Visão Brasileira #107 – Opinião: Extreme Rules

Pessoal tivemos neste ultimo domingo o PPV Extreme Rules, que para mim foi um grande PPV, tanto pelos seus resultados, que me agradaram muito, quanto pela qualidade dos combates, estou para dizer que me agradou mais que a Wrestlemania, claro que aqui devo ressaltar que estou os comparando, mas não colocando o combate Taker vs Punk nesta conta. Mas vamos as minhas análises em relação ao PPV deste último domingo.

Começando pelo Pré-Show, onde tivemos mais uma vez The Miz a combater, assim como na Wrestlemania, porém desta vez não havia nenhum cinturão em jogo e ele teve como adversário Cody Rhodes. Em um razoável combate, mas bem do nível dos combates de Pré-show, tivemos a vitória de The Miz, claro que com seu Figure-Four Leg Lock. Assim ele pode se credenciar a disputa dos cinturões intermediários, mesmo tendo tido um reinado relâmpago de apenas uma noite.

Fico mesmo preocupado é com a situação de Cody Rhodes, pois eu tenho grande admiração por este superstar, mas este atual momento dele me preocupa e acho que só poderá ser revertido se ele conquistar a mala do Money in The Bank de 2013, caso contrário ficará apenas preenchendo o card. Gostaria muito que ele e Sandow tivessem sido WWE Tag Team Champions, mas não aconteceu, quem sabe ele não poderia voltar a ser o grande Intercontinental Champion que foi.

A WWE fez uma grande escolha para a abertura do PPV, nada melhor que Jericho vs Fandango, em uma reedição da Wrestlemania. Gostei muito do combate, mas particularmente estava a torcer para Fandango para que a rivalidade acabasse, mas o que vimos foi Jericho vencer após um belo codebreaker, assim deveremos ter a continuidade da rivalidade para o PPV Payback.

Agora com uma vitória para cada lado, estes terão o término de sua rivalidade, e quem será que sairá como grande vencedor, eu acho que será Fandango, mas sinceramente gostaria que fosse Jericho e que ele pudesse disputar mais uma vez o WWE Championship, ou então quem sabe ele poderia fazer ressurgir algum valor ao Intercontinental Championship, uma vez que ele já possui nove vezes este cinturão.

O segundo combate foi entre Dean Ambrose e o United States Kofi Kingston, e em um bom combate, pois mesmo Kingston não conseguindo se firmar no main event, ele consegue proporcionar bons momentos e Ambrose também possui um excelente nível técnico e o resultado foi o esperado, vitória de Ambrose após um  headlock driver e assim começava a grande noite da The Shield, com muitos méritos eles foram os grandes vencedores deste PPV. Espero que Ambrose tenha um reinado digno e que consiga elevar o cinturão, sua primeira rivalidade será contra Kingston, mas espero que ele consiga manter este cinturão, pelo menos até o PPV SummerSlam. The Shield merece finalmente ter conquistado os cinturões e é uma equipe que veio para ficar.

Depois tivemos um dos combates em que estava mais curioso para ver o resultado, uma strap match entre Sheamus e Mark Henry, sabemos que o tipo de estipulação, não era dos melhores, pois eles estavam amarrados e os movimentos assim ficaram limitados, mas até que o combate foi interessante, e com a vitória de Sheamus, que conseguiu o objetivo do combate que era acender as 4 luzes nos 4 cantos do ringue em sequência.

Confesso que já esperava uma vitória de Sheamus, pois ele estava a muitos PPVs sem vencer, mas o que o futuro lhe reserva é ainda uma incógnita, mas vamos aguardar as próximas semanas. Para Henry, conforme foi mostrado no Pós-PPV, ele foi-se embora, deverá ficar afastado por algum tempo e alguns rumores dizem que retorna como face. Acho que Henry foi o grande injustiçado da Wrestlemania, pois venceu Ryback e não foi o contender ao WWE Championship, pois se venceu Ryback, acho que este lugar deveria ter sido dado a ele, mas são decisões da WWE.

No combate em que estava a decisão do contender ao World Heavyweight Championship em uma I Quit Match, tivemos Alberto Del Rio vs Jack Swagger. Sobre este combate, gostei muito do mesmo, achei-o melhor que o anterior e só tenho uma critica ao árbitro do combate, que acabou atrapalhando um pouco pelo excessivo número de vezes que perguntou aos lutadores, se ele queria desistir, para um combate com esta estipulação ele deveria ser menos insistente.

Sobre o combate, em determinado momento Swagger estava a realizar uma submissão em Del Rio, quando Zeb Colter pegou a toalha de Ricardo Rodriguez e a jogou no ringue, fazendo assim como no boxe, quando os treinadores de um dos lutadores joga a toalha e desiste do combate, assim o juiz declarou Jack Swagger como vencedor.

Eis que um segundo árbitro veio ao ringue e avisou ao juiz Mike Chioda, que ele havia cometido um erro, e não é que este desceu do ringue e foi pedir auxilio do replay para ver o que ocorreu. Sendo assim ele reverteu a decisão e determinou o reinicio do combate. Com o recomeço da luta, Del Rio fez uma serie de ataques a Swagger e com seu Cross Armbreaker alcançou a vitória. Foi uma decisão nova por parte da WWE, mas será que a moda de utilização do replay vai se seguir?

Agora teremos Alberto Del Rio como o desafiante ao campeão Dolph Ziggler, espero que eles possam proporcionar um grande combate no PPV Payback, mas as coisas já não começaram tão bem, pois Del Rio foi derrotado por Big E Langston na ultima Raw, assim parece que o desafiante vai sem muita força contra o campeão, pois se ele sequer vence Langston que é um protetor de Ziggler, não será uma ameaça ao campeão. Para Swagger acho que ele ainda poderá atrapalhar Del Rio, mas será que ele esta fora de vez da rota do cinturão?

No segundo combate com The Shield em foco, desta vez Seth Rollins e Roman Reigns tinha pela frente os WWE Tag Team Champions Daniel Bryan e Kane em uma Tornado Match, a estipulação de combate que vinha a tempos pedindo para The Shield. Em um grande combate estes quatro lutadores mostraram suas qualidades, tanto individualmente como quanto equipe, é muito vê-los em ringue. Após uma combinação de golpes tivemos a vitória da The Shield, que assim encerra o belo reinado que a Hell No teve e pelo menos foram derrotados por uma dupla de mesmo nível e assim não desvaloriza a divisão.

Espero que tenhamos o rematch deste combate no PPV Payback, para que depois tenhamos a separação de Daniel Bryan e Kane, para que eles tenham chance individualmente de participar da pasta do Money in The Bank. Para The Shield espero que eles tenham um reinado sólido e que venham a perder os cinturões de duplas, apenas por uma dupla de grande força, agora qual seria esta dupla?

Na temática do PPV Extreme Rules, tivemos apenas um combate com esta estipulação e este foi entre Randy Orton e Big Show. Sabemos que esta rivalidade não estava muito a empolgar, mas com a presença destes dois, esperava por um bom combate e isto se confirmou. Quero dizer que estou muito feliz que Big Show continue nos surpreendendo, com bons combates e Orton, bem este  também estava precisando de uma vitória, pois não vencia em PPVs desde o Hell in a Cell. Sobre o combate ao seu final, Orton aplicou o seu banido punt kick, para alcançar a vitória, será que Orton mudará de atitude, acho que não.

Para Orton assim como Sheamus, não sei o que a WWE irá lhe reservar para o próximo PPV, pois na última Raw ele derrotou Swagger, será que eles terão continuação nesta rivalidade, eu espero que não. Para Big Show, acho que ele poderia ser o próximo desafiante de Dean Ambrose, depois de Kingston, acho que seria uma boa ameaça e poderia assim ter bons momentos e proporcionar um bom combate pelo United States Championship.

Aqui neste momento do PPV estava a achar que teríamos a Last Man Standing match, entre o WWE Champion John Cena vs Ryback, como o main event da noite, mas a WWE me surpreendeu e este combate foi o penúltimo do evento. Quando isto ocorreu, as mínimas chances de uma vitória de Ryback, como o grande final do PPV, foram por terra e esperava uma vitória limpa de Cena e a continuação da sequência de derrotas de Ryback.

Em um bom combate, ambos estiveram muito próximos da vitória e achei que Cena venceria quando utilizou o extintos, porém Ryback recuperou-se e literalmente atravessou as paredes de entrada do evento, fazendo assim que tivéssemos um empate e terminamos assim em no contest. Ryback até saiu caminhando com ajuda do pessoal dos bastidores e Cena permaneceu imóvel, depois vimos ele negar-se a sair de maca para o hospital.

Eis que na última Raw, Ryback veio ao ringue inteiro chegando em uma ambulância, novamente desafiou Cena a um combate, desta vez uma Ambulance Match, e o campeão sequer apareceu. Ryback ainda realizou um ataque a Zack Ryder e o colocou na ambulância, mostrando sua força e que pode ser uma grande ameaça a John Cena. Acho improvável que ele vença e apenas teremos a continuação de uma rivalidade que gostaria que ocorresse, mas achava que Ryback deveria antes ter algumas vitorias consistentes em PPVs, para depois ser um desafiante ao cinturão.

E o surpreendente main event, foi a Steel Cage Match entre Triple H e Brock Lesnar, aqui a WWE fez o ego do The Game falar mais alto, ao colocar um combate que nem tinha tanta coisa envolvida, para ser o principal combate da noite. Não tivemos sequer a entrada de Triple H, que já veio a atacar Lesnar ao final de sua entrada. Gostei do combate, pois para mim foi o melhor dos 3, que eles realizaram e a presença de Paul Heyman, foi importantíssima ao combate, não permitindo que The Game vencesse e ajudando Lesnar a alcançar a vitória. Lesnar venceu após aplicar um F5, desta forma Lesnar fez 2 a 1 contra Triple H e deve sumir por uns bons meses, retornando apenas no PPV SummerSlam.

Para Triple H, este acabou tendo que enfrentar na ultima Raw, o novo “menino” de Paul Heyman, Curtis Axel. Finalmente ele terá a sua grande chance e nada melhor que Heyman, para alavancar a carreira de Axel. Pois ele é um superstar de terceira geração, neto de Larry “The Axe” Hennig e filho de “Mr. Perfect” Curt Hennig e já era mais que merecido este push.

Espero que tenhamos bons momentos com essa boa novidade. Triple H sequer conseguiu encerrar o combate contra Axel, e teremos que aguardar os próximos seguimentos, para ver, que até o momento apresentam que ele não tinha condições de estar no ringue, devido os ataques de Lesnar.

Em linhas gerais tivemos um grande PPV, gostei mais dele do que da Wrestlemania e espero que a WWE consiga manter os bons níveis dos combates nos próximos PPVs, só senti muito as ausências de CM Punk, mas espero que ele já retorne no próximo PPV Payback, ainda mais que será em Chicago. Mas gostaria que ele retornasse apenas se ele já estiver 100% e claro do World Heavyweight Champion Dolph Ziggler, que irá retornar logo e espero que realize um grande reinado.

Aguardo vossas opiniões e uma excelente semana a todos e até o próximo Visão Brasileira.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

12 Comentários

  1. El Shaarawy - há 4 anos

    Excelente artigo concordo com tudo o que foi dito!! E para mim a dupla certa para tirar os cinturões aos The Shield era Y2J e CM Punk – The best team in the world!! Mas claro que isso jamais vai acontecer

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Obrigado El Shaarawy, por concordar.

      Também acho que Jericho e CM Punk juntos seriam uma dupla espetacular, mas também acho que é praticamente impossível, eu gosto muito destes dois e juntos seriam uma dupla imparável, tanto que no meu WWE 13 eu formei esta dupla :D

  2. David - há 4 anos

    Gostas-te do I Quit match? Mais parecia um combate normal sem desqualificações.

    Faltou violencia, quase não sairam do ringue. Estava a espera que fossem para o backstage.
    E o que foi aquilo do perguntar se queria desistir .. Foi muito boring o PPV todo, excepto quando os The Shield apareceram e venceram. 2 grandes combates.

    Falta Cm Punk a esta WWE

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      David

      Estamos na PG Era, então a I Quit Match, tirando as 250 intervenções do juiz em perguntar se um dos dois desitiria, foi de bom grado.

      Também concordo que Punk faz uma tremenda falta a WWE

  3. RuiFerreira222 - há 4 anos

    Eu por acaso gostei bastante do PPV…

    O que me surpreendeu foi até ter gostado do Ryback vs John Cena! Não digam que foi mau, pois não foi! Isso já começa a irritar… Não é por acharem que determinados wrestlers são maus no ringue devido a não gostarem deles. Eu estou farto da personagem do Cena, mas gostei do combate. E o Ryback está a melhorar…

    Atrevo-me a dizer que este PPV foi melhor que os 3 anteriores!

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Rui, concordo contigo e o PPV me agradou bastante, ainda mais depois de uma Wrestlemania decepcionante.

      Ryback e Cena, foi um bom combate e o seu final foi o mais aceitável, pois a derrota para qualquer um destes dois não faria bem a WWE.

  4. Lucas s.d - há 4 anos

    Eu achei o seguinte, alguns resutados foram bons mas ja outros foram uma puta de uma sacanagem. 1° achei bom the miz ter vencido, 2° achei bom alberto del rio ter vencido também, 3° achei uma puta de uma sacanagem e injustiça o team hellno perder, 4° achei justo dean ambrose vencer, 5° achei muito bom randy orton ter vencido, 6° achei uma sacanagem e injusto brock lesnar ter vencido, 7° gostei que chris jericho venceu, 8° gostei também que sheamus venceu, e 9° gostei que john cena reteve o título mas não gostei da forma que acabou a luta.

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Lucas em linhas gerais foi um bom PPV.
      Sobre tuas opiniões:
      1º Miz vencer foi bom, mas me preocupo a cada PPV que passa com a decadência de Cody Rhodes.
      2º Também gostei muito da vitória do Del Rio, assim Ziggler poderá defender seu conturão contra um face.
      3º Gosto muito da Hell No, mas já estava na hora deles perderem e nada melhor que serem derrotados pela The Shield.
      4º Ambrose pode ser a grande redenção do United States Championship.
      5º Randy Orton lutava em casa e nada mais certo do que ele vencer.
      6º Lesnar vencer é algo que todos já esperávamos e vamos ver como se desenvolve esta história de Triple H.
      7º Por incrível que pareça, achei que nunca ia dizer isso, mas não gostei da vitória de Jericho, só porque a assim a rivalidade com Fandango irá continuar.
      8º Sheamus precisava vencer e também gostei do resultado.
      9º Achei o melhor final cabível a este combate, pois assim não tivemos John Cena a ser um campeão transitório e nem tivemos Ryback e ter mais uma derrota em PPVs.

  5. DanielBR - há 4 anos

    Gostei do Extreme rules,tava sem ver a wwe a um tempo e me surpreendeu um bocado,combate entre Ryback e cena foi otimo,pois mesmo estando em PG,a wwe conseguiu apresentar “violencia”.

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Para um combate dentro de PG Era, Cena e Ryback teve um final de combate muito bom. Espero que nos próximos PPVs a WWE continue a aumentar cada vez mais a qualidade dos eventos e combates.

  6. Mike Tyson - há 4 anos

    Grande artigo Mario! Para mim o cody rhodes é um grande lutador, eu gostava que ele ganhasse o Intercontinental Championship e que no summerslam terminasse a rivalidade de Dustin Rhodes ( Goldust) com o irmão (cody rhodes) pelo titulo!

    Que achas meu socio? Abraço ai

  7. Mario Magalhaes - há 4 anos

    Eu também aprecio muito o Rhodes. Sobre a rivalidade com Goldust, quem sabe Cody não conquista o cinturão, mais adiante e poderíamos ter este combate na Wrestlemania 30. :D

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador