Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Top Ten #55 – Enlouquecer ao Microfone

Sejam bem-vindos a mais uma edição do Top Ten. Esta semana já venho para animar um pouco mais a coisa, em comparação à semana anterior. Para esta semana trago um assunto mais divertido, e que nem precisa de associação a nada. Coisas destas são intemporais. Pessoas a passar-se dos carretos numa promo. De muitas maneiras diferentes.

Numa altura em que promos do Adam Rose podem ser uma boa fonte de disparate entretido e Alicia Fox anda a caminhar nas ruas da loucura, achei que era uma boa altura para recordar uns loucos que fazem os anteriormente mencionados parecer uns santos sob calmantes. Tudo caras conhecidas e todos a dar promos que, seja por não dizerem coisa por coisa, por não estarem no seu melhor estado ou por simples euforia… Conseguem dar-nos diversão não intencional. A maioria destes casos são entrevistas e até procurava focar-me apenas nessas, com um título diferente. Mas como não consegui encher e achei que havia umas boas sem ser em entrevistas, também as incluí. Desde que divirta, vejam lá se captam tudo o que esta boa malta diz:

10 – A dócil voz de Luna Vachon

http://youtu.be/Yr5dLRwxoyI

Antes de mais, paz à alma da senhora que já faleceu mas também já nos deixou boas recordações e um legado jeitoso. Na WWF foi sempre apresentada como uma personagem, no mínimo aberrada. E como se não fosse suficiente tinham sempre que colocá-la a fazer par com indivíduos que não devem muito à esquisitice como Bam Bam Bigelow ou o freak dos freaks, Goldust. Mas ela sozinha já era capaz de vender muita loucura, já a começar pela forma como a apresentaram em 1993 – introduzida por Shawn Michaels, contra a Sensational Sherri. Junta-se a isso promos como a do exemplo que nos deixa a cuspir sangue só de lhe ouvir a voz – quem gosta de black metal, como eu, vê aqui uma vocalista e pêras. Mulher de sonho e é com aquela voz doce ao ouvido que dá vontade de acordar todos os dias…

9 – Ultimate Warrior vs Palavras e Frases

http://youtu.be/pb9aAXo-u78

Mais um a quem desejamos paz à sua alma e a quem agradecemos pelo seu enorme legado e por tudo o que fez, que já foi muito bem recordado nos últimos tempos. Warrior era um Superstars intenso, electrizante, hiperactivo. Talvez por isso é que também tivesse que batalhar muitas vezes com a sua coerência e com o seu discurso básico. A mesma postura que aquela personagem tinha em ringue, transmitia-a para o microfone: o que fazia com que muitas das vezes o que saísse fosse uma data de ruídos incoerentes e imperceptíveis. De alguma forma, isso tornava-o mais cativante ainda e realmente ele estava tão “pumped up” que ao dar uma promo saía uma carga de energia sem grande discurso traduzido. O interessante é que, mesmo quando ele abrandava… Não saía coisa com muito sentido. Neste caso, podemos reparar que a sua promo acaba por parecer um contínuo ronco selvagem e, admita-se… Intimida. Mal se percebe, mas intimida…

8 – GEEEEEZUS!

http://youtu.be/SQ7_5MMboo4

Coisas que nos lembramos imediatamente quando se fala em CZW. Wrestling ultra-violento com pouco conteúdo e muitas das vezes, pouco talento a nenhum necessário; as introduções dos seus vídeos na Botchamania. Cortesia de uma das principais caras da companhia: o doidinho varridinho Zandig. A promo/entrevista em questão, que deu origem à mítica line está aqui apresentada, sem grandes apresentações, porque não precisa. E sem traduções concretas também, porque não dá…

7 – O entusiasmo de camelo do Iron Sheik

http://youtu.be/pXzzTWPPMM4

Não, não incluo entrevistas shoot. Senão o Top Ten era todo do Iron Sheik. Já sabemos o estado da sanidade mental do lendário wrestler, no que diz respeito às suas entrevistas mais recentes e frases míticas na internet já tem ele muitas. Visitem o twitter dele e sejam invadidos por uma dose de raiva constante misturada com uma estranha boa disposição. O Sheiky Baby é um dos mais divertidos Superstars retirados actualmente, mas no seu tempo de actividade também tinha os seus momentos. Não era tão… over-the-top histérico, mas no caso de ficar muito entusiasmado… Até virava camelo. Observem o quão entusiasmado Iron Sheik se encontra, sem se conseguir controlar e a reduzir-se à imitação do dito animal…

6 – Paul Heyman + microfone = ouro

http://youtu.be/EscFy7mX2Iw

Também não é caso para se achar que só exista um caso destes. Paul Heyman é um deus ao microfone e se tiver que perder o juízo para dar uma promo melhor, então que seja. Até ultimamente, nem sempre é com a maior das calmas que Heyman anuncia que o seu cliente Brock Lesnar conquistou a streak invicta do Undertaker na Wrestlemania. Mas recuemos alguns meses mais para este episódio, que também é recente. Renee Young deve adorar quando lhe dizem que vai entrevistar Paul Heyman para um segmento, pois sai sempre coisa boa e até parecem ter boa química. Recorde-se esta promo recente, onde acompanhado por Curtis Axel e Ryback, passou-se completamente e virou completamente para o lado da insanidade para transmitir uma desesperada ideia sobre o Hell in a Cell…

5 – Yapapi, brother!

http://youtu.be/jQtUftGqoyg

Mais uma promo a solo, sem necessitar de companhia de um entrevistador. E para o bem-estar e segurança de quem quer que pudesse estar a segurar um microfone ao pé de Hulk Hogan naquele momento… Ainda bem que foi só ele. Numa feud com Ric Flair, que colocaria os dois a batalhar num combate “Yapapi” – que consistia apenas num “strap match” como os outros – coube a Hogan explicar como funcionava o conceito e o que ia fazer a Flair – não, ele não fala em “apple pie”, é mesmo “Yapapi” – e não havia maneira de o fazer com um mínimo de sossego. Sofreu ele, sofreu o chão, sofreu a fita, sofreu quem era sensível e assistia àquela contínua perda de juízo em plena TV. O Hulkster nunca foi dos mais calmos a dar promos e se havia alguém que gostava de quebrar paz com um frenético “LET ME TELL YOU SOMETHING, BROTHER!” era ele. Mas neste particular caso, da mesma forma que ele mandava os miúdos tomar as suas vitaminas, alguém lhe devia ter mandado tomar uns calmantes…

4 – Alarguem as camisolas do Lex Luger!

http://youtu.be/BHTj7qfnTak

Não é que Luger tivesse sido sempre um monte de raiva ambulante durante a sua carreira. Apenas tinha momentos. Mas lá veio a meia idade e lá devem ter estourado o resto dos miolos, como indica esta promo decorrida na NWA. Já começou cheio de nervos, mas a partir daí foi sempre a piorar: não atinava a dizer as palavras, fazia caretas de quem acabava de escapar de um hospício, não sabia sequer o nome do evento em questão e, nem o raio da camisola conseguiu sair como deve ser. Ao final, o momento já tinha virado uma comédia e Luger sai aos berros e a rebentar o que lhe aparece à frente, para descontrolo do entrevistador. E é assim dessa forma que Lex Luger se torna mais entretido numa questão de meros segundos do que em meses/anos nos moribundos últimos anos de existência da WCW…

3 – Ainda bem que se reabilitou…

http://youtu.be/9clRpVbYZw8

Não há muita coisa que dê mais gosto do que ver uma figura que se admira a erguer-se do fundo do poço para onde caíram. Jake Roberts finalmente atingiu esse ponto e entrou no Hall of Fame da WWE como um homem renovado e com um dos discursos mais bonitos de toda a noite. Antes passou-as negras, ao ponto de perder toda a saída humorística que uma promo como esta possa ter proporcionado. Talvez já não seja dos mais fáceis de achar piada actualmente, lembrando o quanto a situação piorou. Mas com isso de lado, não devem haver promos embriagadas melhores que esta de Jake Roberts que não parece ter grande ar de saber onde está…

2 – Flair a ser Flair

http://youtu.be/FCxWUKMJfEI

Nós sabemos que este nunca foi muito fino da cabeça. A dificuldade não é achar algo que justifique a presença de Ric Flair num Top Ten destes. A dificuldade é arranjar só uma coisa. E lá está… Não dá. Encher todo o Top apenas de conteúdo Flair também não seria justo e seria difícil de organizar – o que raio ficaria no topo? Qual é a pior/melhor? Pronto, amanhei isto: uma compilação. Tudo o que Flair tem de melhor para nos apresentar. É verdade que para bem salientar a loucura de Flair, não se colocam apenas promos e entrevistas, daí que o vídeo contenha muito mais que apenas isso. Mas atentem às entrevistas. Atentem a qualquer momento em que Flair se encontra dentro de um ringue da WCW com Mean Gene. Atentem ao imediato início do vídeo. Atentem a Ric Flair… E não sejam como ele… A Charlotte, para já, parece ser muito boa rapariguinha e calma, não convém que tenha assim uns espasmos destes…

1 – Prof. Steiner

http://dailymotion.com/video/x5acti

Vá e agora fazem de conta que não estavam à espera de encontrar Scott Steiner algures entre este Top Ten. Como se um tema destes não gritasse “Scott Steiner” com mais força do que ele a gritar que tem fome. E também é verdade que só um não faz justiça, há muita loucura de Steiner ao microfone. Leia-se, cada vez que ele pega no dito cujo. Tanto temos momentos em que ele não se contém em chamar gordo a Samoa Joe, ou a lembrar ao adversário que já lutou com muitos países ou a lembrar o público que será o próximo WWF Championship. Não se subvalorize quando manda calar gente à volta ou quando afirma que derrotará Mike Morgan. E sem esquecer todas as outras vezes em que não se apanha a ponta do mais polido chifre do que ele diz. Escolhi o meu predilecto: as aulas de Matemática de Scott Steiner, capaz de aparvalhar até o Petey Williams. Acompanhem a fantástica equação que Steiner apresenta para justificar que, não há volta a dar, está matematicamente provado… Ele ia derrotar Samoa Joe – HE’S FAT! – e os números não mentem. Porquê a primeira posição? Porque esta é a melhor promo de sempre, ponto. E ai de quem se oponha.

Nota: Steiner não ganhou. Para a próxima que faça melhor as contas.

E assim acaba esta dose de loucura. Espero que não tenha sido tarde demais e que não tenham já enlouquecido também. Às vezes apega-se. Se ainda estão bem, espero que se tenham divertido a recordar momentos caricatos destes que já conhecessem e a conhecer outros que ainda não tivessem visto. Procurei um assunto mais entretido e espero que tenha sucedido. Cabe a vós completar o artigo com os vossos comentários e acrescentando outros casos semelhantes a estes que se recordem e que não constem na contagem. Enriqueçam isto até eu poder aqui constar na próxima semana. Até lá fiquem bem e lembrem-se de praticar sempre os vossos dotes orativos para não falarem para as pessoas como todos estes cavalheiros aqui presentes. Fiquem bem!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

11 Comentários

  1. Alexandre Romano - há 3 anos

    Excelente artigo só falta ai um as do micro atual Bray Wyatt.
    Também gosto das promos de Dean Ambrose, The Miz, Damien Sandow, Stone Cold e de The Rock.

  2. Don_Ricardo_Corleone - há 3 anos

    Perdi-me nas contas.
    Falta um clássico do Titus O’Neil. “If you gonna fight, make it a fight. And if you wanna win, heh, make it a win”. Infelizmente não consegui encontrar no youtube.
    Grande top. O Ric Flair sempre foi doido varrido. Acabava sempre a fazer elbow drops no casaco. lol

  3. Ricardo Silva - há 3 anos

    A tua última frase mereceu o meu like xD

  4. Don_Ricardo_Corleone - há 3 anos

    Mustache. XD Obrigado. :)

  5. danielLP21 - há 3 anos

    Vídeo extraordinário!

    “I just received another manager from…” Ups xD

  6. danielLP21 - há 3 anos

    Por incrível que pareça, até me ri com o Ric Flair. Que intensidade…

  7. FranciscoAP - há 3 anos

    O vídeo do Steiner é de chorar a rir. Mas não consigo deixar de reparar que, fora os disparates, as mic-skills e o carisma estão lá. Se estão!

  8. filipe - há 3 anos

    Falta o R-Truth heel na altura do litlle jimmy… o homem nao batia bem… saudades dessa personagem
    e tb temos a tag team kane e bryan aka Hell No

  9. kidwonder - há 3 anos

    GEEEEEZUS! XD

  10. marcos vinicius - há 3 anos

    ESSE FOI O MELHO Top Ten DA HISTORIA AMEI

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador