Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Top Ten #48 – Estranhos Casais

Com a Wrestlemania cada vez mais perto, dou-vos as boas-vindas a mais uma edição do Top Ten! Para esta semana tive que voltar o meu foco para o brutal fecho que teve o último Monday Night Raw e o quão memorável ficará. Triple H e Stephanie McMahon a dar uma sova de meia-noite no pobre Daniel Bryan. E neste segmento pudemos lembrar-nos do quão poderoso é o casal Triple H & Stephanie. Com certeza entrará para um dos mais grandiosos e poderosos casais de sempre. A juntar-se a uns Edge & Lita, eternos como fantásticos Heels ou uns Randy Savage & Miss Elizabeth, casal que toda a gente queria ser. Sim, muitos bons casais na história do wrestling… Mas já devem saber que no Top Ten não gosto de fazer as coisas da maneira mais bonita, agradável e comum.

Em vez disso, volto-me para os casais mais bizarros de que haja memória na história do wrestling. Não dos poderosos, nem dos que têm segmentos intensos. Nem dos mais bonitos de se ver que transmitem romance a cada passo que dão abraçados. Os dois juntos em ecrã dão em piada ou desconforto. Reduzindo ao título… Casais estranhos. Casais de quem não gostariam de receber um postal no Natal. Casais cujos filhos já sofrem e dão pena sem eles ainda existirem. No pior dos cenários, casais que mesmo fictícios, vos façam lembrar algum real. Não preciso de me estender mais, olhemos à lista.

10 – Bully Ray & Brooke Hogan

Este ainda tem que estar fresco nas nossas memórias. Que poderá ter de tão estranho assim que a filha do “Immortal” Hulk Hogan caia por… Bubba Ray Dudley, o que antes era o gordo dos Team 3D, com menos tento na língua e que gosta de cuspir para o ar para apanhar a lula de novo. E que leva “Bully” no nome. Talvez não o tipo mais ideal para levar a casa e apresentá-lo ao pai… Principalmente se o pai for Hulk Hogan! Não foi preciso levá-lo a casa, todos assistimos a isto num ringue, naquele que terá sido o pior – ou pelo menos o mais bizarro – momento na construção de uma das histórias mais interessantes na recente TV do Impact Wrestling. A comovedora foto que ali vêem… Foi culminar na revelação final dos Aces & 8s. Se não acham o casal em si suficientemente estranho, pelo menos isso tem que dizer ou fazer alguma coisa…

9 – Eric Young & ODB

E sem sair da mesma companhia, partimos para outros cuja estranheza foi propositada e veio a dar um dos pares mais hilariantes a aparecer-nos na TNA naquele momento. Já os alicerces dizem muito: o doido Eric Young, com alegados danos cerebrais e uma mania de tirar as calças durante o combate… E ODB, a Knockout mais “javarda” a brindar um ringue da TNA,com muito álcool e gestos obscenos à mistura. Sim, isto já faz a obra. Mas aconteceu muita mais coisa: a transição de tag team num torneio para casal, um casamento em cuecas dentro de uma jaula e um dos títulos femininos de Tag Team num homem. Creio que já diz muita coisa. Mas não deixa de ser uma ideia hilariante e bem capitalizada. Quem tem saudades de segmentos com estes dois?

8 – Dolph Ziggler & Vickie Guerrero

Outro caso mais recente e conhecido. Não vou por caminhos fáceis e apontar algo de errado em Vickie Guerrero só porque ela não é uma menina ainda na casa dos 20/30 com corpo de modelo e atlética. Já têm lá quem faça isso e é escusado. Mas emparelhar a viúva de Eddie Guerrero – que já tinha tido um também bizarro casamento com Edge – com um jovem “Show Off” e vendê-los como um casal tão aberto ao mundo… Não, não estão atrás de fazer mais um casal comum. No entanto ainda são dos que se podiam considerar poderosos, porque ainda conquistaram muita coisa juntos e por estranho que pareça… Resultavam. As piadas fáceis de “mãe e filho” estavam lá. Mas as vitórias e os títulos também. E não foi até encontrar AJ que Ziggler largou a mulher com o melhor heat. Há-que dar valor a um homem destes. Faz “Show Off” a tudo, até a uma mulher que se calhar o Jerry Lawler não acha tão atraente…

7 – Tajiri & Torrie Wilson

Se o par em si não é o mais bizarro, o Sr.Tajiri tratou disso. O lutador Japonês sempre fez questão de ser um indivíduo pouco ortodoxo, daí que formar casal com Torrie Wilson seja algo fora do comum. E suficiente também para colocar os fãs a apoiá-los por altura dos fins da história da “Invasion”. No entanto Tajiri, vendo-se com uma mulher daquelas em mãos, teve que estragar tudo, porque o homem não se convenceu que era um sortudo por ter uma assim enquanto anda por aí a cuspir fluidos verdes. Ou talvez se tenha apercebido mesmo disso… Ela estava fora da liga dele e havia muito gajo de olho nela… Fez uma de parvo e obrigou-a a vestir-se de geisha, como se do Japão antigo se tratasse – a WWE a usar mal estereótipos? Não pode! – e ainda a tratava mal durante os seus combates. Tínhamos o casal nada funcional da loira vestida de geisha e… do Tajiri, não é preciso adiantar mais aí. Até que ela se fartou e distraiu-o fazendo aquilo que todas as mulheres que quisessem integrar a WWE nos 90s e inícios de 00s tinham que fazer… Tirando a roupa. A pobre Torrie Wilson nem sempre saiu muito favorecida no que diz respeito a casais e até combates de “Viagra on a Pole” por ela já se fizeram… E o Tajiri se calhar até é um bom partido, mas não foi aqui que se viu alguma coisa…

6 – Billy Gunn & Chuck Palumbo

Também conta. E dizer já de uma vez: não é por ser um casal gay que é estranho. Se ainda estranham isso e acham errado não deviam estar na Internet porque ela ainda nem existe. É mesmo por serem o Billy Gunn e o Chuck Palumbo! Começando com uma tag team que aos poucos começava a demonstrar uma estranha atracção um pelo outro… Até “sairem do armário”. O que está completamente errado nisto? Viraram Heel com isso. Bem jogado. Quando estavam prestes a casar, revelaram como sendo apenas um golpe publicitário e foram atacados pelos 3-Minute Warning, que tinham como manager o cabeleireiro pessoal do “casal”: Rico. Que tudo fez para se vingar dos falsos homossexuais – na lógica da WWE, ser gay é ser reles. Agora vemos Billy Gunn de novo com Road Dogg e, graças a este episódio, uns ficam a pensar demais. E tudo dá um novo significado à expressão “Ass Man”… E sabendo que se estreou como um cowboy nos “Smoking Gunns”, deve ter sido uma experiência curiosa para ele, assistir ao “Brokeback Mountain”…

5 – Bam Bam Bigelow & Luna Vachon

Tão “freaky” que até ficavam bem juntos. Luna Vachon foi introduzida por Shawn Michaels, assim que a Sensational Sherri se virou contra ele em 1993, e já aí tínhamos um belo de um casal. Mas não durou e foi em Bam Bam Bigelow que se encontrou um tremendo amor. O gigante atlético de cabeça tatuada e uma mulher de aspecto estranho com uma voz que deixa alguém a cuspir sangue só de a ouvir. Ainda alcançaram sucesso e tiveram problemas com Doink the Clown, culminando na Wrestlemania X e antes ainda tiveram que meter o Bastion Booger pelo meio. Como se as coisas não estivessem já suficientemente boas, atirem o Bastion Booger para a panela, esse faz bom casal com qualquer pessoa. Infelizmente, já nenhum deles está entre nós e já faleceram, Bam Bam em 2007 e Luna em 2010. Fica a memória do bizarro casal… Que resultava por isso mesmo.
Nota: Num regresso à WWE, Luna Vachon ainda fez par – apenas uma afiliação artística – com… Goldust. Acho que não é preciso dizer mais nada, façam lá as vossas contas…

4 – Balls Mahoney & Kelly Kelly

Este é que é bonito de se ver. Jogado de propósito como “um gajo com um aspecto como o de Balls Mahoney com a menina com um aspecto como o da Kelly Kelly”. Daqueles angles que nos dão falsas esperanças. Saiu de uma espécie de feud com The Miz, este ainda em crescimento, na ECW da WWE, em que Miz, o garanhão tinha as Extreme Exposé mas Kelly Kelly parecia mostrar preocupação e interesse em Mahoney – são gostos, minha gente. Balls, gosto de chamá-lo assim, lá a convidou para a sair, sem obter resposta graças ao arrogante Miz mas a própria Kelly mais tarde viria a tomar a iniciativa. E assim começou. Um casal que fazia doer a alma a muita boa gente que não gostava de ver a Kelly Kelly com um tipo como o Balls Mahoney. Não se sabe nada, ele se calhar até é um bom homem. Ele portou-se bem no “Strip Poker” das Divas! OK, o gajo tem mesmo sorte…

3 – Hornswoggle & AJ Lee

Podia simplesmente deixar assim o título e avançar para a posição número 2. Acho que não é preciso muitas explicações. Talvez só precise de vos dizer quando é que tal atrocidade aconteceu. Ainda antes de colarem aquele rótulo à pobre AJ que mudava de “crush” mais do que o título da WWE mudava de mãos em 2011, ainda foi colocada em situações mais perturbadoras. Que venha de lá o Kane, esse também tem a sua dose de casais estranhos mas tem vários, deve ser o garanhão da zona, perguntem à Katie Vick. Ou então não. Esta excelente ideia ocorreu quando a AJ ainda era inocente, pouco utilizada e longe de ser a dominante Diva de topo que agora vemos. E aparecia no NXT Redemption, como admiradora secreta de Hornswoggle (!) com quem viria a fazer um belo casal (!!) que apenas acabou quando o Hornswoggle decidiu avançar com outros planos (!!!). Daniel Bryan, CM Punk, John Cena, Dolph Ziggler… Ainda se percebe. Hornswoggle dói na alma de qualquer homem que nem chance com aquela mocita do bar tem.
Lembram-se de eu referir nas últimas edições que acidentalmente andava a conseguir sempre algo que ligasse um Top Ten com o da semana anterior? Então atentem… Consegui duas situações seguidas em que o Hornswoggle é digno de pódio num Top 10! A streak continua!

2 – Viscera & Lilian Garcia

Porque seria de admirar? Afinal de contas ele era o “World’s Largest Love Machine”, devia ter quem o quisesse. Até mesmo a bela da Lilian. E sai esse casal que também não precisa de mais explicações para além do título e da imagem. E de uma lembrança de que o Viscera já teve a Lilian e vocês não. No entanto, este deixa-me contente e com orgulho do bom e velho Big Vis. Lembro-me de ser fã dele na altura e desfazer-me em riso com a promo do cheeseburguer, com certeza um dos momentos mais românticos na história da WWE. E do incidente real com Charlie Haas – que lesionou a pobre mulher projectando-a sem querer – que deu numa feud curiosa mas interessante até. E é um casal adorável. Viscera deixou-nos há pouco tempo e resta-me desejar que descanse em paz com o seu legado: um lutador com o seu físico a singrar, a tornar-se notável com várias gimmicks, ser um Superstar recordado… E catou a Lilian.

1 – Mark Henry & Mae Young

Vá, encham-se de surpresa pelo casal mais épico da história da WWE constar na primeira posição deste Top Ten. Se não estavam à espera é porque nem se deram ao trabalho de pensar. E fica bem ligado com o da segunda posição pois antes de haver um “World’s Largest Love Machine”, teve que haver um “Sexual Chocolate”, sua principal influência. Que depois de espalhar todo o amor que tinha para dar, teve que se fixar numa parceira… A já septuagenária Mae Young. E estava criado o casal mais bizarro a brindar-nos a TV com hilariantes segmentos. Não estava suficientemente aberrado? É só esperar que eles comecem a procriar mãos. Exactamente, também não sei porque é que estou a gastar tantas palavras em explicar esta entrada. Mas também não deixa de ser um dos casais mais “awesome” de que nos lembremos!

Infelizmente, é mais um caso de menção de alguém que também faleceu recentemente. Para além disto, também deixou no seu legado… Bem… O que é que a Mae Young não fez?

E assim concluo mais um bizarro Top Ten que foge às normas, como tanto gosto de fazer. Que tenha sido uma leitura divertida e que vos tenha ajudado a olhar para as vossas relações, quem as tiver, com melhores olhos. Se acham que fazem um par muito estranho, olhem para estes casos e alegrem-se, com certeza são um casal lindo e invejável. Para os que estão sozinhos… Olhar para os sucessos de alguns cavalheiros que aqui se encontram… Talvez isso já seja mais devastador e mate um pouco. Como seja, tudo isto é feito pelo entretenimento e espero que tenham gostado do tema. Para a semana, tenciono voltar e talvez os temas já se comecem a centrar cada vez mais na Wrestlemania. Na próxima semana veremos e na próxima semana vos verei, se tudo correr bem. Até lá e uma boa Primavera a todos.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

18 Comentários

  1. GonRodri - há 3 anos

    ahahahah Excelente artigo Chris JRM !!! :D

    • Micael Duarte - há 3 anos

      O “Top Ten” e o “Bottom Line” foram publicados às 8:02 e às 8:03, respectivamente.

      Como é que tu, em menos de 5 minutos, consegues ler os dois artigos que, por acaso, nem são pequenos?!… Não sei o que andas a comer, mas deve fazer muito bem aos olhos e deves ter um raciocínio à velocidade da luz… Falando a sério, os dois artigos podiam estar uma valente porcaria (nunca estão), mas tu continuarias a dizer que estavam excelentes…

      Enfim, não quero discutir muito sobre este tipo de coisas, mas isto fez-me alguma comichão :D

      • GonRodri - há 3 anos

        EU LEIO MUITO RAPIDO XD QUAL E O PROBLEMA ?? SE TENS COMICHÃO POEM FENISTIL Q PASSA :P

      • Micael Duarte - há 3 anos

        O problema é que eu gostava de ter essa tua capacidade. Acho isso fenomenal :D

      • GonRodri - há 3 anos

        okkkkk, fixe :)

  2. Albino - há 3 anos

    Só conhecia o 10,9,8 e 3.
    Aprende-se muito com estes artigos.
    Muito bons…

  3. Arvanix - há 3 anos

    Bom artigo Chris JRM!
    Não conhecia o casal 5 e 2, mas agora passei a conhecer, já valeu a pena ler! ;)
    De resto, concordo contigo em todos, e realmente o mais estranho é o Chocolate e a Mae Young xD

  4. 434 Days - há 3 anos

    Já estava mesmo a ver o nº1. Sem dúvida um casal mais que bizarro.

  5. Fandangooo!! - há 3 anos

    interessante tinha uns que não conhecia

  6. john3:16 - há 3 anos

    Este artigo deu pra conhecer por acaso alguns casais que não conhecia, até posso ser chamado de ignorante mas não conhecia o casal nº1 e com o qual eu mais ri!

  7. Hildo - há 3 anos

    Poderia colocar ai também o Casal Santino Marella e Beth phoenix .

  8. JeanJCS - há 3 anos

    Henry e Mae Young ahaha

  9. danielLP21 - há 3 anos

    Bom Top Ten. O número 1 é histórico e eterno… apesar de eu nunca ter gostado de os ver juntos.

  10. Micael Duarte - há 3 anos

    Mais um grande “Top Ten”.

    Sou só eu que não me recordo do casal AJ Lee/Hornswoggle? xD

    Eish… O Balls Mahoney! Eu até gostava de vê-lo.

  11. Ivo Manuel - há 3 anos

    Ora aqui está um top ten cheio de love e cenas estranhas ahah
    Parabéns pelo artigo, muito bom e sem duvidas que esse Balls Mahoney na altura foi muito odiado foi :D

  12. rodrigomcb99 - há 3 anos

    Otimo top ten que deu para conhecer alguns casais de que nunca tinha ouvido falar como o 4/5/6/7 pois são de uma altura em que eu ainda não acompanhava wrestling e alguns dos outros já tinha ouvido falar muito vagamente

  13. The Miz - há 3 anos

    Particularmente gostava da Vickie e do Edge juntos. Grandes tempos em que o Edge ganhou muitos titulos e onde levava a smackdown às costas lado a lado com um tal de Undertaker!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador