Faz login e reduz a publicidade

Canto New Japan #46 – Prémios CNJ, Road Tokyo Dome, YLC

Esta semana, o Canto New Japan traz a análise aos dois shows da Road To Tokyo Dome, bem como a apresentação e abertura das votações para os primeiros Prémios CNJ. Ainda há tempo para falar da Young Lion Cup e do Final Battle da Ring Of Honor.

Começo por chamar à atenção para as votações dos Prémios CNJ, onde poderão votar AQUI (clicar para aceder ao link).

Deves ler atentamente as instruções e as categorias para preencheres de forma o mais fiel possível às tuas opiniões em cada uma das categorias.

Categorias em votação:

  • Show do Ano
  • Wrestler do Ano
  • Combate do Ano
  • Jr. do Ano
  • Combate Jr. do Ano
  • Tag Team do Ano
  • Revelação do Ano
  • Desilusão do Ano
  • Momento do Ano
  • Young Lion do Ano (única categoria facultativa)

Como sempre, o pessoal da NJPW é muito querido e passado uma hora da minha gravação, metem cá fora o card completo do WK12… Simpáticos.

Há muito “sumo” esta semana para ser espremido nos comentários, não apenas com o que aconteceu na NJPW, como as vossas opiniões nas categorias dos Prémios e também o facto de termos um novo ROH World Champion.

Desde já o meu agradecimento a todos os que votarem e comentarem aqui no Wrestling.PT!

Até para a semana e até ao próximo Canto New Japan!

Autor

Facebook Profile photo
- Autor do podcast Canto New Japan.

17 Comentários

  1. Rui Portugal há 8 meses

    Olá!

    Quanto aos premios, apenas precisei de escrever uma alternativa às sugestões uma vez (no melhor momento do ano que, embora nao seja bem um “momento”, talvez o q mais tenha definido o q foi este ano completamente louco tenham sido as 6 estrelas). No entanto, e embora nao o tenha escolhido (votei no Goto), teria posto o Suzuki em vez do SANADA nas sugestoes para lutador q mais desiludiu. De resto, e na minha opiniao e pela maneira como as categorias/perguntas estao desenhadas, penso que as escolhas serao mais ou menos unanimes, apenas hesitei no melhor combate Jr. Quanto aos restantes para mim o voto foi sempre claro…

    Se a única razao para falar aqui de ROH foi por causa do combate do Ibushi penso que mesmo nao sendo pelo título uma vitória ou uma derrota em Janeiro tera pouco significado. A importancia era ter o Cody no card porque há a percepção de que acrescentará mais audiência… a nao ser que vejamos mais algum daquele “drama” (ou a conclusao do mesmo) do G1 Special em Long Beach com o Kenny Omega lá mais para o fim do evento!.. Não acredito que va ser um combate ao nivel do que teve com o Okada porque basta olhar para o card para ver que se tiverem 10 minutos ja vai ser um luxo. De resto, tendo visto o Final Battle, acho uma grande tristeza o nível de qualidade que a ROH produz hoje em dia. Se noutras companhias, como a NOAH ou AJPW podemos dizer que já tiveram melhores dias mas o DNA é o mesmo, aqui nao. Transformou-se numa companhia que nada tem a ver com a que chegou a ser. E não é só falta de talento, infelizmente.

    Relacionado com este tema.. já que a Sportv agora emite ROH, será possível sonhar com a transmissão em diferido da emissão do WK da AXS?

    Quanto aos Young Lions concordo que, quando há essa possibilidade matematica de haver empates, é porque nao vai haver (tambem poderia ter acontecido na WTL). Não faz muito sentido inventar e Kitamura será o campeão. Se se seguir uma vitória na New Japan Rumble seria ainda melhor. Embora nao tenha ido comparar com videos do inicio do ano, parece-me que nao foi só o Oka a ficar menos entroncado porque o próprio Kitamura me parece menos inchado do que antes. Será para ter mais capacidade de resistencia cardiovascular? Ou foi só o efeito de o ver no ringue com todos aqueles americanos nos cards preliminares da WTL? De momento pelo menos parece mais um pro wrestler do que um culturista, que era a imagem que ele trazia quando se estreeou.

    Só como ideia solta estou a adorar o Sho Tanaka e mal posso esperar por vê-lo em singles com o Kushida, Ospreay e Hiromu (e Kawato!)… sendo que os 3K ainda agora chegaram nao parece viável partirem já a equipa mas espero que pelo menos possam competir na BOSJ!

    Finalmente, a gimmick do Jay White é nao usar microfones? Esta última intervenção nao me pareceu muito melhor do que a anterior mas é no ringue que ele irá ter de mostrar trabalho. E se calhar o hair vs hair até fazia mais sentido neste feud haha Enfim!..

    Quanto ao card final do wk… aquele 6 man gauntlet outra vez.. e agora com ainda mais uma equipa.. tornou-se praticamente um New Japan Rumble de 1ª classe e é uma pena ver Ishii, War Machine, Elgin, Juice e ZSJ ali…

    Falando dos outros que ficarão pelo NJ Rumble… gostava que fosse para um Young Lion porque são os que mais ganhariam com isso. Se não acredito que vá como consagração para um herói, como quando o Nagata ganhou no 1º ano que houve. Talvez este ano o Liger?

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 8 meses

      Boas

      Não vou comentar para já nada dos prémios porque isso é parte do “molho” do próximo episódio.

      Quanto à transmissão do WK, não acredito que de repente tenhamos transmissão cá mesmo em diferido.

      O excelente da NJPW é mesmo a renovação gradual que constantes turmas de Young Lions proporcionam. Basta ver que o Tanaka, Komatsu e White estão todos no card principal do WK, por exemplo. E o futuro já se avizinha risonho por esta altura!

      Podemos não falar em cabelos desde que o vi o Tanahashi com penteado “à cão”? ahah

      • Rui Portugal há 8 meses

        A renovação dos young lions nao tem sido assim tao constante e por alturas de 2012 falava-se mais na falta de qualidade dos young lions porque o Hiromu, e os futuros bushi, desperado e evil nao entusiasmavam tanto como estas 2 ultimas geraçoes, assim como o Fale e o Tama Tonga q penso q eram os q se tinham estreado ha menos tempo (q continuam sem entusiasmar, verdade seja dita). As próprias gerações da segunda metade dos anos 00 com Yujiro e Yoshi Hashi ainda sem aquecer e só se aproveitou o Naito.
        Há 5 anos tinhamos um roster ja bastante envelhecido, penso que apenas o Okada tinha menos de 30 anos, Naito nao estava over como esta hoje, Shibata ainda um mal-amado, Tanahashi com as suas lesoes cronicas.. E se o Ibushi vinha mesmo de fora, o próprio Okada nao tinha sido também um young lion puro, porque vinha da Toryumon do Ultimo Dragón. Era um tópico corrente que a escola da NJPW nao estava a conseguir renovar o plantel. Neste momento o futuro é bem mais risonho, nao so em qualidade como em quantidade pq tambem nao me lembro de haver tantos (e daí voltar-se a justificar fazer uma young lion cup).

        Se nao tiverem mais grandes perdas para a WWE, e forem faseando as reformas da 3ª geração, mesmo que fiquem Tanahashi e Ishii como os quarentões, ficarão com um plantel jovem e pronto para mais 15 anos.

      • Facebook Profile photo
        Miguel Gonçalves há 8 meses

        Estava a dar mais foco nos últimos anos, com estas 2 últimas turmas, porque tem sido aí desde essa altura que a NJPW realmente tem crescido bastante.

        Claro que há coisas a melhorar e “problemas” no produto, mas tem sido admirável o que tem sido conseguido nos últimos 3 ou 4 anos.

        Tenho bastantes certezas que a expansão para os Estados Unidos também pretende mesmo não apenas crescer lá, mas ter mais uma “fonte” de talento.
        Nessa perspectiva, daqui a uns anos podem já nem precisar da parceria com a ROH, porque com um Dojo e eventualmente a fazer shows ou até mesmo um TV deal, a ROH deixa de ser “essencial” para excursões, basta fazer intercâmbios entre Japão e EUA de Young Lions, possivelmente.

  2. The Demon Jorge há 8 meses

    Boas.

    Em relação à votação já votei e agora apenas direi as minhas escolhas e para a semana justifico e comento os resultados.

    Show do ano: Wrestle Kingdom 11
    Wrestler do ano: Tetsuya Naito
    Combate do ano: Okada vs Omega no Dominion
    Jr do ano: Hiromu Takahashi
    Combate Jr do ano: KUSHIDA vs Will Ospreay Final do BOSJ
    Tag Team do ano: Young Bucks
    Revelação do ano: Hiromu Takahashi
    Desilusão do ano: Hirooki Goto
    Young Lion do ano: Katsuya Kitamura

    Em relação ao Final Battle. Desiludiu me tal como a ROH me tem desiludido ultimamente pela sua qualidade. Basicamente a ROH resume se e está muito dependente do Bullet Club. Falando nas implicações no combate Kota Ibushi vs Cody Rhodes no WK12, ficou com uma certa ansiedade agora, pois espero que este combate sirva para alimentar a tensão entre o Cody e o Omega, ou então, aquilo que prefiro, a vitória do Ibushi para desafiar o Omega pelo IWGP US Heavyweight Championship no New Beggining.

    Falando nos shows da Road to Tokyo Dome.

    Quero fazer um grande destaque ao espírito de luta do Henare. Já simpatizava com ele, mas aquelas interações com o Ishii, aquela garra e determinação, aquela vontade de se mostrar e provar que não é inferior, fizeram me instantaneamente fã dele. Conseguiu deixar me investido nele e dei por mim a contar cada pin e a implorar pela sua vitória. É por estes momentos que sou fã de wrestling, e neste momento, sou principalmente fã de New Japan pois é o único produto que me faz continuar a querer ver wrestling.

    Falando na construção do Okada vs Naito. Booking maravilhoso. Primeiro a introdução do Cobra Clutch, mostrando o desespero do Okada em provar que está acima do Naito. Depois o facto de Okada nunca permitir que o Naito concluí se a sua promo no fim do combate, nomeadamente a sua catchphrase final. Finalmente no último dia. A primeira vez que o Naito escapa do Cobra Clutch, embora me tenha parecido que não estava totalmente aplicado, concluindo com uma promo que foi terminada ao lado do corpo estendido do Okada após um Pop up low blow kick, seguido se um Destino. Booking perfeito que me deixou ansioso por ver este combate no Tokyo Dome.

    Falando da construção do Tanahashi vs White. Percebo que alguns achem pouco mas para mim este foi o booking certo. Dá ao White uma personagem de heel confiante com talvez demasiada ambição, e a juntar à lesão do Tanahashi, o Ace vai para o Tokyo Dome com um sentimento presente se fragilidade. Para mim foi uma construção simples que me deixou ansioso e curioso por ver o combate no Tokyo Dome.

    Em relação à Young Lions Cup. Admito que apenas acompanhei estes últimos dois dias mas olhando para as contas aposto na invencibilidade do Kitamura e consequentemente na sua vitória. Creio que é o booking adequado.

    Cumprimentos,
    Jorge

    • The Demon Jorge há 8 meses

      Momento do ano: Tetsuya Naito conquista o G1 Climax 27

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 8 meses

      Final Battle para mim, para “o grande PPV do ano da ROH”, falhou um bocado no mínimo.

      O Henare antes de se lesionar estava muito lançado mas estar tanto tempo de fora fez as pessoas esquecerem isso ou questionarem se ele conseguiria regressar a esse ponto. Ele tem algo, sem dúvida!

      O booking Okada vs Naito, tal como o booking do Omega vs Jericho (com as devidas diferenças), são ambas histórias tão simples de acompanhar e deixar os fãs “agarrados”. Uma vez mais, não são precisas histórias muito complexas para vender algo como “must see”.
      Okada vs Naito tem um booking tão simples para a construção que por si só já é um aperitivo excelente que acho que quem tenha olhos, consegue apreciar.

      Tanahashi vs White é isto, só pode ser isto e só deve ser isto. O Tanahashi precisa de descansar, o Jay White nunca conseguiria sobressair no meio das histórias dos “2 main events” e estas marcações de posição são curtas, simples, mas passam a mensagem e deixam mistério no ar para o que será o “Switchblade” Jay White no ringue a 4 de Janeiro.

      O Kitamura tem 31 ou 32 anos, o Kawato ou o Oka são bem mais novos (falando dos 3 favoritos). O “Big K” tem o look, potencial e capacidade de agarrar o público com a sua aparência física e poderio, embora ainda se mostre um pouco verde como wrestler, mesmo comparando com os outros 2 que mencionei antes. De um ponto de vista de negócios, a NJPW se quer apostar em alguém, terá de ter mais pressa em apostar no Kitamura.

      1. Idade
      2. Parece um Lesnar japonês
      3. Está ali em perspectiva muito dinheiro

      Obrigado pelo comentário e pela participação como sempre aqui e nas votações!

      • The Demon Jorge há 8 meses

        Sim, o Henare sem dúvida alguma tem algo de especial e deixou me muito interessado para ver o seu futuro.

        Em relação ao booking da New Japan, parece que temos a mesma opinião. Sim, como já disse noutros comentários o booking do Omega vs Jericho tem sido espectacular, e o que ao princípio era um combate que me interessava e que estava curioso mas que para mim o resultado era completamente previsível, com os recentes acontecimentos, as dúvidas começaram a surgir na minha cabeça.

        Em relação ao Kitamura. Sem dúvida alguma que a New Japan tem a possibilidade de fazer muito dinheiro com ele. Ainda precisa de algum trabalho no ringue mas está no caminho certo. Como é um powerhouse, imagino o como um heel dominante, mas depois vejo as suas promos e a sua humildade é tão grande que quase que parece um underdog natural. Anseio por ver o futuro deste “Evolving Monster”.

      • Rui Portugal há 8 meses

        E o Kitamura lá ganhou a taça sem surpresas. Pensei é que fizessem mais festa, nem sequer foi o main event..
        Por outro lado, o público presente também era pouco.. 400 e tal..

        Mas estou confiante de que esta vitória irá ter direito a maior destaque no WK.

      • Facebook Profile photo
        Miguel Gonçalves há 8 meses

        O Kitamura na NJ Rumble para mim é quase um dado adquirido (não sei se foi anunciado ou não entretanto).

        Os shows na Shinkuku FACE têm todos assistências a rondar os 400-450, é uma venue pequena. Nenhum dos Lions Gate teve os shows da YLC na segunda metade do show ou sequer no main event.

      • Rui Portugal há 8 meses

        Sim, mas tinha so expectativa de, como era a final, nao so houvesse mais adesao, como que a final fosse o main event…

  3. Tiago há 8 meses

    Boas Miguel possivelmente já o disse te muitas vezes, mas onde consegues acompanhar os shows?? Obrigado, forte abraço

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 8 meses

      Boas Tiago,

      Podes acompanhar mais facilmente através da NJPW World.

      Se não puderes/não quiseres subscrever, o Xtreme Wrestling Torrents (sacar os shows) ou DX-TV e Watch Wrestling.uno (ver online).

      XWT e DX-TV costumam ser mais rápidos a postar as coisas, isto fora da NJPW World.

      Segue já agora também o canal em inglês da NJPW no Youtube para promos e entrevistas com legendas em inglês.

      Obrigado eu!

  4. Rui Portugal há 8 meses

    Já agora, foi já um ponto que queria ter abordado na semana passada e nesta tambem so hoje me lembrei. Algum de vós tem acompanhado o Yoshitatsu na tag league da AJPW? O combate contra a equipa do Suwama e Ishikawa foi muito bom (ele esta a fazer equipa com o Miyahara). Não sabia que este Yoshitatsu ainda existia (e verdade seja dita penso que nunca se viu verdadeiramente na NJPW e na WWE só mesmo naquele combate com o Jericho)..

    Às vezes basta mudar o contexto para vermos outra atitude! O que me faz lembrar nalguns lutadores da NJPW que bem podiam tentar a sorte noutro lado para se redinamizarem.

    • The Demon Jorge há 8 meses

      Não, não acompanho AJPW. Devido à falta de tempo decidi acompanhar a 100% a New Japan.

      Sim é verdade, talvez por na NJPW não me interessar em nada a personagem do Yoshitatsu. Soube que teve uma oportunidade pelo título principal da All Japan mas não me interessou propriamente. Mas sim alguns wrestlers na New Japan benificiariam imenso de uma excursão, e claro em casos mais “perdidos” como o Yoshitatsu, uma mudança de companhia seria o melhor.

      Rui uma questão se me conseguires responder. As semelhanças no vestuário e em certos moves do Rocky Romero com o TJ Perkins são só coincidência ou têm motivo?

      • Rui Portugal há 8 meses

        Tinha reparado q ja tinhas perguntado isso antes. A mim nao foi uma coisa que me tivesse despertado a atenção. Penso que será só uma ligeira re-adaptação da gimmick agora na versão 3K. Felizmente o TJP nao anda por aí de pala no olho. Agora.. eles têm alguma história nas indies americanas, pode ter alguma ligação por aí mas creio q será só coincidencia.

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 8 meses

      Não acompanho AJPW, aliás, fora da NJPW ainda só vi uns combates da NOAH este ano e uns GIFs de DDT e Dragon Gate…

      Espero que ele se encontre, porque independentemente da “reputação” que ele criou como “overrated” que conseguiu a atenção da WWE, ele encontrar o caminho para o sucesso era algo bastante bom. Ele gosta mesmo de wrestling e se não fosse isso, nunca teria feito tudo para voltar a combater após o Styles Clash que correu mal e o deixou de fora imenso tempo e que lhe poderia ter terminado a carreira.

      Respeito imenso o Yoshi pela determinação e a paixão pelo que faz, mesmo que não seja um wrestler por aí além.

Comentar