Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Wrestling For All #3 – Reforços Para Um Grande Time (1)

Olá a todos os Leitores do Wrestling.PT, como já havia falado na semana passada irei tratar de alguns nomes que poderiam acrescentar a divisão Feminina da TNA que é bastante forte, mas que carece de nomes, por isso o titulo do artigo ser reforços para um grande time, já que incontestável a qualidade  do mesmo, eu evitei citar algumas ex-Knockouts, como por exemplo, Awesome Kong, Angelina Love entre outras que poderiam acrescentar a divisão. Pelo numero de Lutadoras que selecionei esse artigo será divido em 2 partes.

Antes de continuar a escrever gostaria de agradecer ao Jorge Rabelo que cuida dos assuntos em relação à TNA aqui no site, o mesmo me ajudou escrevendo o texto sobre a Shanna e ela e o primeiro nome que irei citar aqui no artigo.

SHANNA

Shanna na verdade Chama-se de Alexandra Barruelas, nasceu em Lisboa (Portugal), tem 30 anos de idade e para o mundo do Wrestling é conhecida como a “Portugal’s Perfect Athelete” Shanna. A carreira da Perfect Athlete começou na academia do Wrestling Portugal em Queluz. Quis o destino, que Shanna rumasse à Espanha para uma série de eventos onde estabeleceu importantes contactos para a sua carreira. O seu esforço e dedicação levaram-na até França, país que atualmente a acolhe e onde atua em um número notável de promoções independentes, a mais conhecida talvez a Pro Wrestling EVE. Como curiosidade, um dos seus treinadores e companheiros de ringue é a mais recente cara a assinar pela TNA – Rockstar Spud.

Shanna é hoje uma das wrestlers mais bem cotadas no circuito independente europeu. Os fãs reconhecem que mais que a cara bonita, a Perfect Athlete é extremamente competente dentro do ringue, conseguindo não só impressionar pela sua qualidade técnica, como pela ligação que estabelece com os fãs, seja como face ou heel. Como curiosidade, um dos seus finishers mais reconhecidos é um top rop cross body, que muito provavelmente terá ajudado a que em França a alcunha de “A voadora Portuguesa” prevalece-se. Apesar do seu percurso notável, muitos fãs só tomaram conhecimento da Shanna a quando da mais recente tour da TNA pelo Reino Unido. A 24 de Janeiro em Nottingham, Shanna participou num Gut Check, onde teve a oportunidade de mostrar aos responsáveis da TNA as qualidades e determinação que a podem levar a ser uma futura Knockout. O próprio D’lo Brown reconheceu o talento da Perfect Athlete. A grande questão será perceber se o percurso de Shanna estará mesmo destino a cruzar-se com a Total Nonstop Action.

Além de todas essas características seria histórico ver uma wrestler de origem Portuguesa lutando em uma grande companhia de Wrestling, eu apesar de ser Brasileiro me sentiria bem representado e com certeza torcerei muito para que isso aconteça e pelo seu nível de wrestling a TNA seria o local ideal para recebê-la.

Shanna vs Xcute Sweet w/ Yan Colby: http://youtube.com/watch?v=LZW1eH9GmHA

MERCEDES MARTINEZ

O segundo nome que irei comentar e de uma wrestler experiente nas Indys e que possui um grande currículo para ajudar a divisão da TNA, o nome da mesma e Mercedes Martinez, ela começou a praticar Wrestler devido ao amor que tinha por esporte de contatos por volta dos anos 2000 sendo treinada por Jason Knight, a partir desse momento se envolveria com varias companhias independentes por todos os Estados Unidos.

Mas somente por volta de 2005 e que começa a ter seus melhores momentos quando a mesma assinou com a companhia Shimmer e na sua primeira luta enfrentou Sara Del Rey em uma luta que teve duração de 20 minutos, sendo ovacionado por todos os presentes pela grande qualidade da luta, após varias grande lutas em todo o continente Americano, ela chamou a atenção da ROH (Ring of Honor) e em 25 de Março de 2006 ela faria sua estreia na companhia em uma partida que envolvia outras wrestler como Alisson Danger, Daizee Haze e Lacey, após varias lutas na ROH Martinez sofreu uma lesão em uma Mixed Tag teams do qual tinha como parceiro Jimmy Jacobs enfrentando Haze e BJ. Whitmer, em 2007 Martinez saiu da ROH de modo amigável.

Nessa mesma época em que estava na ROH e Shimmer ela também assinou com a XWX (World Xtreme Wrestling), depois de algumas lutas na companhia começou a disputar o WXW Women’s Championship que na época pertencia a Talia Madison (Velvet Sky), o ganhando no dia 8 de Julho de 2005, após isso Martinez ainda conquistou o WXW Cruiserweight Championship, depois ela teve que sair por um tempo da companhia para fazer uma cirurgia no ombro. Atualmente ela ainda tem contrato vinculado com a empresa e é a wrestler feminino que mais possui títulos nos mais de 17 anos que a empresa possui.  Em 2006 Mercedes Martinez chegou a fazer uma Dark match na WWE contra Victoria, mas a companhia não assinou com ela, as duas haviam tido uma grande feud nos circuitos independentes.

Em 2007 Martinez assinaria com outra empresa especializada em Wrestler Feminino a WSU (Women Superstars Uncensored)  e logo começou uma rivalidade com Angel Orsini que durou vários meses em uma seria de lutas Hardcores incluindo uma Steel Cage Match, no final Martinez saiu vencedora e ganhou o WSU  Championship. Em 2009 na WSU Martinez fez história tendo uma iron Man Match de 60 minutos contra Angel Orsini, sendo que no total durou 70 minutos devido aos 10 minutos de morte súbita batendo o recorde mundial da luta de maior duração em relação ao wrestler feminino conseguindo reter o principal titulo da empresa, ela defenderia o titulo por mais alguns meses enfrentando wrestlers como Awesome Kong, Rain, Nikki Roxxi e Portia Perez, nesse meio tempo ainda conseguiu conquistar o WSU Tag Teams e continuou seu grande reinado defendendo o titulo contra grande nomes como Mickie James e Jazz, mas em 2011 ela faria história novamente tendo quebrado novamente seu próprio recorde em uma luta contra Lexxus que durou 73 minutos, após os 3 anos de reinado com o principal titulo da WSU ela perdeu em uma extreme Rules para Jessica Havok em 2012. Ao longo desses 13 anos de wrestler profissional, ela competiu em diversas companhias pelo mundo, atualmente Mercedes possui 32 anos.

Pelo currículo percebe-se que é uma grande lutadora e que acrescentaria ao roster da TNA, ela possui grande habilidade técnica e se adapta bem as lutas Hardcores, a única coisa que a desfavor dela e que ela tem contratos com varias companhias independentes, mas acredito que se a TNA oferecesse um bom contrato de tempo integral ela com certeza aceitaria.

Mercedes Martinez vs Lexxus (Luta de 73 minutos):

THE BLOSSOM TWINS

O terceiro nome que irei comentar, na verdade e uma Tag Team de nome Blossom Twins, atualmente possuem contrato de desenvolvimento com a TNA e participam da OVW (Ohio Valley Wrestling), e gostaria de ver as 2 na divisão principal da companhia, porque possuem grande carisma e tem uma química de Tag impressionante.

Lucy Knott and Kelly Knott nasceram no dia 18 de Fevereiro de 1988, apesar de serem novas praticam Wrestler desde do 15 anos de idade, competindo no wrestling profissional com 16 anos. Depois de alguns anos competindo nos circuitos independentes por todo o Reino Unido elas chegaram a participar mais ativamente da Genny Norton Promotions em 2008, na sua partida de estreia derrotaram CJ Banks & Danny Hope e durante os anos as duas foram colecionando algumas boas lutas na companhia.

Em 2011 Hannah Blossom participou do torneio Covey Pro Women’s Championship chegando até a final do mesmo perdendo para Mickie James. Ainda na Europa The Blosson Twins estrearam em 2012 na companhia Pro-Wrestling: EVE participando de um torneio da companhia sendo eliminadas na primeira fase e tendo uma rivalidade com Sara-Marie Taylor e Carmel Jacobs.

As Blossom já estão na OVW desde de 2009, e de modo supreendente na sua partida de estreia Hannah Blossom ganhou de Epiphany que era detentora do titulo feminino da companhia, virando a nova OVW Womens Champion, ao longo dos anos as duas foram ganhando titulos individuais e lutas de Tags na companhia sempre destacando a quimica que elas possuiam. Em 2012 elas participariam do British Boot Camp que teve como vencedor Rockstar Spud, durante a tour pelo Reino Unido As Blossom Twins e Marty Scurll  tiveram oportunidade de lutar no impact contra Gail kim, Tara e Jesse.

Como algumas pessoas já sabem eu queria que o titulo de Tag feminino da TNA acabasse, mas se a TNA insiste em manter-lo seria bem melhor que uma Dupla Feminina como a Blossom Twins os ganhasse e defendesse eles mais regularmente numa feud ,por exemplo, contra Gail Kim e Madison Rayne. Não faz nenhum sentido o titulo ter um homem como ganhador. Mesmo as Blossom possuindo contrato de desenvolvimento acho que elas possuem qualidades para já estarem no roster principal, talvez seja só questão de tempo.

The Blossom Twins vs Madison Rayne e Gail Kim: http://youtube.com/watch?v=sTUeGcT1W88

MADISON EAGLES

O próximo nome que creio que também acrescentaria ao roster da TNA é o da lutadora Australiana Madison Eagles, a mesma começou a praticar Wrestler na IWA (International Wrestling Australia) em Agosto de 2001, para quem em Dezembro já fizesse sua luta de estreia, depois de 2 anos lutando pelas companhias de Wrestling na Australia, Madison viajou para os Estados Unidos para entrar na OVW, onde chegou inclusive a lutar com Macaela Mercedes (que futuramente ficaria conhecida como Jillian Hall), depois de algum tempo participando de algumas lutas em solo Americano, Madison retornou a Australia para participar de um Tyrout da WWE, que como sempre perdeu a oportunidade de contratar outra grande Wrestler, ainda no mesmo ano Madison Eagles fundaria na Australia a única Companhia de Wrestler Feminino da Australia conhecida como The Pro Wrestling Women’s Alliance.

Em 2008 Madison Eagles voltaria a participar mais ativamente do Circuito Americano de Wreslter lutando inclusive na ROH contra Daizee Haze, após isso assinou com a companhia Feminina SHIMMER, tendo lutado inclusive contra Sara Del Rey e Mercedez Martinez em 2009, saindo derrotado nas duas oportunidades, após isso em 2010 ela lutaria contra Cheeleader Melissa Conquistando uma oportunidade pelo titulo principal da companhia, vencendo MsChif para se tornar campeã, retendo o titulo durante todo o ano de 2010 e 2011, ela também participou de diversas companhias de Wrestling pelos Estados Unidos como por exemplo, Chikara, CZW, entre outras.

A revista Pro Wrestling Illustrated (PWI) de 2011, elegeu Madison Eagles como a Wrestler do ano, devido principalmente ao seu grande reinado na SHIMMER e as varias grandes lutas que teve pelos Estados Unidos, Apesar do grande currículo Madison Eagles ainda possui 29 anos e com certeza ainda tem estrada para lutar mundo afora, se destaca a grande habilidade que ela tem com personagem heel que acrescentaria muito ao roster feminino da TNA.

Madison Eagles vs Nicole Matthews vs Jessie Mckay: http://dailymotion.com/video/xpk038

JENIFFER BLAKE

Para finalizar a primeira parte desse artigo irei falar de mais uma Wrestler de grande habilidade o nome dela e Jennifer Blake também conhecida como ”Dynamite Girl”. Jennifer nasceu no Canadá e em 2004 se envolveu com o Wrestler, onde começou como Ring Announcer, mas logo depois se viu envolvida mais a fundo começando a praticar, no começo treinava com Cody Deaner e  Derek Wylde, mas somente em 2008 que ela começaria a lutar quando assinou com SHIMMER (Se percebe que a companhia revela alguns talentos), na sua estreia lutou junto de Danyah  contra Rain e Jetta e perdeu, após alguns anos participando da Shimmer Jennifer viu a oportunidade de lutar no México.

E em 2009 ela assinou com a The Extreme Air Wrestling (Lucha Libre Extrema Aérea, EAW), sua estreia aconteceu em uma Tag Team com Derrick Nikerson (Neikirk) contra John Scott e Ericka del Rico, após isso ela enfrentaria Rain saindo vitoriosa para que ainda em 2009 assinasse com a AAA (Asistencia Asesoría y Administración). Em 2010 Jennifer entrou na Stable Heel conhecida como La Legión Extranjera comandada por Konnan.

Na Triplemania  XVIII a primeira que Jennifer participaria, ela lutou junto com Sexy Star e Rain Contra Cintia Moreno, Faby and Maria Apache, com a estipulação de que o time que ganhasse faria o outro time de escravo por 1 mês. Em 2011 Jennifer ganharia seu primeiro titulo na companhia quando junto com Alan Stone derrotaria Faby Apache e Pimpinela Escarlata ganhando o AAA mixed Tag Team Champion, durante o ano ela se envolveu em algumas rivalidades pelo AAA Reina de Reinas Championship, mas nunca conseguiu vencer o titulo, em 2012 perdeu o titulo de Tags Contra Halloween e Mari Apache em uma partida de quatro vias, que incluiu também as equipes de Atomic Boy e Faby Apache e Fénix e Lolita.

Ela e uma lutadora High Fly que acrescentaria a TNA e tendo a vantagem de já ter experiência no estilo Americano, não tendo um grande problema para se adaptar e acredito que não seria difícil a aproximação das duas já que AAA tem grande parceria com a TNA, inclusive ela já teve algumas dark Matchs na companhia, ela também desempenha muito bem o papel de Heel e tem suicide Dives que impressionam.

Jennifer Blake vs Taya Valkyrie:

Na próxima semana continuarei com mais algumas indicações de Boas Wrestler que acrescentariam ao roster da TNA.

Quais Wrestlers vocês gostariam de ver atuando na TNA?

Com os devidos “reforços” vocês acreditam que o titulo de Tag Team Feminino da TNA possa continuar?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling For All”.

4 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    Let’s Go Shanna!

  2. Jorge Rebelo - há 4 anos

    Excelente artigo. Em relação à Shanna é uma escolha óbvia e as Blossom Twins já estão com a TNA.

    Entre os restantes nomes, a Mercedes Martinez é das melhores wrestlers indy da actualidade e admira-me ainda não ter dado o salto.
    Desconhecia que a Madison Eagles era Australiana e esse é um nome potencial para o próximo TNA Bootcamp precisamente na Austrália.

    Por último, eu não conhecia a Jennifer Blake e avaliando apenas pelo visual, é uma lutadora que pouco acrescenta à TNA, mas posso estar enganado e irei tentar ver alguns combates dela para formar uma opinião mais forte.

  3. Roberto Barros - há 4 anos

    Tentei pegar alguns bons nomes das indys, Madison Eagles seria ideal para um Australian Bootcamp, e para mim já sairia como favorito

    sobre a Jennifer Blake, eu acredito que ela seja um bom nome, por exemplo nessa luta ela até tem boas manobras (no link abaixo), das que eu citei com certeza e a mais fraca.

    http://www.youtube.com/watch?v=8qKIXdBP2Jw

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador