Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Visão Brasileira #138 – Retrospectiva 2013

Pessoal em 2013, meu primeiro Visão Brasileira foi a edição de número #87, onde escrevi sobre o que devíamos esperar de 2013, e o último artigo deste ano, abordará o ano de 2013 na WWE. Tratarei sobre quem foram os campeões da WWE, e seus reinado curtos ou longos em 2013 e também falarei das boas novidades.

Na divisão de Divas, tivemos três campeãs neste ano. Onde quem começou o ano de 2012 como campeã, foi Eve, que havia conquistado o cinturão no PPV Night of Champions ao derrotar Layla. Eve, aliás que deixou a WWE neste ano de 2013, para a tristeza dos fãs, até esteve presente este ano no Slammy Awards, para apresentar a Diva do Ano, mas retorno aos ringues ainda não foi confirmado.

Kaitlyn

Quem venceu Eve, e foi a primeira novas Divas Champion de 2013, foi Kaitlyn, que venceu Eve em uma Raw em 14 de janeiro, no vigésimo aniversário da Raw e seu reinado perdurou até 16 de junho. Aliás Kaitlyn é uma das divas que acho que poderia ter mais destaque por parte da WWE, mesmo ela não fazendo parte do elenco do Total Divas.

No PPV Payback, aliás uma das novidades deste ano, quem tornou-se a nova divas champion, foi AJ Lee. Que vem com um reinado sólido desde então, e com boas promos, além disso vem derrotando a praticamente todas as divas do card da WWE e será a atual campeã, que vai começar o ano de 2014.

Sobre o ano então tivemos três campeãs, onde o grande destaque foi AJ, que tem um reinado sólido e que mesmo com a criação do Programa Total Divas, onde uma série delas é apresentada durante seu dia-a-dia, nenhuma delas foi capaz de retirar o cinturão de AJ e espero que em 2014 a WWE traga alguma boa novidade a divisão de divas, quem sabe com Kharma ou até mesmo Beth Phoenix, ou então Paige, para que alguma delas venha ser a desafiante quem sabe a AJ na Wrestlemania XXX, mas o atual cenário é preocupante e não temos nenhum nome de relevância para superar AJ.

Agora vamos a um dos cinturões menos valorizados de 2013, que por muitos PPVs, acabou não sendo colocado em jogo, o United States Championship. Quem começou 2013 como campeão, foi Antonio Cesaro, que havia vencido o cinturão no PPV SummerSlam, durante o Pré-Show. Cesaro, aliás continuou a mostrar sua grande capacidade técnica, e se aliando aos Real Americans, tendo Zeb Colter como manager, lhe favoreceu bastante, teve um grande ano. Seu reinado durou até 15 de abril de 2013.

Na Raw de 15 de abril, quem conquistou o cinturão ao derrotar Cesaro, foi Kofi Kingston, que teve um reinado de praticamente um mês, seguindo sua sina de campeão transitório. Nunca emplaca no main event e acaba servindo apenas como um superstar de complemento ao card.

O novo e atual United States Champion é Dean Ambrose, que venceu Kingston no PPV Extreme Rules e desde lá vem com um reinado razoável, pois em diversos PPVs, seu cinturão não foi colocado em jogo, mais pelas questões da The Shield, e pela ausência de rivalidades por seu cinturão.  Sua última defesa no PPV Hell in a Cell.

Sobre o ano de 2013, deste cinturão, tivemos três campeões, onde Cesaro vinha com um reinado longo, que foi quebrado por Kingston, que teve um reinado transitório para que Ambrose, conquistasse, dando destaque a The Shield, e sendo ele o único membro da stable atualmente com um cinturão. Agora com a questão da unificação dos principais cinturões, acredito que a WWE volte a valorizar os cinturões intermediários e para isso com o fim da Shield, Ambrose deverá nos próximos meses perder este cinturão.

Quem começou 2013 como Intercontinental Champion foi Wade Barrett, aliás este cinturão foi conquistado na última Raw de 2012, quando ele venceu o campeão Kofi Kingston e começou seu reinado que perdurou até a Wrestlemania. Aqui faço um adendo, que castigo esta atual faceta de Barrett, pois ele tem um bom potencial, mas acabou não sendo muito aproveitado em 2013.

Na Wrestlemania 29, quem vimos se tornar o novo Intercontinental Champion foi The Miz, aliás este combate acabou sendo o Pré-Show da Wrestlemania, o que demonstra o quão desvalorizado estava o cinturão naquele momento na WWE e Miz venceu, tendo seu ano como face, o que não me convence muito, mas o mais ridículo foi o seu reinado de apenas um dia.

Uma vez que na Raw do dia seguinte a Wrestlemania, aliás que Raw espetacular, vimos Wade Barrett, recuperar o cinturão. Parecia assim que Barrett teria um reinado longo, mas que não acabou durando pouco mais do que dois meses, uma pena. Barrett merecia ter tido um ano melhor.

http://youtu.be/esqDKzhbmlI

No PPV Payback, em uma Triple Threat Match, onde inicialmente teríamos, o campeão Wade Barrett, enfrentaria The Miz e Fandango, sendo este último uma das boas novidades de 2013, com sua música que foi uma das febres de 2013. Porém ele lesionou-se dando seu lugar a outro estreante de 2013, o novo Paul Heyman Guy, Curtis Axel, que venceu o combate e assim como seu pai, Mr. Perfect, tornou-se Intercontinental Champion. Axel teve um reinado de 5 meses, e enquanto teve Paul Heyman a seu lado, estava protegido, mas com ausência de seu manager e sua falta de carisma, teve um reinado que não empolgou.

Quem tornou-se o novo campeão e entrará 2013 com o cinturão, é Big E Langston. Que estreou na WWE no final de 2012, quando atacou John Cena. Langston derrotou Axel na  Raw “Country” de 18 de Novembro. Digamos que Big E sofre o mesmo mal de Axel, não tem muito carisma, mas quem sabe seus momentos ao lado de superstars, como Cena, Henry, Punk e Bryan, façam com que ele comece a ser apoiado pelo público.

O Intercontinental Championship teve quatro campões, onde Barrett teve um reinado interrompido por um dia por Miz, e depois vimos Axel a ter o maior reinado, mas que só teve grande valiar em seu inicio, mas agora com Big E como campeão, tomara que este aproveite-se da oportunidade de crescer dentro da WWE. Sobre o cinturão, assim como o United States Championship, este cinturão poderá voltar a seus tempos com grandes nomes como campeão, devido a termos apenas um cinturão principal.

Agora falarei sobre a divisão de duplas, que aliás teve um espetacular ano em 2013, com grandes combates e com uma grande quantidade de duplas de grande qualidade. A dupla que começou 2013 como WWE Tag Team Champions, foi a Hell No, de Kane e Daniel Bryan, que venceram os cinturões no PPV Night of Champions em 2012, que derrotaram R-Truth e Kofi Kingston. Esta dupla foi uma das grandes responsáveis pelo ressurgimento da Divisão e seu reinado perdurou até o PPV Extreme Rules.

No PPV Extreme Rules, que foi o grande PPV de destaque para a The Shield, vimos Seth Rollins e Roman Reigns derotarem a Hell No em uma Tornado Tag Team Match. Confirmando assim sua grande qualidade e tornando-se um dos grandes destaques de 2013, tendo um grande reinado, que perdurou até 14 de outubro.

http://dailymotion.com/video/x1024jz

Os atuais detentores dos cinturões de duplas, são Cody Rhodes e Goldust, que venceram os cinturões na Raw de 14 de outubro. Esta dupla surgiu após a serie de incidentes da Rhodes Family com a Autoridade, e Rhodes já merecia o cinturão, desde sua parceria com Sandow, que foi terminada com o ataque de Sandow no Money In The Bank, que custou a vitória a Rhodes. Mas quem também merece grande destaque é Goldust, aliás retornou em grande forma e nos proporcionou grandes momentos, para quem sabe rivalizar com Rhodes na Wrestlemania.

http://youtu.be/b0BG8eGzF1M

O WWE Tag Team Championship teve três duplas campeãs, onde Hell No vinha com um grande reinado, interrompido pela Shield que também teve outro grande reinado e que agora é conduzido por Rhodes e Goldust, se olharmos, são três duplas espetaculares. Além deles, as duplas da Wyatt Family, The Usos, Real Americans, CM Punk e Daniel Bryan e Rey Mysterio e Big Show, também mereceram destaque em 2013 e quem sabe algumas delas venham a ter algum reinado em 2014 e que continuem com este excelente momento em que vive a divisão de duplas. Temos ainda mais algumas duplas no card, mas que não encontram-se no mesmo patamar das citadas.

Antes de falarmos do principal cinturão do Smackdown, que na verdade agora esta unificado, mas vamos a sua retrospectiva de 2013, até que Orton o tenha conseguido. O World Heavyweight Champion, que iniciou 2013, foi Big Show,que em um espetacular combate no PPV Hell in a Cell, derrotou Sheamus. Mas seu reinado em 2013, durou apenas uma semana, acabando em 11 de janeiro.

Quem venceu Show, foi Alberto Del Rio, que nesta altura estava como face e venceu Show no Smackdown, em uma Last Man Standing Match, tornando-se assim World Heavyweight Champion pela primeira vez, algo que ele já vinha perseguindo a muito tempo e que como heel, não havia alcançado. Seu reinado durou exatamente 3 meses.

Em 8 de abril, na histórica Raw, Pós-Wrestlemania, Dolph Ziggler, fez-se valer de sua pasta do Money in the Bank contract, atacou Alberto Del Rio que estava lesionado, para conquistar o World Heavyweight Championship. Naquele momento Ziggler era acompanhado por AJ e Big E e celebrou muito a sua vitória, assim como o público, mas pena que seu reinado tenha durado apenas pouco mais de dois meses.

http://youtu.be/EDsaJeKnRyo

No PPV Payback, Alberto Del Rio voltou a sua faceta heel e castigou muito Dolph Ziggler, fazendo ao final do combate seu turn em uma promo, terminando com seu momento face, que era bastante entediante, Del Rio como heel é muito bom e seu novo reinado durou por mais 4 meses.

Aqui uma das grandes surpresas de 2013, quando vimo John Cena, retornar de lesão, após dois meses, quando havia perdido seu cinturão no SummerSlam, para ser o desafiante de Alberto Del Rio, quando muitos de nós na verdade o esperávamos apenas para 2014. Cena venceu no PPV Hell in a Cell, e todos achávamos que ele carregaria seu cinturão até a Wrestlemania, mas seu reinado acabou em 15 de dezembro, no PPV TLV, sobre este combate, conversaremos ao final da retrospectiva do WWE Championship, pois as história se complementam.

O World Heavyweight Championship teve quatro campões antes da unificação, portanto cinco durante o ano, onde Big Show teve apenas um reinado de uma semana, depois vimos primeiro Del Rio como face a conduzir o cinturão por 3 meses, sendo seu reinado interrompido pelo cash-in de Ziggler. Ziggler acabou tendo dois meses de reinado e voltamos a ter Del Rio, desta vez como Hell, por mais quatro meses. Depois tivemos a primeira surpresa que foi John Cena, retornar e conquistar o cinturão e depois a questão da unificação.

Por não termos a Brand Split, confesso que o World Heavyweight Championship, perdeu um pouco a sua razão de existir, mas sou contrário a unificação, pois acho que acabará restringindo muito o número de superstars ao main event, mas vamos aguardar os próximos meses para verificar se isso persistirá.

O WWE Championship, começou 2013 de posse de CM Punk, que estava com o cinturão desde o PPV Survivor Series em 2011, ao derrotar Alberto Del Rio. Punk realizou sua defesa com sucesso contra Dolph Ziggler, Kofi Kingston, Chris Jericho, The Miz, R-Truth, Daniel Bryan, Kane, Big Show, John Cena e Ryback.

Em 27 de janeiro de 2013, no PPV Royal Rumble, simplesmente a WWE coloca fim ao grande reinado de CM Punk, de 434 dias, contra The Rock, que havia prometido que enfrentaria o WWE Champion neste PPV e que todos sabemos que não é um superstar em tempo integral, mesmo assim o pior ocorreu, Punk acabou derrotado e vimos Rock como WWE Champion e Cena como vencedor da Roytal Rumble Match o que para mim foi um grande desperdício, assim estava desenhado para mais uma Wrestlemania, Rock vs Cena e o reinado de Rock, assim duraria apenas pouco mais de dois meses.

No combate que foi a revanche da Wrestlemania do ano anterior, vimos Cena derrotar Rock, desta vez com o WWE Championship em jogo e assim Cena venceu e teve seu 11º reinado de WWE Champion que durou 4 meses. Até o PPV SummerSlam.

No SummerSlam, tivemos um grande combate entre John Cena e Daniel Bryan, aliás este segundo foi o grande destaque de 2013 e uma pena a WWE não lhe valorizar ainda mais, pois é um superstar espetacular. Neste combate, vimos Bryan a derrotar John Cena de forma limpa e assim tornar-se WWE Champion pela primeira vez, pena que seu reinado tenha sido relâmpago.

Pois minutos depois, vimos Randy Orton vir a cobrar seu cash-in do Money In The Bank, e tivemos Triple H a atacar Daniel Bryan, o que permitiu que Randy Orton vencesse e se torna-se o novo WWE Champion e assim tínhamos o inicio da grande história de 2013, envolvendo a Autoridade. Porém a Autoridade não interferiu no mês seguinte e vimos Orton a ter apenas o reinado de quase um mês.

Daniel Bryan reconquistou o cinturão no PPV Night of Champions, que voltou a levar o público ao delírio, porém a forma como se encerrou o combate, com a contagem relâmpago do árbitro era um mal sinal e que se confirmou na Raw seguinte ao PPV, onde Triple H retirou o cinturão de Daniel Bryan, considerando o cinturão vago.

http://dailymotion.com/video/x14rm3u

Para o Hell in a Cell, tínhamos Daniel Bryan vs Randy Orton mais uma vez, desta vez em uma Hell in a Cell e com Shawn Michaels como árbitro especial do combate. Durante o combate, Triple H veio a interromper o combate e foi atacado por Bryan, depois Michaels atacou Bryan, oportunizando a Orton vencer o combate e tornar-se WWE Champion.

No PPV TLC, tivemos uma das grandes surpresas do ano, o combate pela unificação dos cinturões, onde tivemos o World Heavyweight Champion John Cena a enfrentar o WWE Champion Randy Orton. Em um combate limpo, algo que quase ninguém esperava, vimos Orton vencer e tornar-se o WWE World Heavyweight Champion. Agora é esperar pelos próximos acontecimentos e se a unificação continuará.

O WWE Championship teve cinco campões, começando com Punk, que vinha em um reinado espetacular, mas que foi colocado a perder com The Rock, depois vimos Cena a conquistar o cinturão na Wrestlemania, teu um reinado de 4 meses, na sequência tivemos uma série de interferências nos combates por este cinturão, onde tivemos dois reinados relâmpagos de Bryan, e depois dois reinados de Orton, sendo o primeiro de um mês e este segundo o atual, que será posto em prova no PPV Royal Rumble, mas será que Orton conseguirá ir como campeão a Wrestlemania?

Sobre as novidades de 2013, destaco a Wyatt Family, que tiveram bons momentos. Tomara que eles tenham grande destaque para 2014, outras estreias foram Fandango, Summer Rae, Los Matadores, Xavier Woods, Eva Marie e Jojo, sendo as divas praticamente inúteis.

Debut Wyatt Family: http://youtu.be/a8Y7KepTYWA

Em linhas gerais o ano da WWE do inicio até a Wrestlemania, que não foi das melhores, serviu apenas para termos a continuidade da streak de Undertaker, que venceu CM Punk e ampliou para 21 a o sua invencibilidade. Pois a rivalidade Cena vs Rock, serviu apenas para a questão financeira.

Da Raw-Pós Wrestlemania, até o SummerSlam, tivemos um período de melhora, com boas transições, tivemos Orton e Sandow, a ganharem as malas do Money In The Bank, onde infelizmente tivemos Sandow a falhar em seu cash-in sobre Cena e Orton conquistar o cinturão com sucesso.

Do SummerSlam até o final do ano, a WWE concentrou-se na história da Autoridade, uma história que começou muito bem, mas depois foi perdendo a força, pois parece que a WWE não sabe o que fazer com ela. Incluíram muita gente na rivalidade, depois retiraram Bryan que era o grande nome apoiado pelo público e colocaram John Cena, o último nome que gostaria de ver nesta rivalidade e agora é aguardar as próximas semanas, para ver realmente onde isto vai acabar.

Assim encerro esta retrospectiva 2013 e vamos rumo a 2014, um Feliz Natal atrasado, pois devido a mudança, acabei me perdendo nas datas das publicações e um grande Ano Novo a todos e até o próximo Visão Brasileira.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

19 Comentários

  1. Fandangooo!! - há 3 anos

    Mais uma vez um ótimo artigo Mario, não é a toa que é o artigo que mais gosto do wrestling.pt. Concordo com tudo que disse menos uma coisa sobre a Eva Marie e a Jojo, a Eva Marie se aprendesse pelo menos o básico do wrestling seria pelo menos uma heel boa porque e aparência dela já faz com que ela pareça com uma diva heel e a Jojo Ainda é nova se a WWE focasse um pouco nela para trabalhar mais os golpes e evoluir seria até uma boa diva no futuro, porque vendo as duas lutando achei a Jojo melhor que a Eva Marie. O que mais me preocupa agora e que se o Batista retornar de fato e a WWE fazer com que ele ganhe o Rumble ao invés de Punk ou Bryan. Eu sempre pensei que Punk venceria o Rumble e Bryan a Elimination Chamber e na Wrestlemania teríamos Orton vs Punk pelo WWE Championship e Orton vs Bryan pelo World Heavyweight Championship e assim desunificaria os títulos.

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado Fandango.

      Pode ser que esteja enganado sobre as novas divas, mas só o tempo nos responderá.

      Não sei se Batista retorna para vencer a Rumble, mas tomara que isto não aconteça, também sou favorável a Punk e Bryan.

      Esta tua ideia de acabar com a unificação dos cinturões, seria bastante interessante, mas confesso que comecei a perder as esperanças de ver Bryan vs Punk na Wrestlemania.

  2. danielLP21 - há 3 anos

    Feliz 2014 Mário.

  3. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Bom artigo, Mário. E claro, bom 2014!

  4. ARCM - há 3 anos

    Bom artigo. Bom 2014 Mário.

  5. Gabriel Hailan - há 3 anos

    Legal o artigo Mário, gostaria de saber se a Eve Torres tem chance de voltar para a WWE?

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado Gabriel, olha Gabriel, como ela esteve presente no Slammy, é algo a se considerar o seu retorno, mas ainda não temos nada oficial.

  6. JoãoRkNO - há 3 anos

    Excelente retrospetiva Mário. Happy new year xD

  7. Control - há 3 anos

    Um otimo artigo,sem mais….E um feliz 2014!

  8. PMB - há 3 anos

    Um excelente artigo Mário e feliz 2014

  9. Dreamer - há 3 anos

    Parabéns, Mário, você fez uma excelente retrospectiva.
    Não tenho muito o que falar pelo fato de você apenas relembrar fatos, então apenas lhe parabenizo pelo seu ótimo espaço nesse site, que representa os Brasileiros, e desejo um grande 2014 para você. Por falar nisso, como vai a mudança?

    • Mario Magalhaes - há 3 anos

      Obrigado, acho interessante relembrarmos os bons momentos deste ano que se passou na WWE.

      A mudança deu tudo certo, mas ainda estou em Rio Grande-RS minha terra natal, estarei indo para Porto Alegre em Janeiro, mas torcendo para tudo dar certo.

      • Dreamer - há 3 anos

        Eu acredito que vai dar tudo certo mesmo. Boa sorte!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador