Junta-te ao nosso grupo de Facebook: "Fãs de Wrestling"!

Why? #5 – Porque é que 2017 tem de ser o ano de Bray Wyatt?

Bem-vindos à quinta edição do “Why?”, o meu nome é Nuno Paço e hoje vamos falar sobre o wrestler que anda pelas bocas do mundo devido à sua recente vitória no Elimination Chamber de 2017, “The New Face of Fear”: Bray Wyatt.

Antes de começar, queria agradecer a todos vós leitores do “Why?” por toda a participação e apoio que me têm dado nestas primeiras edições do espaço. Saibam que o vosso feedback tem servido de motivação e inspiração para cada um dos artigos que escrevo. Muito obrigado!

Posto isto, vamos ao que vos trouxe aqui hoje “Porque é que 2017 tem de ser o ano de Bray Wyatt?”

Tal como já referi, no passado PPV do Smackdown Live a WWE decidiu “entregar” a Bray Wyatt o mais valioso prémio do wrestling mundial, o WWE Championship.

Num combate muito bem conseguido dentro da nova Elimination Chamber contra Dean Ambrose, Baron Corbin, The Miz, Aj Styles e o até então campeão John Cena, “The Eater of Worlds” conquistou o seu primeiro título mundial vários anos depois da sua estreia no Main Roster.

Tendo presente o rumo que a WWE está a tomar até à Wrestlemania 33, esta vitória foi, no meu ver, extremamente benéfica para Bray a vários níveis. Para além de ter ganho finalmente um título mundial, este foi ganho depois de ter eliminado quer John Cena, quer Aj Styles num só combate. Assim, alcançou uma vitória “clean” que lhe trouxe credibilidade, mas mais importante do que isso, trouxe-lhe legitimidade.

Ademais, a sua vitória coloca-o à partida como oponente de Randy Orton na Wrestlemania 33, o que faz todo o sentido se considerarmos a Storyline que a WWE tem investido nos últimos meses entre ambos.

Olhando agora um pouco para a sua carreira como líder da Wyatt Family e a solo, Bray tem sido vítima de um péssimo booking por parte da WWE desde a sua estreia. As suas múltiplas perdas em Pay Per Views desde 2014 acabaram por fazer com que muitos fans perdessem o interesse na personagem que Windham Rotunda representa.

Esta situação é perfeitamente compreensível uma vez que Bray tem uma das gimmicks mais difíceis de tirar partido hoje em dia e as consecutivas derrotas fizeram com que os seus promos meio sombrios parecessem apenas promos de um maluco que quer tudo, mas não consegue nada.

Apesar disto, Bray Wyatt é um dos melhores wrestlers atuais. Para além de ser um dos melhores talkers de sempre, raramente sai do kayfabe e até ao nível do ringue possui um conjunto de moves que não se veem com muita frequência. Posso dizer-vos que é atualmente um dos meus wrestlers favoritos. Citando o The Rock durante a Wrestlemania 32 quando se dirigia a Bray Wyatt: “You got it all… you got the ability… you got the charisma…”

Se pensarmos bem, Bray Wyatt tem um momentum natural de tal forma que mal ganhou o título muitas pessoas voltaram a depositar a sua confiança nele, inclusive muitas das que já não o achavam particularmente aliciante. Ainda assim, existem muitos que consideram que esta vitória não compensou os maus resultados do “Eater of Worlds” e é a pensar em tudo isto que digo que 2017 tem de ser o ano de Bray Wyatt.

A verdade é que o desafio começa agora enquanto campeão. A sua run durante 2017 deverá ser longa e bem construída de forma a estabelecer o atleta de uma vez por todas como o Main Eventer que é. Chega de pushes que começam e acabam em 1 mês, chega de feuds vagos e sem interesse. Está na hora da “Era of Wyatt”.

Os próximos meses vão ser fulcrais para Bray, isto é, a WWE não pode sequer pensar em retirar-lhe o título até ao próximo Summer Slam porque se Wyatt volta a perder num dos próximos Pay Per Views podemos vir a assistir a uma desistência permanente em Bray por parte dos fans e dos executivos da WWE e o atleta definitivamente não merece que as coisas sigam esse rumo.

A meu ver, a aposta em Bray que começou no passado Elimination Chamber deve seguir-se de uma vitória na Wrestlemania 33 contra Randy Orton. Esta vitória no palco dos palcos vai trazer-lhe momentum suficiente para começar uma jornada nova em grande e talvez convencer alguns dos mais céticos.

Já agora, acho que por esta altura Bray Wyatt deveria ser face em vez de heel pois a vitória de um face na Wrestlemania continua a gerar sempre mais momentum que a vitória de um heel.

Os meses seguintes à Wrestlemania 33 devem ser recheados de bons feuds com atletas como Aj Styles e Baron Corbin, mas que Bray tem simplesmente que vencer. Na verdade, o seu build deve ser de tal forma bom enquanto campeão que só deve perder o seu WWE Championship talvez durante um cash-in por parte do vencedor do Money in the Bank (Aproveitei para deixar a sugestão).

Em suma, tal como já referi, o tempo de Bray Wyatt chegou e deve ser bem aproveitado para bem do atleta, da WWE e principalmente dos fans. Já ninguém aguentaria mais um ano sem ver Bray no Main Event e agora que chegou lá, é importante que se consiga estabelecer como um dos wrestler mais importantes da companhia.

Um obrigado a todos os que leram este artigo. Aguardo ansiosamente para ler as vossas opiniões, sugestões de títulos para futuros artigos do “Why?” e responder a perguntas que tenham. Resto de uma boa semana para todos!

Sobre o Autor

19 Comentários

  1. Excelente artigo.

    Concordo. Concordo mesmo. É altura de termos um campeão de reinado longo e justificado, sem ser esta bodega que andam a fazer com o Owens, e o Bray é a pessoa certa. Espero que ele não perca o titulo, no mínimo, até ao summerslam.

    Quanto a novos artigos Why? tenho uma pergunta para te fazer.
    Porquê que o WWE Universe continua tão, mas tão over, com alguém que até já perdeu com o Fandango numa wrestlemania. Falo obviamente do Chris Jericho.

    • Nuno Paço - há 6 meses

      Obrigado pela opinião e sugestão!

    • Anónimo - há 6 meses

      Acho que o bray devia ficar com o título até o próximo survivor series .. Por que ele foi responsável pelo SDlive ter ganhado uma das 3 competição do RAW VS SDLIVE

      • Nuno Paço - há 6 meses

        Numa coisa concordamos, deve passar um grande período com o título!

  2. FambroseDxDx - há 6 meses

    Bom artigo e ainda bem que estás de regresso, Nuno!
    É exatamente o que eu penso, o Bray Wyatt merece um reinado longo que não tenha manchas (Ellsworths e ajudas que destroiem credibilidades). Já estava à espera deste push há mais de um ano.

    Sugestões para futuros artigos:
    – Porque é que acontece o fenómeno Roman Reigns?
    – Porque é que Bayley é a pessoa certa para acabar com a invencibilidade de Charlotte em PPV’s?

  3. Wyatt nos próximos meses deverá defender contra Orton, Harper, Ambrose e perdendo entao para Styles no seu 2º combate, já depois de o ter derrotado antes (virando este para face ao longo da rivalidade). Mal Styles esteja a conquistar o cinturão sofre o cash in ora de Corbin ou de Roode, isto dependendo do Draft é claro.
    Wyatt deverá depois levar a storyline com Styles por vencida e após isso so vejo ele ir contra Bálor na Wrestlemania 34, devido ao contraste de gimmicks seria muito interessante e definindo assim Wyatt como uma mega estrela. Qualquer plano que fuja muito disto nao o estabelecerá definitivamente no main event.

    • Nuno Paço - há 6 meses

      Bray Wyatt vs Bálor seria um excelente combate de facto. e um feud definitivamente a considerar no futuro.

  4. wesley - há 6 meses

    Bom artigo, pra mim esse reinado do wyatt deve ser no minimo mais longo que o do punk.

  5. YesNo - há 6 meses

    Bom artigo Nuno, por sinal até gostaria que fossem mais extensos devido à qualidade.
    Sou fã do Wyatt desde quando o mesmo estreou no Main Roster, e sempre me descepecionou o fato da stable da Wyatt Family não ter conquistado títulos em conjunto e dominado todo os roster. Esses fatos de ser um grande fã do trabalho dele me deixaram muito feliz com a vitória que ele teve no EC (principalmente eliminando as maiores estrelas do SD… Aj e Cena), e espero que seja um reinado duradouro para ele .
    Um abraço e mais uma vez parabéns pelo espaço no site.

  6. Andrews - há 6 meses

    Porque é que 2017 tem de ser o ano de Bray Wyatt?
    Porque ele é o melhor.

  7. Caio - há 6 meses

    Eu tenho um questionamento: o que o NXT tem que a WWE não tem?

  8. Wyatt pançudo - há 6 meses

    Já eu vou falar as razões pelas quais 2017 não pode ser o ano de bray wyatt:
    (i) O personagem trevoso não é nenhuma novidade na WWE. Sting e Undertaker já se valeram disso.
    (ii) Fisicamente o Wyatt é muito limitado. Numa luta sem resultado combinado o Wyatt não teria a menor chance contra wrestlers de grande estatura como Great Kali, Big Show, Brown Strowman, Brock Lesnar. A única possibilidade do Wyatt vencer tais wrestlers seria com a intervenção da família wyatt e foi assim que ele construiu seu nome na WWE: sempre vivendo à sombra de alguém.
    (iii) Finalmente, o Wyatt deveria se envolver em feuds com o Dolph Zingler ou Dean Ambrose – ter o ddt como finisher? Me poupe! – que estão mais no nível dele.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Newsletter Wrestling.PT

Subscreve a nossa Newsletter receberás conteúdos exclusivos no teu email!