Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Visão Brasileira #86 – Retrospectiva 2012

Pessoal em 2012, meu primeiro artigo estava na edição #34, onde escrevi pelo retorno de Chris Jericho, e agora para encerrar, chego a edição de numero #86.

Em um ano repleto de novidades em relação a WWE no Brasil, onde passamos a ter as transmissões da Raw pelo Esporte Interativo e do Smackdown pela RedeTV, e também a chegada da Raw World Tour no Brasil, chegamos ao ultimo Visão Brasileira de 2012. Neste artigo, irei abordar o ano de 2012 na WWE.

Começarei abordando sobre os cinturões da WWE, sobre todos os campeões de 2012 e depois farei a retrospectiva de 2012 de John Cena, a principal cara da WWE, depois abordarei a edição do Raw 1000 e finalizo com Raw World Tour no Brasil.

Começo pela Divisão de Divas,onde tivemos quatro campeãs neste ano. Quem começou o ano de 2012 como campeã, foi Beth Phoenix, que havia conquistado o cinturão no PPV Hell in a Cell, de Kelly Kelly. Aliás estas duas divas deixaram a WWE neste ano de 2012, para a tristeza dos fãs, sendo Kelly Kelly pela beleza em ringue e Beth por sua grande capacidade técnica.

Quem venceu Beth Phoenix, foi Nikki Bella, aliás outra diva que saiu da WWE neste ano além de sua irmã Brie, Nikki venceu Beth em uma Raw Supershow em Abril deste ano, aliás teve um pequeno reinado, de apenas seis dias.

No PPV Extreme Rules, que retornou foi Layla em substituição a Beth que estava lesionada e não poderia combater e assim ela tornou-se Divas Champion, aliás a Diva que ficou por mais tempo com o cinturão neste ano de 2012. Foi muito vermos o retorno de Layla após um ano.

A atual campeã e quem vai começar o ano de 2013 como campeã é Eve Torres, que assim como Layla, teve sua chance pelo cinturão em substituição a Kaitlyn, para o combate contra Layla, no PPV Night of Champions.

Espero que em 2013 a WWE venha a renovar drasticamente a divisão de divas, foi uma pena Kharma não ter engrenado na WWE e a perda de Beth Phoenix, espero que tenhamos grandes novidades.

Agora passarei a falar sobre a divisão de duplas, que aliás teve um grande crescimento em 2012. A dupla que começou como WWE Tag Team Champions, foi Kofi Kingston e Evan Bourne, que ganharam o cinturão na Raw em agosto de 2011.

Em um house show em Oakland, em 15 de janeiro, Primo e Epico tornaram-se os novos campeões, algo raríssimo de acontecer nos dias atuais, alías falando nisso isto chegou a ocorrer na Raw World Tour no Brasil, mas o combate foi reiniciado.

Kofi Kingston voltou a recuperar o cinturão, desta vez com um novo parceiro, R-Truth, na Raw em 30 de Abril. Eles foram a dupla que ficou mais tempo com o cinturão neste ano de 2012. Durante este reinado tivemos o ressurgimento da Divisão de duplas, com a criação de diversas duplas.

Os atuais detentores dos cinturões de duplas, são a Hell No, formada por Daniel Bryan e Kane, que venceram os cinturões no PPV Night of Champions. Esta dupla vem fazendo um grande reinado, e espero que continuem como campeões, porém quem merece ter um reinado neste ano de 2013, serão a Rhodes Scholars, formada por Cody Rhodes e Damien Sandow.

Além deles, as duplas de Rey Mysterio e Sin Cara e a de Justin Gabriel e Tyson Kidd, também merecem em 2013 um reinado e estas quatro duplas alavancaram novamente a divisão que andava estagnada na WWE.

Quem começou o ano de 2012 como United States Champion foi Zack Ryder, que venceu o cinturão no PPV TLC em dezembro de Dolph Ziggler. Ryder vinha fazendo um reinado interessante e merecia pois tinha grande apoio do público, mas infelizmente teve um reinado menor que um mês.

Na Raw de 05 de março, após Ryder sofrer um ataque de Kane, quem aproveitou-se foi Jack Swagger, que conquistou o cinturão e teve um reinado de quase dois meses. Swagger deverá retornar no PPV Royal Rumble, mas espero que ele tenha uma renovada no personagem.

Para surpresa geral, quem teve o maior reinado como United States Champion foi Santino Marella, que teve sua chance contra Swagger em uma Raw, onde Teddy Long estava como General Manager da Raw. Marella nos porporcionou um grande momento no PPV Elimination Chamber, quando surpreendeu e fez um belo combate.

Um estreante na WWE, é quem venceu o cinturão no Pré-Show do PPV SummerSlam, Pré-Show, que também é uma novidade neste ano de 2012. Antonio Cesaro, que possui grande capacidade técnica, mas tem um personagem que não empolga , mas espero que possa ir aos poucos tendo uma mudança sutil. Após R-Truth vamos aguardar ao PPV Royal Rumble, para ver quem será seu novo desafiante.

Quem começou 2012 como Intercontinental Champion foi Cody Rhodes, aliás Rhodes foi o lutador que recuperou este cinturão com um belo reinado. Seu reinado iniciou em agosto de 2011 no Smackdown.

Na Wrestlemania XXVIII, Rhodes teve como desafiante Big Show, que venceu o combate e tornou-se Triple Crown Champion e ao mesmo tempo também Grand Slam Champion, alcançando os cinturões em todos os níveis possíveis.

Rhodes recuperou o cinturão, no PPV Extreme Rules, em uma Tables Match, quando Show quebrou a mesa com seu pé acidentalmente. Parecia assim que Rhodes teria mais um reinado longo.

Porém após o Pré-Show do PPV Over The Limit, tivemos Christian a retornar após uma lesão e vencer uma Battle Royal e decidir que desafiaria Rhodes. Christian venceu e assim permaneceu como campeão até a Raw 1000.

Na histórica Raw 1000, tivemos a Bret Hart a apresentar o combate pelo o Intercontinental Championship, onde o desafiante foi The Miz, que venceu e teve o cinturão de sua posse por quase três meses. The Miz agora tornou-se face e espero que possa ter uma nova oportunidade por cinturões em 2013.

Uma das novidades de 2012, o programa Main Event, das noites de quarta-feira, tivemos a primeira mudança de cinturão neste programa, onde Kofi Kingston derrotou The Miz e tornou-se o novo campeão e entrará 2013 com o cinturão. Deve começar o ano em rivalidade com Wade Barrett, que para mim tem potencial para carregar o cinturão no que vem.

Chegamos ao principal cinturão do Smackdown, onde o World Heavyweight Champion, que iniciou 2012, foi Daniel Bryan, que conquistou o cinturão, no PPV TLC, após realizar o cash-in em Big Show. Bryan foi um dos grandes destaques da WWE em 2012 e merece estar com o cinturão de duplas, ao lado de Kane.

Para mim um dos grandes erros da WWE em 2012, foi o combate entre Daniel Bryan e Sheamus, que todos aguardavam com grande expectativa e esperávamos por um combate espetacular, mas o que vimos foi Sheamus a conseguir o cinturão, no combate relâmpago do Wrestlemania, de apenas 18 segundos.

Sheamus teve um reinado de seis meses, que veio a acabar após o combate contra Big Show, em um espetacular combate no PPV Hell in a Cell. Assim Show tornou-se o World Heavyweight Champion e entrará 2013 como campeão e possivelmente em rivalidade com Sheamus, porém este cinturão segue com a ameaça do cash-in de Dolph Ziggler, o portador da mala do Money in The Bank.

O WWE Championship, começou e terminará 2012 de posse de CM Punk. Que conquistou o cinturão no PPV Survivor Series em 2011, ao derrotar Alberto Del Rio, com um Anaconda Vise.

Punk realizou sua defesa com sucesso contra Dolph Ziggler, Kofi Kingston, Chris Jericho, The Miz, R-Truth, Daniel Bryan, Kane, Big Show, John Cena e Ryback.

Visão Brasileira #81   Seguem os Reinados

Sabemos que CM Punk mudou totalmente de atitude, de um face que começou 2012 como WWE Championship amado e admirado por todos, e sua mudança para heel, com vitórias controversas passando a ser odiado pelo público, fazendo assim muito bem o seu papel aliando-se a Paul Heyman outro grande retorno a WWE e contando com o auxílio da The Shield.

Estou curioso para saber o que a WWE fará para que The Rock e CM Punk, venham a ter um combate sem interferências no PPV Royal Rumble, pois não acredito que The Rock, retorne a WWE, para yer um combate que venha a sofrer interferência que venham a lhe prejudicar.

Agora falemos do Superstar do ano de 2012, a cara da WWE John Cena, que para mim não merecia este prêmio, mas sabemos o quanto ele se dedica a WWE. Para começar nos dois primeiros PPVs do ano, enquanto esperava seu combate contra The Rock.

Cena estava em rivalidade co m Kane, que culminou em um empate no PPV Royal Rumble e uma vitória de Cena em uma ambulance match, no PPV Elimination Chamber.

Na Wrestlemania, todos estavam a esperar este combate histórico entre The Rock e John cena, porém tivemos mais tempo sendo gasto com a entradas destes lutadores, do que com o combate em si.

Na luta entre o passado e o presente, vimos Cena controlar a luta na maioria do tempo, e esperava mais de The Rock, que após um Rock Bottom e assim alcançou a vitória. Espero que The Rock, para o combate contra CM Punk, pelo WWE Championship esteja em melhores condições, para proporcionar um combate em maior nível.

A rivalidade seguinte de Cena, foi contra Brock Lesnar, que voltou na noite pós-Wrestlemaniae estes lutaram no PPV Extreme Rules, com vitória de Cena, em um bom combate. Lesnar também foi um bom retorno a WWE, mas particularmente não gostei de seu combate contra Triple H no PPV SummerSlam, e deveremos quem sabe ter a desforra na Wrestlemania 29.

Nos meses seguintes Cena esteve envolvido contra John Laurinaitis, uma figura que comçeou 2012, mas que felizmente não esta mais em evidência na WWE. No PPV Over The Limit, Cena saiu derrotado graças a interferência de The Big Show.

Assim para o PPV No Way Out, Cena enfrentou Show, em uma Steel Cage Match, que teve a interferência de vários superstars, que Show havia atacado e ao final Cena venceu e tivemos a demissão de John Laurinaitis.

Para o PPV Money In The Bank, uma decisão errada da WWE ao colocar apenas John Cena, Chris Jericho, Big Show, Kane e The Miz, pelo combate a mala do WWE Championship e quem venceu foi Cena. Deixando-o assim próximo ao caminho deste cinturão.

Porém Cena falhou em sua tentativa de cash-in, na Raw 1000, onde marcou um combate contra CM Punk, para o main event. Neste combate tivemos a interferência de Big Show e depois a entrada de The Rock e vimos a CM Punk atacar The Rock.

No PPV SummerSlam, Cena teve a oportunidade de conquistar o WWE Championship, porém em uma Triple Threat Match, Punk conseguiu reter seu cinturão, após uma dupla submissão, quando Show veio a desistir, causando assim um empate entre Cena e Punk, mas o combate foi reiniciado e Punk fez o pin em Show.

Visão Brasileira #72   Em busca de Respeito

Para o PPV Night of Champions, Cena teve uma nova oportunidade pelo cinturão, porém em um grande combate, após um Super German Suplex de Cena em Punk, ambos ficaram com os ombros no chão, com o juiz a abrir a contagem e assim muitos pensaram e festejaram a vitória de John Cena, incluindo ele próprio, que foi pegar o cinturão e comemorar com o público. Porém o árbitro declarou a luta como empate, assim Punk continuou como WWE Champion.

No PPV Hell in a Cell, John Cena não combateu, mas esteve no Pré-Show, onde teve um confronto com Dolph Ziggler, alías este confronto me fez dizer que teríamos um combate entre estes lutadores, tendo a mala de Ziggler em jogo, algo que causou grande alvoroço com o público que lê o Visão Brasileira.

No PPV Survivor Series, em uma Triple Threat, entre o WWE Champion CM Punk, John Cena e Ryback, tivemos a entrada e interferência da nova facção existente na WWE, a The Shield, que fez com que Punk vencesse e continuasse seu reinado.

Sobre a The Shield, aliás foi a grande sacada de 2012 por parte da WWE. Roman Reigns, Dean Ambrose e Seth Rollins, estão a causar grande estrago na WWE e quero ver em 2013 para onde esta historia vai avançar. Eles possuem grande potencial e já estava na hora da WWE de apostar em seus talentos no NXT. Big E Langston é outro grande exemplo.

No TLC, John Cena, teve a oportunidade de tentar se apossar da maleta do World Heavyweight Championship, mas após interferência de AJ, que aliás também foi um dos grandes destaques de 2012, a vitória foi para Dolph Ziggler e assim Cena deverá começar 2013 em rivalidade contra Ziggler, AJ e Big E Langston. Mas deverá fatalmente entrar no caminho do WWE Championship, quem sabe Cena não seja o vencedor da Royal Rumble Match.

