Visão Brasileira #21 – Do Night of Champions ao Hell in a Cell

Bem pessoal iniciamos mais uma semana, em minha vigésima primeira crônica, farei uma recapitulação dos dois ultímos PPVs da WWE, pois foram dois eventos em um espaço de 15 dias, portanto tivemos pouco tempo entre um PPV e outro e as ações na Raw e na Smackdown foram agitadas. Também começamos a caminhada a mais um PPV, o Vengeance. Sobre o Vengeance, não farei seu histórico, através dos anos, pois isto já esta no Visão Brasileira #17, quando realizei o histórico do Vengeance, juntamente com o do Night of Champions.

Começamos com o PPV Night of Champions,sinceramente este PPV em seus resultados me decepcionou muito. O PPV iniciou-se com a luta pelo WWE Tag Team Championship, onde os Campeões Kofi Kingston e Evan Bourne, venceram The Miz e R-Truth, por DQ, pois The Miz agrediu ao árbitro da luta. Como segunda luta da noite, tivemos a vitória do Intercontinental Champion Cody Rhodes, sobre Ted DiBiase, com um roll up. Depois houve um segmento entre a feud de Christian e Sheamus, esta feud aliás, muito me agrada.

Na fatal 4-way match pelo United States Championship, o atual campeão Dolph Ziggler, venceu ao fazer pin em John Morrison. Penso que sua união com Jack Swagger ainda vai lhe custar o título. Depois tivemos a luta pelo World Hevyweight Championship, onde para minha surpresa, o campeão Randy Orton saiu derrotado por Mark Henry, com um World Strongest Slam, e tivemos um novo campeão.

Pelo título de divas tivemos a mesma luta do PPV SummerSlam, e com o mesmo resultado e final, vimos mais uma vez a Divas Champion Kelly Kelly vencer Beth Phoenix, mais uma vez ao inverter o Glam Slam e manter o cinturão, resultado que me surpreendeu. Depois tivemos mais uma surpresa, pelo menos para mim, nesta noite, quando John Cena venceu o WWE Champion Alberto Del Rio, em sua primeira defesa de título em um PPV, pois o destino de Del Rio custou tanto a chegar, mas mesmo assim em sua primeira grande defesa ela saiu derrotado, por submissão.

No main event, na luta em que estava em jogo o cargo de COO de Triple H, contra CM Punk, em uma No Disqualification, Triple H saiu como vencedor. A luta teve as interferências de The Miz e R-Truth. Depois apareceram John Laurinaitis e também Kevin Nash. Ao final da luta, Triple H atingiu Kevin Nash com uma marreta e aplicou um pedigree em CM Punk e venceu. Assim terminou o PPV.

Na Raw do dia seguinte ao PPV Night of Champions, tivemos já em seu início CM Punk a comentar sobre sua luta no PPV, depois sendo interrompido por Triple H. Triple H anunciou que teríamos uma Triple Threat Hell in a Cell Match pelo WWE Championship entre John Cena, Alberto Del Rio e CM Punk. Ao fim deste seguimento John Laurinaitis, tentou despedir CM Punk, mas Triple H impediu e disse que despediria alguém até o final do programa.

Como primeira luta tivemos uma tag team entre dois quartetos, onde os faces, formados pelos WWE Tag Team Champions Kofi Kingston e Evan Bourne, juntamente com Sheamus e Justin Gabriel venceram os hells, formados por David Otunga, Michael McGillicutty, Wade Barrett e Christian. Na segunda luta da noite, tivemos a vitória de Alberto Del Rio, contra John Morrison, em uma luta muito rápida.

Nesta noite a Raw tinha como convidado o ator Hugh Jackman, que veio até ao ringue fazer uma promo, mas foi interrompido por Vickie Guerrero e Dolph Ziggler. Jackman disse que ia escolher alguém para enfrentar o United States Champion. Na lutra subsequente, tivemos a vitória de Sin Cara, contra o Intercontinental Champion Cody Rhodes, por No Contest, também o segundo Sin Cara apareceu e aí começamos a feud para marcar esta luta para o PPV.

Dando seguimento, no backstage, The Miz e R-Truth pediram desculpas para Triple H pela invasão no Night of Champions. Triple H marcou uma Tag Team Match para o main-event, contra John Cena e CM Punk. Depois tivemos o anúncio de uma Hell in a Cell Match pelo World Heavyweight Championship entre o campeão Mark Henry e Randy Orton. Henry ameaçou Jim Ross, mas Jerry “The King” Lawler foi quem acabou sendo atacado.

Em relação as divas, tivemos uma luta de tags, em que a Divas Champion Kelly Kelly e Eve Torres venceram Beth Phoenix e Natalya. Na sequência tivemos a aparição do lutador escolhido por Hugh Jackman, e para delírio do público, quem apareceu foi Zack Ryder, que venceu o United States Champion Dolph Ziggler, com a ajuda de Hugh Jackman, Ryder venceu.

No main event tivemos mais uma luta de tags, desta vez, o WWE Champion John Cena e CM Punk venceram The Miz e R-Truth. Mas a grande surpresa veio ao final, quando Triple H, veio a despedir The Miz e R-Truth. Porém quando se dirigia aos bastidores, Triple H foi atacado pelos dois demitidos e a confusão foi formada, com a ajuda dos lutadores da WWE Triple H expulsou os demitidos da arena.

Passou-se a semana e tivemos a primeira Smackdown pós o Night of Champions, programa o qual havia dito não assistir se Mark Henry se tornasse campeão, mas fazer o que. A Smackdown começou com John Laurinaitis, pessoa a qual não me agrada nem um pouco, pois ele não tem voz alguma. Ele veio ao ringue para apresentar o novo World Heavyweight Champion Mark Henry. Depois dquem apareceu foi Triple H, mas foi interrompido por Christian, que pedia mais uma luta pelo título, Triple H concedeu uma oportunidade a Christian, em uma Lumberjack Match contra Mark Henry. Onde quem vencesse, iria lutar contra Randy Orton no Hell in a Cell.

Em um show com oito lutas, a primeira luta da noite tivemos a vitória de Sheamus sobre Heath Slater. Na luta seguinte Wade Barret venceu Justin Gabriel. Na luta de divas, as Divas of Doom, Beth Phoenix e Natalya venceram com facilidade a AJ e Kaitlyn. Na sequência tivemos uma boa luta em que o Intercontinental Champion Cody Rhodes venceu Randy Orton por DQ, quando Orton atacou Cody Rhodes com a sua máscara, nos vídeos que não foram ao ar, devido a era PG, Orton destruiu, Cody Rhodes fora do ringue.

Na sequência do show, tivemos a vitória de The Great Khali sobre Jinder Mahal, e depois a vitória de Sin Cara sobre Daniel Bryan, onde mais uma vez tivemos a presença do segundo Sin Cara, substituindo o primeiro no combate. Também ocorreu uma luta de tags, onde os WWE Tag Team Champions Evan Bourne e Kofi Kingston venceram The Usos. No main event, conforme definido por Triple H, tivemos uma Lumberjack Match, entre o World Heavyweight Champion Mark Henry e Christian. Henry venceu a luta ao final do combate quem surgiu foi Randy Orton, que expulsou Henry do ringue.

Na semana seguinte, na Raw, que seria a última antes do PPV Hell in a Cell, tivemos de início a presença de lutadores que andavam contrários as decisões do COO da WWE Triple H. O United States Champion Dolph Ziggler, o Intercontinental Champion Cody Rhodes e Christian queixaram-se de Triple H. Triple H decidiu multar Mark Henry pelo ataque a Jerry Lawler, e também decidiu marcar um combate para Christian contra Sheamus para o Hell in a Cell, e uma 10-Man Battle Royal pelo Intercontinental Championship para aquele momento, devido as reclamações de Rhodes. na luta, Cody conseguiu defender seu cinturão, pois eliminou Sheamus ao final, devido a ajuda de Christian.

Em seguimento a Raw, tivemos a luta de divas, uma tag team em que Beth Phoenix e Natalya venceram Divas Champion Kelly Kelly e Eve. Em prosseguimento devido a multa que recebeu, o World Heavyweight Champion Mark Henry atacou The Great Khali. Depois tivemos a luta estipulada por Triple H para Christian, onde o WWE Champion John Cena venceu Christian por DQ, devido a interferência de Alberto Del Rio.

Na sequência da Raw, tivemos novamente a luta entre o United States Champion Dolph Ziggler e Zack Ryder, mas diferentemente da semana anterior, desta vez o campeão saiu vitorioso, devido a ajuda de Jack Swagger. Ao final, ambos começaram a atacar Ryder, mas que surgiu foram os Air Boom, em seguida apareceu Teddy Long e marcou uma Six-Man Tag Team Match. na luta os WWE Tag Team Champions Air Boom juntamente com Zack Ryder venceram United States Champion Dolph Ziggler, Jack Swagger e Mason Ryan, pois Ryan tornou-se face e atacou seu próprio time, proporcionando a vitória aos faces.

No main event, tivemos a vitória de CM Punk sobre Alberto Del Rio, porém ao final da Raw, quando a jaula do Hell in a Cell desceu, Alberto Del Rio atacou a cadeiradas tanto John Cena como CM Punk. Mostrando um forte indício do que poderíamos presenciar no PPV.

Na Smackdown a dois dias do PPV Hell in a Cell, tivemos inicialmente, com a luta em que o World Heavyweight Champion Mark Henry venceu The Great Khali e para variar, depois do combate, Henry atacou Khali, e o inclui em seu Hall of Pain. Na segunda luta da noite, tivemos a vitória de Jack Swagger sobre o WWE Tag Team Champion Evan Bourne, que era o prenúncio de mais uma luta para o PPV. Na sequência tivemos a luta em que Sin Cara venceu Heath Slater, mas após o combateo outro Sin Cara apareceu no telão, vestido de preto. Desta forma temos dois Sin Cara, sendo um azul, que possivelmente é o o verdadeiro e o impostos que é preto.

Na Luta de divas, a Divas Champion Kelly Kelly venceu Natalya, mas depois da luta Beth Phoenix atacou Kelly Kelly. Depois tivemos o seguimento em que John Laurinaitis conversou com os lutadores descontentes, mas mais tarde falou a Triple H que estava ao seu lado.  Tivemos também uma luta pelo Intercontinental Championship Match entre Cody Rhodes e Sheamus, onde o desafiante saiu como vencedor, mas por DQ. Porém mais uma vez com interferência de Christian, Cody segue como Campeão. Depois tivemos uma rápida luta em que Zack Ryder venceu JTG, que aliás nem sei porque segue na WWE.

No main-event da noite tivemos a luta entre Randy Orton e Christian, a luta terminou em Double Count-Out. Quem apareceu ao final da Smackdown, foi Mark Henry e Cody Rhodes, que atacaram Orton. Orton reverteu a situação e aplicou um RKO no World Heavyweight Champion Mark Henry. Grande final e aumentando cada vez mais esta rivalidade para o PPV.

Passadas estas duas semanas, chegamos ao PPV Hell in a Cell, que ocorreu neste último domingo. Um bom PPV em minha opinião, mas com fatos que todos já esperávamos e muito de nós queríamos algum retorno, mas infelizmente ninguém retornou neste PPV. De início, tivemos a luta em que Sheamus venceu Chrirstian. Cabe ressaltar que antes mesmo de a luta começar, The Miz e R-Truth, apareceram nas arquibancadas, mas forma retirados do recinto. Penso que Sheamus está merecendo sua chance pelo World Hevyweight Championship.

Na segunda luta da noite tivemos a primeira luta em PPV entre os dois Sin Cara, onde o Sin Cara Original, o Azul, venceu o Sin Cara impostor, o Preto. Na sequência tivemos a luta em que os WWE Tag Team Champions Air Boom venceram o United States Champion Dolph Ziggler e Jack Swagger. Desta forma o WWE Tag Team Champions mantém seu reinado, o qual espero que perdure por um bom tempo, pois são lutadores que se deram muito bem como dupla e que individualmente não teriam muita chance aos títulos da WWE.

Na primeira Hell in a Cell Match da noite, tivemos a luta onde o World Heavyweight Champion Mark Henry venceu Randy Orton, resultado que não me surpreendeu, aliás também torço para Henry ter um reinado longo, pois o cinturão na Smackdown estava mudando de mãos constantemente. Após a luta Henry decidiu voltar para atacar Randy Orton mas Orton conseguiu escapar e conseguir atingir Henry com diversas cadeiradas.

Depois tivemos um segmento em que o Intercontinental Champion Cody Rhodes disse que passará a utilizar o clássico Intercontinental Championship, após isso John Laurinaitis apareceu e disse que ele teria um combate, quando todos esperavam Ted DiBiase, quem surgiu como adversário foi John Morrison. Em uma luta rápida o campeão manteve seu novo cinturão, que agora é branco.

Após tivemos um segmento nos bastidores, onde The Miz e R-Truth atacaram os WWE Tag Team Champions Air Boom. Na luta de divas, finalmente Beth Phoenix venceu a Divas Champion Kelly Kelly, depois de derrotas em dois PPVs. Beth venceu com a ajuda de Natalya, que atacou Kelly Kelly com o microfone, desta forma temos uma nova Divas Champion.

No main event, tivemos pela primeira vez uma Triple Threat Hell in a Cell Match, entre o WWE John Cena, CM Punk e Alberto del Rio, durante o combate, Ricardo Rodriguez tentou interferir, entrando na jaula, e salvou Alberto Del Rio, depois Del Rio expulsou Cena da jaula e trancou-a jogando a chave para debaixo do ringue. Nesta altura a luta passou a ser somente entre Del Rio e CM Punk. Del Rio atacou várias vezes CM Punk com uma barra de ferro, conseguindo assim se tornar o novo WWE Champion.

Ao comemorar seu título e com a jaula começando a subir, John Cena entrou para atacar a Del Rio, porém também apareceram The Miz e R-Truth. Só que a  jaula voltou a baixar e os 5 lutadores ficaram trancados dentro da jaula. Com isso The Miz e R-Truth, atacaram brutalmente a todos que estavam dentro da jaula, inclusive árbitros e câmeras. Todos os lutadores da WWE assim como Triple H, ficaram em volta do ringue, mas não conseguiam entrar. Após a abertura da jaula, Triple H atacou a The Miz e R-Truth e estes foram levados pelos policiais.

Esta semana, após o PPV Hell In a Cell, tivemos a primeira Raw, que vai se encaminhando ao próximo PPV da WWE, o Vengeance. A Raw começou com a luta entre Randy Orton e Drew McIntyre, na qual Randy saiu como vencedor. Após a luta Mark Henry e Orton começaram a se atacar, mesmo com a . presença de seguranças a briga se seguiu. Quando Orton se retirou, John Laurinaitis disse que Big Show retorna na próxima SmackDown e que vem para se vingar de Henry. Espero que Show volte em grande estilo e que consiga vencer o World Hevyweight Champion.

Na sequência da Raw, o World Heavyweight Champion Mark Henry venceu John Morrison, Morisson que ultimamente só vem de derrotas. Após tivemos David Otunga, o United States Champion Dolph Ziggler, Vickie Guerrero, Christian, o Intercontinental Champion Cody Rhodes, Jack Swagger e o WWE Champion Alberto Del Rio criticando a Triple H em seu cargo como o COO da WWE. Triple apareceu e avisou a estes lutadores que eles iriam lutar no main event em uma 12-Man Tag Team Match.

Na luta de divas, tivemos uma tag team em que a Divas Champion Beth Phoenix e Natalya venceram Kelly Kelly e Eve por DQ. Depois, no backstage, Triple H pediu a John Laurinaitis para reunir mais tarde todos os lutadores no ringue. Depois tivemos o início de uma promo de Jinder Mahal, mas para surpresa geral, quem ressurgiu foi Santino Marella, que foi desafiado por Mahal. Em uma rápida luta, Santino saiu como vencedor.

Em seguida tivemos a divulgação de um vídeo, onde The Miz e R-Truth pediram desculpas por suas ações no PPV. No main event, tivemos a luta em que os faces, formados por John Cena, CM Punk, Sheamus, WWE Tag Team Champions Air Boom e Mason Ryan venceram os hells, que eram formados pelo WWE Champion Alberto Del Rio, Christian, Intercontinental Champion Cody Rhodes, United States Champion Dolph Ziggler, Jack Swagger e David Otunga.

Ao final da Raw ocorreu a reunião do COO da WWE, Triple H, com todos os lutadores da WWE na volta do ringue, além dos árbitros. Algumas pessoas pediram a palavra e criticaram Triple H. O último a falar foi Jerry “The King” Lawler que disse a Triple H que este não tem culpa das coisas ruins que acontecem na WWE. Porém todos os lutadores, árbitros e câmeras,  deixaram Triple H só na arena e não demonstram confiança alguma no COO da WWE. Porém cabe ressaltar que grandes lutadores da WWE, como John Cena, Randy Orton, CM Punk, Sheamus, não estavam presentes nesta ação.

Espero que tenhamos a formação de novas feuds para o próximo PPV, porém devido a proximidade de datas penso que muitas permanecerão, mas espero que o retorno de Big Show, faça alguma mudança na Smackdown. Pelo Intercontinental espero que encontrem um adversário a altura de Cody Rhodes. Na Raw penso que a luta pelo WWE Champion seja entre Alberto Del Rio e CM Punk. Pelo United States podiam finalmente marcar Dolph Ziggler vs Jack Swagger ou então colocarem Mason Ryan na disputa. Para os WWE tag Team Champions, penso que devem manter seus títulos, seja contra qual dupla for seu combate. Pelas Divas poderiam surgir alguma novidade, pois a meses estamos a ver apenas duas divas buscando o título, e mais duas servindo apenas como acompanhantes, deveria haver alguma mudança. É esperar pelos próximos shows, para vermos como as coisas vão se alinhar para o próximo PPV.

Boa semana a todos!

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

5 Comentários

  1. Foto de perfil de Facebook

    Luís Salvador - há 5 anos

    Olá Mário, é pena ainda não teres recebido qualquer comentário a este excelente (mais um) artigo.

    Quase 3.000 palavras! Tens-te empenhado imenso para trazer, todas as semanas, os melhores artigos ao PTW.

    ; )

  2. Mario Magalhaes - há 5 anos

    Obrigado Salvador, tenho me empenhado ao máximo para escrever bons artigos para a PTW, tenho muito orgulho de fazer parte da equipe, pois sou o único brasileiro neste momento que escreve para o site, mostrando a grande união entre Brasil e Portugal.
    Somando-se a tudo isso, sou um fã das antigas da WWE, um fã incondicional, mesmo tendo que aturar Mark Henry de World Heavyweight Champion, hahahaha.

    Valeu.

  3. mmpm - há 5 anos

    eu nao sou muito de comentar mas acho que mereces mais do que dois comentarios neste artigo. o melhor elogio que te posso dar foi que tive vontado de ler o artigo ate ao fim. nao ta aborrecido e maçudo por isso parabens.

  4. Zé Pedro - há 5 anos

    Este rapaz escreve e escreve bem ;)

  5. Malamadre - há 5 anos

    Tens aqui um excelente artigo e acho que a falta de comentarios se refelte no tamanho do texto eu nao me importo de ler os teus textos mesmo sendo longos mas a pessoal que se mal vem o texto perdem logo a vontade de ler.

    Mas estas de parabens pelo teu excelete trabalho.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador