Vintage #38 – Recordações do Survivor Series (1)

Bem-vindos ao Vintage. Hoje começa o primeiro de duas edições referentes ao tema “Survivor Series”.

Estamos a poucas semanas do PPV – “Survivor Series”, um dos principais da WWE, que tem um conceito que dura há muitos anos. A metodologia deste evento consiste dar destaque as “tag teams”, e assim acontece desde 1987.Normalmente, temos equipas constituídas por um capitão e co-capitão, com estatuto “Heel” e “Face” respectivamente. Este PPV faz parte do chamado ”Big Four” da WWE, juntamente com o Royal Rumble, SummerSlam e claro a Wrestlemania. As equipas podem ter 4 ou 5 membros cada, mas por vezes pode haver alteração, onde cada membro é eliminado se sofrer um “pin”, “submission”, “count down” ou se for desqualificado, até uma das equipas ficar sem nenhum membro, para encontrar os vencedores.

O “Survivor Series” é dos PPV mais míticos da WWE, na minha opinião só ultrapassado pelo Royal Rumble e a Wrestlemania e, o que dava mais “prazer”, era ver a combinação de vários wrestlers em equipa. Tinhamos a rara hipótese de ver a união de wrestlers, como um Ultimate Warrior com os Legion Of Doom, um Hulk Hogan com Brutus Barber “BeefCake” ou, como aconteceu em 2001 – “Team Alliance” contra a “Team WWE.”

Tenho uma recordação do ano de 1990, na edição do S.S desse ano. Uma lembrança que marcou a primeira vez que vi um atleta perfeito, um rapaz loiro, com os cabelos aos caracóis, com uma característica arrogante, egocêntrica e com um carisma transbordante. “MR Perfect” Curt Hennig-era uma atleta que em ringue era o que o seu “nickname” demostrava e, ter como aliados, uma equipa que era o contraste dele, foi juntar o azeite á agua mas, por incrível que pareça foi para mim algo de extraordinário. A equipa que falo são os “Demolition”, constituída por, Ax, Smash e Crush. Inicialmente os membros originais foram Smash e Ax, e mais tarde viria a ser acrescentada a esta equipa demolidora Crush, que era uma força extraordinária. Muitos de vocês conhecem-no, quando era “Cona Crush”, um havaiano “face”, que aplicava o seu finisher “Cranium Crush”, mítico dos anos 90.

Enquanto escrevo o artigo, estou a ter muitos “flashbacks” e, um deles, foi a entrevista de Perfect num show – “Superstars”, a fazer uma promo a espicaçar os seus adversária da edição de 90 do S.S. Os seus adversários eram talvez dos mais adorador pelos fás, uma equipas com “animais” autênticos do wrestling, lutadores com o “Star Power” dos Legion Of Doom, Texas Tornado e o capitão…Ultimate Warrior. “ The Perfect Team” era o nome da equipa, que “colocou” os meus olhos no ecrã da televisão “Grundig”, no canal Sky Sports. Liderada por Hennig, esta equipa veio também acompanhada pelos managers de cada membro, Bobby Heenan, por parte de Hennig e, MR Fuji por parte dos “Demolition”.

A Sky Sports não transmitiu o PPV em direto mas, recordo-me mais tarde, de ver este embate em resumos longos. A chegada da Internet em minha casa foi tardia, pois não havia muitas possibilidades financeiras e foi só em 2000 que tive a oportunidade de rever e recordar o combate. O “you Tube” tem sido o meu “companheiro” para rever a “Golden Era”, e este combate foi dos primeiros que revi, e não fiquei desapontado.

As vezes imagino o que seria estar naquela arena e presenciar aqueles ícones do wrestling a entrar na arena. Ouvir as músicas de entrada dos “wrestlers” deve de ser de colocar os “pelinhos em alta”. Quem é que não gostava da música dos “Demolition”? E claro a mítica “intro” de Ultimate Warrior. Musicas essas, que faziam logo o trabalho mais difícil, que era colocar os fás “colados” ao combate. As primeiras notas das músicas são algo de inesquecível, e falta muito deste impacto nas músicas atualmente. Se compararmos atualmente só CM Punk, Brock Lesnar e HHH tem aquelas primeiras notas que ficamos agarrados logo a personagem.

http://youtu.be/4aS1Xfb6ckE

http://youtu.be/mYZ5JcHVpa8

Há equipas falam por si.”The Warriors” tinha o atual WWF Champion – Ultimate Warrior, o Intercontinental Champion-Texas Tornado Kerry Von-Erich e a dupla mais forte e combativa do panorama “Tag Team” desse anos de ouro – os “Legion Of Doom”. A química era tremenda entre os quatro membros, com um coletivo de pura força, intensidade, carisma e “smash mouth” que caracterizava aquela época.

Sim eram mais fortes, disso acho que não havia dúvida, mas do outro lado estava a minha equipa favorita…”raios porque é que gosto sempre dos underdog…”.Sim esse era o meu sentimento, sabia perfeitamente que dificilmente iriam sair vitoriosos, mas a réstia de esperança que tinha, fazia-me pensar que se calhar podia haver uma surpresa. Não que a equipa não fosse forte mas, não eram os “Demolition” de outros tempos, pois sempre foram considerados os imitadores dos LOD, que na minha opinião era um absurdo!

Todos os ingredientes estavam “colocados”, e o resultado só podia ser do melhor “prato” que viria para a mesa e, assim foi, pois foi o combate de abertura dessa edição de 1990.Abriu com pompa e circunstancia e para sempre será recordado como um dos melhores combates deste PPV. Ultimate Warrior era o WWF Champion, mas mesmo assim não era a principal razão para ser Main Event do PPV, pois Hulk Hogan continuava a ter todo o destaque, por isso leva-me a crer que este combate foi para promover a “feud ”entre MR “Perfect” e Kerry Von Erich, pois mais tarde Perfect viria a ganhar o seu segundo reinado como Intercontinental Champion, derrotando Kerry.

Como inicialmente previa, a vitória foi para a equipa liderada por Ultimate Warrior, pois logo no início um dos membros dos “Demilation ”-Ax foi eliminado, mas mais tarde com a desqualificação dos LOD, as “odds” equilibraram mas o resultado não foi o que desejava para aquele brilhante wrestler de cabelo loiro!

Deixo-vos uma galeria de fotos e o combate, para recordarem aqueles que já viram e, para os que não, tentem imaginar e identificar alguns dos intervenientes! Este foi o PPV que marcou a estreia de Undertaker. Espero que tenham gostado, na próxima quarta-feira irei concluir com outro combate que marcou a minha infância! Tenham uma semana fantástica!

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

31 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Isto é vintage e quem não conhece que o veja, sobretudo por causa dos LOD e do Mr.Perfect que são nomes que eu pessoalmente admiro muito.

  2. Afonsoomaster - há 3 anos

    Sinceramente nao gostei.
    Tenho a certeza que nao sabias o que fazer e por isso fizeste este artigo depressa de mais que mais parecia a biografia do mr.perfect (que por acaso nao acho grande coisa)
    Penso que tens ainda de melhorar a forma de te exprimires, pois o vintage nao pode piorar mais do que ja esta.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      É a primeira vez que alguém criticou o meu artigo, mas existe sempre uma primeira vez, tenho pena que não gostaste e parece no meu ver que deves de ler bastantes vezes o vintage, devido a conclusão que tiraste.
      Biografia do MR perfect? bem agora sei perfeitamente que não leste o artigo…não é grande coisa? percebes ZERO de wrestling…

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        Olha, não entendi o comentário deste Afonso! Sempre vejo o quadro é um excelente momento para recordar as mais incríveis memórias do Wrestling!

        Nem ligue, André! Já recebi críticas no Sharpshooter que ajudaram a melhorar o quadro e outras como esta, de gente que nem lê direito o artigo e vem só a criticar. Seu quadro é excelente!

      • MR Perfection André Santos - há 3 anos

        Obrigado pelo apoio, o sentimento pelo teu espaço é reciproco!

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Caro Bruno ninguem te chamou ao assunto. Principalmente tu que tens o pior artigo deste site.

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        Da mesma forma que eu não perguntei sua opinião! Calculo que não há ninguém no Universo que ache qual quadro é melhor ou pior, mas tem seus costumes ou preferências!

        Além do mais nunca vi você comentar no Sharpshooter para dizer o que melhorar ou continuar. Sempre digo no meu quadro que críticas são sempre vindas, mas desde que tenham fundamentos. Diferente desta tua!

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Caro Bruno, o sharpshooter é um artigo mau. Simplesmente nAo tens jeito para escrever, Ate eu fazia melhor. E nao penses que sou a unica pessoa a achar o teu artigo o pior do site.

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        Tudo bem, isto é uma opinião sua! Alguns acham meu quadro o melhor e outros o pior. Só que vale lembrar que é inviável ficar comparando quadros e julgando qual é melhor ou pior. Cada um tem sua temática e linha de raciocínio e acredito eu, que tenho feito o certo com o meu espaço e bons artigos com eles!

    • danielLP21 - há 3 anos

      Enquanto não fizeres comentários decentes, não aprovarei os teus comentários.

      E se não gostas do Vintage, porque é que o lês todas as semanas? Se é assim, fazias essas críticas logo no início e deixavas de perder o teu tempo a ler os artigos.

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Olha daniel, se quiseres nao aproves. Desde que te tornaste moderador andas muito convencido. E respondendo à tua pergunta, eu disse que normalmente nao gosto, mas por vezes gosto, por isso vou sempre dar uma espreitadela para ver se gosto ou nao gosto. E como nunca tinha criticado, resolvi faze-lo

      • danielLP21 - há 3 anos

        Convencido porquê? Sabes muito bem o conteúdo dos teus comentários. Apenas te dei a justificação que se calhar ias pedir por não os veres aprovados. Para a próxima, simplesmente não os aprovo e não digo nada, de modo a não ser convencido :)

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Nao sei diz-me tu. Mas Eu sou livre de dar a minha opiniao. E na minha opiniao andre valoriza muito o mr.perfect, o que torna o artigo por vezes aborrecido. Mas pronto é apenas a minha opinião, e tens que respeita-la. E ja agora nao te chamei convencido por me teres dado uma justificação. Até a agradeço. Disse convencido porque desde que tornaste moderador tens andado mais egocentrico digamos assim.

      • MR Perfection André Santos - há 3 anos

        Ok Afonso, talvez possa valorizar um “wrestler” que gosto, mas isso que mal tem?…este artigo valorizei o Curt Hennig?sim…mas também os outros…
        O Vintage nunca é igual todas as semanas, vai a caminho das 40 edições e o propósito é “Recordar”, essa é a minha missão neste site, que tanto gosto e tento dar o meu melhor para voçês. Se não gostaste tens o direito de dizer, não tem mal nenhum, mas quero que entendas, que TODOS que escrevem neste site tiram tempo das “vidas” deles para escrever, no meu caso e como de muitos, 2 artigos!
        Olha eu sei que não sou um prodígio de escrita, nem quero o ser, tens artigos aqui no Universo, com qualidade espectacular, como(isto é a minha opinião) o do Ricardo.Se quiseres continuar a ler o Vintage…Força, agora comentários do teu género são do pior que um cronista pode receber mas feitos de uma maneira construtiva, nós cronistas temos obrigação de melhorar, como fiz uma edição do vintage a mencionar quais os aspectos que queriam que melhorasse.

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Tens razao andre. Peço desculpa e a verdade é que acho que escreves muito bem. Mas, nao gostei muito deste artigo. As geralmene gosto, e é um daqueles artigos que vejo sempre. E podes ter a certeza que irei continuar a ser um leitor assiduo do Vintage.

      • MR Perfection André Santos - há 3 anos

        Se não gostas eu não te critico, simplesmente o teu comentário é destrutivo dizendo que vai de mal a pior!
        E tenho pena porque simplesmente não leste senão não dizias o que disseste!!!

      • Afonsoomaster - há 3 anos

        Peço desculpa se exagerei. E já percebi que leste aquele aquele meu comentario que nao foI aprovado. Mas aquilo do mal a pior percebeste mal. Estava a dizer que este artigo tinha sido mau, e que nao se poderia tornar pior. Por enquanto fico à espera do teu proximo artigo.

  3. gabriel wyatt - há 3 anos

    muito bom artigo,,,,,,,SIGA OS ABUTRES IRMÂOS

  4. Talles - há 3 anos

    Bom artigo,e boa luta

  5. AwesomeTheMiz - há 3 anos

    Excelente artigo, André! Semana que vem, já vou até adiantar, vou fazer um artigo especial sobre o Survivor Series, com as cinco melhores equipes de sempre.

    O Survivor Series dá grande influência as tag-teams e aos combates destes em si. O que é bom de ver é a grande variedade de wrestlers e os maiores nomes dentro de um combate só (como no Royal Rumble), tais como na WWE vs. Alliance. Nestes combates são fáceis de haver heel-turns ou face-turns. Só de pensar que em um combate surgiu Undertaker, pode-se dizer o grande nome que é o Survivor Series!

  6. danielLP21 - há 3 anos

    Gostei do artigo André. Acrescento o Randy Orton, o John Cena e o Dolph Ziggler àquela lista em que colocaste Lesnar, Punk e Triple H…

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Obrigado Daniel.Sim as musicas dos wrestlers que mencionaste têm também uma “intro music”, com uns acordes iniciais muito bons!

    • Foto de perfil de Facebook

      D'Leite - há 3 anos

      Huuuum, então e o “Phenom” não entra nessa lista? Acho que, a par do Lesnar, sempre foi das músicas mais arrepiantes de sempre!

      http://youtu.be/lGTv1buDMo8

      PS: Daniel, e a do Edge? “You think you know me…”

      • danielLP21 - há 3 anos

        Eu referia-me à actualidade.

      • Foto de perfil de Facebook

        D'Leite - há 3 anos

        Oh, sorry ‘bout that.

  7. Foto de perfil de Facebook

    D'Leite - há 3 anos

    Cá estou eu colega! Atrasado mas presente, como sempre.

    Mais uma boa edição do Vintage que tanto prezo. Prezo por diversos motivos, mas principalmente pelo facto de aprender muito aqui, e este foi mais um dos (muitos) casos em que isso aconteceu. Obrigado, pelos excelentes artigos e por me permitires aprender ao mesmo tempo que me divirto a ler os teus Vintage.

    Cá estarei eu para a semana para mais uma edição!

    PS: Já vi que o que transbordava no pai (MR. Perfect) falta em demasia no filho (Axel)…

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Sem duvida…Mas não vou elogiar muito senão…dizem que sou um “adorador” do Homem!!!

      Thanks!! :)

      • Foto de perfil de Facebook

        D'Leite - há 3 anos

        E quem não tem os seus favoritos?! Não é preciso esconder tal coisa, afinal, quem está deste lado é que decide o que escrever, não quem não dispensa tempo da sua vida para trabalhar em artigos todas as semanas como nós fazemos. Vão sempre haver haters, mas o que tens de fazer é nunca deixar de seres quem és e continuares a mostrar um pouco de ti na tua escrita, como sempre fazes. Opiniões são apenas isso, opiniões, umas boas e outras más. Quando damos ouvido às más (quando são destrutivas, entenda-se) é porque já não estamos aqui a fazer nada porque estamos a deixar que um “marmanjo” qualquer que se acha mais que os outros nos afecte. Cabeça erguida e Vintage atrás de Vintage mostrará a tua classe a quem não a tem, tão simples quanto isso!

        Continua assim, porque eu…eu estarei aqui para acompanhar! Abraço :)

      • MR Perfection André Santos - há 3 anos

        Epá! um muito obrigado!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador