Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Vintage #80 – The Streak of Goldberg

Comecei desta forma a edição do vintage. Este foi o combate que ditou o fim da serie de vitorias de Bill Goldberg, como tudo tem um fim, desta vez decidi começar por essa via.

Para aqueles fás de wrestling que nasceram em meados dos anos 70 e 80 e residiam em Portugal, lembram-se de duas coisas quando viam a WCW. Uma delas era ver o Cartoon Network até às 20 horas, “mortinho” que acabasse a bonecada para ver o show mais escaldante de wrestling – o Monday Nitro, e a coqueluche da WCW Bill Goldberg, a maior ameaça da NWO após a era Sting.

A edição 80 não vai querer esmiuçar a carreira de um ex jogador de futebol Americano que foi um dos maiores interesses do wrestling, mas sim relembrar um conceito que é utilizado muitas vezes: A Streak!

Excluímos também a sua carreira na WWE nesta edição.

Quando falamos de lutadores invictos ou com o maior números de vitórias, vem logo ao nosso pensamento alguns lutadores como Undertaker, EC 3 ou…Bo Dallas. Claro que Taker tem uma serie vitoriosa no maior palco de todos, mas a sua serie não foi continua como foi a de Goldberg.

Este powerhouse de pescoço bem constituído, cedo começou a marcar presença nos nossos ecrãs. Uma das minhas recordações foi ver Goldberg a lutar com Hugh Morrus num combate completamente sem interesse, a meio de um Nitro. Pensei eu, que seria um combate para encher o card daquela segunda-feira, mas não! O público deveria estar a pensar como eu e, quando começaram a ver o arsenal de manobras de Goldberg começaram a ficar rendidos ao seu impacto e força das mesmas.

Vencendo Hugh com um portentoso spear e finalizando com uma manobra que ainda hoje é considerada das mais inovadoras e originais, o Jackhammer. Foi desta forma que Bill Goldberg começou a sua onda de vitórias. Essa que prolongou de uma maneira imaculada, dizimando adversários atrás de adversários. Sim, alguns eram Jobbers ou lutadores menos conhecidos, mas quando começas a colocar wrestlers com algum gabarito e mesmo assim Goldberg vencia-os em poucos minutos, deixava no ar uma sensação de invencibilidade.

Raven foi o primeiro oponente de renome de Goldberg.

http://www.dailymotion.com/video/x1zce6q_wcw-nitro-1998-bill-goldberg-vs-raven_sport

De uma forma maciça, começaram ouvir canticos na plateia. “Goldberg, Goldberg”, em uma só voz o nome de Goldberg entoava as paredes dos recintos, dando entender que um mercenário estava a chegar para coleccionar mais uma vitima.

O ímpeto estava a ser enorme e a ser impossível parar a onda destrutiva deste Homem. A WCW tinha que dar um aperitivo para o que vinha a seguir. Esse aperitivo foi outro lutador que estava em alta, com um historial muito marcado na Extreme Championship wrestling.

Raven era o nome que seria colocado em frente da besta. O perturbado líder dos Flock era o actual United States Champion e foi forcado a defender o seu título quase como imposição por parte dos oficiais da WCW. O resultado foi claro, a chacina de todos os membros dos Flock e vitória de Goldberg sobre Raven. Este seria o seu primeiro grande Championship da sua carreia.

A sua entrada característica.

Este foi o primeiro passo para o demolidor Goldberg passar a barreira que tantos ansiavam. O confronto com os NWO e o seu líder Hollywood Hogan, e os restantes fundadores da matilha – Nash e Hall. A ameaça era real e Hogan sabia disso, pois estava perante um lutador diferente de todos que enfrentou. O líder da Faction já tinha vencido Sting, Luger e DDP, que eram as maiores ameaças. Claro que venceu sempre com ajuda dos seus lacaios e raramente com jogo limpo.

Estava perante o seu maior desafio desde que chegou a WCW, e certamente que sozinho não conseguia levar o seu navio a bom porto. Tal como se esperava a NWO tentou afastar Goldberg do panorama do título mas JJ Dillon (Encarregado de chefiar a WCW) teve o contrato de number one contender para Goldberg.

Com a guerra de audiências ao rubro entre a WCW e a WWE, o combate realizou-se mesmo em canal aberto e numa edição do Nitro, tal como acontecera com o embate contra Raven.

Um Jackhammer que ficou para história com uma streak a perdurar e principalmente, com o maior título da companhia conquistado e colocado a volta da sua cintura.

Goldberg era a principal arma de arremesso contra a concorrente WWE mas a WCW perdeu ou melhor, desperdiçou a sua melhor arma com um mau booking, que foi descampado semana após semana.

Histórico combate contra Hollywood Hogan.

Goldberg viria perder o seu WCW World Heavyweight Title para Kevin Nash, depois de um assalto da NWO Wolfpack, com choques a mistura de Scott Hall (andava nesta fase com um brinquedo ridículo) vencendo Goldberg da pior maneira possível. Este combate fez-me lembrar um combate de Undertaker contra Yokozuna, quando quase toda a Faction de Mr Fuji atacou o deadman, para dar a vitória ao mega pesado, num Coffin Match. Mas esses são outras histórias…

O que me leva a concluir é que Goldberg foi uma das principais descobertas da WCW, pois tínhamos somente Sting e Luger como formados na companhia, pois Hogan, Nash, Hall e Savage, vieram da concorrente, e com créditos já afirmados.

Um wrestler que será sempre associado a uma streak história. Mais de 100 vitórias, de 100 vítimas perante o seu arsenal demolidor. Tinha que terminar desta maneira : Who´s NEXT!

Até para semana. Deixo uma pergunta no ar: Que opinião têm de Bill Goldberg? E se o seu caminho na WCW foi marcante?

This is vintage!

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

27 Comentários

  1. THE_WOLVERINE - há 2 anos

    Que opinião têm de Bill Goldberg?

    para mim GOLDBERG foi o melhor de sempre!!! não ha ninguém que chegara perto de sua streak, sua streak para mim é mais grandiosa do q a do Taker.

    GOLDBERG>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>BROCK LESNAR>>>>>>>>>>>>>>undertaker.

    E se o seu caminho na WCW foi marcante?
    não só marcante, como ele foi a MAIOR FIGURA NA WCW!!!!

    GOLDBERG = WCW = GOLDBERG

    • Onegreat - há 2 anos

      Concordo com vc, Goldberg foi um monstro na WCW e na época da WWE destruiu vários wrestles e desbancou o poderoso power-house naquela época: Brock Lesnar. ate Stone Cold quando o confrontava ele ficava indeciso. com toda certeza é um dos meus preferidos junto de Batista e Triple H. Parabéns pelo Artigo, que Saudades….!!!!!

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Obrigado por leres e comentares. A par da NWO, Goldberg foi realmente a maior figura da WCW.

  2. Hildo - há 2 anos

    Bem, não acompanhei sua carreira nem na WCW, nem na WWE. Mas sem duvidas ele fez história na WCW, pena que o booking como campeão deixou a desejar… Sem duvidas Goldberg fez história e marcou uma era.

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Obrigado por leres Hildo.

      Goldberg foi uma lufada de ar fresco para a WCW, pois a NWO não tinha nenhum adversário altura. Goldberg foi o Homem que fez frente a stable de uma forma mais marcante. A par de Sting foram os maiores adversários de Hogan.

  3. damv - há 2 anos

    Grande artigo sobre no meu entender o melhor wrestler de sempre. É um exemplo claro da credibilidade de um desportista muito profissional e super sincero. Foi a cara da WCW, durante os ultimos anos desta, mas teve muito mau booking apos perder o 1 titulo, tal como aconteceu ao Benoit e Curt Hening. Se o Russo em vez de ter dado titulos a actores de cinema tivesse colocado mais vezes este senhor a main event, acho que a wcw tinha aguantedo mais uns anitos. Mas o Goldberg é um atleta que pode ser revisto hoje em dia no Cesaro, k é um wrestler k cativa o publico, so k la esta se lhe dao mau booking ele nunca vai conseguir extrair o maximo de si. O Goldberg ao contrario de mt cenas, ou ortons, nao me deixa cansado de rever os seu combates, em qual é o numero mesmo, 10 combates entre os dois bebes choroes da wwe, e nunca muda, sempre arroz, sempre arroz.
    Mais uma vez exelete artigo e que venham tantos outros como este.

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Obrigado pelo comentário e elogio.

      Tal como referes e bem, depois de o Homem ter o titulo arruinaram o percurso que vinha a fazer. O booking da WCW era péssimo, pois Hogan fazia o que bem queria, já Goldberg esperava que lhe dessem matéria para trabalhar…

  4. claudio - há 2 anos

    Goldberg assisti varios videos dele enquanto estava na wcw,njpw e wwe tomara que ele retorne em 2015,não só mas também scsa seria muito louco o encontro dos tres Lesnar,Goldberg e Scsa

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      O Goldberg era um maquina de destruição. Se realmente ele regressar não pode desfraldar as expectativas ;)

  5. FranciscoAP - há 2 anos

    Excelente trabalho, André.

    O Goldberg é um daqueles gajos que eu só posso imaginar o quanto eu não iria ser fã do homem, se tivesse começado a acompanhar isto (muito) mais cedo. Do que já vi, e ainda foi alguma coisa, adoro o move-set do gajo. Super inovador e ao mesmo adequado à personagem… Incrível.

    A título de curiosidade, dei de trombas com este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=wsL2QSifwbA

    Confesso que não estava à espera de todo da resposta dele. Parece ser uma pessoa impecável

  6. Talles Bhering - há 2 anos

    Grande e ótimo artigo, parabéns

    Más isso que estão a comparar, Goldberg foi sem dúvida um mito, uma lenda da WCW/WWE, más n chegou a ser melhor do que Undertaker e nem será, isso é uma coisa da minha opinião The Undertaker perdeu sua Streak assim como Goldberg perdeu, más em termos do que se fez no wrestling seja WWE WCW Undertaker sempre será The Phenom

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Se comparamos Goldberg com Taker, vai dar opiniões sempre diferentes. Cada um com o seu trajecto marcante no wrestling.

  7. José Sousa - há 2 anos

    Excelente artigo. Eu sei que ele foi importante, mas serei sempre mais um Sting Guy do que um Goldberg Guy.

  8. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Obrigado Francisco. Bem, Homem de valores :)

  9. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Ah Já agora descobri esta relíquia : Quem derrotou limpo Hogan :O

    https://www.youtube.com/watch?v=grnn_M8GKe0

  10. Para quem acompanhou a WCW, o Goldberg foi um fenómeno. Ninguém o viu o chegar e quando apareceu prometia ser tudo o que a WCW precisava. Infelizmente a forma como a WCW acabou por usar o Goldberg é para mim o principio do fim da organização.

    Os fãs adoravam o Goldberg e ele mesmo como World Heavyweight Champion chegava a lutar em PPVs antes de combates que envolviam a nWo. O mais grave é que a WCW falhou em perceber que tudo tem um começo e um fim. A nWo teve o seu tempo e para se menter no topo a WCW teria de encontrar algo que mantivesse o público interessado (isto numa época em que a WWF dava cambalhotas e piruetas criativas para tentar captar a atenção dos fãs). Num lado tinhamos a nWo que nunca perdia em PPVs, com os constantes swerves e run-ins durante os combates e sempre com Hogan à cabeça. Do lado da WWF, havia uma luta pelo poder entre um arrojado Steve Austin e o esteriótipo de um patrão magnata chamado Vince MacMahon, havia uma Nation of Domonitation e mais tarde uma rivalidade Mick Foley/The Rock e havia uns imprevisíveis DX. A WCW teve o seu jackpot com Goldberg.

    Os fãs mudavam de canal e pagavam para ver Goldberg e era o momento certo para a WCW extinguir a nWo e avançar com um novo campeão e apostar na sua super divisão cruiserweight (Dean Malenko, Jericho, Rey Misteryo, La Parka, Benoit, Eddie Guerrero, Justin Linger, Billy Kidman, etc etc).

    Em vez disso o que fizeram? A fim chega ao fim nas mãos de Nash. É dificil resistir a uma bala destas sobretudo quando há competição.

    Ficam as memórias de um dos meus lutadores favoritos. A entrada no ringue sempre mépica e brutal a sequência Spear/Jackhammer.

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Excelente comentário Jorge! Good old WCW days!

      Exactamente! A divisão cruiserweight era um dos muitos pontos de interesse mas depois…Lembras-te quando o Chavo andava de cavalinho de brincar? :P

  11. Ygor - há 2 anos

    Excelente artigo,Pena que essa carerra não continuo na wwe mas mesmo assim a carrera dele como wcw como na wwe foi ótima até hoje lembro do summer slam de 2003 quando ele acabou com tudo mundo lá dentro e triple hhh se cagando de medo de entrar na luta.

  12. DarkScorpion - há 2 anos

    Não concordo e o último episódio do Monday night wars assim o comprova… queixam-se do John cena ser fraco, Goldberg é o quê? Força não significa ser bom. O homem só sabia fazer meia dúzia de movimentos, para a steak e gimmick servia, mais de 5 minutos tornava-se aborrecido. Tudo girou à volta uma streak e de combates rápidos, era um fim anunciado, o homem mal sabia falar, compreendo todos aqueles wrestlers, principalmente os cruiserweights de além de serem ofuscados pela nwo ainda levar com um “amador” com falta paixão pelo negócio e que tecnicamente era uma nódoa. Melhor de todos os tempos? Querem por exemplo comparar a carreira dele com a do Mick Foley? Um chegava ao balneário todo roto, o outro mal dava para suar… Está tudo dito obrigado ;)

  13. danielLP21 - há 2 anos

    Concordo com o DarkScorpion.

    O Goldberg era, basicamente, um grande cepo. Vejam o episódio das Monday Night Wars sobre ele… Fazia o quê? Duas, três manobras? Vejam o combate (ou tentativa disso) que ele teve com o William Regal… Muito mau.

    Seja como for, foi completamente enterrado pelos senhores do costume e isso é o pior de tudo, porque puseram a nu todas as fragilidades que ele tinha e que conseguiram disfarçar ao longo dos primeiros tempos dele na WCW.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador