Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Visão Brasileira #30 – Stone Cold Steve Austin

Pessoal, chegamos a mais uma semana, estamos a caminho de mais um PPV da WWE, o TLC. Porém nesta semana deixarei um pouco os atuais fatos da WWE e escreverei um artigo sobre uma das grandes lendas da WWE, um dos responsáveis por me tornar um grande apaixonado por WWE e que a um bom tempo já merecia uma crônica. Após o lançamento de seu DVD agora em 29 de novembro, tive ainda mais vontade de escrever sobre sua carreira. Portanto nesta semana escreverei sobre Stone Cold Steve Austin.

Stone Cold é um dos mais populares e rebeldes da história da WWE, foi seis vezes Campeão da WWE, uma vez Campeão Intercontinental e duas vezes World Tag Team Champion, Recordista de vitórias no Royal Rumble com três vitórias e uma vez King of The Ring,. Ele também ganhou o WWE Champion na WrestleMania em três ocasiões.

Em janeiro de 1996, Austin saiu da WCW, e recebeu uma oportunidade de ir para a WWE. Estreando como “The Ringmaster”, onde era um comandado por Ted DiBiase, que lhe concedeu o Million Dollar Championship, ele lutou contra Matt Hardy e Marty Jannetty antes de experimentar a sua primeira Wrestlemania, que seria a Wrestlemania XII, onde derrotou Savio Vega. No In Your House: Beware of Dog, Austin perdeu um “match Strap Caribe” para Vega. De acordo com o estipulado antes do jogo, DiBiase foi forçado a deixar a WWE, dando a Austin a oportunidade de começar seu grande caminho.

Em Junho de 1996, The Texas Rattlesnake se tornou King of the Ring, demonstrando sua manobra, o Stone Cold Stunner, nas finais do torneio derrotou Marc Mero na semifinal e Jake “The Snake” Roberts na final. Ao final deu o seu famoso discurso “3:16” colocando todos os Superstar da WWE em aviso. Suas palavras deram lugar ao destino de Austin WWE, dando início à Attitude Era .
Austin começou a falar mal sobre Bret Hart constantemente e insultava-o implacavelmente. Hart finalmente aceitou o desafio de Austin e retornou à WWF(E) em Outubro de 1996. No PPV Survivor Series, em um combate para determinar o Nº1 contender para o WWF(E) Championship, Hart derrotou Austin.

Em 97 no Royal Rumble Match, Austin havia sido eliminado por Bret Hart, mas os juízes não viram, e ele retornou para o ringue e eliminou Hart, atirando-o sobre as cordas e vencendo a luta. No PPV seguinte, o WWF In Your House 13: Final Four, após Shawn Michaels sofrer uma lesão no joelho e deixar vago o WWF Championship, tivemos uma Four corners elimination match, onde Austin foi eliminado logo no início da luta e Hart venceu o seu quarto WWF Championship. Na noite seguinte no Raw Hart acabou perdendo o cinturão para Sycho Sid devido à interferência de Austin, sendo assim continuaria a feud com Hart.

Na Wrestlemania XIII, Hart derrotou Austin em uma “Submission Match” onde o special guest referee foi Ken Shamrock. Durante a luta, Austin tinha sido cortado e estava sangrando muito, mas ele ainda se recusava a desistir quando Hart aplicou o Sharpshooter. Hart, após a luta, continuou a agredir Austin.

Austin lutou contra Hart no main event do PPV seguinte, o In Your House 14: Revenge of the Taker, na luta pelo Nº1 contender para o WWF(E) Championship. Austin venceu Hart que acabou sendo desqualificado devido à assistência do British Bulldog. Com a vitória, Stone Cold, teve o direito de lutar contra The Undertaker no PPV In Your House 15: A Cold Day In Hell. Na luta, Austin aplicou em Undertaker o Stunner, mas foi distraído por Brian Pillman, assim Undertaker se recuperou e com um Tombstone Piledriver alcançou a vitória.

Após, Austin encontrou uma maneira de ganhar o WWF(E) Tag Team Championship em duas ocasiões. Em maio de 1997, Austin e Shawn Michaels venceram Owen Hart e The British Bulldog para conquistarem os cinturões. Eles mantiveram o título até julho, antes de Michaels lesionar-se. Na mesma noite ocorreu um torneio para determinar quem iria enfrentar Austin e um parceiro de sua escolha para o título vago. Hart e Bulldog venceram o torneio, porém Austin recusou-se a escolher um parceiro e definiu que iria lutar sozinho. No final da luta, Dude Love apareceu para ajudar Austin e tornaram-se campeões.

Austin continuou a sua feud com a família Hart, no main event do no PPV Your House 16:.Canadian Stampede, onde Austin teve uma equipe, juntamente com Ken Shamrock, Goldust, e The Legion of Doom (Hawk and Animal), saíram derrotados pela The Hart Foundation, formada por Bret Hart, Jim Neidhart, Owen Hart, The British Bulldog, e Brian Pillman.

No SummerSlam, Austin e Owen Hart se enfrentaram pelo Intercontinental Championship. Hart como campeão colocou uma estipulação que se Austin perdesse, teria de beijar suas nádegas. Durante a luta Hart errou um piledriver que fez Austin ter o pescoço quebrado e  causou uma legítima paralisia temporária para Austin. Mesmo lesionado, Austin conseguiu com um roll-up alcançar a vitória e ganhar o Intercontinental Championship.

Devido à gravidade de sua lesão no pescoço, Austin foi forçado a abandonar seus títulos, tanto o Intercontinental Championship como o Tag Team Championship. Austin ficou afastado até o Survivor Series. No entanto, ele fez várias aparições, sendo uma delas no Bad Blood, onde ele interferiu no final da luta entre Owen Hart e Faarooq, que era a luta final do torneio pelo Intercontinental Championship. Austin atingiu Faarooq com o cinturão, e Hart venceu a luta. O motivo era que Austin queria que oIntercontinental Championship ficasse com Hart. Austin recuperou o Intercontinental Championship vencendo Owen Hart no Survivor Series.

Depois disso, Austin começou sua feud com The Rock, que o derrotou em dezembro na Raw. The Rock manteve o cinturão até o PPV D-Generation X: In Your House, quando Austin derrotou e obteve o seu cinturão de volta. Como Austin tinha usado sua caminhonete para ajudar na sua vitória, McMahon ordenou-lhe para defender o título contra The Rock na noite seguinte no Raw. Em um ato de rebeldia, após perder o título para The Rock, Austin jogou o cinturão no rio New Hampshire.

Stone Cold teve uma grande feud com Mr. McMahon WWE, que começou em 1998. Mas seu primeiro incidente ocorreu em 22 de setembro de 1997, na primeira Raw no Madison Square Garden, quando Austin atacou McMahon com um Stone Cold Stunner, deixando McMahon em estado de choque. Austin foi preso sob a acusação de assalto e invasão de propriedade, e agredir um policial. Isto marcou o início da rivalidade Austin-McMahon.

Devido a saída de Bret Hart para a WCW, Steve Austin e Shawn Michaels tornaram-se os superstars principais da WWF(E). Austin voltou a vencer o Royal Rumble em 1998, ao eliminar no final The Rock. Na noite seguinte na RAW, Austin interrompeu Vince McMahon em sua apresentação de Mike Tyson, que estava fazia uma participação especial. Tyson mais adiante foi anunciado como o the special enforcer, para o main event do WrestleMania XIV.

Na luta contra WWF(E) Champion Shawn Michaels na WrestleMania XIV, Stone Cold venceu com a ajuda de Tyson, que fez a contagem de três contra Michaels, e depois da luta deu um soco em HBK. Na verdade Shawn Michaels estava lesionado após o combate com The Undertaker após a Casket no Royal Rumble. Esta vitória deu início à Era Austin.

Na Raw após Austin ter se tornado WWF(E) Champion, Vince McMahon presenteou-o com um novo cinturão e advertiu Austin que não aprovava sua rebeldia, Austin deu respondeu com um Stunner. Em abril de 98, Austin lutaria contra McMahon mas a mesma acabou em no-contest, pois Dude Love apareceu. Isto levou a um combate entre Dude Love e Austin no PPV Unforgiven: In Your House, onde Austin atingiu Mr. McMahon com uma cadeira de aço, e foi desqualificado, a feud continuou no PPV Over the Edge: In Your House com o WWF Championship em jogo novamente. Austin reteve o título apesar de McMahon ser o special guest referee e também com o Stooges Corporativa, com Gerald Brisco e Pat Patterson, sendo o cronometrista e o apresentador, respectivamente.

Mr. McMahon continuou atentar prejudicar Austin, e ele finalmente teve uma grande vitória em 98 no King of The Ring. Austin perdeu o WWF(E) Championship para Kane em uma First Blood. Austin voltou a recuperar o cinturão na noite seguinte na Raw. No PPV seguinte o Fully Loaded: In Your House The Undertaker and Stone Cold Steve Austin derrotaram Kane and Mankind, que eram os WWF(E) Tag Team Championship, para se tornarem os novos campeões. Mas em agosto na Raw, Kane e Mankind recuperaram seus títulos.

Austin continuou sua defesa de seu WWF(E) Championship e derrotou The Undertaker no PPV SummerSlam. Em resposta, Mr. McMahon criou uma Triple Threat Match no PPV Breakdown: In Your House, onde The Undertaker e Kane derrotaram Austin, ao mesmo tempo. Como resultado do combate, Mr. McMahon decidiu manter vago o WWF Championship e desta forma foi marcado um combate entre The Undertaker e Kane, em que Austin foi o árbitro convidado. Austin recusou-se a contagem para um ou outro lutador e atacou os dois no final do combate.

Após esta atitude de Austin, Mr. McMahon o demitiu, que tempo depois foi recontratado por Shane McMahon. Nas semifinais do Torneio no PPV Survivor Series, onde estava em jogo o WWF(E) Championship vago, Austin perdeu para Mankind, depois de Shane ter traído Austin. Na noite seguinte na Raw, o juiz Mills Lane decidiu que The Rock defenderia o WWF Championship contra Austin naquela noite, devido a Austin ainda ter direito a sua cláusula de revanche, após perder o cinturão no PPV Breakdown: In Your House. No combate, The Undertaker interferiu e atingiu Austin com uma pá, onde Austin venceu por desqualificação, e The Rock manteve o título.

No PPV WWF(E) Capital Carnage, que ocorreu em Londres, no main event, tivemos uma Fatal Four-Way match com Gerald Brisco como special guest referee, onde Steve Austin venceu Kane, Mankind and The Undertaker. A luta foi vencida com um Stunner de Stone Cold em Kane. Em sequência, no PPV Rock Bottom: In YourHouse, Steve Austin derrotou The Undertaker em uma Buried Alive Match, após Kane interferir e arremesar The Undertaker para a sepultura. Com esta vitória, Austin ficou qualificado para o Royal Rumble 99.

A próxima chance de Austin de se vingar de Mr. McMahon veion Royal Rumble em 99. Na Raw, McMahon chamou número de Austin de entrada no Royal Rumble Match, como número um, enquanto que Mr. McMahon chamou o número dois,  graças ao CEO da WWF(E) Shawn Michaels. Durante a luta, Mr. McMahon fugiu para o backstage, com Austin a persegui-lo , porém era uma armadilha de McMahon, que foi emboscado por membros da corporação. Austin foi ferido e levado em uma ambulância. Mas para delírio do público, Austin retornou ao combate, de ambulância e re-entrou na luta, aplicando um Stunner em Big Boss Man. Mr. McMahon estava apenas a assistir e comentar o combate e foi buscado por Stone Cold, mas quando todos pensávamos em mais uma vitória de Austin, que surgiu foi The Rock, que interfiriu e fez com que Austin fosse eliminado por McMahon, que desta forma venceu o Royal Rumble.
No PPV seguinte, o St. Valentine’s Day Massacre,  Stone Cold enfrentou McMahon em uma Steel Cage, para definir quem iria lutar pelo WWF Championship na WrestleMania XV. Durante a luta, Big Show estreou, entrando por debaixo do ringue e atacando Austin. Big Show arremessou Austin contra a jaula o que fez a jaula se abrir e assim Austin lançou-se ao solo e venceu a luta.

No WrestleMania XV, em uma No Disqualification Match Austin derrotou o WWF(E) Champion The Rock mesmo com interferência de Mr. McMahon e com a mudança de árbitros, para auxiliar Austin, ao final do combate, tivemos Mankind que surgiu para atacar a Vince e depois permanecer como árbitro do combate. Com o resultado Stone Cold alcançou pela terceira vez o WWF(E) Championship.

Austin enfrentou The Rock novamente no PPV Backlash, onde Shane McMahon foi o árbitro. Durante o combate, Vince McMahon aproximou-se do ringue, com o cinturão’Skull Smoking “e atingiu Shane que se recusara a fazer a contagem em favor de Austin. Austin venceu o combate quando outro árbitro fez a contagem.

No PPV No Mercy, em uma Anything goes triangle match for the WWF Championship, Steve Austin reteve seu título ao derrotar The Undertaker e Triple H. Em seguida The Undertaker, venceu o WWF(E) Championship de Austin no PPV Over the Edge. Devido a ações de Vince McMahon, sua filha Stephanie McMahon e sua esposa Linda determinaram que Stone Cold era o novo Chief Executive Officer da empresa.

Vince e Shane McMahon desafiaram Austin para um Handicap Ladder Match no King of the Ring com o título CEO em jogo, onde a dupla venceu. Na noite seguinte na Raw, no entanto, Austin deixou claro que enquanto ele era o CEO da empresa, ele poderia ter direito a uma disputa de título a qualquer momento e local. Austin definiu que lutaria pelo WWF Championship naquela noite e derrotou The Undertaker para conquistar seu quarto WWF(E) Championship.

Após a luta, The Undertaker o atingiu com o cinturão, que iniciou uma feud que teve um First Blood no PPV Fully Loaded, onde Mr. McMahon estipulou que se Austin perdesse, ele nunca seria capaz de lutar pelo WWF Championship novamente, e se Austin vencesse, ele nunca iria ver McMahon novamente. Austin venceu após interferência de X-Pac, que atingiu The Undertaker com uma câmera de TV e deu um adeus a McMahon com um Stone Cold Stunner.

Austin manteve o WWF Championship até SummerSlam, quando ele perdeu para Mankind em uma Triple Threat juntamente com Triple H. No PPV Unforgiven em uma Six-Pack Challenge pelo WWF Championship que estava vago devido a Vince ser o campeão anterior, Stone Cold Steve Austin foi o as Special Outside Enforcer onde Triple H derrotou The Rock, Mankind, Kane, The Big Show and The British Bulldog.

Austin então teve seu rematch no No Mercy contra Triple H,em uma Anything Goes match pelo WWF Championship, mas acabou derrotado, após The Rock acidentalmente lhe atingir com a marreta. Para o PPV Survivor Series estava definida uma Triple threat match pelo WWF Championship contra Triple H e The Rock. No entanto, Austin foi atropelado por um carro no estacionamento. Para o combate,  Big Show substituiu Austin e venceu o WWF Championship. A razão de sua saída, foi uma cirurgia no pescoço o que lhe afastou para uma reabilitação de nove meses.

Austin reapareceu somente no PPV Backlash em 2000, atacando Triple H e Vince McMahon para ajudar The Rock a vencer a luta pelo WWF Championship. Mas somente no PPV Unforgiven, Austin fez seu retorno oficial. Descobriu-se que Rikishi era o motorista que havia atropelado Austin no ano anterior. Para o PPV No No Mercy, Austin estava de volta para enfrentar Rikishi em uma No Holds Barred. Durante o combate, Austin fez sinal que ia a conduzir seu caminhão em Rikishi, mas antes que ele pudesse, foi parado por autoridades, e a luta foi considerada anulada e Austin foi preso e mais tarde socorrido pelo Comissário Mick Foley.
Durante uma handicap match cde Stone Cold contra Rikishi e Kurt Angle, Triple H veio auxiliar Austin, mas depois usou sua marreta sobre a cabeça de Austin, e revelou que era realmente ele que estava por trás de todo o esquema concebido, que era para proteger oWWF Championship de Austin e encerrar sua carreira.  No Survivor Series, Triple H tinha esperava mais uma vez conseguir afastar Austin da luta, assim como fizera no ano anterior,mas seu plano falhou quando Austin levantou seu automóvel com uma empilhadeira. No PPV Seguinte, o WWE Rebellion, Kurt Angle venceu Rikishi, Steve Austin and The Rock em uma Fatal Four-Way match para reter seu WWF(E) Championship, durante o combate Edge, Christian e The Radicalz, formados por Chris Benoit, Eddie Guerrero, Perry Saturn e Dean Malenko interferiram para auxiliar Angle.

Na sequência destaco uma das maiores lutas de todos os tempos, onde Stone Cold Steve Austin competiu em uma 6 Man Hell in a Cell match pelo WWF Championship no PPV Armageddon, contra Triple H, Undertaker, Rikishi, Kurt Angle e The Rock. No final, Stone Cold Steve Austin aplicou um Stunner em The Rock e estava prestes a vencer, quando Triple H interviu e levou um stunner. Mas Kurt Angle aproveitou a situação colocou o braço sobre The Rock e vencu a luta e reteve o WWF(E) Championship. Após o combate, Stone Cold Steve Austin fez um stunner para Kurt Angle,enquanto ele estava comemorando sua vitória.

Em 2001 Austin venceu pela terceira vez o Royal Rumble, eliminado a Kane no final do combate. Sua feud com Triple H encerrou-se no No Way Out em um Three Stages of Hell, com Triple H vencendo Austin por dois a um. Para o WrestleMania X-Seven, em uma No Disqualification Match pelo WWE Championship mais uma vez tivemos o combate das grandes estrelas, onde Stone Cold Steve Austin venceu The Rock atacando-o com uma cadeira de aço por diversas vezes para vencer o WWF Championship. Após a luta, Austin apertou as mãos e compartilhou uma cerveja com Vince McMahon. Com a vitória, Austin tornou-se cinco vezes campeão da WWF.

A partir da noite seguinte na Raw, Austin desenvolveu uma paixão por McMahon, que embora visivelmente desconfortável e desconfiados com a atenção, ainda estava grato por ter Austin ao seu lado. Durante uma Steel Cage Match, contra The Rock em uma revanche do título, Triple H veio ao ringue com sua marreta e junto com Austin violentamente atacaram The Rock e o lesionaram. Depois disso Austin e Triple H tornaram-se uma equipe e se chamavam The Trip Two-Man Power.

Austin e Triple H tiveram uma feud com The Undertaker e Kane. Depois vencerem Kane e The Undertaker para se tornarem os novos WWF(E) Tag Team Champions no Backlash, o WWF Championship Austin, e o WWF Intercontinental Championship Triple H de uma só vez.  No PPV Insurrextion, ocorreu uma Handicap Match, onde The Undertaker derrotou o WWF Champion Steve Austin e Triple H in a Handicap match, porém o WWF(E) Championship não foi para Taker, porque ele derrotou a Triple H, para alcançar a vitória.
No Judgment Day, Triple H perdeu o Intercontinental Championship para Kane em uma Chain match  e Steve Austin em uma No Holds Barred contra The Undertaker, conseguiu reter seu WWF Championship. Na Raw, no dia seguinte, Austin e Triple H lutaram contra Chris Jericho e Chris Benoit colocando seu título de duplas em jogo. No meio da luta, Triple H lesionou-se e a equipe perdeu os títulos de Tag Team, quando Triple H acidentalmente atingiu Austin no estômago com uma marreta.

Após Austin se aliou a Kurt Angle e teve uma pequena feud contra Jericho e Benoit. Isso culminou com um Triple Threat Match no King of the Ring, onde Austin enfrentou os Campeões ex-equipe tag. Apesar de Booker T interferir, Austin venceu e reteve seu cinturão. Para o PPV Invasion, em uma Inaugural Brawl match, o time formado por Booker T, Diamond Dallas Page, Rhyno e os Dudley Boyz, que eram Bubba Ray e D-Von venceram Steve Austin, Kurt Angle, Chris Jericho, The Undertaker e Kane.

Austin com o WWF Championship teve uma feud com Angle, que foi colocado sobre por Austin como uma ameaça. Austin perdeu uma luta no SummerSlam, mas por DQ, o que fez com que continuasse com o título, porém no Unforgiven Kurt Angle venceu e se tronou o novo WWF(E) Champion.Austin em 8 de outubro na Raw, recuperou o título. No PPV No Mercy em uma Triple Threat match Austin venceu Kurt Angle e Rob Van Dam. No PPV Rebellion Steve Austin venceu The Rock e reteve mais uma vez seu título.

Após perder o cinturão, Angle juntou-se à The Alliance pouco antes Survivor Series e Austin também juntou-se a este grupo que era formado por membros da ECW e WCW, para enfrentar o Team WWF. Austin e sua equipe perderam após Angle trair seu time.No Survivor Series, tivemos o Team WWF, formado por The Rock, Chris Jericho, The Undertaker, Kane, e The Big Show que venceu Team Alliance, que tinha Steve Austin, Rob Van Dam, Kurt Angle, Booker T, e Shane McMahon.

Na noite seguinte no Raw, como McMahon estava prestes a entregar a Angle o WWF Championship por suas ações no Survivor Series, Ric Flair apareceu e anunciou que ele era dono de metade da WWF(E). Austin saiu e atacou Angle e McMahon, tomando de volta o WWF(E) Championship. Austin, em seguida, teve uma festa de cerveja com Flair. Austin defendeu contra Kurt Angle com sucesso seu WWF(E) Championship no Vengeance, mas na luta final, para a unificação dos títulos, acabou por perder para Chris Jericho, devido à interferência de Booker T. Jericho derrotou The Rock e Austin, ganhando o título mundial da WCW e mais tarde o WWF(E) Title tornou-se o primeiro WWF(E) Undisputed. Após isso, Austin continuou sua feud com Booker T. Em um ângulo clássico, Austin derrotou Booker T em uma luta no supermercado.

Em 2002, no Royal Rumble, os últimos quatro participantes no ringue foram Kurt Angle e Mr. Perfect, Triple H e Stone Cold. Austin foi eliminado por Kurt Angle, no entanto, ele logo voltou ao ringue e bateu nos três com uma cadeira de aço. Poucos dias depois, na Raw derrotou Kurt Angle para se tornar o Nº1 contender ao WWF Undisputed no PPV No Way Out, onde foi derrotado por Chris Jericho, que contou com a ajuda da nWO, que surgiu na WWE naquela noite. Após o PPV, Austin continuou a feud contra a nWo, onde enfrentou e derrotou Scott Hall, no Wrestlemania XVIII.

Austin retornou em abril de 2002 na Raw, o primeiro dos “brand extension”. Austin ficaria na Raw. Ele teve uma feud com The Undertaker, que resultou em uma luta pelo Nº1 contender ao WWE Undisputed no Backlash, nesta luta, Ric Flair foi o árbitro especial, Austin perdeu, mesmo tendo seu pé na corda quando sofreu o pin. Ele viria a ser traído por Big Show, que passou a se juntar à nWo, e Ric Flair. Com isso Steve Austin venceu The Big Show, no PPV Insurrextion.E em seguida, derrotou Big Show e Flair em uma handicap no PPV Judgment Day. A WWE recontratou Eddie Guerrero para a feud com Austin, ao mesmo tempo, preparando Austin para uma feud com Brock Lesnar. Austin, no entanto, vetou todas as possibilidades que resultariam em perder para Lesnar e, assim saiu da empresa.

Em fevereiro de 2003, Austin retornou no PPV No Way Out em um combate contra Eric Bischoff. Austin iria lutar apenas uma correspondência entre aquela época e a WrestleMania, em outra luta contra Bischoff na Raw. Depois na Wrstlemania XIX, foi derrotado por The Rock na WrestleMania XIX.

Após deixar de lutar, Austin foi trazido de volta para a WWE, por Linda McMahon como General Manager da Raw. Ele permaneceu o restante do ano, até novembro de 2003 quando foi despedido da Raw pelo resultado da estipulação da luta no Survivor Series onde a equipe de Austin perdeu para a equipe de Bischoff. Ele retornou a Raw em 29 de dezembro, dando um Stone Cold Stunner em Eric Bischoff a pedido de Shawn Michaels.

Austin foi o árbitro especial para a luta entre Brock Lesnar e Goldberg na WrestleMania XX em que os fãs aplaudiram mais a Austin do que a Lesnar e Goldberg. Em 17 de abril, a WWE lançou um comunicado de imprensa em seu site afirmando que Steve Austin e WWE não foram capazes de resolver disputas de longa duração do contrato e, novamente, se separaram.

Um de seus grandes segmentos após deixar os ringues, foi no PPV ECW One Night Stand Austin veio ao ringue após o main event. Stone Cold veio ao ringue para dar em The Sandman uma cerveja que ele havia pedido. No entanto, Austin convidou todos os lutadores ao ringue para uma festança de Beer. No entanto, antes da festa ele exigiu os lutadores da WWE viessem ao ringue para uma luta. Ao final, Mick Foley, como Cactus Jack, arrastou Eric Bischoff para o ringue. Após vários golspes, Austin aplicou em Bischoff um stunner.

Depois Austin foi empossado por  Bret Hart no Hall of Fame da WWE em 01 de abril de 2006. Stone Cold fez inúmeras aparições na WWE desde então, participando de diversas lutas, como árbitro especial e de alguns segmentos em que compete em quem bebe mais cerveja, não vou escrever sobre estes, fica para uma próxima oportunidade. Em 31 de março de 2007, Austin induziu seu amigo Jim Ross para o Hall of Fame da WWE.

Austin teve uma carreira fantástica na WWE, é um de meus lutadores favoritos e merece esta grande homenagem. Por todos estes grandes momentos que ele nos proporcionou, existem uma série de combates de Stone Cold, que todos os que são apaixonado por wrestling deviam ver. Desculpem a extensão do artigo, mas não vejo como escrever sobre este cidadão sem citar todos os seus feitos.

Abraços pessoal e até a semana que vem, com minhas previsões para o PPV TLC.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

7 Comentários

  1. SpecialxOne07 - há 5 anos

    Tiveste uma grande ideia em escrever sobre a carreira do famoso “rebelde” da WWE Stone Cold Steve Austin.
    Grande artigo.
    Parabéns.

  2. Frederico_WWE - há 5 anos

    Já agora Stone Cold one more match… one more match… one more match
    Parabéns pelo artigo um dos melhores entertainers de sempre!

  3. Fernando - há 5 anos

    Meus parabéns ao autor deste artigo, acompanhei boa parte da carreira do Stone Cold meu wrestler favorito. Para mim ele sempre será o melhor de todos, tanto em habilidades de discurso quanto em técnica. Excelente artigo parabéns a equipe da ptwrestling.

  4. Foto de perfil de Facebook

    Luís Salvador - há 5 anos

    Excelente e longo artigo Mário, até dava para dividires em 2 lol.

    Abraço

    • Mario Magalhaes - há 5 anos

      Realmente Salvador, estive a pensar em dividir este artigo em 2, mas é que quando começo a escrever sobre estas grandes lendas da WWE, todos que acompanhei em minha infância, acabo me empolgando e não resisto em descrever com vários detalhes.

  5. Luiz F. - há 5 anos

    Ainda não conhecia muito sobre este grande wrestler, mais já ouvi falar muito dele . Por isso, li todo o artigo e vi que esse lutador tem que ser um ‘exemplo’ a todos wretlers . Pra mim, o que falta em alguns é personalidade, e isso Austin tinha de sobra !

  6. od - há 1 ano

    Cara, desculpa mais Austin é muito bom só pra fazer novela… Duvido muito que aguentaria um soco do Tyson em uma luta real

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador