Top Ten #91 – Humbled Cena

Bem-vindos ao novo Top Ten cujo número aumenta cada vez mais e se aproxima dos três algarismos. Na nossa estimada WWE também se aproxima a Wrestlemania e já passámos a última paragem antes de lá chegarmos. Mesmo que não se tenha erguido muito do mediano, o estreante Fastlane teve os seus momentos. Bom combate entre John Cena e Rusev e bom final. É claro que não ficamos convencidos pela derrota por submissão que lhe atribuíram mas foi um bom domínio.

Para o Super-Homem que vendem, Cena já teve momentos de ser o dominado. Olhemos a dez desses casos.

10 – Sheamus

Nem foi dos casos mais agressivos nem dá para olhar para Sheamus actualmente como alguém que já foi tão dominante. É possível que tentem, pelo menos, arrebitá-lo agora com o seu novo regresso. Mas a sua chegada foi impactante e surpreendeu tudo e todos, tornando-se WWE Champion à velocidade de um pestanejar de olhos. Ainda para mais quando o obstáculo que tinha para a frente era John Cena. Lá fizeram a coisa de modo a não ficar tão flagrante e colocaram-nos num Tables Match… Que acabou com Cena a ir pela mesa dentro e a perder o título, para a queda de queixos de muitos. É mais fácil mandar alguém por uma mesa do que conseguir o pin, mas por aquela noite – e outras, vá – Sheamus conseguiu ser patrão.

9 – Batista

A feud que colocou duas das caras de companhia, em brands diferentes, uns anos antes deu voltas suficientes para que todos pudessem provar a vitória várias vezes. Mas isso era já quando Batista era Heel. Em 2008, num embate de Face contra Face havia mais possibilidade para Batista mostrar mais força e após tentar a vitória através da inalcançável submissão, foi uma Batista Bomb de homem que lhe permitiu a limpíssima contagem de 3. Um pin limpo já é de honrar contra Cena – e algo mais alcançável para um Face, sempre – mas ainda houve algo mais por cima disto – o combate deixou Cena com uma lesão genuína. Maior que derrotá-lo, só mesmo deixá-lo de baixa!

8 – Chris Benoit

Conseguia imaginar uma promo hilariante em que John Cena recusava o anúncio de que perdera para Rusev por submissão, porque nunca desistiu naquele combate. E num momento humano, admitia os seus antigos momentos de fraqueza e confessa que apenas tinha feito “tap out” para duas pessoas na sua carreira! Kurt Angle e… OK, apenas o fez para uma pessoa! Dados difíceis de reportar nos dias de hoje mas conta no registo como um dos poucos a conseguir essa proeza. Era em tempos antigos quando Cena ainda estava a tomar passo em direcção ao que se tornou e é hoje em dia, mas aqui não me estou a importar com isso. E ainda para mais, havia a altura em que Benoit gozava com ele através da camisola da “Toothless Aggression”. O Benoit até sabia ter piada e tudo!

7 – CM Punk

Até pode nem ter sido dos que teve as vitórias mais limpas sobre ele, porque lá acharam que era demasiado precipitado. Ou a aproveitar a seriedade e integridade de Cena que o distraiu no épico embate do Money in the Bank de 2011 ou com um erro de arbitragem do Triple H no SummerSlam que o seguiu. Mas a verdade é que nenhum lutador, naqueles tempos próximos, conseguiu fazer frente a Cena daquela forma, chegando até a passar-lhe por cima. CM Punk conseguiu e cimentou aquela brincadeira toda do “Best in the World” que tinha começado há pouco tempo. Foi um bom parceiro para Cena na concepção de uns dos maiores e mais espectaculares combates da sua carreira. E lá obrigou o próprio a dizer, a determinada altura, que só havia um homem capaz de lhe fazer frente e igualá-lo em nível. E não era o Miz, que o tinha batido na Wrestlemania do mesmo ano…

6 – Kurt Angle

Já spoilei isto tudo. Na entrada de Benoit, já dei a entender que as raras derrotas por submissão que constam no currículo de John Cena eram importantes para a minha listagem deste artigo. Mesmo que não tivessem sido momentos de bruto domínio, são pérolas raras no registo. E mesmo que a primeira memória de uma submissão para Kurt Angle que vos possa vir à cabeça seja com Eric Bischoff a forçar-lhe a mão contra o solo, enquanto desempanhava o sujo trabalho de árbitro – o Cena é mais vitimizado por árbitros que… basicamente qualquer clube de futebol Português – têm que se lembrar de mais que isso. E têm que se lembrar de outros momentos. Até a estreia de Cena conta. E temos que olhar para Angle como um dos principais homens que fez e lançou Cena para o mundo dos grandes. Não só pondo-o over à toa, mas também dando-lhe as calcadelas necessárias e enrijecendo-o. Se Angle chegar a voltar à WWE um ano destes, que esteja lá um homem para lhe agradecer.

5 – Daniel Bryan

Se permanecem incertezas sobre onde o colocar no card da Wrestlemania, eu cá não tenho qualquer dúvida em colocá-lo nesta contagem e numa posição suficientemente jeitosa. Só é pena que tenha sabido a tão pouco, devido à duração curta do primeiro reinado como WWE Champion de Daniel Bryan, que foi interrompido por um cash-in encrencado de Randy Orton. Mas antes disso tinha tido um combate fantástico com John Cena. Tinha estreado o seu finisher e tinha enterrado o joelho na testa do tal Campeão que neste artigo destaco. E tinha conseguido um pin tão clarinho e tão limpinho que até nos fez questionar as nossas capacidades em contar, ficámos todos a pensar se estávamos assim tão baralhados. Mas não, Cena simplesmente foi inferior no embate com o “pequenote” com cara de cabra em quem ninguém tinha fé, tirando todas aquelas loucas plateias a dar aos braços. Consta-se que fosse a sua última mostra de total inferioridade num SummerSlam!

4 – The Rock

O “Once in a Lifetime” que aconteceu duas vezes também aqui entra, mesmo que os dois enormes Superstars encabeçadores das suas eras estejam empatados. E que Cena tenha vencido o mais recente, onde havia um título em jogo para parecer mais importante. A derrota contra The Rock foi um tombo suficientemente grande para avantajar a entrada e posicionamento de The Rock nesta contagem. Já a vitória em si foi a coisa mais limpa que podia haver; Mostrou um Cena não muito esperto a querer perder tempo com mariquices em vez de ganhar o combate – deu na sua explosão a dizer que ele não perdeu para o The Rock, mas perdeu para si mesmo, porque é assim que funciona, ele só jobba para ele mesmo – e existiam demasiadas implicações naquele encontro. Impostas pelo próprio Cena, que parece ter colocado ali toda a sua carreira em jogo, considerou o combate mais importante da sua carreira e classificou o encontro como aquele que ele nunca poderia perder. Mas pronto, ficou a chuchar. A expressão dele após o combate já deve falar por si.

3 – The Nexus

Nem sempre é só um homem que o consegue. Isso é difícil. Ainda pior se forem “novatos”. Logo junte-se aí um exército de gajos novos com o intuito de partir aquilo tudo. Cena incluído. Ou especialmente o Cena. Até permito que contestem o domínio justo que existe em combates Handicap contra sete, mas achei que era pertinente inserir aqui os Nexus. E até calharam no pódio. Porque dominaram o Cena. Fizeram dele um servidor para eles. Conseguiram travá-lo e limitar-lhe os passos. Conseguiram fazê-lo ser membro do grupo à força e nada podia ele fazer para o impedir. Foi quase como se os fãs se juntassem para fazer do Cena Heel à força. Era mais ou menos isso que os Nexus faziam. E o melhor disso tudo é que gajos como o Heath Slater, o Justin Gabriel, o Darren Young, o David Otunga ou o Curtis Axel podem dizer que já tiveram o Cena como “bitch” deles. E isso ninguém lhes tira e dado o quão hilariante isso é, não me apetece nada tentar sequer tirar-lhes alguma coisa.

2 – Rusev

Posição muito alta para o momento recente? Então, Rusev foi o primeiro homem a conseguir uma vitória sobre John Cena por submissão em onze anos! Ou mais ou menos isso. E até precisou de uma distracção e de um golpe baixo para conseguir esse tal domínio. Mas um Cena desmaiado já é algo que se louve. E foi um passo gigante para a contínua construção de Rusev como um dos mais credíveis e perigosos Heels monstruosos dos últimos tempos e, com coisas bem feitas, de sempre – esse é mais difícil e dá mais trabalho, sei eu. Isto agora só tem que continuar para ficar este lugar mais seguro e palco para o fazer é a Wrestlemania. Sim, há uma forte possibilidade de que Cena vença mas fosse eu o booker e Cena fazia o “tap out” mesmo na Wrestlemania. Não para ser nenhum mete-nojo só para ver o Cena a desistir, mas porque seria um golpe de gigante para Rusev que beneficiaria imenso disso. Isto seria um momento enorme na carreira de Rusev e uma vitória para Cena constituiria apenas mais um adversário que ele conseguiu derrotar e que vai para o monte. Não querem que Cena desista? Que seja um pin ou qualquer coisa. Mas Rusev precisa de continuar a mostrar supremacia sobre Cena e manter a sua elevada posição neste tão oficial e definidor Top Ten que é tido em conta para qualquer coisa!

1 – Brock Lesnar

Pois. Quem mais? Com certeza que não ia ser o Miz após a Wrestlemania e ele que se dê por contente por já ter duas menções aqui neste artigo, já é bem bom – mas ele não é nenhum Michael Tarver, lembremo-nos. Claro que só podia ser o gajo que chocou o mundo duas vezes no anterior ano – quase o total de vezes que apareceu, por acaso – e uma delas foi ao tratar Cena como quem trata um boneco de trapos, a atirá-lo pelo ringue, a dominá-lo e a quase não o deixar ter qualquer amostra de ofensiva. A quantidade de German Suplexes foi tão grande que até deu para oficializar como uma menção de Benoit no ar, só por isso. E foi um domínio tão grande que deu para eu deixar aquela conclusão irónica no final da quinta entrada deste ranking. Ninguém se lembra de ver Cena tratado desta forma. E, duvido que tal volte a acontecer outra vez.

E com estes dez a fragilizar o estatuto super-heróico do Cena, concluo o Top Ten. Sim, ele conseguiu voltar e vingar-se com sucesso de muitos deles. Mas na altura não ficou muito bem. Espero que tenham gostado do artigo e que achem que um tema pouco usual como este seja suficientemente pertinente para justificar a sua presença aqui. Comentem lá o que acham disto tudo, destes indivíduos e das marcas que deixaram em Cena e outros exemplos que achem que ficavam bem aqui. É tudo vosso e agora cabe-me a mim apenas tentar marcar presença outra vez na próxima semana. É o que faço sempre. E como sempre também, só quero é que fiquem bem e se mantenham seguros até lá. Uma boa Road to Wrestlemania para todos!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

18 Comentários

  1. Gonçalo "The best" - há 2 anos

    Excelente artigo!

    O Top foi muito bem escolhido e tambem acho que era excelente para o Rusev vencer o Cena na Wrestlemania.

    PS: Aquela referência ao michael traver xD

  2. Inzayn - há 2 anos

    Podia estar ai HHH ou HBK… penso eu…

  3. Bill Rods - há 2 anos

    Muito bom, gostei!

    Não tenho a certeza, mas acho que o Jericho também fez o Cena dar o “tap-out”, uma vez!

  4. fã numero 1 - há 2 anos

    Adoro o John Cena e ele é o melhor lutador preferido. Está aqui um excelente artigo mas como dizes e bem o John Cena conseguiu quase sempre vingança…

    • Inzayn - há 2 anos

      Cena nunca ganhou a Daniel Bryan…

      • cdcabana - há 2 anos

        nao que ?

      • fã numero 1 - há 2 anos

        Estás errado Inzayn pois ele já ganhou, umas semanas antes do Summerslam 2012.

      • Lucas - há 2 anos

        john cena perdeu do rusev? não assisti a luta. me ajudem plzzz

  5. reigns one versus all - há 2 anos

    Excelente artigo.
    O top esta muito bem elaborado,a meu ver podia também estar incluido HHH, HBK ou ate Randy orton.
    Falta só referir que quando o cena vai ao chão levanta-se sempre.

  6. Mr. Money In The Bank - há 2 anos

    Se a WWE estivesse feito a coisa certa no ano passado, o Bray Wyatt estaria nessa lista… Enfim…

  7. Top - há 2 anos

    Não concordo lá muito com este top. Randy Orton merecia um lugar de destaque na minha sincera opinião mesmo nos lugares mais altos e o proprio Edge deveria figurar.

  8. Anónimo - há 2 anos

    E o John Laurinatus?

  9. Darth Mordred - há 2 anos

    Cena é a pior coisa da WWE.

    • Retribution - há 2 anos

      Não os bookers sao e o vince tambem , o Cena nao manda la nao e ele que diz que quer ganhar nem nada e que vai ganhar e o vince

  10. steambot - há 2 anos

    Falta ai o HHH, HBK e o Orton.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador