Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Visão Brasileira #137 – Obviedades

Pessoal tivemos neste domingo tivemos o último PPV de 2013 o TLC, um PPV que já teve anos melhores e não investiu na sua temática, onde tivemos mais handicap matchs do que TLC. Esperava por grandes surpresas para o evento, mas a WWE, me decepcionou apostando apenas em obviedades nos resultados dos combates do PPV.

Apostava que a WWE fosse contra a lógica pelo, menos em alguns combates, mas o que vimos foi o que a grande maioria já esperava. Temos como o novo Champion of Champions Randy Orton. Agora vamos começar a Road to Wrestlemania em 2014 e o próximo PPV é o Royal Rumble. Vamos as opiniões sobre o PPV, neste Visão Brasileira.

No Kickoff, tivemos o combate entre dois superstars que poderiam estar tranquilamente fazendo parte do card do PPV, Dolph Ziggler e Fandango, em um combate que não tinha uma grande rivalidade envolvida, mas que puderam nos proporcionar um bom combate para o Kickoff, e conforme esperava Fandango alcançou a vitória, após ajuda de Summer Rae. Para Ziggler é uma pena que ele tenha tido mais uma derrota, o que o deixa cada vez mais longe de qualquer chance de um grande momento na WWE.

Na Raw, eles voltaram a se enfrentar e desta vez pelo menos, Ziggler venceu, mas não sei se esta rivalidade continuará, quem sabe eles tenham um boa participação na Royal Rumble Match, pois estes dois são nomes que poderiam estar pelo menos na rota de colisão dos cinturões intermediários da WWE, pois tem grande potencial e um bom apoio do público.

Como abertura do PPV tivemos a handicap match entre CM Punk vs The Shield, um combate que esperava para a parte final do PPV, mas que também como abertura veio bem a calhar. Aqui estava contrário a grande maioria e esperava por uma vitória da Shield, não que estivesse contra Punk, muito pelo contrário, mas estava mais que óbvio uma vitória de Punk e com os membros a The Shield atacaram-se acidentalmente ou para declarar o fim da Shield.
Em um grande combate, vimos Punk vencer após Romam Reigns, acidentalmente aplicar um spear em Dean Ambrose, permitindo a CM Punk alcançar a vitória e assim credenciar-se ao main event e ir com grande favoritismo a Royal Rumble Match, para a Shield, agora começa a contagem regressiva para o fim da stable, que deverá ocorrer durante a Royal Rumble Match.

Foi muito bom ver Punk a confrontar-se com a Autoridade, pois para mim ele é o nome que deveria estar em rota de colisão com eles, ainda mais após esta grande vitória e melhor ainda foi a vinda de Shawn Michaels a confrontar-se com Punk, pois foi ele que atacou Punk na semana passada na Raw. Seria um grande sonho rever HBK voltar a combater, ainda mais contra Punk, mas será que isso é possível? Quem sabe uma participação dele na Royal Rumble Match, apenas para eliminar Punk e termos um combate dos sonhos na Wrestlemania.

No combate de Divas, a Divas Champion AJ, tinha o grande desafio de enfrentar Natalya, para mim a única diva no atual plantel da WWE com capacidades, para vencer AJ e para mim esta era a grande oportunidade dela. Porém em um bom combate, vimos AJ conseguir reverter um Sharpsooter e alcançar a vitória e continuar seu reinado.

Sinceramente com a derrota de Natalya, só vejo AJ perder seu cinturão na Wrestlemania, isso se a WWE trouxer alguma grande novidade no Road to Wrestlemania, pois no plantel da WWE, não existe uma diva sequer, com condições técnicas e carisma para ser a nova Divas Champion, quem sabe um dos próximos desafios de AJ, acabe sendo sua guarda-costas Tamina, mas que também não reúne as condições de ser uma grande campeã.

O Intercontinental Champion Big E Langston, teve como desafiante, Damien Sandow, aqui claro que minha torcida era pelo desafiante, mas não tinha muitas esperanças de sua vitória, e em um combate regular, vimos Big E, vencer e continuar como Intercontinental Champion.

Não tenho nada contra Big E, mas ele é um personagem sem carisma algum, gostaria muito que a WWE oportunizasse seus cinturões secundários a nomes como Sandow, Ziggler e outros que possuem bem mais apoio do público e que tenham carisma, ainda mais que agora só temos um título principal, os intermediários precisarão ser valorizados e com nomes que tragam impacto a WWE.

A divisão de duplas, felizmente continua em grande nível e mais uma vez nos proporcionou um grande combate. Os WWE Tag Team Champions Cody Rhodes e Goldust, enfrentaram, Big Show e Rey Mysterio, os Real Americans, Antonio Cesaro e Jack Swagger e a dupla Ryback e Curtis Axel. Aliás parece que a WWE ainda não desistiu de Ryback e sempre o coloca em destaque em PPVs.

Como o combate era uma Fatal 4 Way Tag Team Match, com eliminação, felizmente Goldust, eliminou Ryback, para minha alegria, depois Big Show eliminou Antonio Cesaro, o que para mim foi uma surpresa, pois esperava o final do combate com Rhodes Family e Real Americans. Com duas duplas faces para o final do combate, o óbvio ocorreu e os campeões venceram, foi legal ver Rhodes se salvar do 619 de Mysterio e após Cody Rhodes aplicou o Cross Rhodes fez o pin em Rey Mysterio.

Na Raw, vimos Show e Mysterio a vencer os campeões, os que os credencia, quem sabe a serem os novos desafiantes aos cinturões, se bem que Mysterio e Show, seriam bons nomes para participar da Royal Rumble Match, preferiria ver outra dupla a serem os desafiantes de Rhodes e Goldust no próximo PPV. Os campões aliás nos proporcionam sempre bons combates, como é bom ver Goldust e Rhodes neste grande momento.

Por falar em tags, na Raw, vimos uma série de combates de tags teams, onde vimos o Intercontinental Champion Big E Langston e Mark Henry a vencerem os Real Americans, algo que achei desnecessário. Depois vimos Ryback e Curtis Axel a vencerem os Tons of Funk, e até mesmo CM Punk e The Usos a serem derrotados pela Shield, o que mostra o grande números de stables que temos a disposição, as únicas destas que não me agradam são Ryback e Axel e os Tons of Funk, uma pena é Usos não estarem em torno da disputa dos cinturões.

Por falar em Tons of Funk, eles foram uma das novidades para o PPV, mas esta rivalidade, já vinha ocorrendo durante as semanas na Raw, para o PPV Brodus Clay, enfrentou R-Truth. No final vimos algo que já estava mais que esperado, Tensai e as Funkadactyls a abandonar Clay e o atrapalharem no combate, permitindo a vitória a Truth, que veio acompanhado por Xavier Woods.

Desta forma, finalmente vimos o fim da dupla cômica Tons of Funk, que se confirmou na Raw, com o ataque de Clay a Tensai e espero que vejamos novamente um grande Brodus Clay heel, para ele seria de grande valia se destruísse primeiro Tensai e depois Ryback. Pois já estava cansativa esta dupla, e como a divisão de duplas esta repleta de grandes talentos, o fim desta não irá abalar as estruturas da WWE.

Depois tivemos o combate de outra rivalidade que não estava marcada para o PPV, mas decorreu-se no Kickoff, onde Miz era um dos comentaristas e vimo Kofi Kingston a vir atacá-lo e assim ficou determinado que eles iriam enfrentar-se mais uma vez, desta vez em uma No DQ. O que para um PPV, com mesas, cadeiras e escadas seria um grande atrativo.

Eis que isso acabou sendo a grande decepção da noite, pois por conta da estipulação do combate, eles em momento algum se fizeram valer deste tipo de combate. Assim tivemos um combate razoável e com a vitória de Kofi Kingston, e espero que esta rivalidade tenha acabado, pois só serviu para acrescentá-los ao PPV e tomara que eles façam um boa participação na Royal Rumble Match e que tenham novos desafios.

No segundo combate Handicap do PPV tínhamos, Daniel Bryan a enfrentar a Wyatt Family, aqui mais uma vez eu era contrário a maioria das o piniçoes e esperava que Bryan vencesse, para demonstrar ainda mais força dentro da WWE. Mas a maioria estava certa e mais uma vez o óbvio ocorreu, e vimos Bryan ser derrotado pela Wyatt Family, através de Bray Wyatt, em um grande combate, pois todos eles foram espetaculares.

Em relação as vitórias dos combates handicaps, tinha opinião contrária a da maioria e não queria que o óbvio acontecesse, pois acho que para Bryan a vitória era muito mais importante do que para Punk, e o fim da Shield já esperado por todos e esperava que a WWE pudesse surpreender, mas isso não aconteceu. Bryan para mim foi o grande prejudicado deste PPV, pois saiu derrotado e descredibilizado, ficando com menos força para a Royal Rumble Match. Para a Wyatt Family a vitória foi importante, para mostrar a força da stable.

O main event para decidir quem seria o novo campeão dos campeões, no único combate com a temática TLC do PPV. Tivemos um grande combate, digno de Cena vs Orton, e mais uma vez o cenário mais óbvio ocorreu e vimos Cena a arremessar Orton sobre a mesa dos comentadores espanhóis e sobre uma das mesas que foi colocada em um dos cantos do ringue. O interessante deste combate, foi que não tivemos qualquer tipo de interferência por parte da Autoridade.

Durante o combate, vimos Orton a achar uma algema e prender Cena nas cordas. Cena conseguiu escapar, soltando a corda no canto do ringue, e os dois voltaram a se atacar do alto da escada e ao final do combate tivemos o botch, onde John Cena deveria ter caído sobre a mesa, mas acabou não tendo a impulsão suficiente de se chocar com a mesa a apenas acabou chocando-se com a cabeça, ficando caído e permitindo que Orton pegasse os cinturões e alcançasse a vitória.

Aqui vai uma crítica, pois vimos Orton ser arremessado sobre duas mesas e voltar a combater e Cena, só encostou a cabeça na mesa e ficou fora de combate? Foi mais ou menos o mesmo erro que a WWE fez no SummerSlam, onde o pedigree de Triple H, simplesmente dizimou Bryan, deixando-o fora de ação. Estas decisões de fim de PPV são meio malucas por parte da WWE.

Ao final toda a Autoridade, veio para celebrar com Randy Orton, inclusive Vince, que reapareceu no PPV, mas nada fez, e eu achava que ele teria um papel determinante no combate, mas não tivemos a interferência de ninguém e em um combate limpo, algo que não viámos a vários PPVs, temos Randy Orton como o novo WWE World Heavyweight Champion.

Muito bom o segmento inicial da Raw, onde durante a celebração de Orton, tivemos John Cena a fazer um grande promo e desafiar o novo campeão a defender o cinturão na Raw, felizmente não para ele combater com Orton e sim com Daniel Bryan, que apesar da derrota no PPV, com o público segue com grande apoio, inclusive o meu.

Como não podia deixar de ser, que grande combate eles nos proporcionaram, digno de PPV, e ao final vimos Orton a aplicar um golpe baixo em Bryan, se desqualificando do combate. Depois vimos Cena vir ao ringue em socorro a Bryan, mas Orton após aplicou um RKO em Cena e celebrou com seus cinturões o fim da Raw.

Se teremos uma Triple Threat Match no Royal Rumble, ainda não sabemos, mas seria um bom cenário para o PPV, mas confesso que gostaria de ver Bryan na Royal Rumble Match, pois para mim ele seria um dos grandes favoritos. Só gostaria de vê-lo como desafiante a Orton, somente se fosse para que ele conseguisse se tornar o novo WWE World Heavyweight Champion.

Outro cenário que poderíamos ter, seria com Orton a defender quem sabe cada um de seus cinturões, em dois combates distintos no PPV, um contra Cena e outro contra Bryan, que para mim seria espetacular e poderia acabar logo com esta ideia de unificação, que sou totalmente contrário.

Sou contra a unificação, pois temos muitos superstars e sem um dos principais cinturões, o numero de superstars a alcançar o main event, ficará muito restrito. A única salvação seria se a WWE conseguisse valorizar o Intercontinental e o United States, Championship, coisas que atualmente estão bem distantes de se realizar, pois temos Ambrose a nem colocar o cinturão em jogo e Big E, que é um campeão sem carisma algum.

Em linhas gerais tivemos um bom PPV, só o achei muito óbvio nos resultados e senti muito a falta dos combates temáticos, pois nem tivemos nenhuma Chairs Match e nenhuma Tables Match. Esperava que pudéssemos ter surpresas nos resultados, mas isso não se confirmou, tomara que o PPV Royal Rumble seja diferente. O grande momento da noite para mim foi o combate de duplas mais uma vez, pois a divisão esta exuberante, e as duplas fizeram um grande combate, até mesmo tendo Ryback no combate.

Já falando do próximo PPV, quem serão os supertars surpresa do próximo PPV? Será que teremos Hulk Hogan? Bem,  isto será tema para as próximas semanas. O que vocês acharam do PPV e dos desdobramentos? Será que teremos uma grande Road to Wrestlemania?

Este é o último Visão Brasileira, que escrevo direto de Fortaleza, Ceará, onde comecei esta coluna, nesta maravilhosa cidade, mas a deixo para morar em Porto Alegre, Rio Grande Sul, a capital do meu estado, mas não se preocupem, que continuarei no Wrestling.PT, pelo menos até o Visão Brasileira #1000. Abraços a todos e até o próximo Visão Brasileira.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

33 Comentários

  1. Franc - há 3 anos

    Gostei do teu artigo,Mário.Basicamente,concordo com tudo o que disseste sobre o TLC e sobre o RAW depois do TLC

  2. Fandangooo!! - há 3 anos

    Maravilhoso artigo mais uma vez Mário. Primeiro minha opinião sobre os superstars do próximo ppv, Chris Jericho deve retornar, Rob Van Dam também por causa do seu contrato e Christian porque já está bastante tempo fora e já deve estar recuperado da lesão, agora os que eu queria que retornasse Batista sem dúvida queria que lutasse no rumble match, mas acho isso muito impróvavel, enquanto ao ganhador do rumble acredito que seja o Punk porque como vimos no Raw o Bryan já está na rota dos títulos e poderiamos ter uma triple threat mact e se acontecer acho que o Orton leva mais uma, agora o divas Championship acho que Natalya não vai continuar como contender devemos ter 3 nomes, Nikki Bella, Kaitlyn ou Tamina uma delas deve lutar com a Aj no Rumble. Intercontinental como eu vi nos spoilers do Raw de natal devemos ter Big E vs Fandango que vai ser o contender ao título. o United States deve ser mais uma vez não defendido e o Ambrose vai estar no rumble Macth e os de Tag de certeza que vão ter um grande combate com qualquer que seja os adversários (menos o Rybaxel) é isso. Sobre o TLC foi um bom ppv acertei todos os combates porque eu pensei sobre o Bryan vs Wyatt Family e acabei por mudar minha opinião sobre o combate. Na minha opinião o combate das divas foi melhor que o do intercontinental championship e só vejo uma alternativa para o Big E torná-lo uma espécie de Cena(invencível) fazer com que os fãns vejam ele e pensem que não tem como ele perder, colocá-lo no Main Event, mas acho que o Fandango seria muito melhor campeão do que ele. o Main Event do ppv foi o que eu esperava de um Cena vs Orton claro que poderia ser melhor usando mais os objetos porque estipulação permitia isso. o Road To Wrestlemania só espero que seja melhor o que o desse ano e com o Taker a continuar com suas vitórias na wrestlemania independente de seu adversário

    • Fandangooo!! - há 3 anos

      Nossa eu escrevi duas vezes Match errado .

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado Fandangooo
      Tomara que estes nomes que citaste, realmente retornem, sobre o vencedor da Rumble, estou curioso para ver quem será.
      As divas já perdi as esperanças e só um novo nome salvaria a divisão.
      Sobre o Intercontinental, com a unificação é urgente que um grande superstar, torne-se campeão, para revalorizá-lo.
      As duplas estão em um grande momento e deverão continuar assim por um bom tempo.

  3. Dreamer - há 3 anos

    Excelente artigo.

    O TLC não me agradou pelo fato de sr um PPV temático quase sem temática. Tivemos resultados muito óbvios, e como foi falado no Vintage de ontem, a WWE sempre nos surpreendia, o que fazia com que as lutas ficassem melhores.

    Boa mudança!

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado Dreamer, também não sei qual a necessidade de se fazer um PPV Temático, em que isso não acaba sendo aproveitado.
      A WWE parece que perdeu a vontade de nos surpreender, uma pena, pois isso é o grande atrativo de um PPV, as surpresas.

  4. Franc - há 3 anos

    Gostei do teu artigo,Mário.Basicamente,concordo com tudo o que disseste sobre o TLC e sobre o RAW depois do TLC.

  5. José Sousa - há 3 anos

    Eu gostei do PPV tivemos bons combates foi muito sólido em termos de qualidade sinceramente. Nem sempre tem que ser tudo imprevisível, e neste caso tivemos uma grande surpresa porque muitos achavam que ia dar uma vitória do Cena.

    Sobre os Handicaps eu compreendo a decisão da WWE, os Wyatts não podiam perder mais uma. Era algo que era imprescindível e que em nada beliscou a credibilidade do Bryan como se viu na Raw. Aliás até podem duvidar mas a WWE já vê como um main-event, só falta mesmo o tal reinado mas isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde.

    A unificação para já parece-me ter sido feita com um único prepósito: colocar o Orton de novo no topo, importante. Ele é o campeão dos Campeões, o Triple H compara-o ao Mohammed Ali, ao Michael Jordan. A história da unificação acaba com a queda da autoridade e do Orton, isto só pode acontecer na Wrestlemania ou depois. Nunca na vida a unificação vai ser permanente com o campeão a usar os dois títulos, se tivessem colocado só o da WWE eu acreditava assim não.

    Quanto ao rumble quem quero que regresse: Sheamus e Christian, e Jericho, e RVD. Grande surpresa seria o Morrison(mas não me acredito). Depois gostava de ver o début do Sami Zayn no Royal Rumble.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado José, não digo que tudo tenha que ser imprevisível, mas também tudo já estar praticamente definido antes do PPV, eu sinceramente jamais esperei por uma vitória do Cena.

      As Handicaps, se fosse para valorizar a Wyatt Family, então que se invertesse os adversários, pois Bryan mesmo não tendo abalado sua preferência pelo público, acabou derrotado, mas a minha grande reclamação neste caso é uma derrota da Shield que já estava mais do que desenhada.

      O reinado de Bryan, tem que ocorrer até a Wrestlemania, ou então na noite dela, se esta espera ir além disso, acho que ele perderá força perante o público.

      A Unificação deverá mesmo persistir até a Wrestlemania, o único nome que não espero que seja o responsável pelo fim da Autoridade, seja John Cena.

      • José Sousa - há 3 anos

        Eu já pensei em ser uma Triple Threat no Rumble e tramarem o Orton e darem o titulo já no Rumble ao Daniel Bryan. Lá está para criar o tal Bryan vs Punk pelo WWE Title na WM.

  6. ARCM - há 3 anos

    Bom artigo.
    Discordo quando dizes que não há divas com capacidade para serem campeãs. A meu ver, tanto Kaytlin como Tamina podem ser boas apostas.
    Relativamente a Ryback, vejo muita gente a queixar-se, mas na minha opinião ele não é assim tão mau. Pelo menos eu adorava o Feed Me More. Oxalá que essa personagem volte. Um combate que gostaria de ver na Wrestlemania era Ryback (face) vs Brock Lesnar.

    • Control - há 3 anos

      Não vejo em que mundo a Tamina pode ser uma boa aposta,já Kaitlyn pode ate ser, mas essa feud jã aconteceu a um tempo atrás..

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado.
      Kaitlyn e Tamina, como tu mesmo disseste são apostas e não Divas com potencial confiável a terem grandes reinados como Divas Champion.

      Para mim Ryback teve seu grande momento no combate contra Cena neste ano, o problema é que ele esteve sempre em meio ao main event, digamos na hora errada, pois nunca alcançou o cinturão.

      • ARCM - há 3 anos

        É claro que podem não ter tanto “starpower” como a AJ, mas a nível de ringue e até mesmo carisma, podem ser boas candidatas. A Kaitlyn foi candidata há pouco tempo atrás, e como vimos, essa foi talvez a melhor rivalidade do ano (na divisão das divas, é claro
        Concordo quando dizes que o Ryback esteve sempre no main event à hora errada. Aqueles combates pelo título do Extreme Rules ao Money in the Bank serviram para “encher Chouriços” visto que todos nós já sabíamos quem iria ganhar. Gostaria de ver Ryback mais valorizado, e volto a repetir, como “face”.

      • guilherme - há 3 anos

        Não concordo com isso, Só porque são divas fortes e grandes não quer dizer que elas são boas, a Tamina na minha opinião só tem tamanho e força porque eu muito ruim no ringue em todos os sentidos!, A Kaitlyn até faz sentido porque já fez combates dignos, mas a Tamina…!

      • ARCM - há 3 anos

        Sim, eu apenas disse que era uma boa candidata. Um combate AJ vs Tamina até poderia ser bom. Mas claro que AJ sairia vencedora. A campeã precisa de boas rivalidades e bons combates para voltar ao que era há uns meses atrás. Com o Total Divas a WWE passou a não credibilizá-la tanto, fazendo-a inclusive perder, na minha opinião, combates a mais.

      • Mario Magalhaes - há 3 anos

        AJ e Tamina, é o que se desenha para os próximos meses, pois com o cenário da WWE é a melhor coisa que poderá acontecer, se não tivermos o surgimento de uma nova diva, no caso Paige ou o retorno de alguma antiga.

  7. Control - há 3 anos

    Mais um bom artigo Mario como é de costume..

    *Sobre o TLC,apenas um combate com sua temática,é uma pena oque a WWE faz com o seu Big 4,já que não existe mais o titulo dos pesos pesados o Elimination Chamber terá sempre e apenas uma luta com sua temática,vimos oque deixaram de fazer no Survivos Series poderiam ter montado um grande combate.Eu realmente espero que seja um bom Royal Rumble com surpresas,diferente do ano passado que foi tudo previsível e sem nenhuma volta importante apenas o Jericho creio eu,ainda como se não bastasse Cena ganhou.

    *Concordo contigo sobre as divas,a WWE precisa trazer alguém com carisma e renome para defrontar AJ,ok a Natalya é a melhor que desafiante mas esse feud consegue dar história ate a Wrestlemania é claro que não mal, deu uma história interessante para o TLC.Poderia até a Tamina trair a AJ,mas ela não tem capacidade é quase nula.

    *Também sou contra a unificação,mantenho esta opinião desde do inicio dessa história este titulo beneficia as novas estrelas oque bastava era a WWE apostar nestas estrelas não da-las com reinado curto entre outras coisas a mais,enfim não concordo.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado.
      A WWE parece que se esquece da importância de seus PPVs.
      As Divas só tendo um novo nome, para mudar este cenário.
      A unificação só para dar história a Autoridade, pois restringe os supertars ao main event.

    • ARCM - há 3 anos

      No que diz respeito aos PPV, neste ano também só houve um combate Elimination Chamber, e nem por um título foi.
      Eu sou contra PPV com o mesmo nome de combates. O único que se aceita é o Royal Rumble.

      • Control - há 3 anos

        Sim,mas em 2012 tivemos duas lutas na câmara pelos dois títulos neste ano não foi possível creio eu por causa do The Rock,daqui pra frente sempre será uma luta..(se acontecer )

  8. Taker_Matheus - há 3 anos

    Assim como vc eu queria mais uma vitória do Daniel Bryan do que do Punk, ,mas a WWE Apostou muito no óbvio e tivemos isso. Esperava mais do PPV
    Do jeito que as coisas estão eu acho que o Orton só perde o cinturão na Wrestlemania, talvez contra o CM Punk ou o Daniel Bryan

    Ótimo artigo

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Também esperava que a WWE me surpreendesse no PPV, mas isso não ocorreu. Gostaria muito que um deles retirasse o cinturão de Orton, na Wrestlemania, o momento especial seria ter Bryan, mas não sei se a WWE apostará nele.

  9. The Game HHH - há 3 anos

    Se tivermos uma Triple Threat Match no Royal Rumble o vencedor da Royal Rumble Match fica muito obvio, Punk.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Concordo que se Bryan e Cena ficarem ausentes da Royal Rumble Match, Punk se torna um dos grandes candidatos.

  10. JoãoRkNO - há 3 anos

    Bom artigo Mário.

    Acho que disseste tudo em relação ao PPV e á Raw pós PPV, apenas destaco dois tópicos.

    Eu gostei bastante do PPV, apesar de não ter sido o PPV do ano, mas até teve bons matches. Os handicaps foram os dois melhores a meu ver, seguido do das Divas, que por sua vez, deverá ter sido o melhor match do ano nesta divisão. Sempre estava correto no que escrevi na tua antevisão. Como era de esperar as duas stables não poderiam perder, e vendo o cenário atual das coisas, era bastante óbvio que os Shield iriam perder. E no match viu-se mesmo isso, um pequeno inicio para o fim dos mesmos.

    Em relação á estipulação do PPV, claramente que não tem lógica nenhuma ser este o nome para um PPV, quando apenas tem um match com essa estipulação. Não é que eu quisesse que todos os matches fossem TLC, que isso ficaria um bocado chato, mas pelo menos dois combates dariam toda a credibilidade ao PPV. Por exemplo, o Tag era o melhor para isso acontecer. Quem não se lembra daqueles four way tag tlc matches de antigamente? E visto as duplas que tinhamos, certamente que nos dariam um bom espetáculo.

    Para o Rumble, está mais que visto o regresso de Sheamus, Jericho e Christian. Também gostava que voltasse o RVD, Riley, DiBiase e Morrison, mas duvido que tal aconteça, pelo menos no caso dos três últimos. Espero que não voltemos a ser presenciados com a aparição de Sir Bo Dallas no Rumble match pela segunda vez(nightmare), talvez uma ou mais superstars do NXT façam a sua estreia no mesmo.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado João.
      As handicaps era mais que esprado que teríamos uma vitória e uma derrota das stables. Os combates realmente foram muito bons.

      A temática pelo menos poderia ter sido usada nos principais combates da noite, quem sabe nos que envolvessem cinturões.

      Tomara que tenhamos grandes surpresas na Royal Rumble Match.

  11. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Bom artigo, Mário. Eu gostei do PPV. Talvez tenha pecado um pouco pela falta de uma estipulação em mais um combate ou outro, mas no geral, foi um show agradável. Ambos os handicaps foram bem conseguidos, o tag-team match foi bastante bom, o combate de divas foi decente e o main-event também foi um bom combate, apesar de receber criticas de algum pessoal.

    E não, em relação á estipulação do PPV, não faz muito sentido, tal como não faz com o Hell in a Cell.

    Quanto ao Royal Rumble, acho que vamos ver os regressos do Sheamus, Jericho, Cristian, RVD e quem sabe até Brock Lesnar, e quanto a call-ups do NXT, acredito que o Sami Zayn e/ou o Adrian Neville também vão molhar a sopa.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado Dolph.
      Gostei do PPV, mas faltaram os combates com as estipulações do PPV. os regressos podem ser que nos tragam boas novidades a WWE.

  12. Antonio Larentis - há 3 anos

    Gente na minha opinião Paige vai estreiar nos ringues logo , e vai obter o Divas Champion !!

  13. GJD - há 3 anos

    Sinceramente achei o tlc muito decepcionante, acho que para preparar para o royal rumble foi ruim, muito ruim.
    Fandango vs Ziggler: Wwe teve a semana inteira para preparar a luta e acaba fazendo uma luta de 5 minutos ridícula. Ziggler deve continuar perdendo, Fandango deve lutar contra Big E .

    Shield e Cm punk: Meu sentimento é igual quando Cena venceu os nexus sozinho ridículo. Wwe poderia ter usado os usos mais uma vez nessa luta, não transformaria Punk no Punkman, poderia usar o Mark Henry que voltou e já fica de fora de ppv, até os Los Matadores dando o ole no spear do reigns seria mais interessante. Punk deve ser um dos finalistas do rr, Reigns deve eliminar bastante mas espero que a wwe não caia na loucura e de a vitória a ele, Ambrose deve perder o Usa.

    Divas: Feud sem construção, a base foi Natalya vence real divas, espero que para o royal pelo menos ponham o Kidd no meio da feud, deem o microfone pras duas e esqueçam de jojo, Eva , Rosa, Alicia, Aksana, bellas, ou então uma traição da tamina para no rr ter tamina vs Aj.

    Big E e Sandow: Big E deve continuar com o Henry e deve lutar com o fandango , imagina com a unificação esse é o segundo título mais importante, e ter uma luta como Big E vs Fandango no rr é muita falta de bookagem. Sandow espero que ganhe algo em 2014.

    Tag Team: Acredito que Rhodes percam no rr para começar a feud para WM, gostaria que os vencedores fossem os real americans para valorizar o brilhante trabalho do Zeb, mesmo que depois perdessem rapidamente para os wyatt.

    Separação do tof e miz vs kofi: aguentaremos clay vs tensai de novo, acho um erro da wwe seria melhor heel turn pros 2, miz vs kofi claramente foi mal programado, queriam heel turn do miz ai lembraram que ele taria no filme ai tentaram voltar atras mas tinha o angle do tapa do kofi ai tentaram fazer uma feud e deu errado.
    Orton vs cena: qualquer um que ganhasse seria chato,só salvaria o main event alguém fora eles pegando os dois titulos ou não havendo a unificação.

    Para o Royal espera que a wwe comece o mais rapido possível a preparar, na minha opinião no raw pós tlc já deveriam ter começado a ter lutadores a fazer promo sobre o royal e a querer uma vaga.
    Espero que deem a vitória para o Daniel Bryan para que tenha finalmente seu momento Wrestlemania, pro kane que quebrou todos recordes e não ganhou, pro Barrett para finalmente ter um reinado como campeão.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador