Visão Brasileira #38 – Opinião sobre o Royal Rumble

Pessoal, começamos a caminha rumo ao WrestleMania XXVIII e após o primeiro PPV no ano de 2012, o Royal Rumble, tivemos um grande PPV, com resultados previsíveis e uma grande surpresa em seu Main Event. Todos tínhamos muitas expectativas de quais seriam os lutadores a participarem do Royal Rumble Match, mas não tivemos grandes suspresas. Portanto na crônica desta semana, darei meu parecer sobre o PPV Royal Rumble.

O PPV começou com o combate em que o World Heavyweight Champion Daniel Bryan, conseguiu vencer, conforme todos esperavam a Triple Threath Steel Cage Match, contra Big Show e Mark Henry. Foi um bom combate, mas com resultado previsível, principalmente pela vantagem de Bryan ser muito menor e mais ágil que o Maior Atleta do mundo (Big Show) e do que o Homem Mais Forte do Mundo (Mark henry). Bryan venceu o combate ao depois de sair da jaula ao ser segurado por Big Show pela mão, que tentou ergue-lo de volta para o ringue, mas Bryan coseguiu soltar-se e caiu no chão da arena para manter seu título.

Penso que Bryan deverá perder seu cinturão no próximo PPV, o Elimination Chamber, pois conforme o spoiler da Smackdown da próxima sexta, a Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship terá  além de Daniel Bryan, as presenças de Randy Orton, The Great Khali, Wade Barrett, Cody Rhodes e Big Show. Penso que deveriam colocar um novo lutador com o título, gostaria que fosse Wade Barrett ou Randy Orton, sobre Rhodes até seria interessante, ele como campeão, mas desde que perdesse seu Intercontinental Championship.

Como sendo combate da noite, tivemos uma Tag Team Match de divas, onde a Divas Champion Beth Phoenix, Natalya e The Bellas venceram Kelly Kelly, Eve, Tamina e Alicia Fox. Durante o combate, Beth aproveitou para atacar Kelly Kelly, após as Divas começarem a se atacar no ringue ao mesmo tempo. E ao final aplicou um glam slam em Kelly Kelly, para alcançar a vitória.

O resultado recoloca Natalya e The Bella Twins juntamente com Beth Phoenix no caminho das vitórias, mas até o momento só consigo ver uma ameaça a Beth, que seria o retorno de Kharma, que é bem possível que venha a cruzar o caminho de Beth no rumo ao WrestleMania.

Como terceiro combate da noite, tivemos a luta em que todos tínhamos grandes expectativas, a feud entre Kane e John Cena, estávamos tendo um bom combate, com possibilidade de vitória para ambos os lutadores, mas o que tivemos como resultado foi um Double Count-Out, pois os lutadores começaram a lutar fora do ringue e foram para o backstage, em uma luta que estava longe de terminar e Kane atingiu várias vezes Cena com uma cadeira de aço.

Com Cena caído, Kane invadiu uma sala dos vestiários e pegou Zack Ryder, que estava em uma cadeira de rodas, devido aos ataques de Kane na última Raw. Kane levou Ryder para o ringue e o atacou, após o ataque quem veio ao ringue foi Eve, que pediu a Kane para não atacar mais Ryder. Quando Kane voltou suas atenções para Eve, tivemos o retorno de John Cena, porém sem muito sucesso, pois  foi atingido por um Chokeslam.

Kane saiu em vantagem no PPV, porém não alcançou a vitória, como ambos não foram colocados na Elimination Chamber da Raw, deveremos ter mais uma vez o combate entre eles no PPV Elimination Chamber, com alguma estipulação especial. O esperado heel turn de Cena não ocorreu e ainda não temos nenhuma definição de quem sairá vencedor desta feud.

Como quarto combate da noite, mais um combate que não estava previamente marcado para o PPV, e Drew McIntyre segue com sua sequência de derrotas e neste PPV, tivemos a luta em que Drew foi derrotado pela nova sençação da WWE, Brodus Clay. O Funkasaurus alcançou a vitória após um crossbody.

Para minha desilusão estes dois lutadores acabaram não partipando da Royal Rumble Match, tinha muitas expectativas pela participação de Brodus Clay. Para Drew, estamos a ver uma grande série de derrotas que espero que acabem logo, pois é um bom lutador e a Smackdown necessita de suas habilidades, a Clay, espero que termine logo sua fase de combates curtos e que ele comece a ter combates mais sérios nas próximas semanas.

Na quinta luta da noite, tivemos o combate pelo WWE Championship, onde o WWE Champion CM Punk, tinha o desafio de defender seu cinturão contra Dolph Ziggler, tendo a presença do General Manager Interino da Raw, John Laurinaitis, como Special Guest Referee. Ao invés de arriscar seu cargo à avaliação de Triple H, Laurinaitis preferiu não interferir no combate e fez com que um árbitro ficasse dentro do ringue para o combate.

Em um grande combate, com os dois lutadores a demonstrarem o seu melhor, em determinado momento, CM Punk acabou atingindo o árbitro, ao girar Ziggler. Com o árbitro caído, Laurinaitis ficou tentando fazer retornar a arbitragem do combate. Enquanto isso, Punk por várias vezes alcançou a vitória, porém não havia árbitro para fazer a contagem.

Com o retorno do árbitro, Punk aplicou o GTS em Ziggler e o árbitro fez a contagem, Laurinaitis entrou no ringue e todos pensavam qiue ele iria interromper a contagem ou puxar o árbitro, mas na verdade ele deslizou para dentro do ringue e uniu-se a contagem de três, para a vitória de CM Punk.

Com a vitória, Punk se fortalece cada vez mais como WWE Champion, e espero que ele carregue o cinturão até o Wrestlemania XXVIII, tem capacidade para isso e vive um grande momento na WWE, espero que seu adversário seja Chris Jericho. Como já temos definida a Chamber da Raw, com Punk, Ziggler, Jericho, Miz, Truth, e Kofi Kingston, deveremos ter um grande combate, com vitória de Punk ou Jericho, pois com isso Punk poderia pedir uma rematch para o WrestleMania.

Como sexto combate, tivemos o tão esperado main event, a Royal Rumble Match, que iniciou com a entrada de The Miz e de Alex Riley, que foi eliminado rapidamente por Miz. Depois tivemos a entrada de R-Truth, que também acabou eliminado por The Miz. Depois tivemos as entradas de Cody Rhodes, Justin Gabriel, Primo e de Mick Foley, para minha alegria. Foley eliminou Primo. Depois começamos a ter alguns momentos hilários, como quando Ricardo Rodriguez entrou com um Datsun 1985 e com a entrada de Alberto Del Rio e eliminou Justin Gabriel.

Depois tivemos a entrada de Santino Marella, que eliminou Rodriguez. Depois tivemos a entrada de Epico, que saiu após 12 segundos e foi eliminado por Foley. Em seguida Foley e Santino protagonizaram mais um momento de comédia, quando The Cobra de Santino enfrentou Mr. Socko de Foley. Depois ambos foram eliminados por Cody Rhodes.

Na sequência do combate, tivemos a entrada de Kofi Kingston e de Jerry Lawler, que estava a comentar o combate, mas foi elminado rapidamente por Cody Rhodes. Continuaram a entrar na ordem, Ezekiel Jackson, Jinder Mahal que foram eliminados por The Great Khali, que entrou como nº15. Depois entraram pela ordem, Hunico e mais um comentarista do combate, desta vez Booker T. Antes da entrada de Dolph Ziggler, que ja havia participado na luta pelo WWE Champion, tivemos um momento hilário, quando Kofi Kingston plantou bananeira e começou a caminhar sobre as mãos para evitar a eliminação e voltou ao combate.

Depois tivemos a entrada de Jim Duggan, o vencedor da primeira Royal Rumble Match, para delírio do público que o acampanhou em seu grito tradicional. Mas Duggan foi rapidamente eliminado por Cody Rhodes. Na sequência, Cody Rhodes e Dolph Ziggler eliminaram The Great Khali e Booker T simultaneamente. Quando o sirene tocou para a entrada do lutador de nº20, tivemos mais um momento hilário, desta vez com a entrada do narrador Michael Cole. Mas para surpresa geral, quem surgiu como nº21, foi Kharma, que fez seu retorno a WWE e tornou-se a terceira mulher na história da Royal Rumble Match. Cole fugiu desesperado e saiu por cima das cordas para escapar da ira de Kharma e acabou sendo eliminado por Booker T e Jerry Lawler, que o puxaram para fora do ringue.

Kharma ainda eliminou Hunico, aplicou seu finisher em Ziggler, mas após interferência de Vickie Guerrero, acabou eliminada por Ziggler. Após tivemos a entrada de Sheamus como n º 22. e começou lançando Kingston para fora do ringue. Depois tivemos um grande momento, quando Road Dogg fez sua entrada, me fez lembrar dos bons tempos da WWE. Continuando o combate, tivemos as entradas de Jey Uso, Jack Swagger e Wade Barrett, que acabou eliminando Road Dogg.

Como nº27, tivemos um desperdício em minha opinião para a RR, a entrada de David Otunga, que sinceramente neste combate não fazia nenhuma falta, que então tivessem colocado Kane ou até mesmo John Cena. Como nº 28 para delírio do público de St, Louis, quando Randy Orton entrou e eliminou Jey Uso, Wade Barrett.

Como penúltimo lutador, tivemos a grande presença esperada da noite, Chris Jericho, que para muitos de nós era o grande favorito a vencedor do combate, Jericho começou mostrando serviço ao eliminar David Otunga. E chegamos ao tão esperado lutador de nº30, onde as expectativas estavam muito grandes, pois faltavam diversos lutadores, como por exemplo John Cena, Kane ou até mesmo um retorno, como The Undertaker, Alberto Del Rio, Christian ou até mesmo Brock Lesnar. Mas quem surgiu foi Big Show, que antes mesmo de entrar, eliminou Jack Swagger, puxando-o para fora do ringue.

Big Show continuou a fazer estrago e eliminou simultaneamente aos dois lutadores que estavam a mais tempo no combate, Cody Rhodes e The Miz e depois eliminou Dolph Ziggler logo em seguida. Portanto ao seu final, como quatro últimos lutadores Randy Orton, Big Show, Chris Jericho e Sheamus. Orton rapidamente conseguiu eliminar Big Show, porém Jericho aproveitou-se e eliminou Orton.

Como dois últimos lutadores tivemos Jericho e Sheamus, neste momento muitos de nós já aguardavam por uma vitória de Jericho, ainda mais quando Y2J mandou Sheamus por cima das cordas, mas Sheamus coseguiu pendurar-se nas cordas e voltou ao ringue. Quando o Guerreiro Celta jogava Jericho para fora, ele conseguia também retornar.

Quando Jericho tentou aplicar o Codebreaker, Sheamus levantou-o no ar, e o colocou para fora do ringue por cima das cordas e em seguida, acertou um Brogue Kick para alcançar a vitória. Foi uma vitória importante para Sheamus, que penso que deve ir rumo a disputa do World Heavyweight Championship, pois a Smackdown necessita dele, mais do que nunca. Fiquei muito feliz com sua vitória, pois a WWE surpreendeu a maioria de nós em relação ao resultado deste combate.

Não posso é claro deixar de comentar duas coisas antes de encerrar esta crônica. A primeira, o ataque de Chris Jericho ao WWE CM Punk, deixando claro qual será é o seu objetivo, quando disse que o mundo como da forma da qual conhecemos iria acabar, ele se referia a atacar o Best In The World, conforme Punk denomina-se em sua camiseta, espero que tenham uma grande feud. E a segunda é o retorno de The Undertaker, que pelo que vimos deverá querer mais um combate contra Triple H, no próximo Wresltlemania, mas de início, parece que The Game irá relutar, mas penso que mais adiante ele irá aceitar o desafio de Taker, portanto as próximas semanas prometem.

Desejo a todos nós uma grande semana e até a próxima semana, quando escreverei sobre os combates no formato Elimination Chamber, pois como o PPV é recente, fazer seu histórico de apenas 2 anos penso que não é muito válido. Abraços!

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

10 Comentários

  1. Excelente artigo Mario!

    De facto tivemos um combate pelo Título Mundial bastante previsivel tanto no vencedor como na maneira que ia ser o fim de combate mas mesmo assim não deixou de ser um combate razoavel e não deixa de ser bom para afirmação de Daniel Bryan.

    O Combate de divas são sempre iguais não mostram nada de extraordinario mas temos sempre um grande spot para mostrar alguma coisa.

    John Cena vs Kane se havia coisa que sabia para este combate é que não ia haver uma vitória limpa porque se alguem tivesse que vencer era por DQ mas acabou por acontecer uma double count-out, eu confesso que gostei do combate e do resultado também e então os momentos depois do combate foi excelente. Agora que Cena vá fazer o turn isso não vai acontecer mas já me dou satisfeito por ver um Cena mais agressivo.

    Brodus Clay vs Drew McIntyre – Sinceramente não sou a favor de squashs nos PPV´s portanto este combate nem devia ter acontecido sequer.

    CM Punk vs Dolph Ziggler – assistimos a um bom combate entre eles e este combate nem precisava de Laurinaitis para ser de grande qualidade até porque acho que a precisa dele estragou um pouco um combate. A situação do arbitro inconsciente fora do ringue e de tudo que isso original tirou do centro das atenções o combate em si e penso que isso nem valia a pena visto que estava a ser muito bom de se ver.

    O Royal Rumble não foi a melhor que vi mas gostei e fiquei mesmo surpreso por certos lutadores não terem entrado na Rumble sequer. Sempre pensei que a vitória fosse de Chris Jericho e até nisso fiquei surpreendido por ter sido Sheamus a vencer mas gostei do vencedor e acho que ele merecia muito isto. Com certeza lutara pelo Título Mundial na WM e senão for contra Bryan só vejo Barrett como opção ou então vou ser surpreendido e vou ver Cody Rhodes com dois títulos na Mania.

  2. Enrique M0ura - há 5 anos

    Muito bom ver um brasileiro escrevendo no maior site de wrestling de Portugal, e assim como você, também sou um brasileiro xD. Grande artigo!!!

    Sem dúvidas foi um Pay-Per-View fantástico! O primeiro combate já tinha em mente quem seria o vencedor…e acredito que todos também. Mas como sabem a WWE é cheia de surpresas, por isso uma derrota de Bryan era possível. Agora no Elimination Chamber acho que ele perderá seu Título, e não será nenhuma surpresa, pois lutará com grandes lutadores. Acredito que Wade Barrett ou Randy Orton vence. Surpresa seria se The Great Khali vencesse ai sim isso seria uma surpresa.

    Nunca gostei do combate de Divas. Mas gostaria de ver um combate entre Kharma e Beth Phoenix na Wrestlemania XXVIII. Veremos…

    A rivalidade entre “Kane x John Cena” está me agradando muito. Agora só estou com uma dúvida. Caso os dois se enfrentem na EC, e isso já é quase certo, será que Cena acabará com Kane e entrará em alta no combate contra The Rock na Wrestlemania ou Kane o deixará ir a Wrestlemania como um “fracasso” (quando digo fracasso quero dizer em baixa)? Veremos…

    Como você mesmo disse no artigo, Brodus Clay precisa para com estas vitórias rápidas e sim ter uma luta de verdade onde ele tenha um adversário a altura. Sobre o Drew McItyre: É ridículo o que estão fazendo com ele! Estão perdendo um grande talento. Espero que essa sequência de derrotas acabe logo.

    CM Punk tem sido incrível ultimamente, não só ele mas Dolph Ziggler também. Foi um ótimo combate, com golpes incríveis e um resultado mais que justo. Pois Punk lutaria não só contra Ziggler, mas também com Laurinaitis, já que o mesmo queria atrapalhar Punk. Na Elimination Chamber uma vitória dele será justa, assim como uma vitória de Jericho também será justa! Vitória ou não…é certo que teremos um grande combate entre os dois na Wrestlemania!!!

    Já vi Royal Rumble melhores na época de Batista, Undertaker, Shawn Michaels e etc…Mas este foi um combate que me agradou bastante. O vencedor me agradou bastante! Gosto muito do Sheamus e gostaria de vê-lo na Wrestlemania. Agora fica a pergunta: Quem ele enfrentará? Quem sabe Randy Orton, Wade Barrett ou até mesmo o Big Show.

    Em fim, foi um grande Pay-Per-View! O artigo também!!! Muito bem escrito e bom de se ler. Parabéns!!! =D

  3. Master of Chaos - há 5 anos

    É mesmo um ótimo artigo, explicou bem as entradas, até a de Ricardo Rodriguéz como o Del Rio, mas nesta eu achei que o Jericho venceria, mas acabou por ser Sheamus.

  4. Frederico_WWE - há 5 anos

    Grande PPV mas podia ter sido melhor e o artigo tá impecável!

  5. José Sousa - há 5 anos

    Bom Artigo Mário. Basicamente viste o PPv de uma forma similar á que eu observei não tenho muito mais a acrescentar sem ser que eu acredito, até pode ser tolice que o Daniel Bryan vai á Wrestlemania Campeão, mas pronto isso saberemos dentro de poucas semanas já também.

    • Não acho isso tolice nenhuma, eu também queria que ele fosse como campeão à WrestleMania.

      Nesta altura acredito nas duas possíveis opções, manter ou não manter.

      • Enrique M0ura - há 5 anos

        Também não! Não vejo problema e ver um combate entre Sheamus x Daniel Bryan na Wrestlemania. É claro que um outro oponente me agradaria mais. Mas Bryan x Sheamus seria um grande combate. Mas um coisa é certeza: Se Bryan não perder o Título no Elimination Chamber, com certeza ele perderá na Wrestlemania

      • Pois e caso tenhamos um novo campeão na EC, dependendo de quem seja pode não perder o título logo na WM e não temos logo Sheamus campeão na WM.

  6. franciscoxb - há 5 anos

    eu nao acredito que o daniel bryan perde o titulo no elimination chamber

  7. FábioVaz - há 5 anos

    Bom artigo, em grande parte concordo contigo, resumiu bem e falou bonito.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador