Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Wrestling, Diz Ele #43 – A New Payback Time

Depois do rescaldo do Extreme Rules a semana passada, esta semana no Wrestling, Diz Ele, proponho-vos horas de vingança, uma retrospetiva ao que a WWE está a oferecer como produto, e o que poderá vir nos próximos tempos a invadir o quadradinho mágico dos nossos televisores e computadores.

Há um ano atrás:

– Sheamus vs. Damien Sandow
– Intercontinental Championship Triple Threat Match: Curtis Axel (w/ Paul Heyman) vs Wade Barrett © vs. The Miz
– WWE Divas Championship: Aj Lee (w/ Big E) vs Kaitlyn ©
– WWE United States Championship: Dean Ambrose © vs Kane
– World Heavyweight Championship: Alberto Del Rio vs. Dolph Ziggler ©
– Singles Match: CM Punk (w/ Paul Heyman) vs. Chris Jericho
– WWE Tag Team Championship Match: The Shield (Roman Reigns and Seth Rollins) © vs Daniel Bryan and Randy Orton
– WWE Championship Three Stages of Hell Match: John Cena © vs. Ryback ( Lumberjack, Tables e Ambulance Match)

Isto foi há um ano. Este ano trata-se de uma nova vingança. Se Maio é mês casamenteiro, a WWE promete este ano tornar as histórias mais vingativas, mais agressivas, naquele que provavelmente tem sido o melhor casamento com os fãs, e que dura desde a Wrestlemania XXX, desde há muito. Facto é, e partindo do artigo da semana passada, a WWE nunca teve mais agressiva, brusca, e crua com os seus atletas, com as histórias e com a venda do produto; pelo menos, na Era PG. Se se deve a Paul Levesque ou a Vince McMahon, pouco importa, seja o que for que a WWE está a planear, está a dar resultados atualmente. Mais que tudo, a WWE tem oferecido há dois meses um produto mais audaz, desde as histórias com Kane mais brutalesco a fazer tocar no Kane da Attitude Era; com Brie Bella a insultar Stephanie chamando-a de bitch assim como palavras como ass; com a Wyatt Family a utilizar uma criança demoníaca; com a primeira mesa em chamas desde o Hardcore Match da Wrestlemania 22 (creio eu e se a memória não me falha) e afins e afins…

Payback. WWE can actually be paying back fans for the last years of selling product…

Depois de uma Wrestlemania e Extreme Rules extremamente felizes, e independentemente do que possa acontecer, facto é que todos os olhos estão colocados no PPV de Junho, Payback assim como, e sem menosprezar, no NXT Takeover do fim deste mês. Existem vários pontos que acho que todos devemos ter em atenção:

PAIGE TURNER IN THE DIVAS’ DIVISION?

paigeturner
A WWE está a tentar, e efetivamente Paige é uma lufada de ar fresco na WWE. A grande questão, no entanto será até quando pode Paige fazer-se valer como campeã sem uma história concreta, e sem uma rivalidade sólida? O combate com Tamina não foi nada de extraordinário, por muito que as manobras tenham sido bem aplicadas; o combate com Brie Bella foi apanhado no meio de uma história paralela mais importante; AJ não se sabe quando regressa, e afins… Por outro lado, a Divisão feminina da WWE tem estado com um novo enfoque, mais apimentada e mais mexida do que o que era normal, e por muito que haja uma rivalidade clara pendente, que quase que me arrisco dizer seria semelhante a Lita vs Trish Stratus da década passada, Paige necessita de novos desafios, mais concretos. Dado o nome do PPV, e estando na cidade de Chicago, é de esperar que AJ pudesse regressar, apesar de o Summerslam estar à porta, de esta estar aparentemente a gozar o merecido descanso, e de toda a história com o namorado (que eu acho completamente desligada da ex-campeã feminina) e mesmo com ela, não bater a bota com a perdigota como se costuma dizer.

THE BULGARIAN BRUUUTE!

brute
Lana tem levado o brutamontes às costas. Ponto final. Ninguém para Rusev, e em parte tudo se deve à destreza de Lana em liderar o mais recente powerhouse da WWE. De qualquer forma, Rusev, e não sei vos explicar porque, tem algo que vale a pena, tem alguma coisa que pode render à WWE, a questão é que acho que nem a própria WWE ainda conseguiu entender perfeitamente o quê. Falta desenvolver algo mais na personagem, falta uma boa história, a questão é que não estou a ver com quem. Deixando o lado criativo fluir, a WWE poderia começar uma história em que Rusev começasse em rivalidade com Bad News Barrett pelo título, ou algo mais leve, em que defrontasse Sheamus… Esperemos apenas que não tenha o desfecho de Vladimir Kozlov, Tensai, e se assemelhe mais a Umaga, e sem dúvida nunca tendo a mesma sorte que Hassan.

RHODES NO MORE

nomore
Bem, brincadeiras em inglês à parte, a verdade é que as coisas não têm andado bem pelos lados da família Rhodes, e infelizmente um dos irmãos, provavelmente Cody Rhodes, irá fazer das suas e provocar o esperado split da equipa. Se me perguntarem se este é o tempo certo para o fazer… Eu respondo que sim. Os irmãos já cumpriram o seu propósito e ajudaram a relançar a divisão Tag Team, fortalecendo-a, mas neste momento não estão a fazer rigorosamente nada juntos (e não não considero, nem de perto nem de longe, Axel e Ryback uma boa equipa, e até que me provem o contrário, Axel não é de perto nem de longe tão bom quanto o querem fazer parecer). Caso combatam no Payback em equipa, ou nos shows circundantes ao PPV, espero que algo mais acesso aconteça, e que comece a delinear um eventual caminho em separado. Afinal, Goldust provou que ainda sabe o que faz e Rhodes estava no auge da carreira antes de ser equiparado ao seu irmão.

THE RISE OF CESARO

swing
Aparentemente a WWE começou a reconhecer Cesaro pelo talento que tem, e facto é a capacidade técnica e a entrega deste atleta é rara e finalmente aproveitada pela WWE. Posto isto, Cesaro foi finalmente aproveitado a partir do momento que surpreendeu toda a gente ao vencer a Andre the Giant Memorial battle Royal da Wrestlemania XXX eliminando com um powerslam Big Show num dos grandes, e o primeiro grande momento desta Wrestlemania. Volta e meia Cesaro aliou-se a Paul Heyman, que digam o que disserem é o maior manager e a maior mente por detrás de toda a história do wrestling profissional. Depois do fracasso que foi Curtis Axel com Heyman, Cesaro parece aparentemente estar a funcionar, apesar de a meu ver ser de curta duração também. Por muito que muitos defendam uma eventual rivalidade com Lesnar, eu apostaria mais numa equipa formada com os dois, e sem sombra de dúvida isto relançaria ainda mais a divisão de Tag Team da empresa. Se é o best for business? U tell me…

NEW CHAMPIONS

unifc
Bad News Barrett ganhou o Título Intercontinental, Sheamus captorou o Título dos EUA de Ambrose, e aparentemente a WWE pretende relançar a divisão intermédia da WWE. Não há duvidas que os títulos estão bem entregues, especialmente com o apoio dos fãs a Barrett e o aparente heel turn de Sheamus. O que a WWE precisa de fazer neste Payback é simplesmente capitalizar, concentrar e relançar a divisão midcard. Trata-se simplesmente de construir, mais uma vez, histórias credíveis e deixar que os dois ateltas deem nome ao Título, que os tornem legítimos mais uma vez. Estamos a falar de Títulos com grande história, que já levaram inúmeros atletas ao Hall of Fame mas que atualmente estão mais do que enterrados na empresa. Por muito que muitos de vocês não o defendam, uma unificação de Títulos não seria de todo mal pensado. Resultou com o Título maior da WWE, e creio que resultaria também com os Títulos secundários, porque, mais uma vez, a WWE tem mostrado que consegue fazer histórias decentes sem os Títulos estarem envolvidos. The Shield e Evolution; El Torito e Hornswoogle (gozem o que quiserem mas foi dos momentos mais imprevisivelmente bons que a WWE deu nos últimos meses); Wyatt e John Cena…

HE’S GOT THE WHOLE WORLD IN HIS HANDS

child
Falando de Cena e Wyatt, na minha opinião, esta é das histórias melhor escritas e desempenhadas do último ano e talvez a que mais deu que falar desde o Summer of Punk ou Shawn Michaels vs Undertaker. Wyatt é exemplar e fenomenal naquele que foi o maior relançar de carreira de todos os tempos (Husky Harris?? Tipo…) e Cena, independentemente do que disserem, sim, ele é dos melhores atletas e das superstars que mais dão em ringue, quer se goste ou odeie. John Cena vende, mas não é um produto de marketing, e há que separar gostos, e saber criticar como deve ser criticado. John Cena ganhou na Wrestlemania, Wyatt com uma criança demoníaca ganhou no Extreme Rules num dos momentos mais perturbadores da era PG… Não sei quanto a vocês, mas no Payback mal posso esperar que combate terão, e o que acontecerá…

HOUNDS OF EVOLUTION

Não há nada mais a dizer de the Shield a não ser o que já foi dito. Para mim é das melhores stables a alguma vez terem sido criadas pela WWE, e mais que isso a estrutura e a forma como se uniram três peças de puzzle distintas foi absolutamente de génio. Aliás recentemente só vejo mesmo os The Hart Dynasty, Legacy e Wyatt Family a aproximarem-se desta stable. Posto isto, os Evolution tiveram um regresso que muitos só imaginavam nos sonhos, mas que se concretizou. Bem, facto é que a WWE tem mostrado saber fazer combates six-man tag team fenomenais, e o mais recente entre Evolution e Shield foi para muitos o epitomo do Extreme Rules e dos melhores combates de 5 meses do presente ano. Não obstante, e dados os resultados mais que positivos isto não terminará aqui. Para o payback e tendo em conta os mais recentes rumores, acredito mais que façam três combates individuais como Batista vs Roman Reigns, Dean Ambrose vs Randy Orton e Seth Rollins vs Triple H; ou então outro six-man tag match mas com alguma gimmick associada.

BURIED ALIVE

buriedalive
Kane está de volta ao que toda a gente sabe que é capaz de fazer e de forma exemplar e Daniel Bryan está no auge da sua carreira. A grande conclusão a retirar daqui e depois de muitos terem ficado surpreendidos com o combate entre ambos no Extreme Rules, a fazer relembrar a velha ECW, é que a história só pode acabar em grande. Segundo recentes rumores, e dado que Kane terá a promoção de See no Evil 2 a realizar, é provável que a WWE crie um combate para o PPV do tipo Buried Alive Match. A faze-lo só vem confirmar a audácia e a reforma que a WWE está a fazer este ano. Talvez nos aproximemos de uma nova Era na WWE. E para todos os efeitos, esta é uma era da realidade, e é isso que a WWE tem oferecido: histórias mais próximas, cada vez mais, da realidade.

O que esperam do Payback? Quem se vingará de quem?

Até para a semana! ;)

 

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling, Diz Ele”.

5 Comentários

  1. Zé Tomé Dias - há 3 anos

    Ótimo artigo, dirtcrit.

    Haverá de certeza muita vingança . Vingar-se-ão estes todos:
    -a wwe, depois de alguns desaires anteriores, está a mostrar um produto que me está a surpreender
    -kane, depois de perder no extreme rules, volta á carga e de que maneira
    -os evolution e o john cena, pelos mesmos motivos
    -os fãs que irão ver o payback, tenho a impressão que vão gritar pelo cm punk
    -eu próprio, que voltei a ter o meu gosto de ver a wwe

  2. Mike Lient - há 3 anos

    Grande artigo.

    Para mim, as maiores rivalidades são:
    Daniel Bryan vs Kane
    Shield vs Evolution
    Wyatt vs Cena

    Depois há:
    Sheamus vs ???????
    Bad News Barret vs ??????
    Cesaro vs RVD

    E depois:
    Rusev vs (parece que é o Big E)
    Swagger vs Adam Rose

    Ficam a faltar duas:
    Paige vs ??????
    Usis vs ??????

    O card parece melhor do que no ano passado, mas só pelos main-events, porque há alguns combates que não me importava de serem no Superstars ou no Main Event.

    Gostava de ver rivalidades do mid-card bem construídas, com cada lutador a dar tudo, com segmentos interessantes, e nã como a Tamina, que venceu uma battle royal e foi 1 contender ao Divas Championship, sem nenhum contacto físico antes do Extreme Rules.

  3. 434 Days - há 3 anos

    Excelente artigo. Gostei bastante do Payback do ano passado e penso que este ano tem tudo para voltar a ser um sucesso.

    A rivalidade Shield vs Evolution tem sido, para mim, de longe a melhor dos últimos tempos. Os segmentos têm sido bons, a interacção entre todos também. Estou a adorar

    Bray Wyatt também tem feito um trabalho extraordinário e espero que saia por cima no Payback, pois acho que se for o Cena terá um certo sabor amargo.

    Agora com a retirada do Bryan, não sei do que vai ser do titulo.Até podiam dar ao Kane, para depois o Bryan recuperar. Infelizmente esta lesão pode vir a complicar as coisas.

    Quanto ao resto, o Midcard tem estado bom, Tag Team com os seus altos e baixos e a Paige precisa de uma rival credível para além da AJ e Tamina.

    Veremos o que o PPV nos reserva.

  4. John_3:16 - há 3 anos

    Acho que este payback tem tudo pra ser melhor que o ano passado ( que foi muito bom), este pode ser expetacular, os evolution de certo que se vão vingar dos the shield e vai haver mais um combate épico em que os the shield devem sair por cima desta vez, o kane vai vingar-se do bryan, mas sinceramente não entendo o que vai acontecer ao titulo, o bryan ta lesionado até não sei quando e o kane depois do payback vai fazer o filme, mas haver um buried alive match no payback é estrondoso, o wyatt e o cena vão tentar vingar-se um do outro, se bem que acho que o melhor era o wyatt sair por cima, destaque pra estreia do rose, provavelmente defesa dos USA e IC championships, mas mesmo assim acho que com todas estas grandes atrações, tenho mesmo a certeza que se irá ouvir muito o nome do punk.

  5. Alexandre Romano - há 3 anos

    Fantástico artigo DirtCrit.
    Os Evolution provavelmente vão se vingar dos Shield, o Jonh Cena também pode ganhar e acho que o Punk vai voltar, pode ser que tenhamos Cm Punk V.S Daniel Bryan pelo título num dos próximos enventos.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador