Junta-te ao nosso grupo de Facebook: "Fãs de Wrestling"!

Visão Brasileira #310 – Shake-Up or Get Worse

Pessoal, eu que na semana passada estava com o pensamento de parar de escrever este espaço, pelo menos temporariamente, resolvi escrever nesta semana, pois tivemos o shake-up, que foi uma especie de draft, que tivemos neste ano, realizando a troca de alguns superstars, mudando-os de brands. Que para mim ela serviu como uma boa escolha para alguns, mas uma péssima mudança para outros.

O Raw recebeu The Miz & Maryse, o Intercontinental Champion Dean Ambrose, Bray Wyatt, Alexa Bliss, Mickie James, Apollo Crews, Kalisto, Heath Slater & Rhyno e Curt Hawkins, além de Elias Samson que veio do NXT. Assim poderemos dizer que o Intercontinental Championship passará a ser o principal cinturão do Raw, uma vez que o Universal Championship, esta de férias e nem sabemos quando ele voltará a estar em jogo.

Se olharmos a fundo as aquisições para o Raw, eu diria que nenhuma delas é de grande impacto, que mudará o patamar da brand, elas poderão auxiliar a alguns dos superstars que já estão na brand e não sei qual deles poderia ser futuramente um potencial candidato a ter grande destaque e por exemplo ser um bom desafiante ao Universal Championship ou ao cinturão feminino.

Não vou me ater a comentar todas as trocas, comentarei as mais interessantes e começo pelas idas de Mickie James e Alexa Bliss para o Raw. Para Bliss achei a troca bem interessante, pois no Smackdown, com a perda do cinturão, não fazia mais muito sentido Bliss estar lá e Mickie acabou vindo junto, por já ter alguma história ao lado de Bliss, mas não sei se irá acrescentar muito ao Raw.

Outro que irá trocar de brand e que também estava sem muito sentido no Smackdown após a perda do cinturão é Bray Wyatt. Uma pena que a WWE não lhe dá o devido valor e agora possivelmente, após ser derrotado no Payback, irá começar uma rivalidade com Finn Balor, que tinha tudo para ser interessante, mas já sabemos que Balor vencerá a rivalidade ao final e que mais uma vez Bray Wyatt parecerá uma ameaça, mas que não tem qualquer relevância.

Mas as mudanças que mais me causaram estranheza, foram a de The Miz e Maryse e do Intercontinental Dean Ambrose. Miz e Maryse vinham muito bem no Smackdown e temo que não venham a ter o mesmo destaque no raw, acabando assim ambos a se perderem em meio ao card e perderem toda a relevância que tiveram nos últimos meses.

No caso de Dean Ambrose, ele tem um reinado que não empolga, mas estou curioso para saber quem entrará em rivalidade com ele, uma vez que o cinturão Intercontinental passará a ter destaque no Raw, uma vez que não sabemos nem quando Brock Lesnar irá enfrentar alguém pelo Universal Championship.

Já o Smackdown recebeu o United States Champion Kevin Owens, mas que poderá ser substituído por Chris Jericho, se este conquistar o cinturão no Payback, Também vieram Charlotte Flair, The New Day, Rusev & Lana, Sami Zayn, The Shining Stars, Sin Cara, Jinder Mahal e Tamina.

Sobre as trocas, eu diria que o Smackdown teve maiores ganhos do que o Raw, uma vez que recebeu uma dupla relevante, que poderá melhorar a divisão de duplas, a melhor lutadora feminina do Raw, Charlotte, que deverá dominar tranquilamente e ter um reinado enorme no Smackdown. Além das chegadas de Sami Zayn e de Kevin Owens, que espero que venham a ser dois dos grandes nomes da brand azul neste ano.

Para não dizer que não falei das tag teams, a única troca relevante que tivemos foi a ida do New Day para o Smackdown. Só o que me causou estranheza foi a questão do New Day entrar em rivalidade com The Revival e agora trocou de brand, não me preocupo com a New Day, pois eles poderão tranquilamente serem futuros campeões, mas sim com revival, que terá que encontrar  novos rivais no Raw.

Sobre as vindas de Tamina Snuka, acho que ela pode agregar algo a divisão, de uma lutadora de força, algo que o Smackdown não possuía. Mas diria que a melhor aquisição deste Shake-up, foi a ida de Charlotte Flair para a brand azul. Uma vez que já possuímos uma seria de lutadoras com bom nível no Raw, Charlotte poderá exercer um grande domínio no Smackdown e ter um reinado sólido, quem sabe até a vinda de Asuka para o main roster, para ser uma adversária de relevância.

Outras duas vindas que me agradaram para o Smackdown, foram a do United States Champion Kevin Owens e de Sami Zayn. Owens porque espero que venha a ter o devido destaque e que possa se comportar em combates, como era antes de se tornar Universal Champion, mostrando todas as suas qualidades, sem fugir de combates, ou sem qualquer tipo de ajuda.

Zayn foi bom ter vindo, para parar de ser o saco de pancadas do Raw. Que ele venha a ter destaque e ser ao lado quem sabe de Owens, AJ e Nakamura, os quatro grandes nomes a terem destaque no Smackdown neste ano, pois se a WWE permitir que estes quatro possam demonstrar toda a sua qualidade em ringue, a brand azul só tem a ganhar.

O Shake-up, diria que foi benéfico ao Smackdown, que assim ganhou nomes relevantes em todas as divisões e acabou dando uma piorada no roster do Raw, mas nada que abalasse tanto a brand vermelha, diria que o Raw não será prejudicado, mas diria que os superstars que foram para lá é que acabarão perdendo o destaque que possuíam anteriormente na brand azul.

Visão Brasileira #147 O Salvador da WrestleMania

Para encerrar deixo uma serie de perguntas para interagirmos.

– Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessantes, quais os motivos?

– Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessantes, quais os motivos?

– Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?

– Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?

Desejo a todos uma grande semana e até o próximo Visão Brasileira, se ele existir.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

14 Comentários

  1. ANDRÉ - há 4 meses

    Ótimo artigo Mario, espero muito que o visão brasileira continue existindo

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessante, quais os motivos?
    Resp: As dos campeões intermediários, será um frescor aos títulos e principalmente aos personagens, sobretudo o Dean Ambrose que perdeu muito o folego.

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessante, quais os motivos?
    Resp: The Miz, acho que pouco vão acrescentar ao Raw e a eles mesmos.

    – Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?
    Resp: Seth Rollins e Sasha Banks, respirar outros ares seria ótimo para seus personagens. E no caso do Rollins seria impactante para sua nova fase. E no caso da Sasha no SmackDown ela seria muito melhor aproveitada e valorizada.

    – Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?
    Resp: Bray Wyatt e The Miz, acho que Wyatt se destacaria melhor no SmackDown e o The Miz se reencontrou no SmackDown, não foi correto uma mudança de brand esta altura.

    • André, continuará existindo, mas acredito que não em todas as semanas.

      Concordo que os cinturões intermediários precisavam de novos ares. Também achei uma lástima The Miz sair do Smackdown.

      Sasha Banks, concordo a trocaria para ser a grande lutadora do Smackdown.

      Wyatt concordo que tem mais a cara do Smackdown e não terá relevância no Raw.

  2. Awesome One - há 4 meses

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessante, quais os motivos?

    Charlote – vinha sendo a diva mais importante do roster e a mais dominante e agora surge na brand azul sem duvida muito star power para a divisao feminina

    rusev e lana – estavam completamente perdidos no raw e estou curioso para ver o que farao com eles no smackdown que tradicionalmente trata muito melhor as suas estrelas

    new day – sem duvidas que serao a lufada de ar fresco que a divisao de tag team estava a precisar e penso que, juntamente com charlote, terao um grande reinado novamente

    shining stars – apesar de irrelevantes acredito que no smackdown serao muito melhor aproveitados e estou curioso para perceber o que se ira fazer com eles

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessante, quais os motivos?

    the miz e maryse para o raw sem duvidas. era o melhor heel do smackdown disparado estavam em grande e a ter imenso destaque e o seguinte passo e o mais natural seria uma oportunidade pelo titulo mundial. indo para a raw nao vejo nada de bom para eles ate porque a brand vermelha nao sabe tirar rendimento da maioria das suas estrelas.

    – Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?

    enzo e cass – tendo em conta o potencial da divisao de tag team do raw acho que podiam perfeitamente ir para a brand azul onde podiam entrar em rivalidade com praticamente todas as equipas.

    big show – para o que faz no raw mais valia ir para a smackdown que nao tem assim grandes gigantes ao contrario do raw

    cesaro – sinceramente acho que esta equipa com sheamus nao funciona totalmente. estiveram bem mas nao foi uma coisa de outro mundo e cesaro a solo no smackdown seria qualquer coisa a meu ver (o mesmo vale para o sheamus)

    chris jericho – seria outra adiçao e tanto ao roster do smackdown

    – Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?

    acho que the miz e maryse estavam muito bem onde estavam pelo menos era uma troca que jamais faria pessoalmente!

    • Charlotte tem tudo para ter muito destaque no Smackdown, espero que venha ter um reinado enorme. Rusev e Lana, não tinham mesmo mais relevância no Raw, vamos ver como será o destaque deles no Smackdown. New Day tem tudo para ser a grande dupla da brand azul.

      Realmente tirar The Miz do Smackdown, para mim também não foi nada bom.

  3. real_kidix - há 4 meses

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessante, quais os motivos?
    Essa é a pergunta que eu tive mais dificuldade em responder, acho que seria o KO, com a ida do Samoa Joe para o raw, eu acho que ele perderia mais espaço no topo dos heel’s (não sei se isso realmente aconteceria mas…)
    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessante, quais os motivos?
    The Shining Stars, mais uma dupla heel que será jobber no smackdown (eu espero que eles mudem de gimmick na brand azul)
    – Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?
    Cesaro e Sheamus. Eles irem para o smackdown abriria um p*** (desculpa o termo) leque de possibilidades na brand azul, eles podiam começar uma rivalidade curta com o american alpha para entrar na rota do título de duplas, venciam os usos pelo cinturão, rivalidade e heel turn sobre o american alpha, perderiam o título para o new day, entrariam numa rivalida (e perderiam) com o hype bro para credibilizar a dupla, aí se separavam, entravam numa curta rivalidade entre si e depois iriam para o main event
    (com a ida deles para o smackdown, o DIY iria para o raw)
    – Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?
    com certeza o The miz, no raw ele voltará a ser um jobber, eu tinha grandes esperanças que 2017 fosse ser o ano do Miz mas pelo visto não será…

    • Cesaro e Sheamus, realmente poderiam acrescentar bastante ao Smackdown, boa sugestão. Realmente The Miz deveria ter continuado no Smackdown, pois lá ele vinha tendo muito bom destaque.

  4. Anónimo - há 4 meses

    o Chris jericho não poderia ir para o smackdown por uma razão muito simples. e vai deixar a wwe em Maio. me parece que ele vai sair em turnê com a sua banda. o payback deve ser o último combate dele na wwe por esta temporada.

  5. Foto de perfil de Facebook

    flavien69 - há 4 meses

    ate gostei da superstar shake up. permiti que cada brand tenha novas caras que significa novas feuds e isto é o que se quer . nao se quer ver sempre a mesma coisa. como por exemplo segundo o wrestler observer depois de randy orton reter o seu titulo no payback ele ai ter um combate contra baron corbin ou luke harper ate que o shinsuke nakamura estiver pronto para ter um spot de 1 contender .

  6. Tobias - há 4 meses

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessantes, quais os motivos?
    Essa é fácil: Charlotte Flair, que Mulherão da Porra, eu não me importaria de ver um reinado de 2 anos, pois ela entrega espetáculo.

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessantes, quais os motivos?
    Jinder Mahal e Apollo Crews, não vejo oq possam acrescentar.

    – Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?
    Ninguém na verdade por não ter motivos sólidos e sim desejo de um combate dos sonhos, como por exemplo, AJ Styles, ele é a cara do SD e fiquei muito feliz por ele continuar na brand, mas queria muito ve-lo lutar contra o Brock e ganha-lo pra mostrar quem é o cara da WWE na atualidade e ter um combate 5 estrelas contra o Finn Balor.

    – Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?
    Bray Wyatt e The Miz, Bray pq queria ve-lo como WWE Champion e The Miz que junto com AJ, deixava o Smackdown tão agradável como atualmente.

    • Charlotte tem tudo para se destacar muito bem no Smackdown e também torço para ela ter um imenso reinado no Smackdown. Mahal, acabou se tornando contender ao Orton, para nossa surpresa.

      Miz e Wyatt realmente não deveriam ter trocado de brand, pois vinham tendo bom destaque e serão meros figurantes no Raw.

  7. Na minha opinião isto não foi bem um “shake-up” já que no main event não mudou nada. Houve umas trocas de mid card que beneficia os que foram para o Smackdown, prejudica os que foram para o RAW, não fez grande sentido pois terminou com algumas feuds que estavam a dar os primeiros passos ou que ainda tinham muito para dar, veio dar spoilers para o Payback e manteve aquele que deve ter sido o combate mais repetido de 2016/2017, algo que deveria ter sido um ponto fulcral no “shake up”.

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as mais interessantes, quais os motivos?

    A troca mais interessante foi, sem dúvida, a do Kevin Owens. KO passou do main event para o mid card de forma demasiado abrupta. Foi muito mal tratado com uma derrota demasiado rápida e absurda para ser verdade, para construir um combate patético de 5 minutos, KO perdeu para um veterano de muito pior qualidade (Goldberg) e dificilmente voltaria ao main event dado o actual quadro do RAW. No Smackdwon não há Brock Lesnar para atrapalhar a sua evolução e terá mais espaço para regressar ao main event, onde ele pertence.

    Depois há Rusev, que espero que lhe dêem o destaque que ele merece no Smackdown. Rusev é dos melhores, é um main eventer, mas estava perdido no RAW.

    – Qual destas trocas de brand, para ti foram as menos interessantes, quais os motivos?

    Houve na minha opinião um erro em colocar Sami Zayn e Kevin Owens na mesma brand. Sami Zayn vs Kevin Owens foi, provavelmente, o combate mais repetido de 2016/2017. Já depois dos inúmeros combates entre ambos no inicio da sua feud, que já eram a continuação da feud de ambos no NXT, de cada vez que o Sami Zayn tinha de “merecer” um combate pelo titulo ou um combate num PPV, o adversário era KO, sempre que KO se preparava para uma defesa de titulo, um dos adversários era Sami Zayn. Sem contar com o NXT, já vimos Sami vs KO demasiadas vezes e a realidade é que mal chegou ao Smackdown e lá tivemos mais um confronto entre ambos, embora numa promo. Se era para ser um shake up, isto era algo a ter em conta. Sami deveria ter ficado no RAW se o KO ia para o Smackdown.

    Depois The Miz, Bray Wyatt e Dean Ambrose, ficaram agora condenados ao mid card, dado o quadro actual do RAW e não parecem existir sinais de que a constante presença de Stephanie McMahon e Triple H vai desaparecer, tudo continuará na mesma. No caso de Bray Wyatt acabaram abruptamente com a feud com Randy Orton que teria tudo para continuar durante algum tempo, não bastava a retirada do titulo, que muito o prejudica mais uma vez…

    Na senhora, na realidade o RAW recebe duas e apenas cede uma, pois a Tamina nunca lá estava, andou a fazer sabe-se lá o quê que apenas apareceu agora passados tantos anos. Praticamente é uma nova contratação do Smackdown.

    A divisão tag team não me diz nada, mas para mim ficou na mesma.

    – Quem vocês teriam trocado de brand, quais os motivos?

    Eu teria trocado AJ Styles e Seth Rollins que já fizeram tudo o que tinham a fazer nas respectivas brands. Desta forma sim seria um verdadeiro shake up. AJ Styles pode vingar em qualquer uma das brands e teria certamente bastante sucesso no RAW. Seth Rollins podia ser o top face do Smackdown e assim afastava-se da Stephanie McMahon e do Triple H e podíamos, finalmente, seguir em frente com as nossas vidas.

    – Quem vocês não teriam trocado de brand, quais os motivos?

    Não teria trocado KO ou Sami Zayn, um deles saia para o Smackdown mas o outro ficava no RAW. Irem os dois para o mesmo sitio outra vez, é dar uma volta de 360º, o oposto do que deve ser um “shake up”.
    Sin Cara não tem absolutamente nada a fazer no Smackdown.

    • Owens deverá ser um dos grandes nomes do Smackdown e concordo que a troca para ele foi benéfica. Concordo que Miz e Wyatt foram os grandes prejudicados, saíram do destaque do Smackdown, para ficarem perdidos no roster do Raw.

      Sobre Styles e Rollins, só os teria trocado de brand, se fossem para já serem alçados aos cinturões principais, do contrário, é melhor manterem-se onde estão.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Newsletter Wrestling.PT

Subscreve a nossa Newsletter receberás conteúdos exclusivos no teu email!