Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Vintage #36 – 3 Decades of Proven Technical Wrestling

“Ladies and gentlemen, welcome to issue number 36 of the vintage, with your host … weighing 75 kg, coming from Porto … MR Perfection André Santos!”

Desculpem a apresentação pomposa de minha pessoa, mas sempre tive o sonho de alguém anunciar o meu nome, na entrada para o ringue…Howard Finkel Style!

O tema de hoje vai ser dedicado a um tipo de Wrestling bastante apreciado pelos fás, um estilo com características muito peculiares onde vários wrestlers adotam para ser a matriz das manobras que vão utilizar. O Wrestling técnico-é a forma ou estilo mais comum que os wrestlers usam para se “guiarem” dentro do ringue, onde as manobras de “submission”, “headlocks”, “suplexs” e “pins” bastante inovadoras, são constantes. O “background” amador foi a primeira “casa” para estes wrestlers, que crescem nos circuitos independentes. Exemplos como CM Punk e Daniel Bryan são prova disso ou, seguem um treino em escolas de wrestling, como foi o caso de Benoit, Jericho e muitos mais.

Vou fazer uma retrospectiva de 4 combates que foram realizados aproximadamente com dez anos de diferença, para mostrar o contraste de gerações e também para verificarem a evolução deste estilo de luta. Nestes 4 combates vou fazer uma pequena retrospectiva dos mesmos e, também explicar o motivo de acontecerem.

1983 – Um “senhor” chamado Bob Backlund

Bob Backlund é o exemplo de dedicação, porque nos anos 70 e 80, o estilo que Vince gostava, era de lutadores musculados, com uma fisionomia de “Power House”, e Bob sentiu isso na “pele”.Backlund era WWF Champion nos anos 80, quando uma superstar emergia… de nome…Terry Bolea “also know” as …Hulk Hogan.

Vince queria que o título “passa-se “ para mãos de Hulk, onde Bob teria que tornar-se Heel, algo que Bob recusou. Para isso ser realidade, Backlund deixou “cair” o título para o campeão transitório de nome-Iron Sheik. Este combate realizado em 26 de Dezembro de 1983, no mítico Madison Square Garden, opôs Backlund – um frenético lutador e com uma capacidade quase cientifica de aplicar manobras técnicas, contra outro lutador bastante talentoso-Iron Sheik. Este ultimo não tinha o requinte de Backlund, mas mesmo assim enganava o público, porque apesar de ter um porte físico bastante grande, conseguia ser bom tecnicamente, não fosse ele um lutador medalhado pelo seu pais de nascença-Irão.

Com os comentários de Gorila Monson, estes dois atletas enfrentaram-se num combate com a duração de 11 minutos e 15 segundos, de domínio quase sempre de Sheik, aplicando um “Lock” no braço de Backlund. Não verão neste combate manobras “High Flyer”, mas conseguiram ver alguns rasgos técnicos bastante bons, com um final bastante diferente, do que é comum.

1993 – Duas lendas em movimento

Quando se junta o melhor Intercontinental Champion que há memória-MR Perfect contra a superstar com maior talento a emergir dos anos 90 – Shawn Michaels, só podia dar poesia em movimento e historia seria feita no PPV SummerSlam desse ano de 1993.
A rivalidade entre os dois começou quando num episodio do Monday Night RAW, Michaels perdeu o seu Intercontinental Title contra o seu antigo parceiro dos Rockers –  Marty Jannety, devido a uma intervenção de Perfect atirando uma toalha na cara de HBK, fazendo -o perder o combate.

Mais tarde, “The Sexy Boy” Shawn Michaels surge com um novo manager, de nome Diesel, que o ajuda a vencer novamente o seu título perdido contra Jannety. HBK faz uma promo, a afirmar que é o melhor I.C de todos os tempos e desafia Perfect para testemunhar esta afirmação. A tensão entre os dois foi transbordante que os dois envolveram-se numa rixa de rua muito intensa. http://youtu.be/wXNFBoxjTmM

Assim surge este combate com uma duração de 11 minutos e 10 segundos, que teve os comentários de Vince McMahon e Bobby Heenem, este ultimo com comentários singulares de uma comédia só ao alcance de alguns…”Perfect hit a man with glasses”, descrevendo a agressão de Perfect a Diesel…hilariante!

Neste combate vão ver “Sells” fantásticos de ambas as partes, e verão moves de HBK, que atualmente são utilizados pelo seu pupilo Daniel Bryan e alguns “elbow drops” parecidos com Dolph Ziggler. A qualidade de ambos transpõe qualquer um, e se Perfect tivesse no auge da sua carreira, veriam ainda melhor por parte do “Perfect One”. “Dropkicks” e muitas manobras fantásticas foram o mote do combate, mas com a vitória por “countdown” a “sorrir” para HBK devido a uma intervenção do seu guarda-costas Diesel.

2003 – Confronto de Mestres da Técnica

Benoit vs Kurt Angle no PPV Royal Rumble de 2003, proporcionaram aos fás um verdadeiro combate com um primor só ao alcance dos melhores e, quando estes dois se encontraram foi de deixar os “corações ao salto”. Em plena Rutlhless Agression, Angle tinha vencido Big Show, tornando-se WWE Champion pela terceira vez, devido a um ataque por parte de Brock Lesnar em Big Show. Mais tarde Angle com ajuda de Paul Heyman juntou uma equipa de defesa do campeão, de nome “Team Angle”, uma equipa que teve como parceiros-Charlie Haas e Shelton Benjamin.

Lesnar que estava a “solta” como um “forasteiro desvairado”, devido a traição do seu mentor Paul Heyman, atacou brutalmente Kurt Angle, deixando supostamente lesionado na perna direita. Angle que estava sem adversário para o PPV Royal Rumble, teve que esperar o resultado do combate para determinar o “contender” do seu cinturão. Benoit venceu Big Show e teve a oportunidade de tornar-se pela primeira vez campeão de um “Major Title” e defrontar o seu antigo companheiro de equipas Kurt Angle. Não esquecer que os dois foram WWE Tag team Champions do show Smackdown.

Um combate com uma duração de 19 minutos e 10 segundos, com os comentários de Tazz e Michael Cole, que eram os comentadores residentes da Smackdown, testemunharam como os fás um combate de emoções. A técnica de ambos era tão perfeita que a quantidade de suplexs eram constantes, pois ambos tinham manobras muitos similares. Mas calma… André… vamos falar do início do combate…

Benoit logo no princípio do combate tenta ganhar vantagem, querendo aplicar varias manobras de “submission”, mas Angle consegue se defender e contra atacar. Kurt tem o “handicap” de ter a perna lesionada, devido ao ataque que referi anteriormente de Brock Lesnar, e Benoit nesse alvo algo que o pode beneficiar. É de técnica que estamos a falar, mas como todos sabemos, Benoit consegue ser bastante”brawler” e aplica várias manobras onde o requinte é posto de lado. Estes dois atletas conhecem-se muito bem e conseguem prever algumas manobras que são características de cada um.

O “background” amador de Kurt Angle vem ao de cima, começando a ganhar vantagem e as 15 mil pessoas que viam este combate, presenciaram um final frenético com a vitória de Angle após “Pinfall” atrás de “Pinfall”.

Foi um combate deveras fenomenal “Its real its dam real!”

2013 –“Instant Classic”

Depois de Punk ter perdido o seu WWE Title e com a preparação para o combate contra Undertaker, que havia de ser o seu adversário na Wrestlemania, Punk teve um combate que foi agendado no Monday Night RAW contra Y2J Chris Jericho. Com um histórico entre os dois bastante grande, este combate não fugiu a regra em termos de qualidade do mesmo. Punk que andava ressabiado de ter perdido o seu reinado de WWE champion, defronta um regressado Y2J que vinha numa forma física muito boa, mais leve e bastante ágil.

Um combate que considero ser um “Instant Classic”.Neste combate só mostra a qualidade que ambos possuem e claro a técnica para proporcionar um combate com uma qualidade muito boa. Por não ter sido num PPV, (onde decerto preparam muito bem o mesmo), dou ainda mais crédito aos dois.Com um final emocionante, onde o “Anaconda Vice” e o “Walls of Jericho” pareciam ser o “equaliser” da vitoria , foi o GTS de Punk que garantiu a vitoria deste.

Revejam 16 minutos de classe: http://youtu.be/12zn8il-u6g

Ao longo destes 30 anos, houve inúmeros combates técnicos com qualidade extremamente fantástica, Daniel Bryan, Dolph Ziggler, CM Punk, Cesaro ao longo deste anos mostraram o que é ser um “Technical Wrestler”, por isso e por outras razões fazem que Bret Hart, HBK, e outros, sorrirem com o futuro deste tipo de Wrestling.

Espero que tenham gostado. Tenham uma semana fantástica!

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

9 Comentários

  1. Carlosilva - há 3 anos

    Referiste todos os meus lutadores favoritos de sempre excepto o Randy Savage.
    Nunca tinha visto aquele Shawn M. vs Mr.Perfect,mas até foi um bom combate.
    Tmb adorei ver o Benoit lutar,já não via um combate dele desde o ano passado…
    Bom artigo ;)

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Obrigado Carlos.O combate entre o Benoit e Kurt Angle, é daqueles combates, que é um hino ao wrestling!

  2. Foto de perfil de Facebook

    D'Leite - há 3 anos

    That was vintage….uhhh, Vintage!

    Uma maneira excelente de relembrar combates muitos bons mas com um toque (gigante) de tecnicismo à mistura. Ter a oportunidade de comparar a maneira como este tipo de wrestling evoluiu é óptimo e tu proporcionaste-nos isso mesmo. Uma retrospectiva feita de uma forma absolutamente inteligente, parabéns!

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Obrigado.Ao pesquisar os combates que queria colocar, verifiquei uma grande evolução mas mesmo nos tempos mais “antigos”, havia uma qualidade boa!

      Obrigado por leres e comentares

      • Foto de perfil de Facebook

        D'Leite - há 3 anos

        Sim, há uma evolução notória, porque “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” e à medida que se avança no tempo tem que se ajustar àquilo que o “povo gosta” e fazê-lo da melhor maneira. Na actualidade, é o caso de Punk, Bryan e Cesaro como muito bem referiste.

        Ora essa, sempre às ordens :)

  3. José Sousa - há 3 anos

    Para mim os mestres da actualidade são o Punk, o Bryan, o Cesaro, e acrescento o Luke Harper e o Seth Rollins. Sinceramente são o meu top 5 de wrestlers do ponto de vista técnico na actualidade da WWE.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      O Harper neste ultimo RAW, mostrou do que é capaz!Fiquei impressionado com a sua qualidade in-ring!

  4. AwesomeTheMiz - há 3 anos

    Excelente artigo, André! Comecei a ver Wrestling e, incrivelmente, não foi um lutador técnico que me fez gostar do mesmo, foi o high-flyer Jeff Hardy. Por sinal, até hoje eu tenho um carinho especial por ele, ainda gosto dele, apesar de suas histórias e inúmeras cagadas.

    É claro que comecei a me interessar e hoje conheço muito mais como tempos atrás. Punk é um exemplo de grande wrestler técnico, assim como Chris Jericho. Mas Kurt Angle e Chris Benoit são demais, aquele é só um dos combates, temos também aquele na Raw sobre uma Steel Cage, excelente combate!

    Por tudo que já vi e acompanhei, pesquisei e sei, se me perguntares qual meu wrestler técnico favorito eu responderia aquele que eu considero (em todos os termos, seja dentro ou fora do ringue) o melhor wrestler, sem dúvida nenhuma seria: Bret “The Hitman” Hart.

    Mais uma vez, excelente artigo!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador