Faz login e reduz a publicidade

Ações da WWE registam queda histórica

há 4 semanas Notícias 4

Muito se tem falado e especulado sobre o futuro da WWE devido ao aparecimento e concorrência cada vez maior por parte de outras promotoras. A juntar a isso, a companhia sofreu esta quinta-feira uma queda histórica no valor das suas ações, após ter apresentado o relatório de contas relativo ao 1º trimestre de 2019.

Depois de apresentado o primeiro relatório do ano, que revelou que a companhia registou menor lucro que no ano passado, a reação dos stakeholders da WWE fez-se notar com a venda e desvalorização das suas ações.

A WWE registou uma receita de cerca de 182,4 milhões de dólares no 1º trimestre de 2019, um valor ligeiramente abaixo dos 187,7 milhões registados no mesmo período do ano passado. Quanto ao lucro, ficou-se pelos 8,4 milhões, enquanto que no período homólogo do ano passado atingiu os 14,8 milhões de dólares.

Investimentos em contratos com várias Superstars, no NXT UK Performance Center ou na mudança de sede da WWE podem estar na origem desta diminuição de lucros. No entanto, esta foi justificada por Vince McMahon com a diminuição dos ratings televisivos, que segundo o presidente da WWE são uma consequência da ausência várias das suas Superstars.

Seja como for, esta diminuição no lucro registado no 1º trimestre de 2019 fez com que as ações da companhia desvalorizassem de quase 100$ para cerca de 85$. Uma queda de cerca 14% no valor das ações, o que representa um record negativo diário para a companhia.

No entanto, a WWE não parece preocupada com esta queda, uma vez que pode muito bem ser momentânea. Os últimos dois anos foram particularmente bons na valorização em bolsa da WWE, com as suas ações a registarem uma valorização quase constante. Há dois anos as suas ações valiam cerca de 20$, no ano passado valiam cerca de 40$ e agora valem mais do dobro.

Os novos contratos televisivos assinados com a US Network e FOX, o contrato assinado com a Arábia Saudita, a venda de merchandising, o crescimento gradual da WWE Network, entre outros fatores, serão os principais responsáveis por este crescimento na valorização da WWE.

Apesar da diminuição constante nos ratings televisivos, a companhia já parece ter planos para o que resta deste ano, como por exemplo o “relançamento” da WWE Network a acontecer durante o Verão e a mudança do SmackDown Live para a FOX programada para Outubro.

4 Comentários

  1. Parece que por enquanto não é grave, vamos ver se isto irá afetar a WWE no futuro. Espero que não

  2. DheFan há 4 semanas

    Duas palavras : Arabia Saudita

  3. Anónimo há 4 semanas

    Não deverá ser algo dramático, mas é preciso “arrepiar caminho” ou a WWE será “engolida” pela novidade que representa a AEW.

  4. Kennedy há 4 semanas

    Talvez assim a WWE volte a fazer wrestling. E o melhor é essa concorrência da AEW. Esses fatores aquecerão o jogo.

Comentar