Visão Brasileira #64 – Obrigado WWE

Pessoal estamos ainda a quatro semanas do próximo PPV da WWE, o SummerSlam, um dos principais PPVs do ano, mas nesta semana não teria como ser diferente e o Visão Brasileira desta semana abordará a Raw 1000. A partir dela, todos os episódios da Raw passaram a ter 3 horas e felizmente a WWE nos agradou em todos os aspectos, para mim só restou apenas a presença de Stone Cold Steve Austin, para a festa ficar completa. Mas como um todo o evento foi espetacular e me deixou bastante emocionado.

Foi evento mais que especial, e nada melhor do que começar a Raw com a presença de Vince McMahon a anunciar a entrada da DX, que inicialmente veio com seus membros mais especiais Triple H e Shawn Michaels. Para abrilhantar ainda mais a noite tivemos a presença dos outros membros da DX, Road Dogg, Billy Gunn e X-Pac.

O que foi surpreendente foi a presença de Damien Sandow que veio participar do segmento e foi atacado por Shawn Michaels com um  Sweet Chin Music, para delírio do público e depois um pedigree de Triple H. Assim tivemos um começo bem festivo para a Raw 1000. É muito boa a ideia da WWE de reunir os novos lutadores da WWE ao lado das grandes lendas. 

Na sequência tivemos a entrada do Hall of Fame Jim Ross, para se juntar a mesa de comentadores e anunciar o combate de tag team onde o World Heavyweight Champion Sheamus, juntou-se a Rey Mysterio e Sin Cara para enfrentar Alberto Del Rio, Dolph Ziggler e Chris Jericho.

Em um combate bastante equilibrado, ao seu final quando Jericho estava prestes a alcançar a vitoria para seu time, Ziggler acabou o atacando, fazendo-o errar uma manobra nas cordas, atrapalhando-o e assim Sheamus aplicou um brogue kick e alcançou a vitória. Deveremos assim ter um confronto entre Ziggler e Jericho para o SummerSlam.

Depois de alguns segmentos o que tivemos foi um combate entre Brodus Clay contra Jack Swagger, onde tivemos a presença de Dude Love, para acompanhar Clay, juntamente com Cameron e Naomi. O combate em si praticamente inexistiu e em um típico squash, Clay alcançou a vitória e assim tivemos a grande comemoração por parte dos vencedores, com uma grande dança.

Na sequência tivemos um dos grandes momentos esperados da noite o casamento de AJ e Daniel Bryan, onde tinha muitas expectativas pois esperava que a WWE não viesse a incluir Kane neste segmento para interromper a cerimônia e felizmente isso não se confirmou. Para realizar a cerimônia tivemos a presença de Slick.

Para supresa geral o que tivemos foi que não acabou ocorrendo o casamento por desistência de AJ e tivemos a entrada de Mr. McMahon que veio anunciar o novo General Manager da Raw, que para surpresa geral, onde todos esperavam por nomes como Ric Flair, Mick Foley, Teddy Long e até mesmo Edge ou Shawn Michaels, foi anunciado por Mr. McMahon que a nova General Manager da Raw será AJ.

Na volta dos comerciais tínhamos um Daniel Bryan revoltado com a situação, e sendo acalmado pelos árbitros, eis que surge o WWE Champion CM Punk, para provocar Bryan e dizer que ele é o melhor do mundo, mas para delírio do público, quem surgiu foi The Rock. Em sua fala The Rock disse que ele é o maior de todos os tempos e que o público sabe disso.

The Rock declarou que enfrentará o WWE Champion no PPV Royal Rumble em 2013, independente de quem for o campeão nesta altura. Bryan interrompeu The Rock e disse que seria ele o Campeão da WWE e o novo rosto da WWE. The Rock debochou de Bryan e em seguida aplicou o Rock Bottom, para delírio do universo WWE. Então esta definido que o retorno de The Rock aos ringues será no PPV Royal Rumble.

Na sequência tivemos a entrada de Bret Hart que veio para anunciar o combate pelo Intercontinental Championship, onde o campeão Christian teve como desafiante The Miz. Estava na torcida por The Miz, pois ele estava afastado a muito tempo dos títulos e fiquei muito feliz com sua vitória e assim ele tornou-se o novo Intercontinental Champion.

Para The Miz também é muito importante, pois assim ele tornou-se o vigésimo primeiro Triple Crown Champion na história da WWE. Pois em sua carreira já conquistou o WWE Championship, o Intercontinental Championship e o World ou o WWE Tag Team Championship, juntando-se assim a nomes como do próprio Bret Hart, Kane, JBL, Kane, Chris Jericho, HBK, Edge, Randy Orton, The Rock, Stone Cold, Big Show e CM Punk.

 

Chegamos a outro dos grandes momentos esperados da noite, a presença de Triple H no ringue, para chamar Brock Lesnar e saber se esta iria aceitar ou não seu desafio para o SummerSlam. Assim Triple H chamou Lesnar mas quem veio foi Paul Heyman, dizendo que  Brock não iria enfrentá-lo no SummerSlam, chegando a ofender os filhos de Triple H.

Quem irritou-se com os comentários de Heyman e surgiu foi Stephanie McMahon, esposa de The Game. Após Triple H e Stephanie atacarem Heyman quem surgiu foi Brock surgiu a intervir. Assim Lesnar e Triple H atacaram-se onde The Game jogou Lesnar sobre as cordas. Assim temos confirmado um grande combate para o PPV SummerSlam, entre Triple H e Brock Lesnar, que tem tudo para ser um combate extraordinário.

Depois tivemos o seguimento em que Heath Slater, mais uma vez estava a postos para enfrentar mais uma lenda. Aliás quero dar os parabéns a Slater, eu queria muito estar no seu lugar nestes combates, pois seria motivo de muito orgulho enfrentar todas estas lendas. Sobre a lenda da Raw estava muito ansioso para saber quem seria este combatente, estava a esperar por Stone Cold, mas quem surgiu foi Lita, o que me deixou bastante satisfeito.

Slater a principio negou-se a combater, aí quem surgiu foi a APA, formada por JBL e Ron Simmons, até hoje nõ consigo acreditar que Bradshaw e JBl são a mesma pessoa. Eles entraram e Slater tentou mais uma vez fugir, aí tivemos a entrada de todas as lendas que combateram contra Slater nestas últimas semanas, uma grande homenagem da WWE, que me deixou muito feliz.

Depois tivemos o segmento o qual não estava pré-determinado, mas que eu esperava ansiosamente e quando tivemos a entrada de Kane suspeitei que ele aconteceria. Mas o que me deixou preocupado foi quando tocou a música de Jinder Mahal, mas quando que ele estava acompanhado de Tyler Reks, Curt Hawkins, Hunico, Camacho e Drew McIntyree, pensei vamos ter o momento o qual eu mais aguardava para esta Raw de número 1000, a presença de Undertaker, e a minha grande esperança da noite se confirmou ao tocar dos sinos e com a escuridão da arena.

Com isso tivemos o regresso de Undertaker para lutar ao lado de Kane e rreditar uma das grandes tags de todos os tempos, os Brothers of Destruction, que dizaram seus adversários e em um duplo Tombstone, para delírio do público e de mim em minha casa, deixaram-me ainda mais satisfeito com este show. Pois Undertaker merecia estar na Raw 1000, pois ele é ainda o único lutador em atividade que participou da Raw de número 1 e merecia estar na edição de número 1000, para satisfação de todos os fãs do universo WWE.

 

Assim chegamos ao main event, onde tivemos ocombate pelo WWE Championship, onde o WWE Champion CM Punk tinha como adversário John Cena, aliás gostei muito do novo layout da Raw, muito mais dinâmico espero que ele esteja presente no WWE 12. Sobre o combate Cena decidiu na última Raw, utilizar seu cash-in da mala do Money In The Bank, na edição da Raw 1000. Em um bom combate, tivemos Cena muito próximo de alcançar a vitória, após um Attitude Adjustment porém o  juiz havia sido atingido e estava fora do ringue, para minha alegria.

Depois ocorreu o que eu já esperava, mas gostaria que não tivesse acontecido, tivemos a interferência de Big Show que atingiu Cena com um spear. Punk poderia ter alcançado a vitória, mas hesitou e não sei porque Cena conseguiu recuperar-se, algo bem diferente por exemplo de quando Show atacou Cena no combate do PPV Over The Limit.

Ao final do combate, quando Punk foi aplicar um Go to Sleep, onde Cena acabou revertendo-o em um STF, onde parecia que assim teríamos o final do combate com John Cena a tornar-se o novo WWE Champion. Mas Show mais uma vez atacou Cena, fazendo com que o árbitro encerrasse o combate e desse a vitoria a Cena por desqualificação.

Após o final do combate tivemos a entrada de The Rock, que atacou Big Show, mas o que causou surpresa geral foi o ataque de CM Punk contra The Rock, algo que eu já esperava, devido ao seguimento ocorrido mais cedo neste próprio show. Com um Go to Sleep ele atingiu The Rock e deixou o ringue. Assim tivemos pela primeira vez na história um insucesso no cash-in, pois conforme já havia escrito no Visão Brasileira da semana passada, esta mala acabou sendo em vão. Assim Punk permanece como WWE Champion e para alguns tivemos o seu heel turn, algo que discordo, mas vou aguardar as próximas semanas para ter uma opinião mais sólida.

Sobre a participação de Charlie Sheen e sua possível rivalidade com Daniel Bryan, espero que isso não vá adiante. Os pontos altos da noite para mim foram as presenças da DX com os seus cinco elementos e da Brothers of Destruction, que valeram a minha noite e pude dormir feliz, claro que não posso esquecer de Trish Stratus e Lita, duas de minhas divas preferidas e que abrilhantaram muito bem esta noite. Só tenho a agradecer pela WWE a nos proporcionar este grande show. Muito Obrigado WWE, por esta excelente Raw de número 1000.

Para encerrar gostaria que achei espetacular a Raw 1000, com momentos para ficarem guardados em nossa memória, fico muito feliz de fazer parte desta história e poder acompanhar este grande evento. Fiquei muito feliz da presença de todos os grandes lutadores na Raw 1000 e para mim só faltou mesmo Stone Cold Steve Austin que seria a cereja no bolo e assim a Raw 1000 ficaria 10, mas vou fechar a nota da Raw em 9,8.

Assim encerro este Visão Brasileira e desejo a todos uma excelente semana e até o próximo.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

11 Comentários

  1. Fábio - há 4 anos

    Para mim so faltou Stone Cold Steave Austin e Edge de resto foi uma Raw espetacular

  2. danielLP21 - há 4 anos

    Para além do Stone Cold faltou o Edge :(

    Bom artigo Mário.

    • DX Rules - há 4 anos

      Edge 100% que faltava porque ele não tem contrato com a WWE por isso Edge nem pode ser GM do Smackdown

      • danielLP21 - há 4 anos

        Sim eu também sempre disse que era impossívelele ser GM devido ao facto de não ter contrato. Mas uma aparição não fazia mal nenhum… acho que não é preciso ter contrato para fazer uma aparição numa Raw.

  3. João Macedo - há 4 anos

    Excelente artigo, Austin e Edge como as principais ausências, mas a meu ver não é isso que estraga um show como este, que foi muito bom.

  4. Vinícius Nunes - há 4 anos

    O Edge eu sabia que não ia aparecer, logo não fico desapontado, mas eu achei uma falta de respeito a “cara” da WWE ser o primeiro a falhar o cash in só acho isso, tirando isso essa Raw 1000 foi sensacional mesmo, não gostei do The Rock também, ele parece que é o dono da WWE, luta pelo que quer quando quer…

  5. 619 D-generation X - há 4 anos

    A Return dos Brothers Of Destruction valeu a noite

  6. Wolverine - há 4 anos

    Esse Raw foi bom, mais para que esse ficasse completo mesmo só faltou Egde & Stone cold.
    E Chris Benoit e Eddie Guerrero :(

  7. Master of Chaos - há 4 anos

    Grande artigo Mário, acho mesmo que o Raw não foi 10,0 pela fauta que fez o SCSA e o Edge. Mas de resto, acho que o Raw foi sensacional.

  8. Moutinho-Kun - há 4 anos

    Foi um muito bom raw, mas esperava muito mais…

    Para um raw tão importante, acho que não foi nada de especial, já vi melhores raws do que este.

    Mas foi bom ver várias lendas e lutadores do passado de volta, dx reunidos (faltando a chyna), brothers of destruction reunidos, lita, trish e steph, lesnar e heyman, APA.

    Faltou sem dúvida o SCSA, mas este não podia estar presente, o shane mcmahon também, edege, e pessoalmente adorava ter visto o GOLDBERG, mas pronto, este não é uma lenda do raw, já que teve pouco tempo, é mais uma lenda da wcw.

    Mas o momento alto da noite foi o Punk a dar na tromba do The Rock, BRUTAL! Pena é o Punk agora deve voltar a heel, e ele é um magnifico heel, só que a wwe neste momento tem várias estrelas heel e poucas face, e a maior estrela face, é um face muito contestado, Cena e o sheamus também não é um face total, é só vermos os combates recentes dele com o ziggler por exemplo, para vermos muitas pessoas a puxarem pelo ziggler.

    O dois momentos baixos da noite, foi o combate swagger vs brodus, eu sei que o objectivo era só pôr lá o dude love, mas teria sido melhor terem feito 3 curtos segmentos com as 3 gimmicks do mick foley. E o outro momento foi o the rock anunciar que vai lutar pelo wwe champ na RR, enfim, agora isto é assim, “sou o the rock e faço o que quero”, por ser o the rock pode chegar á wwe e dizer que vai lutar pelo maior titulo assim sem mais nem menos? Enfim, antes de preocupar-se com a superstars full time, querem dar shots pelo titulo a um gajo que aparece na wwe de 6 em 6 meses, tá certo…

  9. Francisco Marques - há 4 anos

    Esperava sinceramente mais.
    Mas foi um grande show e para o tornar perfeito, o Edge e o Stone Cold Steve Austin deviam aparecer!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador