Wrestling, Diz Ele #27 – Mudanças de Títulos em 2013

Pois bem, em primeiro lugar tenho de pedir-vos as mais sinceras desculpas pela não realização do Wrestling, Diz Ele nos últimos dois meses, mas infelizmente, a minha vida pessoal a nível de saúde ficou algo complicada o que aliado à vida profissional de um estudante de uma faculdade, como devem imaginar, não é tarefa fácil de conciliar outros assuntos. Pois bem, posto isto, muito se passou no wrestling profissional entretanto, pelo que me constou, se bem que confesso não tive bem por dentro dos mais recentes acontecimentos. Desta forma, esta semana, e há semelhança do que já vos habituei, o artigo foi baseado num internacional, e contará com as 7 Maiores mudanças de título, na WWE, no ano que está a duas semanas do seu fim.

Pois bem, facto é que em 2013, a WWE deu alguns motivos para chorar, mas também deu-nos grandes momentos de televisão, com regressos, debuts fenomenais e mudanças de título que inspiram qualquer um. Assim, títulos como o Título das Divas, o Título Mundial de Pesos-Pesados e o Título de Tag Team tiveram diversos utilizadores, e serão alguns destes que se destacarão a seguir. Apenas recordo que estes momentos foram quantificados conforme a história que levou ao reinado; o climax da vitória, quão surpreendente esta foi e o nível de entusiasmo dos fãs quando ocorreu a mudança.

7. Payback

Quem não se lembra do duplo double turn de Alberto Del Rio na segunda conquista do Título Mundial de Pesos-Pesados? Se bem se lembram, Dolph Ziggler estava a recuperar de uma grave concussão que sofrera, e o que toda a gente esperava era que Ziggler regressasse e derrotasse Del Rio de forma a sobressair rapidamente e manter o seu reinado. Maaas, não foi bem isso que aconteceu.

Del Rio atingiu Ziggler na cabeça múltiplas vezes, e apesar de todos sabermos que existem mais de 100 manobras extreme que eram capazes de nos perturbar mais em termos visuais, houve sem dúvida algo de psicologicamente perturbante em ver Del Rio a aplicar constantemente manobras no lugar onde alguém já sofrera uma concussão.

No resultado final, Ziggler ficou representado como um mártir que resistiu o máximo que pode, enquanto que Del Rio regressou ao heel que todos gostamos de odiar.

6. Payback II

Divas. 2013. Aj Lee vs Kaitlyn numa rivalidade que foi talvez a mais recente que se assemelhe a rivalidades como Lita vs Trish Stratus ou talvez, Mickie James vs Trish Stratus de 2006. Com uma durabilidade raramente vista, quanto mais na divisão das Divas, tudo isto começou ainda nos tempos da edição feminina do NXT, por isso imaginem.

Ora, sem qualquer dúvida, esta rivalidade detinha um não sei quê de especial que foi a gimmick de AJ, de uma sociopata e com graves distúrbios mentais representados de forma exímia, o que levou a mesma, a forjar uma história falsa de um amigo secreto de Kaitlyn, que a fez perder o Título das Divas para a bela da AJ.

Para além de tudo isto, há ainda que considerar que apesar de AJ ser heel, arrisco-me a dizer que, 70% dos fãs queria ver AJ como campeã há muito pelo que esta vitória foi assustadoramente brutal.

5. TLC

O buildup para o main-event do último PPV do ano de 2013 da WWE foi Randy Orton vs John Cena num combate para decidir quem seria o Campeão dos Campeões, e por muito que a WWE tenha, digamos que invertido a verdade, quanto ao Título Mundial de Pesos-Pesados, havia sim, um sentimento de ser um “grande combate”, digamos até mesmo, sentia-se a tensão no ar dentro da arena de Houston. Razão? A WWE prometera que haveria apenas um campeão depois deste combate, facto que cumpriu, com Randy Orton a sair vitorioso, acabando 2013 a derrotar Cena por dois títulos primários na empresa, e acima de tudo, a tornar-se a face da empresa.

4. Summerslam

Todos desejamos o cash-in de Orton. Todos esperamos a cada PPV que ele o fizesse mas quando o fez, todos desejamos que não o fizesse, já que a vítima foi Daniel Bryan após finalmente ter ganho o Título da WWE.
Apesar de Orton ter passado as semanas anteriores ao Summerslam a ameaçar nada fazia prever que efetivamente ele o fizesse, e após a surpreendente vitória de Bryan sobre John Cena pelo Título da WWE, Orton faria o cash-in retirando o Título a Bryan e originando a história que todos sabemos da Autoridade.

Facto é que o double turn de Triple H, e o facto de Bryan estar a ser tão apoiado tornou a vitória de Orton ainda mais surpreendente e perturbante.

3. Summerslam II

Ora bem, antes do cash-in que falei previamente tivemos efetivamente Bryan vs Cena que fora, para mim, já agora, um dos melhores combates de 2013, com ambos a mostrarem que o wrestling profissional tem uma razão por se chamar tal. Bryan era apoiado a 100 % pelo Universo da WWE, sendo que a WWE conseguira manter uma história minimamente credível a este ponto, com Bryan a ser o underdog, o atleta que veio de ringues independentes que estaria a lutar contra o homem que foi cara de uma empresa maior durante anos a fio.

Logo, o surpreendente neste combate foi que Bryan ganhou ao Super-Homem da WWE, de forma limpa, e com um finisher que não é finisher mas que contribuiu para um climax no ponto.

2. Monday Night Raw

14 de Outubro de 2013 – um momento que exemplifica o que é verdadeiramente o drama da WWE, que é um dos motivos pelos quais muitos de nós ainda continuamos aqui. Goldust e Cody Rhodes completaram assim uma impressionante jornada que passou por despedimentos, humilhações e a luta da vida de dois homens.

Melhor que isso, foi o facto de o combate entre os irmãos Rhodes e os Shield foi, completamente e a todos os níveis, memorável, naquele que eu caracterizo como o melhor combate Tag Team não só do ano, mas dos últimos anos. Mais ainda, o aparecimento e interferência de Big Show, na sua própria narrativa contra a Autoridade, foi apenas a cereja em cima do bolo.

1. Monday Night Raw II

Se existem princípios que estejam subjacentes a uma mudança de Título, esta com certeza teve todos. Ziggler fez o cash-in num Monday Night RAW, tornando-se o novo Campeão Mundial, de forma merecida, após uma série de cash-ins falhados, ou quase-cash-ins vá. A sorte, em si, veio assim na noite após a Wrestlemania, e a seguir a um combate de Del RIo com Swagger, no qual, este mal se conseguia manter de pé.

Ora, mal a música do Show Off começou, a arena completamente desbloqueou-se, toda a gente sabia o que se iria suceder dentro de 5 minutos ou menos, que era somente algo que os fãs já desejavam há 365 dias atrás possivelmente, desde que Ziggler se tornara o melhor atleta da WWE sem o reconhecimento público desta.

Mesmo com uma quase derrota a meio do combate, não há dúvidas de que esta mudança de título foi a mais eletrizante de todas, com a vitória de Ziggler, a ser, para qualquer pessoa que assista no youtube ao momento, motivo para uma pele de galinha automática.

E para vocês, quais as maiores mudanças de Títulos de 2013?

Quais os melhores momentos em todo o ano?

E pronto, foi assim esta semana. Desejo-vos a todos um Feliz Natal, muitas prendinhas, portem-se bem, e já sabem deixem os vossos comentários, na caixa de comentários em baixo.

Boa semana :)

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling, Diz Ele”.

8 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 3 anos

    Das mudanças de Título que citaste, a que mais me surpreendeu foi a vitória do Del Rio sobre Ziggler no Payback. Fiquei chocado por ver o Del Rio recuperar o Título pouco tempo depois, quando eu (e muitos outros) estava 99,9% convicto de que o Ziggler iria manter o Título e permanecer Campeão durante mais algum tempo. Pior do que isto, é ver onde o Ziggler está agora…

    A mudança de Título que mais gostei foi, sem qualquer tipo de dúvida, o “cash-in” do Ziggler. Uma momento absolutamente brilhante. Aliás, o suspense vivido naquele momento, naquela arena, aliado à contagem ensurdecedora daqueles três segundos… Enfim, arrepiante.

    Outra mudança com que vibrei, não pelo facto do vencedor em questão, mas sim pela forma como dois “turn’s” se realizaram, foi o “cash-in” do Orton. O Johnny boy perdeu limpinho para o Bryan, o Bryan festeja e, depois, dá-se o “turn” do HHH, que viria a desencadear o “turn” do Orton. O pior disto é que esta “feud” tinha tudo para ser a melhor do ano, mas acabou por desiludir bastante. O Daniel Bryan que o diga…

  2. k2 - há 3 anos

    Gostei bastante do cash-in do Ziggler, mas meu favorito foi Cody e Goldust vencendo os Shield <3

  3. B.Wylde - há 3 anos

    concordo com basicamente todos ainda que eu colocasse o Cena/Bryan em segundo ou talvez primeiro.
    o ZIggler a fazer o cash in foi epico e embora tenha ficado chocado quando o ADR recuperou o titulo esperava que o Dolph o recuperasse pouco depois ou que se tivesse envolvido mais na authority

  4. Catchphrase - há 3 anos

    A mudança de título que mais gostei foi o del rio no smackdown prefiro esta a do ziggler por duas razoes
    1 nao estava a gostar do show como campeão
    2 achei a mudança do dolph muito previsível porque desde o meio do combate do del rio com o swagger quando o primeiro sofre o patriot Lock e se lesiona na perna que eu já estava a espera

  5. Carlosilva - há 3 anos

    Bom artigo DirtCrit,e espero que já esteja tudo bem cntg.
    Sinceramente não trocava ninguem do top,está muito bom ;)

  6. Bad News Barrett - há 3 anos

    Para mim sem duvida as que mais me marcaram foram:

    Cash in do Ziggler numa arena brutal e num dos momentos mais arrepiantes do ano!!

    E a outra claro o cash in do Orton!! Nao pelo cash in em si porque já estava à espera que o Bryan vencesse o Cena e que o Orton fizesse o heel turn e o cash in naquela noite!! O que me surpreendeu mesmo e me deixou pasmado foi o HHH!!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador