Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Wrestling, Diz Ele #1 – Violentía

Eis o novo espaço do Wrestling.PT, entitulado “Wrestling, Diz Ele”. Antes de mais uma breve apresentação. Chamo-me Nuno Teixeira, faço 20 anos para a semana, e venho de Barcelos. Assisto a wrestling desde 2006, mais precisamente do Smackdown que antecedeu o No Way Out desse ano. Muitos de voces podem conhecer-me como DirtCrit, no mundo do wrestling, sendo que marco aqui o meu regresso a esta casa que é o Wrestling.PT, tendo feito parte dela nos anos de 2009-2011. Novo formato, novas ideias, novos temas, opiniões, isto é o que vos proponho todas as Segundas-Feiras. E portanto, eis a primeira edição de “Wrestling, Diz Ele!”.

Violentía. Qualidade daquilo ou daquele que é violento ou a acção e efeito de violentar outrem ou violentar-se. O violento, por sua vez, é aquele que está fora do seu estado, situação ou modo natural; que age por via de força, ímpeto, ou brutalidade; ou que o faz contra o gosto, opinião, ou contra a sua própria vontade.

É inegável que nos dias de hoje a violencia rege o panorama nacional e mundial, a humanidade usa e abusa desta em qualquer situação do dia-a-dia, quer seja em situações de banalidade plena como, no tráfego citadino, ou em dimensões mais alargadas, em jogos de futebol, manifestações políticas, guerras regidas por caracteres politicos ou sociais. De facto, hoje em dia dificilmente ao abrir uma página no jornal, ou ao circular na rua de qualquer cidade mundial, mais ou menos movimentada, ou até ao ligar em qualquer canal de televisão com um noticiário, que se preze, existe sempre lugar para a violência.

As grandes questões prendem-se, obviamente, com qual a moralidade da existência de um desporto como wrestling num mundo já ele violento? Qual a influência deste nesse mundo violento? Contribui mais para a existência de violência? Atenua os efeitos gerados? Ou será que os intensifica? É o wrestling um desporto violento?

Em termos estritos de definição de violencia, já referida, verifica-se a própria subjectividade do tema. De facto, qualquer atleta de wrestling, age por via de força, ímpeto, brutalidade o que preenche parte do conceito, mas, como tudo, obviamente que não o preenche na totalidade como podem verificar.

Remeto-vos agora para um artigo publicado e analisado no Jornal de Notícias, em pleno ano de 2006. Ora, como muitos de vós se devem lembrar, em 2006 estamos em pleno ano de apogeu do wrestling a nivel nacional, e mesmo a niveis internacionais.

“Os jovens norte-americanos, em idade liceal, que vêem os programas de wrestling são mais passíveis de comportamentos agressivos entre si, revelou um estudo citado pela agência Reuters. Robert H. Durant, da Universidade de Medicina de Winston Salen, na Carolina do Norte, um dos co-autores da investigação, explicou que os jovens em fase de desenvolvimento são afectados pela “violência extrema” das emissões, bem como “a sexualidade descarada, a linguagem vulgar e os termos depreciativos relativos às mulheres”.

Nesse estudo, 2228 alunos foram inquiridos e verificou-se que a frequência de visualização de wrestling estava intrinsecamente ligada a situações de violencia, em especial, nas raparigas. Mas será realmente, este estudo legitimo?

Senão repare-se, no que é afinal de contas distinto entre ver Jeff Hardy a saltar de uma jaula, ou ver Sin Cara a lançar-se de um escadote para fora do ringue; ou ver Terry Funk e Mick Foley a “estriparem-se” no ringue? No que é efectivamente, distinto assistir a estas situações e em assistir a um povo enraivecido com a situação politico-economica-social nacional e proceder a um total lançamento de pedras e calhaus às forças de intervenção portuguesas? E, já que insistem, em ver tal facto espelhado em qualquer noticiário nacional repetidamente durante pelo menos sete dias?

Na mentalidade de um adulto, como devem imaginar, tal distinção encontra-se mais que óbvia, a questão mais pertinente aqui seria (e não se esqueçam da data em que o artigo foi publicado) o caso das crianças. Como podem imaginar ou entender, a mentalidade de uma criança ainda não se encontra totalmente desenvolvida, esta ainda encontra-se a aprender constantemente situações sociais, por modulação/imitação e portanto tem uma tendência natural para copiar aquilo que assiste, principalmente àquilo que se conecta emocionalmente. A questão aqui seria copiará a criança os comportamentos violentos a que assiste?

Aqui a meu ver, nada pode ser feito para o evitar a não ser que encerrassemos a criança de qualquer situação social, ou de qualquer meio de comunicação social. Dessa forma, e a meu ver, a educação dos pais, a sua supervisão essa sim torna-se o factor mais importante na modulação da criança, e na sua aprendizagem social. Não a frequência de wrestling que assiste, ou qualquer outro factor.

Objectivamente, sim, o wrestling é um desporto em que se visualiza violência, o desferimento de golpes, manobras, mais ou menos criativas, mais ou menos esteticamente violentas. Ainda assim, parece-me redutor a ligação de wrestling a violência. Violencia gere violencia? Sim, sem qualquer dúvida, mas será que não depende do acompanhamento ou da própria vontade do individuo que assiste?

Fica a dica…
DirtCrit

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling, Diz Ele”.

30 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    Bem-vindo… de volta!

    Bom artigo neste regresso a W.PT, um tema sempre presente e que dá sempre “panos para mangas”.

    Eu concordo com o que tu disseste, e há principalmente uma parte deste artigo que eu destcao: aquela em que tu referes que só privando uma criaça de todo o tipo de contacto socil. Ver Wrestling deve ser igual a ver um filme…

    Ah, e a última imagem não podia ter sido melhor escolhida ;)

  2. MR Perfection Andre Santos - há 4 anos

    Grande Artigo muitods parabéns!!!

  3. Salgado - há 4 anos

    DirtCrit,

    Disse-te ontem e tenho que o voltar a dizer: fiquei bastante contente por saber que estavas de volta.
    Na sua altura, o Freedom, Caos and Critic era a minha crónica preferida do W.PT e ver-te regressar, embora com outro nome, é uma excelente notícia.

    Que sejas muito bem-vindo e nos continues a premiar com artigos de alta qualidade, tal como este.
    Concorde-se ou não com as tuas palavras, tens uma forma de escrever que tem tanto de única, como de extremamente agradável.

    Relativamente ao tema, tal como disseram noutros comentários, este em particular nunca se esgota.
    Haverá sempre algo a dizer sobre isto. Neste ponto, concordo com a ideia geral que tentaste transmitir e acho que muito boa gente deveria perder um pouco do seu tempo para ler estas opiniões e pensar seriamente sobre elas.

    O Wrestling é injustamente crucificado em praça pública graças ao produto que apresenta, quando na realidade não é nada que não possamos ver noutros contextos.

    Parabéns pelo brilhante regresso e espero que te divirtas nesta nova jornada com o W.PT :)

    • Faço das palavras da Salgado, as minhas palavras.

      É bom ter-te de volta na equipa! ; )

      • DirtCrit - há 4 anos

        Obrigado Salvador pela oportunidade ;)
        É bom estar de volta!

    • DirtCrit - há 4 anos

      Obrigado Salgado! Sim é um tema com muito a se dizer, tentei manter-me objectivo e dar uma abordagem que nem sempre é feita!
      Divertir-me-ei com certeza e obrigado pela recepção :)

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        É preciso coragem para voltar a full time e logo numa das piores fases da história da WWE… curiosamente em contraponto com o W.PT que está na sua melhor fase de sempre :)
        Bem vindo de novo também e bom artigo.

      • E ainda não viste nada :b

      • José Sousa - há 4 anos

        Mesmo;)

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        É bem é bem :D po próximo mês há bilhetes para a WM 29 para oferecer ahahahhah

      • DirtCrit - há 4 anos

        Oh, it’s real; it’s damn real!

      • DirtCrit - há 4 anos

        A fase da WWE ou do wrestling em geral pode não ser a melhor, mas é isso que acaba por tornar o nosso trabalho, do PTWrestling, colaboradores, cronistas, todos que estão aqui, muito mais aliciante.

      • José Sousa - há 4 anos

        Ora nem mais. Eu concordo contigo porque falar e analisar quando tudo está bem por vezes é menos desafiante. O facto de termos problemas no produto não me diminiu a vontade de escrever sobre ele, muito pelo contrário.

  4. CM Hardy - há 4 anos

    Ótimo Artigo muito bom mesmo parabéns.

  5. vascosilvavasco - há 4 anos

    Bem de vindo de volta,gostei do artigo foi um artigo agradável de se ler.
    Gostei particularmente quando dizes que só se evita a violência se encerrassemos as crianças do mundo social.O problema(na minha opinião)é que o wrestling já criou aquele “rótulo” de violência até porque os pais dessas crianças não as as proíbem de ver um filme de terror simplesmente o wrestling é conhecido mundialmente por ser perigoso e violento mas não é tão “negro” como o pintam”
    Bom artigo,mais uma vez.

    • DirtCrit - há 4 anos

      Obrigado! Sim sem duvida, o rótulo que lhe foi dado poderia ser atribuido a qualquer filme, noticia, novela, série que exista actualmente. Aliás poderia ser atribuida a qualquer situação social, a questão é que simplesmente está mais evidente a violência!

  6. Mario Magalhaes - há 4 anos

    Bem-vindo mais uma vez a equipe WPT,Nuno.

    Grande artigo, concordo contigo que a educação dos pais e a supervisão são os fatores mais importante na formação da criança, pois se fosse ser pelo Wrestling eu teria sido uma criança muito acidentada por assistir muitas lutas do Mick Foley. :)

    • DirtCrit - há 4 anos

      Exactamente. É esse o ponto que quero chegar, por algum motivo, não te tornaste uma das crianças suicidas de alguns anos atrás ou até alguém violento. Obrigado, é bom estar de volta, sem dúvida!

  7. José Sousa - há 4 anos

    Muito bom artigo Nuno, Bem-vindo Dirt Crit. É bom voltar a ter-te na equipa, quando entrei na equipa já tinhas saido, mas eu li alguns artigos do teu anterior espaço e gostava muito.

    Quanto ao tema, violencia gera violência mas se fores bem acompanhado e informado podes não ser influenciado por essa violencia. Não é so o Wrestling, os jogos, a TV o cinema tudo tem violencia por isso o papel dos teus pares e de quem te acompanha é muito importante.

    Se fosse pela violencia eu estava tramado, ao Dexter que já vi, e ao GTA que joguei quando era mais novo.

    Excelente artigo sê de novo bem vindo vai ser bom ser teu companheiro na equipa do WPT espero poder debater contigo;)

    • DirtCrit - há 4 anos

      Obrigado José :) É sem duvida gratificante estar de volta e uma honra principalmente nesta fase! Exactamente!
      E quanto ao debate, sigaaa!

      • José Sousa - há 4 anos

        Mesmo é bom regressares agora, acho que modéstia á parte é a melhor fase do site. Como disse a Salgado tens um estilo próprio de escrita e apresentar o teu pensamento, que me agrada admito.Aliás esta complementaridade e diferença de estilos de cada um de nós é que torna o site melhor.

        Quanto ao debate conta comigo!Desde que seja saudável nada contra. sobre este tema concordo em absoluto. Como disse em cima fosse as prostitutas que matei no GTA estava tudo estragado na vida real.

      • DirtCrit - há 4 anos

        É sem duvida, e fruto do trabalho de todos voces, e do Salvador que teve a visão de fazer crescer o site até à forma em que se encontra.

        E concordo contigo em tudo que disseste :)

  8. dxhbkdx - há 4 anos

    Muitos parabéns !!

  9. gabrielgustavo23 - há 4 anos

    Seja Muito Bem-Vindo de volta e o artigo está muito bom.Parabéns

  10. Rui Ribeiro - há 4 anos

    Excelente artigo!

  11. Frederico_WWE - há 4 anos

    Hoje em dia só o Ambrose teria tomates para aceitar um spot destes em que pode queimar a cara e tal… enormes EDGE e Foley !

    • DirtCrit - há 4 anos

      Ambrose? Sem dúvida, mas Punk, Cesaro, Punk, Bryan só para falar dos da WWE, também o fariam! Mas mesmo assim, wrestling não é atirar pessoas para uma mesa em chamas, apesar de serem sem duvida qualquer um deles, excelentes wrestlers!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador