Top Ten #71 – Best of Jon Moxley

Dou-vos as boas-vindas ao Top Ten da mesma forma que todos demos as boas-vindas a um Superstar que já deixava saudades: Dean Ambrose! O “Lunatic Fringe” saiu dos nossos ecrãs por um tempo para participar num filme da WWE Studios. E quantas saudades ele deixou. Daí que um valente “markout” quando ele sai do táxi no Night of Champions ou quando se revela como substituto dos blocos de cimento no Raw seja a única reacção natural. Sem qualquer dúvida, dos Superstars mais entusiasmantes na WWE actualmente e dos melhores Faces que podiam ter arranjado por esta altura.

No entanto, Dean Ambrose não é nenhum novato nisto de dar grandes segmentos. Ainda era ele o Jon Moxley nas independentes e já ele encantava o público só a falar ou com acções bizarras. É isso que listo aqui neste Top Ten. Não combates porque há muita coisa e eu não conheço muito o seu background em ringue a fundo. Mas grandes promos, segmentos… Qualquer coisa que lhe dê. O que fez de Jon Moxley uma estrela apelativa para a WWE criar Dean Ambrose.

10 – O Colt Cabana que as ouça

http://youtu.be/w6yTETVibMI

Dos seus tempos como IWP World Heavyweight Champion. Já ele era meio descontrolado da mona e não era dos gajos a quem facilmente se confiasse calma e serenidade. Após um combate e a ser perseguido pelo cameraman, Moxley resiste mas eventualmente acaba por não resistir e manda umas à pressa a um certo amigo de um certo amigo nosso. Colt Cabana queria o título e Moxley não o queria dar. O que ele nunca se importava de dar era uma promo daquelas. Notem na juventude de Ambrose, especialmente na voz. Um miúdo chateado autêntico.

9 – O amor aos fãs

http://youtu.be/CbUhUGQY3IU

Dos pontos essenciais para ser um wrestler é o amor que se tem por aquilo que faz. E com isso vem o amor aos fãs, mesmo que por vezes tenham que interpretar personagens que os detestem. Eles fazem tudo por alguém e para alguém. Jon Moxley, não importando o quão maluco fosse, era igual. Aqui só o parece ter exposto de uma forma mais… Física. Num combate com Necro Butcher em que este o arremessa em direcção ao público, o nosso estimado lunático aterra muito suavemente no colo de um fã, num terno abraço. Não é coisa que aconteça todos os dias. Uns levam bananos do CM Punk – segunda referência a ele? Porra – outros têm quasi-carícias do Dean Ambrose. A julgar pelos comentários, muitas meninas não se importariam nada de estar no lugar daquele fã. Então e leitoras que andem por aqui? Quão a mal levavam um Jon Moxley a surgir-vos no colo?

8 – Moxley e New York

http://youtu.be/kipB5sfwNL0

Muitos gostam da cidade e tem aquele apelo de “big thing” como se fosse doutro mundo, apesar do presumível pandemónio que seja viver por lá. Também é um sítio com muitos bons fãs de wrestling – notável a quem tenha assistido ao Impact Wrestling ultimamente – e de onde saíram também algumas estrelas de alto calibre. Mas não digam isso ao Dean Ambrose porque, buscando atrás ao que ainda Jon Moxley disse sobre a cidade e os seus cidadãos… Não é lá grande fã. Numa promo ao frio, Moxley deita abaixo Homicide, a sua cidade de origem e acusa-o de ter amolecido, ao contrário da boa gente de Cincinnati como ele próprio, Pete Rose ou Jerry Springer. Notaram como ele só enumerou estrelas da WWE?

7 – Nervoso e com uns copitos

http://youtu.be/05f4sdmi8f4

E com uma linguagem nada PG. Há uma ampla possibilidade de Jon Moxley estar completamente sóbrio, lá bom actor é ele. Mas com uma promo embriagada, real ou não, Moxley conseguia trazer algum do seu melhor material. Há pouca coisa a acontecer mas ainda há muito a reter. Desconheço o outro rapaz que o ajuda no “trash talking”, se alguém o conhece e me pode esclarecer, é uma informação nova que ganho. Mas lista-se muita coisa neste clip: linguagem explícita, álcool, uma festa, os Stone Temple Pilots e um cão muito assustado. O que é que Jon Moxley faz com isso? Perguntem antes o que é que ele não faz.

6 – Vai de serra!

http://youtu.be/-i_JvO-KGjY

Se há coisa de que os fãs da CZW gostam é de um pouco de “Ultraviolence”, sejam eles fãs do filme “A Clockwork Orange” ou não. Acaba por ser a principal razão para assistirem à violenta companhia independente onde Ambrose já foi Campeão. E desde que se veja violento, nem importa que seja real ou não. Pois este spot, como o próprio Ambrose já afirmou, só um parvo acreditaria que tivesse sido feito com uma ferramenta real e ele ainda estivesse vivo. Mas fica “bonito” às vistas ver uma serra eléctrica a chegar à já ensanguentada testa de Jon Moxley e fazê-lo berrar e fugir logo ao horrível contacto. Quem não o faria. Claro que não era uma serra verdadeira, senão lá iam os miolos, mas com ajuda da ferida já feita, até ficou um efeito grotesco. E vem-me depois o Jerry Lawler dizer que Ambrose não devia estar habituado a sentir muita dor no seu combate de estreia, só porque ele é um seller cinco estrelas!

5 – Goatface on a stick!

http://youtu.be/eKlz261mL00

Sendo Jon Moxley um popular lutador independente, é apenas óbvio que ele já se tenha encontrado em ringue com um outro popularíssimo lutador independente com quem ele veio a encontrar-se outra vez na WWE. E talvez o mais popular, aquele a quem chamavam de “Rei do wrestling independente”. Nada mais nada menos que o “American Dragon” Bryan Danielson. Mesmo que sejam novos nisto e não lhe reconheçam o seu verdadeiro nome, as contas de cabeça são fáceis e vêem logo quem é. O que se espera: grande feud, grandes combates. E com Moxley a ter a oportunidade de dar uma promo daquelas. Daquelas. Com certeza um exemplo de uma promo que podia ser utilizada como “tape” a ser enviada para a WWE para o avaliarem e ficar impressionados. Promo 5 estrelas a culminar num verdadeiramente intenso “I want Bryan Danielson’s head on a stick!” para selar a coisa. Até nos faz salivar por nova feud entre eles nos dias de hoje.

4 – Passou-se!

http://youtu.be/NQTvbbR6TKY

Se deixasse o título desta entrada e apresentasse o link, já tinha tudo o que era preciso. As imagens falam por si. Aliás, só as imagens conseguem falar por si, não dá para explicar muito bem os actos de Jon Moxley ou sequer o que raio se estava a passar. Ou o porquê deste “meltdown”. Mas acontece muita coisa e em muito sítio. Não deve ter havido parte daquela arena que ele não tenha percorrido. Ele vai lá fora. Ele assusta crianças. Ele grita com raparigas a servir ao balcão. Ele proclama ser o Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele tem uma intensa luta com uma parede e até arrisco dizer que a perdeu. Eu diria que ele até sabia o que estava a fazer, mas duvido demasiado.

3 – Dêem-lhe o Batista!

http://youtu.be/J8Ut66vLqd4

Este aqui é dos hilariantes. Numa daquelas situações casuais em que uma pessoa vai a caminhar e tropeça num Jon Moxley estendido no chão. Coisas do quotidiano. É o que se dá neste vídeo quando Ambrose interpreta algum ressacado ou que ainda esteja intoxicado, quem saberá. Acabava de ganhar o título da CZW e nem tinha a certeza. Na hora de arranjar um novo adversário para o próximo evento da companhia, Moxley pede muito determinado: ele quer o Batista! Por muito que o agente insista que Batista está retirado – isto foi em 2010, após a sua saída da WWE – Moxley continua a insistir. Até que pede então umas férias. Isso ou o Batista. Simples condições. Acaba por ter o seu combate marcado e até o aceita. Mas com muita pena porque quem ele queria era o Batista. Vá, rapaz, só tiveste que esperar uns anitos e aí o tiveste.

2 – “Just a sick guy!”

http://youtu.be/zNGOY-jeYwI

Das suas promos mais infames e desconfortáveis de ver. Aqui este Moxley ensanguentado leva a sua personagem psicótica a um novo nível e até consegue causar algum transtorno legítimo. Se muitas meninas não se importariam de se inserir na situação do número 9, aqui já têm que ter uma mentalidade diferente e alguma depravação para quererem trocar de lugar com a rapariga do clip. Tal é o abuso e a forma como ele a trata. Mas que pode ele fazer? Como ele afirma, “he’s just a sick guy”, e prova-o com uma promo verdadeiramente “sick” a demonstrar que Jon Moxley não era um talker comum nem se conformava em dizer uma data de palavras para a câmara meio chateado. Ele conseguia ser perturbador. E com Dean Ambrose, é disso que já estamos à espera. Mas uma observação, para quem afirma que gosta de ir a bares e comer as gajas feias, ele muito parece ter subido de nível para ter uma Renee Young!

1 – Ele só está confuso…

http://youtu.be/dCnF50chQ3I

Estão a ver o clip da posição 4? Pronto, é coisa que ele gosta de fazer de vez em quando. Vaguear pela arena sem aparentar ter qualquer ponta de ideia sobre o que raio anda a fazer. Aqui, ele ainda justifica: ele estava num torneio sem fazer a mais mínima ideia porquê e afirma estar tão confuso como o espectador. Tudo bem, mas andar ali sem rumo e começar a dançar na bancada é mesmo a forma mais adequada de lidar com ou apresentar confusão? Se calhar até é e nós é que estamos todos errados. É verdade que a entrada 4 é mais histérica e descontrolada, mas ficou esta para o prestigioso primeiro lugar pelo hilariante que consegue ser – não é que a outra também não seja. Se calhar até é só pela dança. É, é mesmo só pela dança.

Com estes dez clips a dar a conhecer Jon Moxley a quem ainda só conhecia Dean Ambrose ou a recordar quem já bem o conhecia, concluo este Top Ten lunático. Uma celebração de uma tremenda carreira que se parece estar a construir. Não façam asneira com este tipo, se alguma vez tiverem dúvidas, revejam estes dez vídeos para lembrar a essência do homem. Ou então nem isso é preciso, apenas vejam o que ele faz a cada semana. É claro que Jon Moxley tem um arquivo intenso de grandes momentos nas independentes, quer sejam perturbadores ou engraçados. Aqui apenas me baseei na minha própria lembrança e em mais alguma pesquisa que fiz. Mais alguma coisa cabe a vós e até vos peço que acrescentem aqui alguns clips de Moxley, os vossos favoritos, para enriquecer isto. Celebremos o regresso de um grande Superstar que ainda tem tanto para dar que até nos assusta!

Até à próxima semana, já que pretendo voltar, e fiquem todos bem a desfrutar desta chegada do Outono!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

8 Comentários

  1. Mr. Money In The Bank - há 2 anos

    A AJ não sabe o que esta perdendo!!!

  2. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    O Dean Ambrose tem tudo para ser um dos melhores campeões da WWE de sempre. Tenho pena da descredibilização do Bray Wyatt e o Mick Foley ser de outra geração e não estar em condições, pois seriam grandes feuds.

  3. PMHMartins - há 2 anos

    A voz do gajo do primeiro video. Boe diferente

  4. Galloway - há 2 anos

    Nem sei como descrever o que acabei de ver aqui.

    Este gajo, tal como o seu vídeo do meltdown, é Deus.

    Um diamante, já lapidado, que transforma tudo para melhor.

  5. YO - há 2 anos

    Meu Deus,o que eu daria pra ver um combate dele com o Jake Roberts,quando esse ainda estava em forma.As promos e o storytelling seriam perfeitos.

  6. danielLP21 - há 2 anos

    Incrível… Tem tudo para ser um dos melhores de sempre.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador