APW Caminho Para A Vitória (11/06/2017)

Dia 11 de Junho, no Centro de Treinos de Portimão, a APW voltou aos “shows”, onde se destacaram o início da Liga Carlos Rocha e o combate pelo Título Nacional da APW.

Vamos à reportagem:

1 – Bernardo Barreiros vinga-se da derrota da Batalha Final

Bernardo apareceu decidido a não fazer amigos no Algarve. Tal como em Lisboa, pegou no microfone e teceu comentários depreciativos para com o seu adversário e para com Portimão. A derrota na Batalha Final não parece ter afectado Bernardo.

Stefan Stu entrou cheio de vontade no combate e conseguiu, varias vezes, desviar se dos ataques de Bernardo, mas sem conseguir derrubar o pesado treinador da Academia do WP.

O combate mudou quando Bernardo acertou uma clothesline que deixou Stefan a sangrar do nariz, este ainda conseguiu acertar um tornado DDT e um standing moonsault, mas no fim a experiência de Bernardo e um Rolling Elbow garantiram a vitória por assentamento.

Stefan Stu mostrou potencial mas nao chegou para vencer!

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

2 – Bulldozer perde o controlo e é desqualificado

Vyper entrou com Bulldozer e serviu de porta-voz para o Britânico, deixou bem claro ao público no Centro de Treinos de Portimão, que o seu cliente era o homem mais perigoso da APW.

E não estava enganado…. O Sombra, apesar de fisicamente imponente, foi derrubado facilmente por Bulldozer.

Este dominou por completo e só o seu excesso de confiança deu uma abertura a Sombra que finalmente, à terceira tentativa, derruba o britânico, mas o ataque de Bulldozer durante o combate foi tanto que O Sombra nem conseguiu tentar o assentamento.

Mas este momento foi o que determinou o fim do combate, o ego de Bulldozer não aguentou e decidiu fazer o Sombra arrepender-se de ter tido a ousadia de o derrubar. Ataques avassaladores no canto do ringue obrigaram o árbitro a intervir e a tentar separa-lo de Sombra, Bulldozer visivelmente descontrolado continuou o ataque e até o árbitro tentou atacar, o que não conseguiu graças ao lutador mascarado, Vyper entrou no ringue a tentar acalmar o seu cliente mas os estragos estavam feitos e o árbitro não teve alternativa senão desqualificar o homem de Blackpool.

O Bulldozer perde o controlo!

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

3 – Empate épico

O que acontece quando um dos melhores de Portugal enfrenta um dos melhores de Espanha? Magia.

RAFA começa cada vez mais a ser sinonimo de combate do show, ele e A-Kid nunca se tinham defrontado mas a qualidade e a vontade de vencer de ambos foi tanta que pareciam lutar um contra o outro há anos.

A agilidade de A-Kid

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Extremamente renhido até no fim, RAFA faz um Brainbuster mas A-Kid teve a presença de espírito para conseguir apanhar as pernas de RAFA e ficaram ambos presos com os ombros no chão durante a contagem de 3.

O "estilo forte" de RAFA

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Tocou a sineta e ambos festejaram a vitória até sair a decisão oficial de que era um empate, no fim o respeito era mútuo e respeitaram o “código de honra”

4 – Duarte Silva consegue a vitória…com ajuda

Duarte Silva não veio acompanhado pelo seu amigo costume e pareceu ressentir-se disso, Michael Stu teve um início bastante explosivo atirando Duarte de um lado ao outro do ringue com arm drags e dropkicks, mas o matreiro Duarte conseguiu atrair Stu para fora do ringue e conseguiu atirar o Luso-Moldavo com o ombro contra as escadas de ferro, a partir daí vimos uma lição de como castigar um braço.

Michael ainda conseguiu recuperar e esteve taco a taco com Duarte mas no fim após uma joelhada ao estilo de Harley Race , Stefan preparava algo que nunca viríamos a saber o que era porque um mascarado apareceu e distraiu o Luso-Moldavo tempo o suficiente para Duarte acertar o seu Sick Kick, 1 ,2….3.

Michael Stu deu luta a Duarte Silva

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

5 – Augusto Santos vem em auxílio de Michael Stu… ou então não

Duarte decidiu que vencer não era suficiente e tinha que humilhar o adversário, mas não teve oportunidade para tal porque Augusto Santos e a sua bengala apareceram e fizeram este fugir a sete pés. Santos pede o microfone e ordena Duarte e o mascarado de saírem do seu ringue, e que ele ia livrar a APW da escuridão porque ele tinha a luz, foi ajudar Michael Stu a levantar-se e tudo parecia que ia acabar bem, mas Augusto anunciou que ia dar a Luz a Stu.

Augusto Santos de heroi a vilão à velociade…..da luz

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Essa Luz veio na forma de um spear.

Stefan Stu apareceu o que levou Augusto Santos a sair do ring mas ficou com um aviso “não tenhas pressa também tu vais receber a luz”.

6 – James Mathews e Hades venceram num combate recheado de adrenalina

Adam Chase e Pimp Ross mostraram de que fibra são feitos ao meterem duas pequenas adeptas da APW a chorar logo na entrada.

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Mathews e Hades claramente os favoritos do público não desapontaram. Foi um combate extremamente atlético e renhido. No fim James Mathews com uma combinação de Big Boot mais Clothesline virou Adam Chase do avesso e garantiu a vitória para a sua equipa.

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

7 – Vítor Amaro cumpre um sonho de criança

Com Vítor Amaro já no ringue, Rúben Branco aparece e diz que ele é o único homem digno de apresentar o Campeão Nacional e assim o fez….Não sem antes estar cinco minutos a garantir que o único apoio que “O Fantástico” David Francisco teria, seria o seu.

Rúben Branco sempre a fazer amigos…

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

David Francisco não pareceu afectado de ter perdido o Titulo Nacional do WP na Batalha Final, pois dominou o combate, Vítor Amaro ainda conseguiu alguns bons momentos mas a sagacidade do Campeão e as interferências de Rúben Branco pareciam acabar com a esperança do publicou. O que “O Fantástico” não contava era com o espírito de sacrifício de Amaro! Por algum motivo dizem que Vítor é o lutador com mais garra na APW e isso provou-se, porque Amaro resistiu a tudo o que David Francisco lhe atirava. A frustração começou a mostrar-se no Campeão que parecia mais determinado em tentar manter Amaro no chão do que a vencer o combate, quanto mais derrubava o candidato mais ele se levantava, uma chapada com as costas da mão fez Amaro explodir numa ofensiva que termina com um Cross Body da terceira corda 1…2….3! NOVO CAMPEÃO NACIONAL DA APW.

A Voar para a vitória!

Publicado por APW Wrestling em Terça-feira, 13 de Junho de 2017

Vítor Amaro que em 1993 ajudou a criar a APW teve finalmente a sua primeira oportunidade de lutar pelo Título Nacional e, nas palavras sábias de Tony de Portugal, provou que “a idade não tem limites quando acreditamos em nós próprios e nos nossos sonhos!”

Dia 30 de Julho a acção volta a Portimão para mais um espectáculo da APW!

Liga Carlos Rocha

Como ficámos em relação à Liga Carlos Rocha?

1º Lugar
– Vitor Amaro – 1 combate – 4 pontos
– James Mathews – 1 combate – 4 pontos
– Hades – 1 combate – 4 pontos
– Bernardo Barreiros – 1 combate – 4 pontos
– Duarte Silva – 1 combate – 4 pontos

2º Lugar
– O Sombra – 1 combate – 2 pontos

3º Lugar
– RAFA – 1 combate – 1 ponto
– A-Kid – 1 combate  – 1 ponto

4º Lugar
– David Francisco – 1 combate – 0 pontos
– Stefan Stu – 1 combate – 0 pontos
– Michael Stu – 1 combate – 0 pontos
– Adam Chase – 1 combate – 0 pontos
– Pimp Ross – 1 combate – 0 pontos

5º Lugar
– Bulldozer – 1 combate – -4 pontos

Sabes de alguma notícia que não está publicada no Wrestling PT? Envia-nos!

Sobre o Autor

-

9 Comentários

  1. A vida para o fantastico não ta assim tão fantastica

  2. Rafael - há 4 meses

    Bom espectáculo

  3. JawnyWrestling - há 4 meses

    Este foi o primeiro evento de wrestling que tive a oportunidade de ver ao vivo , sendo honesto eu não estava à espera de grande coisa, fiquei muito contente de estar errado.

    Gostei bastante de todos os combates (com a exceção de Bulldozer vs. Sombra) especialmente Rafa vs. A-Kid, James Mathews e Hades vs. Adam Chase e Pimp Ross e o main event de David Francisco vs. Vítor Amaro.

    Fiquei também muito impressionado com os jovens irmãos Stu ambos demonstraram imenso talento e se continuarem a treinar terão um brilhante futuro.

    Só não apreciei muito duas coisas, a primeira foi o combate entre Bulldozer e Sombra, achei muito lento sem grandes momentos excitantes e o segundo foi a Vitoria de Vítor Amaro, era obvio no combate que David Francisco era o wrestler superior e muito mais experiente, achei que os ataques do Vítor eram fracos e não se sentia muito confortável com a multidão, mesmo assim David Francisco esteve ao nível da tarefa e produziu um combate, que enquanto não muito impressionante a nível técnico, fez com que toda a gente no centro de treinos fica-se de pé e a gritar pela Vitoria do Vítor e afinal o wrestling serve para isso.

    Não vou faltar ao próximo evento da APW!

    • Anónimo - há 4 meses

      That is because you are a snowflake, David Francisco is a pussy and an ex champion and the fiendishly handsome Bulldozer would snap him in half with one blow.

    • Grasper Parsnip - há 4 meses

      David Francis foi um campeão de papel. Vitor Amaro ganhou justo e quadrado, mas o Bulldozer os quebraria ambos ao mesmo tempo.

  4. prowrestling - há 4 meses

    muito bom o evento
    ficou acima das expetativas

  5. Excellent wrestling from all concerned but my favourite was 1) Bulldozer and Sombra, 2) the tag team with the Spanish wrestlers who are very professional and the the young Michael Stu. The whole show was a great success.

    • Alma - há 4 meses

      Excelente luta livre de todos os interessados, mas o meu favorito foi 1) Bulldozer e Sombra, 2) a equipe de marcadores com os lutadores espanhóis que são muito profissionais e o jovem Michael Stu. Todo o show foi um grande sucesso.

  6. Grasper Parsnip - há 4 meses

    Eu acho que o show foi muito divertido e todos os jogos tiveram bons pontos. A partida da equipe de tag foi o mais divertido do ponto de vista da família, mas o Bulldozer foi o melhor salto individual, já que ele e seu gerente, Vyper, pareciam curtir Sombra.

Comentar

Editar avatar »