Agora vou pincelar rapidamente sobre dois dos acontecimentos que mais me agradaram no ano de 2012, a Raw 1000 e a Raw World Tou no Brasil. Ver novamente todos os mebros da DX, foi algo que me emocionou muito, assim como rever Lita de volta aos ringues.

Visão Brasileira #64   Obrigado WWE

Porém o retorno, mesmo que por uma noite da Brothers of Destruction, para mim foi o ponto alto da noite, ver Undertaker em ringue é algo espetacular, ele merecidamente ao lado de Triple H, levaram o prêmio de melhor combate do ano.

Visão Brasileira #47   Opinião sobre a WrestleMania XXVIII

Combate este que foi brutal, com um Shawn Michaels acoado, sem saber o que fazer e para quem determinar a vitória, como árbitro. Shawn Michaels aplicou um Sweet Chin Music em Undertaker, seguido por um Pedigree de Triple H, o que parecia ser o momento da vitória de Triple H, mas Undertaker conseguiu continuar na luta. O combate teve seu fim quando Triple H tentou erguer-se, segurando-se em Underataker, mas o que vimos foi um Tombstone Piledriver de Undertaker, que assim aumentou seu recorde para 20-0.

Estou ansioso por saber quem será o adversário de Undertaker para a Wrestlemania, queria muito que ele participasse da Royal Rumble Match, e quem sabe nela já teríamos a resposta de seu adversário, pois ao contrário dos anos anteriores, para 2013, não temos nenhuma promo de retorno de alguém, para nos deixar em grande expectativa.

Para encerrar, não poderia escrever sobre outra coisa, a vinda da WWE pela primeira vez no Brasil. Através dela fiz grandes amigos, como Vinicius Alves, Bruno Monteiro, Letícia Novaes, Suelen Melo e Rodrigo Bianchini.

Tivemos uma grande Raw, com bons combates, com resultados previsíveis, porém com grandes momentos, como a promo de The Miz e as vitórias de Cena e Punk.

Ver um evento ao vivo e ter a oportunidade de conhecer os superstars da WWE, foi sensacional, tive gratas surpresas, como a simplicidade de Ziggler, R-Truth, Kofi Kingston e de principalmente de CM Punk e espero que ele siga como campeão por mais meses em 2013.

Ter a foto publicada no site da WWE foi motivo de muito orgulho, pois além de amar a WWE é ser reconhecido, foi algo espetacular e espero que em 2013 a WWE retorne ao Brasil. Assim encerro esta retrospectiva 2012 e vamos rumo a 2013, um Feliz Ano Novo a todos e até o próximo Visão Brasileira.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

16 Comentários

  1. TWWE - há 4 anos

    Grande artigo para fechar o ano de 2012…

    DIVAS – Infelizmente esse ano não foi um ano bom para as Divas, a WWE precisa dar uma renovada urgente, ainda mais com todas essas saídas que ocorreram em 2012: Bellas Twins, Kelly Kelly, Maxine, Kharma e Beth Phoenix. Hoje em dia temos meia duzia de Divas decentes na WWE que são: Layla, Natalya, Alicia Fox, Tamina, Eve Torres e Kaitlyn (poderia incluir Naomi mas enquanto esta estiver com Brodus Clay…) O unico ponto positivo esse ano foi o retorno de Layla no Extreme Rules. Para 2013 espero que a WWE renove essa divisão, começando com o tempo no ringue, e acho que ja estou vendo uma mudança… É só ver os ultimos combates que duraram mais de 5 minutos. A respeito do titulo, espero que Kaitlyn venca o titulo e perca para Tamina, para que assim Natalya ou Alicia Fox venca o titulo.
    A WWE prometeu aqui a prova: http://www.wwe.com/superstars/divas/all-divas/state-of-the-divas-division-26066933

    DIVISÃO DE DUPLAS – Essa divisão começou o ano de pé esquerdo, mas hoje em dia esta uma maravilha vejamos quantas duplas temos: Team Hell No, Team CoBro, Team Rhodes Scholars, The Usos, Prime Time Players, International Airstrike, Rey Mysterio e Sin Cara e Primo/Epico.
    Depois da formação do Team Hell No, essa divisão mudou totalmente, começando por combates em PPVs sendo eles sem o titulo em jogo.
    Para 2013 quero ver Rhodes Scholars com o titulo por muito tempo, tipo uns 6 meses, pois não acho que Daniel Bryan e Kane sejam felizes para sempre.
    Ainda sonho com uma tag entre Ted DiBiase e Alex Riley…

    Titulos Secundarios – Uma coisa muito confusa é a divisão das brands, quero dizer, acho que não fui o unico a perceber que o U.S esta na Smackdown e I.C no Raw sendo que qualquer um deles pode ser desafiado por qualquer brand.
    O Titulo U.S é mais para os palhaços ( Zack Ryder, Santino Marella, e quase Khali), mas o que eu não entendo é esse nome, quase todos os campeões são de outros paises, Gana, Suiça, Italia e agora India.
    Para 2013 quero ver Ted DiBiase ou Alex Riley na rota desses titulos.
    Já para o titulo I.C quero alguém como Del Rio, The Miz ou Christian, ja que vivaram face recentemente.

    WHC – O unico ponto negativo foi o combate na Wrestlemania, de resto foi tudo mil maravilhas…
    Para 2013 quero muito que Del Rio venca pela primeira vez o titulo principal da brand azul. E imagino que Ziggler faça o cash in antes do Royal Rumble e que vença Sheamus no Royal Rumble, vença na Elimination Chamber ( por deus façam uma Chamber decente, pois talentos não faltam) contra Sheamus, Del Rio, Big Show, Mark Henry e Wade Barret, para que perca somente na Wrestlemania contra Randy Orton.
    Diferente dos outros, não quero Sheamus vs Randy Orton, eles ja se enfrentaram 3 vezes em PPVs (Royal Rumble 2010, Summerslam 2010 e Hell in A Cell 2010) e Ziggler enfrentou ambos em PPVs, só uma vez.

    WWE Champion ou CM PUNK – Indignado fiquei quando Cena ganhou superstar do ano, sendo que Punk bateu o recorde dele e venceu em TODOS os PPVs do ano, tirando no TLC que não participou. E NÃO, não quero The Rock como campeão, como ja disse milhares de vezes, o tempo dele ja foi.
    Então provavelmente The Rock ganha de Punk e perde para Cena na Wrestlemania, e seria uma maravilha se Ryback tirasse o titulo dele no Extreme Ruler.

    JOHN CENA – Me deu nojo quando ele ganhou superstar do ano, perdeu em 6 PPVs!!!
    Não gosto dele, mas não aguento mais esses ataques nele, sempre que há um heel turn, alguem retorna ou um novo rosto na WWE, ja vai logo atacando ele…
    Para 2013 que ele venca The Rock e perca para Ryback e sai logo dessa empresa.

    Enfim é só minha opinião, mas ta ai…
    Um Feliz Ano a todos…

  2. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Feliz ano novo Mário, e ano que vem, espero que sim, teremos a 100ª edição do Visão Brasileira, isso é fruto do seu bom trabalho.

    Esse ano teve seus altos e baixos, mais baixos até, mas penso que evoluiu de maneira crescente, o que nos dá esperança para um 2013 melhor, principalmente pelo reinado de Punk, renascimento da tag team division, e a ascensão de wrestlers do nível de Dolph Ziggler e Daniel Bryan.

    Sobre o seu comentário sobre Ziggler e Cena, a princípio eu não tinha entendido, mas sei que sua intenção foi sempre para que Ziggler saísse por cima, e que se afirmasse de vez no main-event, e nada melhor que uma vitória sobre Cena para que tal fato ocorresse.

    E vamos fazer a corrente positiva para que o Punk retenha seu WWE Championship no Royal Rumble.

  3. José Sousa - há 4 anos

    Olha bom artigo Mário foi uma boa revista do ano de 2012 na WWE,até porque o artigo é praticamente uma boa revisão dos momentos mais importantes do ano.

    Sobre o teu momento polémico eu já disse semana passada e podes confirmar que nós no Final Resolution falamos sobre isso no chat, e que a tua ideia era a mala estar em jogo. Na altura assumo que percebi mal, mas depois de dialogar contigo no chat percebi que querias o mesmo que a maioria. Mesmo que existam pessoas que dizem que gostar do Ziggler e Punk é moda. Então é começar a gostar de Wrestling e do Eddie Guerrero, do Benoit, Kurt Angle, Bret Hart, HBK, Jericho entre outros é gostar de wrestlers que as pessoas gostavam por moda. Sendo assim não me importo porque sinto que os meus preferidos de sempre são de bom gosto.

    Sobre o Cena vencer o Rumble a mim não me admirava eu já disse isso no artigo da Salgado semana passada. Porque ele não precisa do Rumble para desafiar o Rock na WM mas algo-me me diz que será entre ele ou Orton o vencedor do Rumble. Se for o Ryback não me surpreendia mas ainda não estou convencido disso.

    Sobre o adversário do Taker eu preferia que fosse o Lesnar, mas acho que será mesmo o Punk e acho que tem credibilidade para isso. Nem percebo quem diz que ele não tem. Então se o Orton no inicio de carreira como main-eventer na fase do Legend Killer teve credibilidade e deu-nos um grande combate, o Punk também está preparado e tem nome suficiente para desafiar o Taker.

  4. danielLP21 - há 4 anos

    Foi um dos artigos que mais gostei de ler neste espaço. Excelente mesmo.

    De todas campeãs de Divas que houve este ano, a minha favorita, como é óbvio, é a Beth Phoenix. Porém, estou a gostar da Eve. Não é tão má como a Kelly Kelly, a Nikki, a Alicia Foz ( que até tem melhorado um pouco)… Enfim, esta divisão é para esquecer.

    “I am the Tag Team Champions!” Os Hell No foram os principais responsáveis pelo renascimento da divisão de equipas da WWE. Espero que os Rhodes Scholars ganhemj os Títulos de Tag Team no início de 2013.

    Ainda ontem falámos sobre isto no chat: o Título dos EUA estava muito bem com o Dolph Ziggler e, principalmente, quando o Zack Ryder o ganhou. Foi um momento brutal, há anos que eu não via alguém tão emocionado por ganhar um título de mid-card… Pois, isso só acontecia quando os títulos de mid-card valiam alguma coisa para a WWE! o Cesaro está a ser um bom campeão e a ver vamos o que acontece para a semana entre ele e o Khali.

    O Título Intercontinental já esteve melhor e já esteve pior. No entanto, não faz sentido que o Kofi seja o campeão. Ele não acrescenta nada ao valor que o título tem. Quantos títulos de mid-card já teve o Kofi? Dêem o título ao Wade Barrett.

    Como as coisas mudam num ano… Há um ano atrás, eu não suportava o Daniel Bryan. Agora, não me imagino a ver a WWE sem ele! Incrível, ele teve um ano fantástico, e quem diria que a derrota em 18 segundos ia originar o salto que ele tanto precisava? Quem tiver dúvidas que veja a Raw a seguir à WrestleMania e as manifestações de apoio pelo Bryan. Aliás, esse público foi um dos melhores do ano, como se viu durante a promo do Cena e no regresso do Brock Lesnar.
    O Sheamus foi um campeão razoável… Devia ter tido mais adversários. Em 6 meses de reinado, defendeu o título apenas com o Bryan e com o Del Rio… Muito pouco. Pronto ok, defendeu num Fatal 4-Way com o Orton, o Bryan e o Jericho e num PPV com o Ziggler, que foi um plano B. Ainda assim ,muito pouco.

    Depois pronto, temos um dos melhores Campeões da WWE de sempre, e a verdadeira “Superstar of the Year”: CM Punk. Já não há mais adjectivos para ele, simplesmente o homem do momento na WWE. Os combates com o Daniel Bryan e com o Chris Jericho foram os pontos altos, para mim.

    O ano do Cena foi horrível. Ponto.

    A Raw 1000 foi muito boa, e o meu momento favorito também foi o regresso dos Brothers Of Destruction. Como é possível não estar no Top 50 dos momentos do ano?

    E pronto, lá conseguiste toca na Kelly Kelly… Muito bem, sim senhor.

    Feliz Ano Novo Mário.

    • EnigmAA - há 4 anos

      Por que á 1 ano atrás você não suportava o Daniel Bryan?

      Eu sinceramente nem o conhecia direito antes de 2011.

      Em 2010 como ja disse, parei de acompanhar a WWE mas vi depois de uns meses o debut dos Nexus no Raw e ele me chamou a atenção pelo “estrangulamento” ao Justin Roberts, em plena PG Era, não entendo como demitiram alguém tão talentoso.

      Comecei a admirar o Bryan quando vi o seu combate contra o Chris Jericho no Youtube e também com o Ziggler pelo USA Championship.

      Foi surpreedente ver ele se tornar o Mr.Money in the Bank no melhor PPV de 2011.
      Eu adoro o Bryan e no seu Cash-In (Mesmo que não tenha sido dos melhores), fiquei satisfeito em vê-lo com a cinta, exatamente 1 ano atrás, só queria saber porque você não gostava dele, só por curiosidade.

      Sem dúvida alguma que este é o maior motivo de eu ter uma grande rejeição pelo Sheamus, mas sei que isso foi por culpa do Booking horroroso da WWE.

      Espero para o Bryan um grande futuro, igualmente para o Ziggler.

      Dêem o topo para estes 2!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Eu acho que estava cego! :D

        Simplesmente, não gostava do Bryan. Sabia que ele era bom lutador, mas não me parecia ter carisma nenhum. E quem tem boa memória deve lembrar-se que eu ao início não suportava os cânticos “YES!”, e agora adoro! Enfim, ele convenceu-me e o que aconteceu na WrestleMania ajudou a que eu ficasse do lado dele.

      • EnigmAA - há 4 anos

        O “YES” foi uma das coisas mais sensacionais deste ano e sem dúvidas que o público do Raw pós-Wrestlemania foi um dos melhores do ano.

        Fiquei indignado com o que fizeram com o “garoto” na Wrestlemania e passei a detestar o Sheamus.

        Mas tenho que dizer, o Combate entre estes 2 no Extreme Rules foi lindo!Aliás, um dos melhores PPV’s do ano, seria perfeito se o Lesnar tivesse vencido.

        E depois quando o Bryan se tornou contender ao WWE Title? Por ingenuidade até acreditei que ele ganharia o Título mas… em compensação nos proporcionou dos melhores combates do ano com seu adversário, que não preciso dizer mais nada.

        E os Hell No? Toneladas de Ouro.

        Sou muito fã do Bryan, e sou Mark mesmo quando se fala em Ziggler e Bryan.

        Daniel Bryan WWE Champion em 2013, aguardo anciosamente :D

      • danielLP21 - há 4 anos

        Aqui está o meu comentário no report da WrestleMania:

        “Sheamus vs World Heavyweight Champion Daniel Bryan- Palavras para quê?Simplesmente vergonhoso e eu nem gosto do Bryan ,mas ele foi humilhado, desrespeitado e descredibilizado. Nunca concordei com coisas destas em WrestleManias. Não concordei quando isto aconteceu ao Chavo Guerrero nem quando aconteceu ao JBL, e só espero que um dia compensem o homem. E se eu estou assim faço ideia a revolta daqueles que sempre o apoiaram.”

      • EnigmAA - há 4 anos

        Eu na época da Wrestlemania nem frequentava o site ainda.

        Só lamento por não ter acessado antes :)

        Let’s Be Honest, em 2009 eu era um Puto Mark.
        Nem sequer liguei para o combate, só fiquei feliz em ver o Rey Mysterio ganhar.

        Hoje eu percebo o quanto foi ridículo aquilo e se fosse nos dias atuais, eu concerteza torceria pelo Bradshaw :D

        O Futuro da WWE tem tudo para ser brutal, Daniel Bryan, Dolph Ziggler, CM Punk (Por mais alguns anos), Sheamus (Se a WWE não fazer mais merdas, o que eu duvido) Antonio Cesaro, Alberto Del Rio, Cody Rhodes, Damien Sandow,Dean Ambrose,Miz,Orton,Reigns, Rollins, Ryback (Não sou dos maiores fãs mas pra mim ja provou que tem potencial pro ME), Wade Barret e fora os do NXT que ainda vão subir futuramente.

        Não é um roster brutal? Aliado á uma boa equipe criativa, seria perfeito.

      • José Sousa - há 4 anos

        Eu já o conhecia da ROH por isso sabia que em termos de qualidade wrestling era de topo. Foi o meu favorito no NXT depois quando ganhou a mala fiquei contentissimo. Eu sinceramente fiquei cego na altura como tu Daniel e eu fiquei mais porque era fã dele tanto que reagi com um artigo na mesma semana! Eu já tinha achado injusto ter sido o mesmo combate um ano antes o Dark Match então quando me fizeram aquilo eu fiquei passado. Aliás lembro-me de eu e Salgado ficarmos passados ao mesmo tempo no chat. Eu fiquei para ai 20 minutos fulo. Agora felizmente já lhe dão valor.

        Eu sei que tu não eras fã dele, eu acompanhei essa fase nos nosso debates no Smoke And Mirrors não é?

  5. Miguel - há 4 anos

    Bom artigo Mário e próspero ano novo.

  6. Lucas Silva - há 4 anos

    Muito Bom Mário, em termo de wrestling esse ano foi trágico mais tivemos bons momentos como foi o retorno de Chris Jericho e Brock Lesnar, WrestleMania, Triple H vs Undertaker e a histórica Raw 1000.
    Eu também fui pro house-show e foi magnifico meus olhos brilhando como nunca antes é uma coisa que eu nunca vo esquece e sem maldade… eu chorei quando vi o The Miz e nunca, nunca vo esquece da sua promo, dizendo eu sou foda, eu sou o cara e falando que é Demais em português.. Foi algo histórico para min pessoalmente.
    Só queria ter a sorte que você teve conhecendo os astros pessoalmente, e lendo seu artigo deu muita mais vontade de torce para o Dolph Ziggler.

  7. Opportunist - há 4 anos

    Muito bom artigo Mario gostei da resprospectiva do ano esse ano da WWE foi cheio de pontos positivos e negativos mas negativos q positivos.

    A Divisao das divas precisa mesmo se renovar e ate gosto da Eve como campeao a WWE devia ir atras de divas boas em ring urgentimente,mas a divas boas no seu roster como Natalya e Naomi ea Paige do NXT,espero um ano de 2013 bom para essa divisao.

    A Divisao comecou muito apagada em 2012 mas terminou em crescente e teve um ano muito bom com boas duplas na divisao gostou muito dos Heel No como campeoes e como vc quero q os Mascarados,Rhodes Scholards eo dupla de Gabriel e Kidd tenham reinados em 2013 e q a Divisao continue com esse destaque.

    Em relacao ao titulo Intercontinental gostei dos reinados de Cody,Christian e Miz so q para os campeoes desses titulos espero q tenham mas destaque pois o Miz quando foi campeao do perdia em shows semanais e isso descrebiliza o titulo.Em 2013 acho q o Barret devera tirar o titulo do Kofi e mante lo por um tempo,tbm gostaria q o Drew Mctrynte e Sandow andassem com esse titulo esse ano de 2013.

    O titulo dos US esta em boas maos com o Cesaro ele e muito bomem ring so precisa melhorar as mic skills ea gimick.Em 2013 queria q o Riley,Dibiase eo Kidd ficassem com esse titulo pois merecem.

    O titulo WHC q esta atualmente com Show teve um bom tempo com Sheamus q fez um reinado demasiado chato e um heel turn lhe cairia bem ele como campeao heel seria interessante.Espero q em 2013 com o Cash in do Ziggler tenhamos um bom reinado pois o Ziggler muito isso.Outros campeoes interessantes no ano q vem seriam Orton heel eo Barret ou Miz.

    O WWE title esteve na minha opiniao em maos certas em 2012 pois Punk foi o melhor WWE champion em anos.Em 2013 provavelmente perde o title pro Rock e apesar de eu nao gostar muito da ideia vamos ver o q acontece em 2013 alem do Rock,Cena devera ter um reinado tbm e queria em 2013 q Bryan ou Miz tivessem um reinado tbm.

    Em relacao ao Cena so tenho q dizer q foi horrivel o ano dele e nao merecia ser o Superstar do Ano pois esse foi sem duvidas o ano do Punk.

    Por fim desejo um feliz ano novo pra vc Mario e venham mas edicoes do VB em 2013 e tbm um ano melhor da WWE.

  8. Ruben - há 4 anos

    Acho que 2012 foi um bom ano para a WWE.
    Teve uns altos e baixos mas no geral até foi bom.. mas claro podia ser melhor.

    Pontos altos houve muitos …. como retorno de Brock Lesnar , combate do TLC TheShield, rivalidade de TheRock e John cena , undertaker vs Triple H …. etc etc

    Pontos negativos para min a divisão de divas cada dia tá pior, embora nao goste de ver combates das divas mas acho que essencial para o Wrestling, depois a nivel de titulos nao gostei do da WWE acho que CM Punk teve tempo demais com o titulo … 1 ano com o titulo acho exagerado, já farta ver sempre a mesma coisa … ainda bem que em principio perde o titulo para TheRock no Royal RUmble, e tambem o titulo Mundial tambem achei muito secante, só quando teve o Randy como campeão é que deu alguma piada ver os combates de resto so se via por se ver :)
    E também achei vergonhoso a WWE dar tanta derrota ao John Cena, é verdade que ele já tem pouco para provar no Wrestling mas passou quase o ano todo só em derrotas … basicamente tem sido um saco de boxe para a wwe elevar outros talentos que até acho bem mas tem limites :)

    Por fim tou ansioso que venha o Royal Rumble e a WM29.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador