Wrestling, Diz Ele #33 – O Pior Elimination Chamber

Depois de uma RAW com Betty White em direto, algo que é sempre memorável, o artigo desta semana do Wrestling, Diz Ele foca-se naquele que será o próximo PPV da WWE, o Elimination Chamber. A par do que tem sucedido, e com base num artigo internacional, eis alguns dos piores cards que este PPV nos deu.

Sendo o ultimo PPV antes da Wrestlemania XXX, este é o quinto Elimination Chamber, e por muito que alguns shows tenham sido decentemente construídos, houve alguns que falharam nas expectativas redondamente. Algo que, se pensarmos bem, não é totalmente descabido, visto que tornar e fazer um PPV antes da Wrestlemania ser credível e estruturalmente apelativo não é fácil, principalmente se tivermos em conta as mais recentes notícias e desenvolvimentos do que tem acontecido na WWE. Desde problemas técnicos e de booking, passando pelo regresso de Batista que não foi tão apelaudido quanto esperado, por uma emergência de Sting mais que possível e uma saída de CM Punk, aparentemente, e inesperada, a WWE viu-se numa das fases mais instáveis desde que há memória, e se 2014 começou bem para a empresa, no segundo mês deste ano apenas tudo parece o nada, e o nada parece tudo.

Pois bem, com menos de duas semanas até ao Elimination Chamber, veremos esta semana os cards das edições do Elimination Chamber, do melhor para o pior.

chamber 13

1. ELIMINATION CHAMBER 2013

Provavelmente, o melhor Elimination Chamber aconteceu o ano passado. Sete combates no card, o que significa que havia mais que talento em jogo, e toda uma panaceia de estrelas. Ora com este evento tivemos Jack Swagger a sagrar-se vencedor do Elimination Chamber (em algo que só seria semelhante se Christian e Antonio Cesaro este ano ganhassem) o que chocou toda a gente. Para além disto, a missão de CM Punk de reaver o Título da WWE acabou por não valer de nada, se bem que falamos aqui de um combate minimamente decente, e claro de um marco fulcral com um the Rock, que tanto está como não está a reter o título da WWE que fora conquistado no Royal Rumble deste mesmo ano de 2013.. Para além disto, a emergência dos Shield continuou, algo que um ano depois, curiosamente, vemos a tornar-se uma antítese, contra Ryback, John Cena e Sheamus.

chamber 12

2. ELIMINATION CHAMBER 2012

O Elimination Chamber deste ano foi uma noite sem mudanças de título, e como tal, discutivelmente, do ponto de vista de interesse e entusiasmo seria um show à partida estático. Volto a referir estamos a falar de um show mesmo à porta de uma Wrestlemania, logo apenas falamos e desejamos um show de transição que permita desenvolver rivalidades aquilo que basta para estruturar uma Wrestlemania que exploda na face dos seus fãs e deixe o mundo a falar. Pois bem, a edição de 2012 teve o seu interesse com CM Punk a reter o Título da WWE num combate Elimination Chamber que teve a sua dose de lesões legítimas, spots completamente dementes e um vencedor mais que legítimo. Daniel Bryan também estaria a defender o título Mundial de Pesos Pesados na mesma noite o que foi algo que os fãs mais que queriam atualmente, o que faz pensar, o que realmente seria melhor para a empresa na altura. Bem, e para terminar até John Cena e Kane sem o Corporate atrás, tiveram um bom Combate Ambulância o que fez relembrar certos momentos de uma velha WWE. A questão aqui seria mesmo este combate ter sido escolhido para ser main-event, quando na minha opinião encontrava-se muito bem num mid-card.

chamber 11

3. ELIMINATION CHAMBER 2011

Ora, um combate com Daniel Bryan num pre-show, com Heath Slater e Justin Gabriel (nada contra o último) a tentar retirar os títulos a uma equipa de Santino Marella e Vladimir Kozlov, R-Truth num Elimination Chamber pelo Título da WWE e Jerry Lawler e Miz a defrontarem-se pelo Título da WWE é algo minimamente surreal. Nada contra a lenda que é Jerry Lawler mas participar num PPV a lutar pelo Título Expoente Máximo da empresa é um bocado exagerar da boa graça dos fãs. Curiosamente o combate não foi o pior de sempre, foi pobre, foi fraco, estruturalmente desagradável mas não foi o pior de sempre. Felizmente para contrapor Edge ganhou o Elimination Chamber, de uma forma brilhante, e conseguiu com um simples toque tornar e virar ouro um show que de outra forma, tenho as minhas dúvidas que voltasse a ser repetido. Quanto à vitória de John Cena, se há motivos para odiar o senhor Cena, é precisamente por previsibilidades em torno do ano desta edição e subsequentes vitórias. De outra forma, Cena não chegaria à Wrestlemania, e era algo que tinha e já estava mais que planeado acontecer.

chamber 10

4. ELIMINATION CHAMBER 2010

Ora, o primeiro Elimination Chamber aparentemente, e aos olhos atuais até que parece um bom card, em termos teóricos. Pois, mas há luz do que foi a construção do evento, foi tudo menos isso. Qualquer combate que não fosse o Elimination Chamber, cheirou a pouco, foi promovor de sentimento puro de infedelidade, incredibilidade e incredulidade pelo simples facto de ser “encher chouriços 2/3 do tempo”. O combate entre as Divas foi completamente perda de tempo, fracamente trabalhado e pareceu representar o lema de “vamos atirar as Divas para ali para agradar minimamente”. Outra teoria deste género foi o combate pelo Título entre John Cena e Batista depois de Cena ter ganho o Título (New Year’s Revolution #remembering mas menos realizado). Na altura ainda ter Drew McIntyre a reter o Título Intercontinental contra um Kane superior a qualquer nível arrastou os how ainda para lugares mais baixos. Pelos vistos ter um investidor até que neste show não seria mal pensado.

Posto isto, aparentemente, e de forma curiosa, os Elimination Chambers têm melhorado em termos de qualidade de card ao longo do tempo. Ora, este ano com um card que se compõe já da seguinte forma, uma coisa é certa, podemos estar perante, mais um grande Elimination Chamber, que antecede o maior de todos, a Wrestlemania XXX.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling, Diz Ele”.

5 Comentários

  1. Bad News Barrett - há 3 anos

    Pessoalmente preferia bem mais os antigos Elimination Chambers pois neles tinhamos claramente e quase sempre nomes com credenciais à vitoria e de respeito. Tinhamos sempre ou quase sempre 6 futuras lendas a discutir a oportunidade de estar no maior evento do ano, ao contrário da actualidade onde ninguem sequer pensa na possibilidade de Antonio Cesaro ou Christian poderem vencer. Nada contra nenhum dos dois, aliás até os considero dos melhores na wwe mas a sua construção nos ultimos tempos tem deixado muito a desejar.

    Basicamente o que pretendo dizer é que dava muito mais prazer ver Orton, HHH, Goldberd, Benoit, Y2J ou HBK ali dentro do que um Cesaro ou Christian e volto a repetir nada contra os dois, apenas nao estao credibilizados para tal. Mas bem se formos analisar o roster actual poucos o estariam entre os que trabalham a tempo inteiro com a wwe.

    Os The Shield estão ocupados com um grande combate, CM Punk outro grande candidato a marcar presença saiu da wwe e claro olhando para o roster actual nao vejo mais ninguem capaz de convencer minimamente os fãs de que pode vencer, à excepção dos part-timers.

    Por mim a Chamber deste ano seria sem duvidas: Cena VS Orton VS Sheamus VS Bryan VS Lesnar VS Punk – assim olhava-mos para o combate e viamos 6 potenciais vencedores o que o tornaria bem mais interessante.

    Agora e falando de talento e qualidade técnica aí sim com os 6 protagonistas deste ano temos tudo para ter um combate espectacular.

  2. THE STEPFATHER - há 3 anos

    E já deixei de assistir a WWE há um bom tempo. Às vezes, quando penso em wrestlers como Bryan, Ziggler ou os caras da Shield, até penso em voltar a dar uma olhada por lá, mas não me empolgo nem um pouco. Lendo a cachoeira de notícias sobre o que anda acontecendo na WWE – a maioria dos sites de wrestling acham que só existe a WWE no mundo -, me sinto ainda mais desanimado para cogitar a possibilidade de assistir isso. TNA/ROH>>>>>>>>>WWE

  3. john3:16 - há 3 anos

    O artigo foi bom, no entanto não considero que o elimination chambre deste ano seja melhor que dos anos anteriores, aliás acho que a sensação das sensações vai ser o elimination chambre match em si e não o ppv, pois vamos ter bons lutadores la dentro orton, cena, sheamus, christian, bryan e cesaro, fiquem surpreendido pela wwe ter incluído cesaro neste combate pela positiva.
    Cena é mais do mesmo tem que estar sempre neste tipo de combates obvio, o bryan obviamente que tem de aparecer mas não sei se é pra ganhar na elimination, estou mesmo com a sensação que vai ser dia 24 de fevereiro(raw), aliás acho que esse raw é muito mais especial pro bryan ganhar o titulo do que na EC, regresso de Hogan, undertaker e Jimmy hart e lançamento da network, so faltava mesmo o bryan ganhar e no final ser tudo a fazer YES YES YES !!!

  4. mshinhoda19 - há 3 anos

    Sei que não tem nada a ver mas. não acham que se não tivesse havido a unificaçao o card da wrestlemania não seria muito melhor ex: podiamos ter orton vs batista : como a wwe quer tanto e tambem podiamos ter bryan vs punk( se nao tivesse saido ) pelo WHC !!!!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador