10 Momentos Menos Lembrados do NXT – Top Ten #284

há 2 semanas 2

10 – Mr. NXT

Sinto que não resta hoje apreço suficiente por o quão excelente Bo Dallas foi nos seus tempos finais no NXT. A prova de que lá sabiam pegar na fraca popularidade de um Superstar e tirar proveito disso para o tornar enorme. Bo Dallas recebeu um push e o título para revirar dos olhos dos fãs que não suportavam o moço sorridente e positivo. Apenas faltava capitalizar no exagero disso mesmo e tornando-o intencionalmente parvo e irritante, aquele que acho que é o primeiro caso que tenha visto do Heel que não sabia que era Heel e ainda achava que era popular.

Quando era comprovado errado, desatava em perrices e a sua saída do NXT foi um momento histórico de birra e intervenção policial para tirar Bo Dallas dali. Podia muito bem ter-se cimentado como um midcarder cómico e a cada novo angle que lhe é dado no plantel principal, ele faz resultar, apenas a curto prazo infelizmente. Mas ainda não posso deixar de destacar um outro momento que me ficou na memória e fica-me a impressão que não ficou em memórias suficientes. Quando um ingénuo JBL – o então general manager do NXT – assina contrato com um lutador anónimo de máscara branca, chamado apenas Mr. NXT. A facilidade de conseguir um contrato por aqueles lados, parecia mesmo uma estrela infalível. O público achou um piadão ao fraco disfarce, fez-se de chocado, e também eu me diverti à fartazana com essa lenda das cordas amarelas que foi o Mr. NXT.

Viriam a repetir a proeza algum tempo depois, com a saída de Elias (Samson), expulso do NXT após perder um “Loser leaves NXT” com Kassius Ohno – e que eu podia jurar que subiria ao plantel principal apenas para preencher o lowcard de lutadores para jobbers ou para o Main Event, sem que eu sonhasse sequer que ele viria a tornar-se a estrela que é agora. Mascarou-se e apareceu como “El Vagabundo,” uma mera tradução espanhola pouco discreta de “The Drifter,” a sua antiga alcunha. E, tal como no primeiro caso, a malta achou um piadão e alinhou. Ficou Oney Lorcan com o ingrato cargo de o desmascarar mas o público estava a divertir-se demasiado a fingir que não acreditava que aquele fosse Elias, fingir o choque da revelação e até, infelizmente… Virar-se contra Lorcan, que só estava lá a fazer o dele. Cenas divertidas que vão resultando sempre… Mas gramava bem o regresso do Mr. NXT, com o Mr. America como manager!

2 Comentários

  1. Adoro suas listas, de verdade. Disparadamente, o melhor espaço do Wpt.
    Porém, este estilo de visualização do top 10 prejudica bastante a dinâmica de leitura (no formato de páginas), no meu ponto de vista..

  2. Kauê Silva há 2 semanas

    Eu diria que o melhor momento dessa lista é sem dúvidas o James Storm, pena que não deu certo como deveria no NXT e na WWE, espero que ele venha algum dia quem sabe pra encerrar a carreira e ter uma chance de hall of fame, uma grande lenda que a WWE deveria ter valorizado!!

Comentar