khali por seres Campeão Mundial nessa altura, todos os apreciámos! É que mais valia ser a bola, que nem guardava rancor a ninguém…

9 – O bom e velho Simon System

http://youtu.be/cnnQArAPoIc

Pobre Nova. Na ECW ainda deu cartas, mas assim que se depara na WWE é o Simon Dean e vira jobber de comédia, com uma gimmick de instrutor de fitness à Richard Simmons. O pormenor: toda a gente o adorava. Eu adorava-o. Era o tipo de jobber que é fácil gostar dele e que aparecia para fazer algo engraçado. Diga-se que era o Heath Slater da sua altura. E como levava na boca de toda a gente, faltava ainda que se apresentasse o cada vez mais over como Face de topo do Smackdown, Batista. Enquanto Simon Dean tentava vender o seu produto, o Simon System ao público, Batista aparece e dá a oportunidade a Dean de tentar vender a sua marca a ele. E não é que o “Animal” até se mostrou interessado? Ou então o interesse era apenas para apresentar algo em retorno… Chamemos-lhe o “Batista System” que não parece assim tão saudável. E a vida do Simon Dean era isto…~

8 – Bem-vindas sejam as armas permitidas!

http://youtu.be/CybIKwEhX1k

Em mais um momento acidental, conseguimos ver Batista tropeçar nas suas próprias palavras, esparramar-se e a aperceber-se de que o que disse não foi o melhor. Até se vê na cara do desgraçado que nem ele viu sentido no que disse. Numa promo, de título Mundial ao ombro, Batista vende um combate sem qualquer desqualificação em que o uso das armas era permitido. E sai-nas a brilhante line de que armas não só são bem-vindas como são permitidas. E só faltava ouvir-se um “No shit!” em uníssono do público e até dele próprio quando se apercebe que não era bem isso que queria dizer. A tentar demonstrar que não só eram permitidas armas como eram encorajadas e, até certo ponto, obrigatórias num caso de sobrevivência, aprendemos que as armas são bem-vindas, permitidas, autorizadas, bem recebidas, consentidas, toleradas e que se podem usar. O Michael McGillicutty até deve ter aprendido alguma coisa com esta promo.

7 – Os calotes do Triple H

Tensões que acontecem quando o Batista ganha uma aposta e o Triple H fica a dever-lhe dinheiro! Muito intensamente e com ar intimidador, Batista lembra a Triple H que lhe deve 100 dólares, que Ric Flair já se ia preparar para pagar. O tipo de diversão que havia com os Evolution. Após Triple H ceder, Batista lá acaba o acto, ri-se, diz-lhe para ganhar um sentido de humor e que só estava a brincar, algo que deixa o público entretidíssimo e Triple H completamente encrencado. Para ser muito sincero… Se tivesse um tipo como o Batista a pedir-me dinheiro, não ia perder muito tempo a pensar se ele estava a brincar…

6 – Batista precisa de um amigo!

http://youtu.be/dkH0QCE6hJo

Outro caso de uma fala feita de tal maneira, que não passou ao lado so fãs. E foi reproduzido vezes sem conta. Ganhou o prestigioso estatuto de meme internauta. E ainda hoje é citado em memes e vídeos do YouTube. Um dos momentos favoritos de muitos fãs e, lá está, acidentalmente. Num autêntico “snap” de Batista que ataca Mysterio sem piedade, completando uma Heel Turn, o ex-Evolution chora, grita e lamenta que ele era suposto ser amigo dele. Com tal emoção que até os miúdos de 8 anos no recreio devem ter achado embaraçoso. Não se admirem se, daqui para a frente, virem muito mais deste grande momento a ser citado. Até fiquei com pena de não termos essa fala a ser reproduzida com a mesma emoção ao seu ex-parceiro Randy Orton…

5 – Ódio mútuo

http://youtu.be/CGOKAVPYZOw

Muito breve. Segundos. Pestaneja-se e perde-se. Mas mais um belo momento a ser recordado. Dadas as circunstâncias e tendo em conta a rapidez do sucedido, dá a entender que Batista até tem um bom timing cómico em situações de improviso. Decorrido já quando este era Heel, um jovem fã decide expressar a sua opinião quanto a Batista, gritando que o odeia. “I hate you Batista!”, exclamava uma voz aguda em direcção ao ex-Campeão Mundial. Mal deixou o puto acabar. O “I hate you too!” foi tão instantâneo e reflexo que a risada perante o sucedido não pôde ser contida. Tem a sua ligação com a situação anterior, a provar que Batista entre crianças ainda ia sair a perder numa discussão, mas nesta situação ainda se percebe a intenção de ser cómico. Malta que não é fã do Batista que por aqui anda… Já sabem o que ele também pensa de vocês…

4 – O indisfarçável entusiasmo de um fã

http://youtu.be/7hS8PXZaLcw

Envolvendo Batista mas não tendo Batista como o centro da piada. Já todos vimos durante o Monday Night Raw, Superstars a aquecer para o seu grande combate que viria a decorrer a seguir. Batista era o seleccionado desta vez para ter o seu aquecimento a ter destaque em TV… Mas roubaram-lhe a ribalta toda. Concretizando o seu sonho de miúdo, um desamparado fã irrompe em frente à câmara, coloca-se à frente de Batista virado para a câmara e reproduz a taunt do dito lutador. Assim que o moço famoso mas incógnito foge já com seguranças à perna, Batista nem consegue concentrar-se e não aguenta o riso com o que se acaba de passar. Nem ele nem nós…

3 – Aprende, Ziggler!

http://youtu.be/3rdSa2lSajs

Este eu sei que é um dos momentos favoritos da malta toda! Existem aqueles momentos que são “bonitos para a fotografia”. Este aqui é do mais belo para um gif. Um popularíssimo gif. Acredito que uma cabeçada de Mark Henry possa doer para caramba e, bem aplicada, que seja capaz de projectar alguém a uma boa distância. Não sei bem como é que Batista representou isso. A vender tal golpe, dá uns passos atrás e lembra-se do “oversell” e dá semelhante mergulho para trás que, com uma piscina por baixo, ganhava uns belos pontos do júri numa competição. Até diria que tropeçou no Lil’ Jimmy mas isto foi antes do tempo dele… Também não vi a casca de banana que o pode ter atraiçoado… Não sei, mas o que tenha sido… Ele não o conseguia fazer no passado Raw com aquelas calças…

2 – O bom e velho amigo Eddie

Sejamos realistas. Se antes queriam um segmento engraçado com alguém, sabiam que podiam contar com o grande Eddie Guerrero, que a diversão era garantida. As suas parcerias e rivalidades com Batista não foram excepções e foi mais um par que deu para as risadas. Aqui nesta entrada coloco já vários momentos com Eddie: desde à apetitosa comida Mexicana negada a Eddie, aos problemas de estômago de Eddie que levam a um tratamento… doloroso de um médico… Até simplesmente a afirmar o quão amigos são. Galhofa garantida com o lendário Eddie Guerrero. E é certo que o Top é focado em Batista e o protagonista da piada destes segmentos foi sempre Eddie… Mas os dois tinham uma boa química, o que é sempre bom e ajuda…

1 – A primeira experiência cinematográfica de Batista

http://youtu.be/znx9uo8vIoo

E para a primeira posição guardei um grande segmento de toda a WWE, uma vinheta cómica bastante memorável. Para promover a Wrestlemania XXII, decidiram dar um toque cinematográfico à coisa e os vídeos de promoção foram baseados em filmes populares. Um dos melhores – ou o melhor – envolve vários Superstars a imitar a mítica line de Robert DeNiro em “Taxi Driver”. E temos um vasto grupo de caras conhecidas a reproduzir o “You talkin’ to me?”. Cada um tem a sua piada, mas Batista leva a taça para casa – competindo apenas com Big Show – quando, da mais hilariante das formas, não consegue perceber qual a sua line. Sempre bom para recordar. Um doce a quem vir as semelhanças com Randy Orton!

Assim chega ao fim este Top Ten, espero que tenha sido divertido. Goste-se dele ou não, bem-vindo seja ele de volta à WWE onde se fez grande e ganhou fama. Uma maneira de lhes darem as boas-vindas também pode ser recordando os seus momentos mais cómicos e, para além destes, podem acrescentar alguns que se lembrem e que aqui não constem. No momento em que escrevo isto, não sei qual o seu desempenho na Royal Rumble, mas pela altura disto sair ao ar, já ela passou. Será que fez algo engraçado? Digam-no vocês! Para a semana devo constar cá de novo, não havendo nada a impedir-me. Até lá passem bem e que tenha sido uma boa Rumble!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

10 Comentários

  1. --' - há 3 anos

    A das armas e a do Triple H estão bacanas, mas na boa.. A 5 e a 4 arrebentaram td kkkkkkkk Mas q diabos aquele fã fazia ali? E parece q ñ era planejado. Oh a cara do Batista hahaha

    A 1º é foda, mas fala sério o Show roubou a cena ali hahaha.. isso me fez lembrar do outro segmento na msm WM, do Jericho, Christian e Benoit kkkkkkkk Genial. Tbém lembrei da Raw pôs Mania 29 onde o Randy esquece as falinhas..

    Acho q se o Zig tivesse umas aulas com o Batista sobre como vender golpes ele poderia ter tido mais destaque na Rumble, quem sabe chegar aos cinco últimos..

    Bom Top Ten.

  2. Anon - há 3 anos

    A gimmick do Batista como heel em 2009/2010 era hilariante, podias ter posto mais momentos dessa altura, como por exemplo o Batista assusta um fã do Cena:

    http://www.youtube.com/watch?v=R1iKQLrjvxs

    Ou quando ele imita o Kanye West:

    http://www.youtube.com/watch?v=f32PuIg57eA

    Ou a épica frase “…kissing babies and hugging fat girls…”

    http://www.youtube.com/watch?v=sJQjrkkWwV4

    Ou esta imitação perfeita do John Cena:

    http://www.youtube.com/watch?v=HUTT1TAPvXg

    E por fim aquele promo em que o Batista diz que quando olha para os fãs não vê pessoas mas sim sinais de dólares e alguns vê dois sinais porque são tão gordos que têm que comprar 2 bilhetes para caberem nas cadeiras (não consigo encontrar o vídeo desta promo).

  3. Rui Miguel - há 3 anos

    Vou ser sincero, tenho plena noção que o Batista não é de perto o melhor wrestler que por ali passou, mas não deixa de ser o meu favorito de sempre e acompanhei-o desde o tempo dos evolution.
    A do miudo “I hate you too” aquela da cabeçada do Henry e a do fã a imita-lo mataram-me. É bom rever certas cenas como aquele heel turn..

  4. Diogo_67 - há 3 anos

    Acho que devias fazer um top ten combates que não deviam ter sido main-event. Alguns exemplos:
    The Undertaker vs The Undertaker – Summerslam 1994 (devia ter sido Bret Hart vs Owen Hart)
    John Cena vs John Laurinaitis – Over the Limit 2012 (devia ter sido CM Punk vs Daniel Bryan)
    Randy Orton vs Big Show – Survivor Series 2013 (devia ter sido John Cena vs Alberto del Rio ou CM Punk & Bryan vs Wyatt family)
    John Cena vs Dolph Ziggler – TLC 2012 (devia ter sido Sheamus vs Big Show, acho que o MITB não devia ser mais importante que o própio titulo).

  5. João Morgado Pereira - há 3 anos

    Chris, a do “are you taling to me” foi para promover a wrestlemania XXI e não a XXII.

  6. akujy - há 3 anos

    FOi na Wrestlemania 21, Chris. De resto, mais um bom top ten. Só tenho pena do tema, pq como ja deves ter percebido, “aquilo que um dia foi o Batista” é actualmente persona non grata por estas bandas.

  7. danielLP21 - há 3 anos

    Tal como disseram em cima, a nº1 é da WrestleMania 21 e não da 22. Que saudades que eu tinha desta “promo”… Muito obrigado por me relembrares disto (apesar de eu ter o DVD desta WrestleMania). O Big Show está mesmo hilariante.

    As duas primeiras posições estão muito bem escolhidas. Adorei aquele segmento em que o Eddie está a receber uma massagem… Ahahah

  8. Roberto Barros 30 - há 3 anos

    Bom artigo,gozar sem insultar,exemplo para todos. lol

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador