Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Vintage #27 – Cutting Edge

A caminho das 30 edições, o Vintage segue em velocidade cruzeiro, relembrando um pouco da história do Wrestling e hoje não fugimos á regra mas, antes de começar a escrever acerca do tema, quero deixar um grande bem-haja, a todos os soldados da paz, que estão a lutar contra um adversário feroz. Enquanto estamos a descansar, ou mesmo dormir, os bombeiros lutam para que os fogos sejam extintos, arriscando a própria vida. Aqueles grandes homens e mulheres um apreço enorme e aos que perderam a vida, que descansem em Paz.

O tema de hoje não é difícil de adivinhar, devido ao título do artigo, vamos falar da rubrica de Rated R Superstar, Edge.

A estreia desta rubrica deveu-se muito a lesão que Edge sofreu, no combate contra Matt Hardy, num Street Fight Match no Show Monday Night RAW. Devido a essa lesão, ele estreou o seu próprio talk show e também começou a ser conhecido como Rated R Superstar.

Esta rubrica teve grandes momentos, talvez a mais importante da modern era, a par das rubricas de Jericho (HighLight Reel) e Roddy Pipper (Pipper Pit), esta ultima teve mais edições na golden era mas também algumas nestes últimos anos.

A rubrica de Edge, não precisava de muita mobília em seu redor, chegou mesmo a ter edições onde a presença deste era suficiente, não fosse ele dos mais controversos superstars da história da WWE, onde a sua irreverencia substituía qualquer adereço para embelezar a rubrica, por vezes havia convidados.

Edge usava-a para apicaçar os seus oponentes, para atiça-los ainda mais, ora fosse no combate que ia haver, ou mesmo em momentos divertidos, quando era face. Será esses momentos que vamos relembrar aqui no Vintage, escolhendo 4 momentos, ou com convidados ou superstars que ele satirizou, talvez dos mais inesquecíveis da rubrica de Rated R.

Ric Flair

Este será dos momentos mais divertidos que há memória na WWE.Ric Flair tinha sido preso devido a sua conduta na estrada. Que melhor do que Edge para fazer uma sátira de Nature Boy e da situação da sua detenção.

Edge imita na perfeição Ric Flair, com os seus wooooooo e a sua maneira de andar, um momento que foi digno para a primeira edição deste talk show.

Esta irreverencia do mestre da irreverencia, fez com que houvesse uma rivalidade entre os dois, culminando num combate no já extinto PPV da RAW New Year Revalution.

Mick Foley

Mick Foley será talvez dos oponentes mais duros na carreira de Edge. Para perceberem o porquê de ter escolhido este momento, vou recuar duas semanas antes do Cutting Edge, no show Monday Night Raw, Edge tinha a desforra para o WWE Title de John Cena, que havia perdido no Royal Rumble. Eles defrontaram-se, onde Foley foi o Special Referee. Cena recuperou o seu cinturão, num combate “limpo” mas, quem não o achou foi Edge, acusando Foley da derrota. Relembro, que com esta derrota, Edge não foi para a Wrestlemania 22 como campeão.

A frustração estava a ser incontrolável, com ajuda de Lita, a sua parceira de irreverencia, atacaram Foley logo no final do combate, nessa RAW, aplicando um com-chair-to brutal.

Assim chegamos a edição do Cutting Edge, no Special Saturday Main Event onde o seu host, atacou verbalmente o árbitro especial do seu último combate, acusando da derrota e dizendo que Foley já não era o lutador que era, estava frágil, ultrapassado. Aí é interrompido por este último. Talvez dos momentos desta rubrica e do próprio Edge mais marcantes. Foi o mote para um combate verdadeiramente Hardcore, dos mais violentos da história da Wrestlemania. Edge venceu o combate com um final verdadeiramente “quente”!

http://youtu.be/zHMCcQ0tlr4

Rated RKO

Esta edição do Cutting Edge é das minhas favoritas. O convidado é Randy Orton, com o nickname Legend Killer, naquela altura, Orton tinha-se sagrado o campeão mais novo da história da WWE.Ora por sua vez, Edge tinha falhado mais uma vez a conquista do WWE Title de John Cena.

Estes dois egos juntos podiam dar para o torto mas, o convite de Edge tem um propósito. Ele menciona, que Orton desde que perdeu o World Heavyweight Title para Triple H, nunca mais teve sucesso, apesar de entrar em grandes rivalidades, como foi contra Undertaker ou Hulk Hogan mas perdeu todos esses combates, muito devido á saída e traição de Triple H e os Evalution.

O propósito é mesmo esse, pois Edge tem semelhanças a Orton, ele falhou mais uma vez a conquista do WWE Title, desta vez devido a HBK Shaw Michaels.

Ou seja, o objetivo era formar uma aliança para combater os míticos DX, formando uma aliança, juntando o presente com o futuro da indústria.

O que se passou a seguir foi historico, pois Randy Orton aceitou a proposta de união de forças, assim nasceu os Rated RKO, numa edição do Cutting Edge.

http://youtu.be/F4KG2JZOWoY

Y2J

O que pode acontecer quando o convidado é Chris Jericho? O show é garantido mas, nesta fase Y2J era um top heel,portanto não teríamos as suas piadas tradicionais, teríamos sim uma atitude fria e calculista.

Edge tinha vencido o Royal Rumble, eliminando Jericho e antigo colega de equipa. Jericho por esta altura tinha vencido o World Heavyweight no Elimination Chamber e o seu oponente para o maior palco seria Edge.

Ambos têm rubricas, Edge tinha sido convidado por Jericho no seu Highlight Reel. As coisas não correram bem, não tendo as mordomias que normalmente tem um convidado.

Edge retribui o convite a Jericho, onde os dois têm um segmento dos melhores que há memoria.

http://youtu.be/Rx8fgdTVEzM

Undertaker

Este momento já fez parte da edição do Best of Smackdown, tinha que fazer parte desta edição do Vintage. Em 2007, Edge foi forçado a ceder o seu título, devido a mais uma lesão. The Great Khali sagrou-se campeão e, entrou numa rivalidade contra Batista, com a vitória deste último.

No PPV Surviver Series desse ano, Batista defendia o seu título num combate brutal, conhecido como Hell in a Cell contra Undertaker, que teve um intruso nesse combate…um camera man disfarçado…Edge.

Este acertou com a camara na cabeça de Undertaker dando a vitória a Batista. Este regresso de Edge foi visto como dos mais marcantes da WWE, o que sucedeu a seguir, nesta edição do Cutting Edge é do melhor que a WWE podia oferecer.

Edge tinha uma aliança com a GM da Smackdown naquele tempo (Vickie Guerrero) o convidado era Batista o Campeão Mundial e claro o number one contender o próprio Host da rubrica.

Mas o melhor fica para o fim…

http://youtu.be/0nr136QKLLA

Houve muitos mais momentos, estes serão na minha opinião dos melhores, Cutting Edge era uma rubrica fenomenal e fez parte da história tanto da RAW como da Smackdown.

Claro que o superstar a frente do talk show, era do melhor que a WWE podia oferecer, momentos que relembramos e que ficaram para sempre na nossa memória.

Espero que tenham gostado e tenham uma semana fantástica. Deixo-vos com mais uma edição do Stupid vintage débuts, a estrela de hoje…KATO!

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

20 Comentários

  1. Miguel - há 3 anos

    Encontrei o artigo nas notícias xDDDD

    no Universo nada :P

    Bom artigo.

  2. danielLP21 - há 3 anos

    Ahahahah o Edge a gozar com o Ric Flair é hilariante! O meu favorito, sem dúvidas! Ah, e é o momento mais alto da carreira do Robbie E xD

    O Mick Foley é uma verdadeira lenda. Este homem é um espectáculo, sem dúvida! Aquele sorriso depois de cair nos pioneses… Brutal.

    Rated RKO… Sem palavras…

    A cara do Edge antesde aplicar o “Spear” ao Wade Barrett… Que saudades daquele olhar!

    André, escolheste 5 momentos e não 4, como referes no artigo :P

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Robbie E teve sem duvida o melhor momento….hahahha!

      Tens razão Daniel obrigado pelo reparo pensem em 4 e depois coloquei 5 XD

  3. PedroSWWE - há 3 anos

    Bom artigo, em memoria do Edge por causa de ele voltar no próximo Raw.
    Grande momento aquele em que ele imita o Nature Boy WWWWWWOOOOOOOOOO Ric Flair.
    Tambem adorei a rivalidade Edge vs Chris Jericho, com aquilo do Spear, Spear, Spear, Spear.
    Quanto às outras gostei, mas não cheguei a acompanha-las no momento.

  4. José Sousa - há 3 anos

    O edge é dos meu favoritos por isso adorei o artigo. Fantastico, não consigo mesmo dizer qual é o melhor momento destes 5.

  5. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Excelente artigo, André. É pena eu não gostar do Edge mas ainda assim, boa leitura. Ele teve grandes momentos no passado.

  6. ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 3 anos

    Excelente artigo e excelente trabalho foi uma pena a carreira do edge ter acabado da maneira que acabou

  7. PunkGuy - há 3 anos

    Excelente artigo , o Edge é marcante em cada feud !

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Sem duvida, ele destacava-se mas também o seu adversário ou partner, o carisma que ele tinha era brutal

  8. El Shaarawy92 - há 3 anos

    E prontos é por estas e por outras que o Edge é o meu superstar favorito de sempre xD

  9. Andre_ZiggyNation - há 3 anos

    Grande artigo sobre um dos maiores de sempre…

    Já agora, achei muito fixe teres a parte inicial sobre o trabalho dos bombeiros, eles merecem mesmo.

  10. LuisMPBO - há 3 anos

    Bom artigo André!
    Confesso que tenho saudades de ter uma rubrica boa e marcante na WWE. Hoje estamos reduzidos à aborrecida e estagnada MizTV.
    Excelentes momentos.
    Saudades de ter o Edge na WWE semanalmente, mesmo não sendo dos meus favoritos. Sinceramente, acho que isso não conta tanto assim para o quanto gostamos de rever um determinado wrestler. Afinal, mesmo sendo um favorito aquele que mais traz ao de cima o nosso “lado mark” e que mais nos “cai bem” pessoalmente, não é necessariamente aquele que achamos melhor ou que mais falta faz (pelo menos é esta a minha visão “da coisa”).
    Aguardo a sua aparição na Raw. Espero que façam um segmento interessante.

  11. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Sem duvida Luis, mesmo não gostando de Edge, ou não sendo um dos favoritos para alguma gente, provoca saudades estes momentos.Ele comseguia colocar uma irreverencia incrivél, só mesmo a rubrica de Y2J e Pipper consegue rivalizar com a de Edge.
    Miz TV….disseste tudo!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